A Promessa da Rosa

A Promessa da Rosa Babi A. Sette




Resenhas - A Promessa da Rosa


183 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |


Bruna 12/11/2017

Pensa em homem cretino: O Duque!
Aqui está um livro que realmente mexeu com minhas emoções! Ele me conquistou pela mocinha, me revoltou profundamente pelo protagonista, me divertiu por alguns coadjuvantes, e me frustrou pelo final. Tanto que não consigo parar de pensar ou falar sobre o livro desde ontem, e já desabafei horrores no Whats, com as migas, kkkkk.

Comecei a leitura com a espera de uma história fofa e romântica, mas me deparei com uma trama cheia de reviravoltas. O que seria ótimo, se não fosse o protagonista, que é egoísta, hipócrita, egocêntrico, um cretino de marca maior. Apesar da mocinha ser incrível e a escrita da autora, muito boa, não consegui torcer por eles como casal. Torci é pra ela arrumar outro!
A muito tempo não odiava tanto um protagonista. O Duque despertou em mim sentimentos que geralmente reservo para aqueles vilões bem cretinos e maniqueístas.
Por isso não consegui ver o livro como uma história de amor. Para mim foi uma história de obsessão. E nesse ponto foi perfeito! Pois mostrou bem o quanto um homem obcecado e com tendências abusivas pode destruir a vida da mulher foco de sua atenção.
E a mocinha, que teve uma evolução incrível e em boa parte do livro se mostrou corajosa e forte como uma fortaleza, caia na lábia do cretino com uma facilidade que me irritava profundamente!
Eu gostei muito da escrita da autora, tanto que finalizei a leitura muito rápido, mas acho que ao mesmo tempo que sobrou páginas (o livro podia ter umas 100 a menos tranquilamente), também faltou desenvolver melhor o final.





Desabafo com possíveis SPOILER







Eu não consigo me enxergar perdoando o Duque, mas nem tive a oportunidade de tentar, porque não percebi um arrependimento verdadeiro, não o vi realmente pedir perdão de coração e não vi a redenção.
Foram praticamente 400 páginas do protagonista (me recuso a chamá-lo de mocinho) fazendo uma merda maior que a outra, todas com consequências seríssimas! Pra tudo ser "resolvido" literalmente nas páginas finais, e sem a cena que consideraria a mais importante!
Fiquei frustrada com o quanto o final foi corrido.
E definitivamente acho q a Kathelyn merecia alguém infinitamente melhor.
Mila.Mesquita 16/11/2017minha estante
mulher tinha um pensamento quase igual o seu e me apaixonei e perdoei o duque só nos livros posteriores, a sombra da rosa, e não me esqueças.
Até entao tinha um caso de amor e odio com ele. rsrs
adorei a resenha. ;)


Lele_costa 30/12/2017minha estante
Eu nem li o livro e mesmo asiim concordo! Acabei passando o Despertar do lírio na frente pq tive conhecimento da história que permeou o romance do Arthur com a Katheryn por meio de uma fanfiction e tive a mesma impressão! Eu tbm não perdoaria o Arthur tão facilmente... Aliás, mandaria o FDP passear de vez!


Sarah.Karoline 01/01/2018minha estante
Concordo com tudo o que você disse.
Faz um tempo já que li a estória e até hoje não consigo conversa sobre ela sem ficar com raiva por conta do protagonista, que em todo o livro se comportou como um verdadeiro imbecil e pelo final também, que ficou sem mostrar uma das partes mais importantes.


sasami 13/04/2018minha estante
Ainda bem que não fui só eu a indignada. A todo momento eu esperava chegar o cara pra acabar com a Agonia dela. Tudo que aconteceu com ela foi muito triste, mas triste realmente é achar que amor é isso. Ele a desrespeitou desde o início, ela se apaixonou e isso é suficiente pra cobrir um mar de erros? Não consigo me apaixonar por livros, na realidade os acho perturbadores. É um bom livro, mas acho que não consigo tirar uma moral disso m




spoiler visualizar
Sah 13/11/2017minha estante
Vixe, acabei lendo a sua resenha sem saber que tinha spoiler rsrs. Perai... a irmã dela tem um filho dele? Foi isso msm que entendi? Rs. Ou ela msm que tinha um filho dele? Bem, ja nao gostei do relacionamento deles logo no começo então não ligo mais pra spoiler kkk


Jeh 13/11/2017minha estante
Kkkkkkk minha resenhas são um pouco complicadas msm não consigo desenvomber bem todos os meus pensamentos... Mas é ela que twm um filho dele sem ele saber. Ele só descobre 2 anos depois qndo ela entra em contato com a.irmã entendeu? Kkkkk
Eu coloquei em que tinha spoiles kkkkk


Sah 13/11/2017minha estante
undefined


Sah 13/11/2017minha estante
Sim, agora entendi haha. Então, eu já estava achando isso que vc falou, do cara possessivo, controlador, logo de início. E numa época em que as mulheres sofrem tantos abusos como hj, é um retrocesso idolatrar e colocar como mocinho, personagens como esse. :(


May 16/02/2018minha estante
Nem to conseguindo terminar essa leitura. Tá difícil.


Jeh 17/02/2018minha estante
Só terminei por causa de um grupo de leitura ?


May 17/02/2018minha estante
Só procurei spoiler pra saber se valia a pena continuar a leitura, mas como vi que ela voltou pra ele abandonei. Aff preguiça desses dois.


Jeh 18/02/2018minha estante
Kkkkkkkkk muita preguiça... Principalmente dela. ??
Volto ao meu titulo: cadê o amor proprio da criatura?


sasami 13/04/2018minha estante
Como eu já li não tive problemas com o spoiler. Concordo contigo, amor próprio é tudo. Eu chorei com o livro, mas de revolta, sabe. A mocinha é um doce, mas está escravizada emocionalmente. Quando li sobre o e estupro fiquei com tanto nojo e depois aquela carta sem vergonha. Enfim, concordo contigo




Book.Obsession 25/10/2017

A história mostra Kathelyn, uma jovem com dezesseis anos, esperta e cheia de vida. Sempre aprontando várias estripulias, deixando todos loucos. Porém, na última peça pregada essa jovem acabou ficando de castigo, no que resultou a adiamento de sua estreia nos grandes bailes da temporada.

Apesar de querer sim ter um esposo e constituir família, a jovem Kathelyn é contra a forma como as coisas acontecem no matrimônio, principalmente com todas as obrigações que vem de um casamento arranjado. Depois que ela sai desse castigo, ao invés de aproveitar o baile, acaba se metendo em mais confusões, quando no salão da mansão tem oportunidade de ir ver uma coleção de preciosidades egípcias.


Em seu mundo colide com um belo rapaz que passa a tomar conta dos seus pensamentos. O que ela jamais pensou é que ele seria nada mais nada menos que o Duque Belmont por trás daquela máscara de baile.
Seu propósito é arrumar uma noiva e continuar a linhagem de sua família, mas o grande problema é que o estilo de vida de Kathelyn vai contra tudo o que esse homem queria para sua vida. Ambos cometem erros, e depois que descobrem que Belmont é um duque e que Kathelyn é uma lady. Mas não será uma fácil tarefa para ele.

"Ele era todo intensidade, como o trovão e a fome e fazia dela uma substância moldável as suas necessidades como a água e a terra."


Uma história de época cheia de nuances. Muitas risadas, cenas quentes na medida e um casal repleto de química. Kathelyn é uma mocinha arredia e muito inteligente. Belmont é um cabeça dura, mas ainda assim nos conquista com seu jeito. As cenas são repletas de informações desse tempo e vemos um bom trabalho de pesquisa da autora.

A escrita da Babi é envolvente, fluida e somos transportados para aqueles bailes e toda aura de romance que fica impossível não torcer pelo casal. E se encantar pelos seus personagens secundários que também ditam o rumo da trama e a deixam ainda mais interessante.

O projeto gráfico é lindo e muito bem delicado. E a capa é um convite a leitura de tão bela.

"- Não saberia mais viver sem você, nunca soube... Eu existia para te amar, antes mesmo de nascer."

A Promessa da Rosa é o primeiro livro da série Flores da Temporada lançado pela editora Novo Século.

site: http://www.bookobsessionblog.com/2017/10/resenha-promessa-da-rosa-serie-flores.html
comentários(0)comente



Camilla em Mundo Invertido 21/10/2017

Resenha: A promessa da rosa
Kathelyn vive numa época em que ser mulher era ser submissa e servir com alguns agrados e isso não a deixava feliz pois ela não queria ser uma Lady vazia e servente com filhos e marido e cuidando de uma casa com sua estabilidade financeira, não que ela não quisesse casar mas que quando fosse seria por amor. As coisas se complicam quando ela num baile vai até um lugar onde não deveria e ainda por cima sozinha e lá encontra um homem misterioso Arthur, que entra na sua vida e a partir tudo se complica absurdamente pois ela vai sofrer tanto porque apesar de a história ser um romance de época, não vai ter piedade do coração do leitor e não vai mascarar nada e nem relevar, vai ser real e revoltante mas que também vai emocionar por mostrar como essa menina vai de formas cruéis se tornar independente e mulher já não tendo o senso comum das mulheres do seu antigo meio.

Olha, já vou avisando ela sofre, você sofre e é tudo revoltante porque mostra o mundo com quem decide não seguir a linha reta e principalmente em como era a situação da mulher na época que eram bonecas. É duro mas é bom para compararmos com hoje e agradecermos por hoje em dia, que tem espaços conquistados e ainda mais para conseguir como profissionais mulheres, leiam, romance real e emocionante.
comentários(0)comente



GabsConatti 07/10/2017

encantadora, triste, cruel e apaixonante história de amor
Quem me conhece, sabe que amo finais felizes, assim como amo contos de fadas e romances de época.
Kathelyn, uma garota com uma beleza exorbitante, porém, que não gosta muito dos padrões impostos por sua época. Kathe nunca de importou com títulos, dinheiro, padrões sociais, casamentos e muito menos coisas de “meninas”, a garota gostava mesmo é de estudar, cavalgar, quebrar regras e desejava explorar o mundo e ter diversas aventuras. Quando chegou a época de ser apresentada a sociedade, Kathe sabia que não poderia fugir, logo após o primeiro baile já havia quatro pretendentes, porém a garota colocou na cabeça que só se casaria por amor. Após aprontar e ficar um mês de castigo, o pai de Kathelyn deixou que ela fosse a um baile de máscaras e é nesse baile que a vida da debutante irá mudar para sempre e uma encantadora, triste, cruel e apaixonante história de amor irá começar.
Chocado com os adjetivos tão diferentes? Então leia esse livros para descobrir do que estou falando, mas já te informo que é IMPOSSÍVEL de parar de ler, quando começar, sua sanidade dependerá de você terminar esse livro e logo após ler o spin-off “A sombra da Rosa”, para que a história tenha um final digno.

Amei, e super recomendo!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Livrosdic 23/09/2017

Simplesmente apaixonante
QUE LIVRO meus amigos! Estou completamente apaixonada pela escrita dessa autora com quem nessa obra tive o primeiro contato. Ele poderia ser só mais um romance de época que segue o roteiro mas não, ele surpreendeu, deu reviravoltas, me fez chorar e sorrir, amar e odiar personagens! MDS como é bom ler um livro que te tira da rotina e te surpreende. Não posso falar muito sem um spoiler mas posso dizer LEIAM!!
comentários(0)comente



Rayane 23/09/2017

Um dos melhores livros do gênero
Já li vários livros de época românticos, gosto muito dos da Lisa Kleypas e da Julia Quinn. Entretanto, esse foi o primeiro livro da Babi que li, até então nem conhecia a autora.

Quando eu comecei a ler o livro, achei que seria mais um que eu me divertiria lendo e fim. Mas não, esse livro é do tipo que vira seu favorito, que você não empresta, mas quer que todo mundo leia.

"As pessoas acham que a rosa é comum demais. Preferem a raridade das orquídeas ou a fragilidade das camélias. O que me intriga nisso é que ela é perfeita, e, por ser perfeita, todos a querem. Então, quando a possuem, ela passa a ser vulgar. Comum."

O livro é romântico na medida certa, com um drama muito bom que te faz chorar, com pitada de humor e ainda com uma reflexão social de fundo. Se você como eu gosta desse gênero de livro, com certeza você vai amar! Entrou na minha lista de preferidos! ??
comentários(0)comente



Lorenna.Alves 16/09/2017

Um dos melhores que já li
Esse livro é o melhor livro q já li em toda minha vida , super recomendo.
comentários(0)comente



Lariif 11/09/2017

Melhor livro do ano!
Ri, chorei, me descabele, me apaixonei, enfim, amei!
comentários(0)comente



Flávia 09/09/2017

A promessa de um bom livro
Como gostei desse livro! Como me envolvi e torci pelos personagens, como eram deliciosamente teimosos!!! Que orgulho ser de uma autora nacional! Eu que sou fã de carteirinha de Judith McNaught e Julia Quinn, agora tb sou de Babi A Setter. Prometo ler tudo que surgir seu. O que estão esperando??? Leiam!
comentários(0)comente



Carla Cássia - @contra.capa 27/08/2017

Quando romance e tragedia caminham lado a lado
Babi A. Sette, sem sombra de dúvidas é formada em cinco reprises da “Usurpadora”, toda a novela da “Maria do Bairro” e em todas as temporadas de “Rebelde”. Porque caros leitores, esse livro é uma novela mexicana do começo ao fim. Romance e tragédia caminhando lado a lado, sem contar os grandes barracos e as fofocas.

‘A promessa da rosa’ é um livro que pode ser dividido em duas partes. O antes e o depois da traição (para não haver spoiler, a traição está na sinopse). Ambos os protagonistas são geniosos e com nariz em pé, não esperávamos diferente da alta sociedade londrina não é mesmo? Só que eles são tanto, mas tanto, que deixam o amor escorrer pelas suas mãos. Isso é a primeira metade do livro. Já no segundo momento, muita coisa muda, e agora são outras cartas na mesa. Mas às vezes há certas coisas que nem o tempo pode apagar ou mudar. Mágoa e traição deixam suas sequelas em qualquer um, até mesmo nos personagens.

Uma das coisas que mais me encantou no livro, foram as situações que Kathelyn passou, por mais que fossem duras, algumas até demais, eram coisas que ocorriam todos os dias com jovens londrinas da sociedade, ou com qualquer mulher naquela época. Já o nosso protagonista é também exatamente aquilo que se espera de um homem, ainda mais um duque de sua época. A veracidade composta nesses personagens e no enredo, me fizeram apreciar bastante a leitura que para alguns poderia ser exaustiva, pela quantidade de reviravoltas que há no mesmo.

‘A promessa da rosa’ é o primeiro de uma série chamada ‘Flores da temporada’, tendo seu segundo já lançado pela Novo século e o terceiro curiosamente será lançado esse ano.

Mesmo com seus altos e baixos, Babi me deixou super curiosa para os demais livros, pois um pouco da história da próxima protagonista já nos foi apresentado. Fazendo a gente ficar doida pela continuação (assim como na novela mexicana ficamos pelo próximo capítulo)
Comente aqui um livro que mais parecia um gráfico da bolsa de valores pelos tantos altos e baixos.

Para mais resenhas como essa, Link abaixo

site: www.blogcontracapa.com.br
comentários(0)comente



Suzane 21/08/2017

Lindo romance
Devorei o livro em um dia, não queria parar. Fiquei com raiva, me apaixonei, vibrei, tudo ao mesmo tempo. Não dava nada pela estória, me surpreendi de uma maneira positiva. Lindo livro!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Bruna 12/11/2017minha estante
Que bom que não fui só eu que não gostei! Nossa! Que ódio desse duque. Ele não merecia ficar com ela. Ele não a amava de verdade, nunca amou! Desde o primeiro momento tudo que eu vi foi obsessão. Queria que ela terminasse com outro




Cheli 10/08/2017

Ameiiiii...
Muito diferente dos romances de época que costumo ler, tinha em mente um enredo. Em A Promessa da Rosa, Babi A. Sette conseguiu algo fantástico, ela revolucionou a escrita histórica, ela trouxe algo original, uma história capaz de roubar o seu sono, seu fôlego. Drama e romance nunca andaram tão lado a lado quanto aqui, a cada passo em direção a viver o amor era como abrir mais um quilometro de abismo entre eles. Conflitante, envolvente, absurdamente lindo.
comentários(0)comente



183 encontrados | exibindo 16 a 31
2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 |