Marca da Escuridão

Marca da Escuridão Sylvia Day




Resenhas - Marca da Escuridão


30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


somaisalgumaspaginas 17/06/2019

Gostei bastante
Esse primeiro livro se baseia em como Eva foi marcada e sua luta para se adaptar no mundo de Caim, e sua vontade de ter a vida de humana de volta . Mas será que ela quer mesmo voltar ao que era ? Será que abandonará Caim ? Será que conseguirá viver uma vida sabendo tudo que sabe agora ? Embasbacada com essa história, achei muito criativa , além do toque hot de Sylvia e a semelhança de nomes de suas protagonistas ... No início tive um pouco de dificuldade para me prender a história, mas no decorrer do livro fui me apegando a Eva e aos irmãos Caim e Abel , me apaixonei pelos dois , assim como Eva . O livro tem muita ação , o que foi ótimo , muito mistério e intrigas .Interessante foi que os pontos de vista da história mudavam sempre e você conseguia se situar em qual mente estava com poucas palavras lidas , Sylvia nos mostra o interior dos personagens o que nos deixa mais próximos deles . Amei a história e já quero ler a continuação.
Com quem será que Eva ficará ?
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



A Deusa Literária 01/04/2019

Caim foi punido por Deus - seu pai - por ter matado seu irmão. Para ser perdoado, Deus lhe deu o trabalho de caçar demônios. Como o número de demônios na terra aumenta o tempo inteiro, o Grande Poderoso resolveu recrutar humanos pecadores para participar da caça.

Existem empresas responsáveis por cuidar de toda atividade que envolve os demônios, e como em toda empresa, há regras a serem seguidas.

Evangeline pecou: teve uma incrível noite de amor com um maravilhoso estranho. Por isso, recebeu a marca de Caim. Agora, sendo caçada por demônios, ela precisa se adaptar à nova vida e lidar com um triângulo amoroso paranormal.

Comprei essa saga na black friday e só agora comecei a ler. Nas primeiras páginas já me senti muito feliz com a escolha. Vejo muita gente falando da Sylvia. Acreditam que esse é o primeiro livro dela que eu leio?

O livro começa com Eva sozinha em uma batalha. A ajuda demora para chegar e a encontra gravemente ferida. Quando achamos que vamos saber o que aconteceu após os ferimentos, a história volta no tempo para nos mostrar os acontecimentos que levaram até o atual combate.

A história vai se desenrolando e nos mostrando o que levou Eva a pecar e receber a marca. Aliás, quase tudo se desenrola a partir da marcação dela.

O universo de Marcas é cheio de seres bíblicos - arcanjos, Deus, demônios… - e místicos - fadas, lobisomens...Há várias referências bíblicas, mas nada muito massante.

Abel e Caim acabam apaixonados por Eva. Em alguns momentos, os irmão precisam trabalhar juntos para conseguir mantê-la em segurança. Vale ressaltar que Eva é uma personagem forte e aguenta muito bem a guinada que acontece em sua vida e faz de tudo para não depender tanto dos irmãos.

O livro é cheio de aventura, romance, suspense, momentos quentes... É muito bom! Fiquei chateada com o final, pois não esclareceu um ponto importante (por isso nota 4,5). Ainda bem que já tenho a continuação! haha
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Babih - @capadura_cmole 08/09/2018

Caim ou Abel?
A Marca da Escuridão é o primeiro livro da série Marked.

Evangeline é uma descrente de Deus. Que no passado se envolveu com Alex Caim e foi abandonada pelo mesmo. Anos depois Eva estava indo para uma entrevista de emprego quando é atraída por Reed (Abel) até a escada de incêndio do prédio onde ela recebe a Marca de Caim por ter seduzido Caim anos atrás e duvidar da existência de Deus. Tornando Eva uma caçadora de demônios. Agora ela terá de lidar com os desafios dessa nova vida.

Eva é independente, batalhadora. Trabalhava como design de interiores até o dia que recebeu a marca. Quando tinha 18 anos, em uma única, noite se entregou a Caim. Ficando sob a mira de Deus. Sua falta de fé e língua afiada será seu tendão de Aquiles nessa nova jornada como caçadora de demônios. .

Caim é um homem marcado pelo tempo. Condenado a viver matando demônios até que sua punição por ter matado Abel seja cumprida. Deus o encarregado de treinar Eva e cuidar para que ela não morra. Tentar reconquista-la não será fácil, Eva guarda muita magoas dele.

Abel Reed o famoso irmão de Caim e também caçador de demônios. Ficou encarregado junto ao irmão de treinar Eva e evita que a mesma morra. Reed tem ambição e fara de tudo para se tornar arcanjo e gerenciar sua própria empresa de treinamento. Se a luta entre os irmãos já era acirrada, com a chegada de Eva essa luta milenar ganhará novas proporções.

Ah que livro maravilhoso! Conhecer um novo lado das histórias da Sylvia me tornou ainda fã do trabalho dela. Sou super apaixonada por esse universo de anjos, demônios. Então, foi uma grata supresa. Eva me lembrou um pouco de mim mesma.Seu jeito de agir perante algumas coisas impostas, sobre questionar tudo ao seu redor. E o que dizer desses irmãos? Confesso que sou #TeamReed. Amo demais esse serzinho. E a narrativa leve, com detalhes e várias referências a bíblia. Quem gosta desse universo é uma super recomendação.

site: https://www.instagram.com/capadura_coracaomole/
comentários(0)comente



Vanessa | @LendoeMaratonando 02/08/2018

Resenha original no blog Diário de Vanessa
Foi muito difícil escrever a resenha para esse livro, Sylvia Day é uma das minhas autoras favoritas e sempre gostei muito de tudo que ela escreve, quando comecei a leitura estava com as expectativas bem altas.

Marca da Escuridão é o primeiro livro da série Marked, que foi toda publicada no Brasil pela Faro Editorial, ao todo a série conta com quatro títulos, são eles: Marca da Escuridão, Marca da Destruição, Marca do Caos e Marca de Guerra.

Nesse livro vamos conhecer Evangeline, o mais novo motivo de discórdia entre os famosos irmãos Alec Caim e Red Abel, que estão na Terra caçando demônios e outras criaturas bem bizarras.

Aos dezoito anos Eva teve sua primeira noite de amor com Alec e mesmo sendo abandonada pelo rapaz ela acaba se apaixonando por ele, dez anos depois Red o irmão de Alec marca Eva com a marca de Caim e partir dai Eva será obrigada a se tornar uma caçadora de demônios. Seu mentor será Alec e seu chefe será Red.

Desejada pelos dois irmãos, marcada como pecadora e obrigada a enfrentar um mundo onde demônios, lobisomens, magos, fadas e outras criaturas muito bizarras existem, Eva vai descobrir que levar uma vida normal não vai ser tão fácil como ela imaginava.

Esse não foi o melhor livro da Sylvia Day que eu li, talvez por ser fã da autora e amar tudo que ela escreve eu tenha ido com “muita sede ao pote.” Achei a história um pouquinho confusa e arrastada em alguns momentos. A premissa é bem interessante e os personagens foram bem criados mas acho que faltou um pouco de química entre o casal.

Caim é um homem incrível que fez tudo pela Eva e ela meio que fica se fazendo de difícil o tempo todo. E se você se acostumou com as cenas sensuais que a autora sempre coloca em seus romances não espere muito desse, as cenas são poucas e como já comentei, falta a química .

Maaaaaaas nas últimas páginas do livro coisas muito interessantes acontecem e eu acredito que o segundo livro seja beeem melhor que o primeiro, então não vamos desanimar pois Sylvia tem o dom de surpreender seus leitores.

site: https://diariodevanesa.wordpress.com
comentários(0)comente



Luana Moraes 03/06/2018

Marca da Escuridão
Sylvia Day mesclou fantasia com um romance quente. Foi meu primeiro contato com esse tipo de escrita da autora e gostei bastante, confesso que prefiro Marca da Escuridão, a série mais famosa dela, Crossfire.
O enredo é bom, a trama se desenrola de uma forma bem interessante e me deixou ansiosa pelo segundo volume. E espero que a autora não me decepcione.
A narrativa é em terceira pessoa.
comentários(0)comente



nathy 29/05/2018

Não diria que é um livro ruim
Senti uma sensação de déjà vu quando vi Evangeline - ou simplesmente Eva - entrar na Gadara Tower para uma entrevista de emprego. Sensação essa, causada por leituras eróticas feitas por mim anteriormente e que possuíam este ponto comum - sendo Toda Sua da própria Sylvia um exemplo. É claro que a sensação parou por ai tendo em vista que Marcas da escuridão, da americana Sylvia Day, vai além do erótico e se aventura na fantasia; mostrando um mundo vivenciado por humanos, anjos e demoníacos.

A história começa com Eva já em ação depois de ser marcada e de cara vemos as suas dificuldades em se adaptar à sua nova vida, a de amaldiçoada a ser caça e caçadora de demoníacos. Depois deste pequeno interlúdio voltamos ao dia em que ela foi marcada por Reed Abel e posteriormente por Alec Caim, um homem misterioso que fez parte do seu passado e que está de volta para ser o seu parceiro, protetor e tutor. Pelos nomes dos personagens principais - Eva, Caim e Abel - dá para se notar que a autora usa os personagens históricos/religiosos, Caim e Abel, em sua trama. E assim como no livro religioso, os irmãos portam certo antagonismo agravados aqui, pela ligação de ambos com Eva; sendo Abel o chefe e responsável por designar as missões da protagonista e Caim o responsável por ensiná-la a sobreviver a esse mundo totalmente louco.

A atmosfera criada em Marcas da Escuridão é algo diferente do que estava acostumada à acompanhar da autora - meu único contato com ela tinha sido por meio da série crossfire -, mesmo sabendo que ela já tinha se aventurado em temas "angelicais" com a série Renegade Angels. Não sei se foi por esse motivo que estranhei o mundo criado pela Sylvia ou o que é pior, a maneira como ela narrou a trama. A verdade é que a narrativa em terceira pessoa e os próprios elementos criados pela autora foram postos de uma maneira que me confundiram, me peguei diversas vezes tentando entender os significados e formas dos seres sobrenaturais que apareciam e o que estava da fato acontecendo. Sabe aquele exercício de ler e imaginar como as cenas acontecem? Me peguei fazendo isso e para o meu próprio desgosto não conseguia formar ás cenas com clareza, especialmente as que tinha ação.

VEJA RESENHA COMPLETA NO BLOG


site: http://ventoliterario.blogspot.com.br/2018/05/o-vento-me-disse-65-marca-da-escuridao.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Fabiana @bibliotecadabia 24/04/2018

Diferente!
Ainda não li a série Marca toda, esse foi meu primeiro livro da Série. O livro é diferente, como conheci Sylvia Day através da Série CROSSFIRE, não consigo deixar de comparar.

Ele não é um livro envolvente, pelo menos não foi para mim. Achei a história interessante, mas não fiquei morrendo de amores pelo livro ou seus personagens.

Ele é um pouco confuso no início mas depois peguei o jeito.

Não sei se leria ele novamente, acredito que não. Recomendo que leiam e tirem suas conclusões.
comentários(0)comente



Barbara.Lucia 05/03/2018

Melhor que o primeiro,mas confuso
Gostei mais desse que o primeiro,apesar de não ter senas de sexo. Praticamente só a intenção do ato. Apesar de ter gostado mais desse, achei muito confuso e cheio de rodeios por parte da autora. Ela voltou a tópico que já tinha citado antes no primeiro livro.
comentários(0)comente



Lili Dantas 30/01/2018

A Sylvia Day que você não conhece...
"O pecado o ameaça à porta; ele deseja conquistá-lo, mas você deve dominá-lo."
_O Senhor para Caim, Gênesis 4,7

Hey leitores fantásticos!

Hoje vou falar de Marca da escuridão, é o primeiro livro da série Marked, da incrível Sylvia Day, publicado aqui no Brasil pela Faro Editorial. Em sequência teremos Marca da destruição - livro II, e por último Marca do caos - livro III. Ouvi falar por aí que também existem dois contos que compõem a série, não sei se a Faro vai publicar, vamos torcer que sim.

Depois de uma noite de amor incrível, Eva descobre que foi marcada. Ele era Caim.

Acredito que todos em algum momento devem ter lido a Bíblia, certo?! Se sim, quem ouviu falar da história de Caim e Abel?!

A história de Caim e Abel é narrada no livro de Gênesis. Este teria sido o primeiro homicídio da história da humanidade. Adão e Eva, após serem expulsos do jardim do Éden, tiveram um filho, chamado Caim, e, posteriormente, tiveram Abel. Os dois irmãos cresceram juntos.
Em determinada ocasião, Caim e o seu irmão mais novo Abel apresentaram ofertas a Deus. Caim apresentou frutos do solo, do seu trabalho braçal mais pesado, e Abel ofereceu primícias do seu rebanho (Uma ovelha), a que mais amava e que recebeu de Deus. (Gênesis 4:3, 4). A oferta de Abel teria agradado a Deus, enquanto que a de Caim não, caindo-lhe o semblante.
Deus diz a Caim, após ver o seu semblante caído por ter sua oferta rejeitada: "Se procederes bem, não é certo que serás aceito?" (Gn 4.7).
Possuído por ciúmes, Caim armou uma emboscada para seu irmão. Sugeriu a Abel que ambos fossem ao campo e, lá chegando, Caim matou seu irmão.
Respondendo ainda com arrogância ao ser interpelado por Deus, o Criador sentenciou-o ao banimento do solo, além de ser condenado à condição de errante pelo mundo, que parte em busca de um futuro indefinido em um deserto de homens. Caim lamentou a severidade da sua punição e mostrou ansiedade quanto à possibilidade de o assassinato de Abel ser vingado nele, mas, ainda assim, não expressou nenhum arrependimento. O Criador "estabeleceu um sinal para Caim", o signo protetor que designa a criatura de Deus, a marca do filho de Adão, para impedir que fosse morto, mas o registro não diz que esse sinal ou marca fosse colocado de algum modo no próprio Caim. Deus disse ainda que quem o matasse seria "castigado sete vezes". (Fonte: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Caim_e_Abel )

Mas Lili, porque toda a "estrada da memória" de Caim e Abel?
Simplesmente, porque eles são protagonistas dessa história, juntamente com Evangeline Hollis, nossa Eva, que não, nessa história não é a mãe deles, apesar de ter o mesmo nome (após a leitura, senti que fosse uma espécie de ironia).
O Alec Caim e o Reed Abel, na série Marked, são os célebres Caim e Abel filhos de Adão e Eva. Looooooucura! Rs...

Eva olhou para a tela do computador e sentiu um pânico estranho, indefinido.
A marca de Caim. A marca dada por Deus a Caim como proteção enquanto vagava pela terra como punição por ter matado Abel, seu irmão.
Eva fora marcada por um fanático religioso.
Aquilo era bastante assustador.
(Pág.28)

Confesso que isso foi o que mais despertou minha curiosidade por esta leitura, talvez por ser fantasia e o oposto do que eu já li da Sylvia Day até hoje, contando Crossfire.
Eu mergulhei de cabeça. E já adianto que deveria virar filme. Sabe aquelas histórias que você já imagina os atores, locação, efeitos especiais... Essa com certeza é uma delas. Se isso acontecer, meu ingresso no cinema está garantido.
Aos mais religiosos, que tiverem receios em relação a esta leitura, fiquem tranquilos, não é ofensivo, a autora só pegou a história de Caim e Abel como referência, de resto, é tudo fantasia. Vale a pena conferir.

Eva conheceu Alec Caim quando tinha 18 anos, ela viu o bad boy e se apaixonou perdidamente, não a culpo, também teria me apaixonado - pausa para suspiros -. É o tipo de "homem" que bagunça todos os nossos sentidos.
Caim faz o estilo motoqueiro sexy, o tipo que é difícil resistir (falo por mim, culpada! Mas quem resistiria?). Depois de um breve e intenso caso, ele a abandona.
10 anos depois, ela já é uma mulher, corajosa, determinada, independente, linda (ela é descrita como de descendência asiática, o que me fez lembrar a própria autora). Eu sinceramente gostei de Eva. Diferente de muitas mocinhas por aí, ela não se abala, pega o que lhe foi dado e tenta o seu melhor.
Ela é designer de interiores, e munida de seus melhores desenhos, foi fazer uma entrevista no Gadara Tower. Raguel Gadara estava expandindo seu império imobiliário, e Eva concorrendo à vaga de emprego. Era o que ela estava fazendo naquele prédio quando recebeu a "Marca de Caim".

_ Estou enlouquecendo.
Depois de tomar banho, olhou para a queimadura no braço: uma triquetra de dois centímetros e meio, delimitada por um círculo pequeno de três serpentes, cada uma comendo o rabo daquela diante dela.
(Pág.29)

Triquetra é um simbolo usado no cristianismo, na magia, na bruxaria, na Wicca e em geral no Ocultismo. (Fonte: https://pt.m.wikipedia.org/wiki/Triquetra )

Reed Abel deu a Marca de Caim a Eva. A semelhança que ela viu em Abel enquanto era marcada por ele, é simples, como vocês já sabem, eles são irmãos. Foi isso que a fez sentir-se atraída por ele no dia em que foi marcada, pois Eva nunca esqueceu Caim.
Apesar das semelhanças físicas dos irmãos, Abel é o oposto de Caim, ele faz o estilo engomadinho, sempre muito bem vestido com termos caros, cabelo impecável... E uma postura mais relaxada e provocadora que Caim, que por sua vez, tem um semblante mais fechado, menos receptivo, ele carrega muita culpa e isso me faz simpatizar automaticamente por ele.

Suas feições... Meu Deus, eram muito parecidas com as de Alec Caim, como se fossem irmãos. A pele lisa e cor de oliva, os cabelos bem pretos e os olhos castanhos como café expresso. Era o sexo encarnado.
(Pág.22)



Alguns diriam que é um triângulo amoroso, eu não senti dessa forma. Um me parece ter sentimentos genuínos por Eva, o outro, soou mais como somente luxúria. Mas tenho que ler o restante da série pra ter uma opinião mais segura sobre as intenções amorosas dos três.
O mesmo sentimento que Eva teve enquanto tentava desvendar tudo o que estava acontecendo, foi o que eu tive no decorrer da leitura, de que tudo é uma loucura.
Eva é agnóstica, mais difícil ainda pra ela entender e aceitar todas as mudanças e a realidade que a Marca de Caim trouxe pra sua vida.

_ Evangeline... - Alec disse, nervoso. - Você não precisa gostar Dele, mas você precisa respeitar Seu poder.
_ O que mais Ele pode fazer contra mim? - ela disse, afastando-o.
(Pág.66)

Ninguém pode negar que Sylvia Day tem o dom de contar histórias. Ela cria uma trama tão envolvente, que é impossível não mergulhar na "loucura" dela.
Anjos, demônios, marcados, lobisomens, tengus...? Todos reais! Mas qual a função de Eva no meio de toda essa loucura, que até pouco tempo ela nem sabia que existia?
Ela agora é uma marcada. Os marcados são humanos pecadores, que foram recrutados por Deus para ajudar Caim a expulsar os demônios da terra, essa seria a "redenção" de Caim. E é o novo "trabalho" de Eva.
É claro que é muito mais do que isso. O livro é recheado de informações e justificativas fantásticas.

(...)
_ Droga... Acho que não é coincidência.
_ Coincidências não existem.
_ O que está acontecendo? - Eva cobriu com a mão a sua marca. _ O que isso significa?
_ É um chamado, anjo. Um...
_ Achei que era uma punição.
_ Também pode ser.
(Pág.64)

Marca da escuridão é uma aventura de tirar o fôlego, tem ação, romance, suspense... É sexy! A cada capítulo eu ficava mais curiosa com o desfecho. Também tem um toque de humor, e eu me diverti ao imaginar algumas situações.
Eu nem preciso - mas vou dizer mesmo assim - que eu amo e sempre fico encantada com as edições dos livros da Faro Editorial. Capa incrível (essa eu particularmente amei, já disse aqui que prefiro capas enigmáticas, do que as óbvias), páginas amarelas primorosas com fonte adequada (meus olhos que amam ler na madrugada agradecem), diagramação, espessura das folhas... Tudo perfeito como sempre!
Aos amantes de histórias fantásticas, super recomendo essa série!

Melhor quote...
_ Seu corpo não metaboliza o álcool - ou qualquer substância psicoativa - como antes.
Ela deixou a mão cair e bateu o punho fechado sobre a bancada. Encarou Alec, semicerrando os olhos com raiva. - Você está dizendo que nunca mais vou sentir um barato?
_ Você pode ter um orgasmo daqui até a eternidade - Alec revelou - Não é barato o suficiente pra você?
_ Merda.
_ Posso ajudar nisso.
_ Cala a boca! - Eva vociferou. - A culpa é toda sua.
(Pág.63)

Ficaram curiosos? Ainda tem o booktrailer!
http://youtu.be/zUluKv8dUWw

Até, Marca da destruição!

Beijo, beijo,
Lili


site: http://leiturasefofuras.blogspot.com.br/2016/04/resenha-marca-da-escuridao-de-sylvia-day.html
comentários(0)comente



C. Aguiar @coelhoobrancoo 10/01/2018

Evangeline tem uma vida comum até cruzar com Alec Caim. Após tirar sua virgindade ele vai embora sem deixar qualquer rastro e Eva precisa aceitar isso, mas depois de 10 anos seu destino estará novamente ligado ao de Alec.
Após ir a uma entrevista de emprego Eva acaba conhecendo um homem misterioso que lembra muito Alec. Os dois acabam sentindo uma atração quase animalesca um pelo outro e após um sexo maravilhoso Eva acorda completamente desnorteada, e com uma dor absurda no braço.

Depois disso a vida da garota começa a ficar cada vez mais complicada. Eva agora é uma marcada, alguém que luta contra as forças malignas que habitam o planeta, mas ela não quer nada disso.
Eva quer sua vida antiga de volta, mas pelo visto conseguir isso não vai ser nada fácil. Como se não bastasse toda essa confusão, ela descobre que o homem que a marcou/fez sexo com ela é o irmão de Alec.

Alec acaba voltando para a vida de Eva afim de ajudá-la em sua nova jornada, contudo não vai ser nada fácil essa interação entre os dois. Como se não bastasse toda essa confusão, Reed o irmão de Alec é um dos responsáveis por Eva e ele acaba sentindo-se cada vez mais atraído pela jovem.
Como uma garota igual a ela se meteu em uma confusão tão grande que envolve o plano celestial?
O livro tem como background anjos, demônios, diversas criaturas e Caim e Abel. Apesar da relutância de Eva em ser uma marcada, ela não quer fugir dessa responsabilidade e deixar que pessoas fiquem com problemas enquanto ela fecha os olhos para o seu novo dever.

A estrutura toda da história é muito interessante, mas senti que tudo correu muito rápido. Sem contar que o primeiro capítulo do livro é a continuação do final dessa história. Então já vemos Eva lutando e sendo mais ativa/treinada do que ela é no livro todo.
Quando você lê o primeiro capítulo não tem qualquer explicação sobre a situação, então talvez o leitor fiquei um pouco confuso, mas após esse capítulo vamos montando todas as peças até chegar a situação atual.

Espero que a história comece a ficar mais profunda com o passar dos livros, pois tem tudo para crescer.
Não achei qualquer erro durante a leitura e ainda estou em dúvida se Eva e Alec são um bom casal, pois ainda estou avaliando o relacionamento deles.

site: http://www.seguindoocoelhobrancoo.com.br/
comentários(0)comente



Bel 20/10/2017

Nunca imaginaria!!
A história com personagens conhecidos (Caim e Abel - é esses mesmos!! da bíblia!!!), como voces jamais imaginariam. Adorei cada linha do tres livros, mas o quarto me decepcionou um pouco. Acho que poderiam ter acrescentado as 100 páginas no ultimo livro e encerrar de forma honrada a história.
comentários(0)comente



De Olivato - @olivatobooks 23/09/2017

“Pessoas inteligentes aprendiam com seus erros; não continuavam cometendo os mesmos.”
Este livro nos conta a história de Eva – Evangeline – que tem uma vida normal que não gosta muito, porém não se sente confortável para sair da própria bolha e mudá-la.

A vida da nossa protagonista muda drasticamente quando ela recebe a Marca de Caim, agora Eva não é mais uma designer de interiores, ela se torna uma caçadora de Demoníacos. Por não ter nenhum treinamento como Marcada, Eva é destinada a um tutor que se chama Alec Caim e tudo estaria “normal” se não fosse pelo fato de que ele é o cara que tirou a virgindade dela quando adolescente e sumiu.

Como a vida é uma caixinha de surpresas, Eva acaba conhecendo Reed Abel que é o irmão de Alec e acaba se sentindo especialmente atraída por ele. Disputada pela atenção dos irmãos e aprendendo a caçar demônios, Eva se vê desejando a vida pacata que tinha mais do que nunca.

Eu gostei muito da escrita da Sylvia, é algo que flui muito naturalmente, eu só não amei mais esse livro porque em alguns momentos a escritora se desvia totalmente do foco para acabar em sexo. Fora isso, é um livro muito bom, eu com toda a certeza quero ler a continuação dele, é um pouco introdutório e me deixou muito curioso e com várias teorias do que pode vir pela frente.

“Não vou desempenhar o papel de fantoche sem tomar minhas providências.”

No Skoob, eu dei 3,5 e recomendo para todos que querem ler um livro adulto com uma pitada de fantasia.

site: https://www.instagram.com/p/BZH1zvGFiJt/
comentários(0)comente



30 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2