O Vilarejo

O Vilarejo Raphael Montes




Resenhas - O Vilarejo


1008 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Semprelendoo 15/07/2020

Raphael montes e seu dom pra escrita de coisas macabras
esse livro traz contos que contam histórias diferentes mas que no final tudo se juntam e formam um sentindo. Cada conto um mais macabro e sangrento que o outro, recomendo pra quem tem estômago.
comentários(0)comente



Thais Mendes 15/07/2020

Complicado...
Eu ainda não sei bem o que eu achei disso, mas vamos lá:

(¡Vai ter spoiler mais pro final, mas eu aviso antes!)

Não sou familiarizada com terror, mas acabei me interessando por esse livro. Então decidi ler pela primeira vez alguma coisa mais tensa.

Achei legal a ideia de cada história representar um pecado e também da ligação que você vai percebendo entre cada uma. E as ilustrações são incríveis.

Mas a quantidade de violência que eu encontrei nessas poucas páginas me incomodou bastante.

Fiquei animada quando li o prefácio. Mas logo me decepcionei pois, para mim, o autor só criou um vilarejo qualquer. Eu esperava que fosse algo diferente, já que foi dito no início de que se passava em um tempo mais antigo, com um idioma morto e etc.

Resumindo: achei a ideia boa, mas achei o resultado ok.

!!! Spoiler abaixo !!!

Eu comecei a ficar muito incomodada a partir da terceira história que representa Lúcifer/soberba.

Foi interessante o autor ter retratado a soberba com o racismo. Mas ler aquele final com o Mobuto sendo torturado pela mulher (que deu a louca de uma hora pra outra) me deixou muuuuiitooo desconfortável.
E os dois seguintes me deixaram com essa mesma sensação.
comentários(0)comente



Nancy.Sotero 15/07/2020

Péssimo
Escritas sobre tudo de mais horrível que existe sob um pretexto fútil de descrever os pecados capitais. Ambientação europeia forçada e a tentativa de vender como um pseudo caso real pior ainda.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Eden.Olivine 15/07/2020

Contos rápidos e bem escritos que prendem o leitor e instigam a curiosidade pra saber o que vai acontecer no conto seguinte. O fato dos personagens estarem, de certa forma, interligados torna a narrativa muito mais interessante.
comentários(0)comente



Henrique 15/07/2020

Para passar o tempo.
É bom, nada mais que isso. Depois da grande surpresa do primeiro livro que li do Raphael, esse me desapontou um pouco, porém, gosto da sua escrita e criatividade para histórias.

As cenas gore salvaram a leitura.
comentários(0)comente



Bruna França 13/07/2020


📕 Em 1589 na Alemanha, o padre Peter Binsfeld faz a classificação de 7 demônios ligados diretamente com os pecados capitais.⁣
Em 2014, o bibliotecário Maurício compra um lote com mais de 7 mil livros de uma senhora chamada Elfrida Pimminstoffer falecida meses antes e entre esses livros, três cadernos chamou sua atenção. O livro era dividido em 7 capítulos escritos em uma língua morta, relatando histórias de horror e extrema violência que se passa em um vilarejo que foi atingido pela neve, pela fome e acabou ficando isolado do resto do mundo.⁣

💬 Eu fiquei chocada com esse livro. ⁣
Não estou tendo muita sorte com contos, mas ao contrário do primeiro livro, esse foi inominável.⁣
Raphael Montes cria 7 contos perturbadores com a pequena população de um vilarejo que sumiu do mapa e aparentemente ninguém sobreviveu, são histórias ligadas aos 7 pecados capitais, que atingiram o ápice da barbárie. ⁣
Temos violência, estupro, canibalismo, racismo, loucura, vingança, assassinato e muito mais. É um livro pesado pra ler, mas não tem como parar no meio ou você começa e vai até o fim, ou nem começa!⁣
O final é surpreendente e dá para entender o motivo da bisneta da Sra Elfrida não querer os livros por perto e nos deixa com um questionamento, todas essas histórias aconteceram mesmo ou foram só fruto de uma mente perturbada?⁣
ArseniumGX 13/07/2020minha estante
Gostei! Vou adicionar à minha lista de desejos.




Willana 13/07/2020

"O caráter do homem é o seu demônio."- Heráclito.
Pode ser que contenha spoilers!

Sangue, vísceras, sangue e mais sangue.
O Vilarejo é no estilo Gore, então vai ter sim excesso de violência gratuita, incluindo vísceras, restos mortais e atos perturbadores e incômodos e, claro, com muito, MUITO, MAS MUITO sangue.
Adoooooro. (Eu sei, não sou normal kkkk).
Tem um tema sobrenatural ali no meio também, e pode ser que cause medo em alguns.

São sete contos macabros sobre um vilarejo isolado, apresentando os moradores do vilarejo e até onde vão a maldade de seus pecados. Está fora de ordem cronológica, mas todos são interligados. Cada um baseado em um demônio responsável por invocar um pecado capital nos seres humanos.

1.Belzebu (gula)
2.Leviathan (inveja)
3.Lúcifer (soberba)
4.Asmodeus (luxúria)
5.Belphegor (preguiça)
6.Mammon (ganância)
7.Satan (ira)

"Humanos vivem carregados de uma crueldade sufocada."

Enfim, foi exagerado, foi sanguinário, foi macabro, e foi muito bom.
Para quem curte esses temas, vai gostar bastante, é um livro bem curto, super rápido de ler, com vários plots, sangue, insanidade, sangue, maldade, sangue (tem aos montes, sério kkk). Teve um bom desfecho. E deixa uma questão: A maldade já é da natureza do ser humano, precisando apenas de um empurrãozinho para se rebelar, ou é preciso uma interferência externa, sobrenatural talvez, para que ela venha à tona?

"Perceba, Anatole, que nunca inseri o pecado ou o mal nas pessoas. O mal já estava lá. Eu apenas o potencializei."


Obs1.: Tenho que dizer, que me incomodou bastante o racismo mostrado ali. Senti muito asco disso.

Obs2.: Dariam ótimos curtas metragem esses contos.

Obs3.: Não deixem de ler Prefácio e o Posfácio!!!
comentários(0)comente



Leonardo.Moreira 12/07/2020

Contos incríveis
Uma das melhores literaturas de horror que já li, com contos fascinantes, que te surpreendem cada vez mais e com um desfecho bem surpreendente.
Magno Muniz 12/07/2020minha estante
Esse livro é maravilhoso.




VGGrecco 12/07/2020

O Vilarejo
Em 1589, o padre e demonologista Peter Binsfeld fez a ligação de cada um dos pecados capitais a um demônio, supostamente responsável por invocar o mal nas pessoas. É a partir daí que Raphael Montes cria sete histórias situadas em um vilarejo isolado, apresentando a lenta degradação dos moradores do lugar, e pouco a pouco o próprio vilarejo vai sendo dizimado, maculado pela neve e pela fome.

O Vilarejo é um livro que me surpreendeu. Aqui, somos apresentados a 7 contos, que, por mais que seja dito que pode ser lido em qualquer ordem, não recomendo, recomento que sigam a ordem que o Raphael estipulou. Neles, somos apresentados a um vilarejo, com sua população, em diversos tempos. Cada história mostrando histórias que representam cada uma um pecado capital, o que por si só já é uma ideia que gosto muito. Porém, a execução é perfeita. Além das histórias serem contos legais individualmente, eles são apenas isso, legais. Porém, a obra brilha mesmo nas conexões e os plot twists que se dão entre os contos. Além disso, o final é de deixar qualquer um embasbacado.

Enfim, o vilarejo é um livro simples de ler, rápido, para ler em um dia, mas quando tudo é conectado, você pensa se leu direito. É uma leitura de um autor nacional que deve ser exaltado no meio literário.
comentários(0)comente



elainegomes 11/07/2020

Terror Nacional
Já começo dizendo que adoro o tema em especial quando posso prestigiar um escritor nacional, foi meu primeiro dele e sem dúvida vou ler muitos outros
comentários(0)comente



Helen.Goes 11/07/2020

O vilarejo
Sobre o livro, eu confesso que empurrei um pouco com a barriga, o livro não era Oq eu esperava mas não deixa de ser uma história boa, depende do gosto de cada um
comentários(0)comente



Agatha Milani 11/07/2020

Eu li os capítulos na ordem que estão no livro, ficava chocada com cada vez que as histórias mostravam suas ligações

Ficava horrorizada com as coisas que aconteciam para finalizar cada capítulo e haviam histórias que me davam vontade de entrar no livro e parar aquela situação de tão agonizante que era

As imagens dão um ar bem mais pesado aos acontecimentos e achei uma mais assustadora do que a outra

É inevitável pensar se aquilo tudo realmente aconteceu ou não, ainda mais pela revelação que temos no final de quem era a senhora dona dos cadernos
comentários(0)comente



Diego 09/07/2020

Livro de leitura rápida dividido em contos interligados com personagens de um vilarejo com acontecimentos bizarros. Foi uma grata surpresa esse livro, que é nacional, e me deu vontade de ler mais do autor. O mais chocante é que os traços do mal representado em todo livro é dos mais palpáveis do nosso cotidiano. Presenciamos ele com certeza todos os dias, nas ruas, nas notícias, em nós mesmo...
Merece ser lido e se arrepiar com as histórias e o final, aah o final visual me arrepiou demais!

"[...] nunca inseri o pecado ou o mal nas pessoas. O mal já estava lá. Eu apenas o potencializei."
comentários(0)comente



Nanda 09/07/2020

Embora tenha pensado no começo que seria uma história tipo "mais do mesmo", me surpreendi com cada parte individual de histórias interligadas e no com um final ótimo, mas meio perturbador.
comentários(0)comente



1008 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |