A Parede Branca do meu Quarto

A Parede Branca do meu Quarto Marina Oliveira




Resenhas - A Parede Branca do meu Quarto


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Maravilhosas Descobertas 18/05/2017

A PAREDE BRANCA DO MEU QUARTO, DE MARINA OLIVEIRA
O Livro conta a história da Mariana, uma estudante classe média de Brasília, que vive com sua mãe, seu irmão e sua avó (que por sinal é uma graça). Mariana fica famosa depois de um vídeo postado no youtube em que ela surta em uma avaliação anual que acontece em sua cidade. Depois desse acontecimento ela resolve “trocar” de escola, e iniciar o 3º ano do ensino médio, o terror dos estudantes. Ao trocar de escola ela abandona o seu melhor amigo que por certos problemas fizeram eles se separarem. Ao iniciar o seu último ano letivo ela vai se deparar com adolescentes bem diferentes e com focos em outras realidades.

Mariana vai começar a descobrir outro universo que não mais aquele em que ela vivia, o foco em passar em uma prova, somente estudar e tirar ótimas notas, e viver uma vida isolada de outras pessoas. Um momento muito deferente do que ela estava acostumada vai mudar totalmente o rumo da história dela. Mariana pode se mostrar muito autossuficiente no início do livro, mas veremos uma transformação linda que acontece com ela.

Sobre a Parede Branca que é o título do livro, bom, só posso dizer que não existem paredes totalmente brancas! Esse é ponto do livro em que você começa a ver o amadurecimento da personagem, então não posso mais contar nada. =D

A narrativa é boa, fluí de uma maneira que você não sente o tempo passar, o que ajuda na leitura e faz com que você entre no livro e sinta o que os personagens estão vivendo naquele momento.

Os personagens foram bem construídos, e não vemos neles os estereótipos que costumamos ver nos livros Young Adults ou para adolescentes, mas vemos personagens com características e maneiras de se comportar bem contrárias do “padrão”.

O livro é bem auto reflexivo, e faz você repensar o que vale a pena você dar importância na sua vida. Se você quer fazer o que te faz feliz, ou se você precisa provar que é muito bom em algo.

“...por vários motivos, em algum momento da vida, nos pintamos de branco para proteger a nossa essência. Fazemos isso para nãos mostramos que somos imperfeitos.” Marina Oliveira



site: http://www.maravilhosasdescobertas.com.br/2017/05/o-livro-conta-historia-da-mariana-uma.html
comentários(0)comente



Duda 31/01/2017

A Parede Branca Do Meu Quarto, de Marina Oliveira
Neste livro vamos conhecer Mariana, uma jovem brasiliense, que nunca foi muito popular no colégio; por ter o QI acima da media, ela sempre foi rotulada como "a esquisitona" ou "a CDF"; Mariana foi obrigada a mudar de colégio depois de ter protagonizado o maior surto da historia do PAS (uma especie de vestibular dividido em três etapas que são realizadas a cada termino de ciclo do ensino médio), ter seu surto publicado no youtube e o vídeo ter se tornado um viral, transformando-a assim em uma celebridade instantânea.

Ela agora é aluna do colégio Joana D’Arc, mas esta redondamente enganada se pensa que as coisas no novo ambiente escolar vão ser mais tranquilas; a primeira coisa que acontece quando ela pisa no local é a tipica cara de "te conheço de algum lugar!?" por parte da maioria dos outros alunos e as piadinhas.

A garota ignora a tudo e a todos, pois seu único interesse ali são as aulas; ela não tem interesse nenhum em fazer amizades, pois acha que isso pode atrapalhar no seu objetivo, mas isso se torna impossível, pois, Lara e Mauricio, dois colegas que se sentam perto dela na sala de aula, se aproximam, e mesmo contra sua vontade, uma amizade muito forte e verdadeira vai nascer e servir para abrir seus horizontes.

Resenha Completa Em:

site: http://umaleitoravoraz.blogspot.com.br/2017/01/a-parede-branca-do-meu-quarto-de-marina.html
comentários(0)comente



Arisson 01/11/2016

Para jovens, mas indicado para todos os tipos de leitores.
Trata-se de um livro do gênero YA (Young Adult) da Marina Oliveira e conta a história da Mariana (sim, parece coincidência demais o nome da autora e da personagem). Ela está no final do ensino médio e se preparando para a última prova do PAS quando todos os conceitos dela são colocados em xeque.

Parece uma história comum de adolescente, mas engana-se quem pensa isto. O livro tem duas coisas que te prendem do início ao fim da leitura: os personagens e o enredo. A Mariana é uma nerd muito comédia que te faz rir de situações comuns, já que é a personagem quem narra tudo. Até mesmo os momentos que poderiam ser considerados "melosos" são guiados com maestria pela autora, arrancando sorrisos sinceros.

Por se tratar de uma garota sem amigos e altamente dedicada aos estudos, tudo vira uma novidade quando ela começa a perceber a vida fora dos livros da escola. Ela reavalia conflitos familiares, mágoas, amizades, objetivos e até mesmo relacionamentos. Tudo com uma pitada de humor.

A obra, que foi uma das vencedoras do The International Latino Awards 2016, também traz um leve suspense. Após virar uma celebridade na internet por um surto psicótico na prova do PAS, você fica curioso para saber o motivo.

Gostei muito da obra. É rica em assuntos e até mesmo culturas e gostos. Enfim, apesar de ser voltado para o público jovem, indico este livro para todos os tipos de leitores.

site: http://abussolaliteraria.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Bruna 12/10/2016

Qual a cor da sua parede?
O livro de hoje é um livro que me fez refletir de uma maneira profunda. Além de uma trama envolvente e uma escrita maravilhosa, A Parede Branca do Meu Quarto, escrito por Marina Oliveira e publicada pela Thesaurus, é capaz de revelar mais sobre nós mesmos do que pensamos... E de quebra ainda tem um romance, mesmo que ele não seja o foco do enredo, então digamos que é impossível não se encantar com esse livro. Confira tudo que eu achei sobre a história de Mariana, uma jovem que nos torna lunáticos pela sua trama que nos dá uma lição de vida! ;)
Todos sabem que a adolescência é uma fase extremamente complicada. Não sabemos direito o que queremos, achamos que estamos sempre certos e o pior de tudo: temos que decidir o que seremos pelo resto de nossas vidas – em questão de profissão! Em Brasília essa escolha acontece cedo, porque dela depende o quão bem você deve se sair nas etapas do PAS para poder entrar na UNB para o curso desejado. É uma pressão tão grande para que você seja perfeito, para que se saiba tudo e vá bem que às vezes isso acaba sendo um pouco demais... E é exatamente durante a segunda do PAS que Mariana vê sua vida mudar por completo ao se tornar conhecida como “A Lunática do PAS” quando devido a diversas circunstâncias ela acaba surtando durante a prova.
“OK. Comecei a gritar e gargalhar que nem uma louca, dancei a Hula e acabei destruindo a cadeira em que estava sentada. Os fiscais poderiam ter parado a prova e me retirado da sala, ou chamado os bombeiros e até mesmo arranjado alguém para atirar um dardo tranquilizante em mim. Mas não. Em vez disso, eles ficaram em estado de choque. Paralisados, quer dizer. Alguns alunos, então, não querendo perder a oportunidade, resolveram filmar toda a minha histeria e colocar no Youtube na mesma hora.”
Para quem não é residente de Brasília, o PAS é uma espécie de vestibular composto por três etapas sendo realizada uma prova ao terminado de cada um dos 3 graus do Ensino Médio. A pontuação obtida durante esses três anos é utilizada para que se possa entrar no curso superior que deseja, sendo necessária uma certa pontuação em cada uma delas dependendo do curso.
Ao contrario do que muito de vocês possam estar pensando, um dos problemas que causou esse ataque de histeria não foi o fato dela não estar preparado para a prova ou não saber nada dela (eu mesma já quis surtar, muitas vezes, ao abrir aqueles cadernos de prova), pelo contrario, Mariana é o que se pode ser considerado acima da média e possuidora com orgulho de um QI de 140, não é atoa que ela tem plena convicção de que conseguirá sua vaga para medicina na Unb.
No entanto, mesmo tendo motivos validos para surtar, isso não impediu que ela virasse uma “celebridade”, e não de um jeito bom, depois do ocorrido e que todos viessem a rir e debochar dela. O que só piorou quando foi expulsa do seu colégio porque um dos digníssimos colegas que filmaram a cena era nada menos que o filho do diretor – que acabou sendo punido pela atitude, afinal celulares são proibidos durante o exame.
“Mas o melhor de tudo é que será a minha vez de rir de todos que um dia riram de mim.”
Agora, prestes a entrar no terceiro ano, Mariana é a mais nova aluna do colégio Joana D’Arc e é claro que a primeira coisa que ocorre no seu primeiro dia de aula é a típica pergunta: “Eu te conheço de algum lugar?” . Ignorando a tudo e a todos e focada apenas nas aulas, ela não tem interesse nenhum em fazer amizades, mas para sua eterna tristeza, Lara – uma garota que senta perto dela na sala – e Mauricio – um garoto que também senta próximo a ela e em quem ela já havia dado uma cortada – parecem dispostos a mudar isso.
É então que após muita insistência dos dois em ficarem próximos a ela e meio que para despistar sua mãe que vive preocupada pelo fato de sua filha ser fechada, não ter amigos e etc., ela resolve convidar os dois para irem a sua casa em uma tarde. Mas o que começou com apenas uma “obrigação” acaba se tornando o inicio de uma verdadeira amizade e inúmeras descobertas.
“ – Bom, veja o seu quarto. Ele poderia ser i quarto de qualquer pessoa. Branco, sem graça. Não há personalidade, você não se preocupa com isso. Aliás, você só se preocupa com os estudos. É isso que está na sua frente, saca?”
Aos poucos, Mariana vai descobrindo que existe mais coisas do que apenas o estudo, que existem coisas acontecendo ao seu redor que antes ela nem perceberia. Com a ajuda de todos ela vai descobrindo que as suas verdades talvez não sejam realmente a verdade, e que sua parede pode ser mais do que apenas branca.
“ – Vou te dizer o que acho, Mariana – ele voltou a falar. – Seguindo a analogia da parede branca, acho que todos nos somos paredes coloridas e enfeitadas com as mais diversas coisas. Só que, por vários motivos, em algum momento da vida, nos pintamos de branco para proteger a nossa essência. Fazemos isso para não mostrarmos que somos imperfeitos; somos humanos. Sentimos raiva, tristeza e inveja. Só que esses sentimentos foram taxados como “ruins”. E ser ruim, bem é ruim. É ai que passamos o branco em cima de nós mesmo, para homogeneizar nossa aparência. Para aparentarmos ser perfeitos.”
A parede branca do meu quarto é uma história que me surpreendeu e me tocou de uma forma profunda. Não é mais uma simples história de uma menina que sofre bullying e se esconde, ou que se sente inferior ou com vergonha por não ser perfeita o tempo todo (como no caso de surtar no meio de uma prova). Ela não quer ter amigos porque já se machucou muito com quem considerou dessa forma, e mesmo assim ainda se permite viver e tentar de novo –mesmo com receio e sem querer admitir a principio. Mariana é uma menina que ao mesmo tempo que mostra ser forte, ainda sim possuí fraquezas e é alguém como todos. E isso é o mais interessante.
A forma como a autora Marina escreve sobre um tema que tinha tudo para ser algo pesado e dá uma leveza sem tirar a importância que tem é algo incrível. Voltamos, pelo menos no meu caso, a recordar os momentos que assim como ela estávamos cheio de dúvidas e incertezas e acabamos nos pintando de branco. Lendo pude perceber que por muitas vezes minha parede acaba sendo branca, mas que muda de cor quando tenho aqueles que amam por perto - mesmo quando a situação não é boa.
Encantador, reflexivo, inspirador, apaixonante... são apenas alguns dos adjetivos que eu poderia utilizar para descrever essa obra. Não importa o quanto eu fale sobre, a verdadeira magia que acontece ao ler esse livro, só poderá ser entendida por completo durante sua leitura. Por isso leia, se arrisque e, principalmente, tente descobrir: Qual é a cor da sua parede?

site: www.brookebells.com
comentários(0)comente



Louise 17/08/2016

A parede branca do meu quarto
(Thesaurus Editora)

O livro conta a história de Mariana Vilar, uma garota inteligente e estudiosa, mas que um dia tem um surto psicótico em uma prova do PAS (*ENEM) e um vídeo dessa cena constrangedora é postado no YouTube e a torna famosa às avessas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
É um livro que explora bem essa fase crítica dos estudos para o vestibular e todo esse universo de estresse envolvido, que é vivenciado pela personagem Mariana e agrega também o ambiente familiar, afetivo e de amizades que fazem parte do cenário da vida dela. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Com certeza, um livro indicado para todos que gostam de historias completas, que nos faz rir e chorar na mesma medida e refletir sobre a difícil arte de saber viver.

A parede branca do meu quarto, existe em todos nós e cabe a nós, colorir do nosso jeito.

site: http://www.milkshakedepalavrasdalu.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Amanda Matos 25/04/2016

A parede branca do meu quarto
Antes de tudo gostaria de deixar claro que ao escolher um livro para ler, coloco muita expectativa, fazendo com que as vezes me decepcione com a história. Tenho a impressão de ter me acostumado com essas decepções e agora que achei um livro que superou minhas expectativas fiquei completamente sem palavras. Há mais ou menos 1 mês e meio acabei a leitura de "A parede branca do meu quarto" e desde o dia do término da leitura venho escrevendo e reescrevendo a resenha desse livro que me encantou de um jeito inexplicável. Tenho certeza de que poderia falar sobre o livro por horas sem me cansar. Espero que gostem.
*
Resenha:
*
Mariana Vilar é uma garota extremamente inteligente e auto confiante que não esconde isso de ninguém. Ainda assim sendo uma pessoa bastante reservada.
*
Isso muda quando Mariana participa da 2º etapa do PAS (Programa seriado de seleção na universidade de Brasília) e tem um surto psicótico durante a prova, tendo um vídeo de seu surto divulgado na internet por alguns participantes da prova, vista como "lunática do PAS".
*
Com essa confusão o diretor do colégio proíbe Mariana de voltar a estudar em seu antigo colégio, fazendo com que ela tenha que se mudar no seu último ano.
*
Já no outro colégio com algumas "desilusões" de amizade, e à espera de um ano sem distrações, com o intuito de focar apenas em seu estudo (afinal ela tem a certeza de que irá passar em medicina), Mari se mantém fechada a novas amizades. Isso até conhecer Lara e Maurício (que tem um parentesco complicado o qual eles resumem em: primos), que com seus jeitinhos vão entrando em sua vida sem ao menos avisar e virando o ano de Mari de cabeça para baixo e mudando algumas percepções dela.
*
O motivo do título é algo que apenas lendo para tirar a curiosidade. E eu espero ansiosamente para encontrar a cor da minha parede. Haha ð
*
Esse livro deveria ser incluso na vida de todos estudantes, em qualquer fase. Rsrs
*
A autora acertou em cheio com cada palavra escolhida, fazendo com que a leitura flua naturalmente e fique algo extremamente agradável. à possível se apaixonar da 1º a última página. Marina (talvez durante o livro eu tenha trocado seu nome com o da Mari algumas vezes. ð) você está de parabéns e te agradeço imensamente por ter me concedido a oportunidade de conhecer esse trabalho magnífico.ð
*

Amanda Matos ð»
comentários(0)comente



umalivraria 10/04/2016

Resenha - Uma Livraria
Mariana Vilar está prestes a cursar o terceiro ano do ensino médio, tem uma inteligência acima da média e sonhar em cursar medicina. Disposta a passar o ano inteiro focando nos estudos, ela decide esquecer tudo que aconteceu em sua vida nos últimos tempos. No ano anterior, a garota passou por um surto em uma das provas que estava fazendo, isso bombou na internet, como tudo hoje em dia. Então, a vida de Mari mudou, milhões de visualizações no youtube, processos na justiça, sem falar da zoação das pessoas.

"Alguns alunos, então, não querendo perder a oportunidade, resolveram filmar toda a minha cena e colocar no Youtube na mesma hora. Isso mesmo, Y-o-u-t-u-b-e. O resultado? Apenas um pouco mais de dois milhões de visualizações no primeiro dia. Da última vez que chequei, o número já ultrapassava a casa dos vinte, contando com comentários em várias línguas esquisitas.

Além de ser antissocial e ser conhecida como "lunática", a garota tem um sério problema pra fazer amizades, e ainda se decepcionou com seu único amigo, Ian. A determinação de não deixar ninguém entrar em sua vida cresce, a deixando completamente sozinha, com seus fantasmas do passado.
Mari decide mudar de escola pra tentar fugir das risadas e olhares de todas as pessoas, entrando na escola Joana D'arc, a mesma muda o conceito de amizade, conhecendo Lara, Maurício e Diêgo... A vida familiar dela também muda, os relacionamentos entre ela e seu pai, que não via aproximadamente há sete anos, seu irmão Lucas e sua mãe, uma professora de história.
Confesso, já tinha amado a sinopse do livro e assim que autora fechou parceria comigo, fiquei pulando de alegria, sabendo que seria um livro marcante, que me impressionaria. Sim, realmente me impressionou, me deixou completamente surpreendida, além de todas as minhas expectativas, inclusive.
No início, a personagem principal se mostra um pouco arrogante, mas no decorrer de tudo, ela vai explicando os motivos de ser assim, o que nos faz entender seu lado. A obra também nos mostra várias situações em que os adolescentes de hoje em dia passam, como a vida exposta na internet, que em muitas situações viram casos de justiça. Me identifiquei demais com a personagem, suas incertezas e dúvidas sobre sua carreira, a vida amorosa, amizades. Tenho certeza que muitas pessoas também irão, é um livro bem engraçado, onde não conseguimos parar de ler, aqueles que você até sonha, sabe? hahaha, foi o meu caso.
Me peguei pensando em meus estudos, o quanto foi bom minha vida escolar e como muitas pessoas não valorizam isso...


site: umalivrariaaa.blogspot.com.br \ instagram.com\umalivraria
comentários(0)comente



UmaLivraria 07/04/2016

Adorei!
Mariana Vilar está prestes a cursar o terceiro ano do ensino médio, tem uma inteligência acima da média e sonhar em cursar medicina. Disposta a passar o ano inteiro focando nos estudos, ela decide esquecer tudo que aconteceu em sua vida nos últimos tempos. No ano anterior, a garota passou por um surto em uma das provas que estava fazendo, isso bombou na internet, como tudo hoje em dia. Então, a vida de Mari mudou, milhões de visualizações no youtube, processos na justiça, sem falar da zoação das pessoas.

"Alguns alunos, então, não querendo perder a oportunidade, resolveram filmar toda a minha cena e colocar no Youtube na mesma hora. Isso mesmo, Y-o-u-t-u-b-e. O resultado? Apenas um pouco mais de dois milhões de visualizações no primeiro dia. Da última vez que chequei, o número já ultrapassava a casa dos vinte, contando com comentários em várias línguas esquisitas.

Além de ser antissocial e ser conhecida como "lunática", a garota tem um sério problema pra fazer amizades, e ainda se decepcionou com seu único amigo, Ian. A determinação de não deixar ninguém entrar em sua vida cresce, a deixando completamente sozinha, com seus fantasmas do passado.
Mari decide mudar de escola pra tentar fugir das risadas e olhares de todas as pessoas, entrando na escola Joana D'arc, a mesma muda o conceito de amizade, conhecendo Lara, Maurício e Diêgo... A vida familiar dela também muda, os relacionamentos entre ela e seu pai, que não via aproximadamente há sete anos, seu irmão Lucas e sua mãe, uma professora de história.
Confesso, já tinha amado a sinopse do livro e assim que autora fechou parceria comigo, fiquei pulando de alegria, sabendo que seria um livro marcante, que me impressionaria. Sim, realmente me impressionou, me deixou completamente surpreendida, além de todas as minhas expectativas, inclusive.
No início, a personagem principal se mostra um pouco arrogante, mas no decorrer de tudo, ela vai explicando os motivos de ser assim, o que nos faz entender seu lado. A obra também nos mostra várias situações em que os adolescentes de hoje em dia passam, como a vida exposta na internet, que em muitas situações viram casos de justiça. Me identifiquei demais com a personagem, suas incertezas e dúvidas sobre sua carreira, a vida amorosa, amizades. Tenho certeza que muitas pessoas também irão, é um livro bem engraçado, onde não conseguimos parar de ler, aqueles que você até sonha, sabe? hahaha, foi o meu caso.
Me peguei pensando em meus estudos, o quanto foi bom minha vida escolar e como muitas pessoas não valorizam isso...


site: umalivrariaaa.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Dressa 13/02/2016

Resenha Blog Leitura & Cia
Livro super fofo!!!

site: http://www.leituraecia.com.br/2015/10/resenha-do-livro-parede-branca-do-meu.html
comentários(0)comente



One Books Oficial 07/02/2016

A PAREDE BRANCA DO MEU QUARTO!!
A PAREDE BRANCA DO MEU QUARTO - Marina Oliveira
Mariana Vilar se tornou uma celebridade da internet após o vídeo do seu surto psicótico em uma prova vazar e ser postado no YouTube. Ela perde tudo, é expulsa da escola onde cursava o ensino médio, briga com o melhor amigo e agora tem que terminar o 3° ano em uma escola diferente.
Determinada a se focar somente nos estudos e não em amizades, pois quer passar no vestibular de medicina. Agora conhecida como a “Lunática do PAS”(um tipo de vestibular e no qual ela teve o surto), ela inicia esse ano fechada e sem nenhuma pretensão para começar qualquer tipo de relação. Com várias pessoas perguntando se a conhecem de algum lugar, se relacionar é o que ela menos quer.
Só que o que Mari não imaginava era que ao conhecer seus colegas de classe, Maurício e Lara, perceberia que a parede branca de seu quarto necessitava de um pouco de cor......... ‪#‎ficaadica‬

Esse turbilhão de acontecimentos na vida da Mari, na minha opinião, só serviram para ela enxergar a vida melhor. Mari era arrogante, orgulhosa e outras coisas mais. Dotada de uma inteligência acima da média, ela se achava superior aos outros, o centro do universo. Após o vídeo e iniciar os estudos em outra escola é notável a mudança de personalidade dela ao decorrer do livro. Ela agora passa a ser uma pessoa que se importa com as pessoas ao seu redor. Sua relação com a mãe e o irmão melhora e até volta a falar com o pai, o qual não via há um bom tempo.

Não posso deixar de mencionar o destaque do livro rsrsrs... Vovô Fatinha, cheia de sabedoria e possuidora dos melhores conselhos. Adorei acompanhar o crescimento da Mariana, suas decisões, angústias e escolhas nessa fase da vida. O livro nos trás um reflexão sobre a vida dia-a-dia e a profissional, se devemos seguir aquilo que nos beneficia financeiramente ou aquilo que nos faz bem e que amamos fazer.
Eu recomendo a leitura, e afirmo que este foi uma das minhas melhores leituras JÁ EM 2016!!!
Parabéns pela obra Marina Oliveira!!!! Amei, Amei!!

site: http://onebooksoficial.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Babi 27/12/2015

Resenha do blog Myself Here
Já quero adiantar que foi uma das melhores leituras de 2015, eu nunca imaginaria que um livro iria me conquistar tanto e que eu pudesse me identificar de tal maneira que não consigo expressar.
Ainda estou tentando formular as palavras certas para essa resenha. Esse é totalmente o tipo de livro em que eu amo.
O livro é inteiro narrado em primeira pessoa por Mariana Vilar, uma garota que está cursando o último ano do Ensino Médio, está com todos os sentimentos a flor da pele, e sempre foi muito engajada com os estudos, mas nunca precisou se esforçar tanto já que tem um Q.I. acima da media. Quer muito passar no Vestibular de Medicina, já que acha que esse curso é o único que chega aos pés de sua inteligência.
Mariana, quer começar esse novo ano, mudando seus pensamentos, e querendo mudar os pensamentos que as pessoas tem sobre ela, já que teve um vídeo vazado no Youtube, após o surto psicótico que teve na última prova que fez, o PAS, o famoso vestibular de Brasília.

Mariana sempre foi uma garota "antissocial", e que se dedica o tempo inteiro para os estudos. Depois do vídeo, ficou conhecida como "lunática do PAS" e ainda se chateou com seu único e melhor amigo Ian. Depois de todo transtorno, Mariana foi expulsa de sua escola, e teve que ir fazer o 3°ano em outro colégio, onde estava decidida que iria passar o ano inteiro focada nos estudos, não tinha nenhuma pretensão em fazer amigos.

Só que Mariana não imaginava que ao conhecer Lara e Maurício, todas essas suas convicções mudariam. Ela também nem imaginava que seu relacionamento com seu irmão mais novo Lucas, mudaria, já que eles só brigavam. Também não imaginava se aproximar e se identificar tanto com sua mãe, e nem que iria um dia voltar a falar com seu pai, que ela não via mais ou menos uns sete anos.
Também não poderia deixar citar aqui, a avó de Mariana, uma fofa, uma vó que todo mundo sonha em ter.
Em meio a todas as mudanças, a autora Marina Oliveira, nos faz ficar envolvidos com a história de Mariana. Todas as suas opiniões, suas emoções, seus sentimentos, e que no fundo, quem está nesse "pique" de escolher faculdade e pensar mais no futuro, irá se identificar muito.

Depois desse livro, eu comecei a refletir mais sobre minha vida, sobre a parede do meu quarto, sobre as pessoas queridas que me rodeiam, e sobre o quanto eu tenho que dá valor a vida, e aos conselhos que recebemos das pessoas que observam nossa vida de outro ângulo, no qual não é fácil percebermos.

A escrita leve mas ao mesmo tempo madura da autora, nos faz ficar totalmente vidrados nas história, e que a cada capítulo sentimos mais vontade de continuar a leitura.

Dou nota máxima para esse livro, e mais um coraçãozinho para favoritá-lo no coração!!!

site: http://myself-here1.blogspot.com.br/2015/12/resenha-parede-branca-do-meu-quarto.html
comentários(0)comente



Flávia Nunes | Sobre Vícios 15/11/2015

Como você reagiria se virasse a garota popular do youtube por um motivo não muito agradável? Complicado né? A nossa protagonista Mariana Vilar passou por isso e saber mais sobre essa história foi surpreendentemente bom.

Além dos diversos problemas que vinha enfrentando, ser filmada num momento de "loucura" e virar celebridade da internet virou a vida de Mariana cabeça para baixo. Teve que mudar de escola e se deparou sozinha e com tudo novo a sua volta.
Vamos combinar que ser a novata numa escola já é constrangedor e ser a novata lunática do youtube é pior ainda, mas a Mariana parece não se importar com tudo isso; ela consegue manter o foco nos estudos para conseguir passar no tão concorrido vestibular de medicina e mesmo sendo muito fechada ela consegue fazer novas amizades, a Lara e o Maurício. E assim, a Mari começa a enxergar que a parede branca do seu quarto precisa de uma cor.



No início do livro achei a Mari um pouco arrogante, sempre se achando mais inteligente que todos, mas no decorrer da história pude perceber que isso, nada mais era que um escudo de auto-defesa contra tudo que vinha enfrentando.
Quanto aos personagens secundários, queria citar a vó Fatinha que é de uma sabedoria sem fim e me passou uma paz infinita, sentir vontade de abraçá-la.

O Ian e Lara (amigos da Mariana) eu gostei da personalidade e atitudes dos dois e só acho que a Marina Oliveira (autora) poderia pensar em outros livros contando um pouco sobre a história deles.



Hoje me perguntaram o que era ser bem sucedida, eu logo lembrei da Mariana, pois eu acho que ser bem sucedida é fazer o que gosta, independente de salário ou de que as pessoas vão pensar de você. Não adianta cursar medicina quando no fundo, o que mais quer é ser professora, advogada ou jornalista.

Só acho que esse livro deveria ser obrigatório para todo adolescente antes de ingressar numa faculdade. Rsrs.

Eu recomendo a leitura, e afirmo que este foi uma das minhas melhores leituras no mês de outubro.
Parabéns pela obra Marina Oliveira!


site: www.sobrevicios.com.br
comentários(0)comente



Ariane.Souza 07/11/2015

Ameeei!
Resenha: A parede branca do meu quarto, nos traz a história de Mariana Vilar, uma garota, orgulhosa, chata e que só pensa nela mesma, mas um ponto positivo é que ela é muito inteligente, ao extremo!
Mariana esta prestes a entrar no 3° ano do ensino médio. Ela está se mostrando muito animada, pois quer entrar em uma faculdade , para se formar em medicina.
No 2° ano ela teve um surto psicótico na hora de fazer uma prova do PAS, (é tipo um ENEM), com isso ela foi expulsa do colégio, e seus colegas de classe filmaram o surto e postaram no Youtube.
Em todos os lugares que Mariana ia, as pessoas perguntavam se há conheciam de algum lugar.
Agora chegou a hora de entrar no 3° ano, e estava sozinha, pois na antiga escola ela tinha o seu melhor amigo, o Ian.
No primeiro dia de aula Mariana senta, e vê os dois colegas que a partir daquele dia ia sentar do lado deles.
Laura uma menina que só ficava com os fones de ouvidos, e óculos grandes. Maurício um garoto cabeludo e dormia durante a aula. Claro que ela não foi com a cara deles, mal sabia ela que eles se tornariam melhores amigos.
No livro também aparece os familiares de Mariana, sua mãe, seu irmão Lucas, que é muito chato por sinal, hehe mas ao longo do livro vai melhorando, sua avó que é muito fofa e conselheira, e seu pai (os pais são separados, e é meio distante)

Com as novas amizades de Mariana, ela vai deixando de ser egoísta, e começa a prestar mais atenção nas pessoas que estão á sua volta.
O livro me trouxe uma grande lição, no qual não devemos se fechar num casulo, temos que ter amizades, e uma família, para podermos nos abrir e desabafar com eles.

Adorei o livro do começo ao fim, posso garantir que nenhum de nós queremos nossa parede tão branca assim!

A história se passa em Brasilia♥

Indico o livro pra quem gosta de sentir todos os sentimentos possíveis, rir, chorar, ficar brava com algumas atitudes de Mariana, e um romance leve e delicioso.

site: http://apaixonadaporleiturass.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13