Cidade de Vidro

Cidade de Vidro Cassandra Clare




Resenhas - Cidade de Vidro


398 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



René 01/01/2013

Desfecho perfeito.
Preciso assumir que a série Os Instrumentos Mortais meio que tinha me decepcionado. Todos falavam super bem e eu fiquei super animado para ler, porém quando terminei os dois primeiros volumes, Cidade dos Ossos e Cidade das Cinzas, fiquei decepcionado. Eu gostei dos livros, principalmente o primeiro, porém não era essa maravilha que todos comentavam. Bem, dei com a língua nos dentes ao ler Cidade de Vidro. Esse livro é simplesmente fantástico, possui tudo na medida certa. Ação, romance, mistérios, drama, revelações e etc.

O Livro começa com um ritmo um pouco lento, me fazendo pensar que não ia gostar muito da leitura, porem a medida que a história ia se desenvolvendo eu ficava cada vez mais preso nela, e lá pro capitulo 6 já estava adorando. Porém os acontecimentos na mansão Wayland foi o que realmente mudaram minha mente, simplesmente incrível, e daí pra frente só melhora! O que era uma leitura meio que cansativa virou uma das melhores leituras do ano! Tudo o que ia acontecendo só me fazia gostar cada vez mais desse livro. A parte 2 foi de tirar o Fôlego, e a parte 3, bem foi de matar!

A parte 3 foi simplesmente inacreditável! Eu que não sou fã do romance entre Clary e Jace passei até a suportar. E a medida que ocorriam as revelações e as cenas de lutas já sabia que esse livro já tinha entrado no meu top. E com certeza a cena no Lago Lyn foi... não tenho palavras! Simplesmente amei! O epílogo foi ótimo e adorei a conclusão que cada personagem teve. Isso podia muito bem ser o fim da série, pois ao meu ver não precisa de mais nada. Porém já estou com meu Cidade dos Anjos Caídos pronto para ver o que Cassandra tem para mim agora! Espero que não me decepcione.
René 11/01/2013minha estante
Visitem meu canal no youtube! https://www.youtube.com/watch?v=AuBXZcOOwho&feature=plcp




Analu. 19/02/2012

O melhor e mais viciante de todos, sem mais !
comentários(0)comente



AndyinhA 30/12/2011

Resenha especial com os 3 livros da série OS INTRUMENTOS MORTAIS. Assista e deixa seu veneno sobre a trilogia também.
Pode conter alguns spoilers.

Resenha do blog MON PETIT POISON

Para saber mais: http://bit.ly/sQ0ym3
comentários(0)comente



Luan Felipe 28/01/2013

O melhor livro do mundo
Nem sei como começar, não tenho nem palavras pra descrever esse obra.
Adorei o jeito como a autora expôs os pontos de vista dos personagens, que até o livro 2 era só o ponto de vista da protagonista Clary.
E amei o final do livro apesar das folhas soltas, mas, que bom que tem folhas soltas assim a história flui em mais 2 livro que vou começar a ler imediatamente.
comentários(0)comente



Rafael 18/04/2016

A verdade sempre vem à tona!
Antes mesmo de começar a ler Cidade dos Ossos, já havia visto vários comentários sobre a série e todos eram unânimes: o terceiro livro é melhor da série. Com esse pensamento, continuei a série mesmo não gostando do primeiro livro. Gostei muito de Cidade das Cinzas, o que me animou mais para ler este. E após finalizar a leitura, posso confirmar com todas as letras: este é realmente o melhor dos três!

Não é novidade para ninguém que Os Instrumentos Mortais seria inicialmente uma trilogia e só depois Cassandra Clare escreveu mais três volumes, por isso, todas as pontas soltas nos livros anteriores são resolvidas aqui, mas acredito que a autora já tinha em mente a expansão da série, pois alguns pontos ficam implicitamente abertos (ou seja, poderiam ter continuação mas caso não viesse a acontecer, o final aqui não seria incompleto). Realmente não tenho nenhum ponto negativo sobre o livro. Tudo foi muito bem executado, desde a história até os personagens. Prova disso é que o livro é viciante, mesmo que não seja frenético, como o primeiro.

A escrita da Cassandra cresce a a cada livro e rapidamente me conectei no mundo dos caçadores, o que não aconteceu tão rápido enquanto eu lia Cidade dos Ossos. Para completar, temos vários plot twists inesperados. Fiquei sem reação com determinado acontecimento na metade do livro e tive que reler esta parte novamente para crer que ela realmente aconteceu, pois nunca sequer cogitei essa possibilidade.

Para a alegria dos fãs, o destaque para Malec cresce muito mais nesse livro, assim como um possível romance entre Simon e Izzy - e Sizzy já se tornou meu casal preferido tanto nos livros como na série. A relação de Clary e Jace também é bem desenvolvida e temos as melhores cenas dos dois aqui. É perceptível durante todos os livros o quanto Clary e Jace vem crescendo, mas é nesse livro que temos total certeza de que os dois estão maduros - principalmente Jace, que deixa de lado seu jeito arrogante e passa a lutar pelo que quer.

E além dos já conhecidos, temos a introdução de novos personagens, como Sebastian. Sem dúvidas, ele foi um dos pontos mais positivos dessa trilogia inicial. Mas um personagem que merece menção especial é Valentim, que é o melhor personagem escrito pela Cassandra nessa trilogia. Apesar dele ser o vilão da história e atitudes que não concordo em nenhum momento, é "incrível" ver como o personagem é persuasivo e, apesar de tudo, realmente chegou a gostar de Jocelyn - muita gente acredita que não, mas eu acho que sim, mas a ambição falou mais alto. Infelizmente, qualquer informação a mais sobre Cidade de Vidro pode ser considerada spoiler, por isso, só tenho a dizer: leiam e comprovem como esse é o melhor livro da trilogia!

site: http://crushforbooks.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Su | @erlebnissebooks 20/01/2013

Cidade de Vidro- Instrumentos Mortais, vol. 3- Cassandra Clare.
Agora Clary está a procura de uma poção para poder salvar sua mãe, e para isso ela terá de ir para a Cidade de Vidro, o lar dos Caçadores de Sombras, abrindo um portal sozinha, oque diz que seus poderes estão aumentando cada dia, para Clary, o perigo representa o fato de Jace não a querer mais por perto, mas nada disso irá fazer com que ela desista da sua missão para procurar o feiticeiro Ragnor Fell, para que ele possa curar sua mãe.
comentários(0)comente



Mateus Araújo 06/07/2015

QUE LIVRO É ESSE @DEUS??
Na continuação da saga Instrumentos Mortais acompanhamos a vida dos jovens depois do encontro cara-a-cara com Valentim em seu navio cheio de demônios, e que graças a habilidade especial de Clare conseguiram se safar. Porém agora tudo está visível aos olhos da Clave, Valentim está de volta e com a posse de dois dos três instrumentos mortais, querendo mais do que nunca transformar o mundo em um lugar exclusivo para humanos e Caçadores das Sombras, não tendo o lugar para seres do Submundo.

Com tudo isso às claras é necessário a ida da família Lightwood para Idris para se juntarem a Clave e descobrirem o que fazer perante esse perigo iminente. Lá em Alicante (capital de Idris), os Lightwood ficam hospedados na casa dos Penhallow e Clary e Luke hospedados na casa de Amatis. Enquanto os adultos estão reunidos na Gard para discutirem toda a questão Valentim, Simon é solicitado para resolver sua condição com o Inquisidor, já que ele é um ser do submundo e está em Idris sem permissão. Mas o que ninguém esperava é que essa reunião na Gard iria demorar tanto e que enquanto ela acontecia um gostinho do poder de Valentim seria sentido e logo depois uma ameaça ainda maior. Dando duas opções para a população de Alicante: se curvarem e obedecerem os termos do novo mundo governado por Valentim ou um total banho de sangue que seria a guerra entre eles. Além dessa ameaça, revelações TOTALMENTE INESPERADAS são expostas. Um final épico para a primeira parte da saga.

OH MY GOD, LOOK AT THIS BOOK. Tô jogado no limbo com esse livro. Tudo aquilo que eu ficava indiferente com os dois anteriores não aconteceram nesse e ainda foi acrescentada uma dose cheia de ação e revelações loucas. O triângulo amoroso foi superado, mas não consegui lidar com o clima entre Clary e Jace até porque eles eram irmãos, mas tudo bem. Do primeiro ao vigésimo capítulo nós somos constantemente tombados com tudo o que vem acontecendo. Pessoas novas e estranhas de se conhecer 9 e velhos conhecidos também), revelações que a gente esperava para determinado assunto mas que fora totalmente diferente de tudo aquilo que a gente pensava ser possível, nossos shipp’s acontecendo, pessoas virando outro tipo de pessoa em segundos, MEU DEUS.

Depois dessa crise surtada de fãgirl eu tenho a dizer que “Cidade de Vidro” sem sombra de dúvida foi um desfecho maravilhoso para a primeira parte da saga. Sacrifícios aconteceram ao longo da narrativa, mas quem nunca, né? Ainda tô meio no chão com algumas revelações que foram ditas na terceira parte do livro. Quem iria imaginar aquilo? E como tudo conseguiu se encaixar mesmo com todas essas reviravoltas? Cassandra uma gênia. Aconselho muito vocês a lerem a saga, se não gostarem dos dois primeiros, deem uma chance para esse mar de reviravoltas loucas que foi esse terceiro livro.

>>> Magnus e Alec, melhor casal, melhores pessoas, melhor shipp, melhor livro, melhor tudo. Lidem com isso.
comentários(0)comente



Mariana Dal Chico 12/11/2011

Valentim está em busca do último Instrumento Mortal e não vai medir esforços para conseguir o que quer. Para salvar a vida de sua mãe, Clary tem que ir para Cidade de Vidro, mas nem tudo saiu como planejado. Jace não a quer por perto e a cena em que ela o encontra em Alicante é de partir o coração! Simon, que deveria ter ficado em Nova York, foi levado para o lar ancestral dos caçadores de Sombras e agora tem que enfrentar o Inquisidor e sua desconfiança sobre os motivos de ele estar ali. Ainda podemos somar a essa grande mistura um novo personagem misterioso, um reencontro, uma perda e teremos um livro quase perfeito!

O amadurecimento da série e de seus personagens é evidente, a narrativa - feita sob o ponto de vista de diferentes personagens - está mais fluida, com momentos mais agitados, romanticos, tensos e de sarcasmo muito bem distribuídos. Gostei muito da parte onde a Cidade de Vidro é descrita, consegui visualizar perfeitamente as Torres Demoníacas.

Simon está mais maduro, enfrenta seus problemas com o peito aberto, mas ainda assim, não me conquistou. No início do livro, Clary continua mimada, mas aos poucos vai reparando seus erros. Jace está mais vulnerável emocionalmente falando, mas resolveu assumir alguns riscos e vai enfrentar tudo para concluir seus planos. Ao conhecer um pouco mais sobre Valentim, que é manipulador, mentiroso, e gosta de tirar vatangem das fraquezas, fiquei com um pouco de pena dele, uma pessoa assim, nunca será feliz. E como sempre, quando Magnus aparece, rouba a cena, um dos personagens que mais gosto nessa série!!!

Leia mais: http://www.psychobooks.com.br/2011/10/resenha-cidade-de-vidro.html
comentários(0)comente



Patrícia 17/06/2011

Sensacional
Quando eu comecei a ler essa trilogia, não gostei muito. O primeiro livro, achei que foi bem fraco, mas insisti em continuar a leitura.
O segundo livro, me surpreendeu MUITO. E o terceiro, não tenho nem o que falar... Surpreendeu mesmo.

O modo como o livro foi escrito é muito bom. Ela relaciona os detalhes do primeiro livro até o último de forma surpreendente!

A leitura desse livro é tranqüila, fica o "gostinho de quero mais" e quando você começa a ler, vc tem que se esforçar muito pra trabalhar, estudar ou ver um filme... é muito imprevisível e aguça demais a curiosidade.

A história é envolvente e criativa.

Gostei MUITO! Entrou para os favoritos!!!
comentários(0)comente

Nanda Cris 21/08/2011minha estante
Tb tive a mesma sensação com o 1 e o 2. Só li o 2 porque já tinha comprado junto com o 1.
Estou indo pro 3 já totalmente ansiosa!




Johny 28/07/2016

Bom
Cidade de Vidro, encerra a primeira trilogia da série bem. As coisas resolvem, apesar de todo o sufoco, Clary finalmente acorda de uma vez por todas e conhecemos Alicante, a única cidade de Idris.
O livro é bom. O final foi dentro do esperado, as cenas de Jace são ótimas, mas senti a falta de um algo a mais. Houve mais surpresas do que ação. Enfim, um livro bom, e tô louco para ler os próximos. 4,5 stars
comentários(0)comente



Mariana 15/02/2013

Resenha - Cidade de Vidro [Blog Corujinha Leitora]
Vocês devem saber que resenhar um livro que você gostou é muito difícil, mas resenhar um livro que você amou é tortura, porque quando eu amo eu quero comentar sobre as cenas perfeitas e não posso fazer isso aqui. E pra mim foi um suplício resenhar a primeira trilogia de Os Instrumentos Mortais.

Não achei um jeito de falar pra vocês a trama principal desse livro sem revelar nada importante. Basta vocês saberem que eles vão para Idris, a Cidade de Vidro, onde a Clave convocou todos os Caçadores de Sombras ativos para discutirem toda a situação do Valentim. Clary, por outro lado, quer ir por causa de Madeline, que no final de Cidade das Cinzas disse saber como salvar a mãe de Clary. Mas, como sempre, as coisas não acontecem como planejado por causa de milhões de coisas que eu amaria discutir aqui, mas não vou porque são spoilers.

Esse é o livro com mais coisa acontecendo, justamente por ser o "final" (entre aspas, porque depois ela decidiu fazer outra trilogia completando uma... sextologia?). Enfim, na época que ela escreveu seriam só três livros, então aqui termina o que começou no primeiro. Temos muitas surpresas guerras, batalhas e as revelações são tão OMG, que fazem o final de Cidade dos Ossos parecer uma simples pedra no sapato. Ai, não dá pra explicar!


Continue lendo aqui! http://corujinhaleitora.blogspot.com.br/2013/02/resenha-video-cidade-de-vidro-cassandra-clare.html
comentários(0)comente



Mari 27/07/2016

Opinião | Perdida entre Vidas
É SOBRE O QUE MESMO?

Clary tem de ir até Idris, a cidade de vidro, para encontrar o feiticeiro que, supostamente, pode acordar sua mãe (que dormia desde o início da história, lá em Cidade dos Ossos) e, é claro, tudo dá errado. Por causa disso, o livro inteiro se passa em Idris. Ainda temos os dramas adolescentes, mas gostei da forma como a história se desenvolveu.

O QUE ACHEI...

O livro começou bem mais ou menos, como os anteriores, mas conforme a história vai avançando a trama fica cada vez mais interessante.

Temos grandes revelações e explicações sobre o passado. Dá para perceber que a história iria terminar por ali (para quem não sabe, a ideia inicial da autora era uma trilogia), pois temos um ótimo fechamento para os problemas, mas Cassandra Clare foi esperta e deixou alguns pontos que poderiam ou não serem utilizados para uma continuação. E suponho que foi isso o que aconteceu. Mas se tu quiser, pode tranquilamente não ler o restante dos livros e considerar a história terminada.

Agora posso realmente dizer que gosto dessa série e estou sim ansiosa para ler os próximos livros!

site: https://perdidaentrevidas.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Grey 17/12/2011

Ótimo!

(Suspirando...)
Depois do 2º livro, não esperei muito para sequencia da Série Instrumentos Mortais. Mas simplesmente me impressionou.
O melhor livro da série. Pois tudo foi na medida certa. A narrativa bem trabalhada. Os personagens mais participativos, decididos... maduros.
As questões principais foram respondidas, resolvidas... E outras foram apresentadas.
A história foi fascinante! Recomendo!
comentários(0)comente



Cris 30/01/2016

cuidado
Cuidado! Trecho do Livro Abaixo que Contém Spoilers. "... E então eu descobri que a razão para eu me sentir dessa maneira – como se você fosse alguma parte de mim que eu tinha perdido e nunca nem mesmo sabia que eu estava perdendo, até que eu vi você de novo – que a razão era que você era minha irmã, isso pareceu com algum tipo de piada cósmica. Como se Deus estivesse cuspindo em mim. Eu nem mesmo sei pelo que – por pensar que eu pudesse na verdade ter você, que eu merecesse algo como... leia mais
Cris 06/02/2016minha estante
incrível do começo ao fim.




398 encontrados | exibindo 31 a 46
3 | 4 | 5 | 6 | 7 | 8 | 9 |