A Noiva Fantasma

A Noiva Fantasma Yangsze Choo




Resenhas - A Noiva Fantasma


139 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


thai 23/04/2017

A Noiva Fantasma - Yangsze Choo

Li Lan é uma jovem que tem por volta dezessete anos, e a história nos introduz ao ano de 1800. Embora jovem, Li Lan te joga desde o início nos conflitos da sua vida. Ela sabe escrever, ler, e tem uma educação básica e sabe se comportar bem diante de diversas situações - e pessoas - graças a sua Amah, que no caso pode ser considerada uma babá ou uma cuidadora. Sua mãe morreu há muitos anos, e hoje, Li Lan vive em uma casa enorme, juntamente de empregados, de sua Amah, e com seu pai, que passa muito tempo em casa, mais ainda assim é extremamente ausente, passando a maior parte do seu tempo trancado em seu escritório fumando.

Infelizmente a família de Li Lan vive a beira da miséria por conta do vício do pai. Boa parte dos amigos da família se afastou com o tempo, e a única solução – da época – seria arranjar um bom casamento para Li Lan, sendo ela jovem e bonita.

É quando durante uma conversa com o seu pai, ele anuncia que a família do morto Lim Tian Ching ofereceu um casamento a ele, que poderia mudar a vida deles. Embora a vida deles sejam bem diferentes, a família de Lim Tian Ching que ainda vive o luto do filho, mais continua vivendo sobre um luxo total. Com comidas de qualidade, louças de primeira linha, e uma casa grande e luxuosa. Enfim, tudo o que Li Lan após a falência, não tinha mais acesso. Mesmo que este casamento poderia deixar ela confortável e melhorar tanto a vida dela, quanto a do seu pai e da Amah, a idéia de casar-se com um morto, definitivamente não passava na cabeça de Li Lan. Mesmo Lim Tian Ching estando morto, a garota deveria manter-se fiel ao marido que ela nunca viu e nem mesmo o verá.

Após receber a oferta, a família de Lim Tian Ching a convida para uma visita em sua grande mansão, para conhecer a garota. Sem querer, após se perder pela mansão, Li Lan conhece o primo do família, Tian Bai. Que também poderá mudar a sua vida, e traçar novos rumos para a garota, no decorrer de todo o livro.

Quando comecei a ler “A Noiva Fantasma”, simplesmente me prendi a essa leitura. É uma trama impossível de se deixar de ler. Tem uma beleza dentro deste livro que me prendeu do começo ao fim. Fazia um tempo que não encontrava um livro com tanto conteúdo, e histórias, coisa que sempre me agradou. Tem muitas descobertas, reviravoltas, e muito, mais muito conteúdo para quem gosta de livros com muita emoção.

Lembrando que este livro é de 2015, e pensar que não conhecia esta obra, tão pouco a editora que lançou este livro. A autora é descendente de Malaios, e trouxe uma carga enorme de tradições de seus antepassados, histórias, lendas, enfim, é uma bagagem completa para se descrever aqui. Somente lendo.

A narrativa da autora Yangsze Choo é única. Tem um conhecimento tremendo, além de saber prender e contar uma história como ninguém.
Li Lan tem uma jornada fascinante entre dois mundos. Traçando uma linha tênue entre um romance há uma grande tragédia. Contada de forma poética, que te faz viajar e entrar a fundo nas descrições da autora.

Posso considerar este livro romântico, embora esperasse um conteúdo mais “terror”, o que eu vi foi apenas muito suspenso. Além de contar e ler sobre assuntos de costumes, comidas, roupas, e educação dos Malaias. Aqui neste livro você encontrará sobre tudo, e chega a ser fascinante.
Infelizmente o final não era exatamente o que eu esperava. Posso dizer que desde o começo eu me prendi a história, tentei não criar expectativas quanto às decisões da personagem. Que tomou um rumo inesperado no final. Enfim, o livro em si é perfeito, mais o final deixa o leitor com cara de idiota, e simplesmente sem saber se gostou ou não do livro. Ainda não me decidi, afinal, esperava um final melhor já que o livro em si, é carregado de doses de emoção.
Mas fora isso, o livro é bom!

Quanto à editora DarkSide Books:
Este livro eu consegui encontrar no site LeLivros.com. Por hora só estou cobiçando o livro no site, esperando o momento certo para comprá-lo. Sou fascinada por livros de capa dura, e com uma diagramação tão boa. Cada detalhe pensado com a trama. Tudo se completa. Não é apenas uma história boa, mais a edição em si da Editora, traz uma riqueza a cada folha.
Boa leitura.

site: http://napontaedalingua.blogspot.com.br/2017/04/a-noiva-fantasma-yangsze-choo.html
comentários(0)comente



Neto 22/04/2017

Dando uma volta com os mortos
Tem uma história bem peculiar em meio a uma cultura q pra mim até desconhecia. Leitura rápida, gostosa. Só achei que um pouco depois da metade o a história fica parada, o que me fez pausar a leitura. O início é sensacional porém o final não é tão bom assim.
comentários(0)comente



Célia 21/04/2017

Uma viagem pela cultura chinesa
Li Lan é uma jovem cuja família um dia foi rica, porém ainda quando era pequena, sua família inteira sucumbiu a malária. Sua mãe morreu e seu pai ficou deformado pela doença. Por causa da depressão que sentia pela esposa falecida, o pai de Li Lan deixou os negócios em mãos de outros que por fim levaram a família a ruína. Um dia Li Lan fica sabendo que foi prometida em um casamento fantasma com o filho único da família Lim falecido há quase um ano. Li Lan diz a seu pai que não iria se casar com o defunto, porém isso seria a salvação de sua família e de seus criados. Toda a perspectiva de Li Lan muda quando ela é sua Amah (é uma empregada mais velha q a cria como se fosse uma mãe) vão até uma médium para pedir orientação contra o espírito do falecido noivo que anda assombrando Li Lan. A médium da um preparado de "ervas" que fazem com que ela praticamente fique em coma. Com isso a alma de Li Lan sai do corpo e daí pra frente ela tem que arranjar uma maneira de voltar para o mundo dos vivos. Nesse meio tempo Li Lan encontra com muita gente mentirosa, ardilosa e ruim. Daí se vê que o povo oriental tem a capacidade de aguentar todo tipo de desaforo, porque olha... Se fosse eu já teria chutado o balde! XDD
A leitura até a página 150 foi bem arrastada, tanto que eu já havia abandonado esse livro antes. A autora se prende por vezes em muitos detalhes que não fazem a menor relevância para a história. São várias páginas explicando os porquês de cada coisa, os detalhes dos lugares, etc, a leitura vai ficando cansativa. O negócio só engrena depois de passado pouco mais da metade do livro.
Apesar de tudo indico a leitura deste romance, gostei do final, apesar de só ser consolidado mesmo nas últimas 2 páginas do livro. Como disse o livro trata muito mais de lendas e folclores da cultura chinesa do que propriamente romance - há romance, mas de longe não é do tipo meloso.
comentários(0)comente



Camila 01/04/2017

Resenha: A Noiva Fantasma (Por Livros Incríveis)
Na Malásia de 1893, Li Lan é uma jovem garota que recebeu boa educação e cultura, por ter vindo de boa família. Entretanto, após a morte de sua mãe, a jovem e o pai estão cada vez mais perto da falência e por isso, Li Lan não tem muitas perspectivas para um bom casamento. É quando aparece uma rica família oferecendo-lhe um casamento que seria ideal, exceto por uma coisa: O noivo está morto. E Li Lan recusa-se a ser uma noiva fantasma.

“Pensar no morto me trazia uma sensação opressiva, como se o ar fosse arrancado de meus pulmões. Meu pai nutria desdém por assuntos como fantasmas e sonhos.”


Eu sempre estive bem animada para conhecer A Noiva Fantasma. Muito me agrada a literatura oriental, pois me interesso por sua cultura e é quase inevitável não ter bem definido esses traços em obras que vêm do outro lado do globo.
Logo, ao ler a sinopse, pensei que seria fantástico. No aspecto mencionado, de fato foi. Entretanto, no geral, tive uma relação de amor e ódio com esse livro, tornando-o uma leitura “neutra” para mim.


Para começar, a sinopse de A Noiva Fantasma diz muito pouco. Iniciei a leitura achando que seria uma coisa, e terminou sendo completamente outra. Isso não é um aspecto negativo, porém. A surpresa sobre como a história realmente era foi bastante agradável. O livro é dividido em quatro partes, e inicia logo com a descoberta de que Li Lan foi solicitada para ser uma noiva fantasma. A partir daí, acompanhamos seu desespero para que o possível noivo, Lim Tian Chin, pare de a perseguir em seus sonhos. Isso inclui desde exorcismos até uma viagem pela Planície dos Mortos.
A ambientação da obra é muito boa. Há descrições detalhadas sobre tudo, principalmente sobre os lugares que tecnicamente não existem (ou ainda não vimos). Mas as descrições não restringem-se apenas aos lugares, abrangindo muito o que pode ser ensinado da cultura malasiana da época, creio eu.
A escrita de Yangsze Choo também é primorosa, dando um ar de mistério e ao mesmo tempo, suave, para a trama.
Entretanto, as duas primeiras partes me foram dolorosamente lentas, sem nenhum acontecimento que fizesse a trama ficar viciante. No máximo, algumas cenas mais aceleradas, mas que não faziam o livro de fato engatar, o que só acontece a partir da terceira parte. Ou seja, a história só me pegou a partir mais ou menos da página 160 – onde já era a metade do livro. A partir do momento que Li Lan vai para a Planície dos Mortos, a obra ganha fôlego e aí sim eu consegui me prender na história.

Outro ponto a se destacar, que é semelhante ao primeiro destacado, é a própria protagonista. No início do livro, Li Lan é uma jovem ingênua e desprovida de personalidade – eu diria que quase um esteriótipo para a época. A garota apaixona-se – ou acredita estar apaixonada – por um rapaz com quem esteve por cinco minutos, que mais tarde descobre se tratar do primo do noivo morto prometido. Logo, há inúmeras cenas de uma garota que está louca por alguém que não conhece e não tem química alguma, em minha opinião. Porém, a mesma coisa acontece como ao longo da história: o amadurecimento da jovem é perceptível, conforme ela aprende mais sobre o mundo e sobre si mesma.
Gostaria de destacar rapidamente o meu personagem favorito, Er Lang, homem que ajuda Li Lan em sua busca. De personalidade forte e inusitada, em muitos momentos o personagem me lembrou Howl (O Castelo Animado), desde sua falas e atitudes, até mesmo em sua forma peculiar de se vestir.

Gostei muito do final, que de certa forma, é fechado e de forma satisfatória e condizente com o caminho que a história fazia. Devo destacar também as inúmeras reviravoltas que acontecem. A autora deu muitas pistas, mas deve-se estar bem atento a essas dicas para descobrir, coisa que só percebi quando a reviravolta já estava acontecendo.
Resumindo, A Noiva Fantasma teve seus altos e baixos. Mesmo com os pontos negativos destacados por mim, acredito que a leitura é muito válida de todo modo, pois é bem escrita e no geral, bem cativante.

Leia mais resenhas em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2017/03/resenha-noiva-fantasma-yangzee-choo.html
comentários(0)comente



Ana 20/03/2017

A Noiva fantasma
Há tempos que queria ler esse livro. Não apenas pela capa magnífica e por ser um livro Darkside. Mas pela sinopse e por ser de um outro tipo de “mitologia”; Por falar sobre outros costumes, outras crenças e outra nação.

Sempre gostei muito de mitologia, porém nunca havia lido nada sobre a China. E foi aí que vi minha oportunidade de ouro.

Antes de qualquer coisa, gostaria de falar sobre o livro em si. Além da capa ser linda e a diagramação ser perfeita, gostaria de salientar as notas de rodapé a as notas ao final do livro. Como disse, trata-se de um livro que conta uma história em meio a uma mitologia chinesa. Por isso, a autora tentou fazer com que embarcássemos fundo nessa história, e para isso, foi preciso usar algumas palavras das quais não conhecemos.

Nessas notas, a autora se preocupou em nos explicar tudo. Desde o significado dos nomes até a noção que os chineses te sobre o além.

Além disso, ao final do livro, temos cinco páginas, nas quais pedem para que nós, pasmem, arranquemos as páginas e façamos origamis nelas. Eles ensinam, passo a passo, como fazer um pássaro, o mesmo da capa do livro. Obviamente, nem cogitei a possibilidade. 😀

Vale salientar também que este livro faz parte da série DarkLove da Darkside.

Sobre A Noiva Fantasma, a história é simplesmente mágica.

Começamos com Li Lan, uma jovem que sobreviveu a um surto de varíola na família durante sua infância, porém ao qual teve como resultado uma mãe morta e um pai com o rosto seriamente desfigurado.

Devido a essa desgraça, hoje Li Lang vive com um pai falido e uma amah (ama seca) que cuida dela. E nessas condições, Li Lang ouve de seu pai, a proposta de se tornar uma noiva fantasma.

Eu admito que imaginei uma história totalmente diferente da que li. Esperava algo estilo “A Noiva Cadáver” de Tim Burton, mas não foi bem isso que encontrei. Encontrei um livro dividido em quatro partes, nos quais, cada um detalha mais sobre essa trama ao qual Li Lang acaba se metendo.

Li Lang, na verdade é uma menina fora dos padrões de Malaia para a época. Estamos falando de 1893, de uma península em pleno período colonial. Onde uma jovem de dezessete anos já encontra-se velha para arranjar casamento. Onde para a mulher, o estudo não é tão valorizado, e sim o artesanato, os cuidados com a casa e com seu marido.

Durante a trama descobrimos mais sobre a proposta desse casamento, sobre a família do falecido noivo e do passado de Li Lang. Seguiremos Li Lang através desse e de outros mundos e descobriremos que nem sempre os finais de contos de fadas são os melhores para si. Que as vezes o amor se encontra onde menos esperamos.

A Noiva Fantasma é uma linda história de amor, descobrimento e superação, da qual eu amei e recomendo a todos!

site: https://literakaos.wordpress.com/2016/09/27/resenha9a-noiva-fantasma-de-yangsze-choo/
comentários(0)comente



mil 14/03/2017

Gostei da estoria torci muito pela protagonista mas,no final fiquei decepcionada
comentários(0)comente



Marcos Antonio 13/03/2017

A Noiva Fantasma
Fala sobre uma lenda chinesa que as pessoas que morrem precisam ser honradas após a morte, por isso eles queimam coisas como dinheiro e bens, pois as coisas queimadas para os mortos vão para eles onde eles estão e a família Lim desejava uma noiva fantasma que aceitasse a casar com seu filho já morto, para que no outro mundo ele pudesse desfrutar de ter uma esposa. Usa como base o conceito abordado por Dante em seu livro a Divina Comédia.
comentários(0)comente



Heliene.Maia 12/03/2017

Um romance deliciosamente sobrenatural!
Uma viagem muito interessante pelas idéias chinesas sobre o além e a relação entre os vivos e mortos, misturando pura ficção e a tradição literária da China.
comentários(0)comente



Rittes 02/03/2017

Com qualidades, mesmo sendo made in China
Não se pode dizer que A Noiva Fantasma não é um livro diferente. Não só por misturar antigas lendas e tradições da China ancestral, mas pela capacidade de Yangsze Choo de contar uma boa história. Mesmo sendo, muitas vezes, excessivamente descritivo e lento (o que pode acabar desencorajando muitos leitores menos persistentes, como comprova o elevado número de abandonos registrado aqui), o livro não é ruim. Mesmo assim, diria que agradará mais as meninas, sempre fãs de uma história de amor. E, no fundo, com todos os demônios e fantasmas, é bem isso mesmo: uma história de amor bem diferente!
comentários(0)comente



Sara.Haniely 01/03/2017

Belo, mistico e completo
A sinopse é apenas uma definição superficial do livro, o tema proposto nela é apenas algo que acontece logo nas primeira paginas e desencadeia todo o resto. Após isso é tudo novo. Tive uma surpresa ao ter todas as minhas "expectativas" sobre a historia quebradas e ser apresentada a algo diferente, mais maravilhoso. Em outras palavras, o livro tem uma história melhor do que eu acreditava que leria. Esperava ver um mundo pouco desenvolvido e fui presenteada por uma viagem rica em cultura e elementos fantásticos.

A ambientação é viva e linda, os cenários, objetos e criaturas são deslumbrantes e bem descritos, a historia é cheia de cultura e mitologia chinesa. Acredito que a minha experiencia tenha sido boa pois já carrego uma bagagem e um certo amor pela cultura-mitologia asiática. Foi perfeitamente fácil visualizar e mergulhar nesse universo pois já sou familiarizada com ele.

A escrita é delicada, serena, encantadora e sensível. Sempre senti como se os criadores asiáticos possuíssem um "tato" diferente ao contar suas historias. Eles são mais delicados, parecem ver o mundo por ângulos diferentes, mais minimalista. O tempero é outro.

Valorizo muito livros que proporcionam historias originais, experiencias únicas, narração imersiva e riqueza em sua mitologia.
Se é isso que busca, então recomendo "A noiva fantasma".
comentários(0)comente



Danielle.Vieira 26/02/2017

O que pode ser mais estranho: ser noiva de um morto ou vagar pelo mundo dos mortos?
Li Lan é assombrada pelo fantasma de seu pretendente e se lasca quando tenta se livrar do fantasma e acabando de se tornar um!
Pode soar fantasmagórico, mas é fascinante e magnética a aventura dessa menina pelo mundo dos espíritos sob a crença da sociedade chinesa/malaia da época; outro ponto que me atraiu, é uma história passada no século XVIII.
A personagem principal é muito " das espertinha" pra época, mas ela se encaixa bem em seu papel de heroína.
Não consegui parar de ler até o final!
comentários(0)comente



A Senhorita Dos Livros 21/02/2017

Todo fantasma tem uma história

Tudo começa meio brando, como quem não quer nada a autora mistura sua narrativa com curiosidades da cultura chinesa, cria-se uma expectativa de algo fantástico-sombrio, e é verdade...porém é muito diferente no sentido de ser romântico, dramático, de misturar história de família, com crendices, rituais, amor, indecisão e acredite, até uma morte misteriosa.
A noiva fantasma me cativou, no final ela tinha duas opções, gostei de sua decisão, só achei que poderia ter sido melhor desenvolvido, mas enfim...mesmo assim valeu, agora as últimas páginas são fantásticas, amei!
Quésia 21/02/2017minha estante
Como eu AMO esse livro.




Ca 13/02/2017

Wow!
Onze dias pra ler esse livro, acho que eu esperava mais dele. Mas não deixa de ser uma história envolvente.
comentários(0)comente



Mariel 11/02/2017

Um romance diferente
Pelo começo do livro já se pode perceber que ele não traz uma leitura comum. Passado no ano de 1893, A Noiva Fantasma conta a história de um casamento arranjado entre famílias chinesas que moram na península Malaia - nessa época colonizada por ingleses - com um pequeno detalhe... O noivo está morto. Misturando a cultura do pós vida chinês, com as vestimentas e comidas típicas tanto chinesas quanta malaias, o livro te leva em uma imersão nessas duas culturas, tão distintas da nossa, que farão você correr as páginas do livro querendo saber mais. Eu recomendo muito essa leitura, pois é um romance muito atípico, trazendo conceitos muito diferentes que merecem muito ser explorados. Claro... tudo coroado com o jeitinho Darkside de fazer história ;)
comentários(0)comente



Bia Aysllan 06/02/2017

O misterioso e intrigante mundo de "A Noiva Fantasma".
Essa é uma história daquelas que te prendem, do início ao fim. O enredo é baseado na cultura asiática do povo malaio, na antiga Malaia, hoje Malásia, rica em crenças e costumes desconhecidos por muitos - inclusive por mim, até então.

Yangsze Choo, escritora e descendente oriental, narra a história com uma riqueza de detalhes impressionante - proporcionando uma verdadeira imersão do leitor nos costumes chineses da época.

O casamento fantasma é uma tradição milenar chinesa, abolida há algum tempo, porém, ainda seguida por muitos. Tal tradição baseia-se na crença de que, quando um jovem falece, sem ter desposado ninguém em vida, seu espírito fica inquieto e atormentado. Sendo assim, a família do falecido procura uma noiva que "o agrade" e propõe o casamento fantasma. Uma vez aceito, a moça passa a viver com a família do noivo falecido, como uma mulher viúva, sem poder mais se casar em vida.

"Certa noite, meu pai me perguntou se eu gostaria de me tornar uma noiva fantasma. Perguntar talvez não seja bem a palavra. Estávamos em seu escritório, eu folheando um jornal e ele no sofá de vime. A noite estava quente e quieta, com mariposas voando em círculos pelo ar úmido, atraídas pela lamparina acesa. 'O que você disse?' (...)"

A história se passa no ano de 1893, cuja protagonista, Pan Li Lan, encontra-se com 17 anos. Filha única e órfã há muitos anos, por parte de mãe, a qual fora vítima de varíola, Li Lan, como é chamada, vive em uma casa de poucos recursos, com seu pai e sua Amah - uma ama, a qual cuida dela como sua própria filha, desde que nascera.

Desde a morte de sua mãe - seu grande amor - o pai tornara-se uma pessoa fechada e sem sorrisos, entregando-se ao vício do ópio, por conta do qual, esbanjou a maior parte dos recursos financeiros da família, levando-os a viver com grande dificuldade, a partir de então. Diante de tal situação, o pai recebe uma proposta de uma família muito rica da região, para que sua filha realize um casamento fantasma - o que solucionaria sua situação financeira precária.

Mesmo diante de tais dificuldades, o pai questiona a filha sobre, pois tem um grande amor por ela e muito respeito por suas decisões. Amah desaprova tal oferta e, Li Lan se apavora, não a aceitando de imediato.

Após tal proposta ser feita, o fantasma de Lin Tian Ching (o noivo proposto e, um fantasma nada bondoso) passa a pressionar sua mãe, em sonhos, para que esta, convença Li Lan a aceitar se casar com ele logo. Atormentada pelo fantasma do filho, a mãe do rapaz convida a menina para um festival em sua casa, onde Li Lan conhece Tian Bai, primo de Lin Tian Ching, pelo qual vem a se apaixonar, antes de saber do grau de parentesco entre eles.

Durante a festa, a mãe de seu noivo engana Li Lan, que lhe dá uma presilha sua e ela entrega ao fantasma do filho, por meio da qual, ele pode entrar nos sonhos da menina e passa a assombra-la constantemente.

Diante do tormento que passa a viver em seus sonhos, desde então, Li Lan se recusa a dormir e, com a ajuda de Amah, vai até um centro médium, na tentativa de encontrar uma solução para se livrar do fantasma do suposto noivo. Lá, consegue uma poção para dormir sem ter tais sonhos. Porém, na ansiedade de se libertar dos pesadelos, exagera na dose e entra em coma profundo.

A partir daí, sua alma sai de seu corpo - sem conseguir voltar - e ela passa a vagar pelo mundo da Planície dos Mortos, desvendando segredos que, sequer, imaginava, fala com seu suposto noivo e, se vê obrigada a assistir seu corpo em coma, bem como, às pessoas vivas, sem poder interferir em nada.

Com Li Lan vagando pela Planície dos Mortos, o leitor passa a compreender o verdadeiro significado dos origamis, os costumes de queima-los para que os mortos possuam riquezas "do outro lado", entre tantas outras crenças que são descritas, ao longo do livro.

Pan Li Lan é uma personagem cativante, pela qual é difícil não se encantar. Um tanto inocente no início, vai adquirindo muita esperteza e coragem ao longo da história. A menina passa por maus bocados durante sua passagem pelo mundo dos mortos, conhecendo muitos espíritos ruins - os quais, tentam se aproveitar de sua situação transitória, para tirar vantagens - mas, também conhece espíritos bons, como o de sua própria mãe, da qual já não se lembra muito, devido sua pouca idade quando essa falecera.

Além disso, conhece um "ser" do outro lado, o qual transita entre o mundo dos mortos e dos vivos e, que passa a ajuda-la na batalha por sua sobrevivência, em ambos os lados - tornando-se de grande importância para ela.

Na luta travada para conseguir se livrar do tormento imposto por seu suposto noivo, retornar ao seu corpo e decidir com qual pretendente ficará, o livro mergulha o leitor em um verdadeiro mundo fantástico, numa mistura de crenças, tradições, romance e fantasia. Simplesmente impossível não se apaixonar por esse livro!

A história é narrada com uso frequente da linguagem malaia, mas, não se desesperem. Todas as vezes utilizadas, são descritos seus significados no rodapé de cada página. Além disso, ao final do livro, a autora disponibilizou algumas notas, onde são descritos dialetos e crenças, narrados durante toda história, o significado chinês dos nomes dos personagens e, ainda, um tutorial de como fazer um origami de "tsuru", com algumas folhas decoradas à parte, para recorte. No entanto, eu aqui, não tive coragem de arrancar nem mesmo uma única folha dessas!

À autora, meus parabéns pela história tão bem escrita e pela forma como apresenta a personagem aos leitores, fazendo-os mergulhar de cabeça em toda a trama. À Darkside, meus parabéns por mais essa edição sem igual, de uma beleza ímpar e apaixonante - padrão em todas as obras impressas pela editora.


INFORMAÇÕES TÉCNICAS:

Título: A Noiva Fantasma
Autora: Yangsze Choo
Editora: DarkSide
Páginas: 345 (mas não deixem de ler o rodapé da última folha! )
Ano de publicação: 2015
Marcador: fita de cetim azul celeste



site: http://www.lucianadequeiroz.com/2017/02/resenha-noiva-fantasma-por-bia-aysllan.html?m=1
comentários(0)comente



139 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |