Gênesis

Gênesis Bernard Beckett




Resenhas - Gênesis


87 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


julisianthus 05/01/2021

Uma experiência diferente
A história é contada de uma forma totalmente diferentes e confesso que eu demorei algumas páginas para me acostumar. Porém antes que eu pudesse perceber eu já estava envolvida na trama e tirando minhas próprias conclusões sobre tudo aquilo que é apresentado no livro.

O final pra mim foi algo extremamente inesperado e me gerou muitas reflexões ao final da leitura. Assim que terminei de ler, fiquei alguns minutos com o livro nas mãos tentando absorver tudo o que havia acontecido.

Mesmo a história sendo contada de uma forma diferente, ainda assim ela te prende e você quer saber o que vai acontecer e onde tudo isso vai dar.
comentários(0)comente



Duda 27/09/2020

Gênesis
Este livro acompanha Anax em sua prova sobre Adam Forde, seu herói, para entrar na Academia que dura várias horas. Em frente aos Examinadores ela deve provar que esta apta para ser aceita por essa instituição que comanda a sociedade.

Em meio a esta avaliação várias questões como "O que é consciência?", "O que significa ser humano?" e "O que significa ter uma alma?" são abordadas de maneira inteligente e que levam o leitor a se questionar sobre esses assuntos também. Ao longo da história vamos conhecendo mais sobre a história, formação e funcionamento daquela sociedade que se distanciou do resto do mundo e vive em isolamento, não permitindo a entrada de ninguém.

Gosto muito desse livro pela maneira como foi escrito, tendo como capítulos horas da prova de Anax intercaladas por intervalos, que permite conhecer melhor a personagem principal, acho super interessantes as reflexões propostas (muitas vezes ficava encarando a parede por um bom tempo pensando no que acabei de ler) e a cada capítulo há um mundo novo a ser descoberto, sem falar no final, que me surpreendeu muito.

"O que veio primeiro: a mente ou a Ideia da mente? "
comentários(0)comente



Farol de Areia 03/08/2020

A história é contada de uma forma diferente... É uma defesa de uma tese, para uma banca.
Assim, há discussões interessantes durante a apresentação da tese (levando o leitor a refletir sobre os tópicos), e um final bom... Não é um plot twist do mais memorável, mas pelo menos foi inesperado.
comentários(0)comente



Nubay 30/07/2020

Genesis Bernard Beckett
"Na ocasião em que a Terra foi arrasada pela Peste, os sobreviventes reuniram-se em uma nova sociedade. Separados do mundo exterior por uma cerca em pleno oceano, vivem em absoluto isolamento ? aviões que se aproximam são abatidos; refugiados, executados. Até que um soldado escolhe romper com as regras e, em vez de disparar, resgata das águas uma menina. Seu nome é Adam Forde. Ele muda para sempre o curso da História.(...) Anaximandra, uma jovem de 14 anos, estudou a fundo esses dados históricos. Numa sala com pouca luz ela está sentada diante de três Examinadores para uma exaustiva prova de quatro horas. Adam Forde, seu herói, morto há bastante tempo, é o tema do exame. Se aprovada, ela será admitida na Academia ? a instituição de elite que governa aquela sociedade utópica. Anax, porém, está prestes a descobrir que nem tudo consta dos registros acadêmicos. Há fatos, imagens, arquivos a que nem todos têm acesso. Antes que a avaliação termine, virão à tona o obscuro segredo da Academia e a realidade assustadora daquele admirável mundo novo.Inquietante e de uma ingenuidade encantadora, Gênesis conduz a um futuro em que antigas ? e eternas ? questões filosóficas se chocam com o avanço tecnológico ? quando o significado de ser humano, ter consciência e ter alma tornam-se questões centrais.Bernard Beckett tem formação em Economia e leciona em escolas do ensino médio em Wellington, na Nova Zelândia. Gênesis é seu oitavo livro, vencedor do New Zealand Post Book Awards, o mais prestigiado prêmio de ficção para jovens do país.Tem um desfecho absolutamente atordoante, digno dos clássicos de ficção científica.O cuidado com a narrativa e o final surpreendente imprimem uma bem-vinda novidade ao argumento já familiar.Um romance jovem bem diferente: acertado, cool..."


Procurando um livro de ficção científica, me deparei com esta resenha, fiquei toda empolgada, mas a história não funcionou para mim, o livro se arrastou, a minha mente se dispersava e tive que voltar a reler os trechos varias vezes, e muitas outras pensei sei em abandonar, nem o final que diziam prometer, me causou qualquer emoção, enfim, a experiência não foi boa.
comentários(0)comente



Gii Peraro 21/07/2020

Uma excelente surpresa.
Quando comprei esse livro, há muitos anos atrás, não dei muita atenção a ele e o deixei na estante, junto dos demais na esperança de que um dia o leria. O dia chegou, comecei a história sem qualquer expectativa e a medida que ela se desenrolava, mais curiosa eu ficava. "Por que vemos essa história contada pela perspectiva dessa garota?" "Quem ela é realmente?" "Qual a participação dela na história e a relevância disso". As dúvidas para esses questionamentos apenas são sanadas nos momentos finais do livro, quando você é totalmente surpreendido com a cena extra que não era inclusa no estudo dela e a explicar de quem ela é e qual a relevância dela de fato. Gostei bastante de mergulhar nessa utopia um tanto distópica. Recomendo bastante.
comentários(0)comente



Viviana Mendonça 15/07/2020

Muito bom
Realmente uma leitura rapida
Só não terminei antes, por que tenho dois filhos...rs
Mas gostei muito da leitura e um final surpreendente!!
comentários(0)comente



Wesley 29/01/2020

Qual a verdade da história?
Livro: Genesis, de Bernard Beckett

Um tempo que o planeta foi assolado por uma peste, seus sobreviventes isolados criaram uma sociedade impondo regras para ter um futuro livre e de qualidade.

Uma jovem, conhecida como Anaximandra, em uma pesquisa para ser aceita numa escola de elite descobriu fatos que a muito tempo vem sido omitidos pela sociedade.

Será que pondo tanto conhecimento a prova Anaximandra conseguirá sua tão estimada vaga?

O livro com com uma história bem profunda, inicialmente podendo confundir e arturdir o leitor, mas conforme se desenvolve tudo começa a ficar muito claro e o final? Um impacto inesperado!!!


site: Instagram.com/wesley.elivros
comentários(0)comente



Poliana 12/01/2020

Um livro sobre a humanidade, pensamentos e consciência. Anax, uma menina que vive num futuro distópico, para entrar na A Academia, instituição que rege a sociedade, passa por um tipo de teste, defender uma tese, essa tese é Adam, o homem que parece ter mudado o rumo da história que os permitiu ser quem eles são. Adam conviveu com Art, um tipo de robô com inteligência artificial, e durante o tempo que passaram juntos suas ideias entre ser humano e ser máquina pensante entravam em constantes conflitos. Seria uma máquina pensante melhor que um ser humano, esse pensamento seria possível ou melhor desenvolvido que o dos humanos? Art se tornou mais humano por conta de Adam? ou foi Adam que viu a evolução da sua espécie deixando ele mesmo se transformar em Art?
comentários(0)comente



Monica Baumann 01/09/2019

Resenha: Gênesis - Bernard Beckett
Narrado em terceira pessoa o livro do autor Bernard Beckett é empolgante, reflexivo e curioso, curto, rápido e a leitura flui bem.

A história de Gênesis ocorre num futuro pós apocalíptico, e é narrado de uma forma bem interessante pelo autor. Anaximandra está tentando entrar na Academia e durante a leitura descobrimos que esse é ‘órgão’ que governa o mundo atualmente e a medida que Anax vai evoluindo no teste de admissão da Academia, através das perguntas feitas pela banca de jurados e das respostas de Anax é que história nos é contada.

Anax nasceu na República e estudou toda a história afim de aprender e compreender todos os fatos que levaram as Ilhas a serem o que eram. Ela conhecia toda a história e detinha um fascínio idiossincrático pela história de Adams, a quem em tese, era o herói que havia dado a República o motivo para ser a utopia que ela havia se tornado. Seu tema para o teste da Academia é a história de Adams, a qual Anax acredita conhecer piamente, mas o que ela não sabe é que nem toda verdade pode ser dita principalmente quando ela pode por em risco o futuro de toda uma sociedade.

A única coisa que une os indivíduos são as ideias. As ideias mudam e se espalham; mudam de hospedeiros com a mesma frequência com que esses hospedeiros mudam de ideias.

Essa história é muito boa, te faz pensar bastante é de certa forma filosófico sobre o que nos faz diferente de animais e maquinas. Ao contar a história de Adams tanto ela quanto nós leitores somos obrigados analisar e nos perguntar "o que nos torna humanos?"

Talvez seja necessário, para que uma sociedade funcione, que exista certo nível de empatia que não pode ser eliminado.

Adams percebe que as normas não são justas, ele nota que a sociedade que ele vive apenas se auto defende sem nunca dar espaço para esclarecimento, e é a convivência dele com Art e forma com que ele tenta esclarecer para Art que ele é apenas uma maquina, enquanto ele, Adams, é um ser humanos, que nos leva há um questionamento mais profundo. O que nos leva a ser diferente uma máquina? O que nos torna consciente, e o que é está consciência?

Bernard Beckett leva o leitor a questionamentos profundos e os põe diante de confrontos que muitas vezes evitamos por não saber como travar o confronto.

É no conflito que nossos valores são expostos com clareza.

Não vou falar mais sobre o que acontece porque é importante ler sem saber nada. Mas saibam que o final foi como uma alfinetada no cérebro já que para mim foi um fim totalmente inesperado e sinceramente, posso dizer que a surpresa guardada até o fim foi a melhor parte do livro.

A alma oferece a vocês conforto, e a única exigência em troca é ignorância.

Recomendo a leitura. É bem interessante. Além disso é um livro único, coisa cada vez mais rara hoje em dia.

site: https://bebendolivro.blogspot.com/
comentários(0)comente



Nathalia 15/09/2018

CHOCADA
Esse livro é tão maravilhoso, com uma história tão complexa, mas que ao mesmo tempo é contada de maneira tão simples, que eu nem sei muito bem como escrever essa resenha sem soltar sem querer algum spoiler. Só o que sei é que estou CHOCADA e que esse autor é BRILHANTE! Não é à toa que é um livro premiado.

Para ser aprovada para entrar para a Academia, Anaximandra precisa ser "entrevistada" por uma banca de examinadores, que fazem perguntas sobre um determinado tema (tipo uma prova oral mesmo), tema esse que é escolhido previamente pelo próprio aluno avaliado. No caso dela, Anax escolheu como tema de sua avaliação a história de Adam Forde, rapaz de grande importância para a história daquele novo mundo — e por quem Anax nutre grande admiração. Quando a Terra é devastada novamente pela peste, uma nova sociedade surge. Literalmente "ilhados", os sobreviventes vivem em uma ilha cercada por todos os lados, onde ninguém entra ou sai (por precaução, é o que dizem. Afinal, não podem correr o risco de deixar o vírus entrar na Ilha, certo?). Mas quando Adam, um dos soldados que vigia a cerca, permite a entrada de uma menina, o resultado é de GRANDES consequências.

Gênesis tem um estilo de narração completamente diferente de tudo o que eu já vi, e esse estilo, sem dúvida alguma, é crucial para que, no fim do livro, nós fiquemos tão impactados quanto ficamos. Contado em forma de entrevista, o livro todo se passa em quatro horas, e ele não é dividido por capítulos, como os livros normais — ele é dividido por "blocos" de horas.

Já fazia algum tempo que um livro não conseguia me abalar tanto quanto esse me abalou. Eu juro estar chocada até agora! E essa capa... ah, essa capa! Só mesmo depois de ler a última página, você vai entender o que ela representa. E que sacada GENIAL ela foi!

Por abordar, mesmo que de forma muito leve, temas bem filosóficos e bem profundos (na minha opinião, ao menos), é bem provável que não seja qualquer pessoa que vá gostar tanto assim dessa história — a nota de somente 3.9 aqui no Skoob deixa isso bem claro. Acredito que ele exija um pouquinho de maturidade literária para ser apreciado como realmente deve ser. Livro recomendadíssimo!
comentários(0)comente



Ana De livro em livro 30/01/2018

Gênesis
Nesta época em que ocorre a estória
a terra foi devastada por uma peste, os sobreviventes se reorganizaram em uma sociedade separados por um oceano. Todos que se aproximavam eram abatidos. Até que Adam um soldado treinado como todos os outros em um sistema rígido infringe as regras e resgata uma menina do mar envolvendo a todos em uma situação que mudaria tudo.
O livro é muito envolvente e singelo, cheio de filosofia com um final imprevisível.
comentários(0)comente



Jess 25/10/2017

É aquele tipo de estória que começa deixando o leitor meio perdido, tentando juntando os fatos e entender o todo. A verdade só fica evidente no último capítulo e é chocante, me surpreendeu demais o final. Muito bom!
comentários(0)comente



Aline Marques 01/10/2017

Ninguém entra. Ninguém sai. [IG @ousejalivros]
O século ainda é o XXI, mas tudo mudou. Uma praga devastou a população mundial e o que acontece nos continentes é apenas especulação. Não há comunicação ou esperança.

Os saudáveis estão confinados numa ilha, regidos por uma versão contrária a atitude filosófica, formando A República. Uma sociedade utópica, mantida pelo rigor e obediência, dividida por pensantes e executores, onde os fracos perecem e os fortes não questionam.

A morte da atitude e do pensamento crítico, mas a sobrevivência da maioria. O que poderia dar errado?

Anaximandra é uma candidata A Academia. Uma jovem que trocou a sensação de não pertencimento pelo propósito de contribuir para a evolução.
Seu objeto de estudo foi um sonhador, um rebelde, alguém com quem Anax se identifica.

A narrativa única e sólida retrata a entrevista avaliativa de Anax, seus pensamentos e temores, seu passado e um futuro distante do que supomos e ansiamos.

Adam e Art.
Lembrem-se deles e se prepare.

Uma releitura do "Mito da Caverna" de Platão, com componentes históricos de sociedades extintas e referências a pensadores da antiguidade (nome e comportamento).

Uma história sobre o impacto do individualismo e das Ideias. Assombrosa, envolvente e questionadora.
comentários(0)comente



Rita Nunes 21/08/2017

Livro muito bom! Escrito de uma maneira muito inovadora, levando a direções inesperadas, grandes questionamentos, muito inteligente e instigante. Reafirmando a velha máxima que diz que o que faz um bom livro não é apenas o que é escrito, mas como é escrito.
Recomendo!
comentários(0)comente



Alexandre.Marques 16/09/2016

Muito bom!
muito bem construído do início ao fim :)
comentários(0)comente



87 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6