Uma Rebelde na Corte

Uma Rebelde na Corte Ruth Langan




Resenhas - Uma Rebelde na Corte


3 encontrados | exibindo 1 a 3


DANIROMA 30/07/2020

A irmã Macalpin do meio sensível e habilidosa X o Guerreiro Inglês
Tenho esse livro há anos, aos poucos fui percebendo que fazia parte de uma série e comecei a procurar os outros para completar a coleção. Consegui, mas mesmo assim adiei a leitura, porém com essa quarentena estou devorando todas as minhas séries de romances históricos de banca, e a dos MacAlpin era uma das que estavam entre minhas maiores expectativas.

Para começar são da autora Ruth Langan que adoro, lembro que nos primórdios de minha adolescência fiquei louca por um livro dela chamado Rory e emprestei para todo mundo, que se apaixonou por ele também. Ela cria personagens tão humanos e fortes em tramas tão bem escritas que é difícil não se encantar.

Adoro as mocinhas da Ruth, são fortes e determinadas sem perder a feminilidade. Brenna é bem assim, ela é a irmã do meio do clã MacAlpin e o que diferencia cada uma delas é a cor do cabelo, sendo ela a morena. Na minha opinião foi a irmã que mais gostei, sua força está na sensibilidade e delicadeza. Também é retratada como muito habilidosa como curandeira, costureira, cozinheira e na espada. Gostei disso, pois algumas escritoras insistem em menosprezar mocinhas que tem talento para atividades femininas como se isso diminuísse o valor delas. Morgan foi o mocinho que menos gostei da série, mas não porque ele seja ruim, mas é difícil para mim um inglês ganhar de um escocês ou irlandês, mesmo ele sendo um guerreiro temido, corajoso e poderoso,

Das irmãs MacAlpin esse foi o romance que mais gostei, pois tem o tema rapto, inimigos e opostos que se atraem. Na história fatos reais se misturam com ficção a leitura foi rápida e satisfatória , tem personagens coadjuvantes ótimos e um outro romance paralelo na trama que também é muito bo. Mais uma vez a série peca pela perfeição exagerada dos personagens e não gostei do mocinho ter deixado a mocinha ir embora, mas mesmo assim foi muito bom.

Acredito que histórias passadas na era medieval realmente não me agradam muito, já li outros e de outras autoras, mas não gostei. Monarquia era cruel, acho difícil acreditar em líderes tão maravilhosos e amados quanto as autoras descrevem e que os servos eram tão obedientes e resignados quanto nos querem fazer acreditar, mesmo assim vale muito a pena pela descrição histórica e o romance.
comentários(0)comente



Prisciane.Lopes 03/02/2018

OH mocinha valente....
Segundo livro da série conta sobre a irmã do meio Brenna.... Ia tudo bem nos domínios dos MacAlpin até que chega Morgan Grey ele um cavaleiro da Rainha inglesa, Ao chegar ele conta que a rainha queria casar Brenna com um cavaleiro inglês para que houvesse paz nas fronteiras, ela se recusa e foge, ele vai atras e captura e leva para a corte, lá ela descobre que existem amigos entre os ingleses também.... e que Morgan desperta sentimentos nunca sentidos antes.....
Livro bem legal, teve um suspense no meio, um final que eu não esperava mais gostei do modo que foi apresentado.... afinal o casamento tem que ser por escolha e não por obrigação.....
Recomento a leitura....
comentários(0)comente



Edna 18/04/2016

Irmãs MacAlpin 2.
Este livro continua á série das irmãs escocesas que vivem na fronteira entre a Inglaterra e Escócia e portanto, são alvo da guerra que tinha na época, Maria Stuart era a rainha da Escócia e Elizabeth Tudor da Inglaterra, ambas primas e rivais. A toda poderosa rainha inglesa decidira que casaria a irmã Brenna MacAlpin com um nobre inglês e acabar com o problema da fronteira e ela foi arrastada, literalmente por Morgan Grey, chamado "o bárbaro da côrte", é claro que á jovem "Laird" não aceitou seu destino facilmente e lutou como pôde, entretanto acabou se submetendo ao destino cruel. Morgan era o candidato ideal ao cargo más ambos antipatizaram logo, um com a cara do outro. Á despeito de sua irmã Marjorie, Brenna foi também forçada á conviver com Morgan em sua propriedade e daí ela também se familiarizou ou com o povo do condado dele e se apaixonaram. Haviam inimigos que queriam acabar com á vida da rainha e usurpar á propriedade e títulos de Morgan Grey, Brenna também estava envolvida no plano maquiavélico, sem querer...
Muitas batalhas o casal enfrentaria até conseguirem ser felizes juntos.
Achei este o mais fraco dos três livros e o mocinho o mais chatinho, não másculo como os outros... más vale á pena. Ando num marasmo literário e passei dias pra ler, porém muito melhor que certos livros por aí.
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3