A Dama da Meia-Noite

A Dama da Meia-Noite Tessa Dare




Resenhas - A dama da meia-noite


191 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Nati Morgan 25/07/2020

Eu gostei muito deste livro, ele não é óbvio e o casal são dois amorzinhos.
Pra quem gosta de romance de época, eu super recomendo esta leitura.
comentários(0)comente



Ana Karina (@aanadoslivros) 20/07/2021

A dama da meia-noite
Ele é um livro bom, mas o segundo livro dessa série é ainda o meu preferido. Gostei do casal, mas teve alguns momentos que o mocinho queria decidir a vida da mocinha sem levar em conta o que ela queria, tipo ele ficou com o primo dela debatendo com quem ela iria casar, com ela ali dizendo o que queria e nenhum deles se importando.

Eu sei que nesses romances de época era exatamente assim, porém nesse livro achei que ficou muito evidente e acabou me incomodando demais, eles não se importavam com o que ela queria, e queriam decidir por ela e ela que aceitasse. Afff

A história tirando isso é bem gostosa de se ler e é bom para passar o tempo, recomendo demais, agora é seguir com a série que logo estou acabando e já estou com aquele vazio.
comentários(0)comente



17/01/2021

Amei!!
Eu gosto mto dos romances da tessa, os personagens dela geralmente são cômicos e ao msm tempo q tem cenas q vc acha q ela exagerou(tipo meio que fora da realidade rsrs) ela coloca personalidades e pessoas que são mais reais que mtos livros de romances.. um exemplo é mocinhos não tão perfeitos assim e nem com títulos e riquezas. Em geral os livros dela não me decepciona!!
comentários(0)comente



Poly 28/04/2021

Como todos os livros dessa série, esse é bem gostosinho de ler. O Thorne é um fofo da maneira dele. A história dos dois é muito bonitinha e o final aquece o coração da gente. Tive sentimentos conflitantes sobre a família que apareceu, sempre tinha a sensação de algo estava errado e o Evan fez muita raiva
comentários(0)comente



Stephanye.Nunes 20/05/2021

Achei meu precioso
Eu amo esse livro, desde que li pela primeira vez não consegui esquece-lo. Esse livro tem uma das histórias de amor mais linda e triste que eu já vi.
comentários(0)comente



ladyhastings 24/04/2021

O plot da história foi chato, horrível e meio pombo. E mesmo assim dei nota 4 porque ESSE CASAL FOI TUDO. Ela toda *flores, sorridente* e ele todo *traumático, passado difícil* é irresistível. Ele sofreu tanto por ela que eu só queria colocar ele num potinho e proteger mas a Kate agora faz isso por mim. Os dois são fofos juntos e isso ajudou MUITO no livro.
Essa família pelo amor que mais desserviço isso sim. Segundo que, o cara reclama que se a história sobre a vida da Kate vazasse a vida deles seria arruinada, mas tipo foi ELES que procuraram ela ou seja se eles tivessem ficado na deles nada ia vazar porque só ELES saberiam a história. Mas nãoooooooooooo vamos fazer uma confusão desnecessária sem sentido porque a gente é um bando de gente desnecessária que gosta de fazer confusão. A única coisa desse plot foi que a Kate lembra do passado e isso aproxima ela do Samuel. Evan foi um idiota que cara mais desgraçado e desnecessário da história, queria fazer um duelo sem necessidade e queria obrigar Kate a casar com ele só por causa de dinheiro. Tirando isso tudo o livro fluiu bem, o casal ajudou, terminei o livro em dois dias.
comentários(0)comente



blackstairs 30/05/2021

perfeição e coesão
esse livro foi incrivel, comecei bem ansiosa na verdade pois desde a leitura do primeiro livro de spindle cove eu já sabia que ia rolar algo entre a kate e o thorne, e ver isso se construindo ao longo desse livro não teve preço

a história foi perfeita do início ao fim, os personagens são tão incríveis e a pp é tão sensível e persistente que as vezes eu até me emocionava com ela

o livro teve uma pequena enrolação até tudo dar certo, tem muuuito chão e provavelmente passar raiva com a teimosia do thorne é certo mas é sem dúvida um dos meus favoritos da tessa dare até agora.
comentários(0)comente



Ana Carolina 11/05/2021

Gostosinho, mas...
Eu sinto que nessa série da Tessa, os mocinhos sempre fazem algumas coisas bem irritantes.

São legais, fofos e e engraçados. Mas sempre fico com gosto de que ficou faltando alguma coisa :(
comentários(0)comente



Let 20/05/2020

Te todos os livros da saga, até agora, esse é o meu favorito!
comentários(0)comente



may 21/05/2020

Pedras na cabeça e rocha no lugar do coração.
Kate, a professora de música de Splinde Cove, se apaixona pelo grosseiro Cabo Thorne após um ano desde sua chegada, em um dia que tudo não saiu como planejado.

"Ou ele tem pedras na cabeça ou uma rocha no lugar do coração."

Citando o livro anterior, bem, parece que é a Kate que gosta de pedras e rochas afinal.

Neste terceiro livro de Splinde Cove temos uma batalha contra um melão, uma família excêntrica, um filhote de cachorro e muitas confusões.

A Srta. Taylor ganha seu conto de fadas.
comentários(0)comente



Cris Paiva 28/01/2016

Kate é a professora de música de Spindle Cove, ela é orfã, tem uma mancha de nascença no rosto e foi acolhida pela cidade, que considera seu verdadeiro lar.
Desde a chegada das tropas na cidade, que ela tem um desentendimento com o Cabo Thorne. O homem não vai com a sua cara, e nem ela com a dele, mas o cabo insiste em ficar comparecendo às suas aulas e fica encarando a ela e as suas alunas com aquela cara séria dele. Muito irritante, isso.

Em uma ida à cidade mais próxima, para comprar partituras, ela acaba perdendo a diligência de volta e é socorrida justamente pelo sorumbático Cabo Thorne, que dá uma carona na garupa de seu cavalo à pobre mocinha indefesa.
Na volta à cidade, ela é surpreendida por uns parentes malucos que ela não fazia a mínima idéia que existiam, e que insistem que ela é um membro perdido e filha ilegítima de um nobre, e o Cabo Thorne para protegê-la, diz que Kate é a sua noiva. Ninguém acredita muito nisso, afinal os dois não combinam nenhum pouco, mas vá lá...
O casal é o mais improvável possível. Ele não é de falar muito, e ela fica querendo tirar uma casquinha do seu “noivo”. Samuel, o cabo Thorne, quer é se livrar logo da situação antes que Kate descubra que ele sabe fatos do passado dela, que deveriam ficar bem escondidos no fundo do baú, pois se vierem à tona vão acabar destruindo a reputação da pobre coitada.
A serie continua bem engraçada, graças aos parentes malucos da mocinha, mas achei esse mais romântico, por conta do casal relutante. Samuel, obviamente, é apaixonado pela Kate, mas foge dela como o diabo da cruz, e a Kate vai se descobrindo apaixonada pelo mocinho caladão.
Os dois tem uma história de vida bem sofrida, e enquanto ele ficou amargo, Kate procurou de todas as formar sobreviver e construir algo de bom da vida. Adorei a mocinha batalhadora, que faz de tudo para transformar um sapo teimoso em um príncipe encantado.
comentários(0)comente



Mariana Eleutério 27/07/2020

Meu preferido da saga, superou TODAS as expectativas!
Após uma obsessão por romances de época que envolveu meio que uma overdose pelos livros da Júlia Quinn, estava eu órfã e chorosa, jurando que não me apegaria dessa forma a outra autora do gênero, eis que Tessa Dare olha para minha cara e diz: HAHAHA.

Gente, essa saga Spindle Cove é muito boa! É ok montar uma vila com alguns personagens adoráveis, mas todos eles? Absolutamente TODOS? A gente tem a Sussan, Minerva, Kate, Diana, Charlotte, os gêmeos... Enfim, todos!

Motivos pelos quais amei esse livro:
Um: Finalmente o protagonista masculino de um livro de época não é um duque, marquês, visconde ou coisa que o valha. É um cabo, trabalhador braçal com pouca instrução e absolutamente apaixonante.

Dois: Não tem vilões sem escrúpulos (isso é meio infantil e me cansa um pouco).

Três: É muito, mas muito engraçado.
Jessy 27/07/2020minha estante
Nossa, quero muito ler!


Mariana Eleutério 27/07/2020minha estante
Recomendo demais! Pra quem gosta de romance de época, ainda mais com hot.. nossa muito bom




Silvana - Blog Prefácio 14/05/2020

Kate Taylor sempre foi sozinha na vida. Até chegar em Spindle Cove e encontrar um lar. Ela ganha a vida ensinando piano as garotas que procuram a pacata vila em busca de refugio. Mas mesmo ela vivendo a época mais feliz da sua vida até agora, Kate sente falta de saber sobre suas origens. Kate não tem praticamente nenhuma pista sobre seus pais, a única coisa é uma marca de nascença que ela carrega no rosto. Então quando Kate fica sabendo que a Srta. Paringham, ex-diretora da escola onde Kate foi deixada por volta dos cinco anos de idade está morando perto de Spindle Cove, ela decide arriscar uma visita em busca de alguma informação que leve a verdade sobre seu nascimento.

Mas a Srta. Paringham se recusa a dar qualquer informação, e ainda aproveita para humilhar Kate. E como se não bastasse a humilhação Kate ainda perde a carruagem para Spindle Cove e não tem nenhum dinheiro para passar a noite em uma cidade desconhecida. E a ajuda vem de onde Kate menos espera, do Cabo Thorne, o homem que faz questão de evitar Kate toda vez que se encontram em Spindle Cove. E olha que Kate já tentou se aproximar de várias maneiras durante o ultimo ano, desde que Thorne chegou em Spindle Cove. O que Kate nem desconfia é que Thorne a evita por sentir um desejo incontrolável por Kate. E como Thorne também não carrega muito dinheiro consigo a solução é eles voltarem para Spindle Cove no cavalo dele.

A aproximação forçada acaba gerando faíscas entre eles e acontece um beijo. Mas Thorne trata de deixar claro que isso não vai acontecer novamente, até porque ele está indo embora agora que a guerra acabou. O que nem Thorne nem Kate imaginava era que uma possível resposta as indagações de Kate estava esperando por ela em Spindle Cove. Um grupo de aristocratas, os Gramercy, afirmam que Kate é filha de um marquês e faz parte da família. Desconfiado Thorne inventa que está noivo de Kate. O problema é que o noivado falso vai trazer à tona sentimentos que ele vem tentando reprimir durante o ultimo ano. E tudo isso porque ele guarda um segredo do passado de Kate.

"Eu nunca achei que filosofia grega pudesse fazer sentido para mim. E a maior parte não faz, mas essas palavras pareceram corretas. 'O amor é composto por uma única alma que habita dois corpos.'" Ele a pegou pelos ombros e puxou para perto de si. "Isso pareceu verdade para mim, de um modo que nenhuma outra coisa pareceu. Se algum dia eu tive uma alma, Katie, acho que a deixei com você há vinte anos. E agora, é como se... toda vez que nos beijamos, você me devolve um pedaço dela."

Mais um livro lido da Tessa e a cada novo livro ela ganha mais um espacinho meu coração. Definitivamente ela é minha autora favorita de romance de época. E o engraçado é que ela não traz nada original em suas histórias, o que ganha o leitor é a forma como ela desenvolve clichês que já estão até saturados e cria personagens tão maravilhosos que fica quase impossível não amar suas histórias. Nesse livro mesmo temos os já batidos temas "os opostos se atraem" e "protagonista masculino quebrado", mas Tessa pega os famosos clichês e desenvolve uma história bem humorada, profunda e absolutamente romântica. Ela me fez derreter nos capítulos finais do livro.

Kate e Thorne já são velhos conhecidos de quem vem acompanhando a série na ordem cronológica. Inclusive no livro anterior já vimos faíscas entre eles durante seus embates sobre a fuga de Minerva e Colin. Kate acreditava que eles estavam apaixonados e Thorne tinha certeza de que não. Kate é uma feminista que luta por seus direitos e ao mesmo tempo é uma mulher doce e gentil que procura sempre ver o lado bom das coisas. E por todo seu passado é de se esperar que ela se tornasse uma pessoas rancorosa, mas ela é tão boa que chega a dar nos nervos em alguns momentos. Já Thorne parecia ser o macho escroto que não aceita ter suas ordens questionadas. Mas era tudo fachada para Kate não se aproximar dele.

Como disse acima, os dois já tem um passado junto, mas Kate não se lembra e quando tudo vai se revelando é que vamos ver o quanto Thorne também é a gentileza em pessoa. Eu já estava caída por ele antes, depois então me apaixonei perdidamente. E não aguentei no final e confesso chorei de tanta emoção ao ver como Thorne podia ser uma pessoa tão diferente do julgamento que todos faziam dele. Dos livros da série esse foi o melhor final até agora, mesmo que o livro todo em si não seja meu favorito até o momento. Se compararmos aos outros esse tem bem mais drama, mas em compensação as cenas românticas e engraçadas apesar de poucas foram maravilhosas.

E fora os já conhecidos moradores de Spindle Cove, nesse temos o acréscimo de uma família para lá de excêntrica. Nem sei dizer qual personagem dessa família gostei mais. Temos lorde Evan Drewe, que proporcionou o melhor duelo que já li em um romance de época, as ladies Lark e Harriet, e tia Sagui com suas balas apimentadas. Não vejo a hora de ler os outros livros da série e ver como a Tessa vai me surpreender. Quanto a capa, dessa vez não tem nada que a gente bata o olho e já perceba que é Kate ali, como aconteceu com os outros livros da série, ela até usou um vestido azul bem significativo durante a história, mas era em outro tecido. Enfim, indico o livro e a série, de preferencia que se leia na ordem cronológica, para todos os amantes de um ótimo romance de época.


site: https://blogprefacio.blogspot.com/2020/04/resenha-dama-da-meia-noite-tessa-dare.html
comentários(0)comente



Isa 12/03/2021

O melhor de Spindle Cove
Com certeza é meu favorito. Adorei a história de Samuel e Kate, apesar de ter sido bem previsível em muitas partes do livro.
comentários(0)comente



Mirella.Sales 18/03/2021

Um pouco decepcionada.
O livro não passou a vibe leve e rápida como os outros pra mim, mesmo amando os personagens a história ficou cansativa e parecia q n sair do lugar.
Espero gostar mais do próximo
comentários(0)comente



191 encontrados | exibindo 1 a 16
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |