Masterpiece

Masterpiece Elise Broach




Resenhas - MASTERPIECE


9 encontrados | exibindo 1 a 9


laura 26/11/2018

O verdadeiro valor da amizade
Masterpiece mostrou o que é uma amizade verdadeira. Mesmo sendo uma amizade que só poderia acontecer em um mundo fictício, nos mostra que deveríamos agir igual a James e Marvin: sempre sermos leais.
No começo achei o livro um pouco infantil, até por conter desenhos. Mas ao longo da história fui me impressionando. A mãe de James o ama, mas a vezes mostra que possui um amor maior ao o que os amigos acham dela e de sua família, e ao longo da trama, é mostrada a relação da família, em que James, muitas vezes é ignorado, e só recebe atenção após mostrar seu ?talento? grandioso. Karl é o pai, que apesar de tudo, ainda apoia seu filho, do jeito que pode.
O livro mostrou o real sentido de uma família cheia de amor - a de Marvin, que morria de medo de que ele se machucasse - e uma amizade linda. Me surpreendi.
comentários(0)comente



Larissa 17/06/2017

Nesta divertida história acompanhamos a aventura de dois amigos nada comuns: um humano e um inseto. Tudo começa quando Marvin, um besouro, decidi presentear James com um desenho. Ao encontrá-lo, o menino indaga-se de onde veio e acha a sua resposta ao ver um pequeno inseto em cima de sua mesa. Essa foi a chave para a grande aventura que estava por vir: um roubo de arte no Metropolitan Museu de Arte de Nova York.
comentários(0)comente



Aline / @alilendounslivros 01/05/2016

Resenha: Masterpiece
Amizades verdadeiras e sinceras podem surgir entre os indivíduos mais improváveis. É o que mostra essa história, de uma forma simples e com uma lição linda de lealdade a amizade entre Marvin e James, um besouro com talentos de artista e um adolescente tímido e carente de atenção. Marvin e sua família moram na cozinha da família Pompaday, a família de James.

O relacionamento deles começa no aniversário de 11 anos de James, quando ele ganha do pai pena, tinteiro e folhas para desenho e os deixa na mesa do seu quarto. Querendo dar um presente que deixasse o menino feliz, Marvin vai ao quarto de James e encontra os acessórios para desenho com a tinta aberta. Sem muito pensar, ele começa a desenhar com as patas a imagem da rua vista pela janela do quanto de James e, no fim, acaba saindo uma obra prima em miniatura.

James fica surpreso com o desenho e não demora muito a encontrar seu autor e criar uma eficaz forma de comunicação. A família Pompaday também vê desenho e, por não saber a verdade, acredita que fora James quem o fez. Seu pai, que é um artista, enxerga no desenho traços do artista alemão Albrecht Dürer e leva seu filho (com Marvin escondido) ao Metropolitan Museu de Arte de Nova York para comparar as obras. A partir daí os amigos se veem numa aventura envolvendo obras de artes valiosas, falsificações e roubos, além de terem a amizade posta à prova.

O foco maior da trama é a amizade entre James e Marvin, seres tão distintos, que mal têm como se comunicar (besouro não fala humanês e nem humano fala besourês), mas que se entendem e se relacionam com lealdade e cumplicidade. Quando todos acreditam que foi James quem fez o desenho, ele confirma a autoria apenas para não delatar o amigo, mas em nenhum momento tira vantagem disso. E quando solicitam os talentos do garoto para uma arriscada operação de resgate a obras de arte roubadas, Marvin não mede esforços para ajudar seu então melhor amigo.

O assunto tema do livro acaba ficando como um pano de fundo: as obras de arte. Neste tópico se aborda o talento para a pintura, as técnicas usadas por artistas dos séculos passados (confesso que procurei saber quem era Dürer, pois não conhecia), as pessoas que vão a museus e quais artes as atrai, a sensibilidade ao apreciá-las, o mundo das falsificações, roubos e o que leva algumas pessoas a roubarem tais artigos. É-nos exposto que nem sempre o dinheiro é o principal motivo.

Mas há outro ponto que acaba sendo tocado, mesmo que sutilmente, que é o relacionamento familiar. A família de Marvin é muito unida e bastante preocupada, tanto que às vezes o besouro acha que exageram na superproteção. Já James chega a se sentir excluído das atenções da mãe e do padrasto e se culpa pela separação de seus pais (o pai biológico é o "pai artista"), vendo como única coisa boa seu irmãozinho bebê, fruto do segundo casamento da mãe.

Masterpiece é encantador do início ao fim. Apesar de ser classificado como um livro infanto-juvenil, eu recomento a qualquer pessoa, pois além de ser muito gostoso e fácil de ler, dá uma demonstração clara e muito bonita de amor entre pessoas amigas, sejam familiares ou não.
comentários(0)comente



Toshi 01/08/2014

Masterpiece
O livro ´´Masterpiece``, escrito por Elise Broach, é um mistério sobre a arte, falsificação e amizade que é deixara os leitores surpreendentes com essa história .Essa livro é muito divertido! Sério! Quando peguei ele para ler, não parei mais. A história é bem criativa e inovadora.
Esse livre narra a história de um besouro chamado Marvin e de seu amigo humano, James, que se infiltram no mundo da arte e acabaram se complicando feio. Deixa eu explicar melhor ! Marvin tem um talento incrível e fez um desenho de aniversário para James. Só que os pais de James pensam que foi ele que fez, e que tem um talento enorme. Com isso, James e Marvin entram em um mundo de aventuras e um plano para pegar o ladrão de quadros do pintor Albrecht Durer, que os desenhos são muito parecidos como o de Marvin.
Eu gostei do livro, ele é divertido, leve e ideal para ler. Seus capítulos são curtos e muito bem escritos. Então recomendo para todos que gostam ler.
comentários(0)comente



marcos assuncâo 22/11/2012

ase livro fala sobre um besouro que sabia desenhar muito bem,mais um menino que se chama james,ele é um menino que os pais deles pensa que é ele que fais o desenho.eles passam sobre muitas aventura
comentários(0)comente



Fernanda 17/08/2011

Resenha: Masterpiece (Elise Broach)
Bom dia, caçadores!
Hoje mais uma resenha para vocês se deliciarem!


Ed. Novo Conceito
ISBN: 978-85-99560-70-9
300 páginas
Ilustrações: Kelly Murphy
Tradutora: Maria José Silveira

Notas:
Capa: 7.5
Conteúdo: 8.0
Diagramação: 10.0

Sinopse:
Marvin é um besouro que mora com sua família debaixo da pia da cozinha no apartamento dos Pompadays. James é um garoto de 11 anos que vive com a mãe, o padrasto e o irmão bebê na cidade de Nova York. Quando James ganha um conjunto de pena e tinteiro de aniversário, Marvin o surpreende criando um elaborado desenho em miniatura, e antes que esses improváveis amigos se deem conta, são envolvidos em um roubo de arte no Metropolitan Museu de Arte de Nova York que poderia levá-los a um famoso desenho de Albrecht Dürer há muito tempo perdido. Mas James não pode efetuar o plano sem a ajuda de Marvin. E é aí que as coisas realmente ficam complicadas. E interessantes! Este livro é um mistério de ritmo rápido sobre arte roubada, falsificação e amizade que deixará os leitores se mexendo em seus assentos ao acompanharem o menino e o besouro!


Um livro leve, descontraído, que vale a pena você ler.
A faixa etária dele livre, porém acredito que crianças de 11/12 anos irão entender melhor.
A história do livro tem como personagem principal o besouro, Marvin, que além de alegre e curioso, quer ser amigo do humano James.
James é um menino calado, tranquilo e muito observador, porém sua vida muda quando Marvin, aparece em sua vida!
Uma relação muito bonita, em que esses dois personagens apresentam as vantagens e desvantagens da vida humana e da vida de um inseto.
Seres diferentes, mas que pela amizade e pelo amor à arte são companheiros inseparáveis.

Para conhecer a resenha completa, visite:
http://www.cacadoradelivros.com/2011/08/resenha-masterpiece-elise-broach.html
comentários(0)comente



Douglas 02/07/2011

Mais resenha em: http://paginasdelivross.blogspot.com/
Quem disse que um humano não pode ter amizade com um Besouro?

MASTERPIECE foi uma surpresa para mim. Eu já sabia que o livro era infantil, mas pensei que fosse apenas mais uma aventura para criança. A autora Elise Broach deu sentimentos mais do que verdadeiros para essa estória.


Marvin é um besouro que vive com sua família no apartamento do Pompaday’s, e no dia do aniversário de James Pompaday um garoto de 10 anos, Marvin não sabe deixar de presente. Até que James ganha um kit de pintura, e Marvin acaba fazendo um desenho em miniatura de presente, mas James é quem ganha o crédito por isso. E é assim que eles terão que se unir para fazer uma replica de uma obra que esta prestes a ser roubada.


O livro flui muito bem, a estória é simples mais envolvente. Os personagens conseguem nos deixar envolvido com seu humor e personalidade. Como eu disse no começo a estória é para um publico infantil, mas a autora consegue nos envolver com o mistério por trás do roubo e de como será solucionado.
O que também quero ressaltar é o sentimento de amizade que a autora propõe entre os dois personagens, já que Marvin é um besouro e James um humano.

O livro é composto por belíssimas ilustrações do que esta acontecendo na estória, fora que o desenho dos besouros parece formigas, achei tudo muito lindo e realmente encantam quem esta lendo.


O trabalho que a Editora Novo Conceito fez também está de parabéns, já que a contracapa do livro tem um mapa do lugar onde os besouros moram, que deu um diferencial. E a fonte do livro em tamanho e espaçamento, e o material das folhas para não forçar a visão do leitor.
comentários(0)comente



cat 19/06/2011

BESOURO desenha ?,?? kkkkk
eu achei enteressantissimo pois nos mostra arte amizade e misterio!!! eu aprendi que devemos valorisa o talento do outro
comentários(0)comente



Elis 01/06/2011

Quando li a sinopse desse livro pensei, ai está um livro que vai me encantar, afinal amo assistir esses desenhos de insetos.

Marvin é um besouro muito inteligente que nós faz viajar pelas páginas enquanto nos preocupamos com os perigos que ele corre. Admito que me peguei várias vezes pensando que fim ele levaria.

James é um garoto que não tem amigos verdadeiros, sua mãe e seu padastro pouco se importam com seus sentimentos. E o seu pai é meio distante, até que um dia por acaso ele ganha um belo presente e um grande amigo e tudo em sua vida passa a ser diferente.

A amizade entre James e Marvin acontece naturalmente, pois a comunicação entre eles é simples e objetiva. Eles passarão grandes momentos juntos e também algumas dificuldades, em certos momentos lacrimejei, em outros me peguei rindo sozinha e até me assustei com tamanha coragem desses dois personagens.

Imaginar Marvin desenhando foi ótimo, até estou pesquisando sobre desenhos em miniatura. E garanto que não há como não se deixar levar por esse livro. Quando você notar estará se perguntando se haverá uma continuação, pois viver somente uma aventura ao lado desses dois é muito pouco.

Elise Broach soube como nos prender e encantar com sua história, escrevendo de maneira simples e de fácil entendimento nos conquista facilmente. Esse livro infanto-juvenil é imperdível. Sinceramente eu pretendo rele-lo sempre que sentir saudade de uma amizade verdadeira e cheia de aventura.

Você ai que ama um desenho animado com formigas,abelhas e muitos outros convido a conhecer Marvin o besouro, garanto que não irá se arrepender. No livro há várias ilustrações belas que nos facilita a imaginação de todas as cenas.

Super recomendo...Nota 10!!!

Beijokas elis!!!!
comentários(0)comente



9 encontrados | exibindo 1 a 9