Conversas Com Quem Gosta de Ensinar

Conversas Com Quem Gosta de Ensinar Rubem Alves




Resenhas - Conversas Com Quem Gosta de Ensinar


4 encontrados | exibindo 1 a 4


Le 10/03/2020

Rubem Alves é um excelente e incomparável provocador. Nesta conversa direcionada ao educador, ele "dá um sacode" a cada página, tentando arrancá-lo do sono profundo para mostrar o poder que possui em suas mãos. Que tal romper com a estigma de que "educação e polícia tem a mesma função: controlar comportamentos", e usá-la para subverter a ordem social imposta?
comentários(0)comente



Volnei 31/07/2018

Conversas Com Quem Gosta de Ensinar
Neste livro o autor propõe um bate papo com o professor com a intenção de uma troca de experiencias entre os docentes

site: http://toninhofotografopedagogo.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Azevedo 04/02/2016

Reflexões sobre alguns fatores que envolvem a arte e o prazer de ensinar, escritos na forma de conversas com o leitor, despojadas de linguagem demasiado acadêmica e impessoal. Apesar de já ter mais de 30 anos não tem nada obsoleto e toca em muitos dos desafios com os que nos deparamos na vocação de educar. É curto (não chega a 100 páginas) e rico em ideias para se ficar "matutando" depois.


Kizzy 04/10/2013

Manual de bolso para a vida
Tenho esse livro em casa há mais de 10 anos. Era do meu pai, e acabou ficando comigo, mas até hoje, não sei por qual motivo, ainda não o tinha lido.
Hoje, depois de terminada a leitura, a pergunta que me faço é, como não tinha lido isso até hoje? A segunda indagação é: Como o Rubem Alves consegue ser TÃO atual com um texto de quase 20 anos atrás?
"Conversas com quem gosta de ensinar", é daquelas filosofias que a gente não devia ter que parar para ler, a gente devia viver isso, pensar nisso, refletir sobre tudo isso naturalmente. Devia ser um exercício natural e praticamente automático, mas com o nível de superficialidade com que todos nós temos convivido e do qual participamos ativamente, ele parece profundo e absolutamente filosófico.
Rubem Alves promove de forma simples e singela, uma discussão extremamente profunda e atual sobre o significado dos rumos pedagógicos e educacionais, provocando uma reflexão mais essencial do que nunca, sobre o caminho da ciência e da pesquisa no mundo, e sobre o verdadeiro papel da educação e do educador na sociedade.
Assim mesmo, o livro está longe de ser uma obra para educadores e professores, pelo contrário, é um manual que todos deveriam ter como prática, de como a perda da humanização, a perda dos sentidos do corpo humano, a perda da natureza em todas as suas facetas, estão nos destituindo do prazer do ser pela obsessão do simplesmente fazer.

"Cientistas são como remadores, no porão de uma galeria. Todos estão suados de tanto remar e se congratulam uns com os outros pela velocidade que conseguem imprimir ao barco. Há apenas um problema: ninguém sabe para onde vai o barco, e muitos evitam a pergunta alegando que este problema está fora da alçada de sua competência."
comentários(0)comente



4 encontrados | exibindo 1 a 4