A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida

A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu na Minha Vida Laura Tait...




Resenhas - A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida


56 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4


Pâm 20/06/2020

A pior coisa que me aconteceu: foi ler o final desse livro
Que raiva desse final, nunca fiquei tão frustrada, odiei com rota minhas forças, sim, você espera o livro todo pra ver o casal junto e termina assim?
Mas falando sobre o livro, ele prende você, pq tem alguns prenúncios de mistérios dos relacionamentos. E tem aquelas frases de efeito de vida. Mas os personagens, quis matar a holly quase o livro todo o mulher lerda. E o carinha o Alex, às vezes ele parecia muito feminino ao meu ver e tb me irritou quando poderia ter feito algo sobre as coisas e não fazia nada. A escrita é boa mas se tirasse a enrolação daria metade do livro, quanta histórias de personagens que não acrescentam nada a história aff. É um livro bem médio. Tipo prende o leitor só pra frustra-li no final. Não indico.
comentários(0)comente



May vieira 04/11/2017

356 páginas de nada, a única coisa que acontece vc descobre na primeira página do livro (sério) lamentável. Obs: não sei da onde tiraram esse título enorme que não condiz nada com a história. Holly é uma chata e olha nem vou falar dos outros de tão ruim nem me lembro mais.
comentários(0)comente



Mirela Ugioni 03/06/2020

Bom
Um livro água com açúcar, delícia de ler. Leitura leve, agradável e rápida.
comentários(0)comente



Vivs 29/04/2015

Um dos melhores romances que li esse ano!
Eu cheguei a esse livro de uma forma bem superficial, achei a capa maravilhosa! E bom, fui atrás de alguém que tivesse pra me emprestar até que consegui comprar o e-book e bom, depois da primeira página eu só parei quando li os agradecimentos.

“A Melhor Coisa Que Nunca Aconteceu Na Minha Vida” é um romance de enredo bem simples, não tem muito segredo, é a receita de sucesso, melhores amigos que guardavam uma paixonite secreta e que nunca conseguiram dizer o que sentiam em voz alta. Mas eu senti algo diferente nele.

Holly e Allex são de uma cidade pequena, Mothston no interior da Inglaterra, logo que Holly chegou na cidade, eles começaram uma amizade e desde então faziam quase tudo juntos. No começo estava tudo bem para os dois que o que eles tinham fosse restrito apenas a amizade, até que não era mais. Os dois sabiam o que sentiam, fácil né? Eles só precisam interpretar corretamente os sinais e então se declarar, depois disso partir para o felizes para sempre que todos esperam.

Bom, não é assim que acontece com eles, desencontros, mal intendidos, falta de comunicação e má interpretação fazem com que Holly siga para a faculdade em Londres deixando pra trás não apenas a cidade e seu melhor amigo, mas também a garota que ela era. Allex fica em sua cidade natal e observa enquanto sua melhor amiga e grande paixão vão embora e nunca mais dão notícias.

Até que um dia, Allex decide se mudar e continuar seguindo seu sonho...
(continuação da resenha no blog)

site: https://corujasdebiblioteca.wordpress.com/2015/04/29/a-melhor-coisa-que-nunca-aconteceu-na-minha-vida-laura-tait-e-jimmy-rice/#more-572
comentários(0)comente



juliana.vital.7 25/07/2015

Comédia/clichê romântico
Não há muito o se falar sobre "A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida", além de que é uma típica história de amor com alguns acontecimentos engraçados, que com absoluta certeza, são os responsáveis por salvar a história, que flui de maneira lenta e de certa forma massante em alguns pontos.
Isso porque há uma descrição muito exagerada da vida dos personagens de situações que na minha opinião não precisariam ser citadas pois simplesmente não fariam a menor diferença. A descrição de muitos dias parecidos no trabalho dos personagens por exemplo.
Outro fator que me incomodou foi o romance dos personagens, ou melhor, a falta dele. Holly e Alex, os protagonistas, não conseguem dizer um ao outro o que sentem ou então ficam negando os seus sentimentos na maior parte do livro. É tanta enrolação que eu lia, lia e lia e parecia que não tinha lido nada. Eu ficava me perguntando quando realmente ia me empolgar com os acontecimentos.
Estava quase que completamente decepcionada com livro quando alcancei as últimas cinquenta páginas e finalmente o livro demonstrou o que deveria ter sido desde o início. Se não fossem por estas páginas que realmente são cativantes e te dão aquele gosto de romance que você procura em um romance, a nota teria sido menor.
Sinceramente, eu não sei se recomendo. O final me agradou, mas não sei se compensa tudo o que não aconteceu no resto.
Telice 20/06/2016minha estante
Sua crítica é tudo o que pensei, já tava pra desistir do livro, mas como ele estava na minha meta continuei e valeu a pena a leitura só pelas últimas cinquenta páginas. Uma pena, esperava bem mais!




Kennia Santos | @LendoDePijamas 31/07/2015

Decepção.
Eu imaginei, conforme sinopse, um desenvolvimento completamente diferente dessa história. Me lembrou bastante o "Desde o primeiro instante", da Mhairi McFarlane, e com isso, estava com boas expectativas.
Não superadas, obviamente.
Eu sei que quando os livros se tratam de melhores amigos que se apaixonam ou que sempre se gostavam, a história costuma andar em círculos, pois não importa o quanto o personagem acha que está avançando ou progredindo, ele nunca sai do lugar, o "relacionamento" nunca se desencadeia. Disso eu sabia, mas acho que o final dessas histórias são o que nos faz ficar simplesmente apaixonados por elas. Não precisa ser um final com declarações do nível irmãos Maddox, ou Patch Cipriano (até mesmo porque os gêneros convergem), mas, devem ter finais que nos cativem com a simplicidade, que nos faz aumentar a classificação do livro inteiro, somente devido aquelas páginas, que nos mostre que apesar de toda complicação, é possível SIM simplificar as relações. Mas não nesse livro.
Não consigo achar nexo para a intercalação temporária da narrativa, afinal, o que diz sobre o passado deles não tem nada de UH LEGAL, além de nos mostrar o real motivo da Holly ter fugido da sua cidade natal.
O Alex, apesar de cheio de perspectivas e TOC's que eu achei super, super fofinho, também não abala muito com a personalidade dele. A Holly é muito bestinha, o estereótipo de menina que, não adiante se você esfregar a verdade no rosto delas, elas acreditarão no que quiserem.
Sobre os personagens secundários, achei o Kev um comédia, mas como o Alex não curtia muito as gracinhas dele devido à sua personalidade recatada, ele foi meio que excluso da história, só aparecia de vez em quando. Achei a Jemma engraçada também, senti falta dela na história, que não deu um final definido pra ela e pro Danny, e a Melissa apesar de insuportável também evaporou (super aposto que ela ficou com o Richard).
Pra mim foi decepção,como podem ver, não recomendo para as pessoas que, como eu, gostam das histórias que realmente fluem, desenrolam e esclarecem os fatos e de finais sejam grandiosos ou simples, que tiram o fôlego e nos faz entrar dentro do livro e imaginar tal situação.
Mas para aqueles que gostam de detalhes detalhes detalhes e mais detalhes sem prelúdio de fim, pode ser uma boa opção de leitura, rs.
comentários(0)comente



Mônica 25/03/2020

Me enganei com a capa linda e o título tem nada ver com a história.
comentários(0)comente



Edstressed 07/04/2020

Amei!!!
Super leria de novo, o livro é muito bom, as coisas demora para acontecer um pouco mass ainda assim recomendo.
comentários(0)comente



Nick 26/04/2020

A melhor coisa que nunca aconteceu na minha vida
É uma livro de leitura e história leve, que traz um mix de emoções e expectativas, por mais clichê, que ele seja.
Como já resenhado por outras pessoas, trata-se de um relacionamento entre amigos que escondem o real sentimento de um para com o outro.
Apesar do título não ter muito haver, amei cada detalhe desse romance água com açúcar.
comentários(0)comente



Dani 05/03/2020

Grata surpresa
Comprei este livro despretensiosamente em uma promoção de ebooks. Gostei da sinopse, mas nunca havia ouvido falar dos autores.

Comecei sem grandes pretensões, esperando vários clichês de comédia romântica. Bem, ele tem mesmo muitos deles, mas não me senti tão ofendida pela obviedade quanto venho sendo por outros títulos aí.

Acho que fiquei encantada pela história porque muitos dos pensamentos dos personagens é o que eu sinto (tanto que guardei alguns quotes que poderiam tranquilamente sair direto das minhas paranóias).

Livro leve e divertido, com um último capítulo que me deixou nervosa (sem spoiler aqui).
comentários(0)comente



Amanda 24/04/2020

Apenas um comentário
Uma história fofa, clichê de melhores amigos que se apaixonam, mas não tem coragem de dizer isso um ao outro e num futuro se reencontram. Mesmo assim consegui me surpreender no final ?
comentários(0)comente



Beth 10/07/2015

É... um bom romance para passar o tempo
Terminei o livro agora e, ah... Esperei tanto do livro, acho que me decepcionei um bocado.

Vamos lá, esse livro não trás nada de novo, uma história bem comum de melhores amigos que nutrem, desde sempre, sentimentos fortes um pelo outro. Puro amor! O que me deixa chateada é a dificuldade que personagens assim tem de se declararem. Sei da lengalenga de sempre de terminar a amizade e talz, mas vamos lá, 290 páginas de idas e vindas, de frases interpretadas de forma errada e de suspiros pelos cantos não dá...

Ta, o livro possui coisas legais, personagens bem engraçados (como os amigos de escritório da Holly e até a mãe, me divertia com as ligações dele), inteligentes e cativantes.O fato de que o encrontro de Holly e Alex ter sido bem normal tona a história mais verossímil.

O Romance em que Holly está, esse sim, me irritou ( e pode ter contribuído para que eu não gostasse tanto assim do livro), me dá muita raiva mulheres que se metem em "relacionamentos" os quais é óbvio que só elas o entendem como tal.

Mas, não posso negar que esse tipo de romance não me atrai muito. Talvez seja isso. Vale a pena ler? Não posso dizer que recomendo de olhos fechados, nem que é o meu preferido da vida, mas pode ser sim o um passatempo.

site: www.asletrasquemealimentam.blospot.com.br
comentários(0)comente



Rachel 17/09/2015

É um bom romance para passar o tempo.
comentários(0)comente



Gabi 22/05/2020

Me decepcionei um pouquinho, mas a única culpada sou eu mesma, eu amei a capa e a sinopse então fui ler com altas expectativas. Acontece que o livro não é ruim, só que não empolga e o casal não me convenceu, ainda acho que eles só funcionam como amigos.
comentários(0)comente



Raquel Comunale 16/12/2016

Alex e Holly se tornaram amigos na adolescência quando ela se mudou para a cidade dele. Alex sempre foi extremamente metódico e organizando e Holly sempre foi a sonhadora que sabia viver a vida sem se preocupar com o amanhã. Quando Holly vê o ensino médio terminando e a mudança para a universidade se aproximando decide confessar para Alex tudo que sempre sentiu por ele. Contudo, ao encontrar seu amigo, ele age de uma maneira distante e deixa claro que tem um encontro naquela noite. Sem muitas esperanças Holly decide ir embora e não olhar pra trás.

Onze anos depois Alex já teve vários relacionamentos infrutíferos e acaba sendo expulso da casa do seu pai. Insatisfeito com seu trabalho como professor e sem muita visão de futuro ele decide ir embora pra Londres. Quando a mãe de Holly descobre decide entregar o e-mail de Holly para Alex e assim eles finalmente voltam a ter contato. Holly virou uma secretária dedicada que aprendeu a ser organizada e virou a louca das listas. Ela vive um relacionamento escondido com seu chefe, Richard, e tem a eterna sensação de ser negligenciada por ele não querer assumir o relacionamento deles.

Quando Alex e Holly se reencontram os dois voltam um pouco ao passado. Alex descobre que sentiu falta da sua melhor amiga. Holly descobre que sente falta de ser a adolescente que um dia foi. Alex tenta seguir em frente, conhecer outras mulheres, mas a sombra de Holly oculta todas as outras. Já Holly se dedica ao máximo ao relacionamento para tentar suprir a falta de comprometimento de Richard. Juntos novamente os dois precisam lidar com os dilemas que a vida adulta têm e nos caminhos que tomamos ao seguir determinadas decisões.

Que livro gostoso! Tem um gostinho de nostalgia e realidade. Quem nunca olhou pra trás e se perguntou se uma decisão do passado teria mudado completamente o futuro? Quem nunca se arrependeu de uma decisão que mudou tudo depois de ser tomada? Esse livro é, acima de tudo, sobre escolhas e sobre o quanto moldamos as nossas vidas de acordo com as tomadas de decisões. Alex e Holly são simplesmente adoráveis. Humanos, inseguros e ligeiramente azarados. Impossível não amar a leitura.

site: http://desencontre.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



56 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4