Uma Semana Para Se Perder

Uma Semana Para Se Perder Tessa Dare




Resenhas - Uma Semana Para Se Perder


147 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Naty 24/09/2020

Uma semana para se perder é o segundo volume da série Spindle Cove, escrita pela autora Tessa Dare. O romance de época mescla bom humor, atração
Sinopse: A bela e inteligente geóloga Minerva Highwood, uma das solteiras convictas de Spindle Cove, precisa ir à Escócia para apresentar uma grande descoberta em um importante simpósio. Mas para que isso aconteça, ela precisará encontrar alguém que a leve.  Colin Sandhurst Payne, o Lorde Payne, um libertino de primeira, quer estar em qualquer lugar menos em Spindle Cove. Minerva decide, então, que ele é a pessoa ideal para embarcar com ela em sua aventura.
comentários(0)comente



Lis 22/09/2020

Incrível
Cara..... Oq dzr além de q amo essa escritora? Sempre me apaixono pelos personagens. N tem como não amar, o desenvolvimento doce da personagem e quente entre o casal.
comentários(0)comente



Isadora.Martins 20/09/2020

Colin e Minerva !
Um dos casais mais cativante que conheci!
As cenas hilárias e as desventuras desse casal faz com que a história seja leve, alegre e deliciosa de se ler!
Primeiro livro que li dessa autora... e adorei!
O jeito de como foi conduzida mesclando sempre o dramalhao teatral do libertino Colin ao lado pratico e simples de Minerva! O ponto forte do livro. Esse choque entre personalidades nos leva a se divertir e muito com esse casal! Além claro daquele toque "hot" ao relacionamento.
Amei! Virou um dos meus queridinhos !
comentários(0)comente



Day 16/09/2020

A palavra SORTE é sinônimo de Minerva
Que a cidade toda já estava apaixonada por Colin não é novidade, que Minerva não iria conseguir resistir, também não. Mais que ela daria um jeito de fugir com ele e viver altas aventuras a caminho da reunião de geólogos, aaah isso sim é uma surpresa.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Laura 11/09/2020

Problemas + Diversão...
Uma semana para se perder, o título já diz tudo e um pouco mais!, ao invés de se "perder", diria se encontrar no lugar mais improvável.

No começo os dois tem um ideal de "vida"; Minerva queria ser aceita por suas descobertas científicas já que não encontrava aceitação na família e as pessoas ao seu redor!; Colin está "atormentado" com seus traumas de infância e tenta superar através de bebidas, festas, apostas, mulheres e por aí vai...
Em síntese, ambos são extremamente cativantes, leitura fluída, engraçada, só tem atrapalhadas com esses dois juntos, sério que aventura!, claro que há muito clichê, mas já é esperado né?, ao decorrer das aventuras até Edimburgo (simpósio), eles acabam se "encontrando" tanto que isso reflete nas decisões de Minerva quando eles chegam no simpósio, minha única crítica vai aquele final!, Fiquei com expectativas para apresentação no simpósio ( claro que já era um pouco esperado a reação dos homens)... enfim, mas metade de mim entende, afinal estamos em uma época onde a mulher não "pode" ser mais inteligente que o homem...

"Não imponha limites a si mesma. Você pode ser o que quiser."

"Os homens nunca hesitam em declarar sua presença. A eles é permitido viver ruidosamente, em meio a batidas e estalos, enquanto as mulheres são sempre ensinadas a viver em sussurros abafados."

"Apesar de toda provocação que ele havia lhe feito, ao longo de meses, Minerva tinha que admitir: ele nunca, nem mesmo uma vez, sugeriu que ela não pensasse por si mesma, e tampouco insinuou que as mulheres tivessem uma deficiência intelectual. Quantos homens, de sua categoria e importância, reconheceriam tão prontamente que uma mulher jovem, solteira, pudesse lhes ser intelectualmente superior? Ela imaginou que descobriria isso quando chegassem a Edimburgo. Se eles chegassem a Edimburgo."

"Não é que eu tenha medo do futuro", explicou Colin. "É que eu acho melhor
não criar expectativas. Expectativas levam a decepções. Se você não esperar
nada, será sempre surpreendido."
"Mas assim você nunca fica realmente satisfeito. Você nunca vai sentir a
alegria de trabalhar por um objetivo e o realizar."
comentários(0)comente



Julia 09/09/2020

Uma semana para se perder
A leitura é fluida e envolvente. Algumas falas e comportamentos um pouco machistas do protagonista me irritaram um pouco, mas a evolução dele nos encanta. O final é surpreendente e apaixonante.
comentários(0)comente



anelo 09/09/2020

Mais uma mulher f*da
E depois de meses, um novo livro de romance de época entrou para os meus favoritos! ?Uma semana para se perder? tornou-se um dos melhores livros que eu li! Sou suspeita para falar, porque, desde o final do primeiro livro de Spindle Cove eu já me identificava com a Minerva. Ela é, com toda a certeza, a minha personagem literária dos romances de época favorita. Geóloga, determinada, insegura e estudiosa, ela nunca precisou mudar o seu jeito para fazer com que Colin se apaixonasse. Ah, o Colin..... ele chamando-a de todos os nomes que começassem com M ? um dos casais mais lindos! É uma história sobre perseverança, mostra a viagem até Edimburgo para um evento de Geologia e com certeza vale a pena a leitura! Queria escrever mais 10 linhas falando o quanto eu me identifico com a Minerva, o quanto cada coisa, cada insegurança que ela sentia na presença de Colin me tocava de um jeito...mas sei que muitos se sentirão representados por ela e em muitos momentos da mesma forma que eu me senti lendo.
comentários(0)comente



Renata 25/08/2020

consegue entreter bem, mas escorrega no final
nada de surpreendente nesse livro: mocinha "esquisita" que conquista o lorde rico & bonito, lorde que não quer compromisso sério com ninguém, cenas ~picantes~, muitos desencontros antes do final e um final feliz.

um bom entretenimento pra momentos quando não se quer pensar em nada.

mas achei que a autora deu uma derrapada no final. tudo bem que se espera um final feliz num livro desses, mas não precisava ser tão piegas.

no final das contas, o livro cumpre bem sua função de entretenimento rápido e leve.
comentários(0)comente



Yaya 24/08/2020

nem sei o que dizer, só sentir.
eu não sei expressar em palavras o que tô sentindo após o término dessa leitura.
o que dizer sobre a minerva? que mulher incrível! estou completamente apaixonada por como ela se desenvolveu e por como a autora lidou com o romance do casal.
o colin me irritou em alguns momentos, mas nada grandioso, ele trouxe uma pegada leve pro livro, esse homem cheio de demônios virou o meu xodó, sou completamente apaixonada por personagens engraçados e carismáticos.
foi super divertido e fofo acompanhar a jornada dos dois e ver como eles evoluem.
dei altas risadas e já se tornou um dos meus favoritos. AMEI AMEI AMEI
nem vou falar sobre como ela lidou com o pedido de casamento, né? perfeito.
comentários(0)comente



Tamyris 20/08/2020

Aí eu amo
Série delicinha, romance inteligente e super confortável, discussões interessantes
comentários(0)comente



Juu 12/08/2020

Milena?
Eu acho esse livro muito superestimado, tenho problemas reais com mocinhas com auto estima baixa demais, principalmente quando ela realmente não faz parte de um "padrão de beleza", custa nada fazer uma personagem que foge do padrão de beleza mas tem uma auto estima legal, fora isso Miranda, quer dizer, Minerva é inteligente e perspicaz.
O Colin é um personagem legal, mas não acho ele tudo isso que as pessoas dizem, assim como o outro Colin da série da Julia Quinn, eu gosto dele, mas não é um dos meus favoritos.
No mais, leitura gostosa, essa série é ótima, aconselho muito pra quem ta procurando uns romances até que bem construídos mas relativamente previsíveis.
comentários(0)comente



Giulipédia 11/08/2020

Precisa-se de mais cientistas femininas nas histórias!!
Geralmente não faço resenhas sobre alguns livros porque eles são só para minha própria distração, mas acredito que essa história mereça, pois apesar de ter começado sim como uma leitura de entretenimento, no final, acabou se tornando algo mais pra mim.

Esse é o segundo livro de uma série chamada Spindle Cove, que é uma espécie de vila que serve de retiro para jovens "desajustadas" da sociedade vitoriana, ou seja, todas as tímidas, desajeitadas, inteligentes demais, apaixonadas demais, sensíveis demais e doentes demais, acho que já deu para entender que tipo de mulheres estou falando, todas que não se adequam ao que a sociedade determinada como sendo comportamento digno de uma moça "decente" da sociedade. Nessa história, não existe moça mais desajustada que Minerva Highwood, moça tímida, desajustada, que vive com o nariz enfiado nos livros, esconde seu belo rosto atrás de um par óculos horroroso, que de acordo com sua querida mãe, ajuda a espantar os possíveis pretendentes somando a personalidade difícil da filha, mas Minerva também guarda um segredo, ela não é só isso que as pessoas falam, ela é algo mais. Uma geóloga, e não uma geóloga qualquer, mas a renomada ou melhor, renomadO R. M. Highwood, com várias publicações importantíssimas sobre fósseis publicados nas revistas científicas da comunidade científica de Geologia Real e por esse motivo, Minerva precisa de ajuda para ir a Edimburgo para fala sobre o mais novo trabalho dela, uma pegada fossilizada de um lagarto, ou lagartA gigante e para isso vai precisar da ajuda do devasso mais canalha de Spindle Cove, futuro Visconde de Riverchase, Lorde Colin Payne, por que ele? Ora, o motivo é bem simples, Minerva não quer que o cretino case com sua irmã e para isso está disposta a pagar uma alta soma em dinheiro para ele, para não ver isso acontecer, o que isso tem a ver com a viagem de Edimburgo? Bom, é aí que a história começa a ficar interessante...

De novo, mais um livro que me pegou de jeito, e como esse pegou rsrs. Já vou logo dizendo, pago enorme pau pra Minerva, e não tem como ser diferente, de baixo de toda aquela fachada tímida e desajustada, a falta de práticas femininas que a tornaria encantadora, como suas irmãs, esconde uma enorme inteligência, mas para isso não basta só estudar e decorar fórmulas, é preciso ter curiosidade, imaginação, determinação e coragem para correr atrás do que se almeja, e isso essa garota tem de sobra. Outra coisa que gostei muito desse livro, foi a interação do suposto "casal" não vou mentir que comecei a leitura odiando Colin, mas depois entendi seus motivos e no final ele ganhou meu respeito e minha admiração. E tenho mais a dizer, achei muito legal a pegada da autora em enaltecer, não apenas a beleza ou o físico feminino, é o que se geralmente encontra em livros assim, mas em elogiar o intelecto, mostrando ele sim como uma qualidade atraente tão importante ou até mais importante que o corpo ou a beleza feminina. E justamente por isso que decidir escrever essa resenha, para os homens que lerem ela, e para as próprias mulheres, inteligência não é motivo de vergonha ou superioridade, uma mulher sim, ainda nos tempos atuais escuta, "nossa você seria mais simpática se não fosse tão inteligente", ou "você seria mais atraente se parasse pouco com os livros e desse mais atenção para sua aparência", quantas de nós já ouvimos isso? Eu já ouvi, e continuo ouvindo, por isso que escrevo essa resenha, gostei da proposta da autora nesse livro, onde tanto a mulher como o homem não tem que ter medo de mostra sua inteligência, seu afeto ou principalmente no caso da mulher, seu desejo, sua luxúria, porque somos todos humanos, dotados de sentimentos, desejos e esperanças. Aqui eu trago um recado para todos, você mulher, não se diminua ou tenha vergonha por passar mais tempo com a cara nos livros e saber uma coisa ou duas a mais que a maioria das pessoas, isso é motivo de orgulho, não é algo para ser escondido, e homens não se sintam intimidados por uma mulher com cérebro, já disse antes, inteligência não é sinônimo de superioridade, de nenhum dos lados, é sinônimo de compartilhar o que se sabe, ambos os lados podem aprender muito se deixarem o medo e a inveja de lado, sei que em comparação a esse livro e a época que ele retrata muita coisa mudou, mas não o suficiente, e por esse motivo isso tem que ser gritado e repetido, não existe superioridade, existem qualidades diferentes que se complementam juntas e é isso que esse livro me mostrou, fiquei muito feliz de ter lido ele e recomendo para TODOS, homens e mulheres, mas somente aqueles maiores de idade, o que NÃO inclui crianças e adolescentes menores de 18 anos, a hora de vocês ainda vai chegar, vocês ainda não estão preparados para essa conversa! Rs
Amy 11/08/2020minha estante
Me fez querer ler!!


Giulipédia 11/08/2020minha estante
Leia, se vc não se importa c spoiler do primeiro livro, comece c esse, foi meu favorito até então, amei a história, tem muita coisa aí q tem q ser aprendida! Rs




Erica Rodrigues 09/08/2020

Se tornou meu favorito!
Tudo começa quando Minerva saiu no meio da noite pra casa do Lorde Payne, para ir defender sua amada irmã Diana, pois ficou sabendo que ele ia pedi-la em casamento.
Colin e Minerva já tinha se confrontado antes pelo menos assunto onde ele tinha deixado claro que não tinha a intenção de casar com a irmã dela e acabaram tendo um contato a mais. Segundo boatos ele tava determinado a casar então Minerva faz uma proposta pra que ele fuja com ela, mais exatamente pra um simpósio de geologia em Edimburgo onde o prêmio tinha um valor que dava pro Colin resolver sua vida até o aniversário.

Minerva vê essa oportunidade pra realizar seu grande sonho, mostrar ao mundo sua descoberta. Sempre foi apaixonada pelos livros e sempre preferiu eles do que bailes e festas. Já o Colin tem certos receios em aceitar essa proposta, mesmo que de fato ele precise do dinheiro ele tem medo do que possa acontecer durante essa viagem.

Vendo que Minerva estava determinada a prosseguir com essa loucura ele decidi acompanhá-la não poderia deixar uma dama viajar sozinha. Durante o percurso até a Escócia eles se meteram em várias confusões:histórias inusitadas, assaltos, apostas e muitas fugas.Eles viviam em brigas constantes e a raiva que ambos sentia pelo outro foi se tornando algo diferente e durante a jornada eles vão contando seus sonhos e medos.

Eu amei esse livro! Os personagens são bem desenvolvidos da pra notar o amadurecimento deles a medida que a história vai passando.Minerva é uma mocinha bem à frente do seu tempo. Determinada, destemida que evoluiu de uma maneira surpreendente no decorrer do livro. Colin apesar da sua fama de libertino é um mocinho que te cativa logo do início mesmo com o jeito conquistador ele foi respeitoso com a Minerva, sempre preocupado em não mágoa-la e que a reputação dela não fosse machada por andar com ele.

{??? ??? ?????. ?? ??? ??? ????? ???? ?????????,???????? ? ?????, ??? ??????? ??? ??? ??? ????? ????? ???? ??, ?????? ?????? ????? ??? ????? ??? ?????.?}

Nota:5/5????
Julia 21/08/2020minha estante
Amei esse livro




Luana 08/08/2020

Essa era a história que eu estava ansiosa para ler. Colin é um nome tão bom, não acham?
comentários(0)comente



147 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |