A Lista

A Lista Cecelia Ahern




Resenhas - A lista


126 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Kaiane.Jacobowski 13/06/2020

Finalizo o livro em meio a lágrimas nos olhos...
Aprendi tanto com esse livro... Nos faz relembrar, perceber e entender o quanto somos únicos... O quanto somos importantes.. O quanto sempre temos algo pra contar. Cada um tem sua história e é isso o que nos torna tão especiais.
Livro de uma sensibilidade incrivel!
Amei
comentários(0)comente



Carol D. Torre 17/05/2015

Vocês sabem que eu amo um bom drama e a quando li a sinopse de A Lista fiquei mais que interessada pelo livro. E, apesar das minhas duas experiências anteriores com a autora não terem sido memoráveis, eu sei muito bem como ela é capaz de criar ótimas estórias. É uma pena que, mesmo sendo um bom livro, A Lista não tenha alcançado todas as minhas expectativas.

Kitty está vendo sua vida aos poucos chegar ao fim do poço. Ela fez um erro imperdoável e agora ela a a sua emissora estão sendo processados, sua casa vive sendo vandalizada, seu melhor amigo está desapontado com ela, seu namorado saiu de casa e a sua velha amiga e mentora, Constance, está lutando contra o câncer.
Quando Constance morre, a sua revista, onde Kitty milagrosamente ainda possui um emprego, resolve homenageá-la e fica para Kitty a missão de escrever uma das última matérias idealizada por ela. Mas para isso a Kitty só possui uma lista de cem nome, sem nenhum resumo, introdução ou anotações. Nada. A única solução encontrada por ela é ouvir a estória de cada uma dessas pessoas e tentar encontrar uma ligação entre elas.

Acho que uma das coisas mais importantes para se falar desse livro é: não espere uma narrativa ágil. Apesar de ser um livro rápido de se ler - terminei tranquilamente em um dia -, A Lista se foca muito mais nos seus personagens, em contar suas histórias de forma gradual e explorar seus sentimentos. Isso para mim está longe de ser um defeito, pelo contrário, todos nós temos aquele momento em que queremos uma leitura mais tranquila, mas sentimental e que conversa muito bem com a realidade das nossas vidas. A Lista é perfeito para esses momentos!

E são essas características que fazem com que os personagens sejam tão importantes para o bom desenvolvimento da estória e posso dizer que, na sua grande maioria, eles não decepcionam. Cada um dos personagens principais são diferentes, marcantes e com estórias de vida inspiradoras por motivos completamente únicos. Conhecer um pouco mais sobre as pessoas da lista foi o que me manteve tão envolvida na leitura.
Mas, mais especificamente falando, a Kitty é uma protagonista um tanto quanto peculiar. A sua vida está no fundo do poço, mas, diferentemente do que estamos acostumado, ela bem que mereceu uma boa parte do que está acontecendo com ela. A Kitty não aquele tipo de personagem que ganha a sua simpatia de imediato ou tem um carisma marcante. Ela é uma personagem que se aproxima muito de uma pessoa real, que tem defeitos, comete erros e besteiras, tem seus dramas e suas dores, mas também tem as suas qualidades e seus motivos para continuar tentando. Mesmo não te conquistando de primeira - e, sinceramente, nem de segunda - depois de um tempo você se vê compreendendo a personagem e torcendo por ela.

Apesar da narrativa da Cecelia Ahern ser capaz de construir uma ótima e sentimental estória, ela também foi um dos motivos que me fizeram desgostar um pouco do livro. Uma característica da escrita da autora, presente nesse livro, me incomodou bastante: ela se enrola muito em temas desinteressantes e não necessários para o desenvolvimento do enredo. Como quando ela descreve diálogos gigantes sobre como fazer jornalismo ou quando vai contar alguma estória e passa páginas sem um único diálogo sendo que isso poderia ser feito de forma muito mais concisa. Isso fez que a leitura ficasse muito mais pesada, lenta e em algumas partes desinteressantes. Como todos as pessoas dizem: menos é mais.
Outro ponto válido de se comentar é que gostei da narrativa em terceira pessoa, mas em algumas passagens o ponto de vista ficou meio confuso e o conteúdo, novamente, desnecessário.

Mas o meu principal problema foi que a "caça" por esses nomes é bem menos interessante e muito mais lenta do que que a sinopse transmite. A mensagem do livro, e a ideia por trás da lista, é lindíssima e mais do que válida de ser abordada, mas até o momento em descobrimos isso a busca da Kitty por esses nomes parece perdida demais para mim, como se faltasse alguma coisa vital para ela fazer sentido. Entendo porque foi feito dessa forma e até mudei um pouco de opinião no fim depois de ter descoberto a ligação entre os nomes, mas isso não muda o fato de que, durante a leitura, existe essa sensação incômoda de que falta alguma coisa e que a estória não é tudo aquilo que a sinopse prometeu.

Apesar de possuir os seus defeitos, eu ainda gostei muito da estória criada pela Cecelia Ahern, A Lista foi uma leitura marcante, leve e emocional que, no fim, acabou me envolvendo completamente nos dramas dos seus personagens. Se você está procurando um livro que traz o melhor e o pior da vida real com certeza vai adorar esse livro.

"Talvez pensemos que somos pessoas comuns, que nossa vida é entediante porque não estamos fazendo nada de extraordinário nem estampando capas de jornais, tampouco suas manchetes, nem ganhando prêmios memoráveis. Mas a verdade é que todos nós fazemos coisas fascinantes, admiráveis e das quais deveríamos sentir orgulho."

site: http://rehabliteraria.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



liv 23/03/2021

O livro demora um pouco para prender.
Mas a história é bacana e uma lição para lembrarmos todo dia.
Todo mundo tem uma história incrível.
liv 23/03/2021minha estante
Tá pra troca no plus!


Rafitcha 04/04/2021minha estante
verdade, iniciei ele, ma ainda não engrenei, ta parado..rsrs
vou continuar ele depois. :)




Val 26/05/2015

Como todos os livros da Cecelia Ahern, a trama se desenvolve meio lenta, a parte narrativa é extensa demais, porém depois voce começa a se envolver com os personagens, seus conflitos, enfim, o final é bem emocionante.
comentários(0)comente



Isa 09/05/2020

Esperava mais
O livro acabou me prendendo mais do meio para o final, não achei o final ruim, é emocionante até, mas acho que não cumpre o que promete, estava com uma espactiva bem grande sobre ele e não foi alcançada.
comentários(0)comente



Cássia 16/06/2020

Enrolado
Confesso que lutei para terminar esse livro, bem enrolado... Não fazia sentido sobre o que se tratava, o assunto ficou perdido, bagunçado... O final do livro é bem previsível... Não sei se lerei novamente...
comentários(0)comente



Ani 19/08/2020

Resenha completa no blog

Lançado pela Novo Conceito, A Lista de Cecelia Ahern traz a história da jornalista Kitty Logan. Ela tem 32 anos e está passando por uma fase bem conturbada da vida. Sua carreira está totalmente arruinada, seu namorado a deixou, seu melhor amigo está decepcionado com ela e o principal, Constance sua melhor amiga está muito doente.
Constance era mentora e chefe de Kitty na revista Etecetera, e antes de falecer deixa uma lista com 100 nomes para que ela escreva uma matéria. Mas ela não explica com qual era o foco da matéria, como Kitty deveria trabalhar e principalmente, como ela encontraria essas 100 pessoas.
Na missão de honrar a memoria de sua melhor amiga, Kitty passa a pensar em mil maneiras de encontrar essas pessoas e tenta entender como cada uma delas conseguiria se conectar.

(...)
As histórias de Cecelia sempre possuem uma grande mensagem, algo que nos fazem pensar e refletir os caminhos que estamos seguindo. Eu sempre fico emocionada e feliz em ver os plots das histórias, é como se me desse um ânimo para começar o ano. Acredito que a maior mensagem de A Lista é de que não importa quem você é, a sua história conta. Você é importante, sabe? Nós podemos ajudar o próximo com nossas experiências. Ou seja, eu amei essa história.

(..)
A leitura é tão fluida que eu li as 380 páginas em 24 horas e há tempos isso não acontecia. Obrigada Cecelia! A edição da Novo Conceito está muito boa, encontrei uns dois errinhos de digitação, mas nada que atrapalhasse a leitura.

site: http://www.entrechocolatesemusicas.com.br/2019/01/a-lista-cecelia-ahern.html
comentários(0)comente



Beatriz.Moraes 20/04/2020

Nenhum livro da autora supera Simplesmente Acontece,mas gostei bastante desse livro tbem!
Indico muito!!
comentários(0)comente



Renan 17/01/2021

A lista.
Esse livro é perfeito para quem está em uma ressaca literária e quer voltar a ler. Um livro cuja a história é leve e gostosinha, mas que te deixa com vontade de saber a ligação entre os 100 nomes. Esse livro é facilmente lido em menos de um dia, pois a história te abraça e te envolve.
Gio 17/01/2021minha estante
panfletou tanto ele que eu tô louca pra ler




Mia Fernandes 04/05/2020

Qual é o tamanho da sua história?
Em vez de uma resenha, separei alguns passagens do livro.

"Alguns dizem que não devemos agir com base em nossos medos, mas, se não houver medo, onde estará o desafio? Muitas vezes, foi com medo que realizei o melhor do meu trabalho, porque o abracei e desafiei a mim mesma.”

“Você fez algo muito especial para todos nós, Kitty, não se esqueça disso. Nos reuniu. Ninguém está te culpando pelo fato de as coisas não funcionarem do nosso jeito.”

“Contamos nossas histórias pessoais para você e te demos a caneta para escrevê-la. Então, a questão não envolve apenas você. Envolve todos nós. Não é você quem precisa dessa matéria escrita, somos nós. Essa é a nossa matéria.”

“Todo indivíduo em qualquer parte do mundo tem uma história extraordinária para contar.”

“Se você selecionar, aleatoriamente, cem pessoas de uma lista telefônica, vai encontrar não apenas uma história, mas cem histórias, porque tudo mundo, cada um tem uma história para contar.”

“Qual é o tamanho da sua história?”

xoxo
mia fernandes.
comentários(0)comente



Mirella | @booksaquarius 05/07/2020

não foi minha melhor experiência com a autora;
tenho uma queda pelos livros da cecelia, não são os melhores livros do mundo, mas ainda sim costumam me pegar, infelizmente sempre costumo ter uma experiência melhor com os de realismo mágico, que não é o caso desse. o meu maior problema foi que tive a sensação que ela se perdeu no que era para ser esse livro, o plot mesmo passou longe no final. é um bom romance como sempre, mas queria um pouco mais (também teve duas falas que me pareceram BEM bifobicas, mas como não faço parte da comunidade, não sei afirmar se realmente foram ou se é excesso de problematização da minha cabeça).
comentários(0)comente



Naty 09/07/2015

Katherine Logan tem apenas 32 anos e sua carreira como jornalista está arruinada, mesmo após muito trabalho e dedicação. A jovem construiu uma carreira de excelência na Revista Etcetera, além de ter sido contratada para cobrir notícias no programa de televisão Thirty Minutes. Contudo, sua ambição de se tornar uma estrela acaba decepcionando-a quando ela e a emissora de TV são processadas.

Sem credibilidade e com a imagem manchada, ela terá de lutar para fazer com que sua carreira ganhe novo destaque. Como se já não fosse o bastante, Logan é abandonada pelo namorado sem um motivo aparente; seu amigo está decepcionado com ela; e o principal e o que dá origem ao livro: sua amiga, confidente e mentora está gravemente doente. Constance é editora da Etcetera, porém, não por muito tempo, pois está sofrendo de câncer e pode morrer a qualquer momento.

Constance tem um jeito único de conversar e entender Katherine. Ela tem a capacidade de enxergar tudo o que Logan não consegue dizer. A jovem é uma fonte de inspiração para a protagonista e, com a criação da lista, ela vê a esperança de criar a matéria que Constance tanto queria produzir.
Antes de partir, a jovem deixa um mistério para Kitty que pode ser a chance de uma mudança de vida: uma relação de nomes de pessoas desconhecidas. Com essa lista, ela terá a função de escrever a melhor matéria de sua carreira. Além disso, será uma forma de prestar uma homenagem a uma grande amiga que tanto lhe ajudou.

Embora a tarefa parecesse fácil, localizar o nome de 100 pessoas desconhecidas não seria algo tão simples como alguém poderia imaginar. Sem contar que Katherine não fazia ideia sobre o que se tratava a reportagem; não havia detalhes, apenas a lista e que ninguém conhecia cada um, não existia uma ligação exata entre as pessoas.

Confesso que quando dei início à leitura, imaginei que a trama seria uma investigação apenas para encontrar as pessoas. Não pensei que o livro abordaria sobre cada personagem e a ligação para a existência da matéria. Com isso, achei a história um pouco arrastada e algumas partes bem desnecessárias. Todavia, a ideia da autora em abordar a os personagens foi essencial para dar sentido à obra. Porém, mesmo assim, o livro não me prendeu e, em alguns momentos, tinha vontade de parar para buscar uma leitura mais prazerosa.

Acontece que mesmo ocorrendo tudo isso, A Lista acaba prendendo o leitor, pois deixa-nos curiosos para saber o envolvimento de cada um e a finalidade para a criação da matéria. Kitty aprende muito e passa por um grande amadurecimento no decorrer de sua pesquisa. Isso também pode servir de lição para o leitor, pois cada um de nós temos uma história a contar, independente do tamanho ou da quantidade de aventura. É necessário observar e dar espaço para que estranhos entrem em nossas vidas e possa transformá-las com suas histórias.

Quotes:
“Todo indivíduo em qualquer parte do mundo tem uma história extraordinária para contar”.

“Você foi a única em meio àquelas entrevistas a me mostrar verdadeiramente que não tinha medo de voar e que, na verdade, seu medo mesmo era o de não voar”.

site: http://revelandosentimentos.blogspot.com.br/2015/07/resenha-lista.html
Eduarda Rozemberg 06/12/2016minha estante
Você não faz ideia há quanto tempo esse livro tem estado na minha lista de desejados. Parece ser uma história que prende mesmo o leitor.


Rossana Batista 19/01/2017minha estante
Pela sinopse eu também achei que a história fosse apenas a busca pelos nomes da lista. É uma pena que a história tenha sido um pouco arrastada e com cenas desnecessárias.


Lana Wesley 24/01/2017minha estante
Sempre quis ler esse livro primeiro porque sou muito fan das obras dessa autora, segundo porque quero muito descobrir o mistério entre essas pessoas, e qual a finalidade dessa matéria, e se tudo isso no final vai fazer sentido. Uma pena que em alguns momentos a leitura não foi tão prazerosa muito pelo contrário, porém ainda sim e um livro que prendo dar uma chance, e espero não me decepcionar.


Marta 28/01/2017minha estante
Acho que nunca li nenhum livro dessa autora!! Mais gostei bastante desse livro A Lista!! Amei a indicação!!
Bjoss




Juliana 04/10/2015

A Lista é o sétimo livro de Cecelia Ahern e o primeiro que eu li da autora. O livro conta a história de Kitty, uma jornalista que está em um péssimo momento. Após ter feito uma grande besteira no trabalho, ela vê sua vida profissional e pessoal desmoronando. Sem saber o que fazer, ela procura Constance, sua amiga e mentora, a editora da revista onde ela trabalha, para tentar encontrar uma solução. Constance é uma das pessoas que mais conhece Kitty e que acredita que ela poderia dar a volta por cima, porém, não há muito o que ela possa fazer, pois está em um leito de hospital, com câncer em estágio terminal.

Após sua morte, Kitty descobre uma lista com cem nomes que Constance deixou para ela. Mas são apenas estes nomes, sem nenhuma instrução, nenhuma informação adicional. Sem saber nada sobre estas pessoas, mas com pouco tempo para tentar colocar no papel a última ideia de sua amiga, Kitty começa a tentar desvendar o mistério por trás de cada nome dessa lista.

A história é uma delícia de ler. Confesso que eu fiquei esperando uma carga dramática enorme, considerando que a autora ficou famosa por escrever P. S. Eu te amo, que eu inclusive ainda não li, por motivos de não querer me colocar no lugar da personagem. Enfim. Peguei o livro conformada de estar prestes a enfrentar as lágrimas, mas encontrei uma narrativa leve, uma história descontraída e cheia de humor. Bem do jeitinho que eu gosto. Apesar de ter, sim, alguns elementos dramáticos, isto não tira a leveza da trama e nem deixa a história arrastada. Li o livro em pouquíssimo tempo, pois não conseguia largá-lo para nada!

A edição está linda. Gostei muito da capa e da ideia dos nomes, da cor e da textura. A tradução está muito bem feita e a revisão foi cuidadosa. Apesar de ser um livro de quase 400 páginas, acredito que todos lerão bem rapidinho, assim como eu. Vale muito a pena!

site: http://www.cafecomlivros.blog.br/2015/06/11/resenha-a-lista-cecelia-ahern/
comentários(0)comente



@escritadecabeceira_ 25/07/2020

A lista conta a história de Kitty Logan, uma jornalista que por um erro em um furo de reportagem acabou por arruinar sua carreira, e com isso perdeu seu namorado, decepcionou seu melhor amigo e para piorar sua melhor amiga, Constance, está a beira da morte. Mas, antes de falecer Constance deixa uma lista de 100 nomes na mão de Kitty, sem explicação alguma, são 100 nomes desconhecidos e a principio sem nenhuma conexão. É a chance de Kitty de refazer sua carreira e escrever sua melhor história, mas para isso Kitty precisará descobrir porque foi a escolhida para escrever essa história e como as histórias se conectam. Sem muitas escolhas e com um tempo bastante apertado, Kitty sem saber por onde começar, tem uma missão grandiosa em mãos e precisa surpreender a todos, qual será o desfecho dessa história?

Instagram: @escritadecabeceira_

site: www.instagram.com/escritadecabeceira_
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



126 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |