Filhos da Lua: O Legado

Filhos da Lua: O Legado Marcella Rossetti




Resenhas - Filhos da Lua


73 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Menina Jasmim 01/10/2020

Filhos da Lua
Bianca está sempre mudando de cidade por conta do emprego de sua irmã. Elas não fixam suas raízes e estão sempre em um lugar novo quando Bianca menos espera. Mas algumas coisas acompanham a garota a onde quer que vá: seus episódios de sonambulismo e o pesadelo/ lembrança do dia em que seus pais foram assassinados por um… Lobo? E mesmo que digam que sua mente inventou isso por conta do trauma, há muito mais por trás. O que Bianca não sabe é que ela é a última descendente de uma antiga linhagem de trocadores de pele (Karibaki) e que sua vida está a um passo de mudar completamente.



Filhos da Lua: O Legado foi um livro que escutei falarem muito bem sobre. Sou apaixonada por fantasia então não podia ter deixado a expectativa mais lá no alto com essa nacional. Somos apresentados a nossa protagonista Bianca que parece ser uma jovem normal, excetuando que “viu” os pais sendo assassinados e que anda enquanto dorme. Ela está começando em uma escola nova, em uma cidade nova e parece que não vai fazer amizades (porque logo vai ter que se mudar novamente, né?), mas no primeiro dia ela já encontra novos amigos e também paga mico na frente da escola inteira… E assim começa este romance, parecendo bastante aqueles clichês de livro de fantasia com a aluna nova, sem poderes e que precisa ser protegida por ser importante para alguma coisa.



Fiquei com a sensação que o livro teve duas introduções. A primeira nos apresentando à Bianca e sua vida na cidade e escola novas. Suas amizades e como seu sonambulismo a metia em lugares muito estranhos. A segunda introdução veio depois que ela descobriu ser descendente dos trocadores de pele e vai conhecer o universo deles, escondido dentro de nosso mundo. Só depois disso que a história parece começar de fato e lá se foram 2/3 do livro praticamente. Isso dificultou bastante eu me interessar pela trama em um primeiro momento. As coisas estavam indo muito devagar, além de que a autora gosta de descrever as roupas dos personagens a todos os momentos, o que é algo que particularmente me incomoda bastante.



Na segunda parte do livro temos a introdução de praticamente todo universo dos Karibakis, como Bianca não sabe de nada daquele mundo, ela precisa estudar sobre. Achei bastante interessante como a autora criou seu mundo e a tecnologia, há bastantes detalhes e dá para notar como ela teve todo cuidado para que as coisas fizessem sentido. O que me incomodou, porém, foi como ela passou essas informações para o leitor. Não achei que fluiu muito bem. Logo nos primeiros momentos da 2ª parte, somos introduzidos a muita informação, e muita informação de uma vez. Eu entendo que é para explicar à protagonista que não conhece nada de nada, mas, mesmo assim, no final de cada explicação eu não lembrava de mais nada do início desta.



O 1/3 final foi a parte mais dinâmica e onde a leitura fluiu mais. Mesmo que a trama em si não tenha nada de muito espetacular e algumas partes tenham sido previsíveis, o final foi interessante e fechou bem o livro, deixando um gancho para o volume dois. Acredito que a continuação será bem melhor já que não precisa mais explicar tanta coisa.



(Comentário aleatório: só eu que acho engraçado quando personagens que se transformam em lobo começam a rosnar um para o outro, mas em sua forma humana? kkkk Deve ser uma visão e tanto xD)

site: https://ultimasfolhasdooutono.tumblr.com/
comentários(0)comente



Nathália 18/08/2020

Marcella criou seu universo particular de fantasia urbana, que é claramente um livro bem preparado a partir de muito estudo e escrito com muita dedicação. Sua clareza ao descrever situações complicadas ou na apresentação do próprio universo karibaki, é de fácil entendimento e nos envolvente mais ainda nesse mundo.
Foi um prazer conhecer essa história e poder reler... a mitologia abordada, as histórias que vão se cruzando, como certas coisas no mundo Karibaki funcionam, é sensacional. O final foi totalmente inesperado e só me deixou mais ansiosa para a continuação.
comentários(0)comente



CT dos Livros 14/07/2020

Resenha do @ctdoslivros !
Obra: Filhos da lua: O legado @sagafilhosdalua
Editora: @aveceditora
Autores: @marcella_rossetti
Gênero: Baixa Fantasia

Você consegue imaginar que a vida que te ensinaram a viver pode não ser aquela para a qual nasceu? Que tudo o que acredita pode não ser inteiramente verdade? E que existem criaturas conhecidas como trocadores de pele vivendo entre nós?

Em Filhos da Lua: o Legado, você descobre um novo universo de fantasia urbana, tendo como cenário o nosso país. A autora apresenta uma aventura cheia de mistérios cuja personagem principal é Bianca, uma adolescente que não imagina que sua chegada na cidade desencadearia uma série de acontecimentos capazes de transformar completamente a sua vida e revelar os segredos de um perigoso mundo.

Com uma escrita extremamente fluida a Marcella nos apresenta todo o universo dos trocadores de pele, e nos mostra uma sociedade avançada, e presa em costumes arcaicos.

A autora soube conduzir a trama desde as primeiras páginas quando nos apresentava os personagens principais, até o clímax, ela soube conduzir o leitor, em um misto de emoções conforme, onde a autora de forma sutil e magistral soube conduzir o leitor a sentir a emoção que a cena precisava.

Os personagens desse livro, são sempre bem construídos, e todos acrescentam algo de especial a trama, e por mais simples que eles possam parecer, na verdade eles tem uma profundidade que o leitor vai notando no decorrer da história e isso cria apego e identificação. Esse fato faz com que a gente se importe com cada um deles e que tenhamos medo sobre seu futuro.

Outro ponto muito positivo, foi a autora saber mesclar, SCI-FI e fantasia e nenhum dos dois se sobrepujar, e sim cooperarem entre si.

Esse é sem sombra de duvida um dos meus livros favoritos do ano, e uma das melhores fantasias nacionais que já tive o prazer de ler. Alvo Dumbledore disse certa vez, “A felicidade pode ser encontrada mesmo nas horas mais difíceis, se você se lembrar de acender a luz”. E ler Filhos da Lua foi essa luz acessa em um momento de extrema dificuldade!

Avaliacão: ★★★★★

site: https://www.instagram.com/p/CAnf2UXB_vs/
comentários(0)comente



Chai 23/04/2020

Muito bom!
No início confesso que fiquei um pouco confusa, como se faltassem algumas explicações para eu entender melhor algumas situações e acontecimentos, mas depois que a história de desenrola passei a entender e captar melhor, o livro se torna interessante e cheio de ação. Já estou pronta para a continuação!
Marcella Rossetti 23/04/2020minha estante
Muito obrigada pelos seus comentários!! A continuação já está disponível! Espero que goste tanto quanto o primeiro! bjoss




Nath Vares 04/03/2020

Sensacional
Fazia um tempo que não lia um livro que gostasse tanto, que me prendesse tanto a atenção.

Filhos da Lua é uma fantasia urbana que se passa na cidade de Santos, Brasil. Escondidos dos olhos humanos vivem criaturas conhecidas como karibakis (eu gostei de como a autora modificou a história dos lobisomens)

É difícil fazer um resumo porque a autora criou um universo muito rico em detalhes, a sociedade karibaki tem toda uma estrutura, com os refúgios, linhagens, habilidades, história, mitologia.

Na primeira parte da história temos nossa protagonista Bianca Bley tentando se adaptar a mais uma cidade nova já que ela e sua irmã mudam-se frequentemente. Bianca tem crises de sonambulismo devido ao trauma do dia em que presenciou a morte da mãe e do padastro.

Então temos uma parte mais morosa, com toda coisa de novos amigos, nova escola, triângulos amorosos, pessoas estranhas (kkk).

Até que algo acontece numa boate em que ela estava e Bianca descobre a existência dos Karibakis.

Na segunda parte Bianca é levada ao refúgio pois sua vida está em risco. Ela então tem que se adaptar a vida entre essas estranhas criaturas.

Aqui as coisas começam a ser explicadas de forma mais clara e a gente entende um pouco mais sobre os conceitos e personagens dos livros.

Mas nem tudo são flores e o final é explosivo e deixa gostinho de quero mais, pois muitas perguntas não foram respondidas, e outras surgiram no meio do caminho.

Eu amei o livro. Até as partes clichês e os triangulos amorosos adolescentes. O final me deixou chocada, eu tive que largar o livro várias vezes e fiquei tipo "quê????".

A evolução dos personagens é muito boa, especialmente da Bianca. A ambientação é maravilhosa, a autora consegue descrever sem cansar o leitor (particularmente detesto descrições hiper detalhadas).

Resumindo, super recomendo para quem gosta de fantasia e para todo resto também. Para quem tem Kindle, o livro está disponivel pelo Kindle Unlimited, então aproveitem.

Vem logo volume dois!!!
Marcella Rossetti 23/04/2020minha estante
Oii, obrigada pela avaliação!! Espero que goste da continuação tb!!




Luciano Otaciano 08/01/2020

Livro excelente!
Olá caros leitores e caríssimas leitoras, preparados para mais uma resenha literária. Venham comigo descobrir minhas impressões à respeito da obra.

Bianca é uma adolescente que vive mudando de cidade por causa do trabalho da sua irmã. Sendo assim, frequentemente, ela precisa se acostumar a novos ambientes e uma nova escola. A última mudança feita, porém, parece reservar experiências até então inimagináveis para a nossa protagonista. Aliás, algo que muita gente sequer imagina existir.
Bianca, aliás, sempre apresentou indícios de ter algo acontecendo de diferente em sua vida. Em primeiro lugar, ela é sonâmbula e acordava, algumas vezes, longe de casa. Contudo, será que um simples sonâmbulo faria aquilo? Ademais, ela tem pesadelos constantes com um monstro enorme. Muitos dizem que isso é fruto de um trauma que ela sofreu ainda muito jovem, porém, pode ser algo completamente diferente.
Ao ir a uma festa encontrar Lucas – rapaz que a faz desmaiar, literalmente –, algo sai completamente do controle e ela presencia um ataque inexplicável, ao menos para a lógica comum. A partir daí, Bianca estará submersa em um mundo mágico, com criaturas poderosas e batalhas que ela jamais imaginou enfrentar. Será que ela irá sobreviver?
Partindo dessa premissa, Marcella cria uma trama interessante, dando uma nova faceta aos lobisomens – filhos da lua, aqui chamados de trocadores de pele. Para tal, compõe uma mitologia por trás de tais seres e ainda tece conflitos que deixarão a trama mais envolvente, fazendo com que o leitor desbrave a obra rapidamente.
A escrita da Marcella, aliás, é um dos elementos que faz com que a leitura seja rápida. Sua narração é leve e envolvente, mesmo nos momentos de menor ação. Ademais, ela consegue trabalhar bem os conflitos, sem deixar o livro com aquela coisa insuportável de dramalhão adolescente. Os momentos de ação são alucinantes e a autora sabe aproveitar bem as potencialidades de cada personagem.
Aliás, personagens esses que chamam a atenção. Bianca, a protagonista, a princípio é a típica adolescente de livros fantásticos: chatinha, dada a certo drama e não parece ter tantas potencialidades para assumir o papel de protagonista. Contudo, essa personagem amadurece muito no decorrer da trama, mostrando uma evolução notável e ganhando o leitor. Outros personagens também empolgam e prometem ser ainda melhores nas próximas obras, principalmente Lucas.
Contudo, como em quase toda obra juvenil, aparecem aqueles pecados básicos: triângulo amoroso difícil de engolir, algumas decisões meio óbvias e passagens um tanto clichês. Ainda assim, Marcella consegue surpreender em muitos pontos com seu livro, o que é motivo de felicidade imensa, já que isso está se tornando cada vez mais raro.
Em resumo, Filhos da Lua – O Legado é uma obra envolvente, bem escrita e que alcança os seus objetivos com facilidade. Possui algumas características típicas de livros do estilo, mas ainda assim merece destaque. Se você gosta de livros juvenis, aposte na obra da escritora Marcella Rossetti; dificilmente você vai se arrepender. Finalizo por aqui, espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!
Marcella Rossetti 08/02/2020minha estante
Olá! Que bom que vc gostou! Obrigada por sua resenha! bjoss




André L. Jacob 07/01/2020

Filhos da Lua - O Legado
Desde que Bianca se mudou para uma nova cidade, que é Santos no estado de São Paulo, suas crises de sonambulismo e pesadelos com a morte de sua mãe pioram muitoPesadelos nos quais Bianca revivia o assassinato de sua mãe e de seu padrasto.

No seu primeiro dia de aula, nada foi muito planejado também. Ao se deparar com um grupo, onde o garoto mais bonito de sua escola, Lucas, estava, ela se sente um pouco tonta e literalmente desmaia aos pés dele. Uma situação realmente bem estranha tanto para Bianca, quanto para Lucas e seus amigos. E ela não sabia também que muitas coisas estranhas aconteceriam depois desse encontro. E descobriria muitas coisas sobre o seu passado e o passado de sua mãe. (que não posso contar pq é spoiler hihihi)

A leitura é muito viciante e impossível de largar. Os capítulos curtos fazem com que a história seja rápida e gostosa. Uma história completamente original e o fato da história se passar no nosso país, me tocou de um jeito muito bom :

site: https://www.instagram.com/hardcover_lifes/
comentários(0)comente



Pipoca Nerd 19/12/2019

Resenha do livro Filhos da Lua – o Legado de Marcella Rossetti
Oi oi, pipoqueiros, turuboom?

Nós aqui amamos um bom livro e quando ele envolve sobrenatural e mitologia, fica ainda mais divertido. E é por isso que já nos apaixonamos de cara pelo livro Filhos do Lua, o Legado, da autora Marcella Rossetti, publicado pela Editora Avec. O livro tem uma capa incrível, que já nos deixa querendo saber mais. E como já sabem, amamos uma boa capa.

O livro é um nacional sobrenatural, fantasia urbana ambientada no Brasil e não tem como ser melhor. Para superar isso tudo, ainda tem uma diagramação ótima.

Filhos da Lua conta a história de Bianca, uma jovem que tem pesadelos e terrores noturnos horríveis, que às vezes faz com que ela apareça do outro lado da cidade, e ninguém sabe como ajudá-la. Terapeutas e médicos acham que é apenas um medo bobo e um psicológico malcuidado. Enquanto não consegue melhorar com nada, sua irmã fica mudando de cidade em cidade, achando que assim pode ajudar a Bianca a ter experiências melhores.

Quando ela chega em Santos, conhece várias pessoas que mexem com ela, ainda mais do que seus pesadelos. Na nova escola, ela conhece alguns novos amigos e tem um, o Lucas, que a faz desmaiar na frente dele e ela nem sabe o motivo.
No mais, a vida vai fluindo para Bianca, um flerte aqui e outro ali e o Lucas acaba chamando a Bianca para uma boate e lá, acabam ficando. Nessa boate acaba acontecendo cada coisa MALUCA, e tudo vira do avesso.

Uma raça que trai a própria raça decide atacar bem no meio da boate, matando pessoas, puxando braços e pernas. O Lucas acaba se transformando ali no meio e quando a personagem acorda, já está no meio dos Filhos da Lua, onde descobre que é um deles, de um Legado que nem existia mais.

Nessa loucura podemos imaginar que o romance foi por água abaixo, né? Ate porque Lucas e Bianca nem pode mais ficar juntos.
Bianca é do Legado dos Farejadores e acaba indo para um refúgio na mata, super tecnológico e moderno, para se proteger e conhecer mais de seus poderes. Claro que nesse meio tempo vai rolar personagem novo, amor novo, suspense, tragédia e sofrimento. Que bom livro seria sem isso tudo, não é mesmo?

Marcella é uma autora incrível que conseguiu em um livro dar mais conteúdo do que eu já li na vida. Haha
A riqueza de detalhes desse livro é impressionante e a autora consegue nos fazer amar e odiar personagens com a mesma intensidade. Quando você acha que quer uma coisa, ela vai e mudar o lance inteiro até você nem saber mais o que queria. Com isso, a leitura é dinâmica e fluida, mesmo sendo um livro grande e intenso, você praticamente come cada página a cada segundo. E se você se perder na quantidade de termos e nomes nesse livro, tem uma glossário para te ajudar no final. Fica a dica.

Bianca é uma daquelas personagens cheias de problemas e que tem que tomar decisões que nem sempre são inteligentes. Apesar disso, gostei da personagem, forte e decidida, sem o mimimi de uma personagem desse estilo.

Com uma mistura dos clássicos distópicos atuais, com “casas, facções ou legados” determinados por forças e fraquezas, Filhos da Lua trás personagens fortes, maravilhosos e intensos.

Eu já preciso do próximo livro porque MINHA GENTE, que final foi esse?
Pode mandar, Marcella, estamos prontos. Também temos DNA de lobos em nós e precisamos de mais.

site: http://pipocanerd.com/livros/resenha-do-livro-filhos-da-lua-o-legado-de-marcella-rossetti/
comentários(0)comente



Diego Araujo 04/10/2019

“Somos todos imponentes contra monstros.”
Certas criaturas vivem entre nós, só estamos despreparados a conhecê-las. Aspectos bestiais e capacidades sobrenaturais superam os limites da compreensão humana, deixam-nos alheios à comunidade mítica de costumes próprios e objetivos distintos de sobrevivência. Circunstâncias levaram uma garota a viver inconsciente desta realidade, até encontrarem-na e ver capacidades que, além de únicas, são essenciais em uma guerra travada há tempos. A garota precisa tirar o atraso ao viver fora do meio em que vivia, do contrário trará morte a ela e a todas as alcateias dependentes.

Filhos da Lua: O Legado é a estreia da saga de Karibakis, lobisomens com aspectos distintos dos já conhecidos. Publicado em 2016 por Marcella Rossetti pela editora Avec, elabora novos aspectos aos lobisomens.

“Somos todos imponentes contra monstros.”

Bianca vive com a meia-irmã Laura desde a morte dos pais. Tem poucas lembranças da tragédia, sendo elas revistas em pesadelos com a menina escondida no banheiro enquanto uma besta lupina e enorme atacava a família. Com transtornos psicológicos causados por aquele dia, Bianca também sofre de sonambulismo e traz preocupações a irmã. Elas mudam de cidade com frequência, em busca de conforto frente às condições de Bianca — e por outro motivo a revelar no decorrer da história.

Agora na cidade de Santos, Bianca enfrenta outro ritual dos “primeiros dias na nova escola”, onde precisa se enturmar com outros estudantes e prosseguir com suas aulas. Assim conhece pessoas como Nicole, Rafaela e Lucas, e passa mal só de se aproximar deste último. A fonte de seus pesadelos a transtorna inclusive durante o dia, pois ocorrem acontecimentos em Santos relacionados ao que Laura sempre tentou evitar a Bianca: o contato com os seres chamados Karibakis, também conhecidos como trocadores de pele (que rejeitam a denominação lobisomem).

“Era uma criatura bela e terrível.”

O livro apresenta a rotina de Bianca ao sofrer com as noites sonâmbulas e enfrentar os desafios adolescentes de mudar de cidade e estudar em outra escola com frequência. Mostra a dificuldade a cada mudança de casa e as dificuldades da garota por essas situações, também focando nos demais personagens a conviver com a protagonista ou ainda os encontrando antes de revelar a ela — e ao leitor — sobre o que o livro trata. É demorado, mas compensador, pois aborda muito da vida pessoal de Bianca e justifica os conflitos internos da protagonista após ela conhecer os Karibakis.

Falando nas criaturas principais do romance, a concepção delas é original. De linhagens com capacidades distintas, uns nascem com o dom da troca de pele enquanto outros desenvolvem apenas em forma humana, sem falar dos recursos tecnológicos próprios dos Karibakis. Tudo é apresentado aos poucos, através da vivência da protagonista. Esses “poucos” chegam entre longos capítulos e atrasam o prosseguimento do enredo. Soa como se o livro tivesse duas introduções que ocupam dois terços do livro e só depois estabelece o conflito rumo a conclusão deste primeiro volume, com boas revelações e pretextos para uma continuação.

Além desta dispersão de conteúdo, a leitura custa a acelerar por certas abordagens na escrita. Houve um momento quando reuniu diversos personagens na mesma cena e a narrativa alternou de um ponto de vista a outro. Mesmo sabendo o suficiente de cada personagem focado, a leitura tornou-se difícil por mudar de ponto muitas vezes e no intervalo de poucos parágrafos. Outro problema é o abuso de advérbios no texto, dentre eles terminados em “mente”; essas palavras estendem a leitura onde poderiam ter verbos precisos ou estar subentendido, e os advérbios como “constantemente” pioram a situação por alongar a frase com esta palavra de tantas sílabas, e no fim entrega pouco significado. Também foi usado complementos ao descrever a fala, quando poderia deixar claro logo no diálogo. Para finalizar, a autora insiste em explicar muitas das situações presentes no livro, essas possíveis dos leitores compreenderem sem tal auxílio, e por isso foram penalizados nessas descrições estendidas sob a preocupação de deixar entendível.

Filhos da Lua: O Legado propõe novas ideias a criaturas tão bem conhecidas na mitologia de muitos países adaptados ao meio urbano brasileiro. Tem ótimos momentos focados no desenvolvimento pessoal da protagonista e contextualiza conflitos a resolver no próximo volume, que espero conter a narrativa mais dinâmica, poupando certos tipos de palavras e explicações.

site: https://www.ficcoeshumanas.com.br/post/resenha-filhos-da-lua-o-legado-de-marcela-rossetti
comentários(0)comente



Luciana.Gross 01/02/2019

Final não me agradou.
Gostei da dinâmica da leitura mas o final, na minha opinião, foi contraditório ao desenrolar do livro.
comentários(0)comente



Lidoliver 17/08/2018

Final inesperado
De cara, julguei que se tratava de um crepúsculo da vida, só que de lobisomens. Nada contra, eu até li e gostei dos livros da Meyer, mas Marcella Rossetti supera em muito a história com um roteiro envolvente.  É uma espécie de  ficção cientifica, sobrenatural e mitologia, com ação e romance na medida certa, e não como foco. Normalmente, eu detesto personagens principais adolescentes, mas Bianca é menina madura o suficiente para mostrar "a que veio" quando finalmente descobre as suas origens.

Sobre o final, você certamente não vai esperar. Eu simplesmente fiquei chocada, entusiasmada, decepcionada e ansiosa ao mesmo tempo. Confuso? Leia o livro e descubra por quê. 

site: https://lidoliver.wordpress.com
comentários(0)comente



Kleber.Luiz 05/08/2018

Boooom
Livro muito bom super recomendo
comentários(0)comente



Ana 19/06/2018

Empolgante
Um dos melhores e mais empolgantes livros que li... Narrativa incrível, personagens apaixonantes, universo fantástico e tudo escrito por uma talentosa autora jovem brasileira.

AMEI!
comentários(0)comente



Gláucia 06/05/2018

Um deleite aos que apreciam um mundo mágico!
Decidi fazer minha primeira resenha. Sim! Escolhi o livro "Filhos da Lua" da autora brasileira Marcela Rossetti. Por que? Simplesmente porque esse livro é sensacional e todos os brasileiros deveriam se dar a oportunidade de conhecer essa obra encantadora. Francamente, a última vez que havia sentido algo tão bom ao ler um livro de fantasia foi com "Harry Potter e as Relíquias da Morte".
"Filhos da Lua" retrata a história de Bianca, uma garota de 16 anos, que de repente se vê imersa em um mundo que nunca imaginou existir. Com personagens cativantes, ao longo da leitura me peguei sorrindo, aflita e até bastante emocionada... Sim! Pude tirar diversos aprendizados no desenrolar da história e, quando fechei o livro, não tive dúvida, eu havia conhecido um novo mundo mágico que fez meu coração reacender, inclusive, para viver meus sonhos!
Marcella Rossetti 12/06/2018minha estante
Muito obrigada por suas palavras! É muito bom saber que foi sua primeira resenha! Que honra!




Nathy 13/12/2017

Potencial!!
Confesso q no começo do livro eu quase q desisti... ficou muito parecido com aqueles clichés romance infanto-juvenil sobrenatural ao estilo cassandra clare... Graça a deus eu nao desisti e perpetuei na leitura!
A história evoluiu e me surpreendeu, ainda tem alguns erros de desenvolvimento de escrita e alguns deslizes no enredo, mas fora isso, foi uma ótima leitura.
Espero q tenha una continuação.
comentários(0)comente



73 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5