O Vilarejo

O Vilarejo Raphael Montes




Resenhas - O Vilarejo


387 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Wenders0n 13/03/2019

Ótimo!
N esperava nd desse livro. Li pois era bem curto e já estava na minha lista. O fato de o msm "personagem" está envolvido em td do vilarejo foi sensacional. Preciso ler mais livros desse autor.
comentários(0)comente



Lari 05/03/2019

MACABRO!!!
Raphael continua sendo o meu autor BR favorito ??
comentários(0)comente



Ceci 15/02/2019

Arrepiante
Mais uma leitura desse autor maravilhoso. E mais uma vez ele conseguiu me deixar com os cabelos em pé.
Nesse livro Raphael nos trás sete contos que vão formar um conto completo. Eu sei e difícil de entender, mas vou tentar explicar sem dar nenhum spoiler.
Em 1589 foram encontrados manuscritos de um padre/demonologista, neles estavam contidos histórias sobre um vilarejo de algum lugar na Europa que infelizmente forá dizimado pelas condições climáticas da época. A partir daí o autor monta esse livro, onde cada conto e baseado nos sete pecados capitais. E em cada pequeno relato um demônio é a inspiracão para os atos humanos.

O livro é super curtinho, sendo possível fazer sua leitura de uma uníca vez. Uma história que para mim até agora não ficu claro se é real ou não. E nisso o autor é mestre. Para quem está acostumado com a leitura de seus livros sabe do que estou falando. Esse livro traz um quê de terror, e com um final surpreendente que me deixou com os pelos arrepiados. Todo ele é repleto de ilustracões por assim dizer macabras.
comentários(0)comente



Daniel Muniz 11/02/2019

Decepcionante!!!
Apesar da bela capa e das belas ilustraçoes contidas no livro, achei a leitura extremamente rasa, me pareceu que todos os contos eu já sabia o fim. Tudo muito previsível para mim. Apesar da nota alta aqui no skoob, o vilarejo não me desceu tão bem quanto para outros leitores. Viva a diversidade!!!
comentários(0)comente



Carolina 09/02/2019

7 contos cujos personagens pertencem a um mesmo vilarejo. Rápido de ler e recheado de reviravoltas, cada capítulo recebe o nome de um demônio diferente, ligado a um pecado capital. Assustador na medida certa, versa sobre os pecados humanos e sobre como as máscaras que usamos impedem que os outros enxerguem quais são as reais intenções por trás de cada ato.
comentários(0)comente



Natalia 31/01/2019

Contos macabros
A editora Suma caprichou nesta edição, já que tanto a capa quanto as artes no interior do livro, na minha opinião, são muito bonitas e são um complemento aos contos.
Não me atentei ao número de páginas antes de comprá-lo e me senti um tantinho desapontada com a espessura do livro, que é bem fininho - por um lado, a escassez de conteúdo pode ser positiva para alguns, já que ao final da leitura permanece um gostinho de "quero mais".
São 7 contos conectados, de cronologia embaralhada e com personagens centrais diferentes que, muitas vezes, são coadjuvantes em outros contos, ou apenas têm seu nome mencionado de passagem. Temos a sensação de familiaridade, reconhecimento e até de satisfação ao saber mais detalhes sobre os pecados de cada um deles (especificamente quando li o conto de Ivan, o ferreiro, pensei "Ah! Agora vou saber o que ele fez e qual o seu destino"). Cada uma das histórias está relacionada, de alguma forma, a um dos sete pecados capitais e a um demônio: Belzebu, Leviathan, Lúcifer, Asmodeus, Belphegor, Mammon e Satan. Os relatos têm seu desenrolar em um minúsculo vilarejo, situado a quilômetros de distância da "civilização", como os próprios habitantes o descrevem; o fato de ser tão isolado é um dos principais causadores do conflito central da narrativa de grande parte dos contos, porque a guerra e o inverno rigoroso vão gradualmente cobrando seu preço e não há escapatória.
Só há um ponto "negativo", que não passa de mero detalhe: concordo com o que foi dito por outro leitor no sentido de que o livro seria ainda melhor se fosse escrito em forma de romance. O formato de contos instiga, sim, e os cortes abruptos no fim das histórias, sem maiores detalhes, têm lá o seu charme. Mas finalizei a leitura com um sentimento agridoce, porque me vi envolvida pelo vilarejo e seus habitantes e os contos não saciaram minha curiosidade - um romance teria sido perfeito para isso.
comentários(0)comente



Jew Reader 27/01/2019

=R.E.S.E.N.H.A=
O Vilarejo é o segundo livro de contos solo do Raphael Montes com ilustrações de Marcelo Damm, com publicação de 2015 pela SUMA DE LETRAS, li ele em e-book, mas a versão física possui suas 109 páginas, a história tem 7 contos em relação à um dos 7 reis do inferno, e são todos narrados em 3° pessoa.
Bem, em O Vilarejo, vamos conhecer esse vilarejo onde os nossos personagens moram, esse vilarejo está em sua piores condições graças as tempestades de neve, eles não estão mais recebendo suprimentos, fazendo então com que muitos acabem morrendo de frio e fome. Em cada conto vamos conhecer um personagem em específico e o seu demônio capital. Os personagens que sobrevivem fazem o que podem para sobreviver e continuarem vivos, mas e aí, o que acontece com esses personagens? O que sobra do Vilarejo? Para descobrir, basta apenas ler e saber qual foi o destino deles!
Esse é um daqueles livros em que da para você super de boa ler em um dia, quer dizer em poucas horas. Eu nunca li nada do autor antes, mas graças a este livro, quero muito ler todos os outros livros dele, a escrita desse cara é demais, ele escreve de uma forma em que não deixa o leitor entediado e acaba sendo bem perturbador as vezes. Aconselho se você não leu, ler apenas as informações a qual eu já dei, porque o legal dele é você ir sem ter muito conhecimento sobre o que você está lendo, para que você possa se surpreender de alguma forma. Todos os contos são interligados, então você não precisa lê-los na ordem, eu li na ordem e gostei, mas fica a critério de vocês. Os meus contos favoritos foram o Lúcifer e Mammon e o mais perturbador na minha opinião foi o Leaviathan.
E para quem não sabe o que pegar para ler, quer algo rápido e divertido, só pra adicionar mais um na meta de livros lidos, fica a minha recomendação.
Dei 4 estrelas de 5, comecei e terminei no dia 05/10/2018...
By- João Marcos=R.E.S.E.N.H.A=
O Vilarejo é o segundo livro de contos solo do Raphael Montes com ilustrações de Marcelo Damm, com publicação de 2015 pela SUMA DE LETRAS, li ele em e-book, mas a versão física possui suas 109 páginas, a história tem 7 contos em relação à um dos 7 reis do inferno, e são todos narrados em 3° pessoa.
Bem, em O Vilarejo, vamos conhecer esse vilarejo onde os nossos personagens moram, esse vilarejo está em sua piores condições graças as tempestades de neve, eles não estão mais recebendo suprimentos, fazendo então com que muitos acabem morrendo de frio e fome. Em cada conto vamos conhecer um personagem em específico e o seu demônio capital. Os personagens que sobrevivem fazem o que podem para sobreviver e continuarem vivos, mas e aí, o que acontece com esses personagens? O que sobra do Vilarejo? Para descobrir, basta apenas ler e saber qual foi o destino deles!
Esse é um daqueles livros em que da para você super de boa ler em um dia, quer dizer em poucas horas. Eu nunca li nada do autor antes, mas graças a este livro, quero muito ler todos os outros livros dele, a escrita desse cara é demais, ele escreve de uma forma em que não deixa o leitor entediado e acaba sendo bem perturbador as vezes. Aconselho se você não leu, ler apenas as informações a qual eu já dei, porque o legal dele é você ir sem ter muito conhecimento sobre o que você está lendo, para que você possa se surpreender de alguma forma. Todos os contos são interligados, então você não precisa lê-los na ordem, eu li na ordem e gostei, mas fica a critério de vocês. Os meus contos favoritos foram o Lúcifer e Mammon e o mais perturbador na minha opinião foi o Leaviathan.
E para quem não sabe o que pegar para ler, quer algo rápido e divertido, só pra adicionar mais um na meta de livros lidos, fica a minha recomendação.
Dei 4 estrelas de 5, comecei e terminei no dia 05/10/2018...
By- Jew Reader
comentários(0)comente



Blog Aquela Epifania 24/01/2019

Perfeito!
Antes de falar qualquer coisa a respeito da narrativa, é necessário ressaltar o trabalho artístico impecável deste livro. Qualidade editorial inquestionável! Cada detalhe, em cada página, contribuem para que toda a "magia macabra" esperada de fato aconteça!
Imagens que vão de respingos de sangue nas páginas, aos personagens bem detalhados e planejados com uma sintonia incrível com o que estamos lendo!

"O Vilarejo" já nos presenteia com um prefácio instigante, onde o autor se reporta como apenas um tradutor do que virá a seguir, dizendo ter adquirido alguns cadernos ilustrados em um sebo, escritos por uma senhora já falecida, em uma "língua morta pertencente ao ramo botno-úgrico"

O "tradutor" divide o livro em sete curtos, porém incríveis, contos.

Cada conto recebe o nome de um demônio e cada demônio está relacionado a um pecado capital! Para fechar essa trama maravilhosa, cada conto, claro, está relacionado ao pecado de seu título.

Apesar de termos demônios nos títulos de cada conto, os personagens são bem reais, bem humanos. No entanto, é colocado uma lente de aumento em cima dos "demônios" que podemos carregar em nós e a que ponto podemos chegar por conta de nossos desejos, prazeres, necessidades, raiva e tudo que envolve um ser humano e sufocamos com nossa moral, nossos valores e privilégios.

No Vilarejo em que tudo acontece, os habitantes estão abandonados à própria sorte, tendo de lidar com a fome e a desgraça individual de cada um, num cenário pós-guerra.

O que ficou bem claro para mim, é que o autor quis mostrar o quão maléfico, em benefício próprio, pode ser o ser humano. Tudo isso, acima de qualquer questão sobrenatural!

Somos avisados, logo no início da leitura, que a ordem dos contos não importa, que podemos ler como quisermos. Eu optei pela forma com que foi escrita mesmo por simples TOC e, depois de concluir, fiquei satisfeita por ter feito essa escolha. O primeiro conto, um dos mais fortes pra mim ( UM dos, não o MAIS), tem um excelente retorno no final, onde esclarece alguns pontos da qual não tínhamos tido essa perspectiva ao ler o primeiro. Gostei da distância entre um e outro. Mas, de fato a ordem não altera em nada o livro. São contos que conversam entre si, porém sem dependência entre eles.

Sim, é macabro, tem que ter estômago em vários cenas, mas há muita beleza aí, acredite!!! Nos Contos bem escritos, nas lições que cada um nos deixa, na arte...

Fechando com chave de ouro, novamente a arte do ilustrador Marcelo Damm é protagonista e não precisamos de mais nada após sua última ilustração. Não irei mostrá-la, pois é peça fundamental na leitura, mas segue outra imagem sensacional...
E é exatamente isso que eu posso dizer a vocês sem que estrague a beleza desse livro.

site: Instagram: @aquelaepifania
Mari M. 24/01/2019minha estante
Realmente incrivel , eu amo!




Geovana.Morais 19/01/2019

Uma leitura simplesmente incrível
São pequenas páginas de horror excelentemente bem escritos e que se interligam uns com os outros de uma maneira excepcional.
Tive pensamentos de repulsa, horror, situações que poderiam ser reais, teorias erradas e aquelas que desejei que fossem, mais horror, personagens odiáveis, mais horror.
Finais que me deram profundas reflexões e pessoas intituladas monstros, quando na verdade os monstros eram aqueles que os denominaram, mas no final, estes também se tornaram monstros a medida que foram tratados como tal e tomados de vingança. É a primeira vez que entro neste gênero e não poderia ter sido com uma obra diferente.
comentários(0)comente



ana 11/01/2019

Sem condições!
Que livro maravilhoso e ainda por cima nacional.
Sério só leia e aproveite essa obra sangrenta.
comentários(0)comente



Mandie 08/01/2019

Data de leitura:
Início: 04/11/2018
Término: 04/11/2018
comentários(0)comente



Jesus 03/01/2019

Um Livro de Contos de Um Conto
Título estranho?
Mas é o que ele é!
Vários contos que na verdade são um só, mesmo que apartados em capítulos, eles se interligam.
E a maneira que isso é feito é sensacional!

Poucos foram os livros que captaram minha atenção do início ao fim como esse carinha.
E poucos foram o que me causaram diferentes sentimentos também, tais como calafrios, revolta, desconforto e surpresa.
Tornou-se normal eu terminar de ler um capítulo e ficar parado com o livro aberto e minha boca aberta, com a sensação "O que foi isso que eu acabei de ler??? Quero mais!".

Tive vontade de adiar o término da leitura, pois sei que será difícil alguma próxima leitura superar essa obra.

Livro muito bem escrito, ortografia e pontuação impecáveis, ilustrações belíssimas em sua qualidade e desagradáveis em seus significados.
Só peca em um aspecto: Uma hora ele acaba. E essa hora vai chegar muito rápido.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



spoiler visualizar
Mari M. 28/12/2018minha estante
É incrivel as ligações entre os contos né!?


Josy Oliveira @3amigasentrelivros 28/12/2018minha estante
Foi um livro que me supreendeu pela originalidade. Nuca lir nada igual. Tudo nesse livro foi muito bem pensado




diego.dasilvaresende 25/12/2018

enredo articulado de forma sagaz !!!
A história dos moradores se encaixam de forma bastante inteligente, o terror e a obscuridade da trama esta de Parabéns, o único ponto negativo e que o livro e curto !!! mas Recomendo a todos que gostam do gênero .
comentários(0)comente



387 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |