A Odisseia de Tibor Lobato - O Oitavo Vilarejo

A Odisseia de Tibor Lobato - O Oitavo Vilarejo Gustavo Rosseb




Resenhas - A Odisseia de Tibor Lobato


53 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Gustavo.Alexandre 27/12/2021

Incrível
Uma história que valoriza o folclore brasileiro, cheio de personagens que já conhecemos e com uma nostalgia para quem já morou ou visitou um sítio da avó ou de outros parentes. Com revelações surpreendentes e personagens carismáticos.
Quero muito ler as continuações ?
comentários(0)comente



Nina Pina 10/12/2021

Deu medo kkkkk
Genteeeee adorei esse livro, me assustei bastante, com a velha o Seu Icas, e com umas crianças, muitas crianças. Crianças estranhas e esquisitas, mas para saber a respeito do Seu Icas, da velha e das crianças, precisam ler para descobri.
comentários(0)comente



Luis 02/12/2021

Cuidado com a quaresma!
Um livro com uma história bem curta e divertida para ler e ótima para quem quer começar a desenvolver o hábito da leitura. Ri demais com os diálogos que me fizeram revisitar minha infância. Recomendo!
comentários(0)comente



Adele 06/11/2021

Leitura leve.
Não me prendeu muito mas até que tem um contexto legal. Ele retrata o flocore com uma vice legal então recomendo pra sair de uma uma ressaca literária.
comentários(0)comente



ryann 26/09/2021

incrível
o livro é maravilhoso, amei a temática com lendas brasileiras, a escrita é boa mas muito simples e podia ser melhor, o final é impressionante e mal posso esperar para ler a sequência
comentários(0)comente



Gabi 02/08/2021

Muito bom
O oitavo vilarejo mistura magia e elementos brasileiros com uma magia impressionante. O início é um pouco travado, mas a história é muito boa e ótima maneira de aprender mais sobre o folclore brasileiro.
comentários(0)comente



julia 14/06/2021

é muito bom aaaaaa. li em 2019 e me prendeu de mais na história. consegui sentir toda a emoção por eles.
comentários(0)comente



Fontesco 11/05/2021

Girou a chave da ficção nas minhas leituras e a partir daí virou de gostar pra um vício.
comentários(0)comente



ariel 27/04/2021

Eu realmente esperava mais
Sei lá o que eu pensei quando comprei a trilogia. Lembro de ler a sinopse e me encantar. Lembro de sentir que a história me lembrava PJO: um bando de crianças descendentes de seres que achamos que não existiam e eram só histórias, lendas. Crianças enfrentando o mal. E depois também de ter assistido a série brasileira sobre nosso folclore, eu pensei que tinha que ler.

Eu li. Li e não gostei muito. Acho que até tô sendo legal em dar três estrelas. Assim, a ideia da história é bem legal, e existem partes muito boas mesmo. Mas a escrita realmente me decepcionou, achei pobre demais. As vezes, ou talvez na maioria das vezes, parecia que o autor não sabia o que colocar, então ele enchia linguiça com qualquer coisa, que parecia não casar com o restante ou simplesmente carecia de mais atenção. Isso me incomodou muito. As coisas aconteciam rápido, e as vezes até fácil demais. Eu esperava mais preocupação com a escrita. As vezes, de tão pobre que é, achei massante dar continuidade.

Talvez o problema tenha sido comigo, por colocar muitas expectativas, por ter achado que As Aventuras de Tibor Lobato me lembravam PJO. Talvez minha mente tenha relacionado inconscientemente as histórias do Rick com as do Gustavo. Talvez eu esperasse algo nível PJO por causa dessa minha relação. Não foi o que eu encontrei e talvez por isso eu não tenha gostado tanto. Mas como eu disse, a ideia é boa, existem partes bem legais e criativas. O que me incomodou muito mesmo foi a escrita. Achei meio pobre.

Perdi total vontade de ler a continuação depois de ler o primeiro, mas vou continuar, um dia, porque tenho os livros aqui comigo.
comentários(0)comente



Stefany.Balbino 14/04/2021

O oitavo vilarejo
Não consegui largar essa história até terminar ?
Nunca tinha lido uma fantasia sobre folclore e me surpreendi bastante. Já quero ler as continuações ??
comentários(0)comente



Amanda.Bartholomeu 06/04/2021

Um livro que me prendeu no início ao fim.
O autor nos faz viajar com Tibor Lobato, sua irmã Sátir e o amigo Rurique. No vilarejo onde vivem, em toda quaresma, coisas diferentes ocorrem. E sempre envolvendo personagens do folclore.
Tibor e Sátir perdem os pais. Vivem alguns anos em um orfanato até que a avó consegue que eles morem com elas.
Aos poucos, ela conta aos netos histórias sobre a família. Rurique conta, também, algumas lendas que os deixam intrigados e com vontade de verificar se são verdadeiras ou não. A partir daí, tudo acontece.
Já imaginou se vocês descobrissem que são netos do curupira? Ou que podem invocar o Boitatá? Ou encontram o Saci?
Mistérios, emoção, amizade e um recomeço com a família são alguns pontos que nos envolve na leitura.

"O Oitavo Vilarejo" é o primeiro livro de uma trilogia de Gustavo Rosseb.

site: Instagram @blogtemdetd
comentários(0)comente



Lari 03/04/2021

A dose perfeita de mistério, folclore e infância
Com tantos livros por aí sobre mitologias estrangeiras, penso ser um pecado que não prestemos atenção à cultura de nosso país.

O autor relata aqui uma história passada na quaresma, envolvendo dois irmãos, sua avó e um amigo, os quais presenciam fenômenos inexplicáveis.

A escrita é muito boa, li super rápido. Só dei quatro estrelas porque gostaria de ter tido pontos de vista da Sátir e da avó das crianças também, acharia interessante.
comentários(0)comente



Lucas.Barbieri 21/03/2021

E um livro até que bom, mas com muitos pontos que não gostei muito, o começo é bem devagar, demora pra engajar na história, e o fim um tanto decepcionante e já esperado, final deus ex machina, e esse recurso não é só usado no final, usam no meio do livro também.
comentários(0)comente



09/02/2021

Minha primeira resenha
Para a minha primeira resenha eu achei que seria muito bom contar uma historia pessoal sobre um livro que eu li recentemente.
La estava eu, plena Bienal do livro de 2019, procurando livros pela editora jangada quando um menino vem falar comigo, perguntando se eu já conhecia o livro "O Oitavo Vilarejo".
Eu, que estava já pro meu 5° ou 6° dia de bienal, e ja tinha olhado todas as sinopses de todos os livros da editora jangada, respondi que conhecia sim. Ele foi todo fofo e falou logo, "Como que você conhece?", eu falei que ja tinha visto ele por ali e tinha lido a sinopse, mas ele perguntou se podia falar um pouco da historia pra mim, que talvez eu não tivesse realmente prestado atenção.
Ai ele me contou que era um livro na pegada Percy Jackson mas que girava em torno do folclore brasileiro, e eu pensei "Eita, parece bom hein" e conversei com o menino mais um tempo até que ele me convenceu a comprar o box inteiro com todos os livros (o que não me arrependo de ter feito, muito pelo contrario).
Quando eu estava saindo do caixa e indo agradecer ao menino pela dica, ele fala assim "Agora deixa eu autografar pra você, eu sou o escritor dos livros".
Meu queixo caiu igual uma jaca podre.
Ele autografou todos os livros e pediu pra que quando eu tivesse lido eu fosse no instagram pra contar pra ele o que eu achei, coisa que até hoje não fiz, mas achei que uma resenha do skoob fosse ser tão fofinho quanto.

ENTÃO
O livro tem sim um ar de Percy Jackson, mas enquanto eu estava lendo só conseguia pensar sobre o Sitio do Picapau Amarelo. Não nos livros, mas na serie que passava na tv quando eu era criança e morava com a minha avó, essa serie passava de manha, então me lembra muito tomar café com ela. Teve um gostinho incrível de nostalgia, misturado com muita aventura e suspense.
É uma leitura bem fluida e quando eu vi já tinha lido tudo e estava indo para o segundo livro. O autor escreveu de uma forma perfeita para ser a porta de entrada para o universo da história, deixando prontíssimo pra que a gente fosse correndo ler a continuação (que também é do babado, mas isso é historia pra outra hora).
Nada como uma boa aventura de um trio de amigos para deixar um quentinho no coração (e no caso desses livros, deixa também a vontade de largar tudo e ir morar em um sitio).
Tenho certeza que os amantes da literatura fantástica vão se apaixonar pela história ver a cultura nacional com outros olhos.
Para fazer uma referencia bem atual, os livros tb me lembram muito a serie nova da netflix. Cidade Invisível é uma serie nacional que parece muito ter se inspirado nos livros do Gustavo Rosseb para uma adaptação adulta.
Pra finalizar, é importante lembrar como é crucial que a literatura nacional seja exaltada sempre que possível, a nossa cultura é muito rica e linda e merece toda a nossa atenção e carinho!

comentários(0)comente



53 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR