Comando Tribulação

Comando Tribulação Tim LaHaye
Jerry B. Jenkins




Resenhas - Deixados para Trás - 02 - Comando Tribulação


35 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3


Macedo 11/10/2010

Promete muita coisa mas sem muita emoção, neste livro vc começa a se perguntar se todos os demias vão ser "sem ação" como esse"
Mas vale apena lê-lo pra se preparar pelo q está por vim!
comentários(0)comente



Lu 08/12/2009

Deixados para trás - Comando Tribulação (02)
Não é uma resenha, e sim um resumo:

Bom... o primeiro livro acaba costurando o segundo. Ou seja: a formação do Comando Tribulação e seus integrantes. De alguma maneira, eles são envolvidos nos planos de Nicolae Carpathia e se vêem forçados a trabalharem para ele, apesar de saberem de que se trata do Anticristo - e permanecem juntos nos estudos do Comando Tribulação mesmo assim.

Durante esse livro, Buck consegue se aproximar das testemunhas que pregam em Israel. Para isso, Buck conta com a ajuda de um rabino cuja função foi estudar durante três anos sobre a vinda do Messias, e que depois faz uma declaração bombástica na TV e se junta ás testemunhas de Israel. Antes disso, os personagens do Comando Tribulação se vêem envolvidos em escolhas pessoais e profissionais que vão os levar, como já disse antes, para perto de Nicolae.

Ao longo da história, percebemos que o mundo cai aos pés de Nicolae, aceitando cada uma de suas propostas, antes julgadas como impossíveis. Ao mesmo tempo, percebe-se a formação de uma milícia anti-Nicolae, encabeçada por um novo personagem na história, que é nada mais nada menos que o presidente dos EUA.

Quando o ataque da milícia começa, tem início a era de Tribulação... e é quando o segundo livro acaba.
comentários(0)comente



MÁRSON ALQUATI 21/06/2010

A história prossegue...
Depois de Deixados Para trás, o suspense, a conspiração e a ação continuam sendo os elementos principais deste segundo livro da Série "Deixados para Trás". Milhões de pessoas desaparecem e no decorrer da narrativa descobrimos que trata-se do evento cósmico que supostamente precede o Apocalipse Bíblico, conhecido como Arrebatamento. Na minha opinião, ainda faltou apenas um pouco mais de ação. De qualquer forma, é um livro interessante, que vale a pena ser lido, tanto por Cristãos como por não Cristãos, já que segue desmistificando o Apocalipse Bíblico (tão complexo e mal compreendido), explicando-o de forma romanceada, simples e objetiva, e não apelando para uma pregação religiosa desmedida (o que eu não suportaria). Recomendado!
comentários(0)comente



Rita Nunes 10/11/2014

Este livro é muito ruim. Gente, é o apocalipse! Independentemente de acreditar nele ou não, é uma das maiores histórias já escritas. Como alguém consegue escrever um livro tão ruim sobre o apocalipse de João? Os personagens são horríveis, as cenas mal descritas, muitas vezes nem têm descrição alguma, são só diálogos. E por falar nisso, os diálogos são mal pontuados, desde o primeiro livro. Em vez de usar travessão, usam aspas. Nesse livro isso é corrigido, mas só a partir do capítulo 14, o que ficou pior ainda. Também a partir desse capítulo para de usar o termo "força tribulação" para usar "comando tribulação". Acho que mudaram de tradutor, sem cuidado algum com a continuidade. Isso sem falar nos inúmeros erros de digitação. O livro não tem alimento justificado, é alinhado à esquerda, horrível de ler. E tem o romance, entre dois adultos, que beira o ridículo.
Enfim, não recomendo nem um pouco!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Gustavo Rafael 17/12/2011

Deixados para Trás - Comando Tribulação
“Deus falou comigo de forma audível? Não. Gostaria que tivesse sido assim. Se isso tivesse acontecido provavelmente eu não estaria aqui hoje. Porém Deus quis que eu o aceitasse pela fé, sem que Ele precisasse provar sua existência de alguma maneira mais dramática do que simplesmente enviar seu Filho para morrer por mim. Ele nos deixou sua Palavra e ela contém tudo o que precisamos saber.”

Comando Tribulação, o segundo livro da série, é tão empolgante quanto o primeiro. Nesse segundo volume, além de todo suspense, há uma boa dose de comicidade. No começo do livro, no Prólogo, os autores fazem uma revelação sobre o final da história que eu particularmente não gostei, por isso se você não quer ler um spoiler é melhor começar o livro sem ler o Prólogo.
O livro é mais dogmático que o primeiro no sentido religioso, trazendo trechos bíblicos e um apelo maior ao Cristianismo, mas sem chegar a uma pregação religiosa desmedida. A mensagem é clara e não precisa ser muito inteligente pra ver que o livro quer te converter, mas todo livro almeja passar ao leitor alguma coisa, então não vejo o intuito dos autores como um ponto negativo, apenas como uma forma que eles encontraram de passar o que eles acreditam.
comentários(0)comente



Dios 182 07/06/2018

Com exceção do romance...
O livro é muito bom, embora inferior ao primeiro. As citações bíblicas são lindas, a história segue prendendo minha atenção e instigando-me a continuar virando as páginas, até que vem a parte chata.

A Chloe é a Hattie deste segundo volume. Todos os encontros, desencontros, insegurança, suspeitas entre ela e o Buck são muito, mas muito chatos. Sou incapaz de pular páginas de um livro e ainda assim por diversas me vi vezes prestes a fazer isso.

Sobre a edição, quando comecei a me acostumar aos diálogos entre aspas eles subitamente voltam a vir em travessões, e então alternarem entre um e outro. Há também o fato de, estranhamente, ignorarem o título do livro, a primeira edição, e chamarem o grupo de "Força Tribulação" ao invés de "Comando Tribulação". Estragou a leitura? Não. Mas te deixa inquieto se perguntando: "Por quê?"

Pontos negativos à parte, os autores sabem como escrever um bom final. No primeiro livro me fizeram furar minha fila de leituras (que na verdade não possuem uma ordem específica) e partir para este, e mesmo que agora eu não esteja indo imediatamente para a terceira edição, já o tenho na minha estante e não vejo a hora de voltar ao apocalipse.
comentários(0)comente



Lodir 01/12/2009

Muito Bom
O excelente livro Deixados para trás ganha um continuação a altura. O suspence continua, entrelaçado com a história dos quatro personagens principais. Destaque para os romances dos personagens, que agora engatam de vez, e para a morte de um personagem importante no final do livro, deixando o leitor com gostinho de quero mais para o terceiro livro, Nicolae. Vale a pena ler e continuar a série.
comentários(0)comente



Gutenberg Carlos 13/05/2015

Muito Bom!
O livro é o segundo da série Deixados para trás.
Nele acompanhamos como se desenrola a história da "Força Tribulação", e como será o cumprimento das profecias descritas no Apocalipse. E como ocorre o início da Grande Tribulação, e como o anticristo chega ao poder.
Não tem tanta emoção e revelação como o primeiro livro da série, mas, ainda assim mantém o nível de ótimo livro.
Tom 20/06/2019minha estante
Tive a mesma impressão. Não é tão bom quanto o primeiro, mas continuamos pois a série promete muito e criamos uma afeição pelos personagens, como se eles fossem da nossa família.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Hannah 14/07/2011

Rumos Inesperados
Segundo livro da série "Deixados Para Trás" e assim como o primeiro é muto bom e me prendeu do início ao fim, apesar da minha demora para terminar de lê-lo!

Depois do desaparecimento de muitas pessoas na Terra e de o anticristo ter mostrado ao povo que o que quer é somente paz, Rayford, Chloe, Buck e Bruce formam o Comando Tribulação. O Comando Tribulação tem o objetivo de estudar a Bíblia e ficar atento sobre as próximas coisas que irão acontecer no mundo. Muita coisa acontece e muda o rumo de cada um deles, as profecias da Bíblia se realizam e o mundo está cada vez mais fascinado com Nicolae, que promete a paz mundial e planeja também uma única religião.

Os fatos vão acontecendo de uma forma super legal e a cada página a vontade de continuar a leitura é maior. Os autores descrevem o que os personagens sentem de uma forma tão intensa que fazem você sentir a mesma coisa. Incluir um pouco de romance no livro foi uma atitude super legal, eu ria a cada momento com as confusões de Chloe e Buck, assim como também suspirava; foi uma forma de mostrar como deve ser um romance cristão, tanto nos dias de hoje, como nos últimos tempos. O pulo de dezoito meses ao final do livro não altera em nada o entendimento da história, pois tudo o que aconteceu durante, se tivesse que ser descrito direitinho, levaria mais um livro, os autores fazem um resumo e descrevem os principais acontecimentos.
Um livro fácil de entender, com ação, romance e que, ao final, deixa expectativa para o próximo da série.
comentários(0)comente



oLeitor 04/06/2009

CONTINUA!!!
Você se vê conhecedor das motivações do capitão Rayford, sua filha Chloé e o jornalista amigo e agora parte da família Buck - Williams! Numa somatória de fatos você não consegue largar o segundo e espera ter em mãos o próximo: você não vai conseguir largar até pegar Nicolae!
comentários(0)comente



Paulo 24/03/2012

Dez/2009
comentários(0)comente



Claudinei 08/09/2011

A continuação apocaliptica...

A continuação da saga é tão intensa quanto a primeira, nesse volume os autores passam a explorar a vida dos novos convertidos após o arrebatamento, a preparação para enfrentar as maiores catástrofes da história, buscando aprofundar-se nas profecias bíblicas outrora desprezadas. O grupo formado por Bruce, Rayford, Buck e Chloe formam o comando tribulação e decidem levar a verdade aqueles que não a conheceram, mesmo cientes dos perigos que irão enfrentar.
Nicolae continua ganhando cada vez mais aliados , consolidando seus planos rapidamente, o mundo parece ceder indubitavelmente suas ideias para paz mundial e a criação de um novo governo e uma nova religião, as pessoas carentes de um novo líder, consequência dos últimos acontecimentos que assolaram o mundo recentemente, abraçam sua causa e tem inicio assim uma nova era.
Por ser um livro de cunho religioso, os autores citam várias referencias bíblicas e situações tipicamente do cotidiano de um cristão, mas o mais interessante é que novamente não há o apelo e nem a imposição de algo voltado a religião, tornando a leitura agradável, voltada para o entretenimento em si, claro que deixando brechas para que os mais curiosos aprofundem-se em pesquisas nos assuntos abordados na trama.
A sequência da saga continua com o ingrediente especial que ao meu ver cria a estrutura da estória, as conspirações que ocorrem para que o vilão chegue a seus objetivos e as atitudes que os heróis tomam em contrapartida.
A estória desenvolve-se rapidamente, envolvendo o leitor página após página e gerando grande expectativa para continuação.
Se todos os livros da série continuarem assim, está explicado por que se tornou um Best Seller.
comentários(0)comente



35 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3