Cidade das Cinzas

Cidade das Cinzas Cassandra Clare




Resenhas - Cidade das Cinzas


422 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



bloodymary 17/11/2017

Te amo Cassandra (mas nem tanto).
Adimito que gostei mais desse segundo livro. Cassandra é maravilhosa em (re)criação de mundo, seguimos sua imaginação incrível, agora criando cenários submersos, aumentando o povoado e características das fadas, entre outras coisas.
O excesso de subtramas que reclamei no Cidade dos Ossos, aqui são mais dosadas e não tão cansativas, porém, entretanto, todavia, nesse segundo volume, temos o problema Simon.
MINI SPOILER ALERT : Poxa Cassandra, matar o Simon três vezes?
Essa brincadeira de morto-vivo-morto-vivo, não me refiro só ao Simon , os personagens correm perigo, mas ao mesmo tempo não, tentando explicar melhor : parece que eles vão morrer o tempo todo e isso nunca acontece,o que acaba tirando a sensação de perigo e infelizmente você vai se 'desemportando' com os personagens principais. Outra coisa irritante é a necessidade de todo mundo ficar falando como Clary e Jace tem as características de Valentim, não sei o que vai acontecer, mas já tenho quase certeza que no próximo livro teremos a revelação de que eles não são irmãos (até porque a tensão sexual desses dois nesse livro né, MEU DEUS), até por algumas pistas soltas jogadas por diálogos e atitudes de alguns personagens.
Recomendo pra quem leu Cidade dos Ossos. Cidade das cinzas segue ainda melhor, mesmo com seus defeitinhos, cada livro aumentando sua própria mitologia.
comentários(0)comente



Millena.Vagetti 13/11/2017

Instrumentos mortais
Um livro bem interessante
comentários(0)comente



O Jardim das Palavras 28/10/2017

Os Instrumentos Mortais: Cidade das Cinzas
A leitura vai ficando cada vez mais fluída e particularmente gostei ainda mais desse que é o segundo livro da saga "Os Instrumentos Mortais".
Os personagens estão ainda mais trabalhados e há personagens novos, que serão muito importantes no enredo. Sobre a história:

Clary queria que sua vida voltasse ao normal, mas sua mãe ainda está em um coma magicamente induzido, e ela se vê cada vez mais necessária no Mundo das Sombras.
O relacionamento de Clary e Simon parece ser cada vez mais do que uma grande amizade, o que pode ser bom e ruim, pois Clary ainda tem sentimentos por Jace, que descobriu ser seu irmão.
O único jeito de salvar a mãe parece ser indo atrás de Valentim, um ex-caçador de sombras perverso, e pai de Clary e Jace.
Como se não bastasse, alguém está matando jovens do Submundo. Poderia Valentim estar por trás disso?
Quando a Espada da Alma, o segundo dos Instrumentos Mortais, é roubado, a Inquisidora aparece no Instituto, e suas suspeitas recaem diretamente sobre Jace.
Como Clary poderia provar a inocência de Jace, quando ele parece cada vez mais inclinado a apoiar as atitudes do pai?

Gostei muito desse livro, e o final me deixou muito curiosa para começar a ler o terceiro, que pretendo começar o mais rápido possível.
São livros grandes, portanto demorados (a não ser que você tenha possibilidade de se dedicar o dia todo a leitura), mas o que posso dizer desse, é que está ainda melhor do que o primeiro, e vale muito a pena ler essa saga!
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Diego 14/10/2017

Lento, mas muito bom!
É definitivamente o livro mais arrastado pra se ler, demorei horrores lendo igual a primeira vez que li, mas mesmo assim é muito bom e nos introduz personagens muito interessantes e desenvolve mais um pouco os que já havia sido apresentados, até mesmo a Jocelyn que está inconsciente.
comentários(0)comente



Walisson.Santos 07/10/2017

Cidade Das Cinzas é o segundo livro da série Os Instrumentos Mortais e nele conhecemos um pouco mais do incrível universo criado pela Cassandra Clare que é um universo cheio de mitologia e de personagens Interessantes. Além disso começa-se a descobrir o porque da Clary ter os poderes que ela tem e a importancia dela e de Jace para os planos de Valentim. Apesar disso o livro poderia ter sido melhor, começando com um melhor desenvolvimento de algumas personagens e a diminuiçao do número de páginas de aguns capitulos que para mim fluiriam com mais facildade se fossem mais compactos. Apesar de alguns pontos negativos o livro conta com uma historia incrível que se corrigida em certos pontos seria ainda melhor.
comentários(0)comente



Michele.Acquafreda 07/09/2017

Instrumentos mortais - Cidade das Cinzas
Cassandra Clare

 ?(?) Era como se houvesse uma bolha de dor ou arrependimento que morava dentro do coração dele, e quando ele queria dizer alguma coisa, qualquer coisa, que parecesse significativa ou verdadeira, a bolha se erguia e sufocava."

Em Cidade das Cinzas, o segundo livro da série Instrumentos Mortais, Cassandra Clare revela dados e detalhes importantíssimos para a continuação da série. Nele conhecemos um pouco mais sobre os poderes da Clary e sobre o Mundo das Sombras.
Crianças do submundo começam a aparecer mortas, o que indica que Valentim segue em busca de concretizar seus planos de acabar com os seres do submundo, além de desejar ter seus filhos como aliados. Jace passa a ser visto com desconfiança pela Clave e é colocado sob a guarda da Inquisidora e dos Irmãos do Silêncio para que possam descobrir algo sobre seu pai. Enquanto isso, Valentim ganha tempo para colocar seus planos em prática.
Muitas batalhas acontecem e sabemos que ainda há muitas por vir. E para quem é fã de um bom romance, como eu, o triângulo amoroso ajuda a aquecer os corações entre essas batalhas.
O gostinho de quero mais permanece. Ainda há muitos questionamentos a serem respondidos...
comentários(0)comente



Garotas Devorando Livros 05/09/2017

[...]

Da para perceber que o foco maior desse livro é a família e a forma como a Cassandra trata disso me deixou tão interessada que foi difícil abandonar a leitura por qualquer motivo (até mesmo comer). Posso dizer que ela mostrou que não precisam existir laços sanguíneos para ser uma família e que o importante mesmo é o amor, tanto que a Clary em um determinado momento da narrativa diz que Luke é seu verdadeiro pai, pois ele a criou e amou como uma filha. Ao mesmo tempo em que Jace não consegue amar Clary como irmã mesmo partilhando do mesmo sangue, já Isabelle ocupa esse espaço na sua vida e no seu coração, assim como Alec e Max. Além de toda essa sutileza em dizer que sangue não é o que de fato faz uma família, o livro mostra que nenhuma é perfeita e que por vezes alguém que amamos nos chocam ou nos machucam.

[...]

CONFIRA A RESENHA COMPLETA NO BLOG!!!


site: http://www.garotasdevorandolivros.com/2017/07/resenha-cidades-das-cinzas-cassandra.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Camile 31/07/2017

Melhor que o primeiro
Continua tendo problemas remanescentes do primeiro livro, mas esse é melhor do que o anterior. Ainda bem, pq essa série nao é das menores e quero terminar de ler ja que comecei.
Ainda shippando Malec. Fui mais com a cara do Jace nesse livro, acho que ele foi melhor desenvolvido aqui. Ainda não sou fã da Clary, mas acho que ela ta mais tolerável pra mim de qlq forma. Sinto que a Isabelle mal apareceu de verdade pra eu poder ter qlq opinião formada sobre ela.
Talvez seja a expectativa baixa que me fez ter um aproveitamento melhor do livro, ou talvez ele seja melhor que o primeiro mesmo.
Renata 01/08/2017minha estante
Eu também achei esse melhor que o primeiro... e o próximo melhora ainda mais, talvez porque eu seja apaixonada pelo Simon rs :)


Camile 03/08/2017minha estante
Haha tomara que sim, ouvi coisas misturadas, mas pretendo ler Cidade de Vidro em breve. Gostei mais do Simon nesse livro, no primeiro ele ainda tava meio melhor amg nerd clichêzao pra mim, mas eu ia com a cara dele. Só não gostava como os outros tratavam ele.




Nina 27/07/2017

Melhor que o 1º
Mais interessante que o primeiro... teve desfechos não ficou só enrolando... to empolgada para o próximo....
comentários(0)comente



Gabrielly.Bezerra 25/07/2017

"-Não tenho certeza de que alguém possa ajudar Jace a fazer alguma coisa. Mas acho que você pode fazê-lo se lembrar de que tem um motivo pra viver."
MA-RA-VI-LHO-SO
Muita gente disse que esse livro era previsível e tudo o mais, porém, ele me surpreendeu bastante e em muitos momentos me deixou formando teorias e tentando descobrir vários porquês.
Eu realmente me apaixonei por esse mundo de caçadores de sombras, vampiros, lobisomens, feiticeiros, fadas, irmãos do silêncio etc..
O interessante é que a autora não deixa nenhuma dessas espécies de fora, eu particularmente tenho um amor por certos lobsomens, por o feiticeiro Magno! etc..
Essa história realmente não é daquelas que giram em torno de só dois personagens, tem muito mais pra você amar..
O que mais me chamou atenção nessa história é que mesmo talvez não sendo a intenção da autora, o livro nos mostra que ninguém nasce mau ou frio, às pessoas se tornam assim por circunstâncias. Isso que me faz amar cada Vilão da história.

Nesse livro o Jace tá bem mais bad-boy que o primeiro e isso fez a inquisidora ficar na cola dele, e suspeitando que ele está espionando a Clave pro seu pai, o famoso Valentim ( um vilão que eu tenho certa admiração, mas ainda assim odeio um pouquinho muito) que anda tramando coisas, tramando destruir todos os demônios e seres do submundo eaté a Clave!
Nesse livro a Clary e Jace descobrem que possuem poderes e o Simon também passa a fazer parte do perigoso Submundo quando se transforma em vampiro.
A Isabelle continua sendo minha personagem preferida e vou finalizando a resenha e agradecendo por sua paciência se estiver lido tudo isso kkk. Partiu Cidade de vidro!
Nadson 25/07/2017minha estante
Cidade de vidro é o melhor


Gabrielly.Bezerra 25/07/2017minha estante
Que ótimo!11


Gabrielly.Bezerra 25/07/2017minha estante
Que ótimo!!!




ThaAs.VytAria 24/07/2017

Mais ou menos
Não é muito como eu esperei não gostei,muito injuativo,nao tem uma coisa que te prende no livro que vc fica louca pra ler,mais como todo os livros da Cassandra tem uma reviravolta incrível incrível,e as letras e detalhes do livros sao lindos.
comentários(0)comente



LauraaMachado 15/07/2017

Nada surpreendente
Este livro não é ruim, mas estou começando a pensar que ele foi escrito para alguma pessoa diferente, para alguém mais nova, que não tenha lido tanto quanto eu, alguém que se convença mais fácil por conflitos bobos e batidos. Principalmente porque ele tem vários clichês de cenas que não funcionam faz bastante tempo.

Como eu disse, o livro não é ruim, não é chato. A história é dinâmica, mas não tem nada nela que me faça querer recomendar para alguém, que me faça sentir que amo a série. Ela é só okay.

Os personagens são a parte que eu menos gosto, na verdade. O Simon continua maravilhoso, apesar de ter muita coisa sobre a personalidade dele que é esterótipo desnecessário. O Jace também foi bem criado, mesmo que não seja muito surpreendente. Mas as personagens femininas são péssimas. Clary é a clássica garota normal, mas especial, por quem todo mundo se apaixona e que durante noventa e nove por cento do tempo não faz nada a não ser atrapalhar! Ela adora dizer que quer ir lutar, mas chega lá e só leva pancada porque estava distraída. Ela é frágil e reclamona, mas o pior para mim é o quanto a autora deixa clara a competição inútil entre as personagens femininas, principalmente do ponto de vista dela. E não é por causa de nada, só por serem mulheres.

A segunda pior é a Isabelle. Meu deus do céu, o que foi isso no que a Isabelle se transformou? Tem uma frase no livro do Alec dizendo que a Izzy não demonstra dor, mas ela gritou e chorou quase todas as cenas em que apareceu. Outra personagem que poderia ser forte e a autora fez fraca e inútil. Preciso urgentemente fazer uma pausa nessa série e ir ler um livro com uma protagonista forte, de atitude e opinião.

Mas, em algum momento, vou acabar voltando a ler a série, claro. Ainda vou terminar.

Editado: Me lembrei de uma coisa que eu precisava elogiar sobre essa série! Li Jogos Vorazes nas últimas semanas e, apesar da trilogia estar em um nível bem acima dos Instrumentos Mortais, senti uma falta na história da Suzanne Collins que a Cassandra Clare não me deixou sentir aqui. Fale o que quiser da escrita dela e do desenvolvimento da história, mas ela não foge de uma briga. Ela não foge da explicação de uma briga, como aconteceu nos Jogos Vorazes e acontece em várias, várias séries por aí. E isso é ótimo!
Gabrielly.Bezerra 15/07/2017minha estante
Tô amando tanto o primeiro :(
Espero não me decepcionar com o segundo :(


LauraaMachado 15/07/2017minha estante
Se você está amando o primeiro, acho que vai amar o segundo! Eu só achei o primeiro okay também. Aliás, você me lembrou de uma coisa boa do livro que eu não coloquei na resenha. Vou colocar agora.


Núbia 20/07/2017minha estante
Em minha avaliação classificaria Cidade das Cinzas em bom. O primeiro é bem melhor, tem mais aventura e menos enrolação. Sua resenha expressou exatamente o que pensei do livro. O único personagem que gostei mais foi o Valentin.




422 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |