Innocent in Death

Innocent in Death J. D. Robb




Resenhas - Innocent in Death


2 encontrados | exibindo 1 a 2


Aline 23/08/2011

Surprise!
Não consegui parar de ler... Descobrir o assassino foi massa e ao mesmo tempo deu medo.
comentários(0)comente



Lydi 18/09/2010


Bom, só pelo titulo você já tem uma idéia do que vem por aí. Mas sério, o assassino me surpreendeu. Não pensei nunca que fosse esse e mais, foi o que salvou o livro. O final foi simplesmente ÓTIMO! FODA, FODA, E FODA! O caso ficou bem paia, bem simples, bem morno, mas a partir do momento em que a Eve começou a desconfiar do assassino, começou a ficar ótimo! Nora você é foda! Sério, sério e sério!

Sobre o caso: Como eu disse, foi tudo bem morno, bem mais ou menos. A morte de dois professores. Primeiro o Craig e depois o William. Achei bem paia mesmo, mas é o que eu disse, apartir do momento em que você descobre o assassino tudo muda.
E o assassino é? Yes! Rayleen. E você pergunta: O que? Uma menina de 10 anos? E eu digo: SIIIM, NORA VOCE É FODA!

Pois é, o motivo pra matar os professores foi bem ridículo,aliás, todo o motivo pra matar é ridículo, mas o pra matar o Craig foi péssimo.Porque tirou uma nota ruim? PARA! Se eu quisesse matasse todo o professor que me deu uma nota que eu achei que não merecia, não sobrava nenhum dos meus professores, hahahah. Mas ok. O motivo da mãe e do irmão foi ridículo, desprezível. Que horror. Rayleen tem um ego enorme, ela se acha demais. E tomara que apodreça na cadeia, Deus me perdoe. Uma menina que tinha um futuro brilhante pela frente ( ou não, porque ela é tão insuportável e se acha tanto que nem sei) acabar fazendo isso? E mais, ela estava se gabando por ter matado o irmão quando ela tinha sete anos. Que horror. Mas ainda bem que ela vai ser julgada como adulto. Uma coisa que eu simplesmente amo nos EUA. Nada mais justo. Aqui no Brasil que as coisas são avacalhadas, tipo, um menino de 16 anos arrasta uma criança pelo cinto de segurança e sai impune. Nos EUA uma criança mata os professores, o irmão e a mãe e é julgada como adulta. Detalhe: seu pai é advogado e com certeza não vai defendê-la. O que eu acho bem feito.

Rayleen me lembrou a insuportável da hanna de CSI. A chata super dotada que super nova já estava na faculdade e pá e também matou e quis por a culpa em outro. A diferença entre Hanna e Rayleen é que a Hanna era um pouco mais velha e mais esperta. Mas não muito.
Adorei o jogo entre Eve e Rayleen. A Eve a enganou direitinho. Eu odeio ser repetitiva mas BEM FEITO Rayllen. A única coisa que me deu dó foi do pai dela, Oliver. Coitado, saber que o filho morreu e que a mulher esta internada por causa da filha, por causa de uma bobeira, que a filha quis matar a própria mãe é demais. E me deu tanta dó da Eve com ele: “O quanto você ama sua mulher? E seu filho?” ô coitado. Eu sei que era pra ele ver que a filha era culpada e pá, mas tadinho. Ninguém merece sofrer tanto. Pelo menos ela vai pagar por isso. AMÉM.


Sobre as outras partes: Bem, o que eu posso dizer? Em resumo, uma palavra: MADAGLENA. Ela é insuportável, super Bitch, se acha demais. Mas a culpa de tudo foi do Roarke que olhou pra ela primeiro. Haha. (eu sempre estou do lado da Eve, sou puxa saco). Ela deu trabalho pra Eve e Roarke o livro todo: apareceu no jantar, foi visitar o Roarke no trabalho dele, foi almoçar com o Roarke, pagou paparazzi pra filmar os dois, foi na casa dele. Ela também tava pedindo pra tomar uns tabefes né? E não deu outra. Eve viu ela na casa dela, agarrando o Roarke fez o que? BATEU NO ROARKE! Hahah, é claro. Se ele não tivesse permitido ela ali, nada disso tinha acontecido. Mas o melhor nem foi isso, foi a própria Madaglena: O que é isso,o que você fez? Daí a Eve: Não olhe, mas você é a próxima. E deu um tapa na cara da Madaglena. Ok,podia ter sido mais que um tapa, ela bem que mereceu, mas o tapa já bastou. Eu torci o livro todo pra isso acontecer. Pra Maggie (ECA!) ir na casa deles e a Eve ter uma desculpa pra bater nela. Roarke num livro desses ai pra trás bateu no Webster porque ele agarrou a Eve. Eve também esta no direito de bater na Madaglena. E eu não to nem aí, eu gosto é de ver o circo pegar fogo, como dizem.

Bom, depois do trabalho todo que ela, Maggie, deu, ela bem que mereceu uns tabefes. Pow, quase o livro todo dando em cima do Roarke e avacalhando tudo. Merecedissimo. Eu adorei. E adorei o Roarke também ter sobrado. Hahah, mas ele nem ligou muito pro tapa.
Roarke e Eve mais brigaram que tudo nesse livro, mas eu gostei.

E gostei mais de Eve e Summerset se dando bem. Fiquei de boca aberta.
E: Estamos bem, ela não vai nos atrapalhar mais.
S: nem a senhora?
E: nem a mim.
S: que bom.
(os dois sorriram um pro outro)
S: a porcaria que você chama de carro esta estacionado na porta de casa, faça o favor de tira-lo de la.
E: BITE ME.
Hahahahahhhahahahah, adoro.

Eve e Summerset são muuuuuito comédia.
E então foi isso. O caso foi bem morno, mas o assassino valeu pelo livro todo. E as cenas Madaglena/Eve/Roarke foram ÓTIMAS. Entrou pelo meu top 10 por isso, porque o caso em si, as mortes, a investigação foi bem fraquinha. Mas né, to nem aí. Terminei de ler o livro feliz. O final valeu por tudo! Nora Roberts você é demais!

PS: teve uma cena que a Eve e o Roarke estavam “ de bem”,que eu amei! Eve disse no programa da Nadine que ela teve sorte ao encontrar o Roarke. E então o Roarke disse depois pra ela que ela errou o pronome. Que não é que ela teve sorte. Que ELES tiveram sorte de ter um ao outro. Ooown, Roarke você é tudo! *-*
Renata Cristina 12/01/2011minha estante
aaahhh adorei!
Procurei em todo o skoob uma resenha desse livro! que bom que achei a sua!
nossa! viciei completamente na série mortal! eu estava lendo ainda Natal Mortal quando fiquei sabendo da Magdalena e adivinha??? pulei do 7} livro pro 28º só pra saber que bafafa era essa da Magdalena! finalmente minhas aulas de inglês serviram pra algo rsrssrsrrsrs
Pensei que iria odiar o Roarke nesse livro, porque pelo que li por ai tive a impressão que ele ficaria dividido e tal, mas não! para minha paz isso não aconteceu! sabe, adoreeeeei o soco que ele levou! só por ser homem mesmo como a Eve disse, tudo bem que ele deixou ela entrar na casa deles, mas do jeito que ele é ele precisava dar um fim nessa história.

Enfim ... adorei o livro, e no final achei que nem o olhar que ele deu pra Magdalena foi o mesmo que ele dá pra Eve! afinal, o que ele sentiu por ela não foi nem um terço do que ele sente pela Eve então como ele poderia olhar pra ela do mesmo modo que olha pra Eve??? Mas o soco valeu mesmo assim, porque eu tbm sempre fico a favor da Eve, o clube da Luluzinha tem que se unir! rsrsrs

Nossa! escrevi muito né! é que eu precisava desabafar! kkkkkkkkkkkkkkk obrigada viu! rsrs
vou te add tá

Bjossss


Nina 14/12/2011minha estante
Geeente, vou fazer como a Renata e pular! rss! Quando gosto muito de uma série leio em inglês mesmo, não espero a tradução, mas digamos que tem alguns momentos em todos os livros que são melhor "sentidos" em português ;)... só que no caso desse livro eu sinto que não vou esperar a tradução, sério! Tô com raiva do Roarke meu muso por esse comportamento indigno com a Eve! rss!
Depois que eu terminar de ler eu venho aqui contar o que achei! ^^

Beijocas ;)


Kaliane 31/01/2016minha estante
Puxa, muito obrigada por contar o final do livro. Se sua resenha tem spoilers, não custa nada alertar os leitores. Muitas pessoas leem as resenhas daqui para ter uma noção melhor dos livros que querem ler. Não é legal descobrir praticamente o livro todo.




2 encontrados | exibindo 1 a 2