Pare de Acreditar no Governo

Pare de Acreditar no Governo Bruno Garschagen




Resenhas - Pare de Acreditar no Governo


63 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Cris ð 28/04/2021

Interessante a forma como o autor disserta sobre a política intervencionista no Brasil no decorrer da história. Concordo em alguns pontos com o autor, e discordo outros tantos.

No geral, diria que o livro é tendencioso, e apresenta algumas visões distorcidas, um exemplo é a forma pejorativa com que o autor fala sobre a educação no Brasil e sobre os professores (segundo o autor, a grande maioria militantes e doutrinadores).
comentários(0)comente



Adilson.Junior 28/04/2021

Muito bom. Livro simples, direto, super embasado e sincero. Sem demagogia. Recomendo.
comentários(0)comente



Natasha Viana 22/04/2021

Demorei, mas conclui!
É um livro denso, mas leve. Como estou começando a ler mais agora sobre política , há termos que eu não sei então sempre me recorria a fontes para saber e entender melhor. Por isso um pouco da demora ao terminar a leitura.
Mas é esclarecedor. Aprendi demais! É impressionante como está enraizado na nossa política o intervencionismo e é mais surreal o brasileiro ser tão iludido. Mas acredito que ainda podemos ser um povo livre, de todas as amarras.
N podemos desistir!
comentários(0)comente



Jack 23/02/2021

PARE DE ACREDITAR NO GOVERNO
Li e gostei muito, me interessei por ler outros livros do autor.
Uma ótima análise do que deu errado na história do Brasil e por mais inacreditável que seja ninguém abandona esse "livro de receitas" de como destruir um país.
comentários(0)comente



Juliana 09/12/2020

Sobre política no Brasil e sua descendência
Livro contextualiza toda a história do Brasil da monarquia à república.
De fácil entendimento, algumas piadas, o livro trás muita informação da política brasileira.
Faz críticas ao estado maior/intervencionista e expõe o fato de querermos mais estado/intervencionismo quando pedimos por saúde pública, educação pública, segurança pública, entre outros.
Eu particularmente não concordo com tudo que tem escrito no livro, mas certamente me faz refletir sobre vários temas abordados.
comentários(0)comente



Josue.Costa 20/11/2020

Autor relata a verdade sobre os brasileiros
Infelizmente grande parte da sociedade alega não gostar de política e odeia o governo...porém quer ficar dependendo do mesmo . ..essa é a questão principal da obra.
comentários(0)comente



Cristina.Costa 26/10/2020

Bruno
O Bruno é sensacional, e nesse livro ele explica de uma forma muito divertida sobre todo o período político do Brasil. Leitura obrigatória
comentários(0)comente



Lira 30/07/2020

Equilibrando
É difícil você se expor a algo em que você concorda apenas em partes. Digo isto por não ser um fanático cego pelo liberalismo irracional e a monarquia. Porém, o livro contém muita informação útil sobre nosso contexto histórico-politico-econômico quanto nação, havendo evidentes visões que diz respeito apenas ao autor, mas não impedindo que se extraía do livro conhecimentos que nos coloque em posição de análise sobre o contexto em que realmente vivemos. Há muitas verdades contidas no livro que deve ser levado em consideração no debate atual.
Ivi 25/08/2020minha estante
Bela resenha




Duda 20/07/2020

Pare De Acreditar No Governo
Neste livro o autor descreve como a história política foi construida no Brasil. O interessante é que diversos autores e pensadores brasileiros e portugueses são referências, fato que comprova nosso amadurecimento. Dos fatos apresentados os mais intrigantes são a carta de Caminha que solicita "ajuda" ou busca certo privilégio junto ao Rei e os dois condenados deixados para aprender sobre o Brasil, é claro que a analogia de José Genuíno e José Dirceu é perfeita. Mostra como a atuação de Pombal, um iluminista, ajudou ainda mais a fortalecer o patrimonialismo e a centralização de poder.

Fala sobre o período imperial e a ruptura de uma tradição política na Proclamação da República. Continua descrevendo nosso perfil de acreditar no Estado e seus heróis de Vargas a Lula, claro que o patrimonialismo e toda centralização favorecem essa contextualização, pois diferente de um pensamento de Tocqueville, brasileiro espera o Governo para tudo, até para intervir no futebol depois do 7 x 1. Para quem tem dúvidas sobre o livro o Felipe Moura Brasil fez uma entrevista com o autor no "O Antagonista", foi bem interessante e o livro é comentado diversas vezes.
comentários(0)comente



Marcio.Leandro 11/07/2020

bom
muito bom, separa a historia do pais por partes, leitura muito boa
comentários(0)comente



HenriqueV5 07/07/2020

Uma excelente análise
Quando eu comecei a ler este livro, logo nos primeiros capítulos, achei que o autor iria fazer apenas um compêndio da história política do Brasil. Mas, cometi um erro, não se trata de um livro de história política, mas sim um livro de sociologia política. A partir dessa nova percepção, a minha leitura mudou completamente, entendi a proposta do autor e o aproveitamento do diálogo (eu e o autor) melhorou.

Garschagen passa por todos os momentos da história do Brasil, desde o descobrimento até o início do governo Dilma (ano em que o livro foi publicado). Não se trata de nada profundo quanto a história, não é difícil de ler, pois ele capta apenas os principais aspectos políticos e sociais de cada época (governo), de modo que, no final, tudo se conecta como se fosse uma cadeia e, responde a pergunta do subtítulo do livro (Por que os Brasileiros não confiam nos políticos e amam o Estado?).

A linguagem é fácil, ele tentou transmitir sua ideia de modo que, pessoas comuns possam entender. Acredito que, na maior parte do livro, ele conseguiu transmitir as informações de modo fácil. Contudo, em alguns momentos, certos temas ficaram implícitos (ou seja, somente pessoas com certo grau de estudo sobre o tema, conseguiu captar a mensagem).

Recomendo que leiam também o livro do Príncipe Luiz Philippe de Orleans: "Por que o Brasil é um país atrasado?", escrito um pouco depois que esse. Tratam de temas semelhantes, embora no livro do Príncipe, o foco seja mais em filosofia política e ciências políticas. Aparentemente, o Bruno Garschagen escreveu um outro livro (Direitos Máximos, Deveres Mínimos), que seria a continuação de suas análises, certamente também lerei.


Pontos positivos:
- Boa organização, boa linguagem, análise enxuta e sem enrolação.

Pontos negativos:
- A capa é ruim, a tinta sai fácil.
- Acho que ele deveria ter esmiuçado um pouco mais os governos da República velha.
comentários(0)comente



Allan Diego 24/06/2020

Leitura obrigatória
De fácil leitura o livro faz um apanhado de nossa história de amor e ódio para com o estado, demonstra diversas vezes a incongruência de uma nação que odeia os políticos, porém que adora tudo o que o estado lhe fornece "gratuitamente". Também mostra os problemas de um país com muitos direitos (na realidade muitos são privilégios, não direitos) e que peca nos deveres e na responsabilidade. Infelizmente apesar de todo esse tempo de história brasileira, muita pouca coisa mudou, ainda temos uma burocracia exagerada, leis complexas, e principalmente uma economia totalmente controlado pelo estado devido o tamanho do intervencionismo estatal. Pelo menos algumas questões se fazem presente hoje nos debates para diminuição do estado e uma maior autonomia do indivíduo.
comentários(0)comente



Dani.Giardin 14/06/2020

O Bruno Garschagen é um ótimo escritor. Ele conta a história de forma clara e coerente e nos faz entender os motivos históricos pelos quais esperamos tanto do governo. Excelente leitura, vale a pena!
comentários(0)comente



Vanessa Gravini 01/06/2020

Teste testebwndjdjdjdnnddnndnxnxnxncncn mxmsjssnsjdndjsjsvvvvvh
João 08/01/2021minha estante
Sua resenha despertou o interesse pela leitura deste livro. Obrigado!




PRiX 14/05/2020

Uma viagem pelos governantes do país desde 1500!
O cientista político Bruno Garschagen relata o poder executivo do Brasil desde 1500 até 2015 pelo viés dos reis e presidentes. A história é contada de modo informal sem pecar pelo excesso de informação, entretanto com uma pitada de ironia pontualíssima! Em comum, governos sempre intervencionistas. No último capítulo uma leitura de toda essa história, o que nos impede de fazer com o que o país se desenvolva mais... Spoiler (só que não!): está nas nossas mãos enxergarmos as possibilidades por outra perspectiva.
Isabela Vieira 23/06/2020minha estante
Olá ! O livro tem algum viés de esquerda ou direita ?


PRiX 14/08/2020minha estante
O livro não tem viés, apresenta fatos históricos. O autor apresenta o seu ponto de vista apenas no último capítulo.




63 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5