Deadly Little Secret

Deadly Little Secret Laurie Faria Stolarz




Resenhas - Deadly Little Secret


6 encontrados | exibindo 1 a 6


AndyinhA 30/06/2010

Uau. Eu amei esse livro. Sério. Nem pelo fato de não ter vampiros, mas pelo fato de como a Laurie te envolve na trama... você fica achando que é uma pessoa, as ações levam aquilo e depois tudo muda e você fica perdido. Já não sabe em quem mais acreditar. E quando finalmente tudo é revelado você quer morrer. Porque jamais seria tão inteligente para fazer algo assim.

O livro é na versão da Camelia, mas alguns capítulos podemos ter a visão do perseguidor, enquanto ele nos conta nas entrelinhas o que ele esta pensando. Porque ele está atrás dela, o que ela fez (na visão dele) para que ela esteja nessa situação.

Mais em: http://andyinha.blogspot.com/2010/06/poison-books-em-off-spirit-bound-deadly.html
comentários(0)comente



Mariana Franco. 29/06/2010

Em uma palavra: Estranho.
Não sei se considero esse livro bom ou ruim, até nisso fiquei confusa depois de ler. meio sem pé, nem cabeça.
comentários(0)comente



Kézia 12/08/2012

O Admirador Possessivo
Deadly Little Secret é um thriller romântico, cheio de mistério e uma pitada do paranormal. O livro chama a atenção pela capa simples e romântica e claro pelo titulo misteriosos, o enredo em sim é comum a todas as leituras da atualidade, mas mesmo tendo vidas clichês de adolescentes colegiais, Deadly Little Secret é de certa forma, original. Trata de uma trama mais psicológica, envolvendo um suspense que deixa o leitor eufórico e que traz o nosso lado detetive a tona, uma história recheada de tensão e uma paranormalidade pouco comum a nós mortais, que pode ser trazida para a realidade.

Camelia Hammond tem dezesseis anos, leva uma vida normal, indo da escola e trabalhando na loja de cerâmica da cidade. Tem dois amigos fiéis Kimmie, que adora garotos bonitos e tem um estilo bem peculiar e Wes que tenta lidar com o fato de que seu pai o querer ver rodeado de garotas. Tem um ex-namorado lindo e fofo chamado Matt e atrai a atenção do garoto mais popular da escola John.
É assim a vida de Camelia, mas muda completamente, caminhando tranquilamente, de repente o carro de uma menina vem em sua direção a toda velocidade, quando inesperadamente um garoto a salva de ser atropelada, mas nada disse chamou a sua atenção, o que a intrigou foi a forma como ele a tocou, intensa, estranha, diferente, como um choque elétrico, mas o garoto some da sua vida em um piscar de olhos.
Três meses depois Camelia está de volta as aulas, e para sua surpresa ela vê o novo garoto da escola, Ben Carter, ela nunca poderia esquecer aquele rosto, o rosto que salvou a sua vida, assim ela faz de tudo para se aproximar dele e agradecer pelo que ele fez, mas Ben nega que possa ter salvo a sua vida.
Em questão de horas toda a escola está falando sobre Ben, o novo garoto é suspeito de ter assassinado a namorada, mas as acusações contra o garoto não deram em nada, mas isso não impedem dos alunos começarem a incomodar Ben e a tratá-lo muito mal. No entanto, Camelia não acredita no que estão dizendo. Ben jamais seria capaz disso. Afinal, ele salvou a vida dela.
Inesperadamente Camelia recebe um foto sua com um grande coração em volta, ela acha que seu amigo Wes está lhe pregando uma brincadeira, porém não fora ele, e acaba descobrindo que tem um admirador, só que tudo começa a complicar quando ela inesperadamente recebe um pijama de presente e telefonemas misteriosos, cartões e ameças, Camelia começa a ficar nervosa com tudo isso.
Ela não pode se abrir com seus pais, pois eles estão passando por um momento de crise na família, assim ela fala com Kimmi e Wes, eles começam a lhe dizer que pode ser Ben.
Mas tudo se complica quando Ben, que antes não queria contanto nenhum com ela, aparece dizendo que sua vida corre perigo, mas ele não pode dizer porque sabe disso. E esses mistérios e segredos que Ben esconde, deixa Camelia desconfiada, o que ele esconde? Será que matou mesmo a sua ex-namorada? Enquanto isso o admirador de Camelia mantem vigilancia absoluta sobre ela, ele a está observando, fotografando, e se ela não for dele, ela não será de mais ninguém.

Deadly Little Secret é um bom romance. Temos uma garota bonita, que tem alguns admiradores, que leva uma vida comum e tranquila, até que tudo muda de uma hora para outra.
No quesito geral Deadly Little Secret é igual a todos os outros livros que já lemos, mas todo o seus suspense é que nos prende para lermos do inicio até o fim. Recheado de tensão, mistérios construídos rapidamente, mas de uma maneira simples, fácil de entender.
A narrativa é alternada entre Camelia e o suposto admirador, no inicio ele é doce e gentil, logo em seguida, ele começa a ficar ciumento, até se tornar violento e assustador. Mas a cada página que se lê, tem-se um novo suspeito, a autora cria habilmente uma dúvida em quem será o perseguidor misterioso, mas ao mesmo tempo mantem a personalidade distinta de cada personagem.
Claro que Deadly Little Secret não é tudo flores, tem alguns personagens mal construídos, como Wes, que aparece e desaparece na trama sem um objetivo definido. E para quem gosta de um romance avassalador, Ben e Camelia não chegam a ser um casal tão interessante, achei que faltou química entre os dois, e a atração entre eles não foi explicada de uma forma muito objetiva.
Tirando esse pequeno detalhe, que para alguns leitores (como eu), não interfere em nada em uma boa história, não me aborreceu de nenhuma maneira, porque minha veia de investigadora ficava chutando pra todos os lados quem seria o perseguidor, e acreditem, errei completamente no final, o suspeito nunca me passou pela cabeça.
Mas o livro não é apenas tensão, a autora traz momentos divertido através de Kimmi e Wes, a mãe maluca e instrutora de Yoga de Camelia, e claro um pouco de arte, contado através do trabalho de cerâmica de Camelia. Enfim, esse livro fica a critério da curiosidade do leitor, alguns vão achar um meio termo, nem bom nem ruim, outros vão achar péssimo, e alguns vão achar ótimo (como eu achei). Então quem quiser arriscar, recomendo para todos, depois vocês decidam o que achou.
comentários(0)comente



Camila 27/09/2010

A ideia do livro é interessante, mas o desenrolar da historia só fica original depois da metade. Tem tudo para ser um livro quatro estrelas, mas o final deixouum pouco a desejar. Pelo menos nao segue o exemplo dos outros livros de séries que o mocinho fica com a heroína, mas algo afasta os dois no 2º livro.
comentários(0)comente



Kah 24/11/2011

Camelia is saved form certain death in a car accident by a very cute guy. The thing is, freaks out when he touches her stomach and pretty much runs away from her, before she can even ask his name or utter a 'thank you'.




Three months later, he's still on her mind. And surprise, surprise, in her school. He's the new guy everyone's talking about. Ben Carter. The Killer. The guy who strangled his girlfriend and then pushed her over a cliff.



But Camelia is set upon thanking him, weird rumors or not. But Ben insists hewasn't the one to save her, and starts to avoid her.



What I liked was that, every few pages the POV would change from Camelia's to a guy's, and this guy turns out to be a very freaky stalker. It was interesting to see what was on his mind. Creepy, but interesting nonetheless.



What I didn't like was that Camelia was WAY too much like Bella for my taste. Very 'Mary Sue' like.
I mean, it was as if EVERY single boy out there wants her, and she couldn't care less about them, because she wanted the rude, dark one. Her boss wanted her, her ex wanted her, the cute jock, too...



Not to mention the car accident and the lab scene. Totally 'Twilight' material. Even the 'touchy-feely' thing with Ben, which was getting annoying... until we finally found out the reason for it.



To me, her friends were the ones who really stole scene. Kimmie and Matt were my favorite characters, no doubt. (at least at first, mind you).They were funny and they felt real. More than the main characters ever did.



The ending was like 'wow', even if I sort of was expecting it, but I kept changing my mind all the time. That dramatic second-guessing thing was great too. I just didn't care much for the heroine and the Twilight-ish stuff.



All in all, this is a fun, mysterious, quick YA read.

comentários(0)comente



Pâm Possani 07/04/2019

Interessante, só que eu esperava um pouco mais
Camelia é uma garota muito comum e tem sua vidinha normal até que foi quase atropelada no próprio estacionamento da escola... Só que ficou no quase porque ela acaba de ser salva pelo garoto novo e muito quieto no colégio (lembrou de Crepúsculo?), Ben, que é suspeito de assassinato da ex-namorada... E acabou de salvar a vida dela. Todos no campus o ignoram ou evitam (Oi série Imortais/Hush Hush), exceto agora, Camelia, que apenas tem motivos para agradecê-lo...Ou não? A verdade é que Camelia começa, então, a receber ligações e pacotes de um desconhecido e sua vida corre perigo, e Ben parece querer ajudar... Mas ele é confiável? Ela é confiável?
Eu achei o livro uma mistura de Joe da série YOU, com Crepúsculo, alguns YA e mistério - não sei dizer se deu exatamente certo, mas a protagonista não me convenceu muito de início - afinal, ela acabava indo atrás de algumas coisas que você simplesmente ficava "NÃO VAI, MINHA FILHA" - mas depois o livro melhora consideravelmente porque intercala a narrativa com o possível perseguidor e você não pode deixar a história pela metade. O alívio cômico do livro fica por conta dos melhores amigos e o ex de Camelia, mas acho que esperava me conectar mais com eles, de alguma forma. Algo que foi muito positivo, é que, ao longo das páginas, o livro toma um ar de suspense e mistério e vão acontecendo muitas coisas ao mesmo tempo - a autora constrói de uma forma para enganar o leitor, o que deu certo no meu caso. Pensei que era uma coisa, puf! Foi lá e aconteceu outra.
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6