Mil Pedaços de Você

Mil Pedaços de Você Claudia Gray




Resenhas - Mil Pedaços de Você


154 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |


Rayane @gamesandreads 21/04/2019

Resenha Mil Pedaços dr Você
Marguerite Caine desde pequena nunca teve uma infância normal como as outras crianças. Criada por pais cientistas, a casa sempre viveu rodeada de estudantes e aspirantes a ciência. Ao contrario do que muitos pensam, a casa vivia cheia de pilhas de papeis a cada cômodo.
????
Sua irmã, Josie, quer ser uma grande cientista, assim como os pais. Já Marguerite, decidiu ser uma artista e seguir um caminho completamente diferente. Mas isso nunca fez com que seus pais a amassem menos.
????
Finalmente, sua mãe faz uma grande descoberta: uma máquina chamada Firebird, criada por ela, capaz de permitir a passagem entre dimensões e transporte de pessoas. Mas a maquina desperta interesse em outros e seu pai acaba sendo assassinado. Todas as evidências apontam apenas para uma pessoa: Paul. Um dos estudantes e favorito do casal.
????
Porém, Paul, logo após o ocorrido, acaba fugindo para outra dimensão e Marguerite está disposta a tudo para vingar a morte de seu pai, inclusive a matar o assasino. Mas, será que ela seria capaz disso?
????
No início, a leitura fluiu um pouco lenta para mim. Mas levando em consideração que ando de ressaca, isso não foi culpa do livro. Porém, pouco mais de 20% do livro lido, eu não conseguia mais parar! Mesmo estabelecendo uma meta por dia, eu ficava curiosa para saber o que aconteceria em seguida.
????
A estória te envolve e te deixa curioso para saber o que vem em seguida. Os personagens são cativantes cada um a sua forma. Marguerite é uma mulher incrível e corajosa, mas também tem suas dúvidas, o que a torna mais humana, fazendo com que eu gostasse mais ainda dela. Sem contar o plot twist que eu não esperava e o final que eu senti a urgência de ter o próximo livro!Um livro no qual super indico que você leia!
comentários(0)comente



Júlia Raquel 01/02/2017

Continuação, por favor!

Sabe aquele livro que você compra pela capa, não coloca muita fé na sinopse e no fim acaba ganhando um tapa na cara com tamanha a qualidade? Prazer, “Mil pedaços de você”.

Marguerite Caine é filha de dois renomados cientistas responsáveis por pesquisar e provar a existência de multi dimensões. Seu mundo é virado de cabeça para baixo quando o seu pai é assassinado misteriosamente e todas as pistas apontam para um de seus assistentes como o responsável por esta morte. Agora, ela precisa tomar uma difícil decisão e embarcar em uma aventura com seu amigo Theo, também cientista, para caçar o assassino de seu pai.

Para que isso seja possível, eles terão que usar o Firebird – dispositivo desenvolvido pelos pais de Marguerite, que é a única coisa capaz de ligar suas consciências a outras dimensões. Mas, o que são essas dimensões? A cada nova escolha que se faz diariamente, uma nova dimensão é criada. Quando você escolhe comprar um quadro rosa, em outra dimensão você escolheu o azul, por exemplo.

Na busca por respostas ela é apresentada a novas realidade e precisa correr contra o tempo se quiser descobrir porque tudo isso está acontecendo com sua família. E, principalmente, porque Paul Markov, o assistente, não parece ser o assassino que deveria.

Agora deixo aqui o meu depoimento de amor pela dimensão da Rússia. Foi a minha preferida de longe. Lá a Marguerite é uma grã-duquesa filha do czar e acaba ficando presa por um período de tempo maior, o que faz com que ela seja forçada a conviver com a família real e se portar como a realeza. Marguerite precisa viver como a Marguerite dali - e tentar não se apaixonar por aquele Paul. Será possível?

Este foi o primeiro livro com o tema ‘viagens dimensionais’ que eu pude ter a oportunidade de ler. Incrível, é como posso defini-lo. Gostei muito de todo o desenvolvimento, a abordagem dos diversos mundos, o amadurecimento dos personagens, porém, o único ponto que não me agradou 100% foi o final. Mas, por quê? Já nas primeiras páginas eu saquei o desfecho final da obra. Claro, eu não tinha ideia de como iria desenvolver-se, mas sabia o final. Mesmo assim não foi decepcionante.

“Mil pedaços de você” é uma história futurística que envolve viagens interdimensionais e um amor capaz de sobreviver a todas essas dimensões. Super recomendado.

Para mais resenhas, acesse:

site: https://www.instagram.com/lunaliteraria/
comentários(0)comente



Aninha 19/11/2017

Mil pedaços de você
Marguerite é filha de um casal de Físicos que juntos fazem uma descoberta que pode dividir a história! Primeiro, você precisa saber que a nossa dimensão não é a única no Universo, existem várias delas e através do Firebird é possível viajar entre elas. Quando o Firebird é finalmente concluído, o que era para ser motivo de festa vira tormento: o Firebird e toda a pesquisa de Sophie e Henry é roubada por um dos assistentes do casal, Paul Markov. Pra piorar, Henry morre de uma maneira muito suspeita e o principal suspeito do assassinato do Dr. Henry é Paul, que após os acontecimentos, pulou para outra dimensão sem deixar explicações.

Desvastada pela tragédia que pairou em sua família, Marguerite une-se a Theo, o outro assistente de pesquisa de seus pais, que possuia dois protótipos do Firebird e juntos, resolvem procurar o assassino por toda a vastidão do universo. No entanto, Marguerite tem muitas dificuldades em acreditar que Paul, que era tratado por seus pais como um filho, tenha cometido tal atrocidade. Como aceitar que o boyzinho por quem você tem uma certa atração tenha causado a destruição de sua família?

Theo e Marguerite encontram Paul em uma dimensão tecnologicamente mais avançada, e ele jura não saber da morte de Henry, mas de uma coisa ele tem certeza: Marguerite tem que voltar para casa pois está correndo um sério perigo! Sem dar tempo para perguntas, Paul salta para a próxima dimensão e deixa mais dúvidas na cabeça de Marguerite. Ela não acata o conselho e salta para a próxima dimensão atrás de respostas, e, para o seu total espanto, ela vai parar em uma dimensão onde ela é a grã-duquesa da Rússia czarista e Paul é o seu guarda pessoal.

Nessa dimensão a história toma um rumo completamente diferente e Marguerite tem que se virar sozinha, uma vez que Theo está do outro lado do continente e as formas de comunicação são completamente atrasadas. Neste momento, Marguerite tem de escolher se vai ouvir seu cérebro ou seu coração para conseguir levar paz a sua família e solucionar os mistérios que envolvem a morte de seu pai.

Pararei por aqui para não estragar a história!

Espero que vocês apreciem a história!

Boa leitura!

site: https://lercomentareamar.blogspot.com.br/2017/05/mil-pedacos-de-voce-claudia-gray.html
comentários(0)comente



Maisa @porqueleio 23/07/2020

Uma ficção científica com romance fofo!
Imagine que existem outras realidades coexistindo, universos paralelos em que os vários caminhos que podemos escolher sejam um conjunto de possibilidades. Mais ainda, que seja possível viajar entre essas dimensões. Pois é, nessa estória Marguerite vai fazer essas viagens através de um aparelho desenvolvido pelos seus pais – o firebird.

Ela é filha de dois brilhantes cientistas que, junto com outros dois alunos de pós graduação, desenvolvem essa tecnologia. Mas, o pai de Marguerite é assassinado, e um dos alunos, Paul, parece ser o responsável - mesmo porque ele foge com um firebird para outra dimensão. Por isso, Théo, o outro aluno de Henry e Sophia, resolve ir atrás de Paul no multiverso, e acaba levando Marguerite com ele. Os dois correm contra o tempo para encontrar Paul e escapar de uma organização misteriosa que pode estar interessada no mecanismo de viagem.

Bom, mesmo sendo uma ficção científica, já aviso que temos romance. Mas é muito gostoso viajar com Marguerite, e a chance de conhecer outras possibilidades, bem como encontrar algumas constantes, deixa a estória bem fácil de ser compreendida. O Theo é uma força fiel, e Paul um mistério que vai se desenrolando quando Maggie encontra suas cópias em outras dimensões. A descrição da vida dela na Rússia é tão fofa! Não dá para falar muito, mas o tenente Paul Markov deixou marcas...

O que mais gostei foi a forma como a autora descreve as outras dimensões, como pequenos desvios levam a caminho tão diferentes. Em uma dessas dimensões temos Beatles sem John Lennon, e fiquei me lembrando do filme Yesterday – um mundo sem Beatles não funciona direito, não é?

site: https://www.instagram.com/p/CCrVRE8DCD-/
comentários(0)comente



Lucimara 05/08/2020

Longe de ser incrível, principalmente por se tratar de um tema tão interessante quanto universos paralelos. Porém, é um livro muito fácil de se ler, com bons personagens e enredo. Não chega a ser surpreendente, mas isso não tira seu mérito. E o romance, que acaba se tornando o foco da trama, é gostoso de acompanhar, e o triângulo amoroso não chega a comprometer a trama.
comentários(0)comente



julia 18/06/2020

Resenha: Mil Pedaços de Você
Confissão: comprei Mil Pedaços de Você só por causa da capa.

Mas além de uma capa linda, Mil Pedaços de Você também tem uma história bem interessante e boa de ler. O conceito principal no qual o livro se apoia é o de universos paralelos. A parte de ficção científica é bem escrita e a Gray cria universos intrigantes que são apresentados para os leitores aos poucos.

Infelizmente, o romance tira a atenção da parte de descoberta dos universos paralelos e as consequências de afetar eles. É muito instalove junto com um triângulo amoroso e a Marguerite passa bastante tempo angustiada por causa dos sentimentos e relacionamentos dela.
Kerlange 11/08/2020minha estante
Eu também comprei por causa da capa, mas me arrependi amargamente




Gabi 23/01/2020

Mil pedaços de você
Quando eu comecei a ler esse livro, vou confessar que não dava muito crédito para ele não, já que não conhecia a autora, mas resolvi dar uma chance, porquê vai que eu me surpreenda, e foi isso que aconteceu.
Acho que pelo fato de eu gostar de ficção contribuiu para eu gostar do livro, só que, eu não sou muito chegada em livros que tem triângulos amorosos, e nesse tinha, e a indecisão da protagonista me deixou um pouco irritada, porque cada hora ela falava que estava apaixonada por um dos dois que não vou falar os nomes, porque senão seria um spoiler haha.
Enfim, me falaram que o segundo livro é bem melhor, gostei da escrita da autora, as viagens entre as dimensões e as conversas sobre a física, foi fácil de entender, pois a autora colocou em uma linguagem acessível a todos, e isso foi um mega ponto positivo. Então se você gosta de livros de ficção, gosta de um triângulo amoroso, esse é o livro perfeito pra tu.
comentários(0)comente



Gio @wondergio.reading 29/07/2016

Corações em pedaços
"Preciso de você. Preciso de todas as versões de você"

Já sei de onde eles tiraram a ideia para o título desse livro: foi do estado dos leitores depois de terminar a leitura! Eita livrinho que acaba com a gente, deixando nosso coração em mil pedacinhos.

É muito suspense, muita tensão, muitas reviravoltas.

Ah! E vai rolar triângulo amoroso para deixar tudo ainda mais complicado!

Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes.

Ok, mas eu não. Então as primeiras páginas de Mil Pedaços de Você foi meio confuso para mim.

Mas ainda bem que continuei a leitura! Porque a história só fica melhor, melhor e melhor.

Você está lá de boa achando que o melhor do livro já foi e PÁ algo UAU acontece.

Os pais de Marguerite inventaram um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas.
essa super invenção vale milhões de dólares e por causa disso, o pai de Marguerite é assassinado. E todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul.

Lembram do MATE PAUL MARKOV? Então, esse Paul.

Paul usa o Firebird e escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito.
Mas, a nossa super Marguerite resolve ir atrás dele, seguindo-o por várias dimensões até poder realiar a sua vingança.

O que é mais legal no livro? Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e de si mesma. Versões que são ao mesmo tempo parecidas e diferentes deles.

O que nos faz pensar: o que nos faz ser nós mesmos? O que faz de mim ser a Gi e de você, ser você? O que é único e imutável em nós, independentemete das vidas que levamos?

E o que o destino (se ele existe) tem a ver com isso? Será que podemos escolher a pessoa que nos tornaremos?

Entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?

site: https://www.instagram.com/monlivre/?hl=en
Patty 23/12/2016minha estante
Tah aí.... exatamente isso!!!!




Thais 18/05/2016

Muito bem escrito e bom mas...
Esse livro me fez lembrar da minha série favorita de ficção científica, Fringe, a teoria dos múltiplos universos é realmente muito interessante e a Claudia Gray aborda de um jeito bem legal sem necessariamente ser super especifico ou com terminologias complicadas. O maior porém, no meu ponto de vista, é a previsibilidade do enredo, já de cara tu já saca o que vai acontecer com a maioria dos personagens antes mesmo do meio do livro, além do tão velho e manjado, a garota, dois caras, uma escolha. Mas fora isso acho que os personagens foram bem construídos para um YA, não são tão bobos e tu não fica com raiva da burrice das pessoas, hahaha, vale a leitura.
comentários(0)comente



BlancBunny 10/10/2019

#letti_books _ Mil Pedaços de Você
Um livro maravilhoso que mistura romance, ação, suspende, viagens entre dimensões... INCRÍVEL! Estou ansiosa para descobrir o desfecho de toda essa bagunça. Uma leitura deliciosa e rápida.
comentários(0)comente



Bru 11/02/2020

Mil pedaços de você
Foi um livro que comprei em meio a uma viagem, pois acabei esquecendo o livro que lia em casa. Comprei como não queria nada, apenas pra passar o tempo e acabei sendo envolvida pela história de Marguerite Caine.
O universo do livro baseia-se na teoria das realidades paralelas e Maguerite se vê presa entre suas diferentes versões enquanto tenta decifrar a causa de um importante acontecimento em sua vida.
Além desse fato, ela ainda precisa decidir o que está sentindo em relação a dois caras por quem sua vida sempre esteve ligada.
É romance e, para aqueles que não gostam do gênero, pode ser até bem clichê, mas a maneira como a autora trabalha esse universo com o cenário de ficção científica é bem interessante.
comentários(0)comente



Giovana | Blog Dei um Jeito 02/04/2016

A dor de um shipp de outra dimensão (e dessa também?)
Marguerite Caine (Meg) é a ovelha negra da família, pois seus pais são físicos renomados em sua área, sua irmã está indo no mesmo caminho, a casa vive cheia de estudantes da área enquanto ela é uma artista talentosa, mas claro que em um ambiente desses ela tem um conhecimento mínimo disso. Seus pais e seus pupilos mais dedicados (Paul e Theo) estão trabalhando em viagens interdimensionais e com o patrocínio de uma empresa revolucionária eles conseguiram criar o Firebird, que é um dispositivo que permite essas viagens, porém não pretendem arriscar usá-lo.

Seu pai é assassinado e Paul se torna um dos suspeitos, porém ele foge com o Firebird e vai parar em outra dimensão, então o outro pupilo - Theo, arruma dois protótipos do Firebird e resolve ir atrás para matar o cara em qualquer que seja a dimensão, porém a Meg resolve ir junto para garantir que cubram mais dimensões, pois nelas há variáveis e ninguém garante que estejam em todas, eles precisam de seus outros Eus nelas para dominar mente em corpo enquanto usam os dispositivos.

Nessa jornada interdimensional somos apresentados a dimensões bem palpáveis para as origens e realidades dos personagens da nossa dimensão, são utilizados suas origens, escolhas de profissões e se o mundo conseguiu evoluir no mesmo ritmo ou não e se ocorreram catástrofes. Consegui entender muito bem essas variáveis e elas foram muito bem utilizadas para entendermos e conhecermos um pouco do passado dos personagens.

O romance que foi apresentado chegou a dar dor em certos momentos de tão belo, tem um triângulo amoroso a certo ponto que é justificável por tudo que veio ocorrendo na trama. Tudo isso relacionando o destino, que foi justificado nas dimensões e a tal ideia foi dada por um estudante de física usando toda a lógica possível e comprovada no livro.

Todo o conceito de física apresentado eu considerei bem palpável, o que talvez seja explicado por eu gostar de física (não bati a cabeça antes de escrever essa afirmação, juro), os mecanismos do Firebird lembram muito do Pomo de Ouro (Harry Potter). O livro é rico em referências a cultura pop, que foi outra coisa que adorei na trama. Sinto que em uma das dimensões teve um pano de fundo que lembra muito Guerra e Paz, caso tenha sido eu devo ter levado um spoiler da trama pois estou acompanhando a série baseada :(

A cada dimensão mostrada eu tinha uma teoria diferente do rumo que a autora tomaria, errei todas mas passo bem e agradeço aos plot twists que a autora trouxe. Gostei de como foram criados os personagens principais, que mesmo tendo tantas facetas fica claro que são um só, essa jornada de Meg em Mil Pedaços de Você serviu de auto conhecimento e para entender seu rumo de vida e enxergar quem está a sua volta mais nitidamente.

A escrita da Claudia Gray é bem gostosa e os conceitos de física não são tão densos para dar nó no cérebro e você consegue explicá-los tranquilamente, diferente de muita coisa apresentada em Doctor Who que você se perde todo ao tentar por as coisas em uma linha de pensamento.

site: http://deiumjeito.blogspot.com.br/2016/02/livros-mil-pedacos-de-voce-claudia-gray.html
comentários(0)comente



Talitando 14/03/2016

Num é que é bom?
Mil pedaços de você foi o livro que começou com polêmica aqui para mim. Polêmica que só eu vivi e eu mesma criei. Sim, esquizofrênico assim.
O caso é que eu me importei com opiniões alheias e parei de ler o livro porque segundo eu "ja sabia tudo que ia acontecer" e bem... You know nothing Talita! No fim das contas recebi mensagens lindas e maravilhosas que no fundo falavam: para de palhaçada e lê a porra do livro, e essa opinião sim, fez bem ouvir!

Mil pedaços de você conta história da Marguerite Caine, uma mulher que é artista e filha de dois brilhantes cientistas que criam o Firebird, objeto que permite a viagem entre realidades paralelas. Se eu gostei? MUITO! Tanto que dei 4 estrelas. Era um livro que dava pra gostar até mais, não fosse o romance super chatinho que a autora insiste em nos mandar goela abaixo.
Posso indicar como gênero de ficção científica uma vez que existe a preocupação de trazer uma explicação científicamente possível para o Firebird permitir a viagem entre realidades, mas se você é diabético literário como eu e não curte romances, vá com pé atrás.
Mas no todo a história é divertida, a leitura é rápida, tem complô, tem espionagem, tem viagem em realidades diferentes e ainda vai ter continuação! #vlog #books #manga #youtuber #vloggers #booklovers #instabooks #literatura #youtubechannel #Talitando #livros #book #booktuber #thousandpiecesofyou #ClaudiaGray #MilPedaçosDeVocê

site: www.youtube.com/c/Talitando1
comentários(0)comente



Dri 24/04/2019

Adorei
Marguerite Caine cresceu cercada por teorias científicas revolucionárias graças aos pais, dois físicos brilhantes. Mas nada chega aos pés da mais recente invenção de sua mãe — um aparelho chamado Firebird, que permite que as pessoas alcancem dimensões paralelas.
Quando o pai de Marguerite é assassinado, todas as evidências apontam para a mesma pessoa: Paul, o brilhante e enigmático pupilo dos professores. Antes de ser preso, ele escapa para outra realidade, fechando o ciclo do que parece ser o crime perfeito. Com a ajuda de outro estudante de física, Marguerite persegue o suspeito por várias dimensões. Em cada novo mundo, Marguerite encontra outra versão de Paul e, a cada novo encontro, suas certezas sobre a culpa dele diminuem. Nessas outras dimensões Marguerite se questiona: entre todas as infinitas possibilidades do universo, o amor pode ser aquilo que perdura?
...
“Mil pedaços de você” é o primeiro livro de uma trilogia intitulada de “Firebird” e foi escrito por Cláudia Gray. De início ele se arrasta bastante, visto que são muitas explicações sobre ciência, física e isso dificulta o entendimento para quem não tem tanto conhecimento sobre ficção científica e viagem no tempo. Eu não sei dizer se as explicações sobre essas viagens verossímeis, porém conseguiram me convencer.
A Marguerite é uma boa protagonista, mas, às vezes, passava a impressão de uma pessoa de fácil manipulação porque ela acredita muito rápido nas pessoas. O Theo me deixou com o pé atrás desde o início, não sabia o porquê, só não consegui confiar nele. Já o Paul me encantou e mesmo com todo mundo culpando-o eu tive esperanças de que tudo não passasse de um mal-entendido. Os pais e a irmã da Margue eram excelentes personagens e eu me pegava desejando a inteligência deles.
A experiência de viagem nas dimensões foi incrível, ela sempre estava conhecendo pessoas que faziam parte da sua dimensão, mas muitas vezes com invenções e trabalhos diferentes. O final foi muito bom, os acontecimentos me deixaram de boca aberta e surpresa com tudo, o único ponto negativo foi exatamente o arrastar do início da leitura.
Nota: 4,0

site: https://www.instagram.com/p/Bwo8zvyHR38/
comentários(0)comente



Kari 15/01/2016

Posso dizer que essa foi minha primeira leitura do ano!
Ano passado, na época em que recebi esse livro, estava passando por problemas sérios de saúde e tive que passar por uma cirurgia, então eu comecei a ler.. Mas não estava com muita cabeça para isso.. Então dei continuidade esse ano. E só posso dizer que adorei cada página lida.

Esta é uma história futurística que envolve viagens no tempo, universos paralelos e uma paixão que está destinada a acontecer em qualquer dimensão que se vá!

Os pais de Marguerite são cientistas com um QI muito elevado e trabalham em um projeto que se tornou projeto de uma vida - o Firebird - dispositivo que seria capaz de transportar o usuário através de dimensões paralelas existentes no universo. Porém, quando a Tríade percebe que esse projeto pode render frutos além do proposto pelos cientistas um plano começa e com isso uma conspiração onde não se sabe ao certo os envolvidos. Diferente de seus pais e sua irmã, Marguerite não possui um lado científico, ela é uma artista nata, possui um dom completamente diferente de sua família. Mesmo assim quando seu pai morre e Theo aparece com dois protótipos do Firebirde e diz que vai atrás de Paul Marcov para vingar a morte do Dr. Caine, Marguerite não aceita ficar de fora disso e ruma junto com ele.. Confusa, magoada pela morte de seu pai.. Mas disposta a tudo para entender os motivos de Paul, que era como um filho para seus pais. Nisso ambos dão início a maior jornada de suas vidas.. Sem qualquer garantia de que os protótipos de fato irão funcionar, de que não irão se despedaçar no tempo.. São movidos pela determinação e vingança!


Mesmo com várias desconfianças de que Paul Markov assassinou seu pai, Marguerite não consegue apenas pensar nele com ódio, ela nutre um sentimento um tanto confuso, mas acostumada a ver a alma das pessoas, como talentosa artista que é; tem certeza que tudo que viu em Paul não pode ter sido apenas sua imaginação. Por isso ao pular para outra dimensão.. Quando realmente encontra Paul e o olha nos olhos ela toma suas próprias decisões que nem sempre batem com o intuito de seu amigo Theo.

Uma jornada perigosa, cheia de confusões, perigos e descobertas incríveis e ao mesmo tempo devastadoras. O que será que acontecerá com Marguerite, Theo e Paul?

Mil Pedaços de Você não é apenas uma história futurísticas cheia de aventuras. Fala de amor, amizade, lealdade, paixão, fé.. E principalmente que quando amamos alguém de verdade, amamos sua alma.. Cada pedaço daquela pessoa, mesmo que dividido em muitos e espalhados por inúmeras dimensões.. É incrível como quando as coisas estão destinadas a acontecer.. Elas simplesmente acontecem!


Amei Mil Pedaços de Você. Tem um misto de vários elementos que conquistam o leitor e não o deixam cair na mesmice!
Victória 15/01/2016minha estante
Preciso ler! Agora só estou com mais vontade ainda :D


Kari 15/01/2016minha estante
Vale muito a pena Victória.. É fofo e tem conspirações, traições e muito mais!


Victória 16/01/2016minha estante
Tá na lista :)




154 encontrados | exibindo 46 a 61
4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 | 10 |