O Coração do Leão

O Coração do Leão Mia Sheridan




Resenhas - O coração do leão


77 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6


Cleopatra 10/01/2018

Simplesmente Perfeito.
Não existem palavras para descrever o quanto esse livro é lindo e emocionante.
comentários(0)comente



Alice.Torinho 27/09/2017

Nao deu...abandonei.
Apesar de ter amado A voz do arqueiro esse livro simplesmente nao rolou. Escrita completamente diferente, muitas descrições das ações rotineiras da personagem (acordei, escovei os dentes, tomei banho, lavei o cabelo) desnecessárias.
Fora que ela conhece o cara a 1 semana e já acredita piamente em tudo que ele diz, sem investigar a historia dele em outros lugares, sem buscar referencia, sem nem mesmo perguntar pra ele.
E essa historia de sempre fui cafajeste mas com você será diferente não cola mais pra mim. E ele jogando a culpa dele ser um calhorda em cima da outra que é fútil??? Me poupe.
comentários(0)comente



Dani Paiva 06/08/2017

Esse leão me assustou um poko...
Que pena.... nao deu pra mim. O primeiro capitulo começou bem bem, mas só!
Não me senti envolvida com o drama. Malz aê...

Sei la, nao curto histórias que o magya stalkeia a moça... fico mais revoltada e resmungando enquanto leio do que suspirando pelas partes fofas, achando que o cara eh possessivo... e mentalmente mandando a mina ter cuidado com esse loko..
Sorry...
comentários(0)comente



Camilla em Mundo Invertido 28/07/2017

Resenha:O coração do leão
Vamos ter os pensamentos e ações da personagem feminina e ver como ela é forte, independente e cheia de amor para dar, através de ações para pessoas que muitos não ligariam.Vai ser a mesma história mas por um outro angulo pois você passa a entender ela e tem sentimentos condizendo o que ela passa o que não é pouco já que nos mostra o lado de uma pessoa que viveu bastante tempo em lares para adoção, mostra algumas falhas no sistema e como cada criança enfrenta essa parte da sua vida seja de uma maneira boa ou ruim, a família é nossa base imagina você crescer sem isso?e viver de lar em lar com vários acontecimentos ruins que podem acontecer por as pessoas acharem que como eles não tem pais podem fazer o que bem entendem?é triste mas ao mesmo tempo inspirador como ela conseguiu transformar sua vida sem seguir por caminhos que outros que ela conhecia seguiram.
O amor entre os dois começa com mentiras mas com um fundamento e apesar disso, eles precisam um do outro por saberem o que passaram e por se amarem e crescerem ainda mais juntos.Vale a pena saber o outro lado sempre, muito bom o livro.
comentários(0)comente



Bia 19/04/2017

"Nós éramos tão novos, mas tínhamos tanta certeza.”
O livro nos apresenta a Evie, uma adolescente que está no sistema de adoção há bastante tempo. Seu único conforto na casa onde é obrigada a morar? Leo. Outro órfão, que a protege e cuida dela. A amizade dos dois acaba se tornando muito forte e, com o passar do tempo, deixa de ser apenas amizade. Eles se apaixonam e prometem que vão construir uma vida juntos, longe daquele lugar, assim que puderem. Mas, o que eles não esperavam é que Leo seria adotado, mesmo com 15 anos, e com isso forçado a se mudar para outra cidade, deixando Evie sozinha no lar adotivo. Ele promete a ela que vai escrever e que, quando ela fizer 18 anos, ele vai voltar para busca-la. Mas esse dia foi a última vez que ela teve notícias dele.

Agora, oito anos depois, Evie conseguiu construir sua nova vida. Apesar de não ousar, ela tem um bom emprego, bons amigos e finalmente, todo sofrimento do passado foi deixado de lado. Mas, um dia, Jake aparece em sua vida, dizendo ser amigo de Leo e que ele tinha mandado ele ali para ver como ela estava. O que Evie não poderia prever é a atração que eles sentem um pelo outro. Ele é um homem misterioso, que simplesmente cai de paraquedas em sua vida. Será que vale a pena confiar nele? Será que ele realmente tem alguma ligação com Leo?
[...]

Para conferir o resto da resenha, acesse o blog e aproveite e deixa lá seu comentário ;)

site: https://paginaebooks.wordpress.com/2016/03/21/resenha-de-segunda-o-coracao-do-leao-signos-do-amor-2/
comentários(0)comente



Lilian 19/04/2017

Tocante e nos faz refletir sobre várias coisas
Este é um livro que, mesmo sendo clichê, é tocante e nos faz refletir sobre várias coisas, mas principalmente sobre o poder de um amor e de uma luta enfrentada por duas pessoas incríveis que não se abatem facilmente apesar das dificuldades de suas vidas.

Começamos essa história com duas crianças morando em lares adotivos. Evie, com 14 anos, e Leo, com 15. Ambos se conheceram em lares e, de plano, Leo viu a inocência estampada no olhar de Evie e com isso sentiu a necessidade de lhe proteger. Assim começa uma história de amizade verdadeira.

"- Sabe seu dom de contar histórias, Evie? Não tem nada a ver com você se perder em sua mente, ou em viver em uma terra de sonhos. Tem a ver com a beleza de seu coração, com sua capacidade de dar a volta por cima até mesmo na pior das situações. Essa é uma das razões para eu ter amado você em todos os dias da minha vida desde os 11 anos."

Ambos tem um passado marcado por abusos e abandonos, são enviados de casa em casa e tem de lidar com o abandono e descaso dos pais adotivos que, por vezes, só lhes tem para receber o dinheiro que o governo envia para que cuidem deles.

Leo, todavia, acaba sendo adotado por uma família estruturada, ainda adolescente. Mas a parte ruim é que terá de se mudar, pois seu novo pai teria uma oferta de serviço melhor na outra cidade. Mas como deixar Evie?

"Ele é magrelo, desengonçado e tem os cabelos desgrenhados, mas é o garoto mais lindo que já vi. Não quero jamais deixar de olhar para ele. Não quero jamais ficar longe dele."

Evie, que considera Leo seu porto seguro, fica feliz por ele, mas ao mesmo tempo apavorada com a perspectiva de ficar sozinha, então, em uma cena linda e pura, eles juram esperar um ao outro até completarem 18 anos, ocasião em que Leo buscará Evie para viverem suas vidas sem depender do sistema de adoção.

"- Vou beijá-la agora, Evie, e quando isso acontecer vai significar que você é minha. Não me interessa a distância que haverá entre nós. Você. É. Minha. Vou esperar você. E quero que me espere também."

Aquele é o primeiro beijo deles, mas ambos sentem que é real e o que eles sentem é amor, amor verdadeiro, daqueles raramente experimentado pelas pessoas. Nenhum deles tem dúvidas disso.

"O mundo todo parou e só existimos nós dois, sentados ali naquele telhado, em uma noite de novembro."

Só que as coisas não acontecem como planejado e, após aquele dia, Evie não tem mais notícias de Leo. As dúvidas lhe assombram durante todos os anos seguintes: o que acontecera com ele? Está vivo? Se está, porque não lhe procurou?

Anos depois, Evie está crescida, conseguindo manter uma vida estável, apesar de humilde e se orgulha disso. Ela trabalha em vários turnos para se manter e pagar o aluguel de sua casa, mas se alegra por ser um trabalho digno, ela não depende de mais ninguém e leva sua vida com tranquilidade.

Tudo isso acaba mudando quando Jake aparece em sua porta, alegando ter conhecido Leo e informando, tardiamente, que ele morrera em um acidente. Ah, ele tentou segui-la por dias, mas Evie é mais esperta e acabou descobrindo seu perseguidor. A primeira ocasião em que ela notara a presente dele foi no velório de sua melhor amiga, Willow, uma menina doce, mas corrompida pela maldade das pessoas e que crescera com ela nos lares adotivos.

Jake, por sua vez, é o cara perfeito. Lindo, esperto, carinhoso e rico. Logicamente Evie se sente atraída por ele, mas o sentimento de que estaria traindo Leo acaba aparecendo, mas ela logo tenta seguir em frente, afinal, fora ele que nunca lhe procurou, certo?

O romance deles se desenrolada rapidamente e vemos que Leo é um cara levemente possessivo (que surpresa né), mas muito apaixonado e faz de tudo para que Evie se sinta bem, mas algumas mentiras vão acabar atrapalhando esse romance e uma descoberta colocará tudo isso a prova.

"Vou lhe provar que 'para sempre' não é apenas uma expressão, não é apenas uma medida de tempo que não termina, mas é também um lugar, o lugar onde guardarei seu coração."

Como eu disse, o romance desenvolveu-se rápido, isso me incomodou um pouco, principalmente por Evie, por achar-se tão segura e evitar coisas que lhe tirassem de sua estabilidade, se jogou rápido demais. Mas é compreensível, dado o histórico dos dois e a vida que levaram.

Como eu disse, é uma história clichê e previsível, mas não tira a emoção de tudo, a forma linda como os dois se entregam e o sentimento cru que ambos externam. Eles são fortes, apesar dos rasgos em suas almas causados pelo mundo, e amam apaixonadamente, isso é tocante.

"Então ficamos deitados lado a lado, de mãos dadas. Mas me sinto melhor. Leo é meu. E sempre será."

Gostei bastante da forma como a autora desenvolveu a história, alternando entre cenas do passado e o presente, nos fez entender aos poucos o que acontecia e quando alcançou o clímax, mudou um pouco o clichê e vimos a mocinha, no caso Evie, se dar conta do que queria e correr atrás disso, bem interessante.

Quanto à diagramação, ficou bem clean, a capa é linda e condizente com a história, as páginas amarelas deram um conforto na leitura e a letra em tamanho apropriado finalizou com chave de ouro. Achei um único errinho de tradução, não exatamente erro, mas uma frase que continha palavras em inglês que passaram batidas na tradução, não prejudicou, mas estava ali. Quanto à gramática, não posso reclamar, estava impecável. No geral, um ótimo trabalho da editora!

Como podem ver, eu gostei bastante da história, ao ponto de favoritá-la. É um romance inocente, com sua dose de cenas quentes, mas que nos toca profundamente, com personagens diferentes e com uma força descomunal dentro deles, que nos faz orgulhar de estar nessa história. Para quem gosta de romances deste tipo, essa é com certeza a melhor escolha.

"O mundo todo é um circo. Às vezes você escolhe seu número e às vezes ele lhe é determinado. Eu perambulei a esmo pela arena por tempo demais, rugindo e urrando, acreditando que não era corajoso o suficiente para pular através do fogo. Mas, durante todo esse tempo, Evie permaneceu lá, firma e calma. [...]
E, no fim, eu pulei. E o outro lado era tão glorioso quanto os olhos dela haviam prometido."

site: http://www.leitorasvorazes.com.br/2017/03/resenha-105-o-coracao-do-leao.html
comentários(0)comente



Eu Pratico Livroterapia 03/04/2017

O Coração do Leão - Mia Sheridan
Nesse livro, conhecemos a história de Evie e Leo, que se conhecem desde criança, pois moraram juntos em um lar adotivo.

Leo é adotado e acaba se mudando para outra cidade, e Evie permanece no lar adotivo, ele promete mandar cartas, promete também que em breve irá buscá-la, que serão felizes para sempre.
"Isso não é um adeus Evie. Lembre-se da nossa promessa. Nunca se esqueça dela. Eu voltarei para você."
Coitada da pequena e doce Evie, que o espera por anos e sequer recebe uma carta. Depois de completar a maior idade, sai do abrigo e vai atras de emprego, e tenta seguir sua vida, sem saber onde Leo está.

Oito anos se passam e Evie agora mora sozinha e trabalha em dois empregos. Então um homem começa a persegui-la, ela percebe e acaba o confrontando, descobre que seu nome é Jake Madsen, que ele era amigo de Leo, que faleceu. Então eu pensei, bem que bom pra ela, afinal o cara promete amor eterno e some, muito bem feito. Evie é uma boa pessoa, rodeada de bons amigos, teve um começo de vida muito dificil, mas superou e seguiu em frente.

Apesar de ainda amar Leo, começa a ter sentimentos pelo playboy Jake, ela sabe que eles pertencem a mundos opostos, mas se deixa levar pelo charme e encanto de Jake.Como no primeiro livro, em alguns momentos voltamos ao passado, só que nesse livro, foi totalmente entediante, o drama muito fraco. Fiquei muito, muuuito chocada com o quanto Leo é mentiroso e egoísta. E o quanto Evie é burra e ingênua.

Jake, apesar de jovem, comanda a empresa de seu falecido pai. É cheio de segredos, e eu particularmente o achei muito imbecil. O maior problema é o segredo que Jake guarda. E quando Evie descobre, o mundo perfeito em que ela tem vivido desmorona.

O fato é que, depois de ler o primeiro livro, eu fiquei cheia de expectativas, contando que esse seria tão bom quanto, ou pelo menos chegaria perto de ser. Não odiei, não amei. Só não recomendo, não comento nem nada, li várias resenhas, e a opinião é dividida em amei totalmente, e odiei muito.
Achei que faltou algo, precisava de mais alguma coisa. A trama toda muito previsível, e já sabemos como acaba certo? É isso, beijos.


site: http://www.eupraticolivroterapia.com.br/2016/07/resenha-o-coracao-do-leao-signos-do.html
comentários(0)comente



Sansanshow 02/04/2017

MUITO FOFO
"Vou lhe provar que "Para sempre" não é apenas uma expressão, não é apenas uma medida de tempo que não termina, mas é também um lugar, o lugar onde guardarei seu coração."
O que posso dizer dessa leitura "O Coração do Leão" o segundo livro da série os signos. Achei uma leitura super gostosinha e bem leve, claro que não se compara a "A voz do Arqueiro", mas é um romance bem fofo e que me prendeu do começo ao fim.
comentários(0)comente



Elida | @meninaentrelivros 31/03/2017

Evie e Leo se conhecer em um lar adotivo ainda crianças, se tornaram amigos e com o tempo um sentimento novo tomou conta do coração de ambos. Um tempo depois, Léo foi adotado, porém na noite em que foi dizer a Evie, prometeu a ela que ficariam juntos quando completassem 18 anos. Mas, essa foi a última vez que Evie viu Leo.

Oito anos se passaram e Evie conseguiu se reerguer, ter uma vida, emprego, casa (mesmo não sendo própria), amigos de verdade. Porém, ela passou a ser seguida por um homem misterioso, Jake Madsen. Um homem bonito e encantador. Evie sentiu uma atração enorme por ele e teve como não se apaixonar pelo belíssimo homem de intenso olhar.

A autora passa toda a dor de ser adotado e abandonado pela própria família. O problema de estar em um sistema de adoção e algumas coisas ruins que pode acontecer. Chorar é uma das coisas que acontece nesse livro, a dor de Evie ao saber do que aconteceu com Leo. De como ela lutou na vida até sair do sistema de adoção. Das coisas em que Jake a fez passar, das mentiras? preconceitos. Do que o próprio Jake passou até chegar até Evie... Um livro de 208 páginas que lhe prende do início até o fim, lhe mostrando as surpresas e as voltas que a vida dar. Super recomendo esse livro.

?O mundo todo é um circo. Às vezes você escolhe seu número e às vezes ele lhe é determinado.?
comentários(0)comente



Ana Caroline 16/03/2017

Bem mais fraco do que esperava.
Termino O Coração de Leão com uma sensação confusa. Não supera, nem chega perto do quanto A Voz do Arqueiro mexeu comigo, mas isso talvez se deva ao fato de eu não ter me apaixonado tanto pelos personagens. Faltou algo no Leo que me fizesse gostar tanto e "aceitar" sua história de sofrimento como no Archer, mas antes de explicar mais isso, vamos a um resumo da história.

No segundo volume da série Signos do Amor conhecemos a história do Léo e da Evie. Duas pessoas que ainda crianças se conheceram em um lar adotivos e que se aproximaram muito rapidamente. Criando um grande laço de amizade a medida que o tempo passava, abruptamente isso teve que ser interrompido pois Léo foi adotado e sua família iria mudar-se para outro país. Ou seja, a amizade forte entre os dois iria ser desfeita. Nenhum dos lados querendo que isso aconteça, e nos últimos momentos vendo que essa ligação se transformou em amor, Léo faz promessa com a Evie em que seu 18 anos — afinal a diferença é de 1 ano — ele voltaria e nesse meio tempo mandaria cartas e telefonaria quando possível para ela.

Só que isso nunca aconteceu. Nenhum carta do seu amigo chegou, quanto menos notícias. Oito anos após, querendo viver sua vida, Evie está trabalhando e se sustentando vendo a vida passar. Até que ela descobre que está sendo perseguida por uma pessoa, um homem chamado Jake. E quando vai confrontá-lo, ele se apresenta como amigo do Léo que veio vê-la a mando dele. Como será que Evie vai lidar com cicatrizes passadas sendo abertas?

Quem, assim como eu, lê vários e bons romances, irá perceber na hora que rumo irá tomar o enredo. E com pequenas pistas da narrativa, é praticamente certo sabermos o que irá decorrer. Ao meu ver, apesar de odiar essas situações e querer ser pega de surpresa, acho que esse nem foi de longe o ponto principal da história que me chateou.

"...Mas a única coisa que conseguimos ao ficar cogitando o que seria da nossa vida se tivéssemos escolhido outro caminho é chegar a perguntas sem respostas e a uma tristeza que não pode ser curada. Não importa como chegamos onde estamos, tudo o que podemos fazer é seguir desse ponto em frente." pág. 96

A medida que vamos conhecendo o passado da nossa protagonista e encaixando junto com o seu presente, a todo momento nos perguntamos porque nos apareceu Jake e não o Léo. Temos uma explicação bem no início do porquê, porém mesmo assim aquilo não te convence. Acho que a trama foi bem trabalhada na medida do possível e do que a Mia queria criar, mas vejo algumas pontas soltas, ou mesmo implicância de algumas explicações de situações que estão na linha principal de história.

Primeiro ponto seria que Jake não é tão cativante quando o personagem do antecessor. Apesar de ter lido à 2 anos atrás, a comparação infelizmente se fez presente. Algumas atitudes dele eram completamente evasivas e estranhas, e por mais que isso te instigasse a querer conhecer mais sobre ele, a ideia de que o que você imaginava e já sabia se encaixa perfeitamente nele, te frustra. Vai ser muito difícil explicar isso sem dar spoiler, entretanto parece que a autora se utilizou de "fórmulas" para esteriotipar ele.

Segundo que talvez essa surpresa da autora não foi bem trabalhada. Quando descobrimos o plot twist e nós é apresentado os motivos dessa reviravolta, não fiquei tão convencida o quanto queria. Parece que faltou argumentos da escritora para nos fazer acreditar que "esse sofrimento todo teve que acontecer por tal motivo". Eu entendo e ao mesmo tempo aceito essas circunstâncias, contudo faltou algo.

Entretanto o que me fez querer ler o livro até o final é a Evie. De uma personalidade calma, simples, com uma fé inabalável em acreditar no ser humano, ela te conquista desde as primeiras cenas. Ela é uma mulher que você quer ter como sua amiga, quer que ela seja feliz e é isso que vai ter motivar a fazer a leitura toda. Apesar de passar por alguns percalços, você sorri quando chega no final e vê que tudo valeu a pena.

É um livro curto, em torno de 206 páginas para passar uma tarde e que agrada quem gosta de romances bem leves no sentido não esperar muito coisa. Tem bastantes cenas adultas todavia que ainda não o encaixa no gênero somente erótico por causa do alto drama que temos presente. Mas quem não curte, fica o aviso. Para os mais sentimentais, a medida que lemos alguns capítulos no passado, irá ter algumas lágrimas rolando. E também quando vemos o passado das figuras principais. Recomendo lenços.

"Todos têm na própria mente uma história sobre quem são. Essa história nos define, determina nossas ações e nossos erros. Se a sua história é cheia de culpa, medo, ódio por si mesmo. a vida pode parecer uma desgraça." pág. 205

Por esses motivos a minha nota seja 3. O mercado está cheio de volumes da mesma maneira, cheio de romances que não surpreendem. Por A Voz do Arqueiro ter me conquistado muito, cheguei com muitas expectativas aqui, que acabaram não sendo atendidas. Não é um livro ruim, horroroso e não passível de ser lido. Só que para aqueles que são fã do gênero verão mais do mesmo.

Nos aspectos físicos, gostei bastante da capa, já que tenho uma ligação maior com capas com pessoas, a diagramação é simples e certeira para agradar na leitura, temos uma quebra de cena com um símbolo do zodíaco do leão — remetendo a série e ao signo escolhido — com uma revisão boa, sem nenhum erro ortográfico. A narrativa é feita no presente e no passado, pelo ponto de vista da Evie.

Não sei se irei continuar a série porque me desanimei muito aqui e soube que a Arqueiro não irá mais dar continuidade na publicação. Dois motivos para desistir e repensar se continuo ou não. Quem sabe futuramente volte, contudo acho meio difícil. E vocês, já leram O Coração de Leão? Tem vontade de ler? Deixa nos comentários.

site: http://diariasleituras.blogspot.com.br/2017/03/resenha-o-coracao-do-leao-mia-sheridan-signos-do-amor.html
comentários(0)comente



Mais Clube 16/03/2017

O Coração do Leão
Quando criança Evie acabou indo parar num orfanato e alguns meses após ela conheceu o garoto que viria a se tornar seu mais leal amigo: Leo. E no meio de tanta dor e sofrimento ele foi seu porto seguro, seu melhor amigo e, depois de um tempo, seu grande amor.
Porém ele acabou sendo adotado e enviado para longe, mas uma promessa ficou… Ele prometeu que voltaria e que ficariam juntos.
Anos se passaram e Evie nunca mais teve noticia de Leo, as cartas não chegaram e a promessa não foi cumprida, e agora ela consegue ter uma vida normal e segura. Isso até um estranho começar a segui-la, de forma nada profissional, por todo canto.
Um belo dia Evie decide confrontá-lo e é dessa forma que ela descobre a trágica notícia que seu Leo se foi para sempre.
Apesar da dor da perda Evie não pode negar que sente uma forte atração por Jake e aos poucos essa atração vai aumentando e o relacionamento entre eles vai ficando cada vez mais sério. Estaria ela disposta a abrir mão de sua segurança e viver um louca, e um tanto inconsequente, paixão?
Mas Jake tem um segredo e esse segredo pode por tudo a perder com Evie.
Será que esses dois serão capazes de perdoar seus passados e almejarem um futuro juntos? Um amor novo e vibrante poderá superar o passados e seus obstáculos?
Antes de mais nada gostaria de deixar claro que não há nenhuma relação do primeiro livro, A Voz do Arqueiro, com este livro. Em geral estamos acostumados a uma relação e uma retomada de personagens de um livro no outro, isso não acontece aqui.
A história de amor de Evie e Leo é linda, ambos passaram por traumas em sua infância e conseguiram se unir e criar uma segurança no meio do caos que eram suas vidas ( o mesmo não aconteceu com a amiga deles, Willow, que acabou se tornando uma viciada e morreu).
Quando Evie conhece Jake ela já é mais madura e por mais que ela queira se manter firme e um pouco afastada dele ela não consegue resistir a forte atração que sente e se entrega de corpo e alma a essa paixão. E quando tudo parece estar a mil maravilhas uma notícia bombástica surge e com isso balança totalmente as estruturas do frágil relacionamento dela com Jake. Será ela capaz de perdoar as mentiras e poder construir um futuro com o homem que ama?
Mia Sheridan, mais uma vez, nos apresenta uma linda e tocante história de amor. Cada história é contada pensando em um determinado signo e na característica mais forte dele. Nesse caso temos a lealdade do leão.
Estou simplesmente apaixonada pelas histórias desta autora e super ansiosa pelo próximo!
Super recomendo!!!!

site: http://maisclube.com.br/2016/01/resenha-coracao-do-leao.html
comentários(0)comente



Sarinha 15/03/2017

Essa série está me ganhando!
Esse é o segundo livro da série signos do amor, e nele conhecemos a historia da Evie e do Leo.


Evie e Leo se conheceram em um lar adotivo, ambos não tiveram uma boa infância, ambos foram abandonados pelos pais....Eles começaram a passar um tempo juntos, e a cada dia foi crescendo uma amizade entre eles.Depois de anos de amizade os dois começaram a sentir algo muito mais profundo, e então foi ai que eles perceberam que estavam se apaixonando.

Mas por ironia do destino Leo foi adotado por um casal que morava do outro lado do país, com isso em mente Leo decide fazer uma promessa para a Evie que quando ele chegar na sua nova casa ele iria escrever para ela, e quando ela completasse 18 anos ele iria busca-lá.

Mas Leo nunca escreveu, e nem foi busca-lá...

8 anos depois Evie mora sozinha, trabalha em dois empregos e nunca mais sequer teve uma noticia de Leo...Até que um dia Evie percebe que está sendo perseguida, e isso continua durante dias...Evie está de saco cheio desse cara, e por isso ela decide abordá-lo.
Quando ela o pergunta do porque dele está seguindo-a, ele revela que o nome dele é Jake e que era um amigo de Leo.Ele conta que Leo morreu, e que antes de falecer pediu para que ele á procurasse e se certificaria que ela estava bem.

O "mensageiro" (Jake), é um homem muito atraente e rico.Trabalha na empresa de seu falecido pai, e está muito interressado em Evie...Evie está muito confusa em relação aos seus sentimentos, e ela nunca pensou que pudesse gostar de alguém como gostava de Leo..

Mas quando Jake entrou na vida dela, ela sabia que estava ferrada...Eles começaram a passar muito tempo juntos, e Evie começou a se apaixonar por Jake.
Mas Evie sabe que Jake está escondendo muitas coisas dela, e com isso em mente ela decide que não vai descansar até descobrir o que é...Mas Evie só não sabe de uma coisa, que esses segredos podem acabar com o relacionamento deles..


Eu sinceramente não sei porque gosto tanto desse série, porque ela não tem nada de mais, sabe?Mas, cara, sei lá, estou muito confusa...A única coisa que eu sei é que eu gosto dessa série, mas se você me perguntasse o porquê eu não saberia como te responder.
Eu achei esse livro muito previsivel, mas o que me supreendeu é que a leitura em nunhum momento ficou entediante ou chata, pelo contrario, eu devorei cada página!!

Se recomendo??

Simmmm!

;)
priscila.wenzel 15/03/2017minha estante
Amo esse livro. Já leu A Voz do Arqueiro? É melhor ainda e acho que vc não vai achar tão previsível assim ^^


Sarinha 15/03/2017minha estante
Priscila, eu já li sim!E gostei muito, muito mesmo...Eu estou focada em ler todos os livros dessa série.


Sarinha 15/03/2017minha estante
Priscila, eu já li sim..E gostei muito, muito mesmo...Agora eu estou focada em ler todos os livros dessa série!


priscila.wenzel 16/03/2017minha estante
Eu tbm quero ler todos


Sarinha 17/03/2017minha estante
Fico feliz!


priscila.wenzel 17/03/2017minha estante
:D




Carol 07/02/2017

"E quando ele ri, juro que uma parte da minha alma - aquela que guarda segredos até de mim mesma - tenta ir na direção dele, como se a felicidade desse homem fosse um imã invisível para o meu coração."

Evie sente seu mundo desmoronar quando aos 14 anos seu melhor amigo, Leo, é adotado por uma família que o leva para San Diego, porém ele promete: mandar uma correspondência assim que chegar, passar o novo telefone, manter o contato e ir buscá-la no orfanato quando ela fizer 18 anos. A amizade dos dois foi construída em cima da dor do abandono e das dificuldades que passaram juntos, uma amizade tão protetora que virou amor, um amor tão puro que parecia que a distância não iria destruir, por isso Leo faz essa promessa... Mas não a cumpre.

Oito anos depois Evie trabalha de camareira em um hotel e faz bicos em um buffet, mas é feliz com a sua vida, com as coisas que conquistou e com a calmaria que a sua vida atingiu aos 22 anos, até que começa a ser perseguida.

Após abordar seu perseguidor, Evie descobre que ele se chama Jake Madsen e que foi mandado por Leo para saber com a amiga da adolescência estava. Evie não consegue evitar a atração que sente por ele (QUEM CONSEGUIRIA?), será que essa nova atração vai ser capaz de apagar aquele amor de tantos anos atras? E o principal: será que ela pode confiar em um estranho?

Nesse livro da Mia Sheridan vemos a história de um amor forte, intenso e que perpetua mesmo com as desencontros da vida e diferenças sociais. Vemos aquele primeiro amor e primeira decepção amorosa que parece que nunca vai passar e também uma pessoa que se permite uma segunda chance, que se permite tentar de novo.

O livro "O coração do leão" é o segundo livro da série "Os signos do amor", mas fiquem em paz que são livros independentes e não tem spoiler aqui. Eu amei o primeiro livro "A voz do arqueiro" e gostei muito desse também, mas o achei previsível e em alguns momentos acho que alguns diálogos poderiam ter sido mais elaborados. Porém a escrita da Mia é, novamente, cativante e Jake é apaixonante, como faz pra conseguir um perseguidor desses? haha

site: www.nossaressacaliteraria.com.br
comentários(0)comente



Thai 04/02/2017

Resenha O coração do leão
Evie é uma moça batalhadora que desde pequena aprendeu que o mundo não era cor-de-rosa, sua infância foi passada em lares provisórios, já que sua própria mãe nunca foi lá um exemplo de boa conduta e os abusos eram constantes psicológicos acabariam tornando-se irreversíveis caso a menina não fosse tirada daquele lar promiscuo e deteriorado, mas ser uma criança rejeitada e desprotegida pela família não era um fardo fácil de carregar enquanto crescia, alvo de piadinhas e comentários maldosos, Evie acabou encontrando nas histórias que inventava um alivio para seu sofrimento, até que ele apareceu...
Leo também tinha sua carga de problemas em casa quando chegou ao lar temporário, o menino taciturno e mal humorado acabou cedendo e desabrochando ao lado de Evie, juntos conheceram o sabor do primeiro amor. O casal foi separado quando Leo foi adotado na adolescência e apesar das promessas de não se separarem jamais, mesmo com a distância, ele desapareceu por oito anos.

“Vou lhe provar que “para sempre” não é apenas uma expressão, não apenas uma medida de tempo que não termina, mas é também um lugar, o lugar onde guardarei seu coração” p. 201

Ler sobre as dificuldades de Evie e ver a pessoa que ela se tornou foi motivador, ela é uma personagem forte e carismática, apesar de todo o seu drama pessoal ela superou essa adversidade e se fez mais forte. Confesso que tive muita raiva de Leo por ter quebrado a promessa e abandonando Evie por uma segunda vez, mas como Mia Sheridan é uma caixinha de surpresas ela colocou no caminho de nossa querida mocinha alguém a altura: Jake Madsen.
Jake chegou a vida de Evie com uma missão: descobrir como ela estava e assim sanar uma promessa feita a algum tempo à Leo. Apesar dos mistérios que rodeiam a vida desse homem é impossível não se apaixonar pro ele, fato que também aconteceu com Evie, depois de tantos anos aprendendo a duras penas a se virar sozinha ter alguém para ampará-la, protegê-la e cuidar dela, além de demonstrar um afeto genuíno seria a maior realização de Evie, mas quem de verdade seria Jake Madsen? Que segredos ele esconde?
O livro é narrado por Evie, mesclando fatos presentes como também flash do passado com Leo, ir recontando sua história é uma forma de habituar o leitor à sua história, mas também ir construindo gradativamente a relação entre ela e Leo, confesso que me apaixonei pelos dois logo de cara, tão sofridos, judiados e ao mesmo tempo tão crentes de que o amor de adolescência seria suficientemente forte para aplacar toda a dor pela qual já tinham passado.

“Já ouvi pessoas dizerem que se perderam em um beijo, mas nós dois nos encontramos no instante em que nossos lábios se tocaram.” p. 43

Como disse fiquei muito chateada com o sumiço de Leo, mas também curiosa pelo que teria acontecido para que o amor até então indestrutível perdesse significado, a chegada de Jake trouxe respostas e novas dúvidas, mas ao mesmo tempo um novo amor, tanto para Evie, quanto para mim como leitora.

“Nesse momento percebo que cair, seja de cara no chão ou de amores por alguém, é sempre um pouco assustador, mesmo que aconteça lentamente.” p. 122

Mia tem o dom de escrever, isso é um fato. No primeiro livro tive receios e comecei a lê-lo com um pé atrás, nesse segundo volume da série já comecei a leitura empolgada, sabendo que nas páginas encontraria uma história linda. Não foi frustrante em nenhum sentido, a dramaticidade da história atrelada a magia do amor foi uma combinação única, que trouxe lágrimas e sorrisos, virei a noite lendo, simplesmente não conseguia ou queria parar! É uma história da qual você lê, relê e não enjoa, aliás já estou na ansiedade esperando o próximo livro!
Espero que leiam e já tenham de antemão na cabeça a certeza que irão se apaixonar!

site: http://felicidadeemlivros.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Paloma Casali 27/01/2017

ILUSÕES NOTURNAS
Gente, talvez eu tenha lido o livro no momento errado, mas a verdade é que não me apaixonei por ele. Fico triste em dizer isto, mas acho que o problema é que criei muitas expectativas depois de ter lido e me apaixonado pelo livro A Voz do Arqueiro, e, digamos que acabei me decepcionando um pouco. Enfim... deixa eu tentar explicar melhor...

Acho que a história de Leo e Evie tinha tudo para ser um super romance, e vir carregada de emoção – assim como foi o livro de Archer e Bree -, entretanto me senti lendo uma versão mais leve de 50 Tons de Cinzas (algumas pessoas vão me matar agora). Ela: doce e especial; ele: com traumas e cheios de segredos. Ele chega na vida dela e de uma hora pra outra já quer dar o mundo – conserta coisas, dá computador, quer que ela se sinta em casa na casa dele, enfim... são tantas coisas.


"- E, Evie, quando você se afasta das pessoas, mesmo de estranhos, precisa saber que os olhos delas a acompanham. E vou lhe dizer o porquê, já que eu mesmo me sinto assim. É porque elas não querem ver sua luz saindo de perto delas. Querem ver você indo na direção delas, e que fique com elas..
- Eu...
- Então, talvez eu não saiba qual o seu prato favorito nem o dia do seu aniversário. Mas o que eu sei a seu respeito é lindo, Evie, e isso faz com eu que eu tenha certeza de que quero saber mais." - P. 80
....

>>>> Continue lendo a resenha no blog!

site: http://ilusoesnoturnas.blogspot.com.br/2016/02/resenha-o-coracao-do-leao-mia-sheridan.html
comentários(0)comente



77 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6