E Se For Você?

E Se For Você? Rebecca Donovan




Resenhas - E Se For Você?


70 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5


Jaqueline 23/06/2019

E se for você - Resenha!
Quando vi esse livro pela primeira vez, julguei ele pela capa. Achei uma capa tão fofinha e bonitinha que queria comprá-lo para ter na minha futura estante. Porém, a biblioteca da minha cidade passou por umas reformas e teve muitas doações de livros. Acabei por vê-lo lá, a curiosidade bateu e não me aguentei. Peguei-o para ler. E gostei bastante!

A autora nos apresenta a história de quatro amigos na infância que se separam no começo do ensino médio: Cal, Rae, Richelle e Nicole. Richelle se muda para outra cidade e Nicole, por quem Cal sempre teve um amor platônico, acaba por fazer outras amizades, se juntando com uma turma de garotas fúteis e populares da escola, parando de falar com ele e Rae.

Anos se passam e Cal vai para a faculdade. Do garotinho franzino e tímido, ele cresce, encorpa e se mostra um namorador. Ainda ressentido por ter perdido duas pessoas importantes na mesma época, conhece Nyelle, uma garota fisicamente idêntica a Nicole mas com uma personagem bastante diferente. Enquanto Nicole é tímida e introvertida, Nyelle é ousada, espirituosa e espontânea. Cal então fica na dúvida se as duas garotas de fato são a mesma pessoa, uma vez que Nyelle é muito diferente e não parece se lembrar de nada do passado.
O livro é narrado pelo ponto de vista de Cal, com flashbacks alternados entre memórias de Richelle e Nicole. É uma trama bem leve e juvenil, com emoções e um quê de mistério. Não sabemos se Nicole e Nyelle são a mesma pessoa e não sabemos nada sobre Richelle. Onde ela está?

Gostei bastante das personagens, principalmente de Nyelle, uma garota que age como uma criança, mas de um jeito positivo. É quase inocente a forma como ela quer aproveitar o melhor que a vida pode oferecer e da melhor forma possível, assim como ela é, o que ela de fato quer ser.

Gostei também da escrita da autora, uma narrativa mais fluida e fácil de ler e interpretar. Gostei da delicadeza com que ela abordou a história, principalmente com as memórias de infância de Nicole e Richelle. Algumas partes são sim monótonas, o que desacelera um pouco o ritmo da leitura. Acredito eu que muitas páginas foram desnecessárias para a história, mas mesmo assim não achei nada cansativo demais, que estrague a experiência de ler.


É um livro estilo John Green, mas muito melhor. Inclusive, Nyelle me lembra um pouco de Margo de Cidades de papel, por ser uma adolescente que pensa e age diferente das demais garotas e que não se preocupa com a opinião alheia. Porém,Nyelle é uma personagem muito melhor e com muuuuuuuuito mais carisma!


Nunca li nada da autora e posso dizer que foi uma boa primeira experiência. Não é AQUELE livro que você guarda pra sempre no coração, com acontecimentos épicos e extraordinários mas dá pra aproveitar uns bons dias apreciando a leitura. É uma leitura sensível que fala sobre amizade, segundas oportunidades e como é bom demonstrar nossos sentimentos.
comentários(0)comente



Emii 01/06/2019

Perfeita leitura de inverno
Em uma festa de universidade, Cal Logan se depara com Nyelle Preston. A personalidade dela é a primeira coisa que lhe chama a atenção, mas quando ele olha sua aparência, logo se lembra de sua amiga de infância, Nicole Bentley. As duas são incrivelmente parecidas. Ele pode até ter certeza de que são a mesma pessoa, apesar das duas agirem de modo diferente.
Fazia anos que ele não via Nicole. Eles eram vizinhos e cresceram juntos, porém no ensino médio, por alguma razão, Nicole se afastou dele e de Rae, sua outra melhor amiga, e passou a andar apenas com um grupinho de patricinhas do colégio.
Cal é apaixonado por Nicolo desde pequeno e nunca entendeu ou superou o afastamento dela. Quando vê Nyelle, não pode deixar de se interessar pela garota, apesar de não saber exatamente se ela realmente é sua amiga de infancia, sem entender o que ela estava fazendo ali ou o que havia acontecido com ela. E nós, leitores, ficamos tão confusos e curiosos quanto Cal. Nicole era uma garota educada demais, quieta e estava sempre com aparência impecável, com cabelos muito bem penteados e roupas bonitas. Enquanto Nyelle parece pouco se importar com isso, usando roupas largas, cabelos bagunçados e sempre inventando uma loucura para fazer.
Nyelle é uma pessoa extraordinária. sempre alegre, divertida e que se importa com todo mundo. Todos nós deveríamos ser mais como Nyelle
As melhores partes do livro são as narrações do passado, quando eles eram criança. A Nicole era uma menina timida e quieta, muito oprimida por seus pais, que eram muito rigorosos com ela. Nicole só conseguia se soltar quando estava na companhia dos seus amigos. Era apenas com eles que ela conseguia se divertir e se sentir uma criança de verdade. É muito fofo ver as lembranças deles quando criança.
Eu amei o livro, amei os personagens, o casal. o unico problema é que eu esperava mais do final. Achei que seria um final emocionante, mas na verdade não consegui me emocionar porque a maior parte do tempo estava me pergunto se fazia sentido.
Mas como eu estava com vontade de ler um new adult bem agua com açúcar, eu gostei. E recomendo também.
comentários(0)comente



Ingrid.Oliveira 03/04/2019

Que livro doido é esse?

Essas justificativas finais foram simplesmente nada a ver. Coloquei uma super expectativa sobre o segredo e porque Nyelle era tão louca e tão cheia de mistérios, mas a justificativa simplesmente não convenceu.

A justificativa para a mudança de Nyelle e sua forma de agir não foram plausíveis, na minha opinião ela sofre de bipolaridade e outros problemas comportamentais.
comentários(0)comente



jubs 12/02/2019

meu novo livro favorito!
que história incrível! não tenho palavras pra explicar o quanto amei esse pequeno universo criado pela rebecca donovan! que personagens encantadores, a cada página eu ficava mais e mais envolvida com a história e o mistério que a envolvia. Nyelle é incrível! Cal e Nyelle são sensacionais. Richelle e Rae são uns amores. Cada personagem, suas vidas, emoções, pensamentos, ações, relações... tudo construído de uma maneira encantadora! você se apaixona e se vê completamente envolvido com o livro! eu poderia dar 1000 estrelas se pudesse! gostaria de esquecer a história pra ler tudo de novo e sentir o mesmo gostinho da primeira vez! aprendi várias lições, surtei muuuuito, chorei, dei risada, me identifiquei demais com diversas características dos personagens... viajei dos pés a cabeça nesse mundinho de prender qualquer um, obrigada rebecca donovan por me proporcionar esse misto de sentimentos de que eu tanto precisava sentir ?

ps: pra você que tá aí prestes a começar essa leitura incrível, não perde mais tempo não e simplesmente SE JOGA ?
comentários(0)comente



Marica 06/01/2019

E se der pra recomeçar todos os dias?
O livro conta a história de Cal e Nyelle que se conheceram na infância e eram grandes amigos, até que ela simplesmente para de falar com ele. Cal reencontra sua amiga de infância na faculdade e não consegue resistir a se aproximar dela novamente.

A história é intrigante e envolvente, gosto muito que ela seja contada através do personagem masculino, coisa que é pouco comum nesse gênero Young Adult. Cal é um homem gentil, bondoso, tímido e inseguro em mostrar seus verdadeiros sentimentos, muitas vezes é frustrante acompanhar a passividade dele em relação a Nyelle, como se estivesse sempre pisando em ovos por não querer que ela se afaste dele. Nyelle é a incógnita do livro, despretenciosa, imprevisível, divertida e insana ela nos leva para situações malucas e diz coisas que só fazem sentido para sí mesma, mantendo seu comportamento misterioso. Gostei muito da construção narrativa, intercalando capítulos entreo presente e o passado onde mostram a infância e adolescência dos personagens. Gosto muito dos personagens coadjuvantes que são parte crucial da história: Raelyn e Richelle. Ressalto que demoraram um pouco demais para a resolução do mistério que cerca Nyelle, praticamente na metade do livro já podemos chutar quase tudo que aconteceu no passado, por isso não tinha necessidade de extender tanto a narrativa, chega um momento onde as ações imprevisíveis de Nyelle cansam e você só quer pular as loucuras para ler mais um capítulo do passado. É por isso que não consigo dar 5 estrelas para o livro. Com certeza valeu a pena a leitura e recomendo muito. Apenas não fiquei tão apaixonada pelo casal quanto poderia, e não me emocionei tanto com clímax da revelação central do livro.
Porém adoro essa autora, e como ela consegue construir relações de amizades fortes, sempre fazendo com que tenhamos interesse nos personagens coadjuvantes tanto quanto nos protagonistas. Constrói ótimos diálogos e personagens com passados interessantes.

A mensagem do livro é muito bonita, como podemos aproveitar a vida fazendo coisas simples, como afastar a dor fazendo coisas prazerosas e que é possível recomeçar todos os dias, fazendo o que se quer e sendo quem se é de verdade, sem medo e com coragem.

comentários(0)comente



Cris Ingrid | @catarseliteraria_ 03/01/2019

Minha opinião - E se for você?
Cal, Rae e Richelle eram melhores amigos de infância. E quando Nicole se muda para a vizinhança, logo se torna amiga do grupo. Acontece que tudo se transforma quando Richelle muda repentinamente, sem avisar, e Nicole para de falar com eles.

O tempo passou, e sem mais notícias das duas, a vida de Cal e Rae seguiu seu rumo. Até o dia em que, numa festa da faculdade, Cal vê alguém que tem exatamente o mesmo rosto de Nicole, mas que diz se chamar Nyelle. É claro que o rapaz fica extremamente mexido pela moça, já que sempre teve uma queda por Nicole, então tenta se aproximar dela de todas as maneiras.

E com essa aproximação, ele vai conhecendo mais de Nyelle e vê que, embora ela tenha o rosto idêntico ao da sua antiga amiga, seu jeito de ser é muito diferente. Com seu espírito livre e sempre desejosa de aventuras, Nyelle leva Cal a ter experiências únicas, mas nunca o faz esquecer que esses olhos azuis vibrantes são os de Nicole.

Aos poucos a moça vai se abrindo para ele e aí vemos segredos importantes serem revelados e mistérios do passado serem desvendados, dando uma segunda chance para todos os envolvidos.

"O arrependimento é um monstro hediondo, mordendo fundo e colocando sal nas feridas quando você tenta se curar."

Um livro que fala sobre amizades, segundas chances e felicidade. A escrita da autora é uma delícia e consegue te prender no mistério envolvido: Nyelle é ou não Nicole? O que aconteceu com Richelle?

Contado do ponto de vista de Cal, o livro é enxuto e certeiro, nos proporcionando um ótimo momento de leitura.

site: Insta: @catarseliteraria_
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Ceci (@umcantinhosomeu) 04/12/2018

Sem comparação
E possível um amor de infância nos transformar e mudar tudo em nós?

Cal está iniciando seu primeiro ano na faculdade numa cidade super pacata, tão pacata que acaba refletindo até em sua vida. Até o dia em que se depara com um par de olhos azuis que o transportarão para um passado que ele a muito queria já ter superado. Aquele olhos o lembravam um amor tão puro e inocente de sua infância que até hoje ainda mexia com ele.
 Nicole era a princesinha da turma, seus pais tão super protetores não a permitiam ter um momento de deslize. Mas ela acaba achando cumplicidade em Cal e suas amigas Rae e Richelle. Esse quarteto vai viver muitas aventuras, até que um dia tudo se transforma, pois Richelle precisa mudar para outra cidade e Nicole por consequência disso subitamente para de falar com Cal e Rae. Nenhum deles entende essa mudança tão repentina em Nicole e isso se prolonga até o dia da formatura, quando depois desse dia Nicole também some sem dar qualquer explicação.
Mas aqueles par de olhos azuis não podem ser de Nicole, pois pertencem a uma garota chamada Nyelle, isso só faz uma confusão enorme nos sentimentos de Cal. Quem é essa garota? Como pode só um olhar ter o poder de nos arrebatar? Seria só um desejo?  Ou seria uma segunda chance?

Eu fiquei arrebatada com a leitura desse livro. Trazendo capítulos que intercalam passado e presente cada um contado pelos quatro amigos, que nos possibilita ter uma noção maior de todos os fatos dessa história. Achei Cal um personagem muito fofo e até certo ponto um pouco inseguro. Rae com certeza é a melhor amiga que muitos gostariam de ter, eu sou uma delas. Uma história tão tocante e tão simples ao mesmo tempo. Com uma reflexão interessante sobre segundas chances que podem ser possíveis em nossas vidas. Com uma escrita super fluida e dinâmica a autora consegui nos prender até o fim com essa história.
comentários(0)comente



Momentos da Fogui 24/09/2018

Momentos da Fogui
Leia a resenha no blog:

http://foguiii.blogspot.com/2018/01/e-se-for-voce-rebecca-donovan.html

site: http://foguiii.blogspot.com/2018/01/e-se-for-voce-rebecca-donovan.html
comentários(0)comente



Fogui 10/09/2018

E Se For Você? - Rebecca Donovan
Título original: What If?
Título: E Se For Você?
Autor: Rebecca Donovan
Tradução: Fal Azevedo
Editora: Globo
Ano: 2016

Emocionante!!! Tudo culpa do play, sério, esse dispositivo do Google vai me levar a falência, esse negócio de nos permite ler alguns capítulos, depois você fica neurótica. E suas economias vão embora, porque acaba comprando o livro pra terminar de ler. Mas também tem o outro lado, se os primeiros capítulos forem ruim e o resto do livro for ótimo, pode se perder vários leitores. É, tudo na vida tem pelo dois lados.

Bom, já desabafei, agora vamos ao que interessa. "E se for você?" é lindo, me apaixonei de cara, me emocionei durante o livro todo, é daquelas leituras que não se consegue parar, se passar a madrugada toda lendo. É um texto maravilhoso, simples, claro e direto. Singelo e comovente. Que nos faz refletir sobre amizade, as perdas, os desencontros, as decepções, tudo que de certo modo envolve a vida de todos nós...

Quer ler a resenha completa e muito mais, visite o blog Momentos da Fogui:

site: http://foguiii.blogspot.com/2018/01/e-se-for-voce-rebecca-donovan.html
comentários(0)comente



Tamirez | @resenhandosonhos 29/08/2018

E se for você?
Esse é um daqueles livros que tem tudo pra encher seu coração de amor e também para despedaça-lo, e é um pouco de cada coisa que E se for você? faz. Com uma narrativa super fluida, Rebecca Donovan conduz o leitor entre o presente e o passado de capítulo em capítulo, fazendo com que a ânsia por descobrir a verdade e finalmente ver nosso protagonista feliz finalmente chegue.

Mas ai também entra o que achei ser o principal problema do livro, ele é grande demais e volta em momentos que não são essenciais para a história, dando um ar ao leitor de enrolação. Bem como, durante quase todo o livro, queremos sacudir Cal e fazer com que ele pergunte a Nyelle se ela é Nicolle e o que aconteceu. Porém, esse momento só chegará bem perto do fim, e até lá vamos sendo carregados pela história que é super bonitinha e empolgante, mas que assertivamente poderia ser mais curta.

Não saber quem é a garota e o que aconteceu com Nicolle e ir juntando as peças do quebra cabeça que os flashbacks norteiam toda a história e, por mais que eu entenda os motivos pelos quais Cal não quer fazer a pergunta definitiva e, na cabeça dele, assustar a garota fazendo com que ela desapareça, fico imaginando que o tempo todo ele está vivendo uma mentira e sendo conivente com isso, única e exclusivamente pelo egoísmo de poder viver aquele amor que desejou desde a infância, pelo tempo em que ele durar.

Nyelle acabou me lembrando um pouco a Margo de Cidade de Papel e também a Alaska de Quem é você, Alaska?, ambos livros do John Green. A personalidade misteriosa e pulsante, que quer realizar coisas não corriqueiras e sem se preocupar muito com a opinião alheia é bem condizente com o perfil dessas outras personagens. Enquanto Cal era antes o garoto minguado e com poucos amigos e hoje é o bonitinho namorador que não se prende a ninguém, não por maldade, mas por não conseguir encontrar o verdadeiro amor.

“Ainda não descobri como fazê-la contar pra mim tudo o que ela não quer que eu saiba. Gosto de Nyelle como ela é, apesar de não saber por que ela se tornou que é. E não tenho mais certeza de querer saber. Prefiro deixá-la ser exatamente quem precisa ser.”

Apesar das mais de 400 páginas que compõem essa trama, acabei lendo o livro todo em um dia só e não consegui parar até que tudo fosse exposto. No fim, no mesmo momento em que a felicidade se aproximava, tive meu coração partido pela revelação do que realmente motivou a história. E, sim, eu meio que já vinha pensando que esse talvez fosse o motivo e, mesmo assim, ele me acertou em cheio.

E se for você? é um jovem adulto para encantar e entreter e também para que você se questione sobre o que está fazendo com sua vida: é realmente esse o caminho que você quer seguir e a pessoa que você quer ser, ou você só faz tudo isso para agradar alguém, para ser quem alguém quer que você seja? O livro causa aquele desconforto emocional que obriga o leitor a refletir um pouco mais sobre como e porque faz suas escolhas e isso é algo muito importante, principalmente no fim da adolescência e começo da idade adulta.

Esse foi meu primeiro contato com a autora e quero muito ler outras coisas dela, porque adorei a narrativa e fluidez da escrita. Pra você que está em busca de um livro cheio de amor, mas que também é divertido e misterioso E se for você? está ai pra ser lido!

site: http://resenhandosonhos.com/e-se-for-voce-rebecca-donovan/
comentários(0)comente



Dressa Oficial 22/05/2018

Resenha - E Se For Você?
Olá, tudo bem com você?

"E Se For Você" é um lançamento da editora Globo Alt ao qual eu estava bem ansiosa para ler, pois muitas pessoas elogiam essa autora e eu não tinha tido a oportunidade de ler ainda nenhum livro dela.

"E Se For Você" é um bom livro com uma leitura rápida e envolvente que vai te deixando muito ansioso, é um livro do gênero YA (Jovem Adulto) que traz aquele tema que muitos de nós já passamos na vida, que caminho devemos seguir? E que escolhas devemos fazer? seguir o que queremos? ou o que nossos pais desejam e orientam?

Quem narra a história em primeira pessoa é o Cal que sempre foi amigo de Nicole, Rae e Richelle eles eram vizinhos e sempre frequentavam a casa um do outro, Nicole foi a última criança a chegar na vizinhança e logo fez amizade com Richele.

Nicole tem uma família bem conservadora que cobra sempre excelentes notas e querem que ela tenha um comportamento exemplar, ela não pode se sujar e quando sai para brincar com os seus amigos eles emprestam roupas velhas para que Nicole possa brincar em paz.

No decorrer do tempo Richele e Nicole ficam mais próximas e Cal e Rae ficam mais próximos, porém ao terminar o ensino médio Richele e Nicole perdem o contato com Cal e Rae.

Cal sempre nutriu um amor platônico por Nicole, Nicole sempre soube que Richele morria de amores por Cal e resolve preservar a amizade do que ficar com Cal.

Agora Cal já está na faculdade em uma cidade próxima a Nova York e encontra no campus da universidade uma menina idêntica a Nicole só que se chama Niely Preston.

Nicole foi estudar em Harvard a pedido do pai e por sempre ter tirado notas excelentes era o orgulho da família.

Só que Niely só aparenta ser Nicole, porque sua personalidade em nada se parece com a verdadeira Nicole.

Niely é expansiva, faz as coisas sem pensar, só pensa em ser feliz mesmo que para ser feliz envolva gritar no meio da rua, subir em uma árvore para comer doces e assim por diante.

-Adoro olhar as estrelas. - A voz dela está baixa e distante, como uma lembrança.
- Elas podem levar a dor embora, se a gente deixar. E quando o sol nasce, a tristeza toda desaparece.
Quando olho todas as estrelas no céu, não consigo deixar de pensar que é muita dor.
- E as estrelas cadentes?
Nyelle volta a cabeça de repente, ao som da minha voz, como se tivesse esquecido de que eu estava ao lado.
- A gente faz pedidos a elas, por mais uma chance de fazer tudo dar certo.
- Você acredita que pode fazer isso? Começar de novo?- Todo dia - diz ela baixinho, mirando as estrelas.



Os capítulos são curtos e são alternados entre Nicole e Richele que explicam o seu passado ao lado dos amigos.

O fato de não saber quem é Niely e o que aconteceu para esses 4 amigos que se separarem é o ponto alto da trama que foi o que me deixou completamente curiosa para continuar a leitura.

O final não é previsível, foi bem diferente das teorias que eu criei e ao todo é um bom livro porque me prendeu.

Mas confesso que o protagonista me deixou irritada, o Cal é muito passivo, ele aceitava tudo que Niely falava e não perguntava e nem ao menos questionava quem era ela, sempre colocava Niely em um pedestal.

Não olho para trás por medo de perder a coragem. Permaneço concentrado em garantir que nada aconteça a Nyelle: isso evita que eu pense muito no que pode acontecer comigo. Ela é minha coragem. Se não fosse por ela, não haveria nenhuma chance de eu estar me segurando nos degraus de uma escada, subindo em um silo que tem mais ferrugem do que tinha cobrindo sua superfície.


No final do livro tem um agradecimento da autora e acho que tudo o que o livro representa ela mesma escreveu na última página, então confira abaixo e não perca a oportunidade de ler este livro.

"E Se For Você" é uma história sobre amor, perda e amizade. Acima de tudo, fala sobre as segundas chances. Sobre reconhecer aqueles momentos na existência em que uma decisão pode mudar o curso da sua vida. Abrace esses momentos. Viva cada dia sabendo que existe a opção de torná-lo melhor. Você pode começar de novo... todos os dias. O importante é pensar em sua felicidade e ser exatamente quem você deveria ser. Seja feliz.



Beijos

Até mais!

site: http://www.livrosechocolatequente.com.br/2016/03/resenha-e-se-for-voce.html
comentários(0)comente



Meumundo_lereviver 27/04/2018

E se fosse você? Aquele livro muito fofo, que você sofre, chora, ri, ama e quer pegar no colo.
terminei o livro!!!! uouuuuuúuuuuuuuuuuu
ainda estou aqui sofrendo com Nielle, Cal e Rae. lógico que para saber vocês precisam ler o livro. Acho que eu vou demorar um pouco para superar. Mais amei, uma leitura gostosa, cheia de amor, amizade e segredo. Dentre dos minhas marcações no livro ( porque eu gosto de escolher entre todas aquelas a que mais amei ) escolho nenhuma parte do livro. Mais as últimas palavras que a Autora escreveu nesse livro.

E SE FOSSE VOCÊ? é uma história sobre amor, perda e amizade. Acima de tudo, fala sobre as segundas chances. sobre reconhecer aqueles momentos na existência em que uma decisão pode mudar o curso da sua vida. Abrace esses momentos. viva cada dia sabendo que existe a opção de torna- lo melhor. Você pode começar de novo.. todos os dias. O importante é pensar em sua felicidade e ser exatamente quem você deveria ser. Seja feliz.

Então leia mesmo. O livro conta história de uma amizade de infância. onde cada personagem tem sua personalidade, mais que muitas vezes são marcadas na infância, não por aquilo que realmente são. Mais pela forma de educação em suas famílias. Mesmo com toda regra que se tem na família de um dos personagens, conseguimos sentir o quando é uma garota com seus próprios sonhos e desejos. E que faz de uma grande amiga sua melhor parte.

Estou tão feliz de ter comprado esse livro porque eu amei a capa e agora definitivamente pode dizer que é um conjunto completo do que o livro precisa ter.
comentários(0)comente



Nathalia 24/04/2018

Enrolado
Comecei a ler o livro curiosa para saber o que havia acontecido para que Nicole tivesse mudado tanto mas no meio já estava sem paciência. A enrolação é grande, Nicole tem muitas atitudes que desanimam e Cal parece mais menina do que ela. Mereceu 3 estrelas por conta do final que foi o que salvou o livro.
Ana Paula 18/10/2018minha estante
undefined




Dani 23/04/2018

"E se for você?" é um bom livro, mas é aquele tipo de livro que infelizmente com o decorrer da história você já presume o que irá acontecer, mas nem assim, ele perde seu encanto.
Fico feliz com a mensagem que a autora quis passar: que sempre temos a chance de recomeçar, de ser o que desejamos e não o que os outros esperam.
É uma leitura leve e proveitosa. Indico!
comentários(0)comente



70 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5