Uma Semana Para Se Perder

Uma Semana Para Se Perder Tessa Dare




Resenhas - Uma Semana Para Se Perder


147 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Lizzy 02/09/2015

O que dizer desse livro: Maravilhoso, simples assim. Um romance com ingredientes semelhantes de outro livro igualmente delicioso, Nine Rules to Break When Romancing a Rake, da autora Sarah Maclean.

Minerva Highwood, a heroína, é inteligente, naturalmente curiosa e amável. Além disso, é extremamente estudiosa, uma geóloga, para ser mais precisa. Ela descobriu uma pegada pré-histórica e almeja apresentar suas conclusões científicas em um simpósio de geologia, a ser realizado na Escócia, porém ela possui dois obstáculos aparentemente intransponíveis: é solteira e mulher.

Bem, nada poderá detê-la, é aí que entra Colin Sandhurst, lorde Payne. O lindo e dissoluto visconde está passando uma temporada no campo e a mãe de Minerva rapidamente quer fisgar o partido para a outra filha. Aos olhos da mãe, Minerva não possui nenhum atrativo, pois a jovem não faz outra coisa senão viver com o rosto enfiado nos livros enquanto anda, empurrando seus óculos. Minerva é absolutamente inconsciente do seu atrativo, mas Colin já havia notado algo “diferente” nela.

Sob a falsa desculpa de que a irmã merecia um marido melhor, a moça procura o promíscuo lorde e propõe que ele a acompanhe até Escócia em troca do prêmio a ser pago ao vencedor da exposição. É claro que a proposição é absurda e escandalosa, mas todas as circunstâncias convergem para que isso aconteça e logo esses dois passam sete dias nas estradas vivendo as mais loucas aventuras.

A narrativa é contagiante, os diálogos são fluidos, bem escritos e provocantes. As cenas sensuais são ótimas, há muito erotismo com toques muito engraçados. Colin é lindo e sedutor, com um senso de humor na medida certa, além de ser um “professor” muito bem aparelhado. E, obviamente, Minerva, curiosa por natureza, aprende mais do que deveria. Há uma cena em particular (spoiler leve) em que o casal está uma estalagem e Colin decide mostrar a Minerva como se divertir com apenas o lençol entre eles. A "diversão" foi tamanha que acabaram esquecendo que eram "falsos" irmãos (risos). Essa cena foi impagável.

Colin tem seus próprios demônios a enfrentar e Minerva quer deixar sua marca no mundo. É um romance de autodescobertas, do resgate de um homem e o florescer de uma mulher pelos laços inesperados do amor.

Trecho:

"Como eu ia dizendo, querida, eu amo que você chame as coisas pelos nomes certos. Que você tenha coragem bastante para chamar uma teta de teta, um pênis de pênis. Mas, acima de tudo, amo que, mesmo depois dessa semana louca e inconsequente comigo - mesmo com seu coração, sua reputação e seu futuro em jogo - você foi corajosa o bastante para chamar amor de Amor" (pag. 275).

Então, se você deseja saber se Minerva irá alcançar suas aspirações científicas e conquistar o indomável lorde, só lendo o livro. Recomendadíssimo!
Helen 02/09/2015minha estante
Amei tbem !!


Cleide 02/09/2015minha estante
Maravilhoso!!!!!!!!!


Cris Paiva 02/09/2015minha estante
Ja comprei o meu, ta vindo de submarino! Heheheheh


Lizzy 02/09/2015minha estante
Gostei mais do que o primeiro e já é a minha segunda leitura =)


Cris Paiva 02/09/2015minha estante
O primeiro eu adorei, se continuar assim até o final, eu fico feliz. :)


Silvana Barbosa 02/09/2015minha estante
AIMEUDEUS . Não sei o que eu estou esperando que ainda não li este livro !


Lizzy 02/09/2015minha estante
Silvana, é a sua cara!!! rs Leia!!!


Lizzy 02/09/2015minha estante
Percebi que vc gosta de romances com bom humor!! =)


Drica 02/09/2015minha estante
Estou lendo o primeiro e está muito bom! Adoro essas mocinhas independentes...


Lizzy 02/09/2015minha estante
Eu também, são as melhores Drica. Bjs


Janne 02/09/2015minha estante
Ahh, mais um listinha!! :D


Semiramis 03/09/2015minha estante
Precisooooooo!!!!! =D


Silvana Barbosa 03/09/2015minha estante
Vou ler já !


May 28/10/2015minha estante
Adorei a resenha!!! Vc leu o livro em pdf? Se sim, tem ele ainda?


Lizzy 28/10/2015minha estante
May, obg, li o livro impresso.




Evy 21/08/2015

Os homens nunca hesitam em declarar sua presença. A eles é permitido viver ruidosamente, em meio a batidas e estalos, enquanto as mulheres são sempre ensinadas a viver em sussuros abafados.
Nunca é fácil falar de épocas passadas, a liberdade que hoje conhecemos (principalmente as mulheres) é algo recente. Afinal, desde os tempos remotos a subjugação dos homens em relação as mulheres era algo palpável, a sociedade exigia e esperava sempre o mesmo das mulheres e exceções nunca eram admitidas. Sequer pensar nas exceções daquela época é complicado, afinal, como ser você mesmo sem ser livre para ser você?

Minerva Highwood é uma exceção. Claramente não compreendida pela mãe, sem futuro ao que almejar, pois que classe de homem aceitaria uma "coisinha" tímida, de óculos e ah... Fascinada por pedras?

"(...) Se ela pudesse receber qualquer coisa que desejasse, Minerva só lhe pediria uma coisa. Amor. Deixe que eu ame você, e você me ame. (...) Mas ela não tinha a coragem de pedir a coisa que mais queria. Ser amada, apenas por ela mesma." Pág. 212

Com a determinação em ser reconhecida por uma descoberta que poderia ser inovadora e finalmente lhe dar o respeito pelo qual ela tanto buscava, Minerva contata Colin para que a acompanhe nessa empreitada e claro Colin sendo o Colin, era inevitável tanto ele aceitar, como que as coisas não sairiam como ele planejava (nem ela por sinal).

Colin... Ah Colin, o que dizer? Ele é mais uma alma torturada por circunstâncias passadas que não o largam, que nem deixá-lo ter a paz de um sono deixam.
A Tessa soube dosar a borda entre o "libertino engraçadinho" e o "homem que é mais do que aparenta ser."
Ri muito com o Colin, as situações que eles passam durante a viagem até o simpósio de Geologia são extremamente divertidas.

'"(...) Há um canivete na minha bota direita. Pegue-o, por favor."
Mantendo a pistola apontada para o ladrão, ela foi se deslocando de lado até alcançar a bota. Minerva encontrou o canivete, abriu-o com uma mão e o segurou como uma adaga.
"Muito bem", disse ela, encarando o bandido. "Onde eu o esfaqueio?"' Página 146.

Aos poucos Minerva vai saindo da sua concha de timidez e vai se mostrando o que ela sempre foi e não teve coragem de ser até então; o Colin não só foi uma ajuda para ela se "libertar", devo dizer que os dois se ajudaram mutuamente a trazer à superfície o que havia de melhor um no outro.

Destaque também para os trechos em que se mostra Spindle Cove depois da fuga deles e a incredulidade de todos diante desse romance improvável (pois é, para fazer a fuga mais credível porque não simular um romance?). Aqui a Kate e o Thorne ganharam o pontapé para a história dos dois no livro 3 que lógico já estou ansiosa para o ter u.u
Conhecemos também os personagens do 4 livro, se bem que não tiveram tanto destaque assim, foi mais uma introdução, mas que não deixou de fazer eu querer tbm o 4 (tô um pouco exigente eu sei).

Enfim, mais um ótimo livro da Tessa que eu tive o prazer de ler.
Se recomendo? Corram para a livraria mais próxima. Go Go Go!
Nádia 21/08/2015minha estante
Que resenha linda amiga!


Evy 22/08/2015minha estante
Obrigada Nádia ^^


Helen 23/08/2015minha estante
Adorei !!


rachel__ 21/09/2015minha estante
Amei, Evy! :)


Evy 23/09/2015minha estante
Tessa Dare é sinônimo de histórias boas *-*




Mi 04/03/2017

Primeira leitura maravilhosa de Março
"Eu amo você. Eu amo que você seja inteligente, leal, curiosa e gentil. Eu
amo que você seja destemida, corajosa e forte, mas também amo que às vezes você não é, porque então eu posso ser forte por você. Eu amo poder contar tudo para você. Tudo mesmo. E amo que você sempre tenha algo surpreendente para dizer. Eu amo que você chame as coisas por seus nomes certos."

No meio da noite, Minerva Highwood , vai na residência de Lorde Payne, a procura de ajuda de alguém , para leva-la à um simpósio de geologia..
"Ai você pensa..Nossa que atitude mais...peculiar "
Mas por quê ele ?
Pois bem, é de conhecimento de todos que Colin, não está lá muito satisfeito com o lugar onde reside.
E ela , bem...é a Minerva Highwood. A Highwood menos bela. O patinho feio da família.
A famosa dama que se esconde atrás de seus livros.
Que perigo poderia ter ? Um homem como Colin, um dos libertinos da cidade, podendo ter todas as mulheres ao seus pés, não iria perder tempo com alguém tão....sem graça como ela.
E como a fama de Lorde Payne não é uma das melhores, ela oferece essa proposta, afim dele, se pensar na possibilidade, não se casar com a sua irmã. Ela acredita que a irmã mereça coisa melhor.
Resumindo, Se ele leva-la Até lá e ajuda-la à apresentar suas descobertas para a Sociedade, no simpósio de geologia, ele poderá ficar com o prêmio dado a melhor apresentação.

Bem..oferta bastante tentadora, pra um cavalheiro que anda passando por um momento não muito agradável, em Spindle Cove. O único problema é que, meio que ele está se sentindo atraído por Minerva. E esse sentimento não é unilateral. As situações inesperadas/estranhas, que acabaram com os dois nos braços um do outro, comprovam que há uma certa atração, uma química entre os dois. Não foi simplesmente dois Beijos. Foi algo à mais.
E bem, toda vez que Minerva sai da sua concha, e mostra o seu outro lado , o engraçado, corajoso. Não há como não sentir uma certa admiração por essa dama.
E a sua inocência, ao mesmo tempo que é algo digamos..fofo, também é bem sedutor.
E Colin não é o único que está desenvolvendo uma admiração. Minerva começa à realmente enxerga-lo pouco a pouco. Que ele não é a pessoa terrível, sem vergonha que ela imagina. Que pro trás daquela embalagem e postura que ele usa, há um homem que teve um passado triste. Que sofrera muito. Teve perdas. E que tem um presente, não muito animador.

Enfim, a possibilidade de Minerva viajar sozinha e correr perigo por sua causa, faz que Colin ,enfim aceite a Grande proposta.
Essa viagem, está cheia de surpresas pro casal improvável.
Brigas,Sequestro, bandidos de estrada, Beijos e....kkk.
Até se passar por irmãos, eles vão se passar.
Minerva vai se revelando, mostrando que debaixo daquela dama de óculos, existe uma mulher que sabe o que quer. Que pode ser o que bem entende. Pode ser a que seduz.

"Ele era Colin Sandhurst, malandro
incorrigível, imprudente e, maldição, ele não conseguia resistir. Ele queria
diverti-la, mimá-la, alimentá-la com doces e iguarias. Roubar um beijo ou dois, quando ela não estivesse esperando. Ele queria ser um jovem apaixonado que levava sua garota para a feira. Em outras palavras, ele queria viver honestamente. Só aquele dia."

Pareciam forasteiros..
E nossa me diverti a beça kkk
Principalmente quando Colin, tentava reprimir o seu desejo ou as crises de ciúmes

"Sabe, eu não deveria dizer isto. Mas você pode me pedir qualquer coisa agora, qualquer coisa mesmo, que eu daria para você.
- Sério? Ela riu. Qualquer coisa que eu quiser? Ouro, prata, pérolas, rubis...?
- É seu. E sua, suas e seus.
- A lua.
- É sua. Vou até lá pegá-la para você, assim que recuperar o fôlego. E
algumas estrelas também, se você quiser."

Enfim, foi uma ótima leitura. Torci muito pelo casal. Me diverti imensamente.
Amei a história

"Eu amo você, Minerva. Fique comigo para sempre. Deixe que eu cuide de
você a vida toda. Dê, para mim, a alegria permanente de poder chamá-la de minha. - Ele enfiou o anel de sinete no dedo enluvado de Minerva. Mas case hoje comigo. Para que eu possa compartilhá-la com o mundo "
fernanda.hahne 04/03/2017minha estante
Ai que lindo, adorei! Quero já!


Mi 04/03/2017minha estante
Foi um livro que realmente eu não esperava me diverti e amar tanto.


Fabi 12/03/2017minha estante
olha vou confessar que adc este e mais outros livros desta autora kkkkkkkkk
vou me arriscar de vez em romances de época, já que os contemporâneos n estao me agradando.


Mi 13/03/2017minha estante
Os contemporâneos estão tensos mesmo kkkkk
Pow..ja perdi a conta de quantos da Julia, de época em um todo, ja li esse ano




Fabi 03/04/2017

CÔMICO
''-Sabe, eu não deveria dizer isto. Mas você pode me pedir qualquer coisa agora, qualquer coisa mesmo, que eu daria para você.
-Sério? Ela riu. -Qualquer coisa que eu quiser? Ouro, prata, pérolas, rubis...?
-É seu. E sua, suas e seus.
-A lua.
-É sua. Vou até lá pegá-la para você, assim que recuperar o fôlego. E algumas estrelas também, se você quiser.''

Este é o segundo livro da série Spindle Cove. Nele continuamos com mais uma personagem desta série: Minerva Highwood, a mocinha de óculos, que vive com a cara nos livros, que ama geologia, e que é quase invisível na família Highwood.
No começo do livro vemos que Minerva está indo ao encontro de Lorde Payne para que ele a ajude a ir ao Simpósio de Geologia garantindo a ele que com a sua vitória, ela dará a ele todo o dinheiro ganhado.
E também essa é uma proposta para ele, que caso ele aceite, estará deixando a irmã dela em paz. Minerva propõe uma fuga, enganar a todos na vila, fazendo que todos pensem que Colin sempre foi apaixonado por ela.
Ah, como é engraçado ver que Minerva há muito tempo guarda um sentimento por Colin, que por trás desta raiva toda que ela sente por ele, existe algo mais hahaha.
Os dois iniciarão uma aventura hilária, durante uma semana eles irão se conhecer melhor; aprender a gostar um do outro; reconhecer a fraqueza de cada um e suas forças também. Minerva aos poucos saíra de sua concha e Colin trará a tona suas emoções que antes eram tão guardadas em seu coração.

''[...] quando minha mãe me obrigou a bordar, eu insisti em escolher um padrão que me interessasse. Eu nunca entendi por que as garotas têm sempre que usar flores e laços insípidos.
-Bem, só para arriscar um palpite... Colin endireitou a borda da
colcha. Talvez seja porque dormir em um leito de flores e laços pareça encantador e romântico. Enquanto deitar na cama com um caracol marinho primitivo parece nojento.
Ela cerrou a mandíbula.
-Fique à vontade para dormir no chão.
-Eu falei nojento? Quis dizer encantador. Eu sempre sonhei em ir para a cama com um caracol marinho primitivo.''

Uma das partes deste livro mais cômicas, são as histórias que Colin inventa por onde ele passa. É cada uma, que você que estiver acompanhando esta aventura, não vai se segurar e rir junto com Minerva.
Esta série já virou uma das minhas favoritas no quesito livros de época. Tanto este livro, como o primeiro, dei risadas e torci pelo casal. A escrita da autora é divertida e faz com que você leia cada página sem pegar no sono, o que é importante quando você está lendo o livro tarde da noite hahaha.
Leiam e deem boas risadas com este casal que é confusão por onde passa =)

Dieila 04/04/2017minha estante
Ai que lindo... vc adorando livros de época kkkk


Fabi 04/04/2017minha estante
Ai que lindo.... eu confirmo sua frase kkkkkkkkkkkkkkk


Mi 05/04/2017minha estante
S2 S2 S2 S2 S2 Um dos melhores de época que eu ja li




Lulubernardes 03/07/2016

Mais um libertino ?
Há muito tempo tenho observado como as autoras gostam mesmo desse tema "libertino". As histórias são as mesmas sempre: Um homem que sofreu um trauma no passado e por isso dorme com qualquer coisa que use saias para esquecer seus problemas. Claro, todas as mulheres são só um corpo, como exceção da mocinha, a única mulher entre todas as mulheres da humanidade que pode curar os traumas do mocinho. A mulher que tem a perereca mágica onde com um interlúdio sexual faz o mocinho acreditar que pode existir o amor e ele passa a ficar curado dos seus traumas do passado.

Esse é mais um desses livros.

Mas é bem escrito e divertido. Inclusive, penso em ler os os outros livros da série. O enredo de aventura é bem elaborado e criativo.

A parte sexual é bem desenvolvida, embora não muito bem justificadas, acontecem sem propósito algum.

O fato deles ficarem negando seus sentimentos é um pouco irritante também.


Mas juro que eu gostei.
Dani 19/02/2017minha estante
Hahahh, adorei!
Li um monte de livros desse tipo ano passado, e sua resenha serviria para quase todos.
Mas aqueles bem escritos e engraçados (da Tessa Dare, Julia Quinn e Patricia Cabot), são distrações ótimas apesar dos (vários) pesares.




Kaahtchau 22/04/2017minha estante
Amei... Por mais pessoas como vc...
Escreve se o livro é bom ou não... sem ficar se enrolando
Dorei, vou ate ler


Lara 18/04/2018minha estante
Concordo totalmente




Katia Rejane 27/08/2016

#euqueroColinpramim
Gente! Que Colin é esse?

Segundo livro da serie "Spindle Cove", Uma semana para se perder vai contar a história de Minerva e Colin, primo do nosso amado Bram que casou com Susanna. Tanto Colin quanto Minerva deram o ar da graça e foram personagens bastante presentes no primeiro livro, em destaque a parte cômica fica com toda a graça de Colin qdo rebatizou a Casa de chá "Amor Perfeito" por algum mais masculinizado como "Touro Ereto" (kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ri litros nessa parte, ainda agora dou risadas só de lembrar).
Mas falando do segundo livro Colin foi fantástico. Gente, sério, se ele já tinha brilhado no primeiro livro, agora com uma história só dele é ele aprontar todas, e é exatamente o que acontece.
Minerva e Colin estão em uma viagem para a Escócia, para um simpósio da Sociedade de Geologia que a Minerva vai apresentar todas as suas descobertas. E nessa viagem esses dois passam por tanta, mas tanta, tanta coisa que é dificil de acreditar. Além de tudo, Colin começa a conhecer e descobrir que Minerva não é uma garota sem graça, ele descobre que ela é uma mulher e tanto. As partes de "pegação" deles dois foram muito bem elaboradas e bem criativas (rsrsrsrsrsrsrsrs), como tbm teve algumas com muito amor.
Essa história de amor é linda, engraçada e muito emocionante.
Divirta-se com as aventuras de Colin e Minerva. Boa leitura.
Patricia 28/08/2016minha estante
O meu preferido de toda a serie!


Uma Leitora Compulsiva 28/03/2020minha estante
Entra na fila pois ele é meu


Katia Rejane 29/03/2020minha estante
Fabi, miga, vamos conversar...kkkkkkkk




Keila 20/10/2015

Para começar, tenho que dizer que não li o primeiro livro, estou numa fase que só leio o que me interessa e parei de ler algumas series em ordem, principalmente se as historias são independentes, cada livro tendo seu casal de destaque e a sinopse de "Uma Semana para se Perder" foi a que me chamou a atenção...então fui direto a ela...sei que ambos os protagonistas aparecem no primeiro livro, mas não senti nenhuma parte faltando, me perdi na historia e me apaixonei. Li em um dia...este livro me conquistou a partir da primeira página.

Mas vamos a historia. Uau! O que posso dizer sobre esse livro sem transmitir como ele é absolutamente maravilhoso? Simples não tem como, esse livro foi, charmoso, perversamente, romântico, cheio de humor, uma leitura esplêndida, envolvente, refrescante, espirituosa e sensacional! E tudo isso em torno de um romance quente e lindo!!!

Esse livro conta a historia de Colin... um canalha lindo, sexy, gracioso, generoso, engraçado, doce, amável e totalmente atormentado pelo seu passado... e a sua insegurança nos faz querer abraçá-lo apertado, curar sua alma ferida, e nunca solta-lo. E a corajosa, desajeitada, esperta de óculos, Minerva, que prefere gastar seu tempo desenterrando rochas e minerais raros e fazer descobertas científicas...ela vive com a cara nos livros... um amor improvável...eles são totalmente opostos, mas se completam em todos os sentidos!

A viagem foi uma aventura fantástica.. com obstáculos, descobertas e travessuras super divertidas, geralmente a mando de Colin. Ele adorava inventar histórias e Minerva era meio que forçada a ir junto com elas...foi super divertido esse momentos!

Eu cai completamente apaixonada por Minerva e Colin. Foi demais ver os dois fora de suas conchas... tudo foi uma loucura, ri muito com esses dois!!!! É muito sensual e quente a atração entre os dois...beijos roubados, brincadeiras, brigas (ambos constantemente me pegaram de surpresa com seus comentários...me fazendo rir em voz alta), um romance incrível, sexy, divertido...não houve um momento de tédio !!!

"Nós fazemos tudo de trás para frente. Somos assim. Começamos com uma fuga. Depois disso, fazemos amor. Em seguida, passamos à corte. Quando estivermos velhos e de cabelo grisalho, talvez cheguemos ao flerte. Vamos lançar olhares apaixonados um para o outro por cima do nosso mingau. Seremos invejados por casais com metade da nossa idade. Ela sorriu."

Este livro foi uma doce surpresa pra mim, não imaginaria que amaria tanto a historia...a leitura foi simplesmente linda, encantadora, espirituosa, fabulosa, fantástica, incrível, brilhante, emocional, engraçada, fascinante do começo ao fim!

Recomendadíssimo!
Damares.Castelar 13/02/2016minha estante
Nossa, amei o comentário. Também não li o primeiro livro e peguei esse porque o titulo me chamou mais atenção. Depois, em casa, que eu fui ver que era o segundo livro.
Eu estava em duvida se deveria ou não comprar o primeiro livro, e o seu comentário caiu como luva. Vou ler imediatamente hahaha


Keila 27/02/2016minha estante
Ei Damares. Fico feliz em ajudar ;)
Bj




Caro 17/05/2018

Há muito tempo tenho ouvido sobre essa série e quando li o primeiro livro, uma noite para se entregar, não vi nada demais e parei de ler.
ERRO MEU!
Sério, graças a Deus dei continuidade a série.
Amo romance de época e Tessa Dare entrou no Hall das autoras preferidas da minha vida!
Minerva é uma nerd tão focada e maravilhosa.... Lorde Payne é um libertino sem vergonha e tão sem noção que é engraçado! A mistura disso é confusão!
Estou apaixonada, só isso!
Keila Carnaúba 17/05/2018minha estante
Tão bom ouvir isso :)


Caro 18/05/2018minha estante




Giulipédia 11/08/2020

Precisa-se de mais cientistas femininas nas histórias!!
Geralmente não faço resenhas sobre alguns livros porque eles são só para minha própria distração, mas acredito que essa história mereça, pois apesar de ter começado sim como uma leitura de entretenimento, no final, acabou se tornando algo mais pra mim.

Esse é o segundo livro de uma série chamada Spindle Cove, que é uma espécie de vila que serve de retiro para jovens "desajustadas" da sociedade vitoriana, ou seja, todas as tímidas, desajeitadas, inteligentes demais, apaixonadas demais, sensíveis demais e doentes demais, acho que já deu para entender que tipo de mulheres estou falando, todas que não se adequam ao que a sociedade determinada como sendo comportamento digno de uma moça "decente" da sociedade. Nessa história, não existe moça mais desajustada que Minerva Highwood, moça tímida, desajustada, que vive com o nariz enfiado nos livros, esconde seu belo rosto atrás de um par óculos horroroso, que de acordo com sua querida mãe, ajuda a espantar os possíveis pretendentes somando a personalidade difícil da filha, mas Minerva também guarda um segredo, ela não é só isso que as pessoas falam, ela é algo mais. Uma geóloga, e não uma geóloga qualquer, mas a renomada ou melhor, renomadO R. M. Highwood, com várias publicações importantíssimas sobre fósseis publicados nas revistas científicas da comunidade científica de Geologia Real e por esse motivo, Minerva precisa de ajuda para ir a Edimburgo para fala sobre o mais novo trabalho dela, uma pegada fossilizada de um lagarto, ou lagartA gigante e para isso vai precisar da ajuda do devasso mais canalha de Spindle Cove, futuro Visconde de Riverchase, Lorde Colin Payne, por que ele? Ora, o motivo é bem simples, Minerva não quer que o cretino case com sua irmã e para isso está disposta a pagar uma alta soma em dinheiro para ele, para não ver isso acontecer, o que isso tem a ver com a viagem de Edimburgo? Bom, é aí que a história começa a ficar interessante...

De novo, mais um livro que me pegou de jeito, e como esse pegou rsrs. Já vou logo dizendo, pago enorme pau pra Minerva, e não tem como ser diferente, de baixo de toda aquela fachada tímida e desajustada, a falta de práticas femininas que a tornaria encantadora, como suas irmãs, esconde uma enorme inteligência, mas para isso não basta só estudar e decorar fórmulas, é preciso ter curiosidade, imaginação, determinação e coragem para correr atrás do que se almeja, e isso essa garota tem de sobra. Outra coisa que gostei muito desse livro, foi a interação do suposto "casal" não vou mentir que comecei a leitura odiando Colin, mas depois entendi seus motivos e no final ele ganhou meu respeito e minha admiração. E tenho mais a dizer, achei muito legal a pegada da autora em enaltecer, não apenas a beleza ou o físico feminino, é o que se geralmente encontra em livros assim, mas em elogiar o intelecto, mostrando ele sim como uma qualidade atraente tão importante ou até mais importante que o corpo ou a beleza feminina. E justamente por isso que decidir escrever essa resenha, para os homens que lerem ela, e para as próprias mulheres, inteligência não é motivo de vergonha ou superioridade, uma mulher sim, ainda nos tempos atuais escuta, "nossa você seria mais simpática se não fosse tão inteligente", ou "você seria mais atraente se parasse pouco com os livros e desse mais atenção para sua aparência", quantas de nós já ouvimos isso? Eu já ouvi, e continuo ouvindo, por isso que escrevo essa resenha, gostei da proposta da autora nesse livro, onde tanto a mulher como o homem não tem que ter medo de mostra sua inteligência, seu afeto ou principalmente no caso da mulher, seu desejo, sua luxúria, porque somos todos humanos, dotados de sentimentos, desejos e esperanças. Aqui eu trago um recado para todos, você mulher, não se diminua ou tenha vergonha por passar mais tempo com a cara nos livros e saber uma coisa ou duas a mais que a maioria das pessoas, isso é motivo de orgulho, não é algo para ser escondido, e homens não se sintam intimidados por uma mulher com cérebro, já disse antes, inteligência não é sinônimo de superioridade, de nenhum dos lados, é sinônimo de compartilhar o que se sabe, ambos os lados podem aprender muito se deixarem o medo e a inveja de lado, sei que em comparação a esse livro e a época que ele retrata muita coisa mudou, mas não o suficiente, e por esse motivo isso tem que ser gritado e repetido, não existe superioridade, existem qualidades diferentes que se complementam juntas e é isso que esse livro me mostrou, fiquei muito feliz de ter lido ele e recomendo para TODOS, homens e mulheres, mas somente aqueles maiores de idade, o que NÃO inclui crianças e adolescentes menores de 18 anos, a hora de vocês ainda vai chegar, vocês ainda não estão preparados para essa conversa! Rs
Amy 11/08/2020minha estante
Me fez querer ler!!


Giulipédia 11/08/2020minha estante
Leia, se vc não se importa c spoiler do primeiro livro, comece c esse, foi meu favorito até então, amei a história, tem muita coisa aí q tem q ser aprendida! Rs




Mandy 29/06/2018

Ahhh que livro maravilhoso!!! Eu gostei bastante do primeiro livro, mas esse foi muiito melhor!
Consegui devorar o livro em um dia, de tão gostosa e divertida que estava a leitura.
Uma coisa que acho maravilhosa nessa série é o fato de ela ja nos dar uma introdução do próximo casal protagonista, e desde o livro anterior eu já torcia pelos dois e sabia que seria um romance maravilhoso e divertido!
Super indico a leitura!!!

P.S.: E como eu já li o quarto livro, com o duque de Halston, nao pude deixar de ficar boquiaberta em como ele era devasso! Gente, quis dar uns tapas nele e.e
Rafaela 29/06/2018minha estante
Amo esse livro!!


Isabela.Lopes 29/06/2018minha estante
Amei esse casal também! Achei eles bem engraçados e com uma química gigante




Carol . carollivros 08/08/2018

Apaixonada
Concluída a leitura (entre emoções diversas), fechei e repousei ele delicadamente sobre o meu coração e...
suspirei.

site: https://www.carollivros.com.br/2018/08/uma-semana-para-se-perder-spindle-cove-2.html
Naisa 08/08/2018minha estante
??????


Carol . carollivros 09/08/2018minha estante
Foi o q fiz! Rs




Cris Paiva 03/11/2015

Quando eu li o primeiro livro da série, eu já fiquei desesperada para ler o segundo, o da Minerva, uma estudiosa e leitora assídua e o primo safado do mocinho da primeira.

Minerva, uma geóloga amadora, precisa ir a um congresso de Geologia em Edimburgo, mas não pode fazer isso sozinha, então ela meio que chantageia e meio que tentar “comprar” o mocinho para que ele a acompanhe até lá. Afinal, uma moça solteira de boa família não pode ficar zanzando pelo país sozinha. Mas com um confesso libertino pode? Estranho isso.

Bom, o importante é que depois de muito planejar, isso acontece. Minerva e Lord Payne “fogem” na calada da noite para a Escócia, onde todos pensam que eles vão casar escondidos, mas na verdade estão indo para um aborrecido e tedioso congresso, onde ela irá apresentar sua pegada de dinossaura, a Francine, para deleite de todos. O congresso pode ser chatinho, mas a viagem, de aborrecida e tediosa não tem nada!!
Colin, Lord Payne, além de ser um libertino confesso também um mentiroso de mão cheia! Ele faz da vida de Minerva uma constante aventura, inventa mil maluquices, apronta todas no caminho, com a Minerva sempre tendo de participar das invencionices dele, querendo ou não!
A história não tem um momento de pasmaceira, está sempre acontecendo alguma coisa: ou eles estão carregando baús para lá e para cá, ou são perseguidos por bandidos, ou estão correndo desesperados para algum lugar. Quando eles finalmente conseguem chegar ao Congresso, não dá para acreditar que tudo aquilo aconteceu em um espaço de tempo tão curto!
A Minerva foi escrita pensando em nós, ávidas leitoras que andam por ai com um livro embaixo do braço, e aproveitam qualquer momento de sossego para sacá-lo da bolsa e aproveitar uma boa fila de banco! Me identifiquei totalmente com ela. Já o Colin, apesar de safadão, também tem lá os seus problemas; não consegue dormir sozinho, tadinho! Quem se habilita a dormir de conchinha com ele? Hehehhehehe
Dai 03/11/2015minha estante
kkkkkk...doida p/ ler




Kami 26/06/2020

Leve, divertido e viciante!
Aqui está mais um belo exemplo de história feita pra deixar quem está lendo com um sorriso no rosto. Há cenas 16+ e eu super recomendo a leitura!
Leitura e . 26/06/2020minha estante
Oii... Bom diaa..Tudo bem?... Desculpa por interromper sua leitura, mas gostaria de te convidar a me seguir no Instagram para acompanhar minhas leituras... te espero lá...?
Obrigado.
@leituraeponto




Erica Rodrigues 09/08/2020

Se tornou meu favorito!
Tudo começa quando Minerva saiu no meio da noite pra casa do Lorde Payne, para ir defender sua amada irmã Diana, pois ficou sabendo que ele ia pedi-la em casamento.
Colin e Minerva já tinha se confrontado antes pelo menos assunto onde ele tinha deixado claro que não tinha a intenção de casar com a irmã dela e acabaram tendo um contato a mais. Segundo boatos ele tava determinado a casar então Minerva faz uma proposta pra que ele fuja com ela, mais exatamente pra um simpósio de geologia em Edimburgo onde o prêmio tinha um valor que dava pro Colin resolver sua vida até o aniversário.

Minerva vê essa oportunidade pra realizar seu grande sonho, mostrar ao mundo sua descoberta. Sempre foi apaixonada pelos livros e sempre preferiu eles do que bailes e festas. Já o Colin tem certos receios em aceitar essa proposta, mesmo que de fato ele precise do dinheiro ele tem medo do que possa acontecer durante essa viagem.

Vendo que Minerva estava determinada a prosseguir com essa loucura ele decidi acompanhá-la não poderia deixar uma dama viajar sozinha. Durante o percurso até a Escócia eles se meteram em várias confusões:histórias inusitadas, assaltos, apostas e muitas fugas.Eles viviam em brigas constantes e a raiva que ambos sentia pelo outro foi se tornando algo diferente e durante a jornada eles vão contando seus sonhos e medos.

Eu amei esse livro! Os personagens são bem desenvolvidos da pra notar o amadurecimento deles a medida que a história vai passando.Minerva é uma mocinha bem à frente do seu tempo. Determinada, destemida que evoluiu de uma maneira surpreendente no decorrer do livro. Colin apesar da sua fama de libertino é um mocinho que te cativa logo do início mesmo com o jeito conquistador ele foi respeitoso com a Minerva, sempre preocupado em não mágoa-la e que a reputação dela não fosse machada por andar com ele.

{??? ??? ?????. ?? ??? ??? ????? ???? ?????????,???????? ? ?????, ??? ??????? ??? ??? ??? ????? ????? ???? ??, ?????? ?????? ????? ??? ????? ??? ?????.?}

Nota:5/5????
Julia 21/08/2020minha estante
Amei esse livro




Isabela.Lopes 17/02/2018

Muito melhor que o primeiro
Diferentemente do livro anterior, este possui protagonistas interessantes, bem desenvolvidos e que vão se apaixonando aos poucos. Com todos os elementos que um romance de época tem que ter, Tessa Dare narra a história de Minerva e Colin, dois protagonistas tão diferentes mas que possuem uma grande admiração pelo outro.
O que diferencia este livro dos demais é que neste:
Saímos do ambiente de casas grandes e fazendas e vamos para uma "road-trip" entre as cidades europeias a muitos anos atrás.
Temos uma protagonista geóloga
Temos um protagonista que assume as suas fraquezas
Libna Dourado 24/02/2018minha estante
Que alívio que o próximo é melhor, estava lendo o primeiro dessa série e abandonei temporariamente, estava me forçando demais a ler, não estava gostando. Mas eu amei os 3 livros anteriores que li da Tessa...só o primeiro dessa série que foi difícil engolir.




147 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |