O Último dos Canalhas

O Último dos Canalhas Loretta Chase




Resenhas - O Último dos Canalhas


136 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Rebeca.Lopes 09/05/2019

Amei
O último dos Canalhas realmente roubou meu 💓. Falando de cara dos pontos negativos volto a repetir sobre a linguagem, fora isso, as coisas que não gostei foram o nome do personagem masculino (Vere Mallory) e os apelidos dados a personagem feminina (Lydia Grenville). Francamente gente, chamar a menina de "Mulher Dragão"(entre outros) só porque ela era independente e determinada foi no mínimo uma atitude boba. E Vere como nome para o nosso herói não convenceu muito, sei lá, faltou o TCHAN que deixaria tudo mais emocionante.

Mas falando sobre a história só tenho elogios. A autora conseguiu elaborar passados muito inteligentes que vão se encaixando na narrativa de forma divertida e empolgante. Desde o começo do livro me diverti com a disputa entre os pombinhos e em como nossa heroína é corajosa e inteligente. Nosso herói não deixa por menos também e está sempre a altura do desafio. Gostei como Loretta Chase conseguiu criar um enredo em que um personagem vai completando e surpreendendo o outro.

Os personagens coadjuvantes também foram muito bem desenvolvidos de forma que ajudaram a transformar este romance em uma aventura digna de uma releitura no futuro. Minha devoção maior vai para a cadela da nossa heroína que rouba a cena em diversos momentos. Quero ressaltar também a importância do trabalho da personagem principal que como jornalista se posiciona a favor dos que precisam e estão a margem da sociedade. Parabéns a Loretta Chase pela ideia, ponto altíssimo do livro.

Recomendo os dois livros, pois as histórias se completam, mas o segundo livro ganha de lavada do primeiro na minha opinião. Os dois livros, no entanto, valem a pena! São bons romances para se encantar e se divertir durante uma folga que você tiver.

Nota: 9

site: https://resenhasdaviciada.blogspot.com/2018/06/os-canalhas-loretta-chase.html
comentários(0)comente



Gy de Paula 06/04/2019

Leitura leve, sem grandes pretensões
Segundo livro da coleção do Canalhas, O Último dos Canalhas conta a história de Vere Mallory, duque de Ainswood, amigo de Lord Dain, o belzebu do livro anterior.
Mallory é um beberrão, fanfarrão que só quer curtir a vida. Acaba se intrometendo onde não foi chamado e atravessando o caminho da jornalista Lydia Grenville.
Lydia, dona de uma linda mastin - Susan -, luta por aquilo que acredita e tem um fraco por ajudar mulheres em condições de vulnerabilidade. Solteirona assumida, aos 28 anos tem uma carreira sólida no jornalismo, coisa rara para a época em que os "escrivinhadores" eram, em sua maioria, homens.
Sem nenhum senso de perigo, Grenville se mete em algumas enrascadas e acaba contando com a ajuda do duque para se safar.
Bert, cunhado do Belzebu, um personagem sem graça do livro anterior, neste volume se desenvolve bastante e tem um bom destaque.
A história é o quotidiano do romance histórico. Tem uma pegada meio violenta em algumas passagens e uma boa dose de maldade. Como de praxe, tem umas cenas bem quentes (que eu dispenso totalmente).
comentários(0)comente



Edinamar 03/04/2019

O último dos canalhas
É uma história fantástica, q nos prende do inicio ao fim.
O casal nos faz rir e emocionarmos
comentários(0)comente



Natallia viana 29/01/2019

O último dos canalhas
Um romance lindo e super divertido, uma personagem feminina a frente do seu tempo, que só segue as próprias regras e faz de tudo para proteger aquelas que precisam de ajuda, e que mesmo tendo sofrido tanto quando mais nova, nao deixou se abalar e continuou a seguir o seu sonho.
Um Duque que tem a pior fama possível e é o mais devasso de todos, mas que lá no fundo é uma ótima pessoa, mas esconde todos esses sentimentos devido às várias tragédias as quais abalaram sua vida.
Um romance que vai te envolver aos pouco mas no final vai te conquistar por completo, e em meio a essa história ainda temos algum suspense e aventura e revelações as quais vão dar um novo rumo a história.
Este é um livro pra começar com aquele aperto no coração, e morrer do rir com todas as situações entre os personagens e terminar se apixonando com toda a história.
comentários(0)comente



Adriana 28/01/2019

Uma delícia
Uma delícia
os diálogos são o ponto alto do livro
A mocinha muito briguenta e o heroi sagaz
comentários(0)comente



Amanda Caldeira 02/11/2018

Aaaaa canalhas!
Esse livro sim é muito bom! Nele entendi o ritmo, desenvolvimento de pensamento, polêmicas e tratativas da autora (o primeiro achei pouco elaborado e com uma história "jogada", apesar de ter amado o irreverente Marques de Dain e a tempestuosa Jéssica Trent).
Bom, nesse livro temos o infame e infeliz duque de Ainswood, Vere Mallory junto a polêmica e temida Lydia Grenville. Vere nunca acreditou que seria duque, sendo o mais novo de três irmãos e o ducado tendo estado no ramo do seu tio que tinha filhos homens e netos em abundância. O que ela não esperava era as sucessivas tragédias: primeiro os pais, depois os tios, então os irmãos, seu primo (o então 4° duque) e no fim, a mais dolorosa de todas, o pequeno Robbie de apenas 8 anos. Ele passou boa parte da sua juventude em funerais e levava uma vida desgarrada, fazendo valer seu apelido de o último dos canalhas Mallory.
Lydia é uma jornalista, famosa colunista de uma jornal de médio porte em Londres, é tão temida quanto admirada nas rodas de intelectuais. Lady Grendel como é chamada pelo público teve uma vida difícil, a mãe morreu quando ela tinha dez anos e algum tempo depois ela perdeu a irmãzinha vítima de uma pneumonia, desde então ela vem lutando pelos menos favorecidos e defendendo as classes esquecidas pelos nobres.
Esses dois loucos se encontram por acidente, quando Lydia tentava salvar uma mocinha de ser apanhada por uma cafetina e prostituta do submundo londrino, uma discussão, um desmaio, um soco e um beijo depois gerou um grande reboliço em Londres e também no coração dos nossos protagonistas. Eles então começam um joguinho de bem me quer, mal me quer, mas nunca conseguem ficar muito longe um do outro.
Depois de uma aposta, eles acabam se casando, porém uma descoberta sobre as raízes de Lydia e a fuga das sobrinhas tuteladas de Vere, eles se entregam a um amor fascinante e forte que me deixou surper feliz. Amei mesmo o livro e destaque pro final!!! Também adorei as participações de Bertie Trent, Tansim, Lorde Dain, Jéssica e as crianças. Fiquei muito mais apaixonada pelo marquês de Dain nesse livro do que no dele. Enfim, esse vale super a pena!!!
comentários(0)comente



Maria.Eduarda 16/10/2018

Certamente meu livro favorito. Temos a história de um libertino que luta contra seus sentimentos, e uma mulher independente em meados século XIX.
comentários(0)comente



Perdição Literária 16/10/2018

Mais ou menos
O livro é mais ou menos. Sem dúvida, a narrativa da autora é espetacular, os diálogos extremamente inteligentes, a trama bem amarrada também. Estou impressionada com a capacidade de escrita dessa autora. Apesar disso, não sei bem o que houve aqui, acho que o problema está na historia em si, um pouco arrastada. Além disso, parece que os protagonistas não estavam tão envolvidos, eu achei o romance bem fraco, sem sal, sem vida. Pelo menos não me senti estimulada, animada ou envolvida. Foi com muito esforço que concluí a leitura, por pouco não a abandonei. Definitivamente, o Principe dos Canalhas é muito melhor!
Cassia.Santana 01/02/2019minha estante
Tô na metade do livro e sinto o mesmo.




Regiane.Braga 24/09/2018

O último dos canalhas
Mocinhos decididos são os meus favoritos, libertinos ou não.. o cara tem que saber o quer quê e correr atrás.. eis que é exatamente o Vere faz .. muito bom!!!
comentários(0)comente



Nath Nakaishi 21/09/2018

Favoritei sem dúvidas!
Eu acho essa autora um pouco cansativa no começo dos livros.
Tenho a sensação que sempre demora um pouco para "engatar", mas sempre vale a pena.

O título tem bem pouco a ver ...
Eu já estava imaginando mais um romance histórico gato e rato, porém fui positivamente surpreendida.
O enredo se passa em diversos cenários, com muitas mudanças, com personagens coerentes,que amadurecem. Sem falar dos problemas sociais apontados que mostram o quanto evoluímos (ou não) e a desigualdade permanece.

Também é muito inspirador ver uma feminista e escritora em 1800.

Favoritei sem dúvidas! Morri de rir com o Vere e a Lydia.
Eles são muito engraçados!!! Esse Vere é um pateta!!
comentários(0)comente



Pâm 27/08/2018

Quase desisti
Uma tentativa frustada de se igualar ao primeiro livro, sério quase dormi lendo esse livro, a personagem principal era chata, o mocinho mediano e os outros personagens(ainda os remanescentes do primeiro livro) ficaram cansativos. A história em si teve um ponto alto é apenas isso, foi uma leitura cansativa, entediante, nem tem comparação com o primeiro, que te faz suspirar, rir e se apaixonar, com esse foi bem, bem, menos.
comentários(0)comente



Deborah Strougo 26/08/2018

Que surpresa boa!
Já tinha lido O Príncipe dos Canalhas e confesso que não gostei muito. Não que tenha sido uma experiência ruim, apenas não foi boa o suficiente. Por isso que quando vi O Último dos Canalhas vendendo na bienal eu fiquei na dúvida se comprava ou não. Confesso que acabei levando no impulso, mais pela capa do que qualquer outra coisa.

Mas quem diria que eu me surpreenderia tanto com Vere e Lydia! A química dos dois é quase palpável e ambos são muito divertidos. Gostei bastante de como a relação deles começou e foi se desenvolvendo a cada capítulo. Teve muitas trocas de farpas, conversas espirituosas e sensualidade envolvida.

A leitura, em geral, foi leve, mas tivemos momentos tensos e intensos que achei bem gratificante. Me peguei rindo mais vezes do que esperava e nervosa em alguns momentos. Foi uma delícia acompanhar esses dois, ver como o Vere escondia aquele coração mole dele por trás da casca grossa de canalha A Lydia também me conquistou desde o começo com sua postura firme e segura de si. Além de ambos serem super debochados!

Com certeza foi um dos romances de época que mais gostei e recomendo que todos deem uma chance para esse livro incrível com um enredo redondo e personagens cativantes.


site: https://www.facebook.com/deborahstrougo/
comentários(0)comente



Thai Zavadzki (@meowbooksblog) 14/08/2018

Muito melhor que o antecessor!
Venho há algum tempo tentando dar uma segunda chance a Loretta.
Não que ela seja exatamente uma autora ruim, não é isso, mas criei muita expectativa em cima de suas histórias devido ao renome que ela tem, que, no fim das contas, não foi correspondida. Gostei de O Príncipe dos Canalhas, porém, me decepcionei porque, pelo o que ouvia falar, esperava algo muito maior. Não gostei muito do mocinho, Lorde Belzebu, e mesmo que tenha gostado da Jessica, acho que ela não conseguiu segurar o livro sozinha e o pior ficou pro final, que tudo virou um baita novelão piegas e bobo a qual não gosto nem de lembrar lembrar.
Tentei dar outra chance para ela com a trilogia das modistas, mas nas primeiras páginas do primeiro livro eu já senti ânsia e não consegui continuar. Por fim, dei uma terceira chance, comprando esse livro.
Vere Mallory foi apresentado em Príncipe dos Canalhas, livro que se passa um pouco antes deste e pode-se dizer que sua aparição não foi das melhores, rs. Quando vi que a continuação seria com ele, não sabia muito bem o que esperar, fiquei insegura, mas confesso que me surpreendi. Ele funcionou muito bem como mocinho, muito melhor que o Sebastian (Graças a Deus), e seu par, Lydia, é tão espirituosa e astuta quanto a Jessica, a química entre eles funcionou muito bem desde o princípio, o que certamente me deu um gás a mais para continuar e aproveitar dessa história, que para mim já é a melhor da autora.
As intrigas inicias e o desenvolvimento do sentimento entre eles foi feita de forma excelente, assim como o desenvolvimento dos próprios personagens. Também gostei de um dos mistérios do livro, revelado nas últimas páginas. Raramente esses mistérios conseguem me pegar de surpresa, mas esse pegou, o que me faz aprovar ainda mais essa obra.
Enfim, Loretta Chase se superou na trama desse livro e indico o mesmo para todos que gostem de um bom e clássico romance de época. Ainda não sei se lerei outros livros dela, mas espero que sigam esse nível notável, caso o faça.
Nota 5/5 merecidamente!
comentários(0)comente



Fernanda 09/08/2018

Quero mais!
Apesar de ter amado O Príncipe dos Canalhas, confesso que comecei a ler O Último dos Canalhas com um pouco de receio, achando que o livro não iria surpreender e ser muito parecido com o primeiro. Mas me enganei, ainda que os dois livros tenham a mesma "pegada" e semelhança, a escrita da autora é excelente, leve, não deixar nada a desejar e torna impossível não gostar dos protagonistas e não se apaixonar por Aiswood.

É incrível como Loretta consegue nos fazer sentir em 1800 vivendo com os personagens. Uma surpresa que tive (E muito boa por sinal!) foi ela ligar as duas histórias. Eu adoraria se tivesse mais um livros dos canalhas, pois eles me arrebataram.

site: https://mundodaluunaa.wordpress.com/
Fran.Silva 06/10/2018minha estante
undefined




spoiler visualizar
comentários(0)comente



136 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |