Incógnito

Incógnito Maiara Tissi




Resenhas - Incógnito


3 encontrados | exibindo 1 a 3


Clube do Livro 24/07/2016

Resenha do blog Clube do Livro e Amigos escrita por Amanda Bonatti (completa)
Confesso que Romance policial não é meu gênero de leitura favorita, no entanto, fiquei animada para conhecer "Incógnito", da autora Maiara e editado pela editora Arwen (Editora parceira que vem revelando muitos talentos Nacionais). Logo no inicio conhecemos a personagem Mariana, que sempre desejou ser uma espiã e se preparou muito para isso, digamos que desde criança. Ela cresce e se torna uma garota astuciosa e determinada, que corre atrás dos seus objetivos, ate que consegue realizá - los. Sendo assim, depois de muito esforço ela consegue um trabalho como espiã, onde enfrenta muitos mafiosos, contrabandistas e outros agentes e também um grande desafio: investigar e lutar contra o ataque de uma agência rival que quer matar todos os agentes de outras agências. Ou seja, ela vira um alvo, e é aí que a trama ganha mais adrenalina e temos cenas muito envolventes.

"Sou acostumada a enfrentar os mais impiedosos mafiosos, os mais ferozes contrabandistas e os mais bem treinados agentes. O Contra-ataque faz parte da minha rotina. Pela primeira vez, porém, minha posição é a de alvo de um ataque em curso."


O livro lida também com os erros cometidos pela personagem e alguns que nós leitores ficamos com vontade de brigar com ela (rsrs), mas que acredito que serão retomados nos demais livros da série. A escrita é bem leve e fácil de acompanhar o que torna uma leitura agradável, bem como os diálogos também são bem construídos. Indico para os leitores que apreciam uma leitura com pitadas de emoção, adrenalina, ação e aventura.
Recomendo!


site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2016/06/resenha-nacional-incognito-maiara-tissi.html
comentários(0)comente



Lu 03/05/2016

Eu AMO romances policiais e quando vi a oportunidade de ler um deles editado pela Arwen e, ainda por cima, nacional, fiquei muito animada. Era a minha chance de ler algo que eu gosto e divulgar , mais uma vez, a literatura nacional.

"Incógnito" nos trás a história de Mariana Conrado cujo sonho de infância era ser uma espiã secreta. A partir de então, Mari se esforça em tudo o que faz para sempre ser a melhor e mesmo com todos a sua volta dizendo que espiões secretos não existiam, Mari continuou se esforçando até que conseguiu sua tão sonhada vaga de espiã. Agora, tantos anos depois, Mariana e seus amigos enfrentam agentes de outra agência secreta que está matando um a um os espiões de outras agências.

A única coisa que me irritou mais do que tudo, foi a personalidade de Mariana. Ela é considerada uma espiã perfeita, excepcional em ABSOLUTAMENTE tudo o que faz e, por isso, seu ego é tão gigante que ela precisaria de uma mala de rodinhas para carregá-lo. Mas, fico aqui me perguntando, se ela é considerada tão boa e perfeita assim, porque cometeu erros enormes no passado? Por que ela sempre abaixa a guarda quando na primeira vez que fez isso tudo deu errado? E, finalmente, por que ela se apaixona tão rápido e loucamente quando da primeira vez que fez isso não deu nada certo?

Essas pequenas coisas me deixavam com a pulga atrás da orelha já que Mariana sempre cometia erros básicos em situações que até nós, meros mortais sem treinamento de espião, não cometeríamos. Mari é a rainha de meter os pés pelas mãos e também não é o tipo de personagem que aprende com seus erros, pelo menos, não nesse livro. Como se trata de uma trilogia, quem sabe ela consiga administrar melhor seus erros no futuro? .

Mariana à parte, o livro tem, como pano de fundo, as agências secretas e uma delas quer retomar o posto de melhor agência do mundo matando todos os agentes que não trabalham para eles e essa é uma das partes que mais me fez persistir na leitura. Gosto muito dessa coisa toda de agente secreto e missões impossíveis, ainda mais quando existe uma outra agência que quer acabar com as demais.

O livro é narrado por Mariana em dois tempos. Nos tempos atuais ela lida com esse novo inimigo que caça a ela e seus amigos para dizimá-los um a um e seis anos antes, quando Mariana era uma agente novata e abandonou seu emprego por amor, assim, vamos conhecendo melhor a protagonista e seus erros do passado.

"Incógnito" não tem grandes reviravoltas, talvez isso se explique por ser o primeiro livro da trilogia, mas as coisas ocorrem meio que previsivelmente durante a trama. Mesmo achando que aquele acontecimento pareça óbvio, ele vai acontecer, mas apesar de previsível, acho que o final deu um toque de curiosidade quando termina tão abruptamente, deixando o leitor imaginando diversos caminhos para Mariana e os outros personagens.

A escrita de Maiara é bem leve e fácil de acompanhar. Ela não usa palavras rebuscadas demais, nem quando os agentes conversam entre si e isso nos ajuda a acompanhar a história sem problemas e, assim, a história flui rapidamente.

Agora, estou curiosíssima para saber o que mais vem por ai.

site: http://lumartinho.blogspot.com.br/2016/03/incognito-maiara-tissi.html
comentários(0)comente



Conchego das Letras 04/01/2016

Resenha Completa
Oi pessoal, tudo bem? Hoje falaremos de um livro de aventura escrito para o público "jovem". Maiara Tissi é uma autora nacional que está lançando sua primeira trilogia: Incógnito.

A obra trás o mundo da espionagem secreta para o nosso dia a dia e junto com Mariana, a protagonista dessa história e minha xará, tentaremos derrubar a empresa inimiga que quer acabar com a concorrência mantando a todos.

Mariana Conrado é uma espiã secreta. Esse era o seu sonho de infância e ela fez o seu possível para atingi-lo. Mesmo quando todos falavam para ela que espiões secretos eram coisas de filme e não existiam na vida real ela continuou tentando e... Quem diria... Eles existem e ela tornou-se uma!


Depois de algumas mortes estranhas de parceiros de profissão, sua agência descobre que uma concorrente que tornar-se líder eliminando os profissionais da outra. Com isso os caçadora (espiões) acabam tornando-se também a caça, o que traz para Mariana uma situação inusitada e a qual precisa adaptar-se.

Para piorar ainda mais a situação, traumas do passado ressurgem em sua mente e ela precisa lidar com eles para que sua atenção e reflexo não fiquem prejudicados na missão que pode valer a sua vida: a de evitar morrer pelas mãos de seus concorrentes.

A única coisa que realmente me incomodou um pouco na obra é o fato de Mariana ser considerada a excepcional em tudo o que faz, praticamente a agente perfeita. A garota "se acha" total, mas o que vi foi a dita cuja cometendo erros básicos em situações que para ela já deveriam ser corriqueiras e metendo os pés pelas mãos. A forma como o emprego "caiu no colo dela" também me agoniou um pouco, embora eu não tenha ideia de que outra forma poderia ser.rs

O livro é bem escrito, com uma capa azul lindíssima que me encantou. A diagramação interna também não peca neste quesito de beleza. O enredo é repleto de cenas de ação, que são bem trabalhadas e envolventes. Até sofremos um pouco com a personagem quando ela está enfrentando momentos doloridos para a alma.

Para mim, Incógnito definitivamente foi um bom livro para passar o final de semana lendo e curtindo uma ventura estilo 007 versão feminina.


site: http://conchegodasletras.blogspot.com.br/2016/01/resenha-incognito.html#more
comentários(0)comente



3 encontrados | exibindo 1 a 3