O canto do cisne

O canto do cisne Bianca Sousa




Resenhas - O canto do cisne


37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Laine 25/02/2020

Apaixonante e Divertido
O Canto do Cisne conta a estória de Elena, uma jovem atriz, cantora e dançarina que ao ser escalada para interpretar a princesa Odette de um O Lago dos Cisnes. Assim como no conta Elena é enfeitiçada e todas as manhãs ela se transforma em um Cisne, e somente a noite volta a sua forma humana. Somente o amor verdadeiro será capaz de quebrar o feitiço.

Logo no começo do livro já me apaixonei pela Elena e por sua melhor amiga Lúcia, a amizade delas é linda. O livro tem uma leitura fluida, é muito divertido e engraçado. Uma estória sobre amizade e amor, certeza que você vai rir e se emocionar com essa leitura.

Se você esta buscando um livro rapidinho e leve, deixo aqui minha recomendação, esse livro sem duvida alguma se tornou um favorito da vida !

@perdidaentrelivros
comentários(0)comente



Bruna 27/09/2015

O conto de fadas moderno que todos precisam ler!
Para os que não conhecem a história do Lago do Cisne irei resumir: Odette é uma princesa que acaba por ser enfeitiçada para que a filha de tal feiticeiro possa se casar com o príncipe do outro reino em seu lugar. Todo dia ela está condenada a se transformar em cisne ao amanhecer voltando a sua forma humana apenas durante a noite. Só há um jeito de se libertar dessa maldição: encontrando o amor verdadeiro. Mas entre intrigas e armações de Odile talvez para Odette não haja um final feliz.

Elena é uma jovem que sempre sonhou em ser atriz, e agora ela se encontra no momento mais importante de sua vida: a busca pelo papel de protagonista na interpretação dessa peça tão famosa e que seria dirigida por grandes talentos do mundo artístico (os quais ela sempre admirou). Uma audição era apenas o que a separava de realizar seu sonho e interpretar Odete, isso é claro se ela conseguisse deixar seu nervosismo de lado e demonstrar todo o talento que possuí!

“Ta legal. É agora”, pensou Elena ao se concentrar. Ao reabrir os olhos, se esqueceu de que era atriz e estava sendo avaliada. Ela era Odette, a princesa.”

Espetacular era pouco para descrever o talento e o quanto ela foi capaz de conquistar os que se encontravam ali presentes, tirando suas concorrentes (obviamente) que não se animaram em nada com sua apresentação. Mas como nem tudo é perfeito outra garota poderia colocar tudo a perder ainda mais porque na cabeça desta sua concorrente o que importa é vencer, não importa o quê.

No entanto, quando é para ser não há nada a ser feito. Elena recebe o papel de Odette como o desejado, mas ao contrario do que geralmente acontece onde uma atriz interpreta tanto o cisne branco (Odette) quanto o negro (Odile) dessa vez haveria outra atriz para o segundo papel . Aline, no entanto, não estava nenhum pouco feliz em ser a antagonista da história. Determinada a conseguir o papel de protagonista ela faria tudo que pudesse e um segredo poderia fazer com que seu desejo não fosse tão inalcançável assim.

Depois de escolhida às atrizes, chegou a hora de selecionar os rapazes. Assim como aconteceu com as duas 10 rapazes se encontravam ali para disputar o papel de príncipe, mas apenas um dentre todos foi capaz de atrair a atenção de Elena assim que ela colocou os pés na audição. Será que ele seria o seu par romântico na peça, e até quem sabe fora dela? Para isso além do talento era necessário química, algo que os dois mostraram que tinham de sobra assim que colocados juntos.

“Um era mais magnífico que o outro, entretanto, foi o número três que lhe chamou a atenção.”
Aline vendo o perigo que a outra representava e decidida a pegar para si o papel de Odette não perde tempo em utilizar a carta guardada em sua manga mesmo que precisasse utilizar seu pai e o preço a ser pago fosse caro.

Depois de um ensaio sobre a parte da maldição que a princesa sofre a vida de Elena começa a mudar. Ela, assim como na peça, é amaldiçoada e destinada a se tornar cisne todas as manhas retornando apenas a noite para sua forma humana. O sol se torna o seu prisioneiro tendo que ter cuidado para retornar antes que seja tarde demais.

“- Here comes the sun... – Ronald cantarolou a música dos The Beatles enquanto apontava para o relógio; em seguida, acendeu um cigarro sem maiores preocupações.”

Tive que colocar esse trecho, porque afinal é Beatles e eu sou apaixonada por eles.

A única forma de quebra-la é encontrando seu amor verdadeiro, algo que com seu histórico de amores se mostrará nenhum pouco fácil... Com a ajuda de sua melhor amiga, Lúcia, ela irá conseguir aos poucos ir convivendo com sua maldição e até a tirar proveito dela para sua vida. Enquanto isso Aline fará de tudo para impedir que Elena tenha seu final feliz, será que com tudo isso Elena conseguirá se salvar?

“A sorte só acontece quando a preparação e a oportunidade se encontram.”

Às vezes o amor se encontra mais perto do que se imagina, resta saber se eles irão descobrir a tempo antes que seja tarde demais para salvá-la. Não há tempo a se perder, afinal quando o cisne cantar a sua nota mais alta será tarde demais...

“Teu canto mais esplêndido será teu último.”

O Lago do Cisne é um dos meus contos favoritos de todos os tempos e para os que acompanham o blog sabem o quanto eu gosto das histórias da Bianca. Em seu segundo romance a autora vem com mais uma história incrível, apaixonante e envolvente trazendo a história de Odette para a vida real de uma atriz que deseja interpreta-la. É impossível que se pare de ler a partir do momento que se inicia a leitura, eu devorei essa obra em pouquíssimas horas de tão bom e gostosa é a escrita. Para os que gostaram do que viram por aqui podem adquirir o seu que não irão se arrepender, e aproveito para dizer que tem o físico em pré-venda também. Os que não gostam de e-book também poderão conferir essa história em versão física, sem desculpas para não ter o seu ;)

Eu espero que vocês tenham gostado da resenha , é uma história de rápida leitura e apaixonante. A todos que gostam do conto original também irão gostar de ver essa adaptação moderna. Se encante pelos personagens e entre para o time de fãs da autora


site: brookebells.com
Bianca Sousa 28/09/2015minha estante
Ahhhh! que tudo, Bruninha!!! Muito obrigada pela sua opinião!! ;*


Bianca Sousa 28/09/2015minha estante
Resenha linda demais!!




Kelly 03/10/2015

O melhor conto de fadas moderno do Ano!!!
Olá Pessoal!
Hoje vou apresentar para vocês o livro O Canto do Cisne, lançamento da nossa parceira Bianca Sousa, a fofa que eu amo de paixão e que encho a paciência pelo face kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.


"Se fosse fácil, não se chamaria vida, e sim MIOJO."

Elena é uma jovem linda e atraente, que desde pequena sonha em ser atriz, e esse pode ser o seu momento de glória já que ela esta na fase final do teste, para ser protagonista de uma peça teatral que reproduzirá o conto do O lago dos Cisnes.

Após passar no teste e ser anunciada como a mais nova Odette, Elena começará a enfrentar problemas até então impossíveis, pois assim como a Princesa do conto, Elena conquistará a inveja de Aline, a atriz selecionada para fazer o papel da princesa invejosa, ou seja o cisne negro.

Aline não irá medir esforços para tomar o papel de Elena, e conquistar o coração de Samuel, o príncipe que além de conquistar o papel de par romântico de Elena, também conquistou seu coração.

Após ser enfeitiçada pelo pai de Aline, Elena começará uma luta, para achar o seu amor verdadeiro, e acabar com o feitiço antes que seja tarde demais.


"As duas histórias, a do palco e a sua própria, desafiavam a lógic, a fé e o mal."

Essa é a segunda obra que leio da Bia ( pega a intimidade rs), mas é notável, pra mim os traços de sua escrita, assim como no primeiro livro, Eterna o som do amor, o romance é leve e encantador, muito bem elaborado misturando real com mágico.

Assim como diria Debby, minha amiga do blog Lissosomos, esse livro é aquela leitura gostosa de busão kkkkkkk, o livro é curtinho e a leitura é leve, a autora te prende desde a primeira página, e te encanta com o passar dos momentos.

Para quem leu Eterna, encontraremos nessa obra, Angelique, a mãe de Bernardo, só pra te deixar com gostinho de quero mais, e pra quem não leu, deixar curioso a beça kkkkk, a obra me lembrou muito Romeu e Julieta na versão do Leonardo Di Caprio, onde, mesmo a história tendo sido transportada para o nosso século, não se perdeu o encanto e a originalidade, marca registrada da Bia.

Os personagens são bem desenvolvidos, e encantadores a sua maneira, o livro é contado em terceira pessoa, e não localizai erros, com relação a diagramação, li em e-book, mas não tem problema porque vou adquirir o meu no evento que ela esta programando *-*

Super recomendado para quem gosta de contos de fadas modernos, e leituras leves, esse é mais um daqueles que não pode faltar na sua estante, ou no seu kindle, anota a dica e vai atrás hein, é sempre renovar na memória aqueles contos que marcaram nossa infância, e claro ele vai pra lista de favoritados.
Beijokas e até a próxima.

site: http://paraisodasideas.blogspot.com.br/2015/10/resenha-o-canto-do-cisne-bianca-sousa.html
Bianca Sousa 04/10/2015minha estante
Obrigada, Kelly! * - * Resenha ótima como sempre!




Dai 04/10/2015

Delicada, envolvente e emocionante
Quem me conhece, sabe o quanto eu gosto de um bom romance, de qualquer gênero. E se nesse romance tiver fantasia, um toque de contos de fadas e doses de humor, pronto, já me conquistou! E é sobre um livro assim, que eu vou falar hoje. “O canto do cisne” é o novo lançamento da autora Bianca Sousa, e me deixou simplesmente apaixonada. Conheci a escrita da autora através da sua primeira obra, “Eterna – O som do amor”, e a partir daí eu virei fã de carteirinha da moça. A Bia tem uma escrita fluida, natural e tão suave, que prende sua atenção, e te deixa totalmente absorta na história. E mais uma vez, ela nos encanta com uma trama delicada e extremamente envolvente, que vai te emocionar, cativar e conquistar.

Em “O canto do cisne”, vamos acompanhar a história de Elena, uma jovem atriz e cantora, que está prestes a realizar o seu sonho: estrelar a releitura do clássico “Lago dos Cisnes”, que foi transformada em uma ópera rock. A trama se inicia com o teste da atriz para representar a personagem principal do espetáculo. Ao se apresentar, os jurados ficam encantados com o talento da jovem, que além de se entregar de alma e coração ao atuar, também tem uma voz excepcional. Elena, enfim consegue seu objetivo, irá interpretar Odette. Porém, ela terá que dividir o estrelato com Aline, que interpretará Odile. Apesar das atrizes terem a aparência quase idêntica, seus caracteres são totalmente opostos. Enquanto Elena é doce, simples, alegre e divertida – a rainha do drama –, Aline é invejosa, maldosa e não mede esforços para alcançar os seus objetivos. Personalidades perfeitas para encarar a ficção, Elena/Odette é o dia, enquanto Aline/Odile é a noite.

Logo no começo da história, somos apresentados a outros personagens muito importantes para o desenrolar da trama. Dentre estes, estão os jurados e organizadores do espetáculo: Manolo, Angelique e Ronald. Manolo é um cara super divertido e adora uma polêmica. Ele é o “Deus do teatro brasileiro”, um renomado ator e diretor. Angelique é a diva do ballet. E esta é uma personagem muito especial, pois faz parte da primeira obra da autora, “Eterna – O som do amor”. Ronald é um famoso produtor americano, que não tem paciência para nada. Ele é ranzinza, mal educado e tem um jeito todo esquisito. E durante as audições, conheceremos mais dois personagens que irão arrancar suspiros: Diego e Samuel. Eles não só vão disputar o papel de príncipe Siegfrield, mas também o coração de Elena. Samuel é um cara lindo, talentoso e tem um jeitão que o deixa ainda mais encantador, porém carrega nos ombros um passado meio obscuro. Sua química com Elena é imediata, ambos se sentem atraídos, tanto no palco, como fora dele. Diego é o famoso bad boy, tem um sorriso fácil e não dispensa uma oportunidade. Ele está em busca de uma carreira de sucesso, e assim como Samuel, fica encantado por Elena. E para finalizar esse time de personagens que estrelam essa trama, temos um casal que particularmente ganhou meu coração: Lúcia e Joaquim. Lúcia é uma mulher divertida, alto astral, doidinha e com um coração enorme. Ela é a melhor amiga da nossa protagonista, e estão juntas para o que der e vier. Elas têm uma amizade linda, cativante e muito especial. Ri muito com essa personagem super divertida. Joaquim é um barista em um café, mas tem um sonho de ter seu Food Truck. Ele é o rolo da Lúcia, e vivem entre amores e brigas, mas o sentimento sempre fala mais alto. O relacionamento deles é lindo, e vê-los juntos te faz suspirar ou cair na gargalhada.

Depois de conseguir o papel que tanto almejava, Elena arranca suspiros dos responsáveis pela peça, mas também desperta a inveja de algumas pessoas que estão a sua volta. Mas, algo estranho acontece quando a ficção se mistura com a realidade, e num passe de mágica, Elena encara na pele o papel de Odette. Se durante a noite ela pode brilhar, durante o dia ela se torna um lindo cisne branco. E esse feitiço vai trazer grandes problemas para a vida da jovem. Junto com sua melhor amiga Lúcia, Elena vai tentar entender e desfazer essa louca maldição que virou seu mundo e seu sonho de cabeça para baixo. Juntas, elas vão nos mostrar o verdadeiro valor da amizade. Entretanto, se a “vida real” está seguindo o rumo da ficção, somente um amor verdadeiro poderá salvá-la dessa maldição? Será que o fim de Elena será igual ao de Odette? Enquanto lia, eu me sentia cada vez mais apreensiva, mas o final dessa trama me surpreendeu e claro, me emocionou.

Com uma trama narrada em terceira pessoa, a autora nos mostra uma história bem humorada, leve e muito envolvente. Apesar da obra ser uma releitura do clássico “Lago dos cisnes”, ela tem um ar todo autêntico e muito singular. Ela me despertou diversos sentimentos. A leitura é rápida, fluida, coerente e muito cativante. A autora tem uma forma de escrever muito delicada, limpa e até poética. E assim como na primeira obra, me senti totalmente rendida. Os personagens são muito participativos e com certeza, marcantes. Eu me apaixonei pela Lúcia e pelo Joaquim, acho que deveriam ter uma história própria, tenho certeza de que iriam nos encantar e nos divertir na mesma proporção (olha a indireta bem direta, querida autora! rs). A Elena tem a personalidade do tipo de pessoa que eu gostaria de ter por perto, de ser amiga e de ter uma convivência. O livro conta com uma capa linda que tem tudo a ver com o enredo, consigo até idealizar a Elena como a garota da foto. Além disso, ele foi muito bem escrito e a autora nos presenteia com vários trechos da peça. Uma das coisas que eu mais gosto na escrita da Bianca, é que ela sempre mistura outras artes em suas histórias, seja ela música, como em Eterna, ou teatro e ballet, que foi retratado nesse livro. Eu só achei um defeito: acabou muito rápido (rs). A leitura é tão gostosa, que eu ficaria lendo por horas e horas. No fim, esse contemporâneo misturado com o clássico me provou que o amor tem várias formas, faces e estados, ele pode vir de várias maneiras, é só você saber identificá-lo. “O canto do cisne” deixou aquele gostinho bom de quero – muito – mais! Para finalizar, gostaria de parabenizar a autora por mais uma obra que me deixou apaixonada. Parabéns pelo lindo trabalho! Leitura comprovada e aprovada!

*Confira a resnha completa no Blog

site: http://www.cheirodelivronacional.com.br/2015/09/resenha-o-canto-do-cisne-bianca-sousa.html#more
Bianca Sousa 05/10/2015minha estante
Resenha sempre cuidadosa e cheia de carinho! Obrigada.




Tami 15/10/2015

Só um tolo confundiria a Lua com o Sol.
Em O Canto do Cisne nós conhecemos a história de Elena, uma atriz super completa que, além de atuar, claro, ainda dança e canta como ninguém.

Uma nova versão do famoso ballet O Lago dos Cisnes, obra do compositor russo Tchaikovsky, está sendo produzida através das mãos de um dos diretores mais respeitados do ramo, Manolo Belle, e Elena vê nessa produção sua chance de brilhar.

Como não poderia deixar de ser, Elena acaba ganhando o papel de Odette, o cisne branco, e ganha também a inimizade de Aline, atriz que fica com o papel de Odile, o cisne negro.

"A sorte só acontece quando a preparação e a oportunidade se encontram."

No dia seguinte, Elena volta ao teatro para contracenar com os candidatos ao papel do Príncipe Siegfried. O papel acaba ficando com Samuel, um jovem muito talentoso, com um passado pesado e obscuro, que, além de ganhar a chance da sua vida, ganha também o coração de Elena.

Elena estava vivendo seu momento, seu sonho, e tudo estava indo muito bem, isso até Aline cismar que queria ser a protagonista da história. Ronald Roland, produtor musical do espetáculo, promete ajudar Aline nessa missão.

Algo muito misterioso acontece enquanto Elena está ensaiando sozinha com Ronald e, ao acordar na manhã seguinte, Elena se desespera. Ela é Odette! Ela é um cisne!

Com a ajuda de sua melhor amiga, Lúcia, Elena consegue encaixar o quebra-cabeça dessa situação. Assim como no espetáculo, ela seria cisne durante o dia, humana durante a noite e só o amor verdadeiro poderia quebrar essa maldição.

"Aline era Odile, no palco e fora dele. Enquanto Ronald era Von Rothbart. Restava saber se Samuel seria seu príncipe Siegfried."

Elena consegue fazer com que mudem o horário dos ensaios para o turno da noite, desse modo ela não correria o risco de perder o papel. Mas o tempo está passando e, assim como Odile queria tomar o lugar de Odette, Aline quer tomar o lugar de Elena em tudo, não só na peça como também no coração de Samuel.

"No mesmo instante parou de cantar. Mas já era tarde. Sentiu o coração em chamas, Foi ao chão com a mão ao peito, tentando apagar o ardor que o chamuscava. Mesmo enquanto agonizava, a ironia da sua vida acontecia: tinha sido a encenação perfeita."

Elena não pode permitir que isso aconteça, ainda mais agora que Samuel parece ser a única pessoa capaz de quebrar a maldição. Será que Elena conseguirá? Ou será que o fim de Elena será igual ao fim trágico de Odette?

••••••••••

Gente, que livro mais amor foi esse? ♥ Eu juro que não esperava nada do que eu li. Não que eu não soubesse da qualidade do trabalho da Bianca, e sim porque eu fui realmente surpreendida com a doçura e leveza da história.

Nessa releitura da clássica história O Lago dos Cisnes, Bianca consegue prender a nossa atenção em todos os capítulos! Os personagens são MUITO cativantes, destaque para Lúcia e Joaquim.

Lúcia é a melhor amiga de Elena e é aquele tipo de personagem para o qual a gente tem vontade de falar “ei, vem aqui, sai desse livro, vamos ser amigas” tamanha é sua compreensão, dedicação e amizade por Elena.

Joaquim é o namorado de Lúcia e ele não é menos fofo! Já falei para Bianca que esses dois merecem um livro só deles! Recado dado, hein, Bi!

O Canto do Cisne tem a estrutura de um conto de fadas mesmo, as tramas não são muito aprofundadas, mas nada fica sem ponto final. E, falando em final, o final do livro é lindo, lindo, lindo!

Eu li a versão digital e encontrei apenas dois errinhos de revisão. O livro tem duzentas páginas, mas a leitura flui de uma forma surpreendente. O temporizador do meu Kindle marcou 2h17m!

Em suma, O Canto do Cisne foi uma grata surpresa e eu indico a leitura para todos vocês!

site: http://meuepilogo.com/resenha-o-canto-do-cisne-bianca-sousa/
comentários(0)comente



Pri 03/11/2015

Diferentes faces do amor
Eu já li Eterna: O Som do Amor, o outro livro da Bianca, e gostei demais da escrita leve e divertida, que com esse livro pude notar ser uma marca da autora. A leitura flui de uma forma surpreendentemente rápida.

"– Quem não sonha com a liberdade?
Odette encarou-o vitoriosa. Sabia que, contra aquilo, ninguém tinha palavra. Cada um vive em uma prisão, seja social, moral ou interna."

Essa história é sobre Elena, uma atriz que sonha estrelar um grande espetáculo. Seu desejo no momento é conseguir protagonizar uma ópera rock, que será a releitura do ballet O Lago dos Cisnes. Ela deverá cantar, dançar e atuar, dando o melhor de si para conseguir essa vaga. Apesar de ser bastante dramática, é uma mulher muito talentosa e focada, e sabe que suas chances são altas. Além disso, conta com o apoio integral de sua melhor amiga Lúcia, uma ruivinha bem-humorada e sortuda, estudante de veterinária, com quem divide um apartamento.

“A sorte só acontece quando a preparação e a oportunidade se encontram”

Ao ser escolhida para protagonizar a princesa Odette, o cisne branco, sente-se realizada. Mas tanta felicidade provocou a inveja de Aline, uma de suas concorrentes, que foi selecionada para interpretar Odile, o cisne negro. Apesar de contar com a admiração de Angelique e Manolo, jurados e diretores da apresentação, Elena também despertou a antipatia de Ronald, o terceiro jurado, aparentemente sem motivo.

"Amor é a única coisa imune a magia."

Aline, insatisfeita em ser antagonista do espetáculo, é capaz de qualquer coisa para tornar-se protagonista e possui uma inesperada carta na manga. Sem se importar com as consequências, faz com que Elena sofra a mesma maldição que a personagem que interpreta: ao nascer do sol, transforma-se em um lindo cisne branco, e assim fica até à noite, quando torna-se humana novamente. Essa maldição só pode ser quebrada caso encontre o amor verdadeiro.

"– Eu sempre quis viver um conto de fadas e, de repente, estou estrelando um e, ao mesmo tempo, vivendo um.
– E isso é bom?
– Depende. Se tiver final feliz, sim."

Para Odille, encontrar o amor verdadeiro não foi tão difícil, já que o Príncipe Siegfried se apaixonou por ela assim que a viu. Mas o histórico de romances de Elena não é favorável, então encontrá-lo de uma hora para outra parece bem improvável. Sua maior esperança é que seja Samuel, o gatíssimo ator selecionado para interpretar o Príncipe, com quem houve uma atração inegável. Mas parece que Aline já estava correndo atrás dele, e ela, como cisne, não pode nem aparecer nos ensaios, correndo o risco de perder o papel que lutou tanto para conseguir...

"– Eu estou apaixonada por ele, Lu. E acho que ele também está por mim. Mas será isso o suficiente para quebrar uma maldição? Será que é um fardo que ele tem de carregar? Quer dizer, eu acabei de conhecer ele! Como saber se é o amor da minha vida? Eu mal o conheço!"

Mas Lúcia, sempre otimista, não perde as esperanças de que tudo pode terminar bem. Juntas, elas se metem em várias confusões, enquanto tentam descobrir uma forma de acabar com essa maldição antes que seja tarde demais e o cisne cante seu mais esplêndido e último canto, antes de morrer.

"– O amor pode vir de muitas formas, e uma delas é a amizade."

Como eu já disse, a escrita da Bianca é muito leve e descontraída, o que deixa a história sempre com um tom bem-humorado, mesmo quando a situação está ficando séria. A leitura é muito gostosa e, mesmo com a ligeira ressaca literária que ainda estava sofrendo, consegui pegar o ritmo da história logo nos primeiros capítulos. E não preciso nem falar dessa capa, né? Linda demais!
A narração não é apenas pelo ponto de vista da Elena (até porque, como cisne, fica um pouco difícil narrar alguma coisa...). Dependendo do que está acontecendo no momento, a visão muda para Lúcia, Samuel, Aline, etc. Achei isso muito bom, porque também podemos conhecê-los um pouquinho melhor.
É um conto de fadas moderno, então em alguns momentos achei um pouquinho clichê, principalmente na questão do amor à primeira vista dos personagens, que é uma coisa que eu acho bem difícil de engolir em qualquer história. Mas, num conto de fadas, eu perdoo isso. rsrs Mesmo assim, a história conseguiu me deixar cheia de expectativas sobre o que aconteceria e o final me surpreendeu bastante. Gostei! =D
Também gostei muito dos personagens, principalmente da Lúcia (e não só porque ela estuda veterinária como eu). A amizade entre ela e Elena é tão bonita! *-* Acho que ela merecia uma história só dela (e do Joaquim)! haha Adorei a participação super especial de Angelique, que é personagem de Eterna, e acho que ela realmente merecia aparecer de novo, mas me deixou com uma saudadezinha dos outros personagens do livro.
Por fim, a única coisa que não gostei foi que o livro é muito curtinho... Queria mais! rsrs Acho que as coisas foram acontecendo muito rápido e aí... acabou! Podia ter sido mais devagar, mais detalhado, não sei, mas queria ter tido mais tempo com os personagens. Quem sabe não vem por aí um spin-off como o de Eterna, Eternamente Sua? Vou ficar na torcida! xD

site: http://www.sigolendo.com.br/2015/10/cheiro-de-livro-novo-o-canto-do-cisne.html
comentários(0)comente



Bia 29/11/2015

Resenha publicada no blog Pequenos Vícios
Sou completamente apaixonada por contos de fadas, mesmo a maioria deles me irritando com alguns “detalhes”. E deliro com releituras dos mesmos, faço questão de ler e/ou assistir.
“O Canto do Cisne” é uma releitura do clássico “O Lago dos Cisnes”, um balé dramático mundialmente conhecido. Se é um balé, não faz sentido minha primeira frase para essa resenha, não é mesmo? É que, foram várias as adaptações do clássico para o cinema. Eu não o conheci como balé, mas sim através da animação “A Princesa Encantada”, 1994.
Na animação, bem como na adaptação original, a linda Princesa Odette é amaldiçoada, se tornando cisne durante o dia e princesa a noite. A única forma de quebrar o feitiço é a declaração de um amor verdadeiro. O príncipe da animação se chama Derek, e foi meu segundo amor.
Assisti tantas vezes a esse filme que sabia até as falas dos personagens, e quando cresci, assisti mais umas duzentas vezes com minha prima. Ahh ela também se apaixonou por Derek, acredito que foi seu primeiro amor.
Agora que vocês sabem do meu chamego por releituras e pela história em si, poderão compreender o quanto fiquei feliz em receber o livro de presente da autora.
Elena é uma linda atriz que luta por um papel de destaque para uma peça de teatro. Ela vai tentar a vaga de “Odette”, numa adaptação de “O Lago dos Cisnes”. Em seu teste, se saiu muito bem, encantando a todos os diretores da peça.
Foi ainda em seu teste que conhecera Aline, uma garota muito parecida com ela própria, mas com uma personalidade completamente diferente. Logo de cara, a moça rejeitou por completo qualquer tentativa de aproximação por parte de Elena.

“Ela parece-se comigo. Mas eu sou dia, ela a noite.” – pág 18

Claro que nossa protagonista conseguiu o papel de Odette. Aline não fora descartada da peça, interpretaria Odile, a antagonista da história.
A realidade se confunde quando Elena se vê sobre a mesma maldição que a personagem: durante o dia a jovem se transformara num lindo cisne e a noite voltava a sua forma humana.

“As duas histórias, a do palco e a sua própria, desafiavam a lógica, a fé e o mal.” – pág 71

Como reverter o feitiço? Bem, ela teria que encontrar o seu amor verdadeiro para que tudo voltasse ao normal. Será fácil encontrar tal amor num mundo como o de hoje? Não seria tudo isso apenas a imaginação de uma atriz? Bem, vocês terão que ler a história para descobrir tudo isso.

“Amor é a única coisa imune à magia.” – pág 121

Só posso dizer que simplesmente amei o enredo. A Bianca fez uma releitura incrível.
Temos toda a nossa contemporaneidade na história, internet, celulares; ao mesmo tempo em que temos aquela magia do conto original. O amor, a ambição e a inveja também se fazem presentes.
A autora foi muito inteligente criando um enredo muito original, apesar de ser uma releitura. Ela colocou uma pitada de comédia que deixou a história mais agradável ainda. Rimos muito com as situações que a melhor amiga de Elena, Lúcia, passa para ajuda-la a reverter o feitiço.
E o final é surpreendente!! Sim, não esperem cair num clichê, estou dizendo, é original!!
É uma leitura rápida porém gostosa. Tenho certeza que você vai amar. Livro mais que recomendado.

site: http://www.pequenosvicios.com.br/2015/11/o-canto-do-cisne-bianca-sousa.html
comentários(0)comente



Conchego das Letras 07/12/2015

Resenha Completa
Hoje trago a segunda resenha que faço da nossa parceira Bianca Sousa, a primeira foi do livro Eterna: O Som do Amor (leia a resenha AQUI). Antes de tudo preciso dizer que sou apaixonada pela capa, muito linda. E o que falar da narrativa? A escrita da autora é simples, a leitura flui com tanta facilidade. Para ter uma ideia, eu li em poucas horas!!!

Quando você acabar de ler um livro que te deixou de ressaca literária, pode começar O Canto do Cisne e tenha a certeza de que vai se divertir, e muito.

Vamos conhecer Elena, uma mulher completa no seu trabalho. Ela canta, interpreta, dança e é ainda por cima, é linda. Está participando de uma audição, para interpretar o Lago dos Cisnes e o seu grande sonho é ser famosa. Com essa oportunidade, que Elena vai fazer de tudo para conquistar, consegue encantar todos os jurados, tornando-se a estrela da peça, fazendo o papel de Odette.

Elena vai dividir o palco com a escolhida para fazer Odile, a jovem Aline, que não gostou nada por não ter sido a escolhida para o personagem principal. E, como na peça, enquanto Elena é doce, meiga e divertida, Aline é completamente diferente, invejosa e passa por cima de tudo para conquistar o seu objetivo.

Cada dia Elena está aperfeiçoando mais a interpretação e recebendo elogios dos seus professores. Em um dos seus ensaios, acontece algo com ela e ao acordar na manhã seguinte não acredita no que está vendo. Sua vida vira de cabeça para baixo, confundindo a vida real com a do espetáculo. Igual a história da peça, Elena se transforma toda manhã em um cisne e somente a noite retorna a humana.

Sua melhor amiga, Lúcia, vai fazer de tudo para ajudar a desvendar esse mistério. Procurando um amor verdadeiro para destruir esse encanto.

"No mesmo instante parou de cantar. Mas já era tarde. Sentiu o coração em chamas, Foi ao chão com a mão ao peito, tentando apagar o ardor que o chamuscava. Mesmo enquanto agonizava, a ironia da sua vida acontecia: tinha sido a encenação perfeita."

Em vários momentos dei muitas risadas com Lúcia, com as suas maluquices. A amizade das duas é algo que precisamos no mundo atual. É um tipo de pessoa que queremos sempre por perto.

Quem me conhece sabe que sou apaixonada por romance e O Canto do Cisne não foi diferente, fiquei completamente apaixonada. É uma linda história de amor, um verdadeiro conto de fadas e não poderia deixar a fantasia de fora. A autora sempre mostra em suas obras que o amor supera tudo.

site: http://conchegodasletras.blogspot.com.br/2015/12/resenha-o-canto-do-cisne.html#more
comentários(0)comente



Croniana 10/12/2015

O livro nos conta a história de Elena, uma bailarina e atriz profissional que deseja, ansiosamente, conseguir um papel na adaptação da peça O Canto do Cisne que acontecerá em sua cidade. Logo nas páginas iniciais a autora nos dá pistas das principais características que permearão toda sua obra: a cumplicidade da amizade entre Elena e Lúcia e a paixão e entrega à arte vivida pela protagonista. Tudo isso está presente em toda a história junto à fantasia que acompanha a trama na busca por um amor verdadeiro capaz de libertar Elena de muito mais do que um feitiço.

A história começa com a apreensão da protagonista com relação à sua audição para concorrer ao papel principal da peça em sua conversa com a amiga Lúcia ao telefone que a apoia totalmente, diferente do que parece acontecer em sua família. Em minha opinião esse trecho está aí para explicar o motivo de a família de Elena não aparecer realmente no livro (apenas em telefonemas) e de seu apoio vir quase que exclusivamente de Lúcia. Na audição Elena é escolhida, ao lado de Aline, que desde o início promete rivalidade, para interpretar o cisne branco enquanto Aline é designada para interpretar o cisne negro. Além da protagonista e antagonista a peça conta com Samuel como príncipe e com diretores conceituadíssimos como Angelique Moreau Milano, Ronald Roland e Manolo dirigindo o espetáculo. Não demora muito e Elena percebe a atração que surge, já nas primeiras danças, entre ela e o Samuel; este é descrito como dono de olhos "azul-safira hipnotizantes" e, logo de início, parece ficar confuso com relação ao que sente por Elena, alternando sua atenção entre ela e Aline antes mesmo da menção de qualquer feitiço. #SeligaSamuel!

O conflito que cerca o livro tem início a partir do confronto entre Elena e sua então rival (não só nos palcos) que se vê ameaçada pelo talento de Elena e se utiliza de sua posição privilegiada, como filha de um dos produtores da peça, para obter o que deseja. A linguagem utilizada no livro é bastante leve e, com exceção dos trechos em que a autora traz "visões" da história interpretada na peça, o enredo transcorre de maneira bastante linear. A obra é cheia de diálogos e se desenvolve em torno dos personagens que aparecem desde o início, sem a inserção incansável de nomes e personagens dispensáveis e mal trabalhados que encontramos em alguns livros. A protagonista é bem caracterizada e corresponde ao que se espera da idade da mesma sem, no entanto, limitar-se ao papel de vítima durante o tempo que é afetada pelo feitiço, mantendo sua personalidade e coragem. Samuel, a amiga Lúcia e o namorado desta compõe o grupo "do bem" que circula Elena e lutam para ajudá-la; talvez por isso são os que têm suas características mais marcadas, na minha opinião, com todo o merecimento. O núcleo que traz o conflito à história participa diretamente apenas em momentos pontuados e isso acaba mostrando a história de uma só perspectiva; uma pequena brecha que ao meu ver é contornada, pela autora, com a "liderança" de Lúcia em algumas cenas.

De maneira geral, como a premissa sugere, realidade e fantasia se confundem em O Canto do Cisne e Elena se vê presa à situações que nunca imaginou serem possíveis. O final da história é o que, verdadeiramente, quebra as expectativas do leitor que espera pelo fim clássico; a autora inova, principalmente, nesse ponto fazendo, como a própria Bianca caracteriza, da história um conto de fadas moderno.

site: http://www.cronicasemeira.com.br/
comentários(0)comente



Lara.Correa 22/12/2015

Todo lindo
A primeira coisa que eu gostaria de falar é a capa. QUE CAPA MAIS LINDA!!! Me apaixonei pela capa e comprei o livro compulsivamente, rsrs. Amei a releitura da história e indico para quem quiser uma leitura leve e descontraída.
Bianca Sousa 13/06/2016minha estante
muito obrigada pelo carinho, lara! *-*
bjs!




Gisa 29/12/2015

Uma ótima adaptação para o Ballet O Lago dos Cisnes
Hoje estou aqui para falar de um livro que me encantou logo que eu o vi no blog da Tami (Meu Epílogo). Mas também fiquei com receio de ler afinal fala sobre um clássico do ballet. E para quem não sabe, eu fiz ballet por 10 anos. Ou seja, eu tenho um bom conhecimento da causa heheh. Então, assim como fiquei ansiosa para ler, também fiquei com medo. Mas superei esse medo inicial e me joguei nessa história que foi recontada pela Bianca Souza.

Vamos começar do começo?

O Lago do Cisne é um ballet que conta a história da princesa Odette que é enfeitiçada por um terrível feiticeiro. O feitiço faz com que ela se torne um cisne todas as manhãs e só volte a ser humana ao final do dia. E em como todos os contos do tipo, o feitiço só será quebrado, se Odette encontrar o amor verdadeiro. E como clichê básico, Odette tem uma inimiga: Odilla, a filha do feiticeiro. Porém, diferentemente dos contos que conhecemos hoje O Lago do Cisne original é um conto extremamente trágico, leia-se: Não possui um final feliz.

Porém, ele foi adaptado inúmeras e inúmeras vezes. Inclusive, pela escola de artes, onde eu dancei. Por isso, tenho quase certeza de que você já tinha ouvido falar nesse conto, seja pelo filme da Barbie, seja pelo filme O Cisne Negro ou por tantas outras montagens que esse ballet teve.

E aqui nesse livro, nós conhecemos outra adaptação para essa história. Elena é uma atriz que irá interpretar Odette em uma ópera rock. Porém, Aline, que interpretará Odilla, passa a ser sua antagonista, não apenas na peça como também na vida real. Ela não aceita que Elena tenha ficado com o papel de Cisne Branco e ainda por cima com Samuel, o ator que interpretará o príncipe Siegfried. Por isso, ela pede ao seu pai - um dos diretores da peça - para que ele faça alguma coisa.

E é assim, que a Elena também é enfeitiçada e passa a viver sua vida misturada ao clássico.

Confesso que estava com receio de ler esse livro. Fiquei com medo de que a autora se perdesse sobre a história do ballet. Mas pelo contrário. A Bianca inclusive faz algumas referências e tudo isso torna o livro maravilhoso.

Os personagens são bastante carismáticos e nos lembram muito os personagens da história original. A Elena é o máximo, gostei muito dela. Apesar de representar o cisne branco, na peça e na vida real, ela não é do tipo menina ingênua, boba e boazinha. Ela sabe o que quer (ou quase isso), tem uma amiga maravilhosa- linda, feminista e que não deixa homem algum mandar em seus desejos - tem a auto estima lá em cima, toma a iniciativa, é engraçada. Enfim, foi para o meu top preferencia de personagens femininas.

Eu não gostei muito do príncipe , mas por isso mesmo, o achei muito bem construído. O Siegfried também não é um cara tão legal assim.

A escrita da autora é extremamente simples, o que até poderia ser um ponto negativo. Mas nessa história isso funcionou muito bem. A leitura flui facilmente e é possível ler rapidamente para matar a curiosidade e descobrir se esse conto será trágico como o original, ou terá seu final feliz.

O livro tem algumas cenas muito engraçadas e fiquei rindo feito louca em algumas delas.

" Embora jamais assumisse, Elena era a rainha do drama. Adorava se envolver com caras problemáticos e adorava ainda mais fazer cena, como se jogar contra a porta depois de tê-la batido com força e se esparramar pelo chão aos prantos, dizendo que o amor era uma faca de dois gumes. "

" Ele era muito mais alto que os demais, tinha barba tão castanha-claro quanto as ondas do seu cabelo. usava apenas um jeans velho e uma camiseta branca de gola careca que permitia aos mortais terem um vislumbre de seu peitoral esculpido. A imagem dele sob as luzes dos holofotes o fez parecer um deus nórdico vindo diretamente dos céus para o palco. Caminhava com elegante tranquilidade, tal como um leão ciente de seu poder e fascínio. " Ok, aqui eu confesso, ri por motivos não tão nobres. É sério produção? Mas a Elena tem um jeito de ver as coisas de uma forma engraçada, fazer o quê hahhaha

Gostei tanto do livro, que já fui ler o outro trabalho da Bianca: Eterna. E espero gostar tanto quanto gostei desse.

Por isso convido vocês a lerem esse conto. E claro, conheçam a história original que em minha humilde opinião é muito melhor do que a história contada através da Barbie naquele filme fofo chamado Barbie e O Lago dos Cisnes.


site: http://profissao-escritor.blogspot.com.br/2015/12/o-canto-do-cisne-bianca-souza.html
comentários(0)comente



Léa Diógenes 11/01/2016

Olá meus queridos sonhadores, hoje a resenha será um pouco curta. Sabem por quê? porque a história é de uma lindeza tão grande que não quero revelar muita coisa. Esse livro merece ser lido e relido várias vezes. O Canto do Cisne é inspirado no clássico: O lago dos cisnes. Já sabendo de onde vem a inspiração dá para se ter uma noção de como será o clima da leitura não é?

Elena é uma atriz completa, sabe dançar, cantar e interpretar e estar fazendo uma audição para um espetáculo que dará uma guinada em sua carreira. O espetáculo nada mais, nada menos que uma nova versão do ballet O lago do Cisne, que será produzida por um dos maiores diretores, Manolo Belle.

Nossa protagonista por seu esforço é agraciada com o papel de Odette, ou seja, o cisne branco. Mas sua felicidade acaba irritando uma outra bailarina Aline, que almejava os dois papeis. No entanto, para seu ódio fica somente com o papel de cisne negro Odile.

Entre ensaio e outro Elena acaba se apaixonando por Samuel que irá interpretar o príncipe Siegfried, mas esse relacionamento só aumenta a irá de Aline que pede ajuda para Ronald Roland um homem muito misterioso que joga em Elena um feitiço, de dia um Cisne e a noite humana, o feitiço só seria quebrado por um beijo de amor verdadeiro.

Com ajuda de sua melhor amiga Lúcia, Elena vai em busca do seu amor verdadeiro, o que seria difícil pois ela nunca teve sorte com homens. Sua vida vira de cabeça para baixo, tanto sua vida como sua carreira estava em jogo ou ela quebrava o encanto ou morreria tentando.



Se você é fã de contos, então com certeza vai amar essa história. A trama é muito parecida com o conto oficial, na verdade, esse livro me lembrou muito o filme: O cisne negro, não falo na história e sim nos personagens. Até mesmo, muitos devem saber que os verdadeiros contos de fadas não terminam em felizes para sempre.

Mas, voltando para o livro: sinceramente não achei O Canto do Cisne inovador, em até certo ponto!(não vou dizer qual é o ponto, você deve ler. Para mim foi uma verdadeira surpresa) Bianca fez uma releitura maravilhosa transformou um conto antigo em algo novo e moderno sem apagar a essência da história.

O Canto do Cisne é um romance doce e envolvente, todos os personagens são bem desenvolvidos, principalmente Lúcia, minha personagem favorita. Lúcia é aquele tipo de amiga que é capaz de tudo em nome da amizade, sua forma exagerada me conquistou muito.

Ri, me emocionei e até mesmo deixei cair algumas gotas de lágrimas, na verdade, minha experiência com o livro foi a melhor possível, no fim fiquei com aquele gostinho de quero mais. Não sou muito fã de releituras, mas Bianca não me decepcionou em nenhum momento.

Na verdade Bianca é uma escritora talentosíssima, porque ao meu ver quando um autor resolve fazer uma releitura de uma obra, o autor em questão deve ser audacioso e muito criativo, e claro o mais importante ter respeito a essência da história e ao criador. E Bianca fez isso, respeitou o enredo. Ela apenas transformou O lago do cisne em um conto moderno, com personagens repaginados. Mas em um momento muito importante do livro ela inovou, e com isso me conquistou!

site: http://sonhoseaventurasdeamor.blogspot.com.br/2016/01/resenha-o-canto-do-cisne-bianca-sousa.html
comentários(0)comente



Nath 13/01/2016

Resenha para o blog Pobre Leitora
Esse é mais um livro ESPETACULAR da querida Bianca Sousa! Impossível não me apaixonar por cada coisa que ela escreve. #SouFã

Elena é uma atriz que consegue o papel de seus sonhos: a personagem principal num grande espetáculo, uma ópera rock que seria uma releitura do grande clássico do ballet, O lago dos Cisnes. Ótimas concorrentes disputaram a vaga, mas Elena foi indiscutivelmente melhor que todas. Carrega consigo um encanto e profissionalismo dificil de se ver. A única coisa ruim é que por dedinhos mexendo por trás das cortinas, ela seria só Odette, Odile seria interpretada por Aline, uma garota que pelo jeito tinha odiado Elena logo de cara.
Tudo corria bem e a vida de Elena ia as mil maravilhas, até que uma maldição recai sobre ela, a mesma maldição que tinha atingido Odette! Elena se vê perdida e sem esperanças, mas o amor pode curar tudo!

Encantada é a palavra perfeita que eu tenho pra me descrever ao final desse livro. Encantada com a história e encantada com a autora por conseguir me encantar. Esse livro é uma releitura do ballet/conto O lago dos Cisnes que todo mundo já conhece, mas no livro a história ganha ares mais modernos e uma história linda de amizade.
A escrita da Bianca continua sendo perfeita, totalmente dinâmica, detalhada da maneira correta e muito envolvente. A leitura realmente passa despercebida, quando você vê, já terminou.
A história é bem rápida e todos os personagens te conquistam, até os mais malvadinhos. É muito bem construída e bem contada, sem pontas soltas e com o final feliz perfeito.

Os personagens são cativantes. Elena, nossa Odette, é super talentosa e nasceu para ser atriz. É uma moça forte e determinada, sem muita sorte no amor. Samuel, nosso príncipe Siegfried, é o galã arrebatador de corações, forte mas reservado, um amor de pessoa. Lúcia, a amiga e colega de casa de Elena, é a melhor amiga possível! Leal, animadora e alegre, me conquistou totalmente. Aline é uma megerinha, patricinha, chatinha, tudo inha. Vontade de dar uns tapas na moça.

A primeira coisa que já me arrancou um sorriso logo de cara no livro, foi ter Angelique como uma das personagens! Sim, a Angelique mãe do Bernardo do livro Eterna: o som do amor! Fiquei super feliz de vê-la aqui e de ver a sensibilidade da autora em coloca-la pra fazer parte dessa história também.
E se você acha que por ser uma releitura de um clássico super conhecido já sabe como será o final, é aí que você se engana! A autora me surpreendeu totalmente no fim e tenho que dizer que foi o melhor fim que eu poderia imaginar! Fiquei emocionada até não querer mais.

A autora acertou em tudo nesse livro, no romance, no enfoque na amizade, na maldição, no humor - sim, mais um livro da autora que me arrancar gargalhadas. É impossível eu falar alguma coisa negativa sobre O Canto do Cisne. Leiam, apenas leiam e se apaixonem como eu fiquei apaixonada!

site: http://pobreleitora.blogspot.com.br/2015/11/resenha-o-canto-do-cisne-bianca-sousa.html
comentários(0)comente



Francine 23/02/2016

Bianca Sousa se provou uma autora talentosa, a quem desejo acompanhar.
Que delícia de leitura! O Canto do Cisne é o tipo de romance que lemos com um sorriso bobo nos lábios e, ao final, sentimos a vida mais agradável.

Narrado em terceira pessoa, nessa obra conhecemos Elena, uma jovem mulher que recebeu uma grande oportunidade em sua carreira como atriz! A peça de ballet clássico, O Lago dos Cisnes (mundialmente reconhecida), será adaptada em uma ópera rock na qual Elena interpretará a protagonista Odette, o cisne branco. Essa peça foi composta originalmente pelo russo P. Tchaikovsky em 1876 e narra a história de Odette, que despertou o interesse do príncipe Siegfried. No entanto, a antagonista Odile ardilosamente faz com que Odette seja amaldiçoada por um feiticeiro e, assim, consegue aproximar-se do príncipe.

Se Elena interpretará Odette, Aline é quem interpretará o cisne negro: Odile. No entanto, enquanto Elena estava feliz por participar desse grande evento, Aline estava irritada por não ter sido a eleita para representar Odette. Como a personificação da vilã, Aline queria brilhar mais do que qualquer pessoa! Para complicar, Samuel (que interpretará o príncipe Siegfried) cativou a atenção de Elena e Aline, ampliando a tensão dessa rivalidade.

Parece que O Lago dos Cisnes também está acontecendo na vida real.

Seria apenas um "romance qualquer" se Bianca Sousa se limitasse a esse contexto. Mas, então, o leitor é surpreendido por um quê de fantasia! Elena é amaldiçoada e se transforma em um cisne, voltando a ser humana somente durante a noite. Sua maldição possui um prazo e, se não encontrar o amor verdadeiro logo, Elena se tornará um cisne completamente.

"As duas histórias, a do palco e a sua própria, desafiavam a lógica, a fé e o mal."

Gostei muito da narrativa fluída da Bianca Sousa! A leitura de O Canto do Cisne é ágil e envolvente ao leitor, com uma linguagem jovem e apropriada aos personagens. Elena é uma mulher moderna e dedicada, que merece o papel de Odette. Aline se revelou uma ótima antagonista: invejosa, vingativa e manipuladora. Samuel é o "perfeito príncipe encantado" com sua seriedade, coragem e gentileza. Dou destaque à Lúcia, melhor amiga de Elena: divertida, leal e cúmplice. Lúcia teve um papel importantíssimo no desfecho, e apreciei o valor que a autora deu à amizade.

A arte do ballet foi desenvolvida com qualidade de informações e a autora claramente pesquisou o processo de audição, de ensaio, de preparação, de figurino... que uma apresentação tão importante envolve. Essa qualidade deixou a obra ainda mais verossímil. Por outro lado, como fragilidade destaco que as personagens Elena, Lúcia e Aline – em diversos momentos – não pareciam adultas, mas adolescentes com suas reações e preocupações um pouco imaturas para sua idade. Embora não considere frágil, acho importante também ressaltar que – como qualquer digno conto de fadas – o desfecho é previsível.

O Canto do Cisne traz no título a referência de uma bela cena que me conquistou completamente. Bianca Sousa se provou uma autora talentosa, a quem desejo acompanhar. Li a obra em formato e-book, sem erros de revisão e com ótima diagramação. A capa me cativou; é lindíssima! E recomendo a leitura para quem aprecia um conto de fadas moderno.

Resenha postada no blog My Queen Side:

site: http://myqueenside.blogspot.com.br/2016/02/resenha-132-o-canto-do-cisne.html
comentários(0)comente



37 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3


Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com a Política de Privacidade. ACEITAR