Terra Amaldiçoada

Terra Amaldiçoada Douglas Lobo




Resenhas - Terra Amaldiçoada


8 encontrados | exibindo 1 a 8


Igor.Paiva 23/02/2019

Suspense Maravilhoso
Estranhos acontecimentos começam assombrar a vida de Fabrício, depois que ele perde seu emprego na grande São Paulo e se vê mudando novamente para sua antiga casa no interior do Piaui. Os eventos começaram por pequenos animais ora aqui, ora ali. Depois começaram a ser ousados, como assassinato de pessoas próximas.

Fabricio voltou a sua casa, para cuidar da sua família, embora, diga-se de passagem, ele não tem a menor vocação para cuidar da terra, seu irmão, Getúlio, diz que ele devia aquele favor aos pais. Contrariado e com eventos bizarros assombrado aquelas terras, Fabrício precisa proteger sua família, ainda mais sua mãe que está com um problema de saúde.
Fabricio descobre então, que sua amiga de infância, Letícia está comprando algumas fazendas, mas seu irmão Getúlio não quer de maneira alguma vender as terras. Logo depois de um tempo aparecem os primeiros corpos dos fazendeiros, de forma peculiar e sangrenta, tanto que nem mesmo a policia é capaz de apontar um suspeito, muito menos suas motivações, o que levaria alguém a cometer aqueles crimes.

Então, moradores antigos da região levantam uma hipótese, que faz muito sentido! Mas para saberem, vão precisar esse livro maravilhoso do Douglas Lobo.

Que livro sensacional, cheio de mistérios e suspense do começo ao fim. GOSTO MUITO, CLARO! Amei muito essa história! A escrita do Douglas é maravilhosa, prende do começo ao fim. Drama muito bem desenvolvida. Me lembra um pouco o Mestre King pela riqueza de detalhes que fazem total diferença na história. A sensação de imersão é completa, é como se estivesse dentro da história. Essa sensação para quem gosta do gênero, é um prato feito!


site: https://www.instagram.com/spooky__books/
comentários(0)comente



Teaandbooks_s2 03/05/2017

Um mito ou uma verdade?
“Terra Amaldiçoada” conta a estória de Fabrício. Um jovem que perdeu seu aclamado emprego em São Paulo e teve de voltar para sua cidade natal, que era um típico e atrasado sertão.

Não bastasse estar desempregado, ele descobre que sua mãe está com um sério problema de saúde. Contudo, há algo mais na cidade que atormenta Fabricio: um mal que, acredita ele, está por trás de vários assassinatos de fazendeiros amigos do seu já falecido pai. Terá Fabrício algo a ver com esse mal? E que mal seria esse? Afinal, toda aquela terra está amaldiçoada...

Douglas (o autor) foi um dos meus primeiros parceiros, mas só foi possível o envio do livro e leitura agora. Toda aquela ansiedade foi sendo consumida a cada novo capítulo e suprida com informações que se tratam de um mito antigo, mas contado de uma forma completamente diferente.

A escrita é bem influente no que diz respeito à região, sendo que a estória se passa no interior do Piauí. Além de que é super envolvente, tragando nós, leitores, para dentro da obra maravilhosamente.

O ponto alto do livro, é que vamos descobrindo os fatos junto com o personagem principal. Mesmo que os capítulos sejam intercalados entre ele e os acontecimentos, só temos a visão certeira com Fabrício.

A diagramação me agradou bastante. As letras mais miúdas, os capítulos curtos e cheios de significados – sendo separados com algarismos romanos – e com detalhes incríveis, além da capa, dão certo ar de mistério que adoro.

Amei demais esse livro! Super indico para os amantes de mistério, suspense, mitos... Já quero nova obra do autor!

Deixo abaixo, para vocês, a seleção de trechos:

“O passado é como uma sombra, Fabrício. Sempre nos acompanha. Não há como se livrar dele.”


site: https://www.instagram.com/teaandbooks_s2/ = http://teaandbookss2.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Marcia 10/02/2017

Muiiito bom!
Eu achei Terra Amaldiçoada por acaso enquanto pesquisava na internet, me interessei pela sinopse e aqui está a resenha.

A leitura desse livro foi muito prazerosa, me apaixonei pela forma de narrar do autor, já estou atrás de outros livros dele para ler. A narrativa é desembaraçada, dinâmica e envolvente. O cenário foi tão bem construído que nos sentimos dentro do ambiente.

Embora o livro esteja catalogado como terror, ele não assusta, mas chegou a causar arrepios nas cenas de morte. Contudo a leitura nos faz refletir sobre o preconceito e também sobre questões sociais no meio rural.

Eu cresci ouvindo histórias de lobisomens, não esses que hoje vemos nas telinhas. Minha mãe vivia contando que muitos homens apareciam no sítio em busca de água e eles sabiam se tratar de um, porque tinha os dentes e olhos amarelos e não se via suas sombras. Mas esses das estórias de minha mãe que a noite esses homens se transformavam e comiam as criações de pastos e quintais não chega nem de longe perto deste de Terra Amaldiçoada. (risos)
Bem, nessa estória além de segredos que envolve todos os fazendeiros do lugar, temos abordado aqui o mito do lobisomem de uma forma bestial criado pela própria natureza, sob forte crença indígena, furioso e em busca de vingança.

Fabrício ao retornar à sua terra natal estava sem rumo e ao chegar tinha a convicção que iria voltar a sua vida em São Paulo, essa viagem seria apenas para dar um tempo rever a mãe e o irmão.

O lugar não era mais o mesmo, o progresso havia chegado, mas, além disso, havia um mistério com atmosfera maligna, Fabrício podia sentir assim como começou a ter vislumbre de fatos ocorridos na sua infância. Mesmo sem interesse foi se inteirando dos problemas dos fazendeiros que aos poucos estavam vendendo suas terras à mesma pessoa e foi uma surpresa pra ele saber de quem se tratava.

Foram tantas mortes, a polícia não conseguia achar um suspeito, não sabiam por onde começar e o que fazer. Mas os fazendeiros antigos sabiam do que se tratava, acreditavam piamente que o que estava acontecendo era castigo por conta do que fizeram no passado.

Mesmo disposto a não ficar, o destino acabou resolvendo por Fabrício o colocando frente a frente com a Besta e com seu próprio eu.

Gente! De verdade vocês precisam ler, nada que eu fale aqui na minha pequena resenha faz jus a essa leitura. Só posso mesmo desejar que LEIAM!

site: http://www.mundoliterando.com.br/
comentários(0)comente



Batata 19/12/2016

Terra Amaldiçoada é um livro nacional de suspense. Ao chegar na sua antiga casa, numa fazenda no interior do Piauí, Fabrício passa a perceber estranhos acontecimentos. Desde mortes de animais de uma forma nunca antes vista, a assassinatos suspeitos de pessoas conhecidas.

Fabrício já não gostava daquele lugar antes, ele não nasceu para cuidar da terra, e embora seu irmão diga a ele que ele deva isso ao pai dele, ele não pensa desta forma. Com os estranhos acontecimentos e sua mãe doente, Fabrício tem de ficar para proteger sua família e descobrir o que está acontecendo.

Há um conflito interior pelo protagonista, ele não consegue decidir se deve ficar com seus conhecidos, por mais que não goste do local, ou voltar para uma metrópole em que é apenas mais um. Deve ele abdicar do que quer, para fazer o que é certo?

Acabamos por entrar neste conflito, nos parece tão simples a primeira vez em que nos é colocado as opções, mas depois que passamos a conhecer as reais circunstâncias, também ficamos em dúvida.

Terra Amaldiçoada é muito bem escrito e nos fazem querer mais. É uma trama muito bem amarrada. A escrita nos prende e o leitor não consegue parar de ler. Nada é dito sem precisão, e os detalhes nos deixa curiosos para saber o que se segue.

Eu senti medo com este livro. A cada nova frase eu me segurava na cadeira e esperava pelo pior, mesmo torcendo para que os personagens se salvassem. Enquanto eu tentava entender o porquê de tudo estar acontecendo juntamente com os personagens, eu buscava compreender também o sentimento dos personagens naquela loucura toda.

Cada personagem tem uma forma característica de falar e pensar, isso fez com que fosse possível dar voz a cada um deles. As falas não eram sinalizadas com travessões, e sim com aspas, o que nos pedia atenção ao ler para não se perder.

A diagramação é ótima, embora as letras sejam pequenas. Os capítulos são curtos e bem concentrados. Os detalhes no início de cada capítulo dá um ar de suspense. A única coisa que me desagradou foi o final. Por mais que eu esperasse por algo, o modo como foi revelado não me deixou satisfeita. Não queria que tivesse uma explicação. O fato de ter uma explicação fez com que eu perdesse o interesse.

Resenha feita originalmente para o blog O Casulo das Letras, confira o texto na íntegra com fotos e citações da obra no link

site: http://ocasulodasletras.blogspot.com.br/2016/11/resenha-terra-amaldicoada-douglas-lobo.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Stephanie Raiany 27/06/2016

O passado é como uma sombra. Sempre nos acompanha. Não há como se livrar dele.
Fabrício mora a algum tempo em São Paulo, e depois de ser demitido de seu emprego resolve retornar a Santa Fé que fica no interior do Piauí, sua terra natal. Chegando lá ele encontra Getúlio, seu irmão mais velho e já avisa que ele pretende ficar lá umas duas ou três semanas, depois voltaria a São Paulo. Mas descobre que sua mãe, Lúcia, está doente, então resolve ficar mais do que pretendia.

Eles vivem de um jeito muito simples e o sustento da família vem do gado que eles tem. Fabrício descobre que Isabela, uma colega de infância e por quem ele acabou se apaixonando, está comprando todas as fazenda da região, mas Getúlio já deixou bem claro que a fazenda da família ele não vende de jeito nenhum, é a fazendo que o avô e o pai dele cuidou e ele tem que honrar as raízes da família.

"Eu e você não pertencemos a este lugar."

Depois de um tempo alguns fazendeiros começam a aparecer mortos, mas de um jeito bem estranho e assustador, de um jeito que um animal não faria. Todos começam a ficar assustados e alguns dizem que quem está matando não é um animal e muito menos uma pessoa, e sim uma entidade. Quem viu esse ser de perto diz que ele é todo negro, como um vulto, com os olhos vermelhos-escuro como se estivessem acesos.

Os moradores mais antigos começam a perceber que os fazendeiros que foram mortos foram os mesmos que destruíram a honra indígena, que mataram 30 índios alguns anos atrás. Agora eles tem certeza que o que está acontecendo só pode ser sobrenatural, será que os índios voltaram para se vingar?

"O canto do galo anunciava a hora em que as entidades sobrenaturais voltavam para o além e o terror terminava."

Terra Amaldiçoada é um livro cheio de mistérios, em algumas partes ele cita algo que aconteceu no passado mas nunca entregando quem estava envolvido e o que realmente aconteceu. Achei a escrita do autor Douglas Lobo um pouco parecida com a do Stephen King, pelo fato da descrição dos lugares que é bem detalhada, isso acaba deixando a imaginação dos cenários e acontecimentos mais completa, como se você estivesse lá presenciando tudo.

Uma coisa que eu não gostei muito foi do desfecho da história e o ser que estava matando os fazendeiros, eu esperava algo maior, mais assustador. Mas isso não quer dizer que não gostei do livro, achei bem diferente e super interessante. Recomendo pra quem gosta de mistério/suspense. O livro é bem curto, então da para ler em algumas horas.

"Eu disse a ele que o perdão tratasse com Deus, e o dinheiro comigo."

site: http://poeliterar.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Cecília 10/02/2016

Terra Amaldiçoada - Resenha
Logo no início da narrativa o personagem Fabrício é apresentado ao leitor. Nascido e criado no interior do Piauí, foi para São Paulo assim que terminou a faculdade, em busca de oportunidades e de ter a vida que sempre sonhou. Só que ele foi despedido do emprego, então precisou voltar para casa numa viagem que promete ser apenas para rever a família e pensar em como prosseguir com a vida.

Mas logo após sua chegada, Fabrício descobre que muitas coisas mudaram desde a sua partida. Sua mãe está doente e seu irmão, Getúlio, cuida da fazenda como pode, já que com o passar dos anos as fazendas perderam espaço para as grandes empresas nacionais. Porém, apesar desse ser um problema recorrente para ser enfrentado pelos personagens, não é o central. Assassinatos misteriosos estão ocorrendo na região e ninguém, nem mesmo as autoridades, parece ser capaz de entender a motivação ou descobrir quem é o autor.

“ - Eu sei quem matou o Paulo.
- E quem foi?
- Assombração.
- Você quer dizer, fantasma?
- Isso. Não tem pegada. E a polícia não encontrou nem impressão digital. Fosse coisa desse mundo, deixava algum rastro.”

Um dos detalhes que mais me agradou na escrita do Douglas foi o fato dele não ser adepto às enrolações. Muito embora ele descreva os cenários e sensações de maneira detalhada, a leitura não se torna cansativa em momento algum. Acredito que mesmo se eu não tivesse vivido por anos no interior, na mesma região em que a história é ambientada e conhecesse muito bem as fazendas antigas, conseguiria imaginar tudo da mesma forma. Durante a leitura eu me peguei pensando, várias vezes, em como eu me sentia inclusa nos lugares onde as passagens se desenrolavam.

Outro ponto que me agradou muito foi o mistério em si. As peças vão se juntando aos poucos e o final me deixou boquiaberta, porque nada é o que aparenta ser. Há toda uma aura de lendas, de histórias que praticamente todo mundo ouviu durante a infância e acho que essa foi uma sacada genial do Douglas. Com capítulos curtos, uma escrita fluida e acontecimentos impressionantes, acredito que Terra Amaldiçoada tem tudo para se tornar um dos melhores do gênero que lerei esse ano.

Adorei a capa e a diagramação, sem contar com os detalhes em cada início de capítulo, que são um charme especial. As folhas são amareladas, a letra tem o tamanho necessário para deixar a leitura agradável e não encontrei nenhum erro que prejudicasse a leitura. Está mais do que recomendado! Ah, mas uma dica: se o seu estômago for fraco, inspire bem fundo antes de começar.

site: www.nemteconto.org
comentários(0)comente



Carol 06/02/2016

[RESENHA] Terra Amaldiçoada - Aliadas Literárias
Escrito em 2015 pelo autor Douglas Lobo, tive o prazer de receber um exemplar para mostrar minha opinião em relação à essa obra, que combina regionalismo com terror, e um suspense que fica na nossa cabeça até o final. Porém, isso me fez ter uma nostalgia daqueles paradidáticos que as escolas escolhem para seus alunos lerem, e no fim fazer uma prova sobre a obra.

“Terra Amaldiçoada”, conta a história de Fabrício, um homem já adulto que retorna à sua casa, no interior do Piauí, algum tempo após a morte do seu pai, lá ele reencontra sua mãe Lúcia e seu irmão Getúlio, no caso o que cumpre a rica tradição da família, de ser o dono da fazenda, cuidando do gado e hortas.

Continue lendo, no link:

site: http://www.aliadasliterarias.net.br/2016/02/resenha-terra-amaldicoada.html
comentários(0)comente



8 encontrados | exibindo 1 a 8