Linda, Como no Caso do Assassinato de Linda

Linda, Como no Caso do Assassinato de Linda Leif GW Persson




Resenhas - Linda, Como No Caso Do Assassinato De Linda (vol. 1)


22 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


gislainefrg 25/10/2020

Linda, Como no Caso do Assassinato de Linda
Terminei o livro sem saber o que dizer, sem saber o que sentir.
O livro tem tudo pra uma excelente história, mas mesmo iniciando a leitura sem expectativas me decepcionei.
Penso em futuramente dar uma segunda chance com outros olhos.
comentários(0)comente



Tayla Cristina 11/06/2020

A obra tinha tudo para ser um ótimo livro policial: capa interessante, título sugestivo e uma sinopse atrativa. No entanto, acabou sendo uma grande decepção.

São 432 páginas de um texto enrolado e repetitivo. Um protagonista machista, homofóbico, preguiçoso, autoritário e bêbado.

Talvez a ideia seja exatamente essa: expor a realidade da polícia, falta de comunicação, hierarquia e corrupção. Uma investigação difícil e extensa pela perspectiva dos policiais. Infelizmente, não me cativou.
comentários(0)comente



Aninha.Fillinger 29/05/2020

Cansativo..
Um livro com uma premissa já muito conhecida pelos leitores do gênero investigativo, no entanto, o autor se vale de tantas nuances, tantas histórias paralelas, tanta informação desnecessária que a leitura torna-se cansativa e desinteressante. Chega uma hora da investigação em que nem ao menos sabemos ow he está realmente acontecendo.
Trata/se realmente de Uma investigação policial seria?
Livro ruim, com uma narrativa que não avança.
comentários(0)comente



bayer_yago 17/04/2020

Linda,como no caso do assassinato de linda.
Bem o que posso dizer sobre a minha experiência com esse livro?
Eu tive certa dificuldade de me ligar com a história e lá pela página 300 ainda achava que o autor estava enrolando bastante. Lá pela 350 que foi desenrolar a história, na minha opinião. Foi um final ok. Bem fechado.
comentários(0)comente



Biblioteca Álvaro Guerra 11/03/2020

Bäckström dá mais trabalho a seus colegas policiais do que vários bandidos juntos. Mas o caso é dele. E não poderá ser arquivado sem solução.

Empreste esse livro na biblioteca pública.

Livro disponível para empréstimo nas Bibliotecas Municipais de São Paulo. Basta reservar! De graça!

site: http://bibliotecacircula.prefeitura.sp.gov.br/pesquisa/isbn/9788580577600
comentários(0)comente



@livrosdeanna 16/02/2020

Não gostei
Linda, como no assassinato de linda

Oie gente como vocês estão?
Então outra dica de livro para NÃO ler kkkkk
.
Esse livro é uma história de investigação policial, que eu amo inclusive, mas esse livro foi muito infeliz na história.
.
Linda é uma menina rica e muito bonita que está fazendo estágio na academia de polícia para ser futuramente policial. Num dia ela encontrada morta em sua casa, com vários cortes, machucados, e estuprada.
Toda a cidade pequena que ela mora fica sabendo e toda a comunidade policial busca saber quem foi o assassino.
.
O livro não tem nenhum plot, nenhuma reviravolta, nada nadinha. É um livro morno do começo ao fim. Penso que tinha tudo para ser um bom livro mas não foi. O livro tem mais de 400 páginas, sendo que tudo poderia ter sido resolvido em menos de 200 na minha opinião.
O policial principal do livro é um machista, egocêntrico, e muito chato (ele se acha).
Não sei nem mais o que dizer desse livro, mas a nota dele no Skoob (2.7) condiz perfeitamente com ele, ou seja, muito ruim.
Para quem quer um livro sem nada de interessante, que não te faz sentir nada, e quando descobrem o assassino você fica ?ah ok legal? esse é um bom livro.
comentários(0)comente



Lusia.Nicolino 09/01/2020

E há histórias paralelas!
Nem só de reviravoltas mirabolantes, teorias instigantes e cidadãos acima de qualquer suspeita vivem os romances policiais.
Em Linda. Como no caso do assassinato de Linda, a espera pela condução do caso, as histórias paralelas dos personagens que compõem o núcleo não são exatamente eletrizantes.
E, talvez por isso mesmo, ele seja um bom policial. Porque é assim que a vida é. Suspeitas infundadas, argumentos rebatidos sem dó, a mesmice do cotidiano.
Alguns personagens entram e saem da trama sem contribuir muito nem para o suspense nem para a solução do problema.
A morosidade do caso e as relações entre os personagens que sentimentos despertam?

Os famosos detetives como Sherlock Holmes, Hercule Poirot, Miss Marple eram sempre retratados, como protagonistas, mas à sombra de seus grandes vilões.
Já Evert Bäckström é um policial preconceituoso, sem respeito pelos outros, que vive em Estocolmo e é deslocado para desvendar um crime em uma pequena cidade. Um homem sem carisma, mas com um bichinho de estimação? Descubra qual!

site: https://www.facebook.com/lunicolinole
comentários(0)comente



Bia 22/09/2019

LINDA, COMO NO CASO DO ASSASSINATO DE LINDA – PAIXÃO QUE TERMINA EM MORTE
Eu comprei esse livro simplesmente porque achei o título e a capa muito interessantes. Eu não tinha a menor ideia sobre o que o era a história ou quem era o autor. Só depois de começar a ler que descobri que Leif GW Persson é um super criminologista, que já publicou diversos livros! E descobri também que um dos personagens principais desse livro acabou inspirando uma série protagonizada pelo Rainn Wilson e produzida pela Fox. Eu levei um bom tempo pra realmente engatar nessa leitura, e acho que vocês vão entender o motivo disso.

Linda Wallin era uma estagiária da polícia de Växjö. Ela tinha cerca de 20 e poucos anos quando foi encontrada morta em seu próprio apartamento. Ela tinha sofrido uma série de agressões físicas e sexuais e, por fim, foi estrangulada. A equipe policial da cidade, liderada pelo superintendente Bengt Olsson, pediu auxílio da equipe de Divisão Federal, comandada pelo superintendente Everett Bäckström, para solucionar o crime.

Saiba mais sobre a história pelo link: bit.ly/pdl-linda

site: bit.ly/pdl-linda
comentários(0)comente



Renato 02/08/2019

Arrastado
Arrastaaaadoooo.
comentários(0)comente



Ari_Nay 03/01/2019

Linda como no caso do assassinato de linda
Gostei bastante do livro, provavelmente odiei o personagem principal, mas o interessante foi que isso não me impediu de gostar da história. Gostei da forma como os fatos são contados e sulucionados aos poucos, gostei de como a investigação foi levada e dos fatos pelo arredores da história.
Dudu 14/06/2019minha estante
Compartilho da mesma experiencia.




Cintya Plem 23/09/2018

Linda
Mais uma história que tinha tudo para ser ótima, mas acabou se perdendo. Na verdade essa trama é completamente real, mostrando a verdade em todos os aspectos de um ambiente policial-investigativo, mas se tratando do mistério essa realidade sem graça acabou deixando a leitura morna, afinal eu sempre espero ser surpreendida e isso com certeza não aconteceu.
Linda é encontrada brutalmente espancada e morta no apartamento de sua mãe e a investigação de sua morte é arrastada por paginas, sem indícios do assassino, com detalhes insignificantes o que leva os investigadores ficarem dando voltas sem resultado.
Bäckström é o policial responsável pelo caso e ele é a representação ideal de homem grotesco, machista e intolerável. Sempre se mostrando atencioso com os outros e ao mesmo tempo tendo vários pensamentos sujos e horríveis sobre as situações.
São vários personagens sem nada a acrescentar a história e percebemos que todos tem seus lados bons e ruins, nem todos conseguem ser perfeitos em todos os momentos.
O que mais de chateou foi o desfecho, sem graça, mal elaborado e que deixa um final meio vago, voltamos aqui para a realidade, pois geralmente é exatamente isso que acontece. Eu criei varias teorias até o final, imaginado uma boa reviravolta na trama, mas ela foi simplesmente real, portanto não me agradou.
comentários(0)comente



Livros da Duda 30/06/2018

Linda, como no caso do assassinato de Linda
Eu vi que muita gente comprou esse livro (isso inclui a mim), pois estava com uma promoção bacana na maioria das livrarias (baratinho só R$ 9.90). Antes não tivesse comprado!
E eu tenho motivos para provar:
Primeiro.: Começando pelo personagem Evert Bäckström, policial machista com um ego do tamanho do mundo

Segundo.: O foco do livro é o assassinato de Linda Wallin. Aluna da academia de polícia, brutalmente estuprada e morta. As investigações para localizar o assassino são tão ridículas que até eu que não sou policial teria descoberto primeiro

Terceiro.: O livro se arrasta por 400 e tantas páginas com personagens secundários e assuntos que não tem nada com nada (uma revirada de olhos aqui)

Quarto.: O autor até que tentou encaixar outros assassinatos para ver se engrenava a coisa, mas não rolou. Bäckström só queria tomar cerveja e dar ordens. Localizar o assassino que era bom. Nada!
comentários(0)comente



Lly 04/08/2017

LIDO : 1 vez
DATA : 16/03/2017 - 05/04/2017
TENHO : ??/03/2017
comentários(0)comente



Hugo 23/05/2017

Nem tão Romance porém 100% Policial
O que mais me motivou de escrever uma resenha desse livro na realidade foi a quantidade de resenhas negativas. "Linda, Como no Caso do Assassinato de Linda" é um romance policial que leva a parte do policial no sentido mais literal possível, especialmente pelo fato de 70% da narrativa ser apenas burocracia sendo descrita, o que deixa a leitura um tanto quanto maçante no começo se não houver certa motivação do leitor de querer acompanhar o processo ao invés de querer descobrir o mistério. O protagonista é um caso irremediável de detetive machista que pode te deixar desconfortável com tantos pensamentos mesquinhos a cada diálogo, e apesar dele ser o pior de todos, vários personagens misóginos, racistas e corruptos também não ficam pra trás. Apesar de tudo, todos os elementos negativos apenas destacam que a obra é realmente uma crítica a todos esses valores nos personagens manifestados no seu decorrer, o que fica claro no final da mesma (sem spoilers~).
"Linda" é um caso de narrativa que provavelmente não vai agradar a todos pela sua quase ausência total do elemento de suspense, algo que seria essencial no gênero, porém se valida pelo seu diferencial de outros romances policiais que apenas focam na caçada de um culpado sem ter uma visão o mais interna possível do processo em si.
comentários(0)comente



CisoS 16/02/2017

Sueco seco
O livro se arrasta até a metade, depois a leitura fica mais fácil.
A maior dificuldade creio ser o personagem principal, sujo, preconceituoso, corrupto, incompetente. Nada que se possa gostar, salvo uns pensamentos cínicos aqui e ali.
O livro trata de situação da mulher, racismo (na Suécia) e outras temas modernos, mas perde um pouco no lado diversão.
Bom, mas nem cabeça, nem diversão.
comentários(0)comente



22 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2