SALUH

SALUH Cesar Luis




Resenhas - SALUH


6 encontrados | exibindo 1 a 6


Blog De Bem Com a Leitura 10/09/2015

Fernando Eastmam recebeu como presente de seu pai um livro altamente perigoso que pode colocar em risco a vida de quem o ler. Anos antes o pai de Fernando reconheceu o livro em uma livraria pouco conhecida das pessoas mas que no meio certo é bem renomada, o tal livro não estava à venda mas conversando com o dono da loja o pai de Fernando percebeu que seu filho era o homem certo para o livro e conseguiu convencer o dono também, que nomeou o livro à Fernando e somente ele poderia retirar do local.

Agora Fernando viaja ao Cairo para ir receber esse livro, mas ao chegar ele é assaltado e levam todos os seus pertences deixando-o desmaiado. Ao acordar está em companhia de uma bela mulher chamada Laura que o ajuda. Passado um certo tempo Laura o leva para conhecer um antigo templo e lá eles encontram Saluh.

Saluh é um homem sábio e muito peculiar com sua pele cor de argila e seus grandes olhos amarelos, também é bem misterioso mas que ao decorrer da trama vai se revelando aos poucos, ele busca passar todo o seu conhecimento a tempo e com isso poder desmascarar as grandes mentirar que foram contadas por líderes. Não posso falar muito sobre suas origens pois seria um enorme spoiler mas posso dizer que ele vive há muito tempo na Terra, hein?na Terra? isso mesmo, na Terra (lendo O Enredo você vai entender). Ele conheceu muitas personalidades que hoje tiveram seus nomes e seus feitos alterados e nos conta a verdadeira história por trás da política. Fernando e Laura vão decifrando grandes mistérios à medida que Saluh os revela, eles preenchem lacunas que há anos não se tem respostas.

Cesar Luis na sinopse do livro nos fala que "Trata-se de uma história de ficção, não há dúvidas, mas apenas parte dela" e essa parte onde não se trata de ficção é o que chamei aqui de "Enredo" e que, na minha opinião é algo um tanto polêmico. No livro Saluh vamos encontrar fatos que contradizem com a verdade de muitas religiões, o autor escreve e mostra os versículos bíblicos para que o leitor possa acompanhá-lo, mas não fala apenas sobre o Cristianismo ou Catolicismo ele inclui também outras religiões espalhadas pelo mundo. Cesar Luis deixa bem claro que os fatos descritos no livro como a "Saga Anunnaki" nunca foram contestados pela ciência e que a autenticidade do texto "Talmud de Jmmanuel" nunca foi reconhecida mas ele nos deixa as fontes para que possamos tirar nossas próprias conclusões.

O enredo desse livro é cheio de conhecimento e é uma leitura muito interessante mas que me incomodou em certos momentos. Vamos ver temas que são grandes tabus para a sociedade como vida após a morte, a origem da humanidade, se existe vida em outros planetas, deuses e deusas e alguns outros temas. É um livro que nos traz momentos de reflexão para certas questões mas dependendo de quem estiver lendo pode ser que a leitura não flua tão bem.

A história de Fernando é muito instigante e fiquei muito curiosa para chegar ao final da leitura e descobrir mais sobre o livro roubado e ver o desfecho dessa trama. Apesar do enredo ter me incomodado eu fiquei interessada em saber sobre o que Saluh falava, tratei a leitura como sendo uma ficção e foquei em ler a história. Como eu disse, pode ser um livro polêmico dependendo do ponto de vista do leitor mas que é um livro interessante.


site: vocedebemcomaleitura.blogspot.com.br
comentários(0)comente



João Paulo Silva 18/10/2015

O PODER DA VERDADE - RESENHA DO LIVRO SALUH, DE CESAR LUIS
Em "Saluh - Deuses e fantasmas... mestres e discípulos", Luna Editora (2005), o autor Cesar Luis nos convida a acompanhar a trajetória dos personagens Fernando Eastman e Saluh no berço de uma das mais importantes civilizações da Antiguidade e que possui uma das histórias mais longas do mundo, o Egito. Saluh precisa transmitir o seu valiosíssimo conhecimento e Fernando tem sede de conhecimento.

Em qualquer parte da obra, assim como em "Pedras Negras" (primeiro livro do Cesar) é possível identificar os traços do próprio autor que se mostra presente em cada palavra, em cada trecho, em cada capítulo. Quem acompanha o Cesar nas Redes Sociais pode ter esta mesma percepção, tal qual os protagonistas da trama, o autor tem característica fundamental em comum: o desejo de ir além daquilo que se pode ver e entender.

O autor nos contempla, se assim me permitem dizer, com informações surpreendentes, como a linguagem real suméria, as paredes de juncos e muitos outros temas importantes à humanidade. Ele procura trazer verdades às mentiras. Luz à escuridão. Mas a obra vai além do que se propõe e fornece ao leitor fontes para pesquisas, respostas para perguntas. o autor também oferece a oportunidade de ter uma visão além daquilo que conhecemos a respeito do passado. Mais que isso, a obra fornece uma grande oportunidade de mudar o futuro.

Até mesmo aquele que não possui nenhum tipo de conhecimento, instrução ou possui um conhecimento limitado pode facilmente falar de verdades sem mesmo saber do que está falando. Há aqueles que ouvem, mas não dão importância. Há aqueles que dão importâncias apenas em certo período. Agora, aquele que tem sede do saber recolhe o "papel velho" jogado ao vento, examina-o e o transforma em um grande livro.

Resenha escrita por João Paulo e publicada originalmente no blog O Viajante das Estrelas.

site: http://www.oviajantedasestrelas.com.br/2015/10/o-poder-da-verdade-resenha-do-livro-saluh-cesar-luis.html
comentários(0)comente



Arca Literária 29/01/2016

Resenha disponivel a partir do dia 09/01 no link:
http://www.arcaliteraria.com.br/saluh-cesar-luis-2/

site: http://www.arcaliteraria.com.br/saluh-cesar-luis-2/
comentários(0)comente



Luana 16/03/2016

Saluh, é o segundo livro do autor parceiro do blog, Cesar Luis, lançado pela Luna Editora.

Em Saluh, podemos acompanhar a trajetória de Fernando Eastman, um homem que tem sede de conhecimento, e de um mestre preciosíssimo chamado Saluh.
Fernando Eastman ganha um poderoso livro de seu pai, porém, ele que terá que buscar o presente, que fica em uma livraria no Egito.
O livro, só pode ser entregue se Fernando realmente estiver preparado para lê – lo. Afinal, o livro é perigoso e não é qualquer pessoa que pode apreciar a leitura. Além disso, o livro coloca em risco a vida de quem ler.
Já no Egito, Fernando vai em busca do livro. Andando pelas ruas e conhecendo o que a cidade tem a oferecer, ele encontra uma linda moça, e resolve segui – la. O que Eastman não esperava, era ser assaltado no meio do caminho, além de levarem todos os seus pertences, os assaltantes o deixaram desmaiado.
Contudo, a linda moça que Fernando estava seguindo, resolve ajudá – lo, Laura é uma moça linda, inteligente e que também adora aprender.
Amizade feita, Fernando conta a Laura o verdadeiro motivo de sua viagem. Um pouco assustada e curiosa, Laura, embarca com ele nessa busca.
Passado um certo tempo, Laura leva Fernando para conhecer um antigo templo, e lá os amigos encontram Saluh, um homem sábio, misterioso, e bastante inteligente aos olhos dos amigos.
Saluh é um mestre, e no decorrer da leitura vai mostrando todo o seu conhecimento. E com isso na medida que Saluh, vai revelando seus ensinamentos, Fernando e Laura vão desvendando um grande mistério.
Confesso para vocês que eu queria contar muito mais desse enredo, porém, qualquer vírgula a mais que eu colocar eu vou acabar dando spoiller. O livro conta muito mais, e o final é completamente surpreendente.
Cesar Luis, não apresenta apenas um romance nesse seu segundo livro, para o leitor que seguir o que o autor pede no início da leitura, que é para ler devagar, absorvendo toda a mensagem, esse enredo vira um verdadeiro aprendizado.
Apesar de ter uma linguagem simples, não achei a leitura tão fluida em certas partes do livro, porém, não vi tanto problema nisso, tendo em vista que não me cansei em nenhum momento.
Mais uma vez parabenizo o autor pela obra e agradeço pela parceria.
Beijos.

site: http://www.leituradelua.com
comentários(0)comente



Marriete 01/11/2017

aluh ? Resenha Autor: César Luís Editora: Luna ISBN: 9788569453000
Saluh é um homem sábio, um homem que viveu muito e que detém conhecimentos valiosos; conhecimentos que podem abalar a fé de todos aqueles que seguem um ensinamento que pode não estar de todo correto. Por causa de seus ideais ele corre perigo e é necessário que se mantenha oculto. Até que o momento propício chegue.

 

Fernando é um arqueólogo que além de estudar os povos e suas culturas, se interessa grandemente por assuntos esotéricos. A ele foi destinado um livro antigo, de valor inestimável e que não pode cair em mãos erradas, caso isso aconteça, fatos e provas importantes para a humanidade poderão se perder para sempre.

 

Existem muitas pesquisas, em livros e inclusive na internet que tratam sobre o começo da humanidade e sobre o Cristianismo, estudos que dizem que a história não aconteceu realmente como nos foi descrita.

 

O livro Saluh fala exatamente sobre isso, e, o autor especifica bem que, ?alguns personagens são fictícios mas os fatos são reais?. O livro nos traz uma aventura digna de nos deixar eletrizados, além de plantar em nosso íntimo o benefício da dúvida.

 

Os conceitos apresentados não me parecem nada mirabolantes, ao contrário, a meu ver, são bem plausíveis. Meu lado pesquisadora aflorou e vou continuar a pesquisa que iniciei com a leitura do livro, até porque, são livros como esse que me faz adorar cada página a virar.

 

Se recomendo a leitura? O mais rápido possível!

 

#Saluh#CésarLuís#Resenha#MarryAquinnah#LunaEditora#AutorNacional#LiteraturaNacional#LiteraturaBrasleira#AutorBrasileiro#Conhecimento#Mundo#Origens#Pesquisa#Cristianismo#AmoLer#Instabooks
comentários(0)comente



Diego Araujo 07/06/2018

Trocar seus medos por dinheiro e leitura fácil é perda de tempo
Publicado em 2015 pela Luna Editora, é o segundo volume sobre as histórias do brasileiro Fernando Eastman, arqueólogo que descobrirá a verdadeira história das religiões de Abraão em sua viagem ao Egito.

Fernando Eastman viaja ao Egito após seu pai avisar de um presente destinado a ele: um livro antigo na livraria conhecida por muitos poucos. Tal livro traz perigo ao seu portador, por conter informações que mesmo sendo poucos capazes de assimilar, desconstrói muitos dos ensinamentos perpetuados por anos na humanidade. O item é alvo de conspiradores motivados a pegá-lo antes de Fernando, sem remorso de eliminar vidas no caminho.

Durante os ataques dos conspiradores, Eastman encontra outra brasileira de nome Laura e depois Saluh, o autor do livro. Este homem se compromete a ajudar o protagonista e transmite o conhecimento que possui, enquanto revela aos poucos os mistérios sobre si próprio.

Saluh é um personagem peculiar. Dono de muita sabedoria a partir de sua experiência extraordinária a qual ele compartilha durante a história. Os capítulos se alternam entre o presente e o passado deste sábio, demonstrando a influência que teve a certa figura histórica e religiosa.

Suas palavras de sabedoria são transmitidas de forma mista: simples, mas ainda conforme o modo de falar dos anciões. São falas extensas e bastante abrangentes, mas ainda eloquente com o ouvinte e o próprio leitor. Saluh é uma fonte rica de frases memoráveis capazes de trazer reflexão. Já Fernando e Laura falam de forma objetiva, limitados ao próprio conhecimento, e revelam descontrole quando contrariados.

O contraste entre os personagens é interessante, e eu preferiria ver mais disso, pois muito da história se passa sob a perspectiva de Saluh, e assim torna a leitura mais densa.

Saluh revela muito de seu conhecimento em pouco tempo passado com os dois jovens e nas poucas centenas de páginas da história. O tempo presente do livro é usado para introduzir a trama, mostrar o lado do seguidor da conspiração, e trazer o desfecho de Saluh e sobre o conteúdo do livro destinado a Fernando.

O extraordinário é apresentado como algo crível, mas com reações exacerbadas àqueles incapazes de aceitar. As conversas com o escritor convidam a refletir o quanto a linguagem pode ser manipulável por aquele quem escreve. A mensagem é importante e reflete na vida real, pois precisamos consultar a informação com fontes diferentes se não quisermos ser enganados.

[spoiler]
O desfecho sobre o livro destinado a Fernando me decepcionou. Foi apresentado como algo bastante perigoso a quem possuísse devido ao seu conteúdo, para no fim revelar que toda a informação já está pública na internet. Saluh alega que poucos entenderiam o conteúdo e sequer o achariam interessante, então porque comprometer uma livraria remota do Egito a proteger um livro já acessível a qualquer um?

Talvez eu deixei escapar alguma justificativa no livro, embora essa conclusão tenha se passado muito rápido em comparação às outras informações.

[fim do spoiler]
Saluh é um livro de reflexão antes de mistério. A contextualização no presente oferece a base para a discussão sobre os escritos sagrados considerados por grande parte da população mundial e que sofrem adaptações conforme a cultura e religião.

site: https://xpliterario.com.br/xp-leitura/saluh/
comentários(0)comente



6 encontrados | exibindo 1 a 6