O feitiço do mago

O feitiço do mago Paulo Mateus




Resenhas - O feitiço do mago


7 encontrados | exibindo 1 a 7


marri 29/07/2021

Não acho que valha a pena ler
O único ponto positivo desta história é a sua fácil leitura: em um dia lemos o livro, é rápido.
Porém, nao faz o meu estilo e sinceramente achei secante. Esperava um pouco mais.
comentários(0)comente



TamiresCipriano 19/05/2015

#1 - O feitiço do mago
Sou malvada nas resenhas para não dizer muito, o mais difícil ainda é quando tem poucas páginas... Eu li em apenas um dia. O livro chegou a ser free um dia no Amazon e divulguei nas redes sociais do blog - quem viu, viu. Quem não viu, perdeu - mesmo antes de encontrá-lo grátis, o autor entrou em contato e me mandou para resenha. Resultado? Lido em poucas horas e gostei.

"- Deve ser assustador pra você - Samira fez uma pausa quando o vento voltou a assobiar -, perdida em um mundo estranho, sem saber direito o que aconteceu..."

Ana é nossa protagonista. Um certo dia ela encontra uma caixa e nesta caixa um ser horrendo, consegue escapar de início, mas não é sempre que a sorte está a seu favor, certo? Uma aranha diferente e muito grande chegou a picá-la e adivinhem? Ana acorda em outro mundo totalmente desconhecido.

"- Esta vil criatura é obra de magias antigas, encantamentos obscuros que só são conhecidos e realizados pelos magos atados as correntes do mal."

Helio, um mago muito legal, cuida de Ana com ajuda de Samira, um moça muito gentil, aprendiz do mago.

Indo de encontro com um amigo de Helio, descobre que existe um tipo de Alquimista que pode ajudá-los. Ao ser receptado por ele, descobre que terá que ir em busca do temeroso mago Zomir que vive em um dos locais mais sombrios do mundo deles.

Na ilha vermelha conseguem descobrir portais, mas qual deles levará Ana para casa? Só tentando para saber... Mas, se algo der errado?

"Quando se dispersaram os dois homens caíram inertes no chão, com os olhos abertos e fixos em algum ponto indefinido. Seus lábios estavam esticados em um sorriso torto, um sorriso de prazer, medo e morte."

Ana tem um segredo pelo jeito, sabe usar muito bem o arco e fecha, Samira é cativante e Helio - como amo magos - também é um ponto forte no livro.

O livro é cheio de mistérios, aventura, mortes, traição, tudo! Mas achei que faltou o autor construir melhor a narrativa para chamar mais atenção e é isso que espero nos próximos volumes. A questão de tudo acontecer rapidamente diante dos meus olhos me intrigou, eu queria mais detalhes para me prender, mas eu consegui terminar rapidamente sem este quesito mesmo.

Eu li o livro em pouco tempo pelo fato dos acontecimentos acontecerem rapidamente, mas me prendeu mesmo assim. Paulo tem uma incrível história e se um dia pretender publicar em físico, indico mapa e mais descrições que ficará lindo!

Enfim, desejo sucessos ao Paulo e se tiverem a chance de ler, leiam.

Saibam mais no blog:

site: http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/2015/05/resenha-o-feitico-do-mago.html
comentários(0)comente



Thai 03/11/2015

Ana é uma jovem de 17 anos que acabara de se mudar com seus pais para uma nova casa quando é picada por uma aranha enorme e estranha. Pouco depois ela acorda e percebe que está em um lugar totalmente diferente.
Acolhida por Samira e pelo mago Hélio, eles apenas sabem que a aranha que a picou é obra de uma magia negra e quem a enviou queria Ana naquele mundo.

"– Esta vil criatura é obra de magias antigas, encantamentos obscuros que só são conhecidos e realizados pelos magos atados as correntes do mal."

O mago decide ajudá-la a voltar para casa e com sua fiel aprendiz Samira eles decidem visitar um velho amigo para esclarecer algumas coisas. O amigo, Nicolas, também é um mago e ele mostra exatamente quem eles precisam encontrar: o Alquimista.

"[...] (Anna) se abaixou e esticou o braço para entregar a arma ao mago, mas ele apenas levantou a mão e disse: – Pegue-o para você, vai precisar dele neste mundo
– ele pigarreou. – Talvez eu não esteja sempre ao seu lado, você vai ter que aprender a se defender se quiser voltar para casa."

Depois de terem enfrentado alguns problemas durante a viagem, eles finalmente encontram o Alquimista que lhes mostra quem é o responsável pelo feitiço que trouxe Ana e onde o encontrarão.
O grande problema é que quem está tramando tudo isso é o perigoso Zomir, um mago que foi punido e exilado na Ilha Vermelha, o lugar mais deserto e distante daquele mundo, e é justamente nesse lugar que eles encontrarão o portal para que Ana volte para casa.

"– Que lugar é esse? – perguntou Samira. [...] – A Ilha Vermelha – disse o outro mago. Ana e Samira exibiram uma expressão que os outros logo entenderam. – É onde Zomir foi exilado – explicou Nicolas –, um lugar tão isolado e deserto que ninguém teria motivos para ir até lá."

Como haviam previsto, eles encontram Zomir e os tão desejados portais, mas qual deles é o portal certo? Ninguém sabe, e para descobrir terão que entrar em cada um deles até achar.

Seria uma pena se as coisas não saíssem como o planejado durante o caminho, não é?

***
Nas primeiras 50 páginas as coisas aconteciam muito rápido e eu precisei ler um pouco mais devagar para digerir tudo, mas depois que acostumei a rapidez já não me incomodava mais.
Fiquei um pouco curiosa pela falta de descrição sobre a aparência dos personagens e por isso tive dificuldade em criar imagens delas na minha cabeça e só depois o autor deu mais algumas descrições sobre as novas figuras que foram surgindo.

É, definitivamente, uma história que prende e que dá vontade de ler mais um capítulo para saber o que vai acontecer em seguida, já que em nenhum momento o livro se torna monótono.

O Feitiço do Mago foi uma surpresa muito positiva para mim. Estou morrendo de vontade de ler a continuação e espero um dia ter o livro físico (que ainda não existe, mas deveria) por motivos de: EU AMEI ESSA CAPA!

site: curaleitura.blogspot.com
comentários(0)comente



Vanessa Sueroz 04/11/2015

Neste livro iremos conhecer Ana, uma menina um pouco curiosa, que certo dia encontra uma caixa com uma coisa horrível dentro, ela não consegue escapar e acaba sendo enviada a outro mundo.

“- Deve ser assustador pra você – Samira fez uma pausa quando o vento voltou a assobiar -, perdida em um mundo estranho, sem saber direito o que aconteceu…”
Neste mundo novo ela conhece Helio, um mago que cuida de Ana com a ajuda de Samira, sua assistente, gentil e amável. Neste local ela junto com os novos amigos tenta descobrir o que a enviou para este mundo e porque.

“- Esta vil criatura é obra de magias antigas, encantamentos obscuros que só são conhecidos e realizados pelos magos atados as correntes do mal.”

Resenha completa:

site: http://blog.vanessasueroz.com.br/o-feitico-do-mago/
comentários(0)comente



CuraLeitura 03/11/2016

O Feitiço do Mago foi uma surpresa muito positiva para mim.
Ana é uma jovem de 17 anos que acabara de se mudar com seus pais para uma nova casa quando é picada por uma aranha enorme e estranha. Pouco depois ela acorda e percebe que está em um lugar totalmente diferente.
Acolhida por Samira e pelo mago Hélio, eles apenas sabem que a aranha que a picou é obra de uma magia negra e quem a enviou queria Ana naquele mundo.

"– Esta vil criatura é obra de magias antigas, encantamentos obscuros que só são conhecidos e realizados pelos magos atados as correntes do mal."

O mago decide ajudá-la a voltar para casa e com sua fiel aprendiz Samira eles decidem visitar um velho amigo para esclarecer algumas coisas. O amigo, Nicolas, também é um mago e ele mostra exatamente quem eles precisam encontrar: o Alquimista.

"[...] (Anna) se abaixou e esticou o braço para entregar a arma ao mago, mas ele apenas levantou a mão e disse: – Pegue-o para você, vai precisar dele neste mundo
– ele pigarreou. – Talvez eu não esteja sempre ao seu lado, você vai ter que aprender a se defender se quiser voltar para casa."

Depois de terem enfrentado alguns problemas durante a viagem, eles finalmente encontram o Alquimista que lhes mostra quem é o responsável pelo feitiço que trouxe Ana e onde o encontrarão.
O grande problema é que quem está tramando tudo isso é o perigoso Zomir, um mago que foi punido e exilado na Ilha Vermelha, o lugar mais deserto e distante daquele mundo, e é justamente nesse lugar que eles encontrarão o portal para que Ana volte para casa.

"– Que lugar é esse? – perguntou Samira. [...] – A Ilha Vermelha – disse o outro mago. Ana e Samira exibiram uma expressão que os outros logo entenderam. – É onde Zomir foi exilado – explicou Nicolas –, um lugar tão isolado e deserto que ninguém teria motivos para ir até lá."

Como haviam previsto, eles encontram Zomir e os tão desejados portais, mas qual deles é o portal certo? Ninguém sabe, e para descobrir terão que entrar em cada um deles até achar.

Seria uma pena se as coisas não saíssem como o planejado durante o caminho, não é?



Nas primeiras 50 páginas as coisas aconteciam muito rápido e eu precisei ler um pouco mais devagar para digerir tudo, mas depois que acostumei a rapidez já não me incomodava mais.
Fiquei um pouco curiosa pela falta de descrição sobre a aparência dos personagens e por isso tive dificuldade em criar imagens delas na minha cabeça e só depois o autor deu mais algumas descrições sobre as novas figuras que foram surgindo.

É, definitivamente, uma história que prende e que dá vontade de ler mais um capítulo para saber o que vai acontecer em seguida, já que em nenhum momento o livro se torna monótono.
O Feitiço do Mago foi uma surpresa muito positiva para mim. Estou morrendo de vontade de ler a continuação e espero um dia ter o livro físico (que ainda não existe, mas deveria) por motivos de: EU AMEI ESSA CAPA!

site: https://curaleitura.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Erica 13/01/2018

Potencial que precisa ser explorado e melhor desenvolvido
Após ser picada por uma estranha aranha, Ana acorda num lugar totalmente desconhecido. Logo descobre que está em um mundo totalmente diferente do seu, no qual existe magia.
Ela conhece Samira, uma jovem aprendiz de magia, e o mago Hélio, mestre de Samira. Este promete levá-la de volta para casa e então os três começam a buscar ajuda para descobrir que tipo de aranha picou Ana e quem pode estar por trás disso.
Um livro de sinopse interessante, mas que deixou a desejar. Em “O feitiço do mago” encontramos uma protagonista passiva, que ao encontrar-se em local desconhecido e com pessoas estranhas não lhes pergunta nada, apenas segue o que lhe mandam fazer. Ana não parece ter muita curiosidade sobre o mundo para o qual é transportada. Apesar disso, a história tem um toque de mistério em alguns pontos, algo que atiça a curiosidade do leitor, e que para mim é fundamental em histórias de gênero fantasia.
Outra coisa que gostei foi que na tentativa de levar Ana para casa os personagens viajam por diversos mundos, o que acaba sendo legal, pois a história fica com vários cenários. Mas infelizmente os pontos positivos não foram suficientes para prender minha atenção.

A história me pareceu ter muito mais potencial do que foi mostrado no livro e senti que algumas partes ainda precisam ser desenvolvidas. Espero que o autor tenha a oportunidade de explorar todo esse potencial e nos presentear com uma incrível aventura por um mundo cheio de magia e coisas a serem descobertas.

site: http://corujasdebiblioteca.com.br
comentários(0)comente



JOOTAA 22/01/2022

QUE LIVRO BRASIL!!!!
confesso que não tava dando nada por esse livro, mais meti a cara na parede, a cada página lida mais imerso em ficava na história, personagens ótimos, história interessante e é um ótimo livro de fantasia com temas medievais.
comentários(0)comente



7 encontrados | exibindo 1 a 7


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR