Quando nasce um romance

Quando nasce um romance Röhrig C.




Resenhas - Quando nasce um romance


13 encontrados | exibindo 1 a 13


Caroline 19/01/2016

Sabe aquele livro que você não sabe dizer se amou ou odiou, mas devorou de uma forma sem igual? Então...
Jeux é um escritor que nunca escreveu nada e vive a maior parte dos seus dias bêbado ou de ressaca. Ele tem uma turma que todo dia se encontra no bar para conversar sobre as coisas que não fazem. É uma espécie de clube do bolinha fracassado.
Isso sem contar que ele fala que não escreve nada por não encontrar uma grande musa inspiradora.
É um livro narrado em primeira pessoa, pelo Jeux. E direto. Esse é o primeiro livro, em Cidades de Papel Quentin é um adolescente, que seja narrado por um homem e escrito por um homem. E eu gostei. E diferente dos livros que venho lendo. Essa pegada sincera e direta me mostrou um pouco mais da cabeça masculina.
Tem cenas de sexo e isso foi completamente diferente! Quando estava lendo já imaginei que falaria na resenha que a língua é esdrúxula, mas acontece que não é. Toda mulher algum dia já conversou ou vai conversar com homem sobre sexo e é exatamente dessa forma que o autor escrever, a linguem masculina. Nos mulheres temos o prazer de romantizar tudo, por exemplo, “[...] nossa sintonia foi perfeita até o clímax e gozamos [...]”; “ele distribuía beijos pelo meu pescoço de forma carinhosa, me pegava com jeito e nos movimentávamos de uma forma que completava o outro, até que chegamos junto ao orgasmo perfeito”. Da para notar a diferença na forma que as duas frases foram feitas, com o mesmo proposito. (a primeira frase é do livro).
Não estou generalizando apenas mostrando diferenças entre os dois tipos de autores. Esse foi um ponto que eu gostei, assim como eu gosto quando é da segunda forma. as duas formas estão certas, o que é interessante é dar valor ao diferente com uma pegada mais realista.
Emfim, no geral a historia me deixou empolgada de forma que não consegui deixar de lado um segundo o livro, louca para descobrir o final da historia.

Já aviso é um livro 8 ou 80. Muita gente vai amar e muita gente vai odiar. Mas vale a penas para as amantes de um bom romance ver como é algumas coisas na verdade nua e crua.

site: http://estudiodecriacaoblog.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Milca 25/01/2016

Demais!!
Se eu tivesse que definir Como Nasce um Romance em uma palavra, certamente seria intenso. Tudo o que envolve Jeux parece ser assim.

Ele, um escritor que atualmente passa por um bloqueio, não consegue sequer pensar numa nova história. Quando não está dormindo, está se curando de uma ressaca. Jeux é uma pessoa totalmente errada que acaba te conquistando pela imperfeição. Sua casa está uma bagunça, sua vida financeira e profissional também. Os pensamentos nem preciso citar, pois é a bagunça maior.

A vida amorosa, que na verdade não existe, da uma balançada quando ele conhece Isabelle. Até então, ele é um cara de uma noite só.

Quando digo que o livro é intenso, digo isso em todos os aspectos. Desde a forma como Jeux descreve uma ida ao banheiro até o erotismo que envolve a novela. Sim, é tudo bastante detalhado.

Gostei bastante da forma como o autor escreve e também da maneira como ele criou cada personagem de forma única. Isabelle a princípio parece só mais uma garota lindamente normal, mas conforme vai passando percebemos que ela também é uma bagunça, assim como Jeux. A vida boêmia dos dois se completa e logo vemos que ela, mesmo levando uma vida boa, não é feliz. A impressão que tenho é que tudo o que ela faz é para escapar da sua vida perfeita.

Quanto aos demais personagens, são bem uma extensão do próprio Jeux. Os amigos que são tão fracassados quanto ele, as mulheres que surgem durante a história. É estranho ver um amigo se casar com a mulher que manteve um relacionamento unicamente sexual com Jeux durante tanto tempo. Nota-se que são pessoas que estão tentando viver apesar de tudo.

O final me surpreendeu demais. A história já estava praticamente toda resolvida e o autor jogou uma bomba. É natural querermos um final clichê e quando não temos isso é difícil pensar. Mas é bom saber que finalmente a tão sonhada história apareceu. Foi preciso algo tão grande para que isso acontecesse, mas Jeux tem agora uma nova chance de fazer algo diferente e tocar sua vida. Isabelle deu um novo sentido para a vida de Jeux.

site: http://www.pensamentosvalemouro.com.br/2015/12/resenha-quando-nasce-um-romance-rohrig-c.html
comentários(0)comente



Alice 11/11/2015

No livro acompanhamos de perto a vida de Jeux, um escritor frustrado que vive uma vida solitária e sem propósito. Jeux quer desesperadamente voltar a escrever, mas não encontra inspiração em nada.

Ele passa os dias bebendo, encontra no torpor do álcool uma válvula de escape para os problemas que não quer enfrentar, o fato de estar completamente sem rumo vai transtornando sua personalidade como, por exemplo, algumas crises de Toc vão surgindo.
O personagem é muito bem construído e as primeiras 50 páginas do livro mais ou menos são quase que introdutórias, onde tanto o personagem quanto o cenário é detalhadamente descrito, o que ajuda muito a entrarmos na história.

Uma noite Jeux sai de encontro a seus amigos em um bar, e o que seria mais uma noite de bebedeira e conversas se torna um divisor de águas na vida dele ao conhecer Isabella.
A atração entre eles é quase instantânea, é nítido para o leitor ver o quanto a garota consegue despertá-lo para a vida, trazendo de volta sentimentos e motivações que Jeux não encontrava mais.

A partir do momento que Isabella entra em cena eu não consegui mais largar o livro, o relacionamento deles envolve o leitor e eu queria logo saber como eles iriam “resolver” um grande empecilho que existia para que pudessem ficar juntos.

Será que Isabella era o que faltava na vida de Jeux? Como ele poderia se apaixonar tão de repente por alguém que mal conhece?

Quando nasce um romance é o primeiro livro que leio que mostra uma influência de “romance Noir”, um subgênero de romances policiais onde os personagens são quase imorais.

Tanto Jeux quanto Isabella são moralmente ambíguos,personagens cheios de defeitos e nada corretos; os lugares onde eles se encontravam eram sombrios e as situações geralmente caóticas.

A história se passa praticamente inteira no período da noite, até porque durante o dia, Jeux estava sempre dormindo ou tentando curar uma ressaca, o que fortalece mais a atmosfera boêmia em que os personagens vivem.

O final do livro me fez perceber que o “romance” que o título nos trás é diferente do que eu imaginava no início da leitura, mas mesmo assim foi um final muito bem montado.

Recomendo a leitura para quem quer ler algo diferente, uma leitura inquietante que mexerá com sua cabeça e seu estômago (algumas cenas escatológicas me deixaram meio com nojinho, confesso!).

Por ter cenas um pouco fortes de sexo e violência, não recomendo a leitura para menores de 18 anos, já que até eu fiquei um pouco chocada.


site: www.wonderbooksdaalice.com
Poli 11/11/2015minha estante
Olá, como vai?
Pela sua resenha o livro parece ser interessante, esperava que tivesse falado um pouco mais da Isabella. Podemos considerar como um romance de pitada erótica?
Vou procurar saber mais sobre o livro e sobre o autor.
Beijo
www.livricios.com


Röhrig C. 13/12/2015minha estante
E a curiosidade cresce a respeito do livro "Quando nasce um romance - Röhrig C.". Novos Comentários de leitores (do site literário Pensamentos Valem Ouro) :
E aí, já leram o livro? conheciam o autor? Ficaram curiosos? Se agüentem aí, pois loguinho teremos mais detalhes da obra. Quem a fará a leitura do livro para trazer estas novidades para nós será a Milca Abreu.

Silvana Sartori
Amiga primeiramente quero te dar os parabéns pela sua parceria viu?
Eu ainda não conhecia a obra e nem o autor, mas fico feliz que você venha atrazer pra gente a resenha dele, até porque eu adoro romance, mas agora estou meia com ressaca sabe? Estou tentando mudar um pouco os gêneros, porque estou meia cansada rs
Mas mesmo assim adorei. Sério. Espero poder fazer a leitura assim que ler a sua resenha e ter uma ideia do que se trata o livro.

Resenhando
Oii,
Parabéns pela parceria!!
A premissa desse romance é bem bonita, pelo menos gostei da forma como foi escrita. Fiquei curiosa para saber mais sobre a história.

Beijos
?
Lilian Farias
37 livros?
Primeiro parabéns pela parceria, apesar de tantos livros, infelizmente, ainda não conhecia o autor, aguardarei sua resenha para me apropriar mais das obras dele, o autor.

Profano Feminino
Não conhecia o autor nem o livro, mas fico feliz quando vejo uma indicação de leitura nacional.

Anne Oliveira
Oi! Parabéns pela parceria e pelo blog que é lindo ! Gostei do enredo do livro, parece cheios de conflitos e eu adoro livros assim.
bjs

Ateliê Donna Rita
Não conhecia, mas graças a ti já tenho indicação.
Beijos Vanessa!!!

Bruna Letícia
Oii parece bem legal, pena que estou sem tempo no momento para as minhas leituras. snif.
Bjs,
Bruna Letícia.

Beatriz Andrade
Olá, parabéns pela parceria, eu ainda não conhecia o autor mas espero que seja uma parceria proveitosa para ambos, fiquei bem curiosa com a obra

Ju
Parabéns pela parceria! Estou chocada pelo autor ter 37 livros publicados e eu nunca ter ouvido falar dele... não curti o Quando nasce o romance, mas vou pesquisar algo sobre os outros.

Beijo.

Ju

Nuccia De Cicco
Olá!
Não conhecia o autor, mas já tinha visto o livro. Tem uma história interessante, até mesmo pra mim que não curto muito romance. Parabéns pela parceria, desejo sucesso a ambos!
Nu.

Sil
Olá,Vanessa.
É sempre bom conhecer novos autores nacionais. Apesar que ele não é tão novo profissionalmente, já tem uma bagagem e tanto hehe. Eu que não conhecia. Parabéns pela parceria. Desejo que seja um sucesso. Quanto ao livro vou aguardar a resenha, porque só pela sinopse eu não me interessei muito.

Cassia Caetano
Já conhecia o autor mas ainda não li nenhuma obra dele. Esse romance parece ser bem intenso!
Beijos!

Kamila Villarreal
Olá!

Não o conhecia, mas me interessei pela leitura! Parabéns pela parceria e já espero a resenha dele, a leitura parece ser provocante!

Livros Perdidos
Olá,
Sempre é bom fazer parceria, é reconhecimento do seu trabalho! Gostei do livro do autor, a premissa é bem interessante e vou procurar saber mais pelas redes citadas.

Daniele Vieira
Oi oi
Nossa o autor já tem tudo isso de livro e eu ainda não o conhecia, quanto ao livro mostrado achei a premissa bem interessante e intrigante, especialmente esses amigos 'intelectuais' do personagem principal.

Rízia Castro
Que chic essa versão ilustrada!
Não conhecia o autor, mas adorei a premissa da obra e com certeza fiquei interessada!
Parabéns pela parceria!
Beijinhos
Rizia

Fernanda Bizerra
Oiee.

Parabéns pela parceria e muito sucesso sempre.
Voou aguardar resenha para saber se lerei o livro

Beijos da Fê

Catharina M.
Ola´´a
Parabéns pela parceria, não conhecia o livro mas fiquei curiosa, a capa está bonita e o enredo bem legal, espero ter oportunidade de ler e gostar, boa sorte

Beijos

Suzi
Oiee!!!
É bom demais fazer parcerias com aurores talentosos!! *-*
Não conhecia o autor, mas fiquei bem curiosa em conhecer o trabalho dele!!*-*
A premissa parece ser bem interessante e fiquei interessada em ler uma novela, acho que nunca li nada escrito em formato novela!! =S
Beijos

Quer saber mais clique no link
http://www.pensamentosvalemouro.com.br/2015/11/parceria-com-o-autor-rohig-c.html#comment-form
#amoler #livros #autornacional #literaturanacional #dicasdeleitura #resenhas #ler #quandonasceumromance #RöhrigC.





fabio 24/01/2016

Muito Bom!
Posso resumir esse livro em uma palavra: Viciante. Mesmo com todas as probabilidades de um possível abandono, principalmente nas primeiras paginas que achei um pouco arrastado, insisti e não me arrependi. A partir da pagina 20 entrei de cara na leitura e não larguei o kindle até terminar o livro!

Durantes essas 220 paginas acompanhamos Jeux, um escritor alcoólatra, em busca de inspiração para conseguir escrever. Durante uma noite no bar em que costuma encontrar seus amigos, encontra Michelle; uma jovem de 21 anos, sedutora e misteriosa. Logo de cara surge um clima entre os dois, o que os levam em uma paixão intensa. Mas não se engane, você não ira encontrar um romance normal nessa estória.
Quando algumas revelações são postas a mesa, Jeux começa a se questionar se o romance com a sedutora mulher é aquilo que ele pensa mesmo. Essa paixão "secreta" continua interessante até as últimas paginas, quando uma revira-volta acontece.

Alem de cenas picantes, o livro também apresenta momentos de reflexões próprias do personagem, o que o deixa ainda mais palpável, real. Uma coisa que gostei foi que o autor construiu muito bem todos os personagens, dando destaque aqueles que são necessários, e deixando de lado os secundários, que fazem breves - mas interessantes - participações no livro. O resultado final foi uma estória natural, acreditável, que você não precisa fazer esforço pra encaixar tal personagem no mundo real.

Resumindo, é um livro bom; pra você que gosta (ou pode passar a gostar) do gênero. Eu basicamente nunca tinha lido nada parecido mas me apeguei a esse mundo "Underground", como o próprio autor denomina. Recomendo pra quem gosta ou quer experimentar coisas novas. Talvez nas primeiras páginas possa enrolar um pouco, mas melhora - e muito - ao decorrer. Alguns erros na edição me incomodaram bastante, mas não são extremos ao ponto de atrapalhar a leitura. Por ser um livro relativamente curto, e a escrita fácil e simples, a leitura nunca fica cansativa.
comentários(0)comente



gi 13/02/2016

Intrigante e envolvente
Um livro muito intrigante e envolvente do início ao fim, temos a oportunidade de vivenciar sentimentos pelos olhos e alma de um homem. Esqueça romance clichê e mergulhe nessa história de romance, suspense e surpresas. Super recomendo.
comentários(0)comente



André 15/12/2015

Ótimo livro!
O autor escreve de uma maneira que cativa o leitor. você começa a ler e não consegue parar, a cada pagina ele vai instigando mais a nossa curiosidade. Adorei, e principalmente o final que surpreende. Eu já tinha comprado a primeira edição, mas resolvi comprar essa por causa dos anexos das notas do autor. E realmente valeu a pena, deu para entender muito mais os motivos das personagens. Para mim o personagem Jeux se tornou um anti-herói perfeito (sarcástico, confuso, imoral,...). adoraria ler mais historias desse personagem!!!!
Röhrig C. 16/12/2015minha estante
4.0 de 5 estrelas Bom! Gostei apesar de não ser o género literário que mais leio. 28 de novembro de 2015
Por Ambra Blanchett AVALIADOR TOP 1000
Formato:eBook Kindle
Gostei desta leitura tão diferente do género literário que habitualmente leio. É um livro fora do comum, o autor avisa sobre o estilo "mais pesado", mas fala das coisas da vida, da vida de um homem, de forma crua, mas realista. O autor chama os "bois" pelos nomes, não está com rodeios, mas mesmo algumas cenas de sexo mais explicito que poderiam chocar uma vez que são narradas na primeira pessoa, não chocam. Uma história de um escritor, um ponto de vista interno que nos ajuda a descobrir o personagem principal. Outra surpresa é que o livro é ilustrado com pequenos desenhos que ficam bem metidos no meio da história. Recomendo para quem goste de livros realistas e que falam de pessoas comuns e, é aí que reside a genialidade desta história: falar de coisas comuns com profundidade.




Amanda 17/12/2015

Gostei muito!
Fazia tempo que não via um enredo tão envolvente. Com personagens tão ricos e bem elaborados. Valeu a pena!
comentários(0)comente



Silvinha 16/12/2015

excelente
adorei conhecer a historia do Jeux e da Isabella. Esse romance confuso e noturno, sempre gostei de personagens marginais. Eles fogem ao estilo confortável de uma vida vazia. A maneira como lutam para atingirem seus objetivos, mesmo muitas vezes não sabendo qual é. e suas existências escatológicas. Despertam um gosto de querer mais. adorei do inicio ao fim e quando próximo ao final estava começando a entender, tive uma grande surpresa. Ja conhecia o estilo dos contos do Jeux, mas esta novela veio para imortalizar o personagem. Bravo!
comentários(0)comente



Cris 17/02/2016

Boêmio
“Nossa alma clama por uma história que toque os sentimentos, uma história de amor verdadeiro. Onde encontrar o amor então? Ou seria ele que nos encontra?” Pág. 16

A história conta a vida de um escritor boêmio – Jeux, que se encontra em uma crise criativa. O livro narra o dia a dia deste personagem, e sua rotina extremamente monótona, entre tentativas de se inspirar para escrever, bares, mulheres, amigos, bebidas e cigarros.
Eu realmente gostei da história, que possui uma atmosfera bem grotesca, “dark” e até mesmo bem tosca em algumas passagens.
Mas o que achei mais legal, é que a história é imprevisível, quando você acha que o personagem vai tomar uma atitude, ele faz uma coisa totalmente inesperada, e eu fiquei o tempo todo tentando imaginar o que se passava na cabeça dele. E apesar do texto ser bem carregado de palavrões e teor sexual, achei muito inteligente e divertido e me até me identifiquei em algumas passagens.
Recomendo especialmente pra quem quer ler um livro de estilo diferente e que goste de se arriscar gêneros literários com narrativa mais adulta.


“Estamos chegando ao fim da linha e ninguém faz nada, somos ainda os mesmo idiotas, com os mesmos sonhos e no mesmo lugar. Hoje nem o álcool está fazendo o seu efeito mágico.” Pág. 58




site: http://instagram.com/li_numlivro
meiriellen 17/02/2016minha estante
Quando eu melhorar eu leio. :)


Cris 17/02/2016minha estante
Espero que goste ;)




Röhrig C. 18/12/2015

“O que você deseja nesta vida, você consegue – o segredo é aceitar.”
“O que você deseja nesta vida, você consegue – o segredo é aceitar.”
QUANDO NASCE UM ROMANCE é uma novela que fala sobre o cotidiano de um escritor em crise; alcoólatra, confuso, sem perspectivas, vivendo em uma cidade do interior. A única coisa que tem é a convivência de amizades de aparências.
Ele não consegue escrever. Está bloqueado e sem ideias para iniciar sua próxima história.
Com seu cotidiano cheio de problemas aparentemente sem nenhuma história para contar, ele apenas mergulha em seu próprio mundo. Jeux, o personagem principal, tem um grupo de amigos intelectuais que se reúnem todas as noites para conversar na mesa de um bar de uma cidade que outrora viveu seu ápice e hoje vive de um passado inventado. Um grupo de fracassados que se apoiam em suas próprias mentiras e jogos dissimulados na ilusão de disfarçarem o vazio que sentem além suas existências medíocres e seguras.
Numa determinada noite em que novamente vai ao encontro dos amigos no bar, Jeux conhece a jovem Isabella. Mal sabia ele que se apaixonaria tão logo captasse naquele olhar um misto de sensualidade e paixão que todo homem distraidamente busca em uma mulher.
Cansado de relacionamentos sem sentido Jeux entrega-se a esta nova paixão recheada de mistério, perigo, encontros às escondidas e sexo.
Nasce uma paixão, envolvente e confusa: diferença de idade, situação financeira, classe social, relacionamentos alternativos, o tempo em que cada um se encontra no mundo, tudo conspira contra eles. Ela com 21 anos, casada, universitária. Ele 33 anos, escritor alternativo e boêmio. O que os une é a necessidade de estarem juntos de forma intensa e transgressiva.

“Uma surpresa e 12 dias é tudo que precisa para mudar sua vida.”

Röhig C., nome literário de Clarimundo Röhrig, nasceu em 27 de dezembro de 1971.
Natural de Pedro Osório, Rio Grande do Sul, Brasil.
Especializou-se em botânica e cursou ecologia na Universidade Católica de Pelotas.
Começou a escrever aos 15 anos de idade.
Ganhador de vários prêmios em concursos literários atualmente possui 37 livros publicados, entre novelas, contos, poesias, pensamentos e roteiros para teatro. Todos disponíveis digitalmente (e-books) e impresso.
Maiores informações contatar o autor pelo e-mail, redomacritica@gmail.com ou facebook


comentários(0)comente



Vivs 14/12/2015

Quando Nasce Um Romance é um livro Noir e Underground e foi o primeiro nacional que eu li que abordava esses gêneros e eu gostei bastante!
Em Quando Nasce Um Romance conhecemos Jeux, um escritor boêmio, que não escreve nada a muito tempo e divide seu tempo entre estar bêbado e de ressaca.
Ele tem um grupo de amigos, que também vivem no mundo da literatura, e levam a vida mais ou menos como ele, alguns trabalham mas no geral vivem a vida mais a margem da sociedade, se encontrando todos os dias em bares para falarem de literatura e mulheres.A vida de Jeux muda radicalmente quando ele conhece Isabella. Uma universitária que acaba conhecendo o escritor e seus amigos por engano no bar e a partir desse dia passa a fazer parte da vida de Jeux.

O livro nos transporta para aquela atmosfera que encontramos nos livros de Bukowski, só que aqui no Brasil. O livro se passa em Pelotas, mas mesmo sem conhecer a cidade não foi difícil imaginar os lugares. O romance de Jeux com Isabella é intoxicante, eles não sabem bem o que querem e ele tem bastante dificuldade para entender e lidar com ela.
Eu gostei bastante da leitura. Os personagens são reais e perdidos na vida, Jeux faz o que quer quando quer, seu caráter é duvidoso. Ele vive a vida fazendo tudo que se julga errado. É um personagem tão controverso que muitas vezes tive raiva e nojo do que ele retratava, mas em outros momentos ficava admirada com como ele reagia a Isabella.

Não é um romance hot, bem longe disso, as cenas de sexo são explícitas e contadas sem aquela escolha delicada de palavras. O amor deles é bruto e físico, e por isso acredito que é preciso um pouco de estômago em alguns momentos da narrativa.

Recomendo principalmente para os fãs do gênero, o autor sabe nos conduzir pelas aventuras do protagonista e faz seus personagens muito reais, são pessoas que poderíamos encontrar por ai.

site: http://corujasdebiblioteca.com.br/2015/12/04/quando-nasce-um-romance-rohrig-c/
comentários(0)comente



Sayd 23/11/2015

Resenha - Quando Nasce Um Romance - Blog Friendzone
o livro Quando Nasce Um Romance do escritor Clarimundo Röhrig, no livro vemos a vida (em algumas palavras) uma vida suja do protagonista Jeux que é escritor, conversando diariamente com seus amigos no barouvindo suas estórias de romances bastante hot que ele teve com diversas mulheres, e cada cena chega a ser mais divertida e também a dificuldade dele de iniciar um livro que toque os sentimentos das pessoas. O livro é uma novela underground como já vem citando no livro, isto é, o livro é um pouco fora dos conceitos normais de vida.

Sinopse: QUANDO NASCE UM ROMANCE é uma novela que fala sobre o cotidiano de um escritor em crise; alcoólatra, confuso, sem perspectivas, vivendo em uma cidade do interior. A única coisa que tem é a convivência de amizades de aparências.
Ele não consegue escrever. Está bloqueado e sem ideias para iniciar sua próxima história.
Com seu cotidiano cheio de problemas aparentemente sem nenhuma história para contar, ele apenas mergulha em seu próprio mundo. Jeux, o personagem principal, tem um grupo de amigos intelectuais que se reúnem todas as noites para conversar na mesa de um bar de uma cidade que outrora viveu seu ápice e hoje vive de um passado inventado. Um grupo de fracassados que se apoiam em suas próprias mentiras e jogos dissimulados na ilusão de disfarçarem o vazio que sentem além suas existências medíocres e seguras.
Numa determinada noite em que novamente vai ao encontro dos amigos no bar, Jeux conhece a jovem Isabella. Mal sabia ele que se apaixonaria tão logo captasse naquele olhar um misto de sensualidade e paixão que todo homem distraidamente busca em uma mulher.
Cansado de relacionamentos sem sentido Jeux entrega-se a esta nova paixão recheada de mistério, perigo, encontros às escondidas e sexo.
Nasce uma paixão, envolvente e confusa: diferença de idade, situação financeira, classe social, relacionamentos alternativos, o tempo em que cada um se encontra no mundo, tudo conspira contra eles. Ela com 21 anos, casada, universitária. Ele 33 anos, escritor alternativo e boêmio. O que os une é a necessidade de estarem juntos de forma intensa e transgressiva.

Gostou? Tem mais.

Jeux conhece Isabella em um dia em que um de seus amigos conheceu ela e levou ela para mais uma noite de bebidas com os amigos, e logo na primeira vez que trocaram olhares foi como se ele soubesse que ia acontecer algo entre os dois. No bar cada um dos amigos tentando chamar atenção da noviça no bar, e claro, Jeux também tentava, mas desistindo depois de um tempo, até que ele sai do bar para fumar e Isabella sai também para ir para casa, e é assim, Jeux convida Isabella para aceitar que ele deixe ela em casa, e se inicia o romance.

“Uma surpresa e 12 dias é tudo que precisa para mudar sua vida.”

E depois de longos beijos no carro com Isabella... Hm... Podemos atribuir diversas caracteristicas para ela, desde noviça até uma jovem rebelde, tanto que apenas com 15 anos começou um relacionamento com um policial e continuou durante até os 21 anos, mesmo o traindo com um amante, e foi ai que ela brigou com o amante e decidiu tornar Jeux uma peça de seu tabuleiro de pretendentes, mas logo se viu encantada pela vida do alcoólatra e desgastante do Jeux, que embora não tenha muito dinheiro, só consegue manter sua pessoa e a de mais ninguém, como até ele mesmo fala para Isabella, ele quase vive sem grana, comprando vinhos baratos, que de certo modo ele acha ser os melhores e o de maior qualidade.
O tempo passa e o romance dos dois só aumenta e no passar de letras e páginas, Jeux conta uma de suas estórias sexuais para seus amigos, e uma das mais surpreendentes foi com uma empregada, que de fato não só surpreendeu seus amigos, como também surpreende os leitores, dando o titulo de uma novela Underground. Jeux tenta contratar uma empregada, que usaria para seus métodos sexuais (hehehehe) e após derrotas de encontrar uma empregada que ele achava gostosa, resta apenas um currículo e encontra Michele que depois de um tempo, Jeux conta seus segredinhos a ela, e aceita a ser sexualmente dele e em uma das cenas sexuais de Michele com Jeux ela defeca no genital dele, e ao contar a estória para seus amigos, eles se assustaram, e claro, o leitor ri e ao mesmo tempo se assusta.
Depois de um longo periodo de romance com Isabella e depois de ela muito tentar conviver com seu marido e de tentar criar uma amizade impossivel e inexistente com sua sogra, ela conversa com Jeux sobre pedir o divórcio e finalmente viver com Jeux, mas a resposta que veio foi negativa, ele tentou nem tocar neste assunto, pois ele não tinha condições de manter os desejos de sua amada e eles conversam mais de uma vez sobre este assunto até que chega o grande e revelador final que infelizmente não contarei a vocês. Por isto, comprem o livro hahahahaha.
O livro é incrivel com certeza vocês vão adorar, assim como eu adorei e hoje, nesta resenha, agradeço ao autor por ceder e dar a oportunidade de ler um livro diferente como tantos outros que tem o mesmo tema.

Compre o livro: https://agbook.com.br/book/148310--QUANDO_NASCE_UM_ROMANCE
Facebook do autor: https://www.facebook.com/rohrigc/?ref=ts&fref=ts

site: http://blogfriendzone.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Verônica 15/03/2016

Quando nasce um romance
Ultimamente venho sendo surpreendida de forma positiva com livros de autores brasileiros, e com isso cabe ressaltar que venho mudando um pouco o meu estilo literário, e creio que para melhor.
Nesse turbilhão de palavras, também tenho aprendido um pouco sobre obras que nunca despertaram meu interesse. O que quero dizer é que não tenho subsídios para comparar, entretanto o fato do autor dedicar esse exemplar a dois ícones da literatura estadunidense, que não se prendiam a moral pregada pela sociedade e cujo pensamento ultrapassava qualquer tipo de censura impressa ou regras estabelecidas, sendo sua escrita essa mesma linha de raciocínio, me leva a concluir que a influência de estilo literário impressa em seu livro é muito similar a escrita de John Fante e Charles Bukowki. Autores que pretendo ler em breve. Esses escritores amados e odiados (Fante e Bukowki) são mais aclamados pelo universo masculino, talvez esteja generalizando, porém dos muitos blogs que já visitei são poucas as resenhas registradas, e quando essas são relatadas geralmente são por homens.
Toda essa introdução é para enfatizar que esse romance foge das normas padrões, o mesmo apresenta uma visão estilizada e completamente masculinizada do tradicionalismo enredo constante nas ficções. Jeux é um escritor, porém junto com essa dádiva também vem os vícios adquiridos através de uma vida boemia, o álcool, sexo e mulheres. O mesmo perdeu a inspiração e passa os dias lutando contra as constantes cobranças do tic-tac do relógio e as dividas que insiste em bater a sua porta. Assim como qualquer pessoa ele tem o sonho de encontrar em meio a seus devaneios a mulher perfeita, aquela que irá destrancar todas as chaves que prendem sua imaginação e lhe dar estimulo suficiente para escrever um “romance daqueles de marcar época” (p. 26)
O protagonista nos leva de encontra a uma narrativa peculiar, com linguajar próprio de farrista, contando com alguns detalhes obscenos de sua vida sexual e rotina do cotidiano. De repente ele encontra seu encanto, uma mulher formosa que ler Neruda* e vive a vida com leviandade, buscando a felicidade em coisas fugazes e com uma personalidade instável. Em meio a esse circulo de traições, amizades e relacionamentos instáveis somos presenteados com um final inusitado e algumas surpresas que acrescentam mais sabor a essa trama que quebra paradigmas estipulados e nos transporta para um mundo bem diferente do que estamos acostumados a frequentar. Röhrig desperta o paladar para diversos sentimentos, sendo alguns as fraquezas vividas em busca da tão sonhada realização, com objetivo de encontrar a louvável felicidade.
Esse é um livro que indico, mas cabe ressaltar que caso seu pensamento seja retrógrado e conservador essa não é uma leitura indicada, pois com certeza a sua “ética” estará em risco. Ah, já ia esquecendo de salientar que essa é a 2ª. edição desse livro e achei a capa muito peculiar, a mesma descreve a alma do livro, traduzindo em significados a magia das palavras.
“Se quiser saborear estas páginas e descobrir como é a vida de um escritor alcoólatra, neurótico, suas aventuras e fantasias sexuais, suas amantes, os amigos e toda atmosfera que a cerca, e sem medo do grotesco e seco ar de um mundo à parte do habitual e correto... Seja bem vindo! Mas não esqueça que o avisei”


site: http://pensaliterario.blogspot.com.br/2016/03/resenha-da-parceria-com-o-autor-rohrig.html
comentários(0)comente



13 encontrados | exibindo 1 a 13