Os Feiticeiros

Os Feiticeiros Thaylane R. Ramos




Resenhas - Os Feiticeiros


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Silvana 06/03/2016

Ellen, Alma, Jason e Rodrigo são quatro amigos que estão indo a última festa do colégio juntos. É o baile de formatura deles e para variar, as garotas estão atrasadas. Ellen ama Jason mas ele, assim como seu irmão Rodrigo, só tem olhos para Alma. A festa está bem agradável e Ellen arrasta Alma para ver a atração da noite: uma cartomante. O engraçado é que a cartomante começa a falar com elas como se já as conhecessem. E quando elas decidem que aquilo é só bobagem, a cartomante entrega uma carta a cada uma delas e pede que elas só abram quando estiverem longe dela.

Eles decidem ir embora da festa e dentro do carro contam para os meninos o que aconteceu e eles querem ver as tais cartas. Alma pega a carta na mão, mas tem seu dedo cortado e quando Jason pega a carta dela, ele corta seu dedo também. E Rodrigo que está dirigindo também pega a carta de Ellen mas o mesmo acontece com ele, e quando Ellen pega na carta, ela também corta seu dedo. E quando eles leem a carta de Alma, eles tem uma surpresa. É de alguém chamado Thomas e ele menciona os cortes nas mãos deles e que eles estão ligados de agora em diante e que eles irão acordar de um sono. E a outra carta, só tem símbolos como uma espécie de código que eles não entendem. Mas eles não tem tempo de mais nada, porque logo em seguida o carro escorrega em uma poça de óleo e Rodrigo que já estava um pouco bêbado, pede o controle do carro.

No dia seguinte, Alma acorda de um pesadelo com um corte na mão, que sua avó diz que ela machucou cortando pão. Mas Alma não lembra de nada do que aconteceu antes de acordar ali. Dias depois, ela vai a padaria e encontra com uma garota e dois garotos que ela não conhece, mas que é como se ela conhecesse e eles também estão com seus dedos cortados e não lembram de nada de suas vidas de antes. Mas todos eles tiveram o mesmo sonho, com uma festa de formatura. Eles decidem investigar o que está acontecendo, mas nenhum deles descobre nada e quando eles se reúnem de novo, eles descobrem que Ellen consegue ouvir os pensamentos de Alma.

E quando Jason brinca que aquilo só pode ser magia, do nada um senhor aparece ao lado deles e diz que era bruxo e que pode ajudá-los. Ele faz com que eles percebam que o sonho que os quatro tiveram, na verdade não era um sonho e sim a realidade, e se eles não se lembram, é porque alguém fez com que eles esquecessem de tudo o que aconteceu naquele dia, inclusive das cartas. E ele mostra uma carta igual a que eles não conseguiram ler porque só tinha símbolos. E quando eles descobrem o que está escrito na carta, eles custam a acreditar: eles são feiticeiros e não apenas feiticeiros, mas os mais poderosos que já existiram. Agora eles irão para Magic's House, um lugar com mais de 200 feiticeiros, para desenvolver seus poderes. E lá eles irão descobrir que os Deuses são reais e que eles não estão muito felizes com os feiticeiros.

O que me fez ficar interessada nessa história, foi a menção a magia e aos Deuses da Grécia Antiga, duas coisas que adoro em livros. E devo dizer não me decepcionei. O começo da história é um pouco confuso e lento, até a autora explicar o que está acontecendo, a história é meio morna, mas depois que entendemos o que aconteceu e eles começam a descobrir seus poderes e praticá-los, a coisa engrena. Então a leitura flui rapidamente. E os últimos capítulos então, onde aparecem os Deuses, são de tirar o folego. Ainda bem que já tem o segundo livro, porque eu quero ler ele agora. A autora escreve muito bem e percebi uma evolução da escrita dela durante a história. Só não posso deixar de dizer que o livro é mais indicado para um publico adolescente. Mas eu com 34, gostei bastante da história, é só não ler ele com aquele olhar de, ah, é um livro infanto juvenil.

Os personagens são todos carismáticos. A principio, pensei que Alma seria a protagonista, mas quem teve mais destaque, e devo dizer que gostei disso, foi a Ellen. Alma é a tipica garota que todos admiram e que é legal com todo mundo. Já Ellen é mais estourada e fala o que pensa a quem quiser ouvir. Jason é o garoto certinho que sabe tudo, além de bonitão, mas Rodrigo foi o personagem que eu mais gostei. Ele é o mais extrovertido do grupo, o mais teimoso e turrão também e é ele quem proporciona as cenas mais engraçadas da história. Tem outra pessoa que me ganhou e na resenha foi citado como o velho que revelou a verdade a eles, Lucke, mas na verdade ele estava transfigurado e ele é bem jovem. E ele fez uma coisa muito ruim no final do livro, mas eu perdoo ele e tenho certeza de que foi justificado. Enfim, gostei bastante da história e recomendo para quem gosta do gênero.

site: http://blogprefacio.blogspot.com.br/2016/02/resenha-os-feiticeiros-thaylane-r-ramos.html
comentários(0)comente



Nayara Borges 25/09/2017

Amei!
Posso dizer que eu estava extremamente animada para fazer essa leitura, porque eu amo fantasia, ainda mais quando envolvem Deuses do Olimpo. Minhas expectativas estavam nas alturas e a autora não me decepcionou.

Quando os jovens foram a Magic's House, eu imaginei que fosse ler algo parecido com Harry Potter, mas é totalmente diferente, apesar de ter alguns elementos que nos fazem lembrar a história da J.K e outros que se parecem com o da história do Percy Jackson.

Em Os Feiticeiros, temos muitos mistérios, magia, intrigas, traições, reviravoltas e um romance que te faz ficar totalmente apaixonada, como os personagens.

Esses por sinal, são fascinantes. Os quatro amigos são bem legais e eu ri muito do Rodrigo, o personagem que eu mais gostei, apesar de querer bater nele as vezes. Os quatro são feiticeiros muito fortes e eu ficava impressionada com as descrições das cenas quando eles estavam em ação, tanto nos treinamentos, quanto nos momentos de batalha.

O final é intrigante e eu esperava uma coisa totalmente diferente, mas foi muito melhor, porque me deixou super curiosa com a continuação, que espero trazer em breve para vocês!

site: http://travelingbetweenpages.blogspot.com.br/p/lidos-nayara.html
Thaylane R. Ramos 26/09/2017minha estante
Ah, que lindaaa! Eu fico muito feliz e emocionada que tenhas gostado do livro. Obrigada por deixar sua resenha aqui no Skoob




Karina 22/03/2015

OS FEITICEIROS - (Série Entre Mundos) - Thaylane R. Ramos
Thaylane, mais uma parceira do Blog Casa de Livro.
Apresentou-nos o primeiro volume de sua série “Entre Mundos”.
“Os Feiticeiros” é uma história cativante, recheada de personagens encantadores e fortes.
A autora abusa da magia e consegue nos transportar para um mundo sinistro.
Alma, Jason, Rodrigo e Ellen. Quatro amigos inseparáveis, que não sabia a verdade, sobre quem realmente eram.
Estudando no mesmo colégio, eram adolescentes normais. Com suas intrigas, diversões, medos e objetivos.
Mas durante a festa de formatura, algo inusitado aconteceu.
Uma vidente foi contratada para entreter os alunos. Mas quando Ellen e Alma foram, por curiosidade, se consultar com aquela senhora, tudo mudou.
A mulher conhecia-os. Sabia segredos que não eram revelados a ninguém. Entregou duas cartas, uma para cada garota. Cartas que mudariam o rumo da história de suas vidas.
Ao irem embora junto com os meninos, descobriram que as cartas foram escritas pelos seus pais. Que já haviam morrido.
A partir desse momento um pacto foi feito. Eles estavam mais ligados do que nunca.
Naquela mesma noite sofreram um acidente. Quando acordaram, após um longo sono, nada se lembravam.
Não se conheciam mais, porém aquela suspeita de que algo estava errado, não lhes deixavam.
Tudo passou então a fazer sentido.
Os segredos foram revelados.
Os quatro eram feiticeiros. Que estavam sendo perseguidos por uma poderosa feiticeira que desejava vingança.
Vingança de que? Ou quem?
Quem era sua mulher que gostaria de vê-los mortos?
Foram então convocados, através da carta, para um lugar os mistérios seriam revelados.
Iriam treinar seus poderes de feiticeiros para que pudessem lutar contra as forças do mal.
Uma batalha que Thomas, pai dos garotos, já esperava.
No meio de um turbilhão de sentimentos e descobertas.
Os quatro amigos teriam que descobrir e treinar as suas habilidades, para proteger uns aos outros e salvar a si mesmos.
Deuses contra Feiticeiros.
Uma batalha que deixará marcas para sempre.
Casa de Livro Recomenda.

Posso me transformar em qualquer coisa, em qualquer lugar e em qualquer hora.

Titulo: Os Feiticeiros - Série: Entre Mundos.
Autora: Thaylane R. Ramos
Páginas: 295
Ano: 2015

Boa Leitura.
Casa de Livro.

Karina Belo.

Assim que entraram o velho senhor os convidou a se sentarem à mesa, em suas mentes rodavam questionamentos sobre a vida e o caráter daquele homem, qual era o objetivo dele com eles? Como saberiam se o que ele dizia era verdade ou tudo não passava de um mero truque de mágica?

Ellen resmungou com uma expressão de reprovação ao ceifador em sua frente, não queria saber quem estava lá dentro ou se eles tinham ou não o direito de estar ali, na verdade, não queria saber da única mulher que sentiu falta a vida toda e que nunca esteve presente na vida dela.

E então, por meio das ondas daquele mar violento, surge um homem enigmático, que vinha por meio de um ciclone até poder pisar nas areias da praia. O homem tinha uma postura robusta e um cabelo na altura dos ombros, negros e um tanto desgrenhados o que deixava a sua aparência bem atrativa, seus olhos eram tão azuis que disputavam com a cor das águas do mar.

Em meio de todas as tempestades que se formava lá fora e dos sons e estrondos emitidos pelos raios de Zeus, a porta da ala principal escancarou-se de repente, dando as boas-vindas a Rodrigo e Jason que já não estavam em sua forma humana. Quase que ao mesmo tempo, Thomas, Lucke e Ellen apareceram na ala principal se materializando na frente de todos. Os deuses imediatamente se prostraram de pé encarando os mesmos com impaciência e desconfiança. Agora deuses e feiticeiros estavam cara a cara, e essa era o sinal de que a batalha estava prestes a começar.

site: www.casadelivro.com.br
comentários(0)comente



Luiza Helena (@balaiodebabados) 23/05/2016

Originalmente postada em http://balaiodebabados.blogspot.com.br/
Alma, Ellen, Jason e Rodrigo são quatro amigos inseparáveis - sendo Ellen e Rodrigo irmãos. Na noite da festa de formatura deles, um acidente muda completamente a vida deles. E é isso, povo. É só isso que posso comentar sobre o livro. Se eu falar mais, vai sair spoiler adoidado.

Quando entrei em contato com a Thaylane, eu fiquei bem ansiosa pela história. Só não imaginava que ela ia me prender tanto. Apesar dos primeiros capítulos terem sido meio confusos pra mim - e pros personagens também -, depois que peguei o ritmo da história, fiquei presa que não queria parar de ler.

A escrita da Thaylane é bem fluída e fácil. Quando me espantei, já estava chegando no final do livro. E que final! Ainda bem que ela mandou o segundo livro porque fiquei bem curiosa sobre como vai transcorrer os acontecimentos a partir de agora.

De todos os personagens, o que mais gostei foi do Rodrigo. Ele é um cara engraçado e proporciona os melhores diálogos da história. Algo também bem legal em relação aos quatro é a amizade. Desde sempre, eles tiveram uma ligação e que não sabiam explicar o porquê. Mesmo depois de descobrirem alguns segredos sobre seus passados, a amizade ainda continua.

O que me despertou o interesse na história foi o fato de envolver mitologia grega, que eu sou apaixonada, vide todas as minhas resenhas dos livros do Troll Riordan. Eu ansiava muito pelo momento que os seres mitológicos iriam aparecer e não me decepcionei.

Os Feiticeiros é um livro introdutório a uma história que com certeza vai te prender do começo ao fim.

Leia mais resenhas em http://balaiodebabados.blogspot.com.br/

site: http://balaiodebabados.blogspot.com.br/2016/05/resenha-55-os-feiticeiros.html
comentários(0)comente



Nath 26/09/2017

Resenha do blog Pobre Leitora
Os Feiticeiros é uma fantasia nacional que mistura magia e mitologia grega de um jeito interessante e que faz o leitor ficar querendo mais.

A história foca em quatro amigos: a encantadora Alma, o nerd Jason e os irmãos Ellen e Rodrigo. os quatro vivem uma vida normal e acabaram de se formar, tendo todo uma vida pela frente. Após acontecimentos misteriosos no baile de formatura e de um acidente de carro mais misterioso ainda, a vida dos jovens vira completamente do avesso e mostra que tudo o que eles pensavam e acreditavam era mentira. Em meio a descoberta de um novo mundo místico e de novos seres, Alma, Jason, Ellen e Rodrigo enfrentarão problemas até então inimagináveis e descobrirão segredos chocantes.

Os Feiticeiros foi um livro que me ganhou pela premissa. Adoro mitologia grega e adoro fantasia, logo, parecia a leitura certa para mim Gostei da história, apesar de alguns fatores que podem ter me desanimado um pouco, relacionados a gosto pessoal.

Começando pelos personagens, temos quatro jovens bem distintos entre si e com uma amizade marcante. Alma me pareceu uma menina mais doce e tranquila, apesar de se mostrar durona para proteger os seus.
[...]

LEIA A RESENHA COMPLETA NO LINK

site: http://pobreleitora.blogspot.com.br/2017/09/resenha-os-feiticeiros-thaylane-r-ramos.html
comentários(0)comente



Maravilhosas Descobertas 17/04/2017

SÉRIE ENTRE MUNDOS - OS FEITICEIROS , DE THAYLANE R. RAMOS

Neste primeiro livro da série Entre Mundos, chamado Os feiticeiros, e escrito pela Thaylane R. Ramos, temos uma aventura cheia de fantasia, magia, e personagens mitológicos. Alma, Jason, Rodrigo e Ellen são quatro amigos que sempre estão juntos. Durante a festa de formatura do ensino médio, em uma consulta estranha com uma vidente contratada da festa, eles acabam encontrando pistas sobre o passado dos pais deles e que também vão revelar habilidades mágicas antes desconhecidas pelo jovens. Agora esses novos feiticeiros vão ter que aprender a lidar com seus poderes, conhecer um pouco mais sobre suas origens e lidar com os deuses do Olimpo, que podem iniciar uma guerra contra os feiticeiros.

A primeira coisa que me atraiu em Os Feiticeiros foi o fato de tratar sobre magia e sobre a mitologia grega, que possui um conteúdo amplo que pode ser utilizado em uma história. Existe uma gama de deuses e poderes que podem ser explorados, e eles tem um papel importante no livro, e por mais que apareçam bastante (e se destacam positivamente), espero que sejam mais aproveitados individualmente nos próximos livros. Porque suas cenas são tão conjuntas com todos os deuses e tão movimentadas, que não há a oportunidade de conhecer mais cada um deles.

Sobre os nossos protagonistas, cada um possui características próprias, e formam uma amizade bem forte. Alma e Ellen são grandes amigas e entendem uma a outra como ninguém. E a relação de Ellen e Rodrigo, que é a tipica relação de amor e farpas entre irmãos, é bem divertida, apesar de achar Rodrigo bem infantil as vezes. Jason é o nerd do grupo e o mais responsável, disposto a fazer tudo pelos amigos. Todos são protagonistas bem cativantes, e que o leitor consegue se identificar e se imaginar no lugar.


Em relação a romance, o livro não deixa a desejar. Ele trás um casal envolvendo a Ellen, que provoca a torcida do leitor, e deixa indícios de um outro casal que pode vir a surgir, mas que acabou ficando de lado durante esse livro. Posso dizer que todo o enredo é bem movimentado, e prende quem está lendo. As vezes achei que tudo estava indo rápido demais, mas não foi nada que atrapalhe a leitura. Se você gosta de uma história cheia de aventuras, com magia, deuses, intrigas e romances, você com certeza deve dar uma chance a Os Feiticeiros, que está disponível na Amazon, junto com os livros seguintes já lançados.

site: http://www.maravilhosasdescobertas.com.br/2017/04/serie-entre-mundos-os-feiticeiros-de.html
comentários(0)comente



Viviane 04/09/2016

Tenso e intenso
Antes de sentar para ler esse livro, prepare a pipoca, pois você "assistirá" a maior guerra entre feiticeiros e deuses já vista no mundo da literatura fantástica.

"As pessoas sempre iriam procurar por algo em que acreditar."

Os jovens Alma, Ellen, Jason e Rodrigo levavam uma vida normal, estavam terminando o ensino médio, tinham suas paixões secretas e uma amizade inseparável. Durante suas festas de formatura, Ellen e Alma conhecem uma cigana vidente muito estranha, ela fala com as meninas como se já as conhecesse e ainda entrega à elas duas cartas, para serem lidas posteriormente. Na volta para casa, os quatro no mesmo carro começam a ler a primeira carta e estranham ela falar com detalhes de suas vidas e de seus pais que acreditavam estarem mortos.

Logo em seguida ocorre um grave acidente e quando eles acordam, não lembram de nada e nem de se conhecerem, mas ao se encontrarem por acaso na rua, suas memórias começam a voltar e eles são levados por um homem a uma espécie de escola, Magic's House. Lá eles descobrem ser feiticeiros e muito poderosos, mas não é só isso, eles são filhos de deuses do Olimpo, portanto, semi-deuses, mas o problema é que deuses e feiticeiros não costumam se relacionar bem, então eles descobrem que estão ali para desenvolver seus poderes, pois está para começar a maior guerra que já se teve notícia.

Lá nesse novo mundo, os jovens descobrem suas verdadeiras origens, desenvolvem seus poderes, conhecem os deuses que eles acreditavam existir apenas nos livros, vivem novas paixões e grandes decepções.

"Eu também não sabia que a batida do meu coração podia ir tão longe por alguém."

Da metade em diante, a estória fica muito intensa, é impossível parar de ler. A escritora, Thaylane, soube muito bem descrever cenas e personagens. Eu sou uma apaixonada pelos deuses Atena e Poseidon e fã dos livros do Percy Jackson, então a leitura desse livro foi muito prazerosa. Na ultima frase tem uma revelação do que acontecerá no próximo livro, então já estou super ansiosa para ler.

site: http://duaslivreiras.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Jenny 13/09/2017

[ RESENHA ] Os Feiticeiros
A amizade entre Alma, Ellen, Rodrigo e Jason havia ocorrido de maneira fácil e simples, pois haviam se conhecido no colegial, mas desde então tinham se tornado amigos inseparáveis. Aos 17 anos, os jovens haviam terminado o último ano do Ensino Médio e com a aproximação da formatura, estavam pensando no quê fariam depois, pois cada um possuía objetivos diferentes para o futuro, porém eles prometeram não desaparecer da vida uns dos outros.

Alma possuía uma beleza singular, mas ao contrário do que sua aparência queria mostrar, ela era uma jovem meiga, gentil e uma ótima amiga. Além de ser a melhor amiga de Alma, Ellen adorava esportes e estava prestando o vestibular para conseguir o tão sonhado curso de Medicina. Jason trabalhava na concessionária com o pai e era apaixonado por Alma, mas sempre escondera os seus sentimentos para não estragar a amizade que tinham. Rodrigo era irmão de Ellen e também tinha um fascínio por Alma. Assim como Ellen, ele prestava o vestibular para Medicina, contudo o seu verdadeiro sonho era se tornar Detetive Criminal e entrar para o FBI, porém sua família nunca aprovara a ideia.

Porém Rodrigo não era o único que tinha uma família complicada, pois Mary, a avó de Alma que, mesmo tendo um amor incondicional pela neta, nunca aprovara seus amigos. Alma não entendia o porquê do desgosto da avó, mas isso não a impedia de continuar a levá-los para a sua casa. Com uma infância complicada, pois havia nascido sem os pais e nem sabia a causa da morte deles, pois sua avó era sempre muito misteriosa e não falava sobre o assunto. Alma acredita que talvez tenha sido por conta da dor de ter perdido o seu filho Thomas, o pai de Alma.

Um detalhe interessante nessa história, pois enquanto Jason era apaixonado por Alma, Ellen era apaixonada por ele há anos e vivia num conflito interno por causa de Alma, mas nunca alertara a sua amiga sobre os sentimentos de Jason e sim, a empurrava para Rodrigo. Contudo, essa história tem muito mais do que apenas um romance entre esses quatro jovens e ela estava prestes a mudar suas vidas a partir Festa de Formatura. Era um Baile de Máscaras e enquanto Rodrigo e Jason quase discutiam para ver quem dançaria com Alma, Ellen havia sumido. Mas para alívio de sua amiga, ela logo reaparece muito animada dizendo que precisava mostrar algo à Alma. Sua surpresa não poderia ter sido maior quando elas entram numa sala escura e sinistra e descobrem que havia uma Cartomante. Alma sempre fora muito cética quanto ao assunto, já Ellen adorava misticismo, também não acreditava, mas tinha muita curiosidade em relação aos truques.

Obviamente, sendo a mais empolgada, Ellen é a primeira a escolher as três cartas que lhe fora exigida. E enquanto esperava ouvir o que a cartomante falaria sobre o seu futuro, Alma revirava os olhos, incrédula. As cartas de Ellen falavam sobre amor, mudar o mundo e por último; a morte. A jovem ouvia tudo atentamente, mas na vez da explicação da última carta, Alma decide que era hora delas irem embora, porém a cartomante começa a indagá-la com perguntas que somente ela e Ellen contavam uma para a outra, principalmente sobre a sua família, o mais intrigante era que a mulher tinha respostas para as perguntas que Alma vivia fazendo a ela mesma desde criança.
A mulher entrega dois envelopes, o verde para Ellen e o azul para Alma, cujo conteúdo delas era tão importante a ponto de poder mudar a vida, o destino e até a pessoa que elas achavam que eram. Mas elas não poderiam abrir naquele momento e principalmente na frente da cartomante. E após esse aviso, a mulher desaparece.

“As pessoas sempre iriam procurar por algo em que acreditar.”

Os quatro decidem ir embora da festa, Rodrigo estava dirigindo pela estrada enquanto as meninas contavam a história depois de terem ficado muito abaladas com as palavras da mulher misteriosa. Tomando coragem, Alma decide abrir o seu envelope e acaba cortando o dedo, Jason tenta ajudá-la e por ironia, também se corta. O mesmo acontece com Ellen e Rodrigo, que tentam abrir o segundo envelope. Seria um momento engraçado se o conteúdo na carta de Alma não fosse tão revelador e ao mesmo tempo assustador para os quatro.

A carta fora escrita por Thomas, o pai de alma que há muito tempo havia tomado uma decisão que manteria a segurança de cada um deles, porém infelizmente essa segurança havia acabado. O corte no envelope não fora por acaso, e a partir daquele momento, os quatro estariam ligados para sempre por algo forte e poderoso, algo que suas mentes eram incapazes de entender. Um juramento de cumplicidade para toda uma vida. Thomas não queria que fosse necessário, mas as coisas iriam mudar e eles iriam entrar num sono profundo. Porém se ele conseguirem lembrar-se deste dia e desta carta, tudo fará sentido. Ninguém acreditava na carta, e enquanto todos falavam, Rodrigo era o único em silêncio e havia uma razão; ele estava desacordado. Desesperados, Alma, Ellen e Jason tentam acordá-lo, mas nada acontece e uma poça de óleo surge no meio da estrada e enquanto Alma gritava o nome de Rodrigo, tudo fica escuro.

O que você faria se tudo que você conhecesse na sua vida inteira fosse uma mentira, que você e seus amigos fazem parte de algo grandioso, mas que, por conta de algo que alguém fizera no passado, vocês pagarão por isso? Os Jovens estão num sono profundo, mas será que a união de Alma, Ellen, Jason e Rodrigo será maior do que esse feitiço? Qual será o verdadeiro destino dos quatro? Só lendo para descobrir!

“Havia uma única coisa que Zeus temia mais do que tudo na vida, a única coisa que poderia acabar de vez com o seu precioso reinado...”

Uma história incrível com ação e magia do início ao fim, seres mágicos e uma batalha épica com deuses da mitologia que farão com que o leitor não desgrude os olhos do livro até terminá-lo!
Gentee, que livro maravilhosoo! Confesso que queria contar muito mais para vocês, mas eu não posso haha, vocês precisam ler essa obra maravilhosa e se apaixonar tanto quanto eu! O que falar sobre esse livro? Eu amoo fantasia, e a autora ainda acrescentou deuses da mitologia que nessa história eles não são apenas poderosos, mas também belos, sedutores e ao mesmo tempo manipuladores, caóticos e cruéis, o suficiente para me deixar fascinada e viciada nessa obra!

A escrita da Thaylane é fluída e muito envolvente. Adorei conhecer esses quatro personagens divertidos, companheiros e que apesar de não concordarem em algumas coisas, possuem uma amizade linda e verdadeira que me emocionou bastante. A narração é feita em terceira pessoa para que pudéssemos ler pela perspectiva dos quatro, não encontrei nenhum erro de ortografia. Confesso que o final me deixou de queixo caído com algumas descobertas, indignada com um personagem em especial, apesar de eu continuar amando-o haha. E agora eu não vejo a hora de ler os próximos volumes dessa série maravilhosa que, ao todo são quatro livros. Deixem nos comentários o que vocês acharam sobre essa história e se vocês ficaram curiosos para conferir!


site: http://colecoes-literarias.blogspot.com.br/2017/09/resenha-os-feiticeiros.html
Thaylane R. Ramos 14/09/2017minha estante
Ah, obrigada pela resenha maravilhosa. Fico muito feliz que tenhas gostado do livro ? adorei saber a sua opinião, flor.

Beijos!!


Jenny 14/09/2017minha estante
Oii! De nada, foi um prazer ler o seu livro! Estou ansiosa para ler as continuações, tenho certeza de que são tão incríveis quanto o primeiro!


Thaylane R. Ramos 19/09/2017minha estante
Espero muitíssimo que gostes ?




8 encontrados | exibindo 1 a 8