Conor

Conor Ruth Langan




Resenhas - Conor


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Silvana Barbosa 24/12/2013

Intrigas na corte & Romance secreto
Dois irlandeses tem dado o que falar aos ingleses , súditos da rainha Elizabeth . Um deles é o Vingador do Céu , um encapuzado que salva crianças e mulheres dos abusos que os soldados ingleses cometem . O outro é Conor O'Neil , um bonitão inteligente que caiu nas boas graças de Sua Majestade e com sua perspicácia , charme e eloquência , influencia a soberana nas suas decisões sobre o futuro da Irlanda .
Emma Vaugh , filha de um nobre irlandês instalado em Londres , é indicada como dama de companhia da rainha para espionar na corte , principalmente a Conor , a mando da vilã da história , Celestine (devia se chamar Infernine , a bruxa ).
Enquanto assiste , dos bastidores ,às fofocas e intrigas da nobreza , Emma descobre que entre os conselheiros da rainha , só mesmo Conor é do bem . E , claro , apaixona-se por ele . No entanto , para não se indispor com a manda-chuva do castelo , Conor e Emma escondem seu relacionamento .

Se o leitor(a) tiver um pouquinho de paciência com o início do livro ( e com as cenas de tentativas de estupro ), verá que a história cresce e melhora a partir da metade , quando acontece realmente a ação , e o confronto com o casal de vilões ,o que me fez dar mais uma estrelinha à trama.

Vale ressaltar os pontos fracos :
1)Muita cena de castelo e babação em cima da Rainha Virgem , descrita aqui como uma vaidosa de marca maior .
2)Todos os homens ingleses são cruéis e/ou tarados .

E os pontos fortes:
1)A única aparição que o Vingador do céu faz para os leitores é suficiente para marcar sua presença até quase o fim do livro .
2)O casal de vilões é um dos mais pérfidos que já tive o desprazer de conhecer . Muito , muito maus .
3)Conor é um fofo , um herói de fato .
4)A primeira vez do casal principal , Emma e Conor , é narrada com capricho e ficou muito bonita e romântica . Sem aquelas expressões repetitivas que sempre lemos por aí .

comentários(0)comente



Edna 21/09/2015

Lendo mais uma vez pra entender.
Esse é o segundo livro dos irmãos O'neil, porém foi o primeiro que eu li, por isso estou relendo, pois somente agora tenho os três,não lembrava muito e o que lembrava não me agradava. Conor é o irmão inteligente, o que melhor controlava o temperamento intempestível dos O'neil, o que sabia falar melhor, principalmente em público. Em " Rory " vemos como sua lábia ajudou a salvar o irmão da forca e vemos como e porquê ele foi parar na corte de Elizabeth Tudor, como ele parecia ser favorito dela, entretanto Conor era muito mais que isso, sua missão era muito mais importante, cabia há ele salvar sua terra da fúria e cobiça inglesa, ele estava lá como um mediador, a rainha gostava dele e ele usava isso em favor do povo. Porém haviam muitos invejosos, entre os quais um dos vilões era do livro anterior, que também era um dos favoritos de Elizabeth e que parecia querer ferrar Conor e tudo relacionado á Irlanda.
Eles colocam nessa emboscada Emma Vaughn que é irlandesa e tem uma madrasta inglesa. Á pobre é obrigada a espionar e seduzir Conor, pra poder assim salvar seu pai e irmã, entretanto ela se apaixona pelo belo tratante e ele por ela, na verdade Conor cai de amores pela moça, a ponto de deixar sua missão à parte, quase pondo tudo á perder.
Realmente depois de ler Rory e lendo Conor á seguir, eu gostei bem mais, é um livrinho bom, pois trata-se da situação delicada da Irlanda na era Tudor, aqui vemos uma Elizabeth chatinha e mimada, não aquela grande mulher que admiro desde que assistir Elizabeth, filme de 1998 e a era do ouro, feita por Cate Blanchat. De fato hoje, creio que ela tinha um temperamento forte e explosivo, uma grande monarca que cometeu erros e aqui os vemos sob o ponto de vista de familias irlandesas. Más isso aqui é só um livrinho viu? é fictício, más a questão irlandesa existiu. Mais uma vez é frustrante que eles deixam coisas importantes serem deixadas de lado por conta do romance, entendo que é romance, más é que o contexto histórico é tão interessante que valeria á pena dar mais atenção pra ele. Má s agora, sobretudo que li com mais atenção, eu recomendo, vale á pena. Vou ler Brianna e ver como acaba a saga.

comentários(0)comente



2 encontrados | exibindo 1 a 2