Vinci

Vinci Jaqueline Cristina




Resenhas - Vinci


24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2


Alline 04/04/2017

Encantador <3
"É olhando para o passado, com um sentimento de vitória, que comemoramos erros corrigidos, perdas compensadas e valorizamos o que temos hoje."

Essa foi uma das frases que mais mexeu comigo e eu tinha que começar esta resenha com ela! Vinci possui belíssimas mensagens as quais fazem você refletir sobre suas atitudes e relembrar em diversos momentos da sua infância. É simplesmente encantador!

O livro contém pequenas crônicas sobre a infância da autora. Ela relata o primeiro mergulho em uma piscina, a primeira experiência como dama de honra num casamento, suas diversas peripécias quando criança, como desenhar na parede do corredor da sala de casa e pular do balanço, na esperança de conseguir voar. São coisas comuns, mas que escondem verdadeiros aprendizados e significados. Este período faz parte da nossa formação e molda quem nós somos hoje. Por que não falar sobre ele, certo?

Vinci é um livro de reflexão e saudosismo, que fala sobre amor, medo, confiança, liberdade, descobertas e sobretudo, coragem e, lhe proporcionará muitos momentos nostálgicos! Todos nós sentimos falta da época em que queríamos apenas brincar, não tínhamos que nos preocupar com nada. Era tão bom...

A diagramação complementa a beleza de "Vinci", desde a fonte usada até as lindas ilustrações criadas pela própria autora. O livro possui espaços interativos destinados ao leitor, para que ele responda alguns questionamentos levantados por J.C. ou simplesmente escreva suas próprias vivências. No final, há um QR Code em que você pode acessar e baixar algumas das ilustrações que adornam a obra.

Li em poucas horas e pude concluir que a escrita da Jaqueline é simples e bastante fluída, a qual nos proporciona uma leitura leve e agradável. Foi como se nós duas estivéssemos lado a lado enquanto ela me contava sobre sua infância.

Enfim, indico para crianças, adolescentes, adultos e idosos, ou seja, todas as idades. Como a Jaqueline mesmo diz, "para as crianças é um incentivo a valorizar a vida infantil e para os adultos, uma forma de despertar a criança interior".

site: http://blogdreamon.blogspot.com/2017/03/resenha-vinci-jc.html
Escritora Jaq 06/07/2017minha estante




Ileana Dafne 14/03/2016

Resenha de Vinci
Antes de falar sobre o livro preciso confessar algo... Sabe quando você está lendo e algo que o autor ou autora escreveu lhe causa certa impressão e você não consegue superar isso, e fica voltando aquele ponto para ter certeza do que leu? Essa impressão pode ser positiva ou negativa. Infelizmente no meu caso foi negativa e isso, com certeza, atrapalhou minha identificação com o livro...
Eu sou fascinada pelas matérias exatas, principalmente física e matemática, então sempre que envolve algum cálculo nos livros, chama logo minha atenção. Nesse caso, creio eu, houve um engano por parte da autora e mesmo sendo tão mínimo, me deixou incomodada. Eu sei que é algo que praticamente todos deixariam passar sem problemas ou nem notaria, mas tenho minhas neuras e não consegui deixar passar.
Em uma das crônicas, ela fala sobre uma piscina que seu pai construiu no quintal, que teria 1metro de profundidade, 3 metros de largura e 3 metros de comprimento, e em seguida ela nota como se surpreende por aquela piscina de “3 metros quadrados” conseguia caber tantas crianças dentro... Só que para se ter a área de algo é necessário que se multiplique a largura e o comprimento, nesse caso seriam os 3 m x 3m = 9m². Não é necessário dizer que é bobagem e que não atrapalharia o livro como um todo, mas para mim causo uma impressão negativa, infelizmente...
Vamos ao livro, que é o atual lançamento da Young Editorial. É uma coletânea com 10 pequenas crônicas que retratam a infância e como a autora conseguiu extrair bons ensinamentos que lhe são bastante úteis em seu crescimento.
O livro é bem pequeno e é possível lê-lo bem rapidamente, só que o livro foi feito para que o leitor possa relembrar de suas próprias experiências e escrevê-las nos espaços próprios para isso no livro. O que achei muito legal!
O livro em si é lindo, cada ilustração, feitas pela talentosíssima autora, é um espetáculo à parte e enche os olhos de quem as vê.
As 10 pequenas crônicas são: Hieróglifos, Aquática (foi nesse que tive aquela impressão que falei anteriormente), Voo, Incomum, Abençoada, Ousada, Otimista, Preguiçosa, Relembre e Significado. As crônicas são, em geral, muito bem escritas e acredito que muitas pessoas irão se identificar com os acontecimentos e descobertas.
Só que eu não fui uma criança normal, nem tive uma infância típica, por dois motivos, principalmente, o primeiro foi o fato de eu ter nascido com algumas alergias bastante graves e como minha mãe tinha medo de novidades, eu acabei com esses mesmos medos, então me tolhia e evitava entrar em contato com novas experiências (eu já tinha tido um choque anafilático com edema de glote, assim morria de medo de ter novamente) e em segundo lugar tem o fato de eu ter aprendido a ler muito cedo e isso fez com que eu preferisse me voltar aos livros e suas histórias maravilhosas, sem contar que desse modo podia viver livre do medo das reações alérgicas.
Mas tenho absoluta certeza de que meus irmãos e irmãs se identificariam muito porque tiveram muitas dessas experiências e acredito que possam também ter aprendido algo com elas.
Quotes:
“Confiar em suas habilidades é a melhor forma de fortalecer sua coragem”.
“A confiança que perfuma sua alma, desabrochou de uma sementinha de coragem”.
“A vida é difícil apenas para aqueles que a rotularam antes de conhecê-la”.
“Um coração grato é um coração de alta nobreza”.
“A máscara do medo oculta o brilho da alma”.

site: http://www.livroseflores.com/2016/03/vinci-jaqueline-cristina.html
Escritora Jaq 06/07/2017minha estante
Querida, agradeço a resenha.. mas esse pequeno erro de digitação já foi corrigido há muito tempo, pois a versão que vc recebeu era o pdf... Seria bem legal da sua parte reconsiderar esse erro. Agradeço muito.
Att.
Jaqueline Cristina




Carol 31/03/2016

Sobre a nova aposta da Young Editorial... E eles estão apostando bem!
"Vinci" é composto por 10 crônicas que nos mostra a infância de Jaqueline Cristina, mostram a sua essência, o sua personalidade e ao decorrer dos contos o seu amadurecimento.
O livro foi um grande presente para mim, pois realmente não esperava muita coisa dele (me desculpa, Jaque) e eu realmente me surpreendi com o que encontrei. As crônicas são muito bem escritas e fazem com que a gente conheça a autora, sabe? Muitas vezes tive a impressão de que estava lendo as crônicas de uma amiga. Já estou querendo virar best da autora haha. Me identifiquei muito com algumas crônicas e com outras nem tanto, porém gostei delas igualmente.

A leitura é super leve, extremamente fácil e rápido de ler. Composto por apenas 10 crônicas sendo dispostos em 80 páginas, a leitura acaba fluindo bem rápido e fácil. Comecei o livro durante a noite e de repente ele acabou, trazendo uma leveza e descontração à minha madrugada.

Vocês vão dizer: Carol, você que lê super rápido demorou 3 horas para terminar um livro de 80 páginas que adorou?
Sim, amigos, demorei. Não estou acostumada com leitura digital e estou tentando mudar isso, tentando ler um pouco mais em PDFs e Ebooks, então outra coisa que adorei em "Vinci" foi ter saído da minha zona de conforto literária durante a leitura do mesmo.

Super indico para quem procura algo leve, rápido, cheio de experiências, aprendizagens e significados.

"A vida é difícil apenas para aquelas que a rotularam antes de conhecê-la"

site: www.nossaressacaliteraria.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Naiara Cristiane (estilodenerd) 10/01/2017

Vinci
Gostei muito, descontraído parece mais uma conversa sobre coisas importantes com amigos relembrando a infância
Desenhos lindo
comentários(0)comente



Jéssica 09/05/2017

Vinci - Jaqueline Cristina
Vinci é um pequeno livro com dez crônicas em que a autora nos brinda com momentos de sua infância que lhe trouxeram ensinamentos para vida toda, as crônicas relatam brincadeiras e passagens quem muitos de nós já vivenciamos e faz com que recordemos e refletimos sobre eles.



Não apenas as crônicas como a escrita simples da autora e suas lindas ilustrações tornam o livro uma fofura só e mesmo com alguns pontos que não batem com os meus(partes religiosas) me vi sendo levada pelas lembranças.

Então se você busca um pequeno livro que lhe traga boas lembranças sem duvida essa é uma ótima leitura para você

site: http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/2016/04/Vinci.html
Escritora Jaq 06/07/2017minha estante
Obrigada querida! :)
Att.
Jaqueline Cristina




Fernanda @cantinhodosleitores 21/11/2019

Resenha do ig @cantinhodosleitores
"Nos braços de Deus, somos intocáveis."

Vinci contém pequenas histórias que relatam momentos da infância da autora. Esses momentos onde compartilha ensinamentos, reflexões, brincadeiras e tudo que uma criança pode viver, até mesmo nos faz lembrar de coisas que aconteceram conosco quando eramos crianças. São relatos de coisas que acontecem em nosso cotidiano, mas que no fundo nos deixa um monte aprendizado.

Vinci é um livro curto, com uma leitura super fluída e envolvente. As histórias nele contadas nos traz vários ensinamentos sobre amor, medo, confiança, novas descobertas e sobre coragem de criança. Eu me vi envolvida em todas as histórias e cada uma me fez lembrar um pouco de mim mesma quando eu era criança. Não porque tudo aconteceu exatamente igual, mas o livro traz aquela ar gostoso de nostalgia.

site: https://www.instagram.com/p/Bf3YjlElZIV/
comentários(0)comente



Quel 10/03/2016

Saudosas lembranças...
Nessa singela obra encontramos um conjunto de 10 pequenas crônicas que relatam as experiências de um período singular da vida de Jaqueline, o momento na qual uma criança vai descobrindo o mundo que a cerca ao descobrir ela mesma, a infância.

Em meados dos anos 90, a pequena Jaqueline começou a manifestar sua personalidade através de gestos e brincadeiras, foi assim que iniciou, mesmo sem saber, um de seu mais preciosos talentos, o qual proporcionou uma das principais lições que ela levaria por toda a vida, o ato de CORAGEM.

Coragem para criar, transformar seu pensamento em arte, desejar, ousar e ir mais além. Coragem para ser coerente com seus princípios, confiar em suas capacidades e defender aquilo em que se acredita.
Através de suas crônicas, Jaqueline nos mostra como pequenos atos são capazes de transformar uma pessoa. E que a base da formação de uma criança tem a capacidade de moldar seu caráter.

"É olhando para o passado, com um sentimento de superação, que percebemos o quanto evoluímos, o quanto nos superamos e conquistamos sonhos há muito tempo desejados.
É olhando para o passado, com um sentimento de vitória, que comemoramos erros corrigidos, perdas compensadas e valorizamos o que temos hoje."

***

Lendo tais textos foi realmente impossível não recordar da minha própria infância, como já advertido pela autora logo no início da obra.

"As crônicas relatadas neste livro são para que você se divirta, sinta saudades e se lembre dos momentos que vivenciou quando criança, sejam eles felizes, tristes, engraçados ou épicos!"

Isso se deve não só ao fato do saudosismo que senti ao ler as palavras de Jaqueline, pois independente da época a qual tenha sido sua infância, todos nós sentimos saudades de quando nossa maior preocupação era implorar para os pais olharem debaixo da cama para verificar se o bicho papão não estava a nossa espreita, mas também porque minha infância ocorreu exatamente no mesmo momento que a infância da autora.

A leitura me proporcionou um sentimento agradável e saudoso, embora seja feita rapidamente, devido as poucas páginas que a obra contém, esse breve momento foi algo único.

Além de uma escrita bem fluida a autora descreve suas experiências de forma simples, fazendo com que o leitor fique confortável a ponto de relaxar e acompanhar os fatos apresentados como se estivesse conversando com um amigo. Além da capacidade descritiva, Jaqueline revela seu lado artístico nos presenteando com lindas imagens de sua autoria. A obra conta também com um espaço interativo, no qual o leitor pode relembrar e redigir suas próprias experiências, como uma espécie de troca de lembranças com a autora.

"Um dia de chuva é tão produtivo quanto um dia de sol, você só precisa usar galochas".

***

Se você está procurando uma leitura leve e agradável, que despertará lindas lembranças de um período o qual você acredita estar dormente no fundo das suas lembranças...pare de procurar, você já encontrou o objeto de sua busca, não perca mais tempo, LEIA!

site: http://literaleitura2013.blogspot.com.br/2016/03/resenha-vinci.html
comentários(0)comente



Dai 11/03/2016

Encantador e reflexivo
Resenha para o blog Cheiro de Livro Nacional

Encantada! É assim que eu me defino após terminar a leitura da Vinci. A obra de Jaqueline Cristina ou apenas J.C., que foi lançada recente mente pela Young Editorial, possui apenas pouquíssimas páginas, que são o suficiente para encantar o leitor. Não somente pelos textos contidos em suas páginas, mas também pelas lindíssimas ilustrações que a adornam.

O livro é dividido em pequenas crônicas, onde a autora relata suas peripécias de criança. Mas não se engane, pois o livro nada tem de infantil. É impressionante a quantidade de ensinamentos que nossa infância nos proporcionou e talvez, nunca paramos para ponderar sobre isso e acabamos perdendo essa essência. É impossível não se identificar com alguns de seus relatos.

Com uma escrita fluída e descontraída, a autora nos leva a pensar sobre vários momentos de nossa infância e consequentemente de nossa vida adulta. Vinci é um livro de reflexão e saudosismo, daqueles que te consome e você nem percebe. A cada página uma passagem diferente, que te leva a sorrir, se emocionar e a pensar, e de uma maneira bem leve e delicada, fala sobre amor, medo, confiança e descobertas. Além disso, ele é super interativo. Ao chegar ao fim de cada crônica, a autora nos convida a relatar nossas vivencias e experiências sobre o assunto abordado no texto.

A capa e a diagramação do livro estão um espetáculo e me encantou de imediato. Isso porque eu li a versão digital cedida pela pela editora, então, tenho certeza que o físico deve estar incrível. A leitura é super rápida, mas ela consegue passar uma linda mensagem, além de nos fazer enxergar pequenas coisas que deixamos passar despercebidas. Tenho certeza de que assim como eu, você vai se encantar com Vinci, independente da sua idade ou crença. Esse é um daqueles livros que devemos ter na estante, carregar na bolsa e ter sempre a mão. Para finalizar a resenha, quero ressaltar uma frase do livro, que compõe a penúltima crônica: "Relembre quem você foi e não perca quem você é!". A frase é pequena, mas o significado é gigantesco. Leia, reflita, relembre, se surpreenda e se encante com Vinci!

Confira a resenha completa no blog: http://goo.gl/536FfW

site: http://goo.gl/536FfW
comentários(0)comente



Camila 14/03/2016

Resenha: Vinci (Por Livros Incríveis)
Vinci é um livro feito para ser lido e sentido, fazendo com que as doces lembranças de infância voltem à tona. Trata-se de uma coleção de crônicas com a infância da autora, onde ela nos leva por assuntos como coragem, determinação, fé e outras inúmeras situações que levam o leitor a sorrir e a refletir sobre a própria vida.

“A coragem é um dos impulsos mais importantes para o desenvolvimento de um ser humano. Cada etapa da vida, cada passo dado, cada lição aprendida são conquistadas com um pouco de coragem.”

Eu comecei a ler Vinci sem saber o que esperar. Confesso que inclusive eu achei que fosse um romance curtinho, como um conto. Fiquei muito feliz porque é mais do que eu achei que seria, e intensamente encantador.
O livro é bem curto, em suas crônicas e suas páginas. Bem escrito e narrado de forma simples, em forma de conversação com o leitor e de uma forma que eu diria até mesmo informal, narra cenas importantes da infância da autora, que a fizeram ser quem é hoje. São textos que falam do amor, todos escritos e forma leve e poética, com um toque de saudosismo.

Esse é uma das histórias que todos deveriam ler. É inspirador, poético e ao ler, tive a sensação de conforto, algo quentinho me abraçando. Suas poucas crônicas me fizeram relembrar minha infância, umas boas, outras ruins, e com isso, senti profundamente as memórias de Jaqueline.
Acredito que uma das principais mensagens do livro é espalhar amor, espalhar lembranças, e Vinci cumpre muito bem esse papel. Nos faz pensar em que situações de nossa infância podem ter contribuído em aspectos de nossa personalidade e lembrar os momentos mais marcantes de uma época tão boa e inocente. Para se ler em uma hora, é suficientemente intenso e fofinho para pensar nele por várias outras horas.


“Não deixe que a máscara do medo e da vergonha te impeça de ser uma pessoa sincera! Chore, grit, brigue... Sua personalidade depende de suas atitudes e escolhas.”

site: http://porlivrosincriveis.blogspot.com.br/2016/03/resenha-vinci-jaqueline-cristina.html?m=1
comentários(0)comente



Paloma Viricio 17/03/2016

Vinci: O livro da esperança
Recentemente fiquei sabendo do lançamento de um livro muito interessante: Vinci. Tenho que admitir que ele superou todas as minhas linhas de imaginação. Como assim, Paloma? É que li a sinopse e inicialmente pensei que se trata-se de um livro de ilustrações. Mas não é. Depois pensei que fosse do gênero infantil, mas me enganei novamente. Isso também fez com que minha curiosidade sobre a obra aumentasse ainda mais. "A coragem é um dos impulsos mais importante para o desenvolvimento de um ser humano. Cada etapa da vida, cada passo dado, cada lição aprendida são conquistados com um pouco de coragem, p. 21"

Confira resenha completa em:

site: http://palomaviricio.blogspot.com.br/2016/03/resenha-vinci-jaqueline-cristina.html
comentários(0)comente



Kethlyn Galdino 09/08/2016

Lindo!
Resenha:
Vinci é um lindo livro, a leitura é leve e bem prazerosa.
A autora em sua obra relata sobre fatos de sua infância e deixa em aberto o assunto no final para que seu leitor coloque sua opinião sobre a capítulo lido tomando como sabe sua infância.
Em minha opinião Vinci é o tipo de livro que recomendo a todas as idades e a todas as pessoas, a cada página lida uma lembrança de minha infância veio em minha mente, este livro pode sim despertar nossa criança interior e dar belos momentos de prazer durante a leitura a qualquer pessoa.

Confira a resenha completa no blog.

site: http://parbataibooks.blogspot.com.br/2016/06/resenha-vinci.html
comentários(0)comente



Babi @blogmyselfhere 26/03/2016

Resenha blog Myself Here
Li esse livro em uma hora no máximo, de tão gostoso e leve que é a escrita da autora. Um livro que todas as pessoas de todas as idades se identificam, um livro para se guardar no coração, como forma de aprendizado e como forma de lembrança.

Primeiramente um agradecimento especial para a editora Young que me cedeu esse maravilhoso livro, e também agradeço a autora Jaqueline Cristina, que nos proporciona com sua escrita leve esse livro lindo, para ler e suspirar...
O livro contém poucas páginas, mas essas poucas páginas são suficiente para te deixar apaixonada por essa menininha pequenina, mas de um coração e coragem enorme. Esse livro é divido em crônicas, onde a autora relata acontecimentos da sua infância, mas não pense que isso fica algo vago, pois a autora nos proporciona reflexões, e isso faz com que percebamos que tudo que vivemos na infância, está refletido de alguma forma na pessoa que nos tornamos hoje. E que pequenos acontecimentos, pode ter grandiosos significados e que só nos tocamos disso, depois de grandes.

"Superar um obstáculo não é vencer o medo, é aliar-se a ele em busca de coragem!" - J.C.

Além de textos que nos fazem se identificar, a autora consegue resumir tudo o que precisamos em frases belíssimas, de ensinamentos, de agradecimento e adoração a Deus, a falta de coragem que nos falta, a nosso erros, e a dezenas de coisas que fazemos.
"Nos braços de Deus, somos intocáveis."
"Mesmo que o salto não seja bem-sucedido, a coragem deu o primeiro impulso."

Li o livro em PDF, mas confesso que fiquei morrendo de vontade de tê-lo em mãos, pois a diagramação está impecável e essa capa é maravilhosa. Sem contar que, quando gostamos muito de um livro, queremos tê-lo na estante, pois no meu coração já tem um lugarzinho reservado para ele. Vinci é um daqueles livros que todo mundo tem que ler um dia, para perceberem como coisas simples pode ter ensinamentos e significados imensos. Se vocês tiverem a oportunidade, leiam e recomendem para seus amigos, pois é lindo.

site: http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/2016/03/resenha-vinci-jc-young-editorial.html
comentários(0)comente



Clube do Livro 31/03/2016

Resenha Clube do Livro e Amigos (Ingrid M.S)
Uma ideia linda, inovadora, criativa, que me encantou e fez suspirar...

Se você é adulto, deve estar pensando: Poxa! Comprei um livro infantil!. Não desista da leitura, pois este livro foi escrito especialmente para você, com a intenção de despertar sua criança interior e te fazer recordar momentos incríveis, que provavelmente você também viveu em sua infância.

Cada crônica é como uma nova fase da vida da autora, divididas em palavras chave. Trazendo diferentes lições.

Sim, minha infância foi de fato parecida com a de muitas crianças, mas ao longo deste livro, você perceberá o quanto ela poderá mudar SUA vida."

Me identifiquei muito com algumas partes, principalmente aquelas impulsivas, pintando o sete, provocando risos ao perceber o quão arteira eu fui.

Eu permissão de desenhar na parede eu já tinha, mas não tive instruções de como deveriam ser os desenhos.

Enfatizando o valor da liberdade, o quanto ela é maravilhosa e o quanto precisamos nos permitir viver os momentos, não deixá-los passar em branco. Confiar em nós mesmos, em nossas habilidades, nossa capacidade, porque isso fortalece a coragem que muitas vezes está escondida dentro de nós.

Uma coisa eu sempre disse...

Não importa por quantos anos você já cantou, antes da música começar, o nervosismo faz um solo.

Precisamos nos permitir saltar na vida, sem pensar no nervosismo, na ansiedade, pois mesmo que esse salto não seja bem sucedido, aprendemos algo importante com ele, e o salto seguinte poderá ser de superação.

Ao final do livro, através de um QR CODE a autora disponibiliza ao leitor essas ilustrações...











Supere além de... se esforce, além de... crie, além de... trabalhe, além de... ame, além de...


Um delicioso livro composto por crônicas, feitas com muito carinho para avivar as belas lembranças da infância, os momentos felizes, tristes, divertidos, inesquecíveis, descritas em pequenos detalhes que fazem toda a diferença. Diferente de tudo que eu já li, com uma sensibilidade incrível.



Contém apenas 80 páginas, logo, eu devorei em poucos minutos. Uma experiência única, marcante, que provoca a reflexão e traz aprendizado. A escrita da autora é delicada, leve, contagiante, prende o leitor da primeira frase até a última, deixando com gostinho de quero mais.




A diagramação é composta por belíssimas ilustrações criadas pela própria autora especialmente para este trabalho, fiquei encantada por todas elas, mas a minha favorita, com que mais me identifiquei, é essa da imagem acima. A revisão está perfeita, a edição me deixou sem palavras. Mais um livro de sucesso da Editorial Young, que possui um catálogo incrível, tenho vontade de comprar todos.

É um livro feito para recordar momentos, viajar não somente no que é contado pela autora, mas naquilo que nós leitores vivemos, em nossa própria história. Com a vida corrida de hoje nem temos mais tempo pra isso, contudo, necessitamos de um tempo para nós.

Dou cinco estrelas, favorito e recomendo para todas as idades!


site: http://clubedolivro15.blogspot.com.br/2016/03/resenha-vinci-j-c-editorial-young.html
comentários(0)comente



Croniana 01/04/2016

Vinci é um livro curtinho e divertido que narra as aventuras da autora através dos anos de sua infância. Uma Jaqueline ainda nova mas capaz de ensinar muitos através de suas atitudes e pequenas demonstrações de coragem. Não há muito o que falar sobre seu conteúdo, cada pequeno capítulo trata-se de uma dose de incentivo.

Mesmo que o salto não seja bem-sucedido, a coragem deu o primeiro impulso.

A autora traz pequenos exemplos de coragem que podemos encontrar mesmo, e principalmente, nas atitudes das crianças mostrando como podemos, dessa forma, encarar nossos medos e conseguir nossa tão sonhada liberdade.

"De todos os meus saltos de balanços, em muitos eu tive um belo e épico encontro com o chão duro, rústico ou áspero. Quantas vezes você teve coragem de arriscar um pulo de balanço e encarar a vida?"

Durante a leitura leve temos a oportunidade de relembrar nossos próprios momentos marcantes e até mesmo de escrever sobre eles pois o livro reserva um espaço para esses nossos registros. Além disso o livro conta com ilustrações lindíssimas feitas pela própria autora, traços finos e delicados que combinam perfeitamente com a ideia central da obra.
(Mais no link)

site: http://www.cronicasemeira.com.br/2016/03/resenha-vinci-j-c.html
comentários(0)comente



Helena 04/04/2016

Delicado e intenso
Delicadeza. Se me pedissem para definir esse livro em apenas uma palavra, seria esta. Em pouquíssimas páginas, Vinci mostrar ter uma sensibilidade linda e pura. Com textos leves e ilustrações maravilhosas, J.C. conta suas peripécias da época em que era apenas uma criança livre e inocente. Mas não se engane achando que se trata apenas de um livro infantil. Não é bem por aí, caro leitor.

A escrita leve e simples da autora nos leva por caminhos em que somos induzidos a refletir e relembrar momentos da nossa infância e da vida adulta também. A cada página é um novo ensinamento sobre amor, medo, confiança, descobertas... Vinci consegue passar uma linda mensagem. E não importa a idade, acredito que todos deveriam ler. Ele te consome em um saudosismo e uma nostalgia prazerosa, daquelas que arranca um sorriso leve sem que você sinta.

Apesar de ter lido a versão digital do livro, enviado pela editora, fiquei impressionada com o cuidado obtido tanto na capa quanto na diagramação. Ambas são a coisa mais linda; as ilustrações que compõem o interior da obra são belíssimas e tão delicadas quanto as crônicas que as acompanham. Além disso, é um ótimo livro de cabeceira, para pegar todos os dias, abrir em uma página aleatória e ler a mensagem que ele te passará naquele dia.

Através da pequena, destemida e corajosa Jaqueline, relembramos o quanto a nossa infância pode divertir e ensinar ao mesmo tempo. É impossível não se identificar com alguns dos relatos. A autora nos faz parar e ponderar a essência que perdermos quando a maturidade finalmente nos alcança. Como a própria diz, "Relembre quem você foi e não perca quem você é".

Por isso, seus lindos, leiam, releiam, relembrem e se surpreendam com a simplicidade e intensidade de Vinci.


site: http://www.cafecomlivroo.com/
Thamyres Andrade 04/04/2016minha estante
Legal, Lena.. Gostei..
Algumas partes da sua resenha me lembraram Pollyanna.




24 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2