O Garoto Quase Atropelado

O Garoto Quase Atropelado Vinícius Grossos




Resenhas - O Garoto Quase Atropelado


137 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Mateus Alves 28/11/2021

Foi o meu terceiro livro em contato com a escrita do Vinícius Grossos e foi BOM. Esperava mais da história, me irritei com os personagens, mas o que me pegou foi a dedicatória do Vini. Tocou num ponto... ?
comentários(0)comente



Cam 15/11/2021

Intenso.
É uma leitura intensa, vários assuntos delicados, pra quem estiver interessado, os possíveis gatilhos: suicídio, abuso sexual, homofobia, agressão, bulimia, depressão.
Mas também é um livro sobre a vida, viver ou apenas estar vivo, várias lições legais, apesar de em alguns momentos soar forçado.
Acho que retrata bem esse período da adolescência, várias emoções misturadas com acontecimentos complicados, e por isso tento não julgar tanto as atitudes dos personagens, que em alguns momentos são bem questionáveis, principalmente o protagonista me irritou bastante (só percebi agora que não sei o nome dele!).
Realmente me senti quase atropelada por esse livro, gostei que todos os personagens tiveram seu desenvolvimento, acho que vale a leitura, se conseguir tolerar o drama.

*As sugestões musicais/playlist são um toque criativo legal.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Nicolle 31/10/2021

Como um livro pode despertar mil sentimentos
Um livro encantador que consegue fazer com que você se sinta parte daquela história, daquele grupo de amigos.
O garoto quase atropelado é um livro sobre a adolescência em sua forma mais natural, com altos e baixos, músicas boas e amigos para compartilhar os medos e tristezas da vida.
Uma leitura que ao chegar no final te faz se sentir quase atropelado.
comentários(0)comente



Bruna 20/09/2021

Gostei demais do livro, mais esse tem suas falhas.
Contudo a história é fluída e leve, além de trazer a tona assuntos importantes.
comentários(0)comente



nina :) 17/09/2021

Perfeito
É incrível como o livro aborda temas importantes, e de uma forma muito boa, valeu a pena cada choro, cada surto e cada risada. Você se conecta com os personagens de um jeito inexplicável, é tudo tão bem escrito e desenvolvido, a leitura não fica chata ou enjoativa em momento algum. Se tornou um dos meus livros favoritos. Recomendo muito, só acho bom ver quais são as temáticas, para ver se nenhuma vai te dar gatilho. Enfim, favoritei, amei demais
comentários(0)comente



My | @pagesandseasons 16/09/2021

Logo de cara dá para ver como a escrita do Vinícius estava nas suas primeiras fases. Depois, dá para sentir até um amadurecimento e, pensando agora, isso foi legal porque combina com o amadurecimento do protagonista também.

Confesso que quase desisti na primeira metade, tinha muitas repetições, furos e uma cena em específico que me tirou do sério (isso influenciou bastante minha experiência, pois fiquei irritada pelo resto do livro).

Lá pelos 60% o livro me envolveu um pouco mais e fiquei animada em finalizar. Terminei com um sentimento positivo, acho que apesar das ressalvas, é uma boa história.

Importante lembrar que o livro é repleto de gatilhos: estupro, pedofilia, bulimia, homofobia, suicídio.
comentários(0)comente



duda 16/09/2021

O garoto quase atropelado
Leiam!!!
o livro é incrível. o Vinícius escreve muito bem, é uma leitura fluída.
desde o início me lembrou "as vantagens de ser invisível", ele ter colocado pra tocar 'cool kids' quando eles tavam no carro nossa...
tem músicas incríveis durante o livro, o gosto musical dele é impecável. (inclusive obg por me apresentar Lykke Li)

* eu fiz uma playlist no spotify e no YouTube, se alguém quiser
comentários(0)comente



Ana Brison 09/09/2021

Minha paciência quase atropelada
O livro é bem legalzinho, traz temas muito relevantes e delicados, mas achei muito muito chato isso de ficar toda hora batendo na tecla "ai, garoto quase atropelado" e também "cabelo de raposa" parecendo um disco riscado.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Deza Farias 30/08/2021

O Garoto Quase Atropelo
? GATILHOS: ESTUPRO, DEPRESSÃO, BULIMIA, HOMOFOBIA, SUICÍDIO.

Esse é aquele tipo de livro que aborda todos os assuntos necessários de uma maneira clara e até certo ponto leve.
O livro é escrito por um garoto que sofreu uma perda enorme, e que está em depressão. Sua família com medo que o pior venha acontecer o levam a psicóloga.

A psicóloga pede para que ele escreva o seu cotidiano. Um dia ele sai e é quase atropelado por uma garota. Ele não consegue tirar ela da pessoa e depois ele se reencontra com ela e seus amigos. E é quando ele vai viver as maiores aventuras de sua vida. Todas as novas descobertas e muitas primeiras vezes.

Cada personagem deste singelo grupo tem um problema perceptível; e juntos eles forma uma base de apoio.

A escrita do autor é maravilhosa, mesmo com temas pesados eu li super rápido. Eu sofri horrores lendo o livro. É muito triste imaginar que pessoas escolhem morrer só porque não são aceitas como são, ou porque aqueles que deveriam lhes proteger são os primeiros a lhe causar mal.

A capa é linda, adorei a escolha de cores, super vibrante. E a playlist? Maravilhosa. Outro ponto que adorei foi as ilustrações, deixou o livro completo.
comentários(0)comente



Wanderson Figueiredo 25/08/2021

O Garoto Quase Atropelado - Vinícius Grossos.

"Nunca se esqueça, nem deixe de se permitir sentir-se quase atropelado. Isso não impedirá que os momentos ruins
aconteçam, mas fará os momentos felizes valerem ainda mais a pena."

Não sou de fazer resenhas ou algo do tipo, mas vamos lá, talvez esse seja o primeiro de muitos, ou o último rs.
Confesso que acabei o livro me sentindo quase atropelado, pela história, pelos personagens. Personagens esses, que passam por tanta coisa e que não é nada clichê, são problemas reais e pesados e destruidores. Achei o autor extremamente corajoso por jogar na nossa cara assuntos TÃO pesados, e que precisam ser tratados com urgência.
- Não quero entrar muito em detalhes pra não entregar nenhum Spoiler. -
O livro é sim incrível, e por mais que os personagens passem por momentos que nos deixam desconfortáveis, o clichê de certa forma está presente sim em alguns momentos da história, digo em referências, pois achei bem parecido com alguns livros americanos, não que isso seja algo ruim, pelo contrário, estou "comparando" com livros maravilhosos, como As Vantagens de ser Invisível (tanto livro quanto o filme), Quem é Você, Alaska?
Só eu, ou mais alguém teve essa sensação de "já li sobre isso antes"..?
Enfim, o livro tem seus acertos, tem deslizes (não é 100% perfeito) mas no fim das contas te trás um sensação única: Viver!
Super indico o livro, ele tá fará refletir, te fará sorrir, chorar e cuidado que a história contem diversos gatilhos, e são gatilhos extremamente pesados. E caso você esteja passando por algum problema, não tenha medo de pedir ajuda, escolha viver!
comentários(0)comente



Felipe 23/08/2021

Surpreendeu
Acabei de ler "O Garoto Quase Atropelado" e ainda não sei o que dizer...
Fui ler esperando um romance entre dois garotos e me surpreendi que a história ia muito além. Que era sobre o valor da amizade, de saber a lidar com as perdas. Confesso que me senti quase atropelado com esse livro e fiquei engasgado em muitos momentos. Enfim, o livro retrata do valor da amizade e me faz acreditar que todos podemos ser uma bolinha dentro de um triângulo.
comentários(0)comente



Mi Sgarbi 22/08/2021

Tenho tantas coisas pra falar desse livro, que nem sei por onde começar...
Foi uma das melhores leituras desse ano, sem dúvidas. Esse é aquele livro que te faz sentir viva, livre... Realmente, muitas emoções que nem consigo citar todas. Simplesmente, maravilhoso! ?
comentários(0)comente



Jeny 11/08/2021

Atropelado.
O livro é muitooo bom, so que achei meio repetitivo a palavra quase atropelado ,sei que faz parte da historia mas me incomodou um pouco. Adorei conhecer todos os persinagens no livro. O final nao poderia ser mellhor.
comentários(0)comente



137 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR