Dor de amor tem jeito

Dor de amor tem jeito André Massolini




Resenhas - Dor de amor tem jeito


7 encontrados | exibindo 1 a 7


Gabriela.Beckenbach 21/03/2021

Ruim
Gente, mal consigo ser simpática com esse livro. Definitivamente não foi feito pra mim. Achei péssimo. Na minha concepção, é um livro tolo, que se considera como a sabedoria do amor. E essas questões, realmente dependem muito da pessoa. Mas muitos podem gostar. Eu não gostei.
comentários(0)comente



Sabrina.Contieri 27/12/2020

Leve
Um manual leve e descontraído de como lidar com os desafortunios do amor em nossa vida, recomendo bastante!!
comentários(0)comente



Pedro 22/06/2020

Não Leia Sem Ler Isso
A maior pergunta é: "vale a pena ler?"
E dando uma resposta simples, seria "sim",

Porém tem algo que acredito que precisa ser mencionado, provavelmente pessoas que não conhecem o André (por seus vídeos), e vão diretamente para o livro talvez se sintam meio decepcionadas com a leitura, pois ele não é do do tipo que dá receitas prontas, do que deve fazer ou não. Como ele mesmo diz em muitos dos seus vídeos cada situação é uma situação, com contextos próprios, ele incentiva muito a reflexão do próprio leitor, fazendo você mesmo pensar sobre o que deve ser feito.

Por eu já conhecer o André por conta dos seus vídeos, sabia mais ou menos o que esperar do livro, e para mim foi uma boa leitura e bastante reflexiva. Porém se você vai o primeiro contato com ele por esse livro, recomendo ir ao seu canal Ponto de Vista no Youtube, assistir alguns de seus vídeos para ter mais ou menos uma noção do que poderá encontrar no livro. Acredito que assim poderá desfrutar melhor da leitura.

Mas tendo dito isso, ainda deixo como uma boa leitura, recomendo, ainda mais em tempos que as pessoas normalmente não cultivam inteligência emocional.
comentários(0)comente



Lininha 21/06/2020

Gostei
Achei o livro objetivo e com uma linguagem simples de entender. Para mim ajudou bastante, me fez ver que eu errei em não colocar limites em meu relacionamento e ter deixado q virasse uma situação abusiva por falta de amor próprio. Eu gostei bastante.
comentários(0)comente



Camila.Silva 15/06/2020

Livro bom, mas tem que ser lido na hora certa
O livro já começa com um título interessante, com uma referência a uma canção antiga de Leandro e Leonardo "Dor de amor não tem jeito". Achei sensacional. Quem é velhinha como eu pega rápido a referência. Hahaha.

O livro em si traz uma linguagem simples e durante a leitura várias histórias de pessoas sofrendo por amor o que nos situa em alguma delas.
Diria que ao ler essa obra, dá a sensação de estar conversando com um amigo dando vários conselhos óbvios, mas na situação de extrema dor, recusamos a enxergar. Porém, como disse no título da minha resenha, deve ser lido na hora certa. Particularmente recomendo ler quando estiver há pouco tempo separado e quando se sentir perdido; então esse livro dará alguns passos rumo à libertação de suas dores de amor. E quando ler, assimile aos poucos, lendo não mais que 2 capítulos ao dia.

Talvez por isso eu tenha esperado mais desta obra. Quem sabe se eu tivesse lido há alguns meses atrás teria tido um melhor proveito dessa leitura.
Mas em suma é isso: se quer um livro com linguagem simples, direta, sem frescuras pra saber lidar com o término da sua relação, vale a pena conferir sim.
comentários(0)comente



Stefani 11/09/2017

Superficial demais!
Não sou muito de ler livros auto-ajudas, mas acredito que o que nos motiva a ler um seja o fato de buscar motivação para mudar uma situação que nos incomoda, e que o simples fato de lermos algo sobre o assunto já é um primeiro passo para essa "cura", não que o livro vá fazer milagres não estou dizendo isso, mas que o livro sirva com um guia de como melhorar de alguma forma, bom partindo desse principio eu tenho que dizer que esse livro não funcionou pra mim, não sei o que houve de errado kkk, mas enfim não deu certo kkk, acho que os tópicos do livro eram sim muito interessantes, mas a maneira que o autor desenvolveu tudo foi muito superficial, sinceramente acho que pra gente falar de algo temos que possuir experiência suficiente sobre o assunto, mas não é o que me pareceu lendo esse livro... na minha opinião o autor parecia estar falando de algo que não conhecia muito bem tamanha a sua superficialidade do tema, eu sei que no livro fala que o autor já passou por isso mas pra mim isso não cola. Enfim acho que o autor tratou a dor de amor como algo muito facil de resolver, e vamos ser realistas não é bem assim, enfim pra mim não funcionou. Espero que pra outras pessoas o efeito seja diferente ;-)
comentários(0)comente



Raquel Comunale 24/08/2017

Há MUITO tempo não pegava um livro de auto-ajuda pra ler por N motivos. Durante meses priorizei livros para crescimento pessoal mais focados em ações práticas ou estratégias objetivas. Mas para minha surpresa gostei bastante do livro! O autor tem um canal no YouTube chamado (link + nome) e usou várias histórias dali pra ilustrar os conceitos/tópicos do livro. A leitura foi bem rápida e o livro tem uma linguagem simples e muito simpática, gostosinha demais de ler.

Sobre o assunto principal (lidar com o término de um relacionamento) confesso que sempre fui aquela louca psicótica que fica dois dias chorando, ouvindo Djavan, dando zoom em TODAS as fotos do casal e relendo TODAS as conversas. Dois dias inteiros de drama visceral. Depois disso eu lavo o rosto e digo o baile com uma recaída pontual mas nada muito grotesco. Por esse motivo quando li determinada dicas/sugestões do autor não me surpreendi com nada mas isso não diminuiu o prazer da leitura.

Abaixo listo os pontos que mais se destacaram pra mim. A leitura vale a pena mesmo que você não esteja passando pelo processo de ficar solteiro.

O famoso 171
Existe sempre aquele ser humano que não têm intenção de evoluir o relacionamento para algo mas sério mas JAMAIS deixam isso claro. O motivo disso é óbvio: ao expor a verdade eles perdem os benefícios (seja sexo, atenção ou apenas massagem no ego). Esse tipo de ser humano mantém uma ou várias pessoas orbitando ao seu redor atendendo pontualmente as necessidades delas para garantir que elas se mantenham nessa função. Ou seja, manda um "bom dia" por whats app, liga de surpresa, compra alguma coisinha, marca em uma postagem do Facebook, etc. Ou seja, esse tipo de gente vai "cozinhar" ao máximo a outra pessoa, sempre com N desculpas para não evoluir o relacionamento mas nunca colocando um ponto final na história. Ou seja: ci-la-da. O problema maior aqui é você dedicar X tempo em um relacionamento que não tem a menor possibilidade de evoluir. É ÓBVIO que você não começa (ou não deveria) a namorar já com pensando em reservar a igreja mas próxima para o casamento contudo se depois de meses ou anos a relação não evolui é um sinal de alerta enorme.

Felicidade: cada um é responsável pela sua
Depositar toda sua felicidade, alegria e razão de viver em outra pessoa é, no mínimo, pedir pra se ferrar. Os motivos são óbvios: a pessoa tem a própria vida, sua forma de ver o mundo e seus problemas. É evidente que a gente espera receber apoio, carinho e atenção mas isso é completamente diferente de jogar a responsabilidade de ser feliz no colo de outro alguém. No livro o autor faz uma ótima explicação sobre a diferença entre "completar" e "complementar". Relacionamento pode complementar, ou seja, ser um plus nos motivos que temos para ser feliz. Mas se o relacionamento precisa completar é por que falta algo e se falta algo o primeiro passo seria identificar o que é.

Prolongando a dor
Ouvir músicas, ver fotos, ler e-mails, etc só pra aumentar o período de sofrência além de bastante piegas e mega improdutivo. Enquanto o você tá perdendo seu tempo se fazendo de vítima a outra pessoa tá curtindo numa boa. Óbvio que se você ver algo que te faça lembrar vai doer mas isso é bem diferente de você ficar caçando motivos pra se lamentar.

007 das redes sociais
Outra coisa que é improdutivo e bastante infantil. Depois do término ficar caçando os check-ins, fotos, compartilhamentos e todo material on-line do ex. Se ela curte uma foto ou adiciona alguém começa então um verdadeiro episódio do CSI atrás de todas as informações. E tudo isso pra que? Absolutamente nada.

site: http://desencontre.blogspot.com.br
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7