Nany People - Ser Mulher Não É Para Qualquer Um

Nany People - Ser Mulher Não É Para Qualquer Um Flavio Queiroz




Resenhas - Nany People - Ser Mulher Não É Para Qualquer Um


10 encontrados | exibindo 1 a 10


Ícaro 03/12/2015

Uma mulher que se auto fez... e continua a fazer pelos outros
Eu sempre gostei da Nany People: uma personagem curiosa, alegre e com muita bagagem que constantemente faz aparições na TV. Quem é da comunidade LGBT sabe da importância das drags na luta pelos direitos humanitários. Enquanto alguns de nós fazem uma ou outra passeata por aí, elas vestem à causa, como um acessório fixo, um corselet apertado, mas necessário.

Só por isso a biografia da Nany se fazia uma opção interessante de leitura. Mas a humorista entrega mais. Vemos sua transformação em mulher, suas relações familiares, amorosas, vemos dogmas da noite sendo quebrados e verdades que ela leva para vida, que certamente te fará parar e refletir.

Enfim, vemos uma mulher “pôrreta”, de fibra, que se auto fez e continua a fazer muito pelos outros. Um exemplo!
*Rô Bernas 09/01/2017minha estante
Acabei de ler este livro e se já gostava da personagem Nany People, fiquei mais que encantada pelo ser humano Nany.




Arca Literária 25/08/2015

Acesse http://www.arcaliteraria.com.br/ser-mulher-nao-e-para-qualquer-um-nany-people/ e leia toda a resenha :)

site: http://www.arcaliteraria.com.br/ser-mulher-nao-e-para-qualquer-um-nany-people/
comentários(0)comente



Jamille Madureira 30/09/2017

Leitura emocionante!
Sempre achei a Nany People uma pessoa alto astral e ótima comediante. Ela é bem sincera e verdadeira nos seus textos, e lendo sua biografia descobri que assim é também na vida. Já é senso comum que os LGBTs são porra loucas, no sentido ruim da palavra e que a Nany seria também. Seu livro veio para desmistificar muita coisa, e a mensagem que ela passa é o quanto nossa família e nossas origens são importantes. Chorei do início ao fim! Super recomendo a leitura!
comentários(0)comente



Prips 21/10/2017

Tocante história de um lindo ser humano
Nany nos dá de presente nesse livro grandes inspirações de como nunca se esquecer de estarmos do nosso lado, mesmo nas horas mais difíceis, com um sorriso no rosto, e de nunca deixar de ter um sonho. Muito além de um livro que retrata o processo de transição de gênero, é um livro que conta uma história real e belíssima de um ser humano que se descobre e redescobre a partir das oportunidades que a vida dá e daquelas que se fazem quando se vai atrás de um sonho. Regida por valores morais calcada no bem (a si e ao próximo), que na minha visão extrapolam a moral católica na qual foi criada, Nany People comove não só pela a história particular, mas pela capacidade de sempre escolher sorrir e ser íntegra.
Terei para sempre gratidão a este livro, por ter me despertado novamente o prazer de ler, e à Nany, por ter compartilhado com tanta verdade e sinceridade suas escolhas.
comentários(0)comente



Elisangela 18/10/2018

Pra rir e pra chorar...
Um livro emocionante. Nany People nos revela sua trajetória na vida e no teatro e suas relações com a familia, amigos e amores. Em algumas passagens dá pra se emocionar bastante e cheguei mesmo a chorar em alguns trechos. Só achei que tem um pouco de frases feitas demais, mas isso não é nada comparada com a história de vida dessa pessoa pra lá de interessante. Vale muito a leitura.
comentários(0)comente



JosePaulo1990 16/04/2020

Então...
Neste livro conhecemos a história da Nany People, conhecemos a sua família, sua infância, sua transformação, os amores que teve e as conquistas alcançadas.
Escrito por Flavio Queiroz, o livro tem uma fluidez enorme, a todo tempo parece que a Nany está conversando com você, assim como ele conversava com autor.
comentários(0)comente



Rafael.Montoito 07/05/2020

Um biografia "abusada"
Li, li sim, e foi muito divertido e prazeroso! Estava procurando algo rápido e leve para ler, saindo um pouco dos contos e histórias longas, e me deparei com esta - abusada - biografia do homem que virou drag, da drag que virou trans, mas que sempre foi, em sua essência, artista.
.
Ao longo de sua vida, Nanny escreveu para revistas, fez programas de auditórios, shows em boates, peças de teatro, sempre em volta a amores e amigos. É uma bela história de vida, de luta pelo seu lugar no mundo; é a narrativa de alguém que, quando saiu do interior de Minas rumo a São Paulo, prometeu à sua mãe que seria motivo de orgulho. Nanny parece ter cumprido sua palavra e sempre esteve muito próxima da família, com uma relação íntima e amorosa com a mãe. Já sobre o pai, a biografia revela um comprometimento que vem do seu grande coração: Nanny, que apanhava dele quando era criança porque precisava "aprender a falar como homem", nunca se retirou da sua vida.
.
Em tempos difíceis de intolerância e nos momentos em que algumas pessoas se sentem aptas a exercer juízo de valores sobre a vida dos outros, "Ser mulher não é para qualquer um" pode ser uma leitura que desmistifique alguns preconceitos. Todo mundo vem à vida para ser feliz e, se nesta trajetória consegue, ainda, se doar aos outros - como a biografia de Nanny relata diversas vezes que ela fez - a felicidade é multiplicada
comentários(0)comente



jonatas 07/06/2020

Não gosto muito de biografia, mas...
Eu gostei de conhecer a pessoa por trás do personagem Nany People.
comentários(0)comente



Mara 23/06/2020

Eu sempre vou achar que a Cinderela estará acenando para mim
Já conhecia o trabalho da Nany e amava, mas entrando a fundo na vida dela por esse livro conheci e comecei a admirar mais ainda seu trabalho e sua garra. Um livro com muitas reflexões não só sobre a vida dela mas sobre a vida de muita gente por aí que luta pelo seu lugar ao mundo. Nany maravilhosa como sempre!
comentários(0)comente



Ana Gouvêa 29/08/2020

Nanny, essa maravilhosa!
Todas as entrevistas da ?Tata? são maravilhosas, e esse livro mostra o caminho que ela percorreu, sua base e suas lutas - além de muita coisa que a TV não conta.
comentários(0)comente



10 encontrados | exibindo 1 a 10