Surpreendente!

Surpreendente! Maurício Gomyde




Resenhas - Surpreendente


240 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Renata 13/09/2015

Segundas chances
Confesso que a primeira coisa que me chamou atenção foi a capa: quando abri o Skoob me deparei com aquele banner de cores vibrantes, com um olho grego/turco (adoooooro!)... aí fui procurar saber sobre o que era o livro. A história me pareceu interessante, mas aí fiquei um pouco receosa de comprar e ler, visto que minha última experiência com um livro nacional foi péssima (história arrastada, que prometia e não cumpria, não via a hora de acabar aquele maldito livro!). Coloquei muita expectativa em um livro ruim e, claro, a decepção foi enorme. Ainda mais depois de ter lido um "Conde de Monte Cristo" logo antes, que me deixou de "ressaca literária" de tão maravilhoso que foi. Desanimei total: todo livro que pegava para ler ficava encalhado. Não conseguia terminar.
Então resolvi dar uma segunda chance à literatura nacional, porque a gente não pode tirar um por todos, não é mesmo?
E não posso escapar do clichê: foi, de fato, SURPREENDENTE!
A história funciona, os personagens são cativantes e li o livro em horas. É daqueles que a gente não consegue largar até acabar! O livro realmente me mostrou que sim, existem autores nacionais muito bons, que merecem ser lidos e divulgados.
Além dos méritos da história, os méritos da edição: a Intrínseca e a equipe se superaram.
O livro fala: isso ficou muito claro quando passei da página 234 para a 235. Nenhuma palavra foi necessária para me embargar nesse momento, apenas uma troca de página. Fiquei uns 3 minutos parada olhando pra ela. Rsrsrsrsrs!
Em uma frase: surpreendente em todos os sentidos, vocês vão se surpreender com "Surpreendente!".
Recomendo, divulgarei para amigos e alunos e procurarei mais livros do Gomyde para ler!
JulianaQdrs 13/09/2015minha estante
Acabei de ler sua resenha. Maurício Gomyde é muito bom mesmo! Adoro Máquina de Contar Histórias, recomendo.
Participo de um blog (@mundosublinhado no insta), fiz resenha desse livro que lhe falei, se puder, dá uma passada lá!


Renata 14/09/2015minha estante
Obrigada, Juliana! Vou ler sim! =)


Mari Tavares 21/09/2015minha estante
Realmente dizer que o livro é surpreendente é redundante. Não tem outra palavra para definir.


Angela Costa 27/03/2018minha estante
Também me surpreendi com o livro, principalmente por que tenho a mesma doença degenerativa que o protagonista. A diferença é que a minha deu em um olho só.
O livro passa coragem, esperança, alegria e companheirismo sem igual. Também escrevi uma resenha sobre o que achei da leitura, pois creio que o autor Mauricio Gomyde, foi surpreendentemente feliz ao criar uma tão bela, comovente e porque não dizer, feliz história.
Se puder, dê uma olhada.




Suzy Coutinho 04/09/2015

Não me surpreendi...
Comprei ontem na bienal do livro aqui no Rio e devorei madrugada adentro. Só consegui parar quando acabou.
Não me surpreendi porque não me surpreendo mais em saber que o gomyde é o melhor autor nacional da atualidade. Cada uma das tantas estorias dele são tão gostosas que vc fica doida pra fazer parte. Sei la´, não consigo explicar direito. Tudo que eu queria era ser parte de uma estória dele.
A intrinseca, que não é besta nem nada, pegou o melhor.
Leiam pra ontem.
Mil corações
Danylo.Fideles 08/09/2015minha estante
Ganhei ele no sorteio de ontem aqui do Skoob, to super ansioso para ler!!


Suzy Coutinho 09/09/2015minha estante
Que sorte! Você vai adorar. Ainda mais se for fã de cinema e de livros tipo road trip. É um tributo ao cinema e à amizade.




Gabrielle | @gabrielleverni 03/11/2015

"Quem tem um por quê, enfrenta qualquer como."
Eu poderia começar esta resenha de diversas maneiras, mas a melhor delas é a mais redundante possível: Surpreendente! surpreende. Surpreende de um jeito simples e profundo. Surpreende não pela história em si, e sim pelas reflexões que o livro nos trás. Maurício Gomyde escreveu um livro sobre a vida e as chances que ela nos dá; sobre como às vezes preferimos nos apegar às poucas coisas ruins em vez de prestar atenção nas boas; e também sobre a humaninidade - afinal, ela tem conserto ou não? Como podemos mudar o mundo? Que instrumentos devemos usar para isso? Quais riscos vamos correr?

" - A gente precisa correr certos riscos na vida. E lembre-se de que ela é feita de um monte de momentos esquecíveis, alternados por pouquíssimos inesquecíveis."

Surpreendente! vai acompanhar a trajetória de Pedro, um garoto de 25 anos que acredita no potencial da arte - cinema e música - para tornar o mundo um lugar melhor. Após ter ido contra a lógica da medicina ao vencer uma doença que o tornaria cego ele passou a se considerar a personificação do milagre. No entanto, tudo toma um novo rumo quando Pedro descobre que esse seu milagre chegou ao fim - e pior, tem praticamente uma data marcada.

Para conseguir conviver com a ideia de que ficará cego, o jovem cineasta passará a contar com a ajuda de seus melhores amigos Fit e Mayla e com a encantadora Cristal, seu novo amor. Sedentos por aventura, os quatro partem em uma viagem para Pirenópolis - onde está a casa da avó de Pedro. Nela produzirão um filme completamente maluco e sem roteiro.

" - Compreender o mundo é tarefa complicada para qualquer pessoa, enxergue ela ou não. Então você não está melhor nem pior que ninguém. E lembre-se: Muita gente vê tudo, mas não enxerga nada."

Abalado por uma série de reviravoltas e descobertas de segredos estonteantes, Pedro vai passar a entender que a vida lhe deu diversas chances e que nem todas ele soube aproveitar. Decido a mudar sua realidade ele então vai passar a agardecer pelo que tem em vez que maldizer o que não tem.

"CHANCE: uma palavra... Seis letras... Um milhão de signigicados em suas entranhas. Crueldade, Humilhação, Angústia, Negação, Covardia, Egoísmo? Algumas vezes sim, consequências duras e injustas que fazem parte da condição humana. Mas para quem acredita no amor, tem fé no ser humano e sabe que para existir um sentimento negativo, deve, necessariamente, haver um sentimento positivo em contraposição, a transformação sempre ocorrerá. [...] Po que não outros seis significados? Por que a chance não pode ser feita de... Caridade... Humildade... Aventura... Novidade... Confiança... e Exaltação?"

Posso dizer, e o digo com o maior prazer que Maurício Gomyde é um dos melhores autores brasileiros. No entanto, ainda tem muito potencial para crescer mais -tenho a vaga impressão de que o autor não usou toda a vocação que possui, nesse livro. A meu ver, ele poderia ter explorado melhor o interior dos personagens assim como o fez com um personagem de A máquina de contar histórias: Vinícius Becker. Se do jeito que é Surpreendente! já surpreende muito, fico me perguntando o que seria desse livro caso os monólogos interiores fossem mais explorados... Com certeza, Maurício Gomyde já seria o melhor escritor nacional!

comentários(0)comente



Dasty-Sama 16/11/2015

Surpreendente! possui essa capa linda azul e chamativa. Com um cuidado gráfico tão notável, decidi me aventurar nessa história em que o personagem principal é – parcialmente – cego. Queria ter um “ponto de vista” diferente e ver como seria a descrição de um personagem assim.
A história é sobre Pedro Diniz, um rapaz de 25 anos formado em Cinema que sonha em fazer um filme para ganhar o prêmio Cacau de Ouro. Super otimista, ele trabalha no último Cineclube de São Paulo e em uma locadora de vídeos, nos quais sempre tenta apresentar filmes que mudem a vida das pessoas. Pedro possui uma doença genética que o deixou apenas com 70% da sua visão central, um milagre, já que a tendência era que ele ficasse cego. Sua vida muda após uma série de eventos negativos, como: fechamento do Cineclube, violência urbana, brigas familiares e problemas de saúde. Isso faz com que ele embarque em uma viagem com seus amigos com o objetivo de finalmente fazer seu filme e quem sabe ganhar seu tão sonhado prêmio.
A sinopse do livro é muito bonita e ao ler você pensa que a história será daquelas de nos fazer pensar e rever como estamos levando a vida. Porém, achei tudo muito fraco. Tirando Pedro e o pai dele, todos os outros personagens do livro são mal trabalhados e sem personalidade. Tudo que acontece no livro parece forçado. A impressão que eu tenho é que Maurício Gomyde escreveu a história da mesma forma despretensiosa que Pedro fez o roteiro do seu filme. E o livro parece justamente um filme: clichê, previsível e exagerado.
Outro ponto negativo do livro é a personalidade de Pedro. Por mais que tenha sido bem mais trabalhada que a dos outros personagens, eu me esquecia várias vezes que ele tinha 25 anos e já tinha terminado a faculdade. A impressão é que ele tinha uns 17 anos ou ainda estava na escola. A sua “cegueira” também foi utilizada algumas vezes como metáfora – Pedro coleciona coisas de várias cores para não se esquecer delas e usa um colar com olho turco – mas, justamente por ser algo central e decisivo no livro, não foi bem trabalhado. Pedro é cineasta e parcialmente cego, a descrição da história poderia ter sido feita de maneira incrível, muito mais visual. Um exemplo é o livro Estilhaça-me, de Tahereh Mafi, a personagem principal não pode tocar nas pessoas e isso reflete totalmente na forma que ela descreve o mundo ao seu redor. É uma descrição surreal e convincente.
Surpreendente! decididamente não é surpreendente, tem um ar mais de “sessão da tarde”, daqueles livros que você lê mais para passar o tempo – a leitura é bem rápida – e se emocionar um pouquinho.

site: http://www.canalindicex.com/2015/11/livro-surpreendente-de-mauricio-gomyde.html
Ana Luí­za 19/01/2018minha estante
Até que enfim achei alguém que viu o mesmo que eu neste livro rsrsr. Também achei TUDO muito forçado e minha impressão com relação a Pedro é que ele parecia um adolescente de 13 anos kkkk Pra mim também andou longe de surpreender! Como você, achei o livro muito fraco apesar de ter uma boa premissa.




spoiler visualizar
Edison Eduarddo 30/05/2016minha estante
Ainda não teminei mas concordo com a sua resenha... O livro é bem adolescente... A não ser que aconteça algo MUITO surpreendente até o final.... SUPREENDENTE! é decepcionante...




Natasmi Cortez 11/10/2015

É um bom livro, mas não surpreende...
As situações vividas por Pedro e seus amigos são exageradas e atingem um nível de irrealidade que não me agradou.

Eu sei que a história é fictícia e admite certos clichês e coincidências, mas tudo ficou "encaixado demais" e foi "perfeito demais" mesmo nas situações desagradáveis vividas pelo personagem.

Os diálogos, a meu ver, também são outro ponto negativo da trama. A sensação que tive é que a mensagem que o autor quis passar veio forçada em forma de conversação.
São lindos e dão ótimos quotes ( quase gastei todos os meus flags ) , mas não foram abordados com sutileza. Ficaram óbvios e não parece ser algo que alguém de fato falaria na vida real. Não ficaram naturais.

Eu estava a ponto de desistir, mas o final veio e me deu um tapa na cara.

O autor se redimiu e a história entrou num ritmo incrível e eu finalmente consegui me abrir para a história de Pedro e entender como ele via a vida a seu redor. Ele deixou de ser um extremo otimista e passou pela fase da revolta com tudo e todos e então amadureceu. Agora Pedro é otimista mas tem um quê de realismo, e é rebelde por não aceitar suas limitações e até mesmo o preconceito por sua condição e combater tudo isso com motivação e desejo de viver.

Mas 50 páginas incríveis não compensam todo um livro comum e por isso minha avaliação foi 3 estrelas.
Surpreendente! é um bom livro, mas eu esperava ser surpreendida.

Pretendo ler outro livro do Maurício, pois tenho a firme convicção que o que vi no final dessa narrativa fazem dele um ótimo autor. Eu só preciso de outros enredos para me apaixonar definitivamente pelas histórias desse paulista que já encantou muitos leitores por aí.

site: http://bibliotecadocoracao.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Bernardo 21/09/2015

Tive contato com a escrita do Gomyde no ano passado quando comprei despretensiosamente A Máquina de Contar Histórias. Uma amiga tinha me indicado e eu confiava na opinião dela porque já tinha me indicado outras coisas bem boas. A empatia com o jeito leve e ao mesmo tempo profundo de escrever do Maurício me pegou de primeira. O livro era muito bom e cheio de emoções, ainda mais para quem é pai de menina, como é meu caso. Corri e comprei o box com os outros livros independentes dele e o jeito de escrever continuava lá. É uma marca bem pessoal e característica do autor.
O Surpreendente já era meta de leitura desde quando vi em sites e blog que o livro sairia ainda esse ano. Comprei e mais uma vez fui atropelado por uma história perfeita.
A angústia do pedro em perder a visão é contrastada por um monte de sentimentos que o levam a acreditar que muita coisa boa pode acontecer na vida. A história com as "chances" que a vida esconde da maioria das pessoas é tão bem bolada que você só percebe no fim o que realmente vinha acontecendo.
Agradeço ao Gomyde por mais essa história e se algum dia estiver frente a frente com ele vou pedir que nunca pare de escrever. Tem como dar nota 10 aqui?
Mari Tavares 21/09/2015minha estante
Senti a mesma coisa. tomara que ele não pare nunca de escrever.




Lidy 28/03/2017

Surpreendente!
O livro irá nos contar a história de Pedro, um jovem de 25 anos que na adolescência foi diagnosticado com uma doença degenerativa na retina, que iria fazer com que ele perdesse a visão muito provavelmente antes dos 20. No entanto, contrariando as expectativas médicas e a literatura consagrada sobre o assunto, aos 19 anos a regressão da visão cessou, garantindo sua visão, ainda que deficiente.
Recém-formado no curso superior de audiovisual, ele decidira embarcar em seu maior sonho: a disputa pelo Cacau de Ouro, grande prêmio do cinema brasileiro. Trabalha como curador especialista e mediador dos debates sobre cinema, no Café Cultural e como gerente da Locadora VIP, localizada na periferia de São Paulo. Tudo isso porque queria tocar a vida das pessoas com algo que ele chamava de Cinema Felicidade.
Agora ele tinha um desafio e um problema pela frente. O desafio: filmar um roteiro magnífico, capaz de levar à grande tela uma história que surpreendesse as pessoas. O problema: ele não sabia onde estava esse roteiro magnífico. Seis meses era o prazo final para concluir o curta e inscrevê-lo.
Como na vida nem tudo são flores, Pedro acaba precisando da ajuda dos amigos. Em um momento de desespero, o ele resolve seguir rumo ao interior do Brasil na casa de sua avó, para tentar achar respostas, a si mesmo, e o sentido de tudo o que está acontecendo em sua vida.
Sabe aquele livro que te deixa sem palavras? Um livro que te surpreende? Pois é, esse é um deles.
O autor Maurício Gomyde não poderia ter escolhido título melhor para este livro, é exatamente o que ele é, Surpreendente!
O livro é lindo, tanto fisicamente como teoricamente, essa capa é linda, e estou apaixonada por ela, principalmente porque é minha cor favorita. É um livro emocionante, sensível e cheio de significados, é rico em detalhes e acontecimentos incríveis. Uma história envolvente, emocionante, inteligente, cheia de referências sobre música e cinema. Surpreendente é um livro que realmente nos surpreende, o autor Maurício Gomyde está de parabéns, nem preciso dizer que adorei a leitura. Por isso que sempre digo, temos que valorizar a literatura nacional, nosso país está cheio de autores talentosos.
comentários(0)comente



Gabriela.Theis 04/01/2017

Maravilhoso
Esse livro conta a história de Pedro, que sonha em mudar a vida das pessoas através do cinema, sua grande paixão, quando seu problema de visão se agrava e ele acaba repensando todos os seus objetivos de vida. É um livro com lindas lições de amizade e superação. Me emocionei muito com o final e indico muito esse livro. Escrita muito gostosa, fácil de acompanhar e uma história que realmente nos prende.
comentários(0)comente



Lays.Ordani 19/02/2018

Um bom livro não acaba, apenas se esconde dentro de nós.
Ainda me sinto envolta de toda energia que a leitura desse livro surpreendente me proporcionou. A história de Pedro não se resume apenas a um drama ou romance, temos aqui um livro recheado de citações de respirar fundo, reflexões sobre vida, amizade, coragem, respeito e amor. É bom terminar uma leitura e sentir que não é a mesma pessoa que foi no início, e é assim que me sinto: Surpreendida, e cheia de saudades e vontade de espalhar ao mundo tudo que esse livro me trouxe de bom.
comentários(0)comente



Kemilly 30/01/2018

Literalmente SURPREENDENTE
"Nossa vida é feita de um monte de momentos esqueciveis, entremeado por pouquíssimos inesquecíveis. Por que não darmos a nos mesmos o presente de tentar viver um inesquecível?"

O livro conta a história do Pedro, um jovem cineasta recém formado. Seu sonho é ganhar o maior prêmio do cinema brasileiro.

Na busca de realizar esse sonho Pedro e seus melhores amigos Fit, Mayla e Cristal embarcam em uma viagem em um Opala até Pirenópolis - Goiás.

Só tenho uma coisa para falar desse livro: SURPREENDENTE! Me prendeu do início ao fim, leitura delicada e emocionante nos lembrando o real significado de amizade e amor
comentários(0)comente



Marcinha 16/09/2015

Pedro Diniz é um aficionado por cinema. Daqueles chatos mesmo, que sabem de tudo. E vê sua vida ser revirada pelo avesso quando conhece Cristal. Passa a desejar por tudo no mundo fazer um filme sobre ela. Mas uma série de reviravoltas vai colocar em xeque seu plano. Para isso, deve contar com a ajuda maravilhosa de seus três grandes amigos.
Um livro sobre amizade, sobre amor, sobre cinema, sobre estrada, sobre superação e uma enormidade de sentimentos entrelaçados pelas coisas do cinema.
Cheio de referências lindas, de cenas tocantes e de lições inesquecíveis.
Amo os livros do Maurício e o Surpreendente não decepcionou.
comentários(0)comente



Thamyres Andrade 27/09/2016

Superação é a palavra
É incrível como as histórias do Gomyde me tocam. É o quarto livro dele que leio e, mesmo com o passar dos anos, continuo me apaixonando pelo que escreve. O que mais gosto em seus livros é que, com perfeita maestria, ele consegue me introduzir no enredo e me faz sentir parte daquilo. Se fosse ficar falando sobre as experiências positivas que já tive com o autor, provavelmente não terminaria essa resenha hoje.
Pedro é aquele cara descolado, popular e de bem com a vida. Tem amigos, trabalho, uma família sólida e paixão pelo cinema – assistir e produzir filmes. Sim, ele teria a vida perfeita se não fosse por uma cegueira parcial que o acompanha há mais de uma década. Aparentemente, ele enxerga apenas 70% do mundo a sua volta, quando esse número deveria ser bem menor, quase nulo. Por isso, é considerado uma “aberração positiva da natureza”. O que mais me impressionou e achei legal é que, mesmo com todas as adversidades e barreiras que se põe em seu caminho, ele não desiste de gravar seu filme e ser premiado por isso.
Ao longo da narrativa vão surgindo personagens que impulsionam seu sonho e, ao mesmo tempo, episódios ruins o assolam. Em 265 páginas há muita história contada, reviravoltas inesperadas e embate de sentimentos. Os capítulos bem explorados e sucintos ajudaram bastante na fluência da leitura. Gostei muito das reflexões e lições de vida encontradas. É um livro digno de virar um arco-íris de post-its. Pra quem curte filmes, é excelente, porque tem várias menções a produções hollywoodianas famosas e citações marcantes do cinema.
O que faltou então pra ser um 5 estrelas?
Simples. Algumas cenas achei um pouco fora do comum. Não que tivessem sido mal trabalhadas, pelo contrário. Há trechos um tanto inacreditáveis até. A reação e postura dos personagens diante de alguns acontecimentos, certamente não correspondem ao real. E isso gerou um incômodo momentâneo e o questionamento: “Ué, como assim fulano só disse/fez isso?”
Fora esse pequeno detalhe, toda a trama foi bem conduzida. Fiquei dividida entre amor e ódio por Pedro. A forma como ele passa por cima de seus obstáculos em busca da sua felicidade e, principalmente, a alheia, é de encantar. Mas quando ele mostra que também pode ser um completo babaca, a única vontade que dá é de revirar os olhos eternamente.
“Surpreendente!” fala sobre amizade, família, amor, determinação e superação. Aborda, de forma leve, um tema tabu e aparentemente pesado. Sem trocadilhos, realmente surpreende. Me emocionei nos últimos capítulos e aprendi sobre enxergar mais as coisas com o coração, em vez da visão. Além de ser um método relativamente inovador, garanto ser bem eficaz. Super recomendado. Nota 4.
comentários(0)comente



Dani Landim 09/10/2015

O melhor autor brasileiro, sem dúvida nenhuma. Seis livros, seis favoritos. O que mais eu poderia dizer? Incrível como ele consegue ser sucinto e profundo ao mesmo tempo. No surpreendente! foi a mesma coisa. Uma história sobre reconquistas, superação, amizade e amor. Tudo misturado e batido num liquidificador mesmo surpreendente.
Quando eu vi uma página preta em determinado momento, meus olhos encheram-se de lágrimas pela sensibilidade. O livro poderia até ter terminado ali. Quero um filme dessa história pra ontem.
André 23/10/2015minha estante
Dani, também imaginei esse livro sendo adaptado para o cinema e ganhando o Cacau de Ouro.. Rsrs. Daria um belo filme!


Gabriel 18/11/2015minha estante
Como amante do cinema, torço também para que vire filme. Muito bom!!!!!!!!




Fabi Gaspar 09/08/2015

Título óbvio... Surpreendente!
Tive o prazer de receber este livro para leitura beta e confesso que estava um pouco receosa. Porque tinha lido todos os outros livros do Maurício e absolutamente me apaixonado por todas as histórias. Eu sempre achei incrível ter um autor nacional que tivesse tantas histórias boas para contar e quando ele foi para a Intrínseca eu pensei que finalmente tinha chegado a hora de o mundo todo conhecer esse tesouro que temos por aqui.
E, mais uma vez, não me decepcionei.
O livro conta a história de Pedro, um jovem que tem um problema na visão que vai deixá-lo cego. Mas de forma inexplicável a degeneração é interrompida e ele tem apenas 70% de visão. Como era um apaixonado por cinema, ele vira cineasta. Aqui uma habilidade de contador de história, que é a de gerar o conflito: como uma pessoa quase cega vira cineasta? Pois bem, ele então precisa fazer o seu filme e uma série de reviravoltas coloca esse projeto em xeque.
O livro então se torna uma roadie trip (nas próprias palavras do personagem) e Pedro e mais 3 amigos saem pela estrada em busca do filme perfeito.

São tantos detalhes, tantos ensinamentos, tantas cenas boas, que é IMPOSSÍVEL não se apaixonar pela história. O Maurício tem o dom de contar belas histórias em poucas páginas (dessa vez o livro tem 272), e outra vez não me decepcionou.

Vale virar um filme.
Maurício Oliver 06/09/2015minha estante
Assim que vi a capa já gostei do livro e, quando li sua resenha, fiquei com mais vontade ainda de ler. Espero que ele seja realmente SURPREENDENTE.


Fabi Gaspar 08/09/2015minha estante
O surpreendente dos livros do Maurício é que ele consegue colocar muita coisa incrível em poucas páginas. Ele não enrola. Você lê tudo rapidinho. Pode apostar que vai gostar.




240 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |