Acreditar Outra Vez

Acreditar Outra Vez Diana Palmer




Resenhas - Acreditar Outra Vez


12 encontrados | exibindo 1 a 12


Viviane.Bulin 23/09/2020

Devemos acreditar que nunca é tarde demais, seja para recomeçar ou para amar novamente.
comentários(0)comente



Momentos da Fogui 29/10/2016

Momentos da Fogui
Leia a resenha no blog:

http://foguiii.blogspot.com.br/2015/08/serie-homens-do-texas-10-acreditar.html

site: http://foguiii.blogspot.com.br/2015/08/serie-homens-do-texas-10-acreditar.html
comentários(0)comente



Lorena 28/05/2014

Romance e comédia
É uma história muito divertida. Os filhos dele são verdadeiras pestes e ele também. No começo você até reza pra mocinha não cair nessa roubada e imagina que ela não vai conseguir domar as feras. Mas por incrível que pareça dá tudo certo no final. O melhor da história é que eles são sempre sinceros sobre o que pensam e sentem, portanto, como leitor você não passa por aquelas frustrações de quando os personagens ficam negando o óbvio. Eles também não se fazem muito de mártir, todos tiveram uma vida difícil, mas ninguém enlouquece por causa disso.
comentários(0)comente



Suelen Mattos 18/07/2013

Eu amooooo o Emmett!!!
Leitura muito mais que recomendada. Me surpreendeu a forma como o relacionamento entre os dois se desenvolveu, visto o modo como ele a odiava e ela o temia. Mas Melody é uma mulher forte, nada de mocinha bobinha aqui, não. Tem sempre uma resposta na ponta da língua, o que tira — e muito — o norte de Emmett. E ele, depois de superada a fase do "ódio", se transforma no homem dos sonhos!!!! Ele é um dos meus mocinhos preferido de Diana Palmer, assim como o livro também.


Quer ler a resenha completa e saber mais sobre outros personagens de Diana Palmer que aparecem por aqui, além de ver a relação completa dos Homens do Texas? Então visite o blog ROMANTIC GIRL:


site: http://su-romanticgirl.blogspot.com/2010/04/diana-palmer-acreditar-outra-vez.html
comentários(0)comente

Lady Dea 28/11/2012minha estante
Tb adoreiiiiiiiii...as crianças são simplesmente adoráveisssss... Tô lendo os HT que me faltavam na ordem finalmente...kkkk sorte que ainda são varios..kkkk...bjos no coração


Suelen Mattos 28/11/2012minha estante
Ah, que saudades dos HT,... eu já li todos eles, agora só fico no aguardo de outro lançamento, rs...

E saudades de vc tb, menina! Como está?!

Bjnhs!!!




Rose 09/02/2013

Emmett Deverell foi abandonado pela esposa e acabou tendo que criar seus 3 pestinhas, ou melhor, seus 3 filhos, Guy, Polki e Amy. Sem saber como lidar com a atual situação, ele acaba se afastando das crianças com a desculpa dos rodeios que participa para ganhar a vida. No meio disto, Emmett se ressente da sua ex mulher e de todas as mulheres na face da terra, principalmente de Melody Cartman, justamente a irmã do homem que fugiu com sua ex esposa. E pior ainda, que ajudou e acobertou a fuga!
Rolo dos bons deu para perceber né? Então junte neste balaio o fato de Guy odiar Melody justamente por este mesmo motivo... Confusão na certa e vocês estão certos. Ainda mais confusão quando Emmett se machuca em um rodeio e é justamente Melody a única pessoa que pode lhe ajudar e cuidar de seus filhos.
Por esta ocasião, Emmett começa a perceber o quão injusto tem sido com seus filhos e principalmente com a Melody. A atração entre eles aumenta, mas desta vez, não é a "ogrisse" de Emmett que pode por tudo a perder, mas sim a raiva de Guy com a Melody e o ressentimento em relação a separação de seus pais. Ele não aceita o relacionamento. Mas ainda bem que estamos falando de Melody, uma mulher super simpática, sincera e bem humorada. Pois bem, ela vai ter que usar de todo seu "poder feminino" para conquistar o ogrinho junior, que ainda tem esperanças de ver seus pais juntos novamente.
Uma ressalva para a Amy, a caçulinha das crianças é a mais meiga dos três. E mesmo tendo pouca idade, nos mata de rir e ao casal de vergonha com suas tiradas. Ah, ela nem ao menos chama ao pai de pai, ela só o chama pelo nome, como se fosse uma adulta falando com outro adulto, uma comédia. Realmente, ela roubou muitas cenas...
Uma história simples e fofa que acho vocês vão gostar.
comentários(0)comente



23/11/2011

Um dos romances mais divertidos que li.
Excelente romance da Diana Palmer. Ao contrário dos outros que li da autora que eram mais voltados para o trama, também bons, esse era comédia pura. O casal de protagonistas era hilário, sem contar com toda a família dele.

Gostei também porque ela não se estendeu muito, como algumas autoras que acrescentam cenas desnecessárias a trama. Tudo flui de forma tão leve e divertida que você mal ver o tempo passar. Daria uma excelente sessão da tarde. A participação mais que especial dos filhos do primo de Logan, rende alguns dos momentos mais engraçados do livro, como a cena do banheiro.

Prefiro não comentar muito sobre a trama, melhor que vocês leiam. Prometo que não irão se arrepender.
comentários(0)comente



Jois Duarte 23/11/2011

A ex-esposa de Emmett fugiu com o irmão de Melody - que confusão kkkkkk! - e como Melody ajudou o casal a fugir, Emmett a culpa por todo seu sofrimento desde então. O que ele não entende é como as crianças podem gostar tanto dela apesar de sua "culpa".

Após um acidente durante uma prova de rodeio, Emmett é ferido e enquanto está no hospital Melody fica responsável pelas crianças e o ódio, que nunca foi ódio, vai se transformando em algo bonitinho.

Melody é totalmente sem graça, acima do peso e tem sardas adoráveis, isso nas palavras de Emmett *.*

~> Como essas mulheres abandonam os filhos sem nem olhar pra trás?!?! Tô dizendo, DP tem um problema e dos grandes, sério! Completamente perturbada!!!
comentários(0)comente



11/05/2011

03 pestinhas cativantes
Adooooorei! Li de uma vez só. Simplesmente não consegui parar.
Livro muito bem-humorado e com trama fofinha.

Parece q basta esses homens serem pais pra se tornarem irresistíveis...
Mesmo q seus filhos sejam mini-diabinhos.

Melody é alta, sardenta, cabelos castanhos, olhos escuros, acima do peso...e mega bem humorada, muito divertida, sensata, sincera, objetiva, determinada. Uma mocinha adorável! Nada de ser como todas as antas de DP. Nada típica, fora a "inocência", né?!

Emmet é o mocinho, pai de 03 criaturinhas diabólicas e adoráveis. Exceto Guy, o mais velho, nada adorável. Chatinho, amargurado, um pé no saco! Ah, tá bom, tadinho, eu sei, ele sofre com o divórcio, abandono de sua mãe, e ainda o pai não dá atenção q os capetinhas precisam. Eu compreendo o pestinha. Tenho compaixão. Só não tenho paciência. Eheh.

Polky é o filho do meio, inteligente, esperto, uma gracinha. Apaixonante! E Amy é a caçulinha, menina muito avançada pra idade, só chama o pai de Emmet, fala com ele como se fosse adulta, e diz cada coisa...Soube bem como deixar o pai e Melody constrangidos...Vc se diverte com essa pestinha. Cativante!

E Emmet...alto, esbelto, bronzeado, cabelos negros, olhos verdes, pernas longas e musculosas, ombros poderosos, e com muita pegada! Ai esses ogrinhos da DP...deixam a gente doida!

Não achei ele muito ogro não. O livro foge do convencional de titia Palmerão. Não demora muito pra o casal se resolver e ser feliz, sem aqueles mal-entendidos irritantes, sem equívocos chatos, sem ficar mentido pra si mesmo, fugindo desesperadamente do amor, sem aquele papinho de te desejo, desejo, desejo... Gostei de ver. São decididos.

A trama pega mais no sentido da aceitação do novo relacionamento do pai com Melody, no q diz respeito ao pequeno amargurado Guy. Esse pequeno é quem precisa ser conquistado, educado.

A estória é bem fofinha, cativante, envolvente. Emmet aprendendo a responsabilidade de ser pai dos endiabrados. Melody com toda sua sensatez ajuda muito. E é ultra divertido, o bom humor de Melody é contagiante!

Vale muito à pena. Recomendadíssimo.

Fogui 14/05/2011minha estante
Má, tbm adorei está estória, mas morro de dó de Guy, sofro por ele. Adoro todas as crianças. Amei este livro!!!!!!!




Iara Paula 18/12/2010

Acreditar Outra Vez
Que história mais fofa e gostosa de se ler.
E que homem é esse?Adorei o Emmett.Era meio durão no começo mas quando percebeu que queria Melody não se fez de rogado e foi com tudo pra cima dela.E o que mais me encantou foi a transição dos sentimentos e atitudes dele por Melody:do desprezo a paixão;da grosseria constante a um tratamento meigo e carinhoso;e enfim do ódio ao amor.
PS:Esse homem tem pegada.As descrições dos momentos de amor dos dois me fez suspirar.Vale a pena conferir.Recomendo!
comentários(0)comente



Fogui 27/11/2010

Homens do Texas 10
A história seria simples se não fosse as três crianças. O pai Emmett é o tipo homem que deixou a educação das crianças a cargo da esposa e quando ela vai embora ele não sabe o que fazer. Amy e Polk são demais, adoráveis, inteligentes e extremamente engraçados, me diverti muito com os dois. Já Guy, o mais velho, sente todo o peso da separação dos pais, está perdido, ressentido e com muito medo. Melody é um amor, apesar de ajudar a ex-mulher de Emmett a fugir, ela tenta ajudá-los, mesmo sendo acusada o tempo todo, por Emmett e Guy, de ser a verdadeira culpado por tudo. No fim todos percebem que na realidade, Melody foi a melhor coisa que aconteceu na vida de todos eles.
11/05/2011minha estante
Guy é um diabinho!! E vc tá certa, o coitado tá ressentido e morto de medo. Mas Melody é sensata o suficiente pra resolver essa questão. Adooorei! A trama é cativante.


Fogui 11/05/2011minha estante
Adorei, por incrível que pareça, ainda lembro perfeitamente, da estória... milagre!!!




Nana 11/10/2009

SIMPLESMENTE ADOREI ESSE LIVRO OU SEJA ADOREI O EMMETT ELE CHEGA SER HILARIO E LINDO E DOIDO PRA CASAR EU IMAGINEI ELE GRANDE TD GRANDE (SE É Q ME INTENDE)TBM COM AQUELAS CRIANÇAS MALUCAS MAS ENFIM

AGORA OS FILHOS DELE SÃO OTIMOS ENGRAÇADOS PRA CARAMBA COITADA DA MOCINHA Q PASSA UM DOBRADO COM AQUELAS CRIANÇAS GOSTEI MUITO DESSE LIVRO

comentários(0)comente



Cris Paiva 01/10/2009

Amo esses livros mais antigos da Diana Palmer. Eram historias realmente ótimas. Esse tem mocinho bronco, crianças carentes e arteiras, e mocinha ingenua.
O mocinho culpa a pobre mocinha pela fuga da ex-esposa com o irmão dela, e faz de tudo pra coitada se arrepender de ter ajudado o casal a fugir, e não entende como os filhos podem gostar tanto dela, afinal ela alem de ter aprontado, não tem nada mais, é sem graça, acima do peso e tem sardas adoraveis... como será que essa total falta de atributos pode fazer o sangue de um homem ferver tanto assim?

comentários(0)comente



12 encontrados | exibindo 1 a 12


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR