Psicose

Psicose Robert Bloch




Resenhas - Psicose


561 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


daniel henrique 21/10/2013

Norman, Norma, Normal <3
A primeira vez que ouvi falar sobre PSICOSE foi na faculdade. Até então, eu conhecia apenas o filme, dirigido por Alfred Hitchcock, com aquela cena icônica do chuveiro, que junta um suspense de tirar o fôlego com uma trilha sonora inesquecível e arrepiante. Não sabia que o filme era baseado em um livro naquela época; e, diga-se de passagem, um livro tão bom.

Bem, devo dizer que, ao contrário do que imaginei que o livro seria ainda naquela ocasião, Psicose foi totalmente diferente: de uma forma impressionante. Não me levem a mal, mas, embora eu ame Drácula de Bram Stocker, Frankenstein, O Médico e o Monstro e Cia, terror não é bem o gênero que me define. Não apreciei muito a leitura de A Volta do Parafuso e O Castelo de Otranto, por exemplo.

Lembro que estudamos um pouco sobre a psicologia que existe nesses contos de horror/terror (algo pelo qual sou fascinado), e Psicose é um dos livros mais psicológicos que já li. É simplesmente fascinante. Eu me senti na mente de um verdadeiro psicopata, e isso foi deliciosamente delicioso. No final, nada, nunca, era o que eu imaginava. Norman, Norma, Normal s2

Se você espera por um livro cheio de sangue, correria, gritaria e sexo, bem ao estilo de O Massacre da Serra Elétrica, Psicose não é para você. Embora, verdade seja dita, ele possui a sua cota (e que cota!).

O livro fala sobre como uma jovem chamada Mary Crane rouba quarenta mil dólares de seu patrão (àquela época, 1959, uma imensa fortuna) e foge para a cidadezinha onde seu namorado, Sam, mora. O caso é que Mary se perde no caminho, e numa estradinha abandonada, sob um temporal apocalíptico, ela se depara com o Hotel Bates.

O lugar onde o demônio reside.

Só posso dizer que nada é o que você espera, e o autor nunca leva a história para o rumo que você esperava. O que te surpreende, por que Robert Bloch acaba te provando que tem mais criatividade que você, e que a mente psicótica dele é mais capaz de elaborar tramas arrepiantes que a sua!

Esse livro merece seis estrelas, mas como só existem cinco, classifiquei-o com cinco estrelas bem merecidas.

O trabalho que a editora DarkSide fez com esse livro merece destaque aqui também: a arte do livro é simplesmente LINDA. É como se você estivesse escondido entre as paredes cheias de segredos do Hotel Bates e ficasse por lá, espiando. Eu me senti ainda mais dentro da história, e isso foi super válido.

Sem dúvidas, esse livro se tornou um dos meus preferidos.
eduardo 22/10/2013minha estante
tamanho rol de elogios suscitou minha curiosidade! ^.^


Vitor Hugo 20/05/2020minha estante
Embora seja justo afirmar que o Massacre da Serra Elétrica não é apenas um filme banal sobre um banho de sangue, pois há horror psicológico muito bem construído em várias cenas (tive de fazer este comentário, pois é um dos meus filmes preferidos).


Zofii 27/08/2020minha estante
Qual seria a classificação etária que você daria para esse livro? Ele é mais pesado que o filme?


Amanda.Thais 27/08/2020minha estante
Como que faz para ler não consigo


July 20/01/2021minha estante
Que resenha primorosa!!!!


Kah 16/04/2021minha estante
COMO faço para ler




jwckeline 03/04/2021

a leitura é tão boa e instigante que li em uma sentada só. é muito bem escrito, todas as palavras são escritas exatamente da maneira que devem ser e que engana o leitor (caso não tenha visto o filme/série ainda). perfeito!
comentários(0)comente



Gabriel Tillinghast 27/01/2021

Sobre a historia do Robert Bloch, Psicose, ela é sensacional.
A historia de psicose começa com a personagem Mary que após roubar a agencia Lowery qual trabalha fugiu na esperanças de uma vida melhor com Sam o amor da sua vida, porém em sua fuga Mary acaba se desviando da rodovia principal em meia a uma forte tempestade o que acaba nos levando (Mary e nós leitores) ao encontro do Motel Bates e sobre o desenrolar da historia do qual muitos de nós já conhecemos, junto com a tão famosa cena do chuveiro do filme feito pelo A. Hitchcock.

Que Psicose é um clássico isso é inegável, mas o por que disse tudo? Já que NormAn Bates não é uma assassino como a maioria que vemos por aí com uma lista extensa de corpos como a maioria, então o que torna Psicose tão especial?
Na minha opinião o que torna essa obra tão relevante é justamente a relação de Normam para com sua Mãe, que durante o andamento e após a conclusão da historia nós deixam com aquela pulga atrás da orelha para saber sobre o passada do personagem. Como uma "depende" de outro e como "eles" se protegem apesar na sua relação.
Mas vale a pena ter esse livro da sua coleção ? Sim, vale muito porém caso o exemplar esteja em uma promoção legal para o bolso, já que como disse, apesar de ser uma leitura fluida e rápida, para os leitores mais atuais pode ser mais do mesmo já que muitas outras historia beberam dessa mesma fonte e com o passar dos anos desde 1959 quando Psicose foi lançando poderia ser algo surpreende, para os leitores atuais pode uma simples historia clichê com um mistério intrigante e uma pegada noir. Nota 4.5 de 5

site: insta @_tillinghast ; catacumba_literaria
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Jess.Almeida 01/02/2021

Motel bates- Há vagas
Adorei o livro e li muito rápido.
A leitura é muito agradável. Já tinha visto o filme e a série derivados dele mas nada interferiu a experiência.
comentários(0)comente



@descobrinaspaginas 13/08/2020

uma imersão na mente de um dos maníacos mais famosos da literatura e do cinema
Publicado em 1959, a estória de Psicose conta sobre Norman Bates, um solteirão de meia-idade que administra um motel (Bates Motel) à beira da falência e que vive sub o julgamento de uma mãe dominadora e inválida, chamada Norma. Quando a jovem Mary Crane, uma jovem em fuga após ter roubado quarenta mil dólares da empresa imobiliária onde trabalha se hospeda no Bates Motel, uma onda de morte e violência se inicia, revelando a verdade sobre o relacionamento doentio entre Norman e a mãe.

A cena clássica do assassinato de Mary acontece logo no início da trama – narrada de forma bruta, fria e distante. A morte de Mary não pode ser considerada um spoiler, já que é o gatilho inicial da estória.

O ‘suspense’ começa quando a irmã de Mary e seu “noivo” se unem para encontrá-la. Essa união e pistas que apontam para Bates Motel são o pontapé para o desenvolvimento dos principais mistérios da trama.

Psicose fala sobre o poder que a mente pode ter sobre nós, principalmente quando ela se torna nossa principal inimiga.

O autor nos coloca na mente de Norman, enxergando o ódio que carrega dentro de si, dos traumas de infância e como o relacionamento abusivo entre ele e sua mãe o afetaram.

A história é mais que conhecida, devido ao famoso filme dirigido por Alfred Hitchcock, o que de certa forma deixa as revelações do livro menos impactantes, porém o livro atende as expectativas. É uma leitura rápida e longe de ser cansativa, proporcionando uma imersão na mente de um dos maníacos mais famosos da literatura.
comentários(0)comente



Guilherme.Maia 08/02/2021

Um clássico surpreendente.
Que livro perfeito, um clássico, que nos dias atuais ainda surpreende bastante, o livro simplesmente me conquistou, do começo ao fim me deixou vidrado.
Pelo fato de ter assistido o filme e a série, pensei que o livro não ia me surpreender, o que foi um grande erro da minha parte, o livro me deixou com muito medo, foi uma grande surpresa, em alguns momentos senti um frio na barriga.
O livro é bem a frente do seu tempo, o que me deixou bem surpreso, Normam é simplesmente um homem que tem que ser estudado.
Amanda.Riselli 08/02/2021minha estante
Sempre enchendo meu coração de orgulho! Você é o melhor ??????


Guilherme.Maia 08/02/2021minha estante
Você que é meu orgulho!!!
????


Amanda.Riselli 08/02/2021minha estante
????


Guilherme.Maia 09/02/2021minha estante
??




Jack 08/08/2020

Incrível
Um clássico que faz jus ao nome. A maneira como as ações do Norman, os porquês de suas atitudes são impecáveis. O final é surpreendente como todo o livro, do início ao fim.
comentários(0)comente



Thalita.Almeida 15/12/2020

Bom livro.
Certamente já sei porque se tornou um clássico e inspirou outras obras. Psicose é um suspense com um plot twist que me deixou surpresa. Amei o livro do início ao fim. O cuidado do autor com detalhes e a trama. É um livro que recomendo para qualquer um que ama um Thriller.
comentários(0)comente



Yuri Hollanda 10/09/2013

Psicose - Robert Bloch
É difícil encontrar uma pessoa que nunca tenha ouvido falar no clássico cinematográfica Psicose, dirigido pelo (por muitos considerados) pai do cinema, Hitchcock.
O que é raro encontrar são pessoas que já leram a obra original, um livro extremamente bem escrito e criativo que deu vida ao clássico do terror, e desencadeou muitas, mas muitas famosas histórias de terror que podem ser vistas hoje em dia.

Escrito por Robert Bloch em 1959, Psicose narra os acontecimentos do pacato Motel Bates, onde um homem de 40 anos chamado Norman Bates (sim, no livro ele tem 40 anos) é atormentado pela sua mãe (se é que se pode dizer atormentado).
Para os que não sabem, esse livro tem um final tão chocante que após Hitchcock resolver fazer a adaptação para o cinema, ele comprou todos os exemplares disponíveis da obra e trancafiou-lhes para que ninguém soubesse do final e a surpresa do filme não fosse estragada. Talvez por isso, a autonomia de Bloch tenha se esvaído, deixando assim a impressão de que Hitchcock criou Psicose.

Pois bem, falando do livro, na nova tradução e edição (incrível) da Darkside Books, é extremamente delicioso de se ler, contando fato após fato numa narrativa que parece não ter cortes, e quando você percebe já está lendo mais da metade do livro num só fôlego.
Ritmo rapido, e como todo bom conto de terror, continua te dando medo mesmo após você já saber a história.

A forma como Robert Bloch puxa o leitor para dentro da mente perturbada de Norman Bates é incrível! Em meio a todos esses enigmas, o leitor vai descobrindo e desvendando os mistérios que rondam a família Bates, e ainda passa um nervoso daqueles!

Finalizando, a escrita de Robert Bloch me encantou muito, não sei se é por causa da tradução mais atual, mas garanto que a tradução não interfere, porque o trabalho de um tradutor é justamente fazer outros públicos lerem ser tirar a essência da escrita original. E partindo desse raciocínio, confesso que fiquei realmente satisfeito com a escrita de Bloch. Com simplicidade, ele descreve e nos leva pelos caminhos sinuosos e sombrios da mente de Norman Bates, até que chegamos ao desfecho mais incrível de um livro de terror que qualquer um pode ler na vida.

Sombrio, aterrorizante e perturbador. Tudo que uma pessoa procura num livro de terror, tem em Psicose.

PS 1: Desculpem Hitchcock, e produção, mas o livro continua melhor que o filme.
PS 2: sinto-me na obrigação de parabenizar a editora Darkside pelas incríveis edições, inclusive essa de Psicose.

Para mais resenhas, visite:

site: www.estantenerd.wordpress.com
comentários(0)comente



Michela 24/11/2020

Meu primeiro livro de terror, eu simplesmente gostei muito da escrita do autor.
Além de fluida é muito bem elaborado e perturbadora.
Recomendo aos amantes do terror.
Acho que não conseguirei encarar o filme kkkkkkk...
Sou medrosa!
Gosto muito de suspense, mas terror já vi que não é para mim.
Estou aqui me tremendo kkkkkkk...
comentários(0)comente



Letícia Vincenzi 22/10/2020

Um ótimo complemento para quem, assim como eu, é fã do filme e da série bates motel. Traz uma visão bem mais explicativa dos problemas psicológicos do Norman.
comentários(0)comente



Tami 12/03/2021

Perfeição
Livro maravilho, tanto pela trama , como personagens e o desenrolar da história. Não é à toa que é um clássico.
Fora a edição que é espetacular. Darkside mandando sempre bem.
Iza 12/03/2021minha estante
não vejo a hora de ler aaa


Tami 12/03/2021minha estante
Não vai se arrepender. É aquele livro que mesmo você já tendo visto filme, série ou simplesmente já saber da história, te prende . Fora que é aquele livro que dá orgulho de ter na estante




@joaozinhomarcos 20/01/2021

Um clássico...
Psicose sem dúvida é um clássico, tanto o livro quanto o filme, eu conheci a história por causa da série Bates Motel e as interpretações do Fred e da Vera foram impecáveis. Depois me aventurei em assistir o filme e toda aquela fotografia e principalmente por ser preto e branco me fez ainda gostar mais do enredo.
Peguei essa edição de 1964 pra ler por ser mais próximo do original, e confesso que tive um pouco dificuldade por conta do português mais antigo, mas nada que não me fizesse entender ou que tirasse o brilho da história.

Tô até pensando em reasssitir a série, porque a pipoca já tá pronta pra rever o filme hoje a noite.
comentários(0)comente



561 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |