O Caminho Certo

O Caminho Certo Ana Martines




Resenhas - O Caminho Certo


14 encontrados | exibindo 1 a 14


Fernanda 18/03/2015

Olá leitores!

Certo dia estava eu falando no facebook sobre ser beta de alguns amigos e a Ana – que eu sempre quis conversar – veio me pedir para que lesse o seu livro. Claro que aceitei na hora, e acabei conhecendo um Ricardo de tirar o fôlego. Só queria um desses para mim (rs).

Bom, dei início à leitura em processo de escrita, e fui descobrindo sobre os personagens a cada capítulo recebido. Uns me deixavam louca para ler os próximos, mas a Ana ainda estava escrevendo-o e me restava esperar. A cada linha uma surpresa diferente e uma emoção maior.

Em O Caminho Certo da blogueira e escritora Ana Martines conhecemos Paloma, uma garota fútil e sem valor algum para a humanidade. Sério, a pessoa é mesmo desnecessária. Fiquei boquiaberta quando a mãe dela morreu e ela foi para a balada. Apenas pensei: o que é isso??? Ok que era aniversário de 18 anos dela e a mãe, que para mim era apenas uma egoísta, resolveu que morrer seria o melhor presente de aniversário para a filha que sempre disse amar. Gente, isso não é um big spoiler!

A Ana apenas tem o dom de criar mães e pais terríveis para os seus personagens, assim como a Laury Alves. Fui ser beta apenas de gente boa – hahahahaha. Deixando a brincadeira de lado, vamos às vias de fato. Depois da festança, Paloma vai ao velório de sua mãe, onde não conhece nem ao menos as irmãs da própria mãe. Nem a avó, daí eu simplesmente pirei na batatinha frita, viu! Garota mais família, gente.

Certo! O fato é que o pai da menina é um capeta, apenas posso defini-lo assim. Sempre quis que a filha fosse um modelo de perfeição e que fizesse pose para a sociedade como a melhor filha do mundo, mas aí entra a rebeldia de uma garota fútil e machucada, não apenas pelas ações do pai, mas da mãe também.

Após a morte da mãe e ver que as coisas seriam insustentáveis para viver com o pai, Paloma sai de casa e vai à procura do único amigo que fez durante toda a vida. Na verdade conheceu Miguel na faculdade, no dia do seu aniversário, pouco antes da morte da mãe. O único a quem poderia pedir socorro.

Aí, minha gente, é que a coisa começa a esquentar. Miguel é irmão do maior cafajeste da face da terra, Ricardo. O homem, meu Deus! Quando Paloma coloca os olhos nele percebe que já andou fazendo certas coisinhas com ele na balada. Não conto, minha gente, mas foi uma cena e tanto. Ok! Como a garota saiu de casa e não tem onde cair morta, ela vai para a casa do Miguel e do Ricardo, lógico que este segundo não quer, e sente-se muito incomodado com a presença marcante da garota... Fica todo ouriçado e outras coisinhas, mas.

Para não passar fome, ela começa a trabalhar no quiosque do tio de Ricardo na praia, e claro, o bonito faz uma aposta indecente, de que ela não aguentaria uma semaninha e cairia fora, mas aquela garota fútil e desnecessária para a humanidade que citei no início da resenha mostrou-me capaz de crescer e ser mais do que apenas uma gastadeira convicta.

Após a morte da mãe, Paloma cresceu tanto que ao final da trama é impossível não reconhecer tamanha mudança. O amor e as perdas que a vida lhe proporcionou a fez mudar à base da pancada mesmo, crescer foi uma obrigação, e não uma vontade.

Ricardo, que no início ia à balada apenas para fugir da garota que o perturbava, já não aguentava esconder o seu desejo, mas como um garoto também machucado e traído sempre fugiu da possível relação com Paloma, para não machucá-la e também para se preservar. Ele é um cafajeste que nos apaixonamos desde o início, pois a escrita intercalada da autora nos dá o poder de conhecer ambos os personagens, seus sentimentos e medos.

Em suma, as cenas entre os dois são divertidas, melancólicas e quentes. E claro que ao final da trama encontrei mais um casal para amar. A narrativa é divertida, sexy e dramática, mas ao longo vemos não somente o crescimento da Paloma, mas o amadurecimento do Ricardo é incrível.

Sei que preciso concluir a resenha, mas ainda tem tanto a se falar (rs). Eu apenas quero indicar a leitura da obra, para que se divirtam, sofram e amem juntamente com estes personagens loucos e deliciosamente apaixonados da Ana. Sei que deixei a mãe da Paloma como uma megera venenosa, mas precisam ler o livro e descobrir o que acontece.

A respeito da escrita da autora, posso apenas dizer que a Ana amadureceu juntamente com os seus personagens. Sobre a diagramação não posso falar nada, pois o li em Word mesmo, mas a capa está linda e tenho certeza que quando tiver o livro físico será tudo perfeito!

Amazon: http://www.amazon.com.br/Caminho-Certo-Caminhos-Livro-ebook/dp/B00UIPWJCO/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1426085432&sr=8-1&keywords=ana+martines
Blog de autora: http://autoraanamartines.blogspot.com.br/
Vício em Livros: http://www.vicioemlivros.com/
Facebook: https://www.facebook.com/annacmartines


site: www.amorliterario.com
comentários(0)comente



Rayme 18/03/2015

Paloma é uma jovem que sempre teve tudo o que quis. Seus pais sempre foram ricos e lhe deram do bom e do melhor materialmente falando, já que seu pai sempre esteve distante por causa das suas viagens de trabalho. Ela sempre foi uma garota popular também, bonita e todos os garotos queriam conhecê-la melhor. No dia do seu aniversário de 18 anos, o dia que ela acreditava que seria o melhor dia de sua vida, Paloma chega da faculdade e encontra sua mãe morta na banheira do quarto. Seu mundo desaba e ela perde o chão, principalmente pelo fato de seu pai não estar nem aí para o que aconteceu e com o sofrimento da própria filha.

Ela entra em contato com sua amiga de balada e resolve ir beber para esquecer o que aconteceu. A bebedeira foi tanta que Paloma acaba dormindo na praia, e quem vai ajudá-la é Miguel, um garoto que ela conheceu um dia antes na faculdade. Miguel e Ricardo são irmãos e trabalham no quiosque da praia onde ela estava dormindo. Eles ajudam a garota, que aparenta estar bem perdida e levam-a para casa. Vários dias se passam até que eles se reencontram.

Paloma prefere passar o seu momento de luto trancada dentro do quarto de sua mãe, e passa uma semana inteira apenas dormindo. Ela nem mesmo vai ao enterro. Ela se esquece da faculdade, deixa de comer e até mesmo tomar banho. Só resolve sair dali quando, após 7 dias, Fernando, que trabalha para seus pais a vida inteira, acorda a garota para que ela vá à missa de sétimo dia de sua mãe.

Ricardo também já sofreu bastante na vida, e a princípio, não vai muito com a cara de Paloma. Ele sabe que ela é uma garota riquinha e mimada, e fica preocupado com o que ela pode fazer para magoar seu irmão. Ricardo é bem super protetor quando se trata de seu irmão e tem seus motivos.

A história de Paloma me conquistou logo nas primeiras páginas. Eu adoro New Adults, e este em particular, me trouxe tantas emoções boas (algumas ruins também) que eu fiquei vidrada até a última página. Fazia tempo que um livro não me tirava o sono, que me fizesse querer ficar acordada até tarde para chegar ao final logo e este me fez exatamente isso, em plena quarta-feira!

Eu amei a escrita da Ana. Ela escreve de um jeito sutil e simples que me conquistou logo de cara. Ela fugiu do clichê e esse detalhe também me agradou bastante. Ricardo foi o que me fez ter sentimentos mais conflitantes, o tempo inteiro. Em um momento eu o amava, no outro, queria socá-lo. Mas seus motivos por serem da forma que ele é foram totalmente explicados e compreendidos por mim que até me fizeram aceitar o seu jeito de ser.

Já estou super curiosa por sua continuação como também já estou morrendo de vontade de reler este aqui. Ana conseguiu me conquistar, me deixar vidrada e me tirou o sono. Amei este new adult como há tempo não amava um romance. É tão bom ver uma autora nacional escrevendo tão bem assim. Espero muito que vocês tenham a oportunidade de conhecer O Caminho Certo, até porque se você gosta de romances e de um bom New Adult, não pode deixar este passar. Eu garanto que você não vai se arrepender!
comentários(0)comente



Giuliana Sperandio 05/04/2015

Um livro arrebatador e viciante!!!
Paloma é uma garota de sorte, nasceu em berço de ouro, seus pais são jovens e bem casados e sua vida é completamente cor de rosa...
A vida dela é perfeita, linda e tem o que quer e quem quer em suas mãos....
Mas a vida como costumo dizer é uma caixinha de surpresas e tido castelo de cartas de Paloma desaba quando ela perde sua mãe da maneira mais trágica e cruel no dia de seu aniversário...
Seu pai um homem rico e insensível a deixa com sua dor e com a única coisa que sua mãe a deixou...um diário... Nesse diário terá muitas revelações bombásticas e muitas lições de amor e aprendizagem... Ela terá que ser forte e seguir seu próprio caminho...
Esse é o começo de tudo...
Através dessa perda Paloma irá aprender que nem sempre as coisas são o que parecem, e que olhar só para dentro de si mesmo só leva ao sofrimento e ao egoísmo...
Ela de descobre sozinha e tendo que aprender lições que nenhuma faculdade ou curso pode ensinar... Lições de vida!

Paloma conhece a bondade em forma de amizade, um rapaz chamado Miguel e seu provocante irmão Ricardo, um homem, muitos misterioso, lindo e com coração ferido...
Depois de muito sofrimento e briga com seu pai ela decide tomar um rumo e se virar sozinha.
Miguel se oferece para ajudá-la, e a muito contrariado Ricardo também aceita, eles a ajudam a refazer sua vida, com um novo emprego e uma moradia em sua própria casa, mas só o que Paloma não esperava é que lá também moraria a sua maior tentação e perdição...

Vários sentimentos e a mútua atração entre ela e Ricardo torna o ingrediente dessa convivência e relação um tanto quanto conturbada e explosiva...
Ambos irão aprender que somos mais do que mostramos na fachada...
Os dois tem o destino traçado por histórias parecidas, feridas abertas e uma química de tirar o coração do eixo e fazer o sangue ferver...

Uma história com muito romance, muito drama e um quê de HOT, e que principalmente nos ensina o perdão e o amor...
E que a vida sempre nos dá oportunidades de encontrar O caminho certo...
Eu ri, chorei, tive raiva, foi um misto tão grande de emoções que só tenho a agradecer por essa montanha russa de sentimentos!!!

Não quero contar mais nada para não estragar esse maravilhoso livro, e mais uma vez quero parabenizar a Ana pelo maravilhoso trabalho e dizer que se você quer uma história apaixonante para ler, com todos ingredientes de um best seller leia esse livro!!
A Ana tem uma escrita tão boa quanto qualquer sucesso internacional, e para mim está páreo para autoras como Abbi Glines e Jamie Mcguire!!!

TRECHOS:
"Não sei como deixou que eu me aproximasse tanto. A maneira que dançava como se
estivesse pedindo por mais.
E eu queria dar a ela muito mais.
Queria dar o meu tudo. "

Podia ver a grandeza do seu ato. Vingou-se por mim. Da maneira errada, completamente errada,mas mesmo assim. Havia se importado comigo.

A garota sabia beijar. E tinha acabado de transformar minha vida em um inferno,pois nenhum outro beijo seria suficiente. Não quando havia provado o melhor.

Ricardo faz de tudo para me irritar quando está de bom humor, e ainda mais quando eu não estou. Olha ternamente quando percebe que estou machucada. É preocupado com o irmão mais do que qualquer coisa no mundo... E sorri. Ele. Simplesmente. Sorri. É neste instante que meu mundo desaba.

A garota que já me negou tanto,hoje me espera acordada para poder dormir.Não queria que saísse do quarto. Este nunca pareceu tão confortável como estava naquele momento.Nunca havia me sentido tão em casa quanto me sentia com seus braços ao meu redor.

– Quando a pessoa não é capaz de amar, ela não é capaz de viver.
– Você está viva? - Perguntei desesperado por uma resposta.
– Você está?
– Com você, eu estou. – Revelei sem nem pensar duas vezes. Nenhuma frase pareceu
tão verdadeira como esta.

site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2015/04/resenhao-caminho-certo-ana-martines.html
comentários(0)comente



Clube do Livro 05/04/2015

Um livro arrebatador e viciante!!!
Paloma é uma garota de sorte, nasceu em berço de ouro, seus pais são jovens e bem casados e sua vida é completamente cor de rosa...
A vida dela é perfeita, linda e tem o que quer e quem quer em suas mãos....
Mas a vida como costumo dizer é uma caixinha de surpresas e tido castelo de cartas de Paloma desaba quando ela perde sua mãe da maneira mais trágica e cruel no dia de seu aniversário...
Seu pai um homem rico e insensível a deixa com sua dor e com a única coisa que sua mãe a deixou...um diário... Nesse diário terá muitas revelações bombásticas e muitas lições de amor e aprendizagem... Ela terá que ser forte e seguir seu próprio caminho...
Esse é o começo de tudo...
Através dessa perda Paloma irá aprender que nem sempre as coisas são o que parecem, e que olhar só para dentro de si mesmo só leva ao sofrimento e ao egoísmo...
Ela de descobre sozinha e tendo que aprender lições que nenhuma faculdade ou curso pode ensinar... Lições de vida!

Paloma conhece a bondade em forma de amizade, um rapaz chamado Miguel e seu provocante irmão Ricardo, um homem, muitos misterioso, lindo e com coração ferido...
Depois de muito sofrimento e briga com seu pai ela decide tomar um rumo e se virar sozinha.
Miguel se oferece para ajudá-la, e a muito contrariado Ricardo também aceita, eles a ajudam a refazer sua vida, com um novo emprego e uma moradia em sua própria casa, mas só o que Paloma não esperava é que lá também moraria a sua maior tentação e perdição...

Vários sentimentos e a mútua atração entre ela e Ricardo torna o ingrediente dessa convivência e relação um tanto quanto conturbada e explosiva...
Ambos irão aprender que somos mais do que mostramos na fachada...
Os dois tem o destino traçado por histórias parecidas, feridas abertas e uma química de tirar o coração do eixo e fazer o sangue ferver...

Uma história com muito romance, muito drama e um quê de HOT, e que principalmente nos ensina o perdão e o amor...
E que a vida sempre nos dá oportunidades de encontrar O caminho certo...
Eu ri, chorei, tive raiva, foi um misto tão grande de emoções que só tenho a agradecer por essa montanha russa de sentimentos!!!

Não quero contar mais nada para não estragar esse maravilhoso livro, e mais uma vez quero parabenizar a Ana pelo maravilhoso trabalho e dizer que se você quer uma história apaixonante para ler, com todos ingredientes de um best seller leia esse livro!!
A Ana tem uma escrita tão boa quanto qualquer sucesso internacional, e para mim está páreo para autoras como Abbi Glines e Jamie Mcguire!!!

TRECHOS:
"Não sei como deixou que eu me aproximasse tanto. A maneira que dançava como se
estivesse pedindo por mais.
E eu queria dar a ela muito mais.
Queria dar o meu tudo. "

Podia ver a grandeza do seu ato. Vingou-se por mim. Da maneira errada, completamente errada,mas mesmo assim. Havia se importado comigo.

A garota sabia beijar. E tinha acabado de transformar minha vida em um inferno,pois nenhum outro beijo seria suficiente. Não quando havia provado o melhor.

Ricardo faz de tudo para me irritar quando está de bom humor, e ainda mais quando eu não estou. Olha ternamente quando percebe que estou machucada. É preocupado com o irmão mais do que qualquer coisa no mundo... E sorri. Ele. Simplesmente. Sorri. É neste instante que meu mundo desaba.

A garota que já me negou tanto,hoje me espera acordada para poder dormir.Não queria que saísse do quarto. Este nunca pareceu tão confortável como estava naquele momento.Nunca havia me sentido tão em casa quanto me sentia com seus braços ao meu redor.

– Quando a pessoa não é capaz de amar, ela não é capaz de viver.
– Você está viva? - Perguntei desesperado por uma resposta.
– Você está?
– Com você, eu estou. – Revelei sem nem pensar duas vezes. Nenhuma frase pareceu
tão verdadeira como esta.

site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2015/04/resenhao-caminho-certo-ana-martines.html
comentários(0)comente



Fernanda 25/06/2015

“Um desafio sempre me atraiu. Sempre. Nunca neguei e também nunca perdi nenhum. Mas não sabia exatamente no que estava me metendo ao aceitar este. Só rezava para estar no caminho certo. ”
Sabe quando um livro te deixa sem palavras? O Caminho Certo, da autora nacional Ana Martines, me deixou assim. Só sei sentir! Já fazia um bom tempo que eu não dava 5 estrelas a um livro, e só tenho que agradecer a Ana por ter me dado a oportunidade de conferir o livro dela, esse romance incrível, que a cada página me surpreendia mais.

Em O Caminho Certo acompanhamos a história de Paloma. Filha de pais jovens e ricos, a garota sempre foi mimada por seu pai com cartões de crédito sem limite, que a levaram a acreditar que ela sempre poderia ter e fazer tudo o que quisesse. Todo esse dinheiro proporcionava não só luxo no seu dia-a-dia, mas também a mantinha rodeada de amigos, mesmo que interesseiros. Sua “melhor amiga” era mais uma parceira de balada, e uma relação real com os seus pais era praticamente inexistente.

A vida de Paloma vira de cabeça para baixo quando no dia do seu aniversário de 18 anos ela chega em casa e encontra a sua mãe morta. Suicídio. No momento em que mais precisa de ajuda e de forças, a garota, que entra em um luto profundo, conta apenas com a ajuda de seu motorista, Fernando, que passa a ser um protetor, e de um diário deixado por sua mãe (que ao longo do livro descobrimos o seu conteúdo, e que ensina e emociona muito), já que o pai a abandonou em casa achando que um cartão de crédito e compras no shopping a ajudariam a superar esse trauma.

No meio desse caos um amigo entra na vida de Paloma, Miguel. Ela não está acostumada a ter meninos por perto sem que eles tenham segundas intenções com ela, na verdade, ela não está acostumada a ter verdadeiros amigos. E é o doce e compreensivo Miguel que tenta ajudar Paloma a sair do fundo do poço em que está, mesmo que ela não tenha contado o real motivo. É através de Miguel também que Paloma conhece Ricardo. A melhor e pior pessoa que ela poderia ter conhecido naquele momento de sua vida. Paloma e Ricardo se sentiram atraídos um pelo outro de imediato, mas ambos estão tão traumatizados e com raiva da vida que só sabem se odiar!

Ricardo, a princípio, pode parecer aquele típico bad boy: meio revoltado com o mundo, irresistível e com fama de mulherengo. Mas ele obviamente é muito mais do que um rótulo. Ele é irmão mais velho de Miguel, de quem cuida desde pequeno, após o suicídio de sua mãe e o abandono de seu pai. Ele passou por situação bem parecida a de Paloma e carrega cicatrizes internas bem profundas, e muita culpa, pois acredita que poderia ter salvo sua mãe se não estivesse tão distraído. Por isso, não se permite viver e sentir coisas desde o ocorrido, porque seu foco está apenas no trabalho e na criação do irmão mais novo.

É no convívio com os dois rapazes, e com a leitura do diário de sua mãe nos momentos de mais dor, que Paloma começa a reagir e ter grandes mudanças na sua vida. Ela começa a abrir os olhos e percebe que não conhecia realmente a mãe e o tamanho de sua dor, da sua depressão. Começa a ver que tipo de pessoa é o pai, e se sente perdida. Ela não sabe quem é, só sabe que não quer mais ser a antiga garota fútil e mimada.

Agora que já contei o suficiente da história, porque não quero estragar as surpresas que ele reserva, que são muitas, só tenho elogios a fazer ao livro escrito por Ana Martines. Ele é um dos new adults mais completos que já li, e um dos pontos mais positivos do livro é que você acha que ele vai ser previsível, e de repente percebe que não. A bastante tempo eu não sentia essa montanha russa de emoções ao fazer uma leitura! Todos os conflitos, dramas e dores vividos pelos personagens são muito humanos, e o livro me comoveu de diversas formas, diversas vezes. A evolução dos personagens é outro ponto positivo também. Paloma, Ricardo e Miguel foram personagens que ao final da história pareciam outras pessoas, de tanto que amadureceram.

Todos os elementos presentes na trama do livro foram muito bem desenvolvidos também. Os dramas familiares, o luto, o crescimento pessoal, a superação de problemas, o recomeço, a busca pelo caminho certo na vida, e principalmente o romance. Eu não quis dar ênfase ao romance de Ricardo e Paloma nessa resenha porque é algo único e que eu ainda não consigo encontrar palavras para explicar. O laço entre eles foi algo que me manteve presa as páginas até o final, porque ao mesmo tempo em que se odiavam, eles se amavam, e também eram bem-humorados e implicantes, e algumas vezes até bem sensuais. O livro é narrado tanto por ela, quanto por ele, deixando tudo bem mais intenso, fazendo você mergulhar de verdade na história. Me causou alegria, dor, empolgação, raiva... E como a própria sinopse do livro já diz: é um romance improvável e trágico, que nos ensina muito, principalmente que o amor é capaz de curar as feridas mais profundas.

Como eu já citei, de previsível o livro não tem nada, por isso não consigo imaginar um final mais perfeito! Eu adorei o desfecho da história, e apesar de eu ter desejado um desenvolvimento maior na conclusão da história da protagonista com o pai, a autora não deixou nenhuma ponta solta, que não tenha sido proposital, é claro. Afinal, O Caminho Certo é apenas o primeiro livro da série Caminhos, sendo que o próximo livro será protagonizado pelo personagem Miguel.

Enfim, fica aqui essa minha indicação de leitura para quem gosta de um bom romance cheio de dramas e histórias de superação, que fazem a gente se emocionar. O livro está disponível na Amazon e no Wattpad, e espero que mais pessoas façam a leitura, porque realmente vale a pena!

site: http://viciosemtres.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Itamara 18/04/2015

Mais que perfeito
Não sei nem como descreve lo, maravilhoso é pouco. Não consegui parar de ler até terminar. Nossa que história, amei cada personagem chorei horrores, com cada ausência e cada sofrimento. E me senti emocionada pelo ser humano único que cada um é. E me deixou com a esperança que sim exista várias chances para o amor quando esse é puro e sincero. Parabéns simplesmente lindo demais.
comentários(0)comente



Thays 02/05/2015

Resenha:
Paloma, sempre tudo que quis, dinheiro, popularidade, beleza e uma família, ao completar dezoito anos, ela fica radiante, afinal não precisará de identidade falsa para entrar nas boates e baladas. Todos querem falar com ela e desejar feliz aniversário, até que um garoto tímido, que ela nunca tinha falado pede o telefone dela e se apresenta como Miguel. Porém Paloma não gosta de meninos assim, seria uma pena quebrar um coração de um menino tão inocente, mas por incrível que pareça ela sente certa afeição pelo Miguel.
Porém ao chegar em casa, Paloma começa a procurar por sua mãe, afinal a mãe dela ainda não a desejou feliz aniversário, até que seu mudo desaba quando encontra sua mãe morta em uma banheira com os pulsos cortados. Tudo acabou pra ela, apenas restou o pai dela, ele era sua única família, o único que compreendia sua dor. Porém seu pai não aparece, Paloma está sozinha, e quando ele volta, age como se sua esposa não tivesse morrido, e nem que há uma filha que precisa dele. E logo conta a Paloma que precisará viajar a trabalho.
Paloma está arruinada, ela não tem mais ninguém com quem contar, seus amigos não se importariam com isso, ela está só em uma casa enorme cheio de empregados.
Paloma corre para praia bêbada após uma balada e acaba dormindo na praia, até que o Miguel a encontra, pois ele trabalha no quiosque da praia. Até que Paloma faz um ato impensado, e vai para o mar para se afogar e acaba com tudo de vez. Até que quando tudo está quase acabando ela é resgatada por braços fortes, Paloma está furiosa, ele interrompeu seu momento, ela não queria mais viver, Ricardo o homem que a resgatou, logo se irrita, com essa menina mimada e abusada que não queria ser resgatada.

“-Você é apenas uma garota mimada, que não sabe de nada. Eu te salvei, você deveria me agradecer. ”

Ricardo desperta nela uma fúria sem tamanho, como pode um homem tão lindo ser tão rude assim? Mas por obra do destino, os dois podem se odiar, mais não conseguem esconder a atração que há entre eles, Ricardo tem seus demônios internos, ele assim como ela perdeu a mãe, por cometer suicídio, e teve que criar o seu irmão, ele não pode se apaixonar, apaixonar o distrai e ele precisa cuidar do seu irmão.
A morte destruí a vida de Paloma, aquela menininha fútil de antes do lugar a uma Paloma, que não sente nada além de tristeza, por mais que ela brigue com Ricardo e não o suporta, ele e Miguel, agora são seus únicos amigos, o mundo virou as costas para ela. A morte a mudou assim como mudou Ricardo, os dois precisam entender o que está acontecendo com eles.
Será que Ricardo se permitirá se apaixonar? Não, isso pode destruí-lo. Paloma desperta coisas neles, que ele não pode se permitir.
A morte trouxe coisas horríveis para os dois, porém hoje eles se conheceram, será que os dois podem viver esse romance? Será que o destino os afastara?
Em uma luta interna contra si mesmo, mesmo não querendo nasce o amor, a amizade, o afeto, a atração, a luxúria e o mais improvável, a felicidade...


Impressões: Esse livro me deixou com uma ressaca literária enorme, eu li em 6 horas, só parei para comer, sério, esse livro devia vir com um aviso, você não conseguira largar o livro até terminar. A trama é impecável, a autora soube nos fazer viver cada sentimento dos personagens, sentir a dor, compreendê-los. Eu amei e estou ansiosa para o próximo livro com a história de Miguel.
comentários(0)comente



MILA 31/05/2015

O Caminho Certo, livro de estréia de uma grande amiga blogueira e claro que eu tinha que conferir. Este livro foi lançado de forma independente e você pode comprar na Amazon.


Paloma é aquela típica patricinha que tem tudo, tem dinheiro, é mimada, supérflua e só tem amigos interesseiros, até o dia do seu aniversário do qual seu mundo vira de cabeça para baixo, o dia começa muito mal quando Paloma encontra sua mãe morta, suicídio, no mesmo dia de seu aniversário, que belo presente não é mesmo? Neste dia ela percebe como seu pai é, ele que lhe oferece um cartão sem limites não consegue consolar sua filha que se encontra em desespero, a única pessoa que parece notar a frágil Paloma é o motorista.

A dura realidade faz aos poucos uma mudança em Paloma, seu jeito de agir, de ver as pessoas a sua volta, neste drama Paloma conhece Miguel que mais parece um anjo em sua vida, ele tem um irmão, estilo Bad Boy e é ele que vai conquistar o coração de Paloma, mas antes disso Paloma ainda vai ter muitas surpresas, senti muita pena dela e acho que é uma tremenda de uma azarada, eu não queria nunca estar na pele dela, admiro como ela lidou com todas as mudanças, ela cresceu, conheceu mais de sua mãe através de um diário.

Ricardo também tem muitas cicatrizes e lidar com uma garota mimada não está nos seus planos, ele foi até um pouco rude com nossa protagonista, aos poucos ele conhece a verdadeira Paloma e toda dor que ela carrega, ele quer proteger a garota a todo custo, nem que para isso tenha que passar por cima do pai de Paloma.

Resenha Completa no Blog Daily of Books

site: http://dailyofbooks.blogspot.com.br/2015/05/resenha-o-caminho-certo.html#comment-form
comentários(0)comente



Bárbara @versosenotas 21/08/2015

Resenha: O Caminho Certo
É com uma forte carga emocional que transborda através das palavras que a autora Ana Martines nos apresenta a história de Paloma e Ricardo no seu primeiro livro “O Caminho Certo”. Com uma narrativa intercalada entre os personagens, nós conhecemos as maiores perdas desses jovens e como a vida pode ser dura em alguns momentos. Este livro é sobre perda, dor e como seguir seu caminho quando tudo o que você mais ama é retirado de você. E, neste momento, vem em mente apenas uma coisa: O que devo fazer a partir de agora? Qual é o caminho certo?

Paloma é uma mulher linda, popular, rica e que tem tudo o que deseja. Seu pai a criou para ser a melhor- o modelo de perfeição. Já sua mãe sempre esteve presente com um sorriso no rosto pronta para cuidar da filha oferecendo todo o carinho que tanto necessitamos.

Sua felicidade e realização não poderiam ser maiores e o fato de estar completando 18 anos só aumentou sua alegria e a promessa de mais uma noite de muita zoeira. No entanto, sua alegria de viver é retirada de si quando ela se depara com sua mãe, morta na banheira, no dia do seu aniversário.

“A morte não me assustava mais, ela já havia levado tudo o que podia. Não tinha problema me levar junto também.”

Ricardo é um rapaz que carrega uma culpa que o corrói todos os dias de sua vida. Ele nunca tem noites tranquilas de sono e é obrigado a trabalhar no local que causou todo seu sofrimento. Para tentar esquecer a dor dentro de si ele aproveita todos os prazeres que a vida possa oferecer, ou seja, sendo o lindo, gato e cobiçado que é ele se torna um conquistador nato, sem nunca abrir seu coração para ninguém... afinal, para que entregar a alguém um coração despedaçado?

E é em meio a essa avalanche de emoções que os caminhos de Paloma e Ricardo se cruzam. O difícil é dizer se eles seriam a solução um para o outro ou a completa perdição. Como se permitir sorrir para vida quando ela te tira tudo? Como esquecer o passado e acreditar que o futuro pode ser feliz?

"O vazio ainda existe. A sensação de que algo está faltando... Só não o sinto quando Ricardo está por perto. Quando passa os braços ao meu redor na cama ou sorri para mim. Qualquer sorriso... Até aquele silencioso. Aquele que não chega até a sua boca, mas que é transmitido pelo olhar, dizendo que tudo vai ficar bem. Ele faz com que me esqueça do vazio..."

A leitura desse livro trouxe a tona diversas emoções em mim: fúria, indignação, tristeza, mas o sentimento que mais forte em mim permaneceu foi a esperança. A autora conseguiu me envolver com sua escrita emocionante e me colocou cara a cara com a dor da perda. Isso tudo foi completamente necessário, pois ela mostrou que mesmo com a vida ruindo ainda há esperança. O amor tudo cura e não podemos desistir de nós mesmos. Precisamos fortalecer nas dificuldades e utilizar os obstáculos como aprendizados que nos fortalece.

Adorei a leitura e acompanhar as confusões, encontros e desencontros entre Paloma e Ricardo. Algo bem curioso foi o cenário que predomina no livro: o mar. A sensação que tive foi que a autora tentou suavizar o romance, já tão complicado, com um ambiente leve e inspirador o que foi ótimo. O contraste entre perda e esperança se fez presente até o final da leitura mostrando que sempre temos a opção de escolher ser feliz, basta encontrar o caminho certo!!

É com um sorriso no rosto e sentindo o coração leve que termino esta resenha. Adorei conhecer a escrita da Ana e ter recebido tantos ensinamentos sobre a vida. O livro terá continuação com a história de Miguel (irmão mais que fofo do Ricardo) e sua melhor “amiga” Mariana. Ele está sendo publicado no Wattpad e promete trazer mais avalanches de emoções!! Acredito que a Ana ainda trará boas surpresas e histórias que arrebatem nossos corações! Então, vamos ficar de olho nela!! :)

Nem preciso dizer que recomendo a leitura né?!!

“– Quando a pessoa não é capaz de amar, ela não é capaz de viver.
– Você está viva? – Perguntei desesperado por uma resposta.
– Você está?
– Com você, eu estou. – Revelei sem nem pensar duas vezes. Nenhuma frase pareceu tão verdadeira como esta.”

Visite o blog: http://versosenotas.blogspot.com.br/ onde tem essa resenha e muito mais!!


site: http://versosenotas.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Lari 13/09/2015

No início somos apresentamos a uma Paloma que só se importa com o próprio umbigo, acredita ter a vida perfeita e que nada mais é necessário para a sua felicidade. Mas todo seu castelo de princesa desmorona no momento que encontra sua mãe morta e percebe que nem tudo era tão perfeito.

Após o acontecido a personagem começa a ver que o mundo não vira em torno de si mesma e que tudo que ela julgava ser "perfeito" era apenas a fachada de uma vida triste feita só de aparências sem nenhum sentimento e a única pessoa que realmente se importava com ela se foi.

No meio de todo esse caus Paloma conheceu Miguel, um garoto da faculdade que nunca tinha reparado, mas que quando precisou se tornou um grande amigo. E junto com o novo amigo veio de brinde o irmão dele Ricardo que em outro momento seria mais uma aventura de Paloma, mas ali só poderia trazer problemas com o jeito rude de ser.

Por mais que a implicância entre Paloma e Ricardo apenas crescesse com o tempo, eles perceberam que suas histórias tinham coisas mais parecidas do que imaginavam. E que de alguma forma eles poderiam se ajudar, mesmo que em muitos momentos parece-se impossível.

O Caminho Certo é aquele tipo de livro que faz o leitor sentir um misto de emoções em diferentes momentos, dificilmente você vai amar ou odiar um personagem o livro todo pelo simples fato de que todos são muito realistas, as atitudes e pensamentos, por mais egoístas ou estranhos que possam parecem em alguns momentos quando se reflete conseguimos entender como muitas pessoas poderiam fazer a mesma coisa.

Além da autora ter uma linguagem leve e simples que prende o leitor facilmente despertando a vontade de não parar a leitura até chegar o final. E podemos ver os dois pontos de vista da história, Paloma e Ricardo, pois a narrativa é intercalada.

Confesso que a muito tempo não me sentia tão presa a uma história e a personagens como a narrativa da Ana.

Uma história repleta de revira voltas e emoções que trata de diversos assuntos que nos faz refletir sobre a vida e a importância que damos as pessoas que amamos além da procura incessante pela felicidade é isso que você pode esperar de O Caminho Certo.

site: http://blogquerida.blogspot.com.br/2015/09/resenha-o-caminho-certo-por-ana-martines.html
comentários(0)comente



Fer - Mato Por Livros 01/02/2016

Paloma é uma garota mimada, fútil e completamente egoísta. Seu mundo se resume a baladas, shopping e fazer com que as pessoas a admirem. Ela acha que deveria estar em um pedestal, com certeza.
Acontece que seu mundo perfeito acaba quando sua mãe se suicida. No começo Paloma não parece entender como que seu mundo perfeito poderia estar ruindo dessa forma. Por que sua mãe fez o que fez? Que motivos ela tinha? E Paloma só vai encontrar as respostas quando se permitir sair de sua bolha de dor.

“Hoje, seus abraços são interesseiros, os cachorros são ignorados e os momentos... Imagino que nem se importe mais com eles.”


Não é fácil tirar a dor de seu coração. Não é fácil seguir em frente, principalmente quando ela deveria encontrar consolo e carinho nos braços de seu pai, mas o mesmo parte para uma viagem sem nem se importar com a recente morte da esposa e com a dor da filha.

Sem contar com praticamente ninguém, somente com Fernando, motorista da família e que parecia ser um grande amigo de sua mãe, Paloma terá que encontrar sozinha o caminho certo para sua vida e para encontrar a paz e a felicidade para seu coração.

No meio desse caminho ela irá encontrar Ricardo. Ele tem suas próprias dores e cicatrizes para enfrentar e cruzar o caminho de Paloma e aturar as atitudes dela, com certeza não estavam em seus planos. Mas seu irmão Miguel, com seu coração enorme, resolve que Paloma precisa de ajuda, então mesmo sem querer Ricardo se vê arrastado para o turbilhão de dores, emoções e sensações que é conviver com a presença dela em sua vida.

A convivência de ambos por vezes é pacifica, mas na maior parte do tempo claro, é cheia de explosões, xingamentos e muita, muita tensão sexual.
Ambos decidem dar uma trégua. Dar uma nova chance de se conhecerem. E as coisas pareciam que finalmente encontrariam o caminho certo para ambos. Mas quando o fantasma do passado de Ricardo bate a sua porta é que ele percebe que não pode cometer os mesmos erros e para que isso aconteça Paloma não pode fazer parte de sua vida...

“Portanto sempre tente entender o próximo. Se alguém fizer algo que não te agrade, não desconte na hora... Tente entender o motivo dessa pessoa. A sua dor pode ser grande, mas a dor dos outros pode ser três vezes maior. E você nunca saberá se não tentar entendê-la.”


Uma história clichê, mas que conquista um espaço em nosso coração.
Como vocês sabem é impossível não gostar de uma história que seja previsível. Nós conhecemos o mocinho, a mocinha e sabemos que rumo essa história vai tomar. Mas são exatamente os caminhos que ela irá tomar para chegar a esse final que é o que nos prende a história de forma plena.
Paloma realmente é uma garota fútil. Ela com certeza consegue nos irritar muito no começo do livro. Mas é em sua busca por melhorar, sua busca para recuperar a Paloma que sua mãe diz que ela foi um dia, que encontramos nossa ligação com ela.

Ricardo é o personagem mulherengo, mas que acima de tudo tem o instinto de proteção, com todos os que ama e mesmo com aqueles que parecem não merecer.
Uma grande dor e a tragédia que rondam seu coração fazem dele um cara muitas vezes frio, mas ao mesmo tempo sensível. E é claro que fica visível como é fácil romper esse escudo que ele mesmo criou em volta dele.

A dor vivida por eles é a mesma e talvez seja essa dor que poderá os aproximar, mas também a mesma dor que poderá os afasta-lo e fazer com que possam vivenciar todo o passado novamente.

Uma história que fala de dor, de recomeços, de alegrias, da busca de encontrar o seu caminho. De lágrimas, de sorrisos, e acima de tudo de esperança. Das nossas fraquezas, mas das nossas forças e principalmente da nossa vontade e fé em encontrar a verdadeira felicidade.

O Caminho Certo não é uma história que me surpreendeu em nenhum momento. Mas com certeza é uma história que me prendeu, me fez gostar e torcer por seus personagens. E sinceramente? Eu estou mesmo encantada é por Miguel rs, e como é uma série, torço fervorosamente para que o próximo livro conte a história dele.

A diagramação é linda. A capa é muito bonita, mas não achei a identificação com a história. Encontrei alguns poucos erros de revisão, mas nada que prejudique a história.
E com certeza a autora tem um caminho brilhante, pois essa é sua primeira obra e acho que ela soube conduzir e amarrar tudo de forma plena, e, claro que pretendo ler seus próximos lançamentos.


Então busquem vocês também O Caminho Certo.

site: www.matoporlivros.com.br
comentários(0)comente



Nath 23/03/2016

Resenha do blog Pobre Leitora
Paloma é uma menina extremamente rica e popular na faculdade. Ela tem tudo o que o dinheiro pode comprar e acha que isso é ter tudo na vida, mas, no dia de seu aniversário de 18 anos sua vida muda completamente. Sua mãe, a única pessoa que ela tinha certeza que realmente a amava, está morta e Paloma não sabe o que fazer.

Desamparada, Paloma encontra algum consolo e amizade em Miguel, um menino alto, magro e esperto que conheceu na faculdade. Junto com ele vem ser irmão, Ricardo, lindo, forte e idiota.
Paloma não quer mais ficar na sua casa com o pai controlador e frio que tem, depois de um período conturbado de luto, ela quer mudar de vida e para isso, contará com a ajuda dos irmãos e de um diário que sua mãe lhe deixou.
Com altos e baixos, erros e acertos, Paloma vai se esforçar - e muitas vezes se ver perdida - para conseguir mudar e no processo, encontrará um amor arrebatador.

O Caminho Certo é o livro de estreia da autora Ana Martines e chegou até mim através de nossa parceria. Ao ler a história, é notável que a Ana tem talento e está no caminho certo.
A história é narrada em primeira pessoa por Paloma e Ricardo, com capítulos alternados entre eles, o que me agrada muito. Normalmente prefiro a narração em terceira pessoa, mas quando é em primeira, prefiro que haja uma alternância entre os pontos de vistas. Acho que isso ajuda muito a entender os dois lados da história.

A história de Paloma pode ser considerada um clichê - a menina rica que muda de vida depois de um baque e se apaixona por um cara pobre. Mas, se eu resumisse a história só nessa frase, eu estaria diminuindo-a, ignorando fatos importantes para a trama.
Além do romance conturbado, o livro nos traz o tema suicídio e relações familiares, e sobre família tenho que destacar que Ana tem um talento considerável para criar pais odiáveis. O pai de Paloma é um homem frio, que se preocupa só com sua imagem e ainda é um monstro. Se fosse eu no lugar da menina, também iria querer me ver longe dele. Já sua mãe é uma pessoa amável e com grande sabedoria, mas que infelizmente, para mim foi uma personagem muito fraca. Não por sua decisão de tirar a vida, mas o conjunto todo.
Também tive problemas para simpatizar com os personagens principais. Paloma me pareceu muito fútil até mesmo depois que iniciou sua mudança de vida e melhorou seu jeito. Ela teve sim uma mudança considerável, passou a ver o mundo ao seu redor com outros olhos e melhorou muito, mas ainda assim o anjo não bateu. Ricardo para mim, teve uma evolução só no quesito amor, o que melhorou muito. Com ele tive o mesmo problema para simpatizar, achei que alguns de seus conflitos foram poucos trabalhados. Já Miguel gostei logo de cara. Um menino tão novo e tão sábio, vê o mundo de uma maneira tão bela mesmo depois de tudo que já passou, é impossível não gostar dele. Fernando, o motorista da família de Paloma, é outro que merece imenso destaque. Ele é o único, sem contar os irmãos, que fica ao lado da menina e é lindo o jeito carinhoso como ele a trata.

A escrita da autora é bem rápida e o livro passa num piscar de olhos. Alguns momentos achei que foram agilizados demais mas isso é uma coisa pessoal. No meu íntimo, creio que as pessoas demorem muito para mudar realmente.
Haverá um segundo volume e agradeço por isso, pois o final de Miguel foi um pouco confuso. Já o final do nosso casal foi o mais feliz e bonito possível.

Encontrei alguns erros bobos e como li em pdf não sei opinar sobre a diagramação do livro, mas posso afirmar que a capa é maravilhosa!
Indico esse livro para quem gosta de um bom romance com um tema forte de fundo, é uma boa leitura.

site: http://pobreleitora.blogspot.com.br/2016/03/resenha-o-caminho-certo-ana-martines.html
comentários(0)comente



Pâm Possani 07/04/2019

Denso, forte e sensual
Paloma tem de tudo na vida: beleza, amigas, diversão, dinheiro, pais e tudo que uma garota mimada poderia querer. Até então, estava tudo bem pra ela - uma garota fútil e sem muitas pretensões. Só que como a vida é cheia de surpresas, Paloma tem a sua virada de cabeça para baixo no dia do seu aniversário, quando perde sua mãe bem no dia que completa 18 anos.
Com um pai ausente e agora completamente sem rumo, Paloma tem agora a única coisa que sua mãe deixou: um diário com alguns conselhos e um conhecido da faculdade pegando no seu pé pra ir pra casa, depois da noitada que terminou acordando na areia da praia. E Miguel, o conhecido, logo se prova ser um bom amigo, só que ela não esperava que seu irmão, Ricardo, pudesse ser tão irritante, sedutor e atrapalhasse completamente os seus planos. E isso pode ser muito ruim? E se ele também tiver uma história pesada por toda essa fachada de galinha... Ele poderia se tornar alguém em quem confiar?
O Caminho Certo é um livro denso, com muitas questões que são levantadas pós-luto: a culpa, a perda, o perdão, levantar de novo depois de tudo pois é isso que precisamos fazer, por mais doloroso que seja e também fala do tempo, que é crucial. Esse é o tipo de livro com um contexto pesado, mas viciante, e quando você vê não consegue largar a história antes de finalizá-la. Fala de amizade e também de quem só finge ser nosso amigo. Fala do sofrimento mas também o amor e do poder que ele tem de nos levantar, de abrir nossos olhos, nossa mente e nosso coração. Às vezes, tudo que você precisa é simplesmente abri-lo e se dar uma segunda, terceira... Quantas chances forem necessárias para ser feliz.

site: https://www.interruptedreamer.com/2019/03/resenha-o-caminho-certo-de-ana-martines.html
comentários(0)comente



14 encontrados | exibindo 1 a 14


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR