Sobrenatural

Sobrenatural Paige McKenzie
Alyssa B. Sheinmel




Resenhas - Sobrenatural


20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2


Aline.Rodrigues 05/05/2021

Terror sobrenatural adolescente
Eu sou uma fã incondicional de coisa relacionado ao sobrenatural desde que me entendo por gente.Entao quando o título do livro e a sinopse me interessei bastante em ler esse livro.
Aqui temos a história de Sunshine,que se muda pra uma cidade fria em Washington,EUA e coisas sobrenaturais começam a acontecer na casa dela.
Sinopse clássica do gênero,a história começa muito bem porém da metade pra final do livro a história despenca ladeira abaixo.
Eu pensei que fosse ser uma grande história de terror,mas tá mais pra história de terror adolescente.Esperava mais,bem mais desse livro.
Emília 05/05/2021minha estante
Também curto muito esse tema em livros e filmes.


Emília 05/05/2021minha estante
Li esse. E ainda não vi a sequência. Pq pelo q tudo indica, é uma série. Acredito eu. Mas amei até o final essa leitura.




Emília 26/09/2020

Me surpreendeu.
Gostei e fiquei curiosa para ver a sequência desde livro. Gostei da trama. Não é um grande livro, mas é gostoso de ler.
comentários(0)comente



Maria.Eduarda 03/08/2020

um livro com tom infantil, que apesar de ser infantil te deixa arrepiada.
comentários(0)comente



Paula Aono 11/12/2019

Quando Kat recebe uma irrecusável proposta de trabalho na cidade de Ridgmont, ela e Sunshine logo fazem as malas, deixando o calor do texas para se aventurar por essa cidade fria, chuvosa e úmida. Porem não é apenas o clima que causa calafrios em Sunshine, a casa alugada, num estilo gótico, também faz com que a menina perca o sono, e tudo piora quando eventos sinistros passam a ser constantes. Riso de criança, passos, objetos fora do lugar, e o humor de Kat que misteriosamente começa a mudar, não importa o quanto Sunshine tente fazer com que a mãe veja essas manifestações ela simplesmente não acredita no que a garota conta a ela, o único que parece dar algum credito as histórias de Sunshine é Nolan.

Juntos eles começam a desvendar os mistérios que rondam não apenas a casa, mas principalmente a vida da Sunshine!

Com uma narrativa ágil, a história prende e entrega o que promete, um terrorzinho que causa alguns calafrios! Gostei demais da história, e queria muito ler as continuações que infelizmente ainda não foram lançadas no Brasil!
comentários(0)comente



Aimée 01/10/2019

Sobrenatural – Paige McKenzie & Alyssa B. Sheinmel
Sunshine e sua mãe estão mudando de cidade e consequentemente vão morar em uma nova casa. Desde que chegam na nova residência, a garota acaba não gostando muito do local, e logo na primeira noite Sunchinne acabe ouvindo barulhos suspeitos e começa a desconfiar de que a casa é mal-assombrada. Ao passar dos dias Sunshine tenta convencer sua mãe sobre a existência de fantasmas, mas sempre sem êxito. Ate que um dia ambas presenciam um fenômeno paranormal e desde entoação a mãe de Sunshine começa a ter um comportamento estranho. Com a ajuda de Nolan, Sunshine começa a investigar o passado da casa e o que descobrem acaba sendo algo totalmente inesperado.

“A última coisa que espero é uma resposta, mas quase imediatamente depois que falo, a escuto, nítida e suavemente como se houvesse alguém sussurrando ao meu ouvido. Não passos dessa vez, mas um riso de criança: uma risada, leve e clara como cristal, viajando pela escuridão”.

Preciso dizer que adoro histórias de fantasma, algumas são melhores do que outras, mas cada uma traz uma característica própria. Sobrenatural apresenta ao leitor uma nova mitologia a respeito de fantasmas, demônios e protetores.
Apesar de ser uma história de casa mal-assombrada, não temos um livro de terror. A autora constrói um cenário próprio de histórias de terror, com algumas peculiaridades próprias do enredo.
Como gosto do tema fantasmas acabo pesquisando e acompanhando mais o assunto, com isso algumas coisas acabam me incomodando porem são relevadas pois determinados aspectos podem fazer parte da mitologia criada para a história.
O enredo é bom, mas a leitura acaba sendo um tanto quanto parada. Apesar de não ser um livro de terror e sim de fantasia ainda sim esperava muito mais ação e um ritmo acelerado (ou mesmo um pouco mais de humor como em A Mediadora), até porque estamos falando de uma casa mal-assombrada. Esse é um bom livro para se distrair e inclusive para quem está querendo iniciar a leitura de algo mais puxado para o terror.
comentários(0)comente



Crisálidas de Papel 06/11/2018

Sobrenatural
Sunshine acaba de fazer dezesseis anos, e logo no prólogo, um narrador misterioso deixa explícito que a vida dela não será mais a mesma.

As mudanças começam quando a mãe adotiva de Sunshine recebe uma proposta de emprego e elas precisam deixar Texas para trás para morarem em uma pequena cidade em Washington. Era como se Sunshine estivesse abandonando o sol para se ver envolta em frio e neblina.

Antes mesmo de pisar na nova casa, Sunshine dá a sentença: " — Mãe, a casa é assustadora". E realmente era, logo na primeira noite é possível se escutar passos travessos no piso superior e uma leve risadinha infantil ao sussurrar "Boa Noite" a Sunshine.

As ocorrências apenas pioram, com um cair brusco de temperatura, objetos se movendo e portas se fechando sozinhas. O terror e o suspense são crescentes na narrativa até atingirem o ápice de um grande acontecimento que me arrepiou até a alma. Agora não mais estamos sofrendo simples brincadeiras de um fantasma qualquer, há outro ser por trás, muito mais forte e terrível.

Em uma nova reviravolta, a mãe de Sunshine está estranha e ela precisa encontrar meios de ajuda-la. Nesse processo a protagonista começa a conhecer mais sobre si mesma e até mesmo conquista um aliado, seu amigo Nolan.

A princípio o terror é predominante na história, com cenas muito bem trabalhadas que realmente me fizeram temer acordar de madrugada escutando algum sussurro, mas a medida que avançamos, o gênero adolescente vai se sobressaindo, tirando até mesmo, o peso das primeiras cenas de impacto. Talvez isso se dê pelo motivo de ser uma autoria conjunta. Pessoalmente não me incomodei com essas mudanças, mas se você estiver buscando um livro que te faça sentir medo o tempo todo, vai se decepcionar um pouco.

Sobrenatural é baseado numa série do YouTube chamada The Haunting of Sunshine Girl. As autoras são Paige McKenzie e Alyssa Sheinmel e foi publicado aqui no Brasil pelo Fábrica 231, um dos selos da editora Rocco.

Para aqueles que gostam da mistura entre romance adolescente, fantasia e terror, Sobrenatural surge com uma bela proposta.

— BC


site: https://www.instagram.com/p/Bp2exUsA5hQ/?utm_source=ig_share_sheet&igshid=u1v8dzkwvif
comentários(0)comente



Isabelle 12/07/2018

Bem regular
Estava até indo bem, mas então veio o famoso: "Você, uma pessoa comum foi escolhido pra ser o herói da humanidade." Que tirou o foco do terror partindo mais pra fantasia.
comentários(0)comente



Rafaela.Oliveira 05/06/2018

Gostei de 90%do livro algumas partes li meio que arrastada,amo o gênero terror sobrenatural esse livro tem fantasia tbm e acho que foi isso que me desanimou,se soubesse que o livro era assim nem teria começado mas é um livro de leitura fácil provavelmente foi o motivo de eu ter conseguido chegar até o final.
comentários(0)comente



Gil 05/02/2018

Faz tempo que queria ler esse livro, ele tem uma capa que você já quer só de olhar essa (sou dessas). Ao se mudar para uma nova cidade, Sunshine aos poucos vai percebendo algo incomum na sua nova casa. Inicialmente durante a madrugada e depois a qualquer momento e aos poucos ela foi percebendo que algo estava estranho com sua mãe, que havia mais alguém ali. Ao fazer um novo amigo e contar com seu apoio frente a estas situações, eles resolvem descobrir que fantasma habita sua casa e qual seu propósito, mas também isso traz a Sunshine uma nova ideia de quem ela era e do que poderá ser.

O suspense do livro perpassa por toda a história, principalmente nos momentos que ocorrem as situações sobrenaturais. Não causa medo, só aquele suspense e curiosidade de querer saber o que vai acontecer na próxima página. Gostei dos personagens, da amizade entre eles e apesar da Sunshine querer ter uma vida normal de adolescente, não senti falta do romance, principalmente porque os personagens ficaram bem próximos. Gostei do desfecho final, poderia ter tido mais ação, mas ainda sim gostei de como foi conduzido.

site: https://livrosefeminices.blogspot.com.br/2018/01/resenha-sobrenatural-haunting-of.html
comentários(0)comente



Jessica Maria @livrosdajessica 16/01/2018

A protagonista se chama Sunshine, tem 16 anos e mora com a mãe em uma cidade ensolarada do Texas. Tudo lindo até que sua mãe recebe uma oferta de emprego muito boa e elas acabam mudando para uma cidade que chove o tempo inteiro.

Sunshine acaba não se adaptando a mudança de cidade, de escola e ter que deixar sua melhor amiga. O que ela não sabia é que as coisas poderiam piorar. Ela começa a ouvir risadas, portas se fechando sozinhas e vozes desconhecidas e quanto pior tudo ficava mais a sua mãe agia de forma estranha, como se não fosse mais ela mesma.

Contando apenas com sua câmera fotográfica e seu único amigo na cidade, Noah, ela precisa enfrentar o que quer que esteja habitando em sua casa e correr contra o tempo para salvar a sua mãe.
_______________
Eu ganhei esse livro em um sorteio e enrolei para ler... Mas acabei me arrependendo de fazer isso. A história é envolvente e me apeguei aos personagens.
O livro é inspirado em uma série do YouTube chamada The Haunting of Sunshine Girl criada por Paige Mckenzie e sua mãe Alyssa Sheinmel.
comentários(0)comente



Cheiro de Livro 06/07/2017

Sobrenatural
O Dia das Bruxas veio e foi e eu li dois livros que adorei sobre esse clima macabro que pairou no ar! O primeiro foi “O Nome da Estrela” da Maureen Johnson, publicado pelo selo Fantástica da Editora Rocco. A resenha dele estará em breve no blog da Editora. O segundo foi “Sobrenatural: The Haunting of Sunshine Girl”, do selo Fábrica 231, também da Rocco. E é sobre esse que escrevo hoje.

“Sobrenatural” é o seu livro básico sobre uma casa assombrada. Sunshine e sua mãe adotiva Katherine se mudam de Austin, Texas para uma pequena cidade do Estado de Washington. Ou seja, quase como Bella fez em “Crepúsculo”: deixou o sol para trás e foi parar em uma cidade pequena e chuvosa.

Assim que chegam na casa, Sunshine sente algo estranho: frio fora do comum e cheiro sufocante de mofo. Na primeira noite, a narrativa começa a ficar tensa e os pelos na nuca do leitor se arrepiam. Coisas se movem sozinhas, vento frio sopra dentro de casa sem que as janelas estejam abertas, bichos empalhados ganham vida. Sim, é bem assustador! Nas noites seguintes, a coisa se complica ainda mais, mas não importa o quanto Sunshine fale para sua mãe, a enfermeira não aceita a possibilidade da existência de assombrações, até presenciar uma aparição bem, digamos, violenta.

Mas o dia chega e o pior acontece: Kat, a mãe de Sunshine, não se lembra de nada do ocorrido e a menina não tem outra escolha senão ir para a escola e tentar pensar em algo para convencer a mãe a se mudarem daquela casa.

Sunshine, que acaba de completar 16 anos, é apaixonada por fotografia (preto e branco e nada digital!) e tem uma paixão por roupas de brechó e unicórnios de vidro. Tímida e diferente Shunshine faz um amigo na aula de artes: Nolan, que usa uma jaqueta de couro que pertencia ao seu avô, falecido há pouco tempo. Nolan passa a ser seu confidente quando o assunto é fantasma e, juntos, vão buscar pistas sobre o que está acontecendo na casa de Sunshine e por que somente ela sente e vê as assombrações.

No meio disso tudo, as coisas se complicam para a mãe da menina e o caso parece não ser apenas uma assombração qualquer. Porque Sunshine não é apenas uma garota qualquer.

Mas deixa eu ficar quieta ou spoilers vão surgir!

Uma curiosidade sobre o livro “Sobrenatural” é que ele foi adaptado de uma famosa série do YouTube que eu não conhecia. Engraçado ser “famosa” e a gente não conhecer, né? Pois é!. Quis terminar o livro antes de assistir a série, mas ao virar a última página, vi que o livro será o primeiro de outros. Ai meu Deus! Ai minha carteira!

“Sobrenatural: The Haunting of Sunshine Girl” é um excelente livro para quem curte livros de terror e literatura adolescente. Ele mescla bem os dois “mundos” e mantém a atenção dos leitores até o fim. Embora Paige Mckenzie seja a criadora e protagonista do seriado na internet (e será do filme que está em desenvolvimento), ela trabalhou com a autora Alyssa Sheinmel para concluir o livro. Isso ajudou muito em ter uma história redondinha, fechada e sem “barriga”.

A Editora Rocco me convidou para escrever sobre “Sobrenatural” no blog deles. O texto é rapidinho e lista as top 5 razões para ler o livro. Confira aqui.

Enquanto o próximo livro não é lançado, lá vou eu assistir a alguns episódios no YouTube para ver como a experiência é diferente. Mas para não estragar a leitura, sugiro esperar virar a próxima página antes de dar o primeiro play!

site: http://cheirodelivro.com/sobrenatural/
comentários(0)comente



Luh 02/04/2017

Amizade!
Suh se muda com a mãe para uma nova vida, um novo clima, uma nova escola e com novas pessoas.

Com tudo que está acontecendo, ela descobre que uma amizade pode mudar tudo e que tudo depende de que caminho você vai tomar.

Surpreendente até a última página.
comentários(0)comente



Larissa 05/09/2016

Blog Por Livros Incrívreis
Editora Fábrica 231
Tradutor: Edmundo Barreiros
302 páginas
2015

Sunshine Griffith acabou de completar 16 anos e de se mudar para a chuvosa e nada amigável cidade de Ridgemont. Mas a chuva constante, a vizinhança estranha e o novo quarto rosa demais não são as únicas novidades com que ela tem que lidar: risadas e vozes vindas do nada, passos no meio da noite, portas que se fecham sozinha e a constante sensação de que ela nunca está só. Com as coisas ficando cada vez mais estranhas e perigosas para ela e sua mãe, é preciso que Sunshine encare seus maiores medos, antes que seja tarde demais.

"Mamãe estava só me provocando quando perguntou se eu me sentia segura em ficar sozinha em uma casa assombrada. Mas agora eu sei: depois que você se muda para uma, você nunca mais fica sozinha."

Sunshine é uma garota que adora coisas antigas, especialmente roupas de brechó e os livros de Jane Austen. Entre seus pertences há uma coruja empalhada e uma pequena coleção de unicórnios de vidro que ornamentam a sua estante e que nunca permanecem na mesma posição que ela os deixou. Não é que os os objetos ganhem vida quando ela sai do quarto, nada disso. A real razão é que, simplesmente, a casa de Sunshine é mal assombrada. Sobrenatural é baseado em uma série de sucesso do YouTube que, para ser sincera, até então eu nunca tinha ouvido falar e, apesar de ter ficado bem curiosa após a leitura, ainda não a assisti e por isso não farei comparações com a mesma.

Como vocês devem ter percebido pelas minhas resenhas não sou uma leitora assídua de terror e, apesar de gostar do gênero, há muito tempo eu não lia nada nesse estilo por estar desde o início do ano viciada em romances históricos e, mais especificamente, ser um pouco medrosa. Assim sendo, Sobrenatural estava há meses parado na minha estante, aguardando pacientemente pela sua vez que, enfim, chegou. Contudo, creio que terror não seja a classificação correta para o livro como imaginei inicialmente pois apesar de, acredito eu, possuir elementos do gênero é na verdade um sobrenatural adolescente. Talvez essa minha confusão inicial com o gênero tenha acontecido por que os elementos sobrenaturais não surgem de cara e sim aos poucos, diferente das partes mais assustadoras. Revelação por revelação, vamos descobrindo junto com a protagonista a verdade por trás das assombrações.

Narrado em primeira pessoa, a escrita das autoras é fluída ao extremo, o que faz com que a leitura seja ágil e as páginas sejam passadas sem nem percebermos. O ponto de vista que acompanhamos é o da protagonista mas há alguns capítulos que são narrados por um personagem desconhecido que a acompanha constantemente e que vamos identificando conforme avançamos na leitura e juntamos as peças. Sunshine é uma personagem de que...

Leia mais em:

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2016/08/resenha-sobrenatural-paige-mckenzie-e.html
comentários(0)comente



Chuka 08/03/2016

Sonrenatura l
Li a amostra gratis e amei hoje tenhu o livro fisico e eh um.dos proximos a ler
comentários(0)comente



SahRosa 13/02/2016

Resenha exclusiva do blog Da Imaginação à Escrita
Quando bati o olho em Sobrenatural, eu sabia que tinha que ler esse livro. A capa me chamou muito a atenção, mas foi sua sinopse o chamariz para me fazer querer conhecer essa história. Adoro o gênero paranormal, histórias de fantasmas e todos elementos do suspense e terror, são os meus favoritos, gosto de obras que são focadas nisto e Sobrenatural, de Paige McKenzie e Alyssa Sheinmel, traz bastante desses elementos que tanto gosto, além de ser um Young Adult envolvente e carismático, daqueles que você não larga até acabar!

Sunshine e sua mãe, Kate, mudam-se para a cidade de Ridgemont, em Washington. O clima frio e pouco acolhedor, deixa a jovem apreensiva, mas ela compreende que esta mudança é benéfica, sua mãe finalmente conseguiu o emprego dos sonhos e mesmo que isto custe se afastar de sua melhor amiga e de seu antigo lar, Sunshine apoia totalmente a mãe. No entanto, o clima da cidade, nada se compara com a sensação que a garota tem ao chegar na nova casa, o cheio bolorento, o frio e o pavor que emanam das paredes, deixa Sunshine preocupada, há algo de errado na casa, ela sente que alguma coisa peculiar se enconde naquele local.

Com os dias passando, a sensação de pavor fica ainda mais presente em Sunshine, barulhos assustadores, passos, risadas e o cheiro de bolor a incomoda, mas sua mãe insiste que é apenas uma fase, que sua saudade do antigo lar está afetando sua nova vida, só que jovem tem plena certeza do que está acontecendo e que de alguma forma, há uma garotinha na casa, ao lado delas, ou melhor um fantasma. Sunshine está disposta a provar que existe algo sobrenatural na casa, afinal, seus pertences sempre ficam em locais diferentes dos deixados e os sons cada vez mais constantes, fazem com que ela saiba que não é apenas uma fase, ou na pior das hipóteses, que está maluca.

Mas Sunshine está preparada para a verdade? Em uma luta contra o tempo para ajudar Kate, que estranhamente mudou desde que foram para Ridgemont, Sunshine terá que lutar com todas as suas forças, compreender o que está em sua casa e consequentemente, entender a si própria.

Sobrenatural, foi uma experiência maravilhosa, adoro quando um livro me envolvente tanto e que os personagens me conquistam, neste livro tive tudo isso e um pouco mais, Sunshine é a nossa narradora, mas também temos alguns partes narradas por uma pessoa misteriosa, que está acompanhando passo a passo a vida de Sunshine e o melhor, para diferenciar da narrativa da protagonista, estas partes são em itálico e sempre após algum capítulo importante, Sunshine é uma garota incrível, facilmente vai conquistar o leitor, ela não é perfeita, possui temores, mas é corajosa, além de possuir traços únicos e aos mesmo tempo comuns em alguns adolescentes, os leitores mais jovens vão se identificar com ela e por ser a narradora, é como se Sunshine conversasse conosco, raramente gosto desse tipo de narrativa, mas em Sobrenatural é tão fluído, tão dinâmico, que sentimos parte do que a protagonista vive, como se ela estivesse nos contato um segredo, ou melhor, a parte de sua vida, que somente revelaria a quem mais confia. Além de Sunshine, temos personagens secundários incríveis, como Nolan, melhor amigo dele, Kate, Victoria e Anne.

Por mais que possa parecer ser um livro de terror, Sobrenatural não se qualifica nesta categoria, pelo menos para mim, há momentos tensos que vão deixar o leitor frio na barriga, mas assim mesmo, é algo bem leve, um suspense brando, ou seja, se você está a procura de uma história de dar medo, talvez Sobrenatural não atenda suas expectativas; Não digo que isto é um ponto ruim, ou que o livro não é bom, pelo contrário, a obra é ótima, leve e com muito mistério, além de ser YA, um gênero que está-me conquistando cada vez mais, só que para os leitores que já leram outras obras do gênero terror e suspense, Sobrenatural pode sim acabar frustrando por ser leve. No entanto, se assim como eu, você gosta de histórias de fantasmas e todos os elementos sobrenaturais, este livro vai sim te conquistar, principalmente por conta de seus personagens, além da trama ter ganchos ótimos e curiosos, que fazem o leitor querer mais.

Vale citar, que Sobrenatural - The Haunting of Sunshine girl, é baseada na série de Paige McKenzie no Youtube e após a leitura do livro, estou ansiosa para ver os vídeos! Enfim, antes de finalizar, quero falar um pouco sobre o trabalho editorial da Rocco, o livro faz parte do selo Fabrica 231 da editora. A diagramação é bem simples, mas perfeita para o livro, gostei da fonte escolhida, que é muito confortável para leitura e a revisão não tenho o que acrescentar, pois está ótima. A capa, como mencionei no início da resenha, é linda, traduz bem a essência de Sobrenatural e gostei bastante, uma das mais bonitas que tenho na estante.

Para finalizar, recomendo a leitura de Sobrenatural - The Haunting of Sunshine girl, um livro com um suspense ótimo, que mesmo não tendo aquela carga intensa do terror, acabou me conquistando por completo e sendo o primeiro livro favorito deste ano. Estou ansiosa para ler os demais livros da série, afinal, este primeiro volume termina em uma cena crucial e necessito saber mais!

site: http://www.daimaginacaoaescrita.com/2016/02/resenha-sobrenatural-haunting-of.html
comentários(0)comente



20 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2