Meu Erro

Meu Erro Cinthia Freire




Resenhas - Bela Surpresa


100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7


joana 26/05/2017

2.5 Quase abandonei mas sofri até finalizar
Sabe aquele livro que todo mundo te indica e você percebe que são amigos da autora mas vai e se joga na fé. Aconteceu com " Meu erro".
Logo de cara deu pra ver que vinha mais um clichê de homem torturado com segredos e que usa essa ferramenta para poder fazer tudo com a moça. Nada contra clichê romântico, mas tem alguns que cansam o leitor.
Quando alguém como eu, que tem leitura diaria é mais fácil ficar cansada do rumo que muitos livros têm.
Meu erro é mais um livro com segredo do protagonista que é usado em cenas de machismo puro e onde a moça volta. Uma história que precisei fazer paragens na leitura por cansar esse vai e vem dos dois que ficou chato. Estava quase pra desistir da leitura, mas continuei.
Rasa sem muito que me faça lembrar. Com tantos livros bons precisamos escrever histórias novas.
Não deu para mim.
Paulinha 26/05/2017minha estante
Também senti isso. Avaliei 3 estrelas porque a escrita dela é boa, mas ficou as atitudes dele foram erradas.


Sabrina @sassenach_literaria 26/05/2017minha estante
Eu particularmente amei o livro. :)


joana 26/05/2017minha estante
Paulinha foi isso. Autora sabe escrever mas casal mais sem graça.


joana 26/05/2017minha estante
Meninas na Literatura também queria ter amado. Gostado já estava bom mas não deu. Foram muitos detalhes que não deram liga na história. Cansada de mocinhos que usam traumas para ter atitudes que não são normais mas mulheres aceitam.


Carol Santana 26/05/2017minha estante
Você como eu é uma das poucas pessoas que não gostou desse livro. Eu particularmente li uns 80% com muito esforço mas não aguentei terminar...


Izzy Ferrer 26/05/2017minha estante
Só de ler a sinopse me dá sono. Cansada desse povo quebrado nos livros. O pior é a tentativa de poetizar todas as falas é simplesmente zzzzzz


Ana / @muitomaisquelivro 27/05/2017minha estante
Concordo plenamente, o segundo é mil vezes melhor!


joana 27/05/2017minha estante
Carol Santana também fiz esforço.


joana 27/05/2017minha estante
Izzy gosto de personagens quebradas mas com consistência. Livros que sigam rumos diferentes e não mesmice de personagens iguais. Cansada de homens literários com machismo encoberto por estarem quebrados como se permitisso tudo. Quando é a garota todo mundo cai em cima por ela ser um saco. Tem autores que escrevem poética do muito bem. Colleen Hoover, Amy Harmon, Brittainy C.Cherry mas sabem fazer.


joana 27/05/2017minha estante
Paula, segundo avaliei 3.5 estrelas. É melhor mas mais uma vez tinha história com muitas situações que li em tantos outros livros. Não amei. Mas parece que muitas pessoas gostaram. Minha opinião não vão mudar nada, mas fico sempre curiosa quando vejo um livro assim raso recebendo 5 estrelas como sendo único quando não é. É igual a muitos NA do mercado.


Ana / @muitomaisquelivro 28/05/2017minha estante
Entendi, talvez ele tenha me tocado em alguma questão! Não sei falar, mas mexeu comigoKkkk livros são sempre assim né, ou seja apenas q não li muitos com esse tema. Mas respeito sua opinião




Andressa 19/05/2017

Eu tenho tanta a dizer sobre esse livro que está difícil para mim colocar os pensamentos em ordem. Mas vamos tentar.

Eu conheci a Cinthia Freire graças a uma amiga, que junto comigo administra um grupo de leituras no Facebook. O primeiro livro que eu li da autora foi Um Novo Amanhecer que apesar de eu ter encontrado falhas, eu gostei bastante.

Logo, é claro que eu leria outro livro dela, então escolhi Meu Erro. Ao ler esse livro tive a impressão que a autora de inspira em livros que já fizeram sucesso para criar suas história. Por exemplo, em Um Novo Amanhecer conhecemos dois jovens que se apaixonam e que mais para frente, o menino descobre que tem câncer e passa a lutar pela vida junto com sua namorada. Isso me lembrou demais A Culpa é das Estrelas. Em Meu Erro temos o casal Gabriel e Caroline. Gabriel, ou Gabe é um jovem de 19 anos que teve vários problemas na vida desde pequeno e com isso, se tornou uma pessoa agressiva. Resolveu jogar tudo pro alto e vive a vida de maneira descontrolada com farras noturnas e uso de drogas. Como o próprio personagem diz várias vezes, ele escolheu viver no inferno.
Caroline, ou Carol é uma menina da mesma idade, que também teve problemas na vida, mas que está tentando superar a cada dia, e está conseguindo fazer isso com sucesso.

Pois bem, logo no começo do livro após brigas e confusões os dois se encontram e se apaixonam. LOUCAMENTE. São quase 400 páginas de idas e vindas, de brigas, descontrole e um amor exagerado. E isso me lembrou Belo Desastre. E não, eu não estou dizendo, de maneira alguma, que Cinthia Freire copiou histórias que trouxeram dinheiro para as editoras que a lançaram, pelo contrário, ela consegue levar as suas histórias por outros caminhos. Caminhos diferentes que esses livros levaram.

O que me deixou decepcionada nesse livro em particular foi o quão forçado tudo aconteceu. Carol e Gabe são duas pessoas que mal de conhecem e se apaixonam PERDIDAMENTE. Tipo aquelas pessoas que dizem – “sem fulano eu não vivo. Fulano é o ar que eu respiro e blá blá blá”. Sério, quando eu lia algo do tipo – “é por ele que estou fazendo isso, é ele que me dá forças, é por ela, apenas por ela” eu queria gritar – “Nãaaaaaao!! Faça por você!”
Em muitas vezes eu revirava os olhos lendo. Sem contar que, pelo uso das drogas, Gabriel se torna uma pessoa extremamente agressiva, e Carol não sente um pingo de medo dele. Nunca. Muito pelo contrário. Ele e seu menino P-E-R-F-E-I-T-O que só precisa se encontrar.
Também senti falta de outras histórias dentro da principal. Temos algumas narrativas do romance de Veronica que é amiga de Carol e Fábio, mas grande parte do livro é Gabe e Carol enfrentando problemas e fazendo juras de amor eterno um ao outro.

Nessa narrativa, temos o “mistério” do porquê Gabriel se tornou esse “caso perdido” e eu juro pra vocês: em nenhum momento da história eu fiquei curiosa para saber o que tinha ocorrido. E quando descobri, pensei: sério isso??
Sem contar que o cara parece um psicopata. Segue a garota em tudo quando é lugar. Eu fiquei muito mais impressionada com o que houve com a Carol do que com o Gabriel. Aliás, ela finalmente contando o que aconteceu com ela, foi a única parte que eu realmente gostei.

Acho que o pior de tudo isso, é que eu gostei do enredo da história. Só acho que a autora não soube levar. Moramos em um país onde vários jovens tem problemas com drogas e eu achei que esse seria um bom tema. De uma pessoa tentando se levantar. Mas isso não acontece. A autora colocou um personagem, agarrado ao seu “anjo” – Carol e buscando nela, forças para se levantar.
Acho que se o amor deles tivesse se desenvolvido aos poucos, isso ficaria muito melhor, mas não. Acabaram de se conhecer e já juravam amor eterno um ao outro.
Luzimeire 19/05/2017minha estante
Respeito profundamente teu ponto de vista, mas eu particularmente só tenho amor por esse livro. Amo o casal Gabe e Carol! E quanto a tu sentir falta de outras histórias, a Cinthia não poderia fazer isso, pois o livro é uma série. Em cada livro da série veremos as histórias dos outros personagens, como por ex: Em Meu Erro, conhecemos a história da Carol e do Gabe, em minha Rendição, conhecemos a história do Vinícius e da Poly, em Minha, conhecemos a história dos pais do Gabe e assim, segue a série Segredos, tendeu?


Andressa 24/05/2017minha estante
Luzi, eu entendo quando você diz que a autora não focou em outros personagens, pois ela faria isso em outro livro, mas ela poderia ter direcionado para outros lugares. Sei lá, a Carol poderia ter mais amigos, ter mais diálogos com eles, cenas com ela na faculdade... sei lá. Mas era só Carol e Gabriel. Gabriel e Carol. Isso deu um pouco no saco.


paula 26/05/2017minha estante
Disse tudo que pensei na leitura. Muito decepcionada.




Rose 28/09/2020

Carol e Gabriel tem fantasmas que os atormentam e atrapalham suas vidas.

Após um trauma sofrido, Carol entra em depressão e desenvolve síndrome do pânico. Sua vida que até então era totalmente normal para uma jovem de 16 anos, muda radicalmente. Ela se fecha em seu mundo e passa a ter medo de tudo e de todos.

Hoje, após anos de tratamentos, terapias e remédios, ela está melhor. Faz faculdade, divide o apartamento com uma amiga e consegue levar a vida longe dos pais. Sabe que não está curada, assim como sabe que venceu algumas batalhas e tem outras a vencer.

Após uma perda dolorosa, Gabriel entra em um processo autodestruivo que parece não ter fim. O relacionamento com o pai não existe, e foi afastado de sua irmã por conta de seus problemas. Álcool, drogas e sexo são suas companhias, além de seu fiel amigo Alan. Gabriel só quer esquecer, e quem sabe morrer neste processo.

Quando o caminho deles se cruzam, eles percebem que a vida pode ser mais do que estão tendo.

Cheios de medos e com os amigos contra, eles começam uma relação que tem tudo para dar mais do que errado.

Enquanto Carol tenta lidar com o mundo do vício das drogas e não perder o pouco que conquistou no processo, Gabriel luta para se manter limpo e ser o homem que Carol merece.

Com problemas e medos reais, estes dois vão precisar buscar no amor que sentem a força para seguirem lutando.

Com vários tropeços e derrotas, a cura vem de dentro para fora, começando pela mente. Será que eles conseguirão? Serão eles um ponto de apoio quando o outro tropeçar? Ou ambos se destruirão pelo caminho?

Há tempos que estava querendo ler este livro, e esta semana não deixei passar. Um enredo tenso, dramático, carregado de sentimentos. Quis proteger ambos a todo instante e o medo do que poderia acontecer foi minha companheira constante.

Mas não vemos apenas isso. O livro trás lindas cenas de amor, amizade e perdão. É difícil não se emocionar e torcer por esta dupla. Livro que recomendo.

site: https://www.instagram.com/fabdosconvites
comentários(0)comente



Yale Monteiro 17/02/2020

A história é bem pesada. Não gostei da forma como a autora colocou o mocinho tão independente emocionalmente da mocinha e vice-versa, pros leitores, isso pode influenciar em um relacionamento abusivo futuro.

Mas mesmo assim, o livro fala sobre assuntos bem atuais e nos faz refletir sobre aquilo. Não foi uma boa experiência para mim, já que fala de algo tão pesado mas recomendo.
comentários(0)comente



Luana Moraes 08/08/2016

Um amor que pode parecer um erro, mas que é a salvação de ambos
Meu erro possui um bom enredo e uma narrativa cativante. Cinthia Freire criou uma obra de arte, ao ler Meu erro fui inundada por uma serie de emoções fui dá raiva a alegria, do amor ao ódio, senti a dor e os traumas de cada personagem e fui inundada pelo amor de Gabriel e Carol, em uma jornada brilhante contada por Ci, que se tornou uma das minhas favoritas no gênero new adult.

Uma grande perda faz com que Gabriel mude drasticamente seu futuro. O bad boy quente como o inferno, rei da faculdade, vive uma vida sem regras, uma vida regada a sexo e drogas, mulheres não faltam em sua cama, assim como amigos ao seu lado, porém o único que está sempre lá é Alan o amigo de infância do bad boy.

Carol possuiu um grande trauma, luta diariamente contra seus demônios. Ela trabalha em uma livraria juntamente com seu amigo Fábio, que é apaixonado por sua colega de quarto, Verônica uma garota que vive a vida loucamente.

Após se envolver com o bad boy Verônica se torna vitima de bullying na faculdade, comentários maldosos fazem com que Vê se torne reclusa, deixando de frequentar a faculdade.
Carol sente as dores da amiga e vai enfrentar Gabriel, colocando para fora tudo aquilo que estava preso em sua garganta, ela sofre uma crise na frente dele e aí tudo muda.

Gabriel sente a necessidade de protegê-la, um desejo inconsequente de proteção se apossa dele, passando a seguir seus passos. Carol é diferente das outras é isso o atraí na mesma medida que o assusta.

Carol pode ser a salvação de Gabriel ou sua ruína, assim como ele pode ser a salvação dela.
“Meu anjo salvador... Meu erro mais que perfeito.”
Ah que livro leitores, Cinthia Freire não romantizou o vicio nas drogas como muitas autoras fazem, ela mostrou a realidade, viciados em drogas estão doentes e precisam de ajuda, ao longo do enredo conseguimos acompanhar os dias ruins do protagonista, dá desespero, medo. E acima de tudo senti uma enorme vontade de ajudá-lo.

Os personagens de Meu erro são cativantes e inspiradores. Carol é uma mocinha forte e decidida, apesar de todos os seus traumas e medos, ela luta bravamente para se manter firme ao lado de Gabriel, lutando por seu relacionamento, contra os preconceitos da sociedade e da própria família.

Em uma narrativa alternada em primeira pessoa, acompanhamos a jornada de Gabriel e Carol, os capítulos passam rapidamente, sempre muito bem amarrados e com ganchos instigantes, é impossível largar Meu ERRO.

“Você não é um caso perdido, Gabriel, você é a minha força nos momentos de fraqueza, minha alegria nos dias sombrios, meu objetivo ao acordar e minha vitória ao adormecer. Você não é um caso perdido, pois você é tudo para mim.”

A autora cresceu MUITO em todos os quesitos, já li outros dois livros da Cinthia, e confesso este está incrível, está com um excelente enredo, uma narrativa muito fácil e fluída. Cinthia você arrasou!

As cenas quentes estão harmoniosas com o enredo e super sensuais. Gabriel e Carol possuem química dentro e fora das quatro paredes.

A capa está fantástica! Ela reúne a agonia que permeia o enredo, o mistério, a paixão e a vitoria que os personagens desejam alcançar, ambos precisam vencer seus próprios demônios antes de se entregarem ao sentimento. A diagramação também está linda, o simbolismo da rosa na história é tão especial.

Ao terminar a leitura de meu erro só consegui pensar em uma coisa, quero Minha Rendição para ontem- risos.

Meu erro é uma história sobre amor, família, amizade e o poder das segundas chances.
Nosso amor é uma loucura.
Uma insana e errada viagem.
A mais intensa e mortal.
Aquela pela qual todos os viciados buscam.
E eu a encontrei.

site: http://blogduasmentesliterarias.blogspot.com.br/2016/08/resenha-meu-erro-cinthia-freire.html
SylviaReginaPellegrino 11/01/2017minha estante
Li o livro porque gostei de seu comentário e despertou a minha "fome de leitura".


Luana Moraes 24/10/2017minha estante
Sylvia que bom saber que te incentivei a ler Meu Erro. Continue lendo a série, ela tem fortes emoções




Pequena Belieba 17/07/2020

Complicado e Intenso.
Acho que essas palavras resumem esse livro.

eu não sei nem por onde começar do tanto de coisa errada que esse livro tem e pode passar para as pessoas erradas.

pesado, carregado e intenso.
mas...

eu gostei. gostei da escrita, gostei do enredo dos personagens até dos personagens secundários eu gostei.
acho que se você levar mais para o lado da ficção do que como exemplo pra vida, dá pra entender melhor o que a escritora quis passar, por mais errado que isso seja.

achei sim a mocinha dependente e o mocinho só faltou desmaia junto com ela. mas eu achei a química, o amor e romance que sem dúvidas Cinthia conseguiu passar.

eu só não dou 5 estrelas pois eu achei que no final usar o amor deles como exemplo foi muito errado. sinceramente se duas pessoas na vida real ficassem juntos ia ser tragédia na certa, dependência em qualquer coisa não é bom, imagina em outra pessoa.

eu recomendo, porem leia sabendo que isso é apenas uma estória, e que não deve ser levada para a vida real.

Eu simplesmente devorei esse livro em um dia.
comentários(0)comente



kimberlyleitora 02/07/2017

2.5
Atitudes dos personagens não batem com problemas descritos. Relacionamento com tanto vai e volta e atitudes infantis que não podem funcionar em relacionamentos.
Depois de tantas indicações tinha esperança em ler algo melhor.
comentários(0)comente



Vitória 09/09/2020

Aos prantos
Eu amei tanto esse livro que não consigo descrever em palavras o quão importante é o amor e o que ele faz na vida das pessoas.
comentários(0)comente



Caroline 11/01/2018

Creeedooo!
Acabei esse livro é vou dar nota 0,5 pq 0 não é possível !
É ruim demais!!!! Fazia anos que não lia algo tão mal escrito , história sem pé nem cabeça , amor miojo , longos capítulos( para algo que nem tem o que contar)
Nossa , não indico para ngm !
Vontade de desler!
Mas li de teimosa , pq gnt falando mal( a verdade para mim) não faltaram
NÃO LEIAMMMMM ?????????
joana 28/07/2018minha estante
Estou rindo mas com respeito porque no whattsap e instagram (não tenho facebook benza deus) fui atacada por falar que esse livro é ruim demaaaaaaaaaais.




Bia 27/06/2020

Segredos
Esse livro me surpreendeu com a carga emotiva que tem nele. Gabe e Carol como sofri com eles tentando de todas formas seguir em frente apesar das dificuldades. Esse amor deles foi muito lindo de descobrir durante a leitura ??
comentários(0)comente



Monica Sobrinho 03/12/2019

Saudade
Sabe aquela história que deixa saudade? Para mim esse livro deixou muita saudade... elar é daqueles que traz você para perto dos personagens e que deixa você órfão quando acaba. Tem uma trama bem pesada mas que é contada de forma bem envolvente, em alguns momentos fiquei tensa, sinal de que a história, realmente, cativa o leitor. O livro digital tem alguns erros toscos de português, isso incomodou mas não atrapalhou. Vale a pena conhecer e se apaixonar pelos personagens dessa história.
comentários(0)comente



30/05/2017

forte, lindo e apaixonante!
Meu Erro é um livro FORTE! Cheio de emoções do inicio ao fim. E por ser assim, ficou até difícil escrever essa resenha sem spoiler. Então tive uma ideia - ESCREVER MEIO QUE O QUE SENTI LENDO O LIVRO, SEM ENTRAR AO FUNDO NA HISTÓRIA. Também queria pedir desculpa por só sair a resenha de MEU ERRO hoje! Vou confessar, mudei esse texto umas MIL VEZES! Bora lá?


"Esta noite conheci meu demônio particular. E ele tem nome de anjo."
Carol sobre Gabriel.

Sabe aquela história que aos poucos vamos conhecendo os personagens? MEU ERRO!!! Em cada cena, capitulo tempo da história o leitor se envolve mais, em alguns momentos achava que tudo isso era bem real. Cinthia nos apresenta em MEU ERRO o casal Carolina e Gabriel. Cada um levando uma bagagem cheia de medos, segredos e frustações. Como perturbei a Cinthia por causa desse casal kkkkkk! Em alguns momentos falava com ela que queria colocar cada um deles no bolso e proteger do mundo rs. Obs: Todos os personagens da série possuem “avatares”, mas para mim Carol e Gab são FELICITY E OLIVER – SÉRIE ARROW.

"Eu estava perdido, vagando na escuridão, um corpo sem alma, escravizado pela dor, seguindo adiante sem saber ao certo onde estava indo."

Apesar de Carol e Gab serem os principais do livro, temos personagens secundários bem elaborados e fortes – no decorrer da série os conheceremos melhor. Com falei seus personagens são donos de personalidades fortes, são “reais”, nada de personagens perfeitos. Eles possuem seus defeitos, suas qualidades e acima de tudo, possuem seus SEGREDOS.


"Muita gente acredita que escolher o caminho errado é um ato inconsequente, que quando uma pessoa escolhe foder com a própria vida é por covardia. Eu discordo, pois sei que é necessária muita coragem para se destruir, se machucar, se anular."

Vamos lá, como sofri com Gabriel, ele é um cara cheio de defeitos, seus sentimentos são confusos e vivem em conflitos. E para piorar vive com um trauma do passado. Trauma que o leva a tomar decisões e se envolver com coisas erradas. Isso tudo não foi o suficiente para impedir que Carol se aproximasse dele. Por outro lado, Carol também tem seus defeitos, seus medos, seus segredos. Carol passa os dias lutando contra os demônios que a atrapalham. E é no meio desse turbilhão de sentimentos e emoções que vemos o amor nascer entre os dois.


"No momento em que nossos lábios se tocam sei que cavei minha própria sepultura, seu beijo é algo que nunca provei, tem o sabor do pecado, do proibido, é assustador e, ao mesmo tempo inebriante. Ele me leva ao céu e me derruba em um penhasco rumo ao inferno. Me sinto quente, embora meus pelos estejam arrepiados e minha pele hipersensível. Sou brasa e também sou gelo, sou tudo e, ao mesmo tempo, não sou absolutamente nada."

Mesmo com todo esse forte sentimento, o casal precisará luta por esse amor. Talvez esse sentimento tão belo chamado amor, não seja o suficiente para curar as mágoas, feridas e segredos que aos poucos estão destruindo a vida de ambos. Além disso tudo, Carol e Gab devem provar as pessoas que os cercam que, sim, eles podem viver esse amor sem causar dor em um ou em outro. Mas será mesmo possível?



"O limiar entre a loucura e a lucidez é uma linha fina e invisível. É tão fácil transpor essa barreira, é tão fácil se perder... É tão fácil desistir de tudo. Eu sempre quis desistir de tudo. Até agora."

O livro é narrado em primeira pessoa. Alguns capítulos narrados com Carolina e outros por Gabriel. Por ter esse formato, o leitor consegue sentir profundamente os sentimentos vividos por ambos. Eu gostei muito do que li! Cinthia chega metendo o pé na porta!! MEU ERRO É MA – RA – VI – LHO – SO!! Minhas impressões com o que senti, rs: Como falei anteriormente, MEU ERRO é um livro forte - FORTÍSSIMO!! Senti um misto de emoções. ALEGRIA, TRISTEZA, RAIVA, BONDADE! E aquela vontade imensa de colocar Gab e Carol no bolso. MEU ERRO, me fez refletir umas coisas. Até mesmo questionar como julgamos as pessoas sem ao menos as conhecer melhor. A luta do casal para que o amor possa vencer foi SENSACIONAL.

“SOMOS LETRAS E NÚMEROS, OPOSTOS QUE SE COMPLETAM, A MULTIPLICAÇÃO, A NARRAÇÃO. O AMOR EM TODAS AS FORMAS”.

site: http://vitaminalivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Jess 16/01/2018

Lágrimas e amor
Resenha - Clube Papo pro Ar
Cinthia tem um dom com as palavras. Nos faz senti-las tão profundamente como se estivesse dentro da história. Meu Erro não é algo leve e suave, é uma que exige atenção e estar de coração aberto pra tudo o que acontece nesse livro. Gabriel e Carol não são só uma história de amor, mas de perdas, dores, perdão, lágrimas e esperança. E o melhor? Os personagens secundários, Verônica, Fábio e Alan, não perdem o brilho e acabam sendo a fonte do pontinho de leveza e neutralidade quando a tensão parece ficar grande demais.
comentários(0)comente



Suellen 15/01/2018

Definitivamente esse tipo de livro não é para mim.

"Todos tem os seus fantasmas."

Cada pessoa carrega uma bagagem única. Acontecimentos que ocorreram durante a vida e que fizeram você ser o que é.
Há pessoas que passaram por coisas parecidas e tomaram atitudes diferentes das suas.

Caroline é uma garota que evita a badalação. Prefere ficar em casa lendo do ir para as baladas com a amiga Verônica. Mas ela esconde um passado muito traumático, e esse é o motivo de ela preferir a reclusão.

Gabriel é um garoto com problema de relacionamento, principalmente familiar, e acaba fazendo as piores escolhas para tentar lidar com isso.

Ou seja, esse é um livro bem clichê.
Porque esses romances sempre tem a mocinha, o cara bonzinho e o bad boy? E a mocinha tem que se interessar, ou melhor, criar uma fixação pelo bad boy? Porque nesse tipo de livro o bad boy sempre é um cara destrutivo e a mocinha acha que vai conseguir mudá-lo? Ou melhor, porque as pessoas acham que vão mudar o outro? Porque acham que o amor de um é o suficiente para que o outro mude por ela? Já é difícil mudar porque você quer, agora mudar pelo outro? Ilusão!

A única coisa que se salva no livro é a história da Carolina. Tudo o que ela passou, o que ela faz para tentar melhorar. E a importância de procurar ajuda.

site: https://www.instagram.com/sula_fenix_
comentários(0)comente



Malucas Por Romances 04/11/2016

Toda sexta-feira dia de nacional lá no blog!
Eu comecei esse livro meio desanimada por causa dos "benditos" spoilers, porém mesmo após adiar a leitura por causa disso ainda me encantei com o livro. Me surpreendi com a forma que a autora abordou alguns temas, e só pra constar não irei dar spoilers kkkkkk.

"Muita gente acredita que escolher o caminho errado é um ato inconsequente, que quando uma pessoa escolhe foder com a própria vida é por covardia. Eu discordo, pois sei que é necessário muita coragem para se destruir, se machucar, se anular..."


Gabriel o playboy, bad boy, o menino bonito da faculdade que toda menina que ficar. Ele como bem sabe a beleza que tem não nega fogo, cai na rede dele é peixe e ele devora, porém a vida dele não é um mar de rosas. Com esse jeito malvado de ser ele esconde muito mais do que muitos imaginam, demônios que o atormentam e o levam cada vez mais ao fundo do poço.

"Chorar é ruim. Chorar enfraquece a alma e eu não vou chorar."


Caroline uma menina que ainda na sua juventude se ver perdida e com medo. Já passou por coisas que ninguém imagina e nem quer passar. Vive um dia de cada vez, lutando sempre pra se recuperar dos seus traumas e ter a vida normal que toda menina quer ter. Ela vai pra faculdade, muda de cidade e divide um apartamento com a sua melhor amiga Verônica. Ela vai seguindo a sua vida, até que tudo vira pelo avesso. Caroline acaba voltando para o inferno de onde saiu ao se encontrar com Gabriel.

"Gabriel chegou na minha vida desestabilizando todo o meu castelo de cartas, fazendo com que eu note o quanto minha situação é frágil."


Até onde falei dos personagens parece mais do mesmo, badboy com a mocinha recatada e do lar, mas esse livro é um mar de surpresas. Ainda nos primeiros capítulos você descobre que nada é o que parece e que a autora vem pra falar sobre temas polêmicos, que estão presentes no nosso dia a dia.
Carol se mostrou uma das mocinhas que por mais quebrada que estivesse tinha uma força escondia, e foi graças a essa força e a coragem dela que ela ajudou Gabriel. Não é um relacionamento fácil e nem um conto de fadas. É uma história de dois corações quebrados e de duas almas torturadas, que juntas elas se completam.

Resenha completa no blog

site: https://malucaspor-romances.blogspot.com.br/2016/11/resenha-meu-erro-serie-segredos-1.html#more
comentários(0)comente



100 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7