The Air He Breathes

The Air He Breathes Brittainy Cherry




Resenhas - The Air He Breathes


53 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4


Flá 20/04/2021

Um livro sobre o luto
Gostei desse livro, mas algumas coisas me incomodaram. Quero ler os outros da série e ver se são melhores
comentários(0)comente



Paola 11/02/2021

Amei amei , agora estou muito apaixonada pelo Tristan quero guardar ele no potinho só pra mim ??
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Melina 31/01/2021

Um drama pra ensinar que ainda há pra que viver mesmo depois que quem você mais ama parte... é um romance bonito, não me emocionei como achei que iria, mas ainda assim lindo. Não esperava a revelação que ocorreu no final do livro, e isso foi uma boa surpresa também.
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Tefi 04/09/2020

Lindo, final do livro perfeito, e a parte das peninhas, amo...
comentários(0)comente



Danny 01/07/2020

Recomeços
When does life stop hurting? When we learn to tell life to fuck off and we find the littlest reasons to smile.

Aqui nos temos Tristan que sofreu um perda e ta revoltado com a vida e com as pessoas.
E temos Elizabeth que também
sofreu uma perda e só quer recomeçar.
Os acabam se encontrado e brigando muito, mas acabam percebendo que tem muito em comum, começa a conversar pois um consegue entender a dor do outro e assim vão conseguido se reerguer.
Bem tem uma verdades pesadas a serem ditas e perigos bem perto. Será que eles são capazes de se curar e amar de novo?

O livro é bom, a brigas sao meio forçadas. Mas a historia em sim é boa, tem um plottwist, meio que açao no final, eu meio que esperava, mas é bom demais. Só pra da uma adrenalina no final.
comentários(0)comente



Sah 28/10/2019

Eu simplesmente amo esse livro!!! Amo cada personagem, cada frase que me toca fundo na alma, cada enigma. Cada detalhe. Essa história me faz sentir, refletir. Me dá esperança.
comentários(0)comente



Gabi 30/06/2018

Não é tudo isso...
Bom,confesso que drama não é meu gênero favorito então eu tenho um receio com esse tipo de livro.No começo eu achei carregado,várias paginas relatando a dor dos personagens e que confesso ,achei bem chato.Mas do meio para o final deu um up na história,gostei do modo como a autora finalizou e colocou um pouquinho de ação. É uma história muuuito fictícia se for realmente pensar e isso me incomodou um pouco.Enfim,não sei se era porque eu tinha muita expectativa com relação a esse livro mas não achei essa maravilha que todo mundo fala ?????
comentários(0)comente



Angelica.Leandro 01/03/2018

Tristan meu crush
Gente o que falar para vocês desse livro perfeito o livro ele tem uma pegada dramática muito intensa você fica muito muito preocupado com os protagonistas tanto com a Elizabeth quanto com o tristan ambos sofreram grandes perdas né ela perdeu o marido dela no acidente de carro e ambos se consolam ambos curam as mágoas e as tristezas do passado né e é muito bonito como o amor deles é construído no decorrer do livro o livro quem lê de fora pensa que é uma novelinha mexicana mas não gente normalmente eu falaria isso né não que eu já acabei de falar né Kkk então eu amei amei muito se eu for lá mais para vocês eu vou dar muito spoiler mas de verdade esse foi um dos livros mais maravilhosos que eu li no ano de 2017 uma das minhas melhores leituras esse livro ele tá no meu top five de melhores livros então eu quero continuar essa série que esse é o primeiro volume da série os elementos né os quatro elementos e eu quero ler né agora tem um segundo volume né que eu Em Chamas e eu quero continuar vou continuar com essas leituras atuais que eu estou fazendo e eu quero continuar letra certo tomara que sejam tão maravilhosa quanto foi o ar que ele respira Por que esse primeiro volume foi de tirar o fôlego né essa altura ela lacra muito elas ama muito na cara das inimigas kkkk
comentários(0)comente



Angelica.Leandro 01/03/2018

Tristan meu crush
Gente o que falar para vocês desse livro perfeito o livro ele tem uma pegada dramática muito intensa você fica muito muito preocupado com os protagonistas tanto com a Elizabeth quanto com o tristan ambos sofreram grandes perdas né ela perdeu o marido dela no acidente de carro e ambos se consolam ambos curam as mágoas e as tristezas do passado né e é muito bonito como o amor deles é construído no decorrer do livro o livro quem lê de fora pensa que é uma novelinha mexicana mas não gente normalmente eu falaria isso né não que eu já acabei de falar né Kkk então eu amei amei muito se eu for lá mais para vocês eu vou dar muito spoiler mas de verdade esse foi um dos livros mais maravilhosos que eu li no ano de 2017 uma das minhas melhores leituras esse livro ele tá no meu top five de melhores livros então eu quero continuar essa série que esse é o primeiro volume da série os elementos né os quatro elementos e eu quero ler né agora tem um segundo volume né que eu Em Chamas e eu quero continuar vou continuar com essas leituras atuais que eu estou fazendo e eu quero continuar letra certo tomara que sejam tão maravilhosa quanto foi o ar que ele respira Por que esse primeiro volume foi de tirar o fôlego né essa altura ela lacra muito elas ama muito na cara das inimigas kkkk
comentários(0)comente



Shaa 26/01/2018

Eu sabia que não devia ter lido enquanto ainda estava com o livro 'A força que nos atrai' na cabeça. Eu sabia que iria comparar o Tristan com o Graham e que isso não ia dar certo, porque bem, estamos falando do Graham hahahaha. E sim, eu li fora da ordem, sou rebelde hahaha.
Mas, fui teimosa, e comecei a ler ainda assim. No início eu estava tipo: "o livro 4 é melhor". E aí tudo foi passando, comecei a achar o Tristan muito otário por ser estúpido demais sem necessidade.
E as coisas continuaram passando e estava pensando: "o que eles estão fazendo? Isso é muito errado em todos os sentidos".
Passando e eu: "ok, o Tristan até que é gente boa".
Passando e eu: "amo a Emma (filha da Liz), gosto da Elizabeth e puts, o Trinstan" (suspiro feminino).
Passando eu: "O Tristan é um "pluto" HOMEM" (com todas as letras maiúsculas sim).
Incrível como cada personagem foi ganhando meu coração, exceto pelo Matty e pelo Tanner, claro. A forma como o Tristan foi se envolvendo na vida da Elizabeth e ela na dele, a forma como eles foram partilhando seus segredos, seus medos, seus momentos. Achei tão humano. Cheio de erros, sim. Mas também com seus acertos e justificativas. A forma como o Tristan foi cuidando de tudo, desde aparar a grama até ser um "pluto" pai para a Emma. E a forma com a Elizabeth foi também cuidando dele, insistindo para que as barreiras entre eles caíssem.
E eu juro que gargalhei horrores na parte que a Faye pede a ajuda do Tristan para se vingar do ex que a abandonou. O livro é doce e com um humor maravilhoso também.
O final, bem, eu curti, mas achei algumas coisas sem necessidade, sabe? Mas não tirou a magia do livro, ainda bem. Indico, indico e indico de novo. Daqui um tempo leio o 2 da série, já aprendi que tenho que esperar entre um e outro rs. Mas meu favorito continua sendo o 4, só pra deixar claro.
comentários(0)comente



Shêll 22/01/2018

Que lindoo!!
Sem muito o que falar após esse livro...

Amei cada reviravolta e desfechos.

Aprendi que o tempo é sim, capaz de curar - ou remendar - um coração partido; uma alma sem vida.

Comecei a leitura em português, mas após alguns capítulos senti que precisava ler o original para sentir tudo que era proposto- e treinar o inglês (rsrsrsrs).
Foi maravilhoso!!!

Enfim, The Air He Breathes chegou a me deixar sem fôlego em algumas cenas.
comentários(0)comente



Elivelton 17/08/2017

Tudo tem o seu tempo
A trama do livro nos apresenta a história um tanto triste de Elizabeth que acaba perdendo seu marido em um acidente de carro. Traumatizada pelo acontecido, ela acaba optando por passar um período de tempo na casa de sua mãe, mas a convivência entre as duas é repleta de divergências. Entretanto, cansada de se torturar com o passado, Elizabeth vê na volta para a sua antiga casa onde viveu com o seu marido a chance de se libertar da culpa e tentar seguir em frente com a sua vida. Enquanto ela tenta retornar ao controle do seu destino, cuidar da sua filha e superar as lembranças que encontram-se por todas as partes, Elizabeth irá encontrar um pequeno problema no caminho: Tristan Cole, o recém chegado vizinho.

A partir da chegada desse personagem que compõe o ciclo amoroso da história, o livro começa a ser intercalado pela narrativa dos dois, uma vez que os acontecimentos eram apenas narrados pela Elizabeth. Com essa interação entre os capítulos podemos então conhecer o passado obscuro de Tristan, uma vez que ele sofre com a perda da sua mulher e do seu filho, vivendo com uma depressão que o consome. A relação de Elizabeth e Tristan não é nada amigável, pois ele é totalmente grosseiro com ela e ela de algum modo acaba tentando invadir o espaço dele. Todavia, a relação dos dois começa a aflorar a partir do momento que eles vêem o apoio um no outro para superar as tragédias que cercaram a vida deles e de destruírem as barreiras que apareceram na vida dos dois. Com isso, vemos como a dor nos impede de seguirmos em frente e não pensamos em recomeçar nossas vidas, pois ficamos presos ao passado.

Tratando-se de um tema tão delicado que é a perda de um ente querido, a autora consegue ser sutil e consegue tocar no mais íntimo dos nossos corações, nos faz refletir a respeito da superação e de que como o apoio das pessoas que se fazem presente em nossas vidas é importante,e nos ajuda de uma forma inexplicável. Afinal, engana-se quem pensa que esse livro trata-se apenas de um romance onde duas pessoas enxergam a oportunidade de seguirem em frente após a perda de seus respectivos companheiros.

A obra surpreende, e emociona ainda mais nossos corações amolecidos, por dar enfoque ao amor fraternal. Aqui, além do amor entre homem e mulher, temos também o amor entre amigos, o amor entre pais e filhos e o amor entre aqueles que mesmo em suas diferenças se consideram membros de uma única família. Além disso, amei a condução da narrativa, a sensualidade nata da trama, a fé que os personagens carregam, e as inúmeras lições que a obra traz. Como eu comentei no segundo parágrafo que precisava de um livro calmo que me distraísse, mas que não perdesse a essência de uma leitura proveitosa. O Ar que Ele Respira é um daqueles livros que pegamos em momentos difíceis e que nos mostra que conseguimos seguir em frente apesar de todas as barreiras que colocam em nossos caminhos.
comentários(0)comente



Juliana 21/09/2016

Não tenha medo de sonhar com coisas novas.
"Num piscar de olhos, num breve momento, tudo que eu sabia sobre a vida mudou."

The Air He Breathes (O Ar que Ele Respira) é o primeiro livro de The Elements Series, mais uma vez Brittainy C Cherry nos brinda com uma história incrível! Mal comecei a ler e já fiquei viciada nessa história.

Amei, amei e amei. Me apaixonei pelos personagens. O livro consegue ser divertido sem deixar de ser emocionante!
comentários(0)comente



53 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4