A Sereia

A Sereia Kiera Cass




Resenhas - A Sereia


283 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


spoiler visualizar
comentários(0)comente



Sara Sayuri 09/10/2017

Leitura fraca
A Sereia ? Kiera Cass ? Editora Seguinte ? 1ª Edição ? 2016

A Sereia conta a história de Kahlen, uma garota que foi salva pela Água de um naufrágio que levou toda sua família. Em troca de sua nova vida, ela tem que cumprir 100 anos como sereia, onde precisa utilizar a sua voz para atrair às pessoas até o mar e afogá-las. Ela vive em grande sofrimento, pois se culpa por todas as pessoas, na qual, matou para alimentar a Água, até o dia que conhece o lindo e charmoso Akinli, que não é atraído apenas pela sua beleza mística.
A trama teria tudo para ser uma história cativante de sereias e coisas místicas, mas faltou muito conteúdo. Não traçaram uma história antiga sobre as sereias, não criou seu próprio conto de sereias. A escolha das sereias é aleatória, as meninas não tinham algo especial. A autora deixou claro no livro que nem elas sabiam o que era uma verdade sobre elas e o que era mentira, era um mistério que concluímos o livro sem desvendar.
A narrativa foi bem fraca, não cativa. Tudo se passa muito rápido sem detalhes, sobre as emoções dos personagens o ambiente que os cercam, o que não nos faz sofrer e viver junto. Não sei se o motivo foi a trama ser em primeira pessoa, focando somente do sofrimento da Kanlen, com isso, não tivemos um aprofundamento dos outros personagens.
A Kahlen se tornou uma pessoa muito chata, imatura e egoísta. Em toda a trama só vimos o sofrimento dela e emoções dela, tendo em poucos momentos, ela saindo desse mundinho de sofrimento e fazendo algum bem para com as pessoas a sua volta.
Akinli não me conquistou, pois não o conheço de verdade. Somente com algumas poucas páginas sobre ele, sua vida e história não foram suficientes para descrever como ele é de verdade. Só vimos ele tentando impressionar, conhecer e agradar a Kahlen, agora momentos de verdadeiros conflitos e brigas, no qual, a pessoa realmente se mostra não tivemos nenhum.
As irmãs da Kahlen, cada uma com o sua história e personalidade, mostraram que por mais que sejam diferentes se amam e fazem de tudo umas pelas outras, mesmo que tenham que se sacrificar e correr riscos.
A Água quando se lê a sinopse pensamos nela como uma vilã, que não deixa os dois personagens principais ficarem juntos, mas ela é a representação de uma mãe. Como toda família, temos regras nas quais se não cumprimos temos que pagar um preço. Em todo momento da história não deixa dúvidas no amor incondicional que ela tem pelas suas filhas, mesmo que às vezes tenha que dar um castigo severo.
O romance é outra coisa que me incomodou bastante, pois não tiveram tempo de se conhecer, se apaixonar e criarem uma história. Amor à primeira vista, é ótimo, mas o interessante é o desenrolar de tudo isso.
Concluindo, a história gira mais entorno dos conflitos familiares entre Kanleh, a Água e suas irmã do que o romance em si. Classificaria o livro como sessão da tarde kkk...
comentários(0)comente



Claris Ribeiro 03/10/2017

Decepcionante
Achei muito difícil escrever essa resenha, primeiro porque a sinopse do livro é a resenha da história, segundo que o livro foi uma grande decepção pra mim. Apaixonei pela escrita de Kiera Cass com a série A Seleção, mas infelizmente ela não me conquistou nesse livro, tentei levar em conta que foi o primeiro livro que a autora escreveu e mesmo assim, não funcionou.

O primeiro capítulo é realmente envolvente, me prendeu e chamou minha atenção. Kahlen estava viajando de barco com sua família, uma família boa e bem de vida, quando aconteceu uma tragédia. Durante o naufrágio, Kahlen ouviu um canto lindo te chamando, mas seu desejo por continuar viva era tão forte que chamou a atenção da Água, que ouviu suas preces e a deu o que ela mais desejava, mas claro, com algo em troca.

Depois disso acontece uma passagem de tempo, agora temos uma Kahlen sereia, que serve há oitenta anos os desejos da Água. As sereias são garotas que ganharam uma nova chance, recebendo uma vida de cem anos de juventude, saúde e beleza, que, em troca, devem alimentar Água de tempos em tempos com vidas de inocentes através do seu canto. Fora da água as sereias não podem falar, caso contrário, a pessoa que escuta sua voz, é hipnotizada e vai de encontro à sua morte na Água. Depois dos cem anos, as sereias têm suas memórias apagadas e voltam para o mundo como garotas normais.

Kahlen tenta viver uma vida normal ao lado de suas irmãs sereias Elizabeth e Miaka. Elas se mudam de tempos em tempos para novas casas, sempre servindo a Água quando precisam. Kahlen tem uma personalidade forte, é bem diferente de suas irmãs, e, sempre tem pesadelos, ela sofre muito em ter que cantar e tirar a vida de muitos inocentes, mas obedece a Água como deve ser. Elizabeth e Miaka são mais descoladas, curtem viver a vida e aproveitar o que a Água deu para elas. Mesmo com personalidades tão diferentes, elas se amam e dão muito certo.

Em uma das cidades onde as meninas estão passando uma temporada, Kahlen conhece Akinli, um menino normal, simpático, que não importou nem um pouco com o fato dela não falar e que trouxe uma experiência nova e muito divertida para a vida de Kahlen. Os dois tiveram uma conexão muito grande e isso acabou assustando Kahlen, que resolveu sair da cidade sem falar com ele e sem contar o motivo para suas irmãs. Kahlen não era de desobedecer regras e sabia muito bem que o amor não era permitido pela Água, mas acabou sofrendo muito com isso.

Não consegui simpatizar muito com Kahlen, não gostei muito da personalidade dela e de como ela lidava com as situações. Do pouco que fomos apresentados sobre o Akinli, achei ele um personagem muito divertido e fofo. O mais engraçado desse livro é que minha personagem preferida é a sereia Aisling, uma das irmãs que morava isolada com a Água. Ela teve uma participação pequena, mas sua história se mostrou mais profunda e real que todo o livro.

Achei que a história desse livro teve muitos plots a serem explorados que a autora deixou passar (como a morte dos pais de Akinli, tinha alguma coisa ali além do que a autora mostrou?), ela focou em coisas sem importância e teve uma construção muito rasa de tudo, a história não comove, não emociona e não te dá expectativa nenhuma para o final. Ficou muito a desejar, no meio da leitura eu já estava bem decepcionada e sem esperanças de um grande final.

Um outro ponto do livro que me incomodou muito é a forma que a Água é tratada como um Deus na escrita, o uso da maiúscula sempre que iam referir a ela me irritou bastante, exemplo: senti-La, abraça-La, entende-La, dEla.

Criei grandes expectativas para esse livro, que infelizmente não conseguiu alcança-las. É uma leitura leve, um romance simples cheio de fantasia. Não é uma obra totalmente ruim, é um livro para passar o tempo, nada demais.

site: http://www.plasticodelic.com/2016/06/resenha-sereia.html
Mônica Landim 17/10/2017minha estante
Ótima resenha, concordo com tudo o que vc escreveu.




Bel 27/09/2017

Eu nunca chorei tanto ao ler um livro. Chorei o início ao fim. Não sei exatamente o porquê, porém, tenho uma noção breve: o amor. Esse livro emana amor de tantos e diferentes modos. Quase sufoquei com a necessidade dEla, e isso é o que mais me acalenta.
comentários(0)comente



Rai 20/09/2017

A sereia ...
Um livro incrível, uma história que prende o leitor. Confesso que me emocionei com o final!! Amei por de mais esse livro!
comentários(0)comente



Juliana Rodrigues 18/09/2017

A sereia
Leitura fácil, não tem muitas páginas, é bem legal em relação da personagem principal com as outras sereias e com a água porque com o par romântico foi tudo muito corrido, não teve muitas partes deles e já criou um amor corrido. O final também é muito corrido, na verdade achei o final muito ruim.
De resto é fácil de ler.
comentários(0)comente



roxy 09/09/2017

a sereia
a sereia é um livro muito muito bom : Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.
a história é incrivel , nos prende do começo até o final . kahlen é uma sereia e como sereia a sua voz é mortal para os humanos , ela morar perto de uma universidade com suas irmas , no desenvolver da historia encontramos Akinli um jovem super fofo , e quando ele e Kahlen se encontram é um começo de uma grande amizade e logo surgi uma conexão entre eles . porém a Agua que é a mãe , chefe de Kahlen não permite que as sereias tenham contato ou sentimento com os humanos e se ELA descobrisse a sereia seria morta . porém Kahlen e Akinli vão fundo nesse sentimento onde trará grandes consequências e desafios para prova a Água que ela não é capaz de impedir um sentimento entre as pessoas .
comentários(0)comente



Gabiy 07/09/2017

A Sereia
No início a história parece bem bobinha como histórias que normalmente cativam adolescentes, mas a partir do meio para o fim principalmente a história se desenvolve muito melhor e foi o que me fez ter vontade de continuar a leitura. O fim não é espetacular como a serie da seleção mas é tão boa que o final do livro compensa o começo um pouco massante.
comentários(0)comente



Bia 03/09/2017

A Sereia começa com o naufrágio do navio onde Kahlen está. De modo desesperado, ela clama por sua vida, quando a própria Água a dá o direito de viver por Ela. Kahlen se torna uma sereia, e por 100 anos, precisa servir à Água, cantando para causar outros naufrágios, alimentando a Água, para que assim Ela possa continuar servindo à Terra. Com o tempo, ela começa a se acostumar com isso e se torna uma das melhores sereias.

Enquanto suas irmãs, Miaka e Elizabeth conseguem lidar muito bem com a vida de sereia e a vida humana, Kahlen se mantém reclusa, pois sereias são imortais, mas altamente fatais. Se algum humano ouvir sua voz, minimamente que seja, ele entrará num transe sem fim e se dirigirá a Água. Isso a mantém sempre em luto, preenchendo cadernos com informações da cada pessoa que morreu em um naufrágio causado por ela.

Para continuar lendo, acesse o Uncreative Place.

site: http://www.uncreativeplace.com.br/a-sereia-291216/
comentários(0)comente



Agatha 31/08/2017

Maravilhoso...
O que dizer dessa história???? Fiquei simplesmente encantada, com vontade de colocar todos num potinho e guardar pra mim. Ri e me emocionei demais. Para mim eh disparado muito mais envolvente que A Seleção, até porque pra mim a Seleção eh meio utópico, não consigo imaginar aquele tipo de coisa acontecendo realmente.
Pra quem eh fã da saga dos vampiros e lobos mais lindos que vc respeita, com certeza vai se apaixonar por A Sereia, eu amei, me encantou e fico na torcida pela continuação. ?????
comentários(0)comente



Babi 27/08/2017

Não recomendo
Leitura cansativa. Diferente da serie a seleção de kiera este livro parece que o capitulo nunca acaba e demora demais! Historia muito enrolada e comparada aos outros livros da autora não é legal
comentários(0)comente



Cynthia Souza Brasil 24/08/2017

Não rolou. Não sei se fui com uma perspectiva mta alta em relação aos outros livros que li da autora, mas esse não me convenceu de forma alguma, achei a historia lenta e cansativa abandonei o livro no meio da historia de tao chata e arrastada. Não sei se vou voltar a ler acredito que não.
comentários(0)comente



Lu 22/08/2017

"A Sereia" conta a história de Kahlen, uma garota que quase se afogou em um naufrágio quando tinha 19 anos, mas Água a salvou e por cem anos ela precisa cantar e atrair pessoas para que se afoguem no mar. Kahlen é a preferida da Água, mas as coisas começam a mudar quando ela conhece Akinli, um garoto fofo e gentil por quem se apaixona.

"Tínhamos que cantar e tínhamos que guardar nosso segredo. Era uma lista de mandamentos bem curta."

É muito mais simples fazer resenha de um livro que não foi tão bom quanto você esperava do que um livro que você realmente gostou. Nesse caso, "A Sereia" se enquadra no primeiro quesito, um livro que eu tinha grandes expectativas e não consegui ser surpreendida em nenhum aspecto. Daí vocês vão vir correndo comentar que o bom é não ter expectativas, eu sei disso, mas com todo o AUÊ que criam em torno do novo livro da Kiera e da história sobre sereias, era de se esperar ago incrível.

Bom, Kiera não nos traz uma nova história sobre sereias, ela não inova em nada além de nos mostrar uma Água que tem sentimentos e fala com suas sereias. O livro não me pegou em momento nenhum. Ao contrário de "A Seleção" que, apesar de bobinho, me prendeu até o ultimo livro lançado, "A Sereia" não conseguiu fazer o mesmo. Não sei se foram os personagens monótonos ou enredo raso, mas as páginas passavam e eu não via como a história poderia ter uma reviravolta que me prendesse de vez.

Achei que o final do livro criado por Kiera é muito simples para tudo o que a história propõe, como a proibição de se apaixonar por um humano. Eu esperava que essa regra fosse soberana a todas as outras e que Kahlen teria que se desdobrar para viver seu amor com Akinli, mas as coisas não acontecem bem assim e eu fui me decepcionando aos poucos, até não sobrar quase nada.

"Quis ocultar Akinli com outros pensamentos, preocupada de acabar revelando alguma coisa errada."

Com personagens fracos, uma protagonista beirando a depressão profunda e um romance clichê, A Sereia peca por não aprofundar temas que nos deixa curiosos como o misticismo em volta das sereias e como suas vidas podem ser incríveis vivendo por cem anos na forma que tinham quando morreram.

(resenha postada originalmente em 10/05/2016)

site: http://lumartinho.blogspot.com.br/2016/05/a-sereia-kiera-cass.html
comentários(0)comente



Luciana.Sauder 20/08/2017

Gostei do livro.
Leitura facil. Achei bem legal essa historia de sereia. É diferente das outras que ja li.
Nao é uma das minhas paixoes, mas indico a leitura.
comentários(0)comente



Kate 30/07/2017

Uma gracinha !!
Leitura facil e eu adoreei esse livro, tem uma vibe bem estilo praia e cada detalhe torna o livro cada vez mais apaixonante. É uma leitura muito gostosa e delicada
comentários(0)comente



283 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |