Pobre Não Tem Sorte

Pobre Não Tem Sorte Leila Rego




Resenhas - Pobre Não Tem Sorte


142 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |


Ana 10/11/2017

Pobre Não Tem Sorte, simplesmente gostei de verdade!!!
Olá Galera!!! Muito bom dia, tarde, noite ou madrugada. Estou aqui novamente, para trazer mais uma sugestão incrível (na minha opinião) para vocês anotarem na listinha de próximos livros ou já embarcarem imediatamente nessa leitura muito descontraída e interessante. Só o título já chama atenção, afinal, pelo menos na minha vida, essa frase já foi dita um milhão, trezentas e quarenta e cinco mil vezes.

A história é muito engraçada e divertida, você lê com tanta empolgação que nem percebe o tempo passar. Bom então vamos a resenha... Mariana é a nossa protagonista e, claro, como o nome (protagonista) já diz, a história gira em torno de sua vida, aliás, é ela quem conta nos mínimos detalhes todos os seus pensamentos e o que acontece na sua rotina. A forma como Mariana narra a história parece realmente que ela está conversando com você, ao ponto de nos sentirmos sua melhor amiga.




Mariana sempre teve uma vida simples, mas após conhecer e namorar Eduardo, ela acaba se deparando com um mundo completamente diferente, repleto de glamour e as vantagens e privilégios que o dinheiro pode proporcionar. O problema é que Mariana tenta de todas as formas fazer parte desse “mundo dos ricos”, e vê a oportunidade casando com o grande amor da sua vida, Eduardo, que diga-se de passagem, é o príncipe encantado de qualquer mulher, em termos de educação, respeito, responsabilidade e dono de um caráter irrevogável. Claro que Mariana preza e admira muito essas qualidades, mas o status social de Eduardo acaba sendo sua principal motivação e, ao mesmo tempo, um desejo desesperado e a oportunidade ideal de unir o útil ao agradável e mudar de vida. Mas no dia do casamento, Eduardo surge na sua casa minutos antes da cerimônia dizendo não estar preparado para casar e que algo aconteceu... E agora? O que ela vai fazer, como vai reagir e o que vai acontecer?

Vendo esse perfil fútil da protagonista, até parece uma típica personagem fácil de odiar, recriminar ou rejeitar. Mas é praticamente impossível, pois Mariana conduz a história com muito bom humor, sinceridade e naturalidade ao conversar com nós, leitores, como se fossemos grandes amigos, provocando na gente a vontade de criticar e dar conselhos, ao mesmo tempo em que torcemos para dar tudo certo em sua vida e que ela desperte desse mundo de ilusões e ganância. Porém, cada vez que o tempo passa, Mariana parece mergulhar em tantas ambições que esquece ou não consegue mais enxergar os valores que são realmente importantes na vida.

Bom... deixo para vocês essa ótima sugestão. Espero que gostem e vamos juntos saber o que irá acontecer com Mariana, se ela vai acordar ou não para a vida, ou se irá ser tarde demais. Por mais que a história seja quase todo tempo divertida, não significa que ela seja satisfatória ou feliz. Me surpreendi muito com o final e pode ter certeza que me fez refletir muito. Um fortíssimo abraço.

site: http://bloghistoriasliterarias.blogspot.com.br/
comentários(0)comente



Meninas que Leem 21/12/2016

Blog As meninas que leem livros
Li tantas resenhas e opiniões desse livro que fiquei louca para ler e felizmente ele foi meu livro escolhido para o desafio literário desse mês.

Comecei a ler o livro achando que já sabia tudo sobre ele, afinal, após ler tantas resenhas e até mesmo discutir sobre a história nada mais poderia me surpreender, eu não poderia estar mais enganada. Mariana é uma jovem que está noiva do Edu (fiquei apaixonada por ele) ele é rico, bonito e de boa família e

site: http://www.asmeninasqueleemlivros.com/2010/04/pobre-nao-tem-sorte-leila-rego-toda.html
comentários(0)comente



estantedasuh 06/10/2015

Pobre Não Tem Sorte - Blog Era Uma Vez o Livro
Mariana Louvreira é uma mulher de 26 anos que só pensa um coisas fúteis. Que roupa vou vestir? Como está o meu cabelo? O que as pessoas vão pensar de mim? Será que estão vendo que a minha bolsa não é de marca? Pra Mariana a vida se resume a mostrar uma coisa que ela não é.

Eduardo, ou Edu, é um residente de medicina e namora com Mariana a anos. Ele é uma cara simples, apesar de ser de uma família rica. Ele conheceu Mariana no cursinho e depois disso nunca mai se separaram. Só que depois de anos, eles mudaram. Principalmente Mariana.

Depois de anos de relacionamento Mariana resolve que eles tem que se casar e praticamente obrigada Edu a pedi-lá em casamento. Ela dedicou meses preparando o casamento, até que no dia do seu casamento Edu termina o noivado. E como Mariana vai ficar?

Eu quando comecei a ler o livro não gostei de Mariana, ela é uma menina que só pensa em si e no que os outros vão pensar dela. Ela tem vergonha da sua família e sonha em virar uma socialite. Eu me irritava com tudo que ela falava pois nada tinha utilidade para mim. Pensei que a história ficaria o tempo todo assim, mas aí vem a reviravolta.

Elem dos personagens principal conhecemos os pais de Mariana que são simples e muito pé no chão. Marisa, a irmã Emo de Mariana, e que passa o tempo todo ouvindo MP3. Clara a melhor amiga que Mari conheceu na vida. E os pais de Edu, onde a Mari chama a mãe de Jararaca
.
Teve alguns momentos que era engraçado, pois a Mari não tinha noção das coisas que ela fazia e pensava. As vezes ela parecia muito ingênua.

O final pra mim foi surpreendente e me deixou ansiosa para ler o segundo livro. Isso mesmo, esse livro é um duologia.

A escritora quis nos mostrar que não adianta mostrarmos quem nós não somos, um dia a casa cai. Temos que dar valor a família e as pessoas que a gente ama. E que se queremos uma vida melhor, temos que lutar a trabalhar muito. E nunca, nunca ter vergonha de mostrar da onde nós viemos.

A capa do livro é bem condizente com a história, as folhas são brancas, o tamanho da fonte é bem apropriado e vi um ou dois erros de ortografia, nada que atrapalhe a leitura. Esse é um livro que recomendo a todos. Uma leitura boa para um tarde e que nos passa mensagens importantes.

site: http://eraumavezolivro.blogspot.com.br/2015/10/especial-chick-lit-pobre-nao-tem-sorte.html
comentários(0)comente



spoiler visualizar
comentários(0)comente



Adriana 05/04/2015

Mariana é uma jovem ambiciosa, sonhadora e totalmente alucinada por marcas e fama. Sonha em ter muito dinheiro para poder passar o dia fazendo compras em lojas famosas e em ser alvo de notícias nos tablóides da cidade. Mas, na realidade, Mariana possui uma família com poucos recursos financeiros, que não liga para marcas e grifes e nem para as notícias nos jornais da região.

Ela trabalha bastante, mas, o salário que ganha é insuficiente para comprar tudo o que deseja. Assim, sempre faz compras no crediário. Mas, tudo parece mudar quando o seu namorado, Edu se mostra disposto a estreitar os laços entre eles. Além de lindo, ele é rico e vem de uma família de renome da cidade.

Mari vê no casamento com a Edu a possiblidade de ter a vida que sempre almejou. Sonha acordada com o vestido de noiva mais espetacular que a cidade já viu; com a lista de convidados; com a decoração e tudo o mais. Para sua completa alegria, também terá o apartamento dos sonhos. Compra tudo do bom e do melhor para reformar e mobiliar o tão sonhado apartamento.

Mas tudo começa a mudar quando Edu se mostra indiferente à toda organização do casamento e começa a se afastar de Mariana. Será que o Edu vai desistir do casamento? Será que Mariana conseguirá ter o casamento dos seus sonhos? Bem, com certeza vale a pena a leitura.

A história do livro é legal, mas, às vezes, a Mariana é muito irritante. Tem comportamentos fúteis e desnecessários. O Edu se mostra focado no trabalho, mas, não percebi nenhum carinho ou demonstração de amor entre eles. Cheguei até a duvidar do amor que sentem.

A diagramação do livro é boa, mas, a capa é horrível. Achei o desenho infantil e não acho que chame a atenção dos leitores. Li por indicação de uma amiga e espero começar a leitura do próximo volume logo logo.

site: http://drimoreira20.blogspot.com.br/2015/03/pobre-nao-tem-sorte-por-leila-rego.html
comentários(0)comente



Angel 22/09/2014

Ameiiiii!!!!
PNTS foi um dos melhores chick lits que eu já li, amei de verdade, a narrativa dele é incrível, uma delícia de ler.

A Mariana, é ambiciosa, sonhadora e totalmente pirada.
Em PNTS iremos acompanhar os preparativos para seu casamento com Edu e suas loucuras para sempre estar impecável, com todas as marcas que ela tem direito (tudo parcelado no cartão de crédito), mas a questão é que a Mari é pobre, e o padrão de vida que ela quer levar, não condiz com sua realidade.
Ela vê no casamento com Edu uma chance de se livrar daquela vida medíocre que ela tanto odeia.
Mas nem tudo sai como o esperado e Mari perde completamente o chão.
Deprimida, ela precisa dar a volta por cima e resgatar seu verdadeiro eu.

Já vi muitas Maris por aí, acho que e tenho um pouquinho da Mari também, acho que todas nós temos um pouquinho dela.
A Mari é uma personagem muito real, muito autêntica e a forma como o livro é narrado(pela Mariana), nos envolve tanto com a vida e as situações que ela vive, que parece que ela está cara a cara nos contando a história.
E é incrível a transformação pela qual ela passa.
Sem contar as risadas, que são garantidas!

Vale muuuuuito a pena ler ele. Super recomendo!

site: http://a-libri.blogspot.com.br/2014/09/resenha-pobre-nao-tem-sorte.html
comentários(0)comente



Três Leitoras 05/08/2014

Resenha: Pobre Não Tem Sorte
Oi, Povo liiiinnnddddoooooo!

Já tínhamos contado a vocês aqui, da nossa parceria com a autora Leila Rego e que em breve teríamos novidades né?! Pois bem, hoje estou aqui pra contar a vocês tudo que achei do livro Pobre não tem sorte.

Esse livro conta a história da Mariana, uma garota de 27 anos, nascida e criada na cidade de Prudente em São Paulo. Uma garota alegre, bem humorada e extrovertida. E pobre, como ela mesma diz!

Há sete anos ela namora o lindo do Eduardo, estudante de medicina, educado, lindo, charmoso e rico.

Eles se conheceram no cursinho pré-vestibular e a Mari ficou de queixo caído quando o viu pela primeira vez, mas ela nunca imaginou que eles poderiam ter algo, pois em uma certa ocasião ele deixou claro que queria apenas estudar, mas acho que ele não resistiu ao charme e beleza dela.

Continue lendo no link

site: http://tresleitoras.blogspot.com.br/2014/08/resenha-pobre-nao-tem-sorte.html
comentários(0)comente



Dayana 05/06/2014

Mariana forever me meu coração!

Meu Deus! Como não se apaixonar por essa louquinha de Prudente, hein?

Céus! Ela é muito divertida! Entrou para minha lista de personagens favoritos de chick-lit! E o Edu? Gente! Que cara lindo, espetacular! Gentil! Ai!!!! Que saudades eu tô deles.Preciso urgente comprar PNTS 2!

Pobre não tem sorte, é daqueles livros que você não consegue se desgrudar! Eu li em dois dias, mas leria em menos.Acordei pensando na Mariana , fui dormir pensando nela! Leila Rego se tornou mais uma autora de chick-lit nacional que admiro! É um livro leve que além de nos divertir, nos faz pensar sobre várias coisas na vida.Super recomendoooo!
comentários(0)comente



Aline Coelho Cury 30/05/2014

Já faz bastante tempo que tenho esse livro na minha estante e esses dias decidi me deliciar com esse check-lit maravilhoso criado pela linda Leila Rego. Posso garantir que além de me divertir muito com a protagonista Mariana, eu consegui refletir sobre as escolhas que preciso tomar na vida e meu posicionamento diante das situações do dia-a-dia e a forma como vejo as pessoas e o mundo, assim como a protagonista do livro. Adorei a capa, a diagramação é bem simples com folhas brancas e capítulos curtos e medianos. A narrativa é em primeira pessoa, assim acompanhamos a visão da Mariana e para mim o melhor foi a conversa constante com o leitor que tem na narrativa, senti como se ela fosse uma amiga me contando sua vida.

Nessa história conhecemos Mariana, 26 anos, garota de classe média que ainda mora com os pais e uma irmã adolescente em Presidente Prudente, interior de São Paulo. Ela é formada em turismo e inconformada com sua profissão que acabou não sendo nem metade do que ela esperava. O livro começa com ela levando um belo pé na bunda no dia do seu casamento com Edu, o príncipe encantado. E ao longo da narrativa dessa história vamos conhecendo o que levou a esse fim fatídico do que seria a realização de um sonho para Mariana, no caso mudar de posição social e poder ter tudo que sempre sonhou.

No inicio conhecemos uma Mariana fútil que só se preocupa com o visual e claro adora roupas e acessórios de marca e que estejam na moda. O Capítulo que ela descreve sua família chega a ser hilário porque ela fala do visual de cada um e informa que faz o que pode dando dicas de como se vestir melhor, mas ninguém entende a importância de se apresentar bem vestido e continua se vestindo mal e com roupas de má qualidade.
"Ai, como eu me divirto com isso tudo! Não é fácil parecer uma pessoa chique e descolada com pouco dinheiro." Pág. 104
E quando ela conhece Edu e começa a namorar com ele e fazer parte da alta sociedade, Mariana começa a ficar obsessiva em manter uma imagem impecável para amigas ricas e não percebe o quanto suas "amigas" a exploram pedindo dicas de moda, ela acaba se tornando um tipo de consultora de moda ou Personal Stylist, mas não ganha nada com isso e acaba colocando suas finanças e relacionamento em risco por não saber priorizar o que realmente importa na vida.

Mariana começa só se preocupando com visual, status social e casar com um homem rico (projeto da sua vida). Depois percebe que pode usar seus conhecimentos e talentos para viver melhor, trabalhando assim com moda e ou decoração. E depois de uma mega decepção começa a perceber quais os verdadeiros valores morais que precisa ter para ser feliz e parar um pouco de se preocupar com o que os outros estão pensando e falando.

Então é isso fica a dica de ótima leitura!!!



site: http://leiturasvidaepaixoes.blogspot.com.br/2014/05/pobre-nao-tem-sorte-leila-rego.html
comentários(0)comente



Ingret 28/05/2014

Sabe aquela história de que nunca devemos julgar um livro pela capa? Pois é, nesse caso julguei pelo título... e não me decepcionei! Pobre não tem sorte da Leila Rego é um livro incrível.

Mariana Louveira é uma garota pobre que mora na cidadezinha de Prudente, interior de São Paulo, mas isso não significa que tem se vestir mal. Ela adora roupas de marcas, bolsas e sapatos, ir a lugares chiques... Breguice passa longe dela! E daí se tem que dividir uma bolsa em 20 prestações? No mundinho de Mariana as pessoas são julgadas pela aparência, então é melhor aparentar ser rica, chique e glamurosa...

"Ah se eu fosse rica, tudo seria diferente. Não teria que me matar de trabalhar para receber uma merreca no final do mês, não passaria vontades na frente de vitrine de lojas e muito menos optaria por só um modelo de bolsa: levaria todos sem ao menos perguntar o preço."


Continue lendo em:

site: http://www.umcafecompalavras.blogspot.com.br/2013/05/pobre-nao-tem-sorte-by-leila-rego.html
comentários(0)comente



Rose 30/04/2014

Estava louca de vontade de conhecer este livro e a autora. Sempre lia comentários bons de ambos e a vontade só aumentava. Decidi separá-lo para o Desafio Literário e este mês chegou a vez dele. O resultado disso tudo? Adorei a Mariana!
Mas vamos por partes, Mariana Louveira tem 26 anos e nasceu, cresceu e mora em Prudente, interior de São Paulo.
Ele tem tudo para ser uma bela socielite. Ela é inteligente, divertida, sabe se portar e se vestir, mas não tem o básico: "dinheiro".
Segundo ela (eu acredito nisso), este pequeno detalhe é culpa do "Sr. Destino", que trocou sua família rica e importante por esta que ela tem em Prudente.
Mas já que o destino se enganou, ela mesma iria consertar este erro. Mariana acabou conhecendo Edu, o melhor partido da cidade. Depois de um longo namoro, eles ficaram noivos. Seu grande sonho estava prestes a se realizar, ela teria o casamento dos seus sonhos e a vida a que tem direito.
O livro nos conta um pouco da vida desta maluquete até o dia de seu casamento. Entre muitas risadas, confirmamos que Mariana está certa, pobre não tem sorte! Coo costumo dizer, eu queria ser pobre apenas um dia da semana, pois todos os dias é uma m#*&@!
Mariana é muito engraçada, e em muitas vezes me lembrei da doida da minha irmã, que assim como Mariana, nasceu na família errada, rsrsrsrsrs


site: http://www.fabricadosconvites.blogspot.com.br/p/minhas-resenhas.html
comentários(0)comente



Jess 19/03/2014

A visão que eu tinha deste livro não era muito boa, pois antes de fazer parceria com a autora havia visto algumas resenhas um tanto negativas, porém depois de ter lido a sinopse eu resolvi arriscar e realmente não me arrependi! A leitura é divertida, mas ao mesmo tempo irritante, por causa da personalidade fútil da personagem, porém isto é um ponto fundamental para o desenrolar do enredo assim como é necessário para que ao final sejamos presenteados por uma a bela lição de vida que seria: O que realmente importa para você? O seu status ou as pessoas que te amam? Será mesmo que ser fútil vai te trazer alguma felicidade? Vai trazer amizades verdadeiras? Ou vai somente afastar quem realmente gosta de você?

- # -

Mariana é uma jovem interiorana de classe média, que após começar a namorar Edu, um rapaz de família rica, foi aos poucos deixando de ser a garota simples e com pouca ambição para se transformar em alguém fútil, egoísta e esnobe, ou seja, uma pessoa que era impossível não acabar detestando!

A cada dia que ela se envolvia mais naquele mundo Mariana perdia uma parte de si mesma, de quem era. A jovem chegou ao ponto de esconder de suas supostas “amigas” os seus pais, que são pessoas humildes, e o apartamento pequeno e simples onde morava, com sua família.

Após muita pressão por parte dela Edu acaba a pedindo em casamento e é então que ela começa a realmente enlouquecer, tornando-se ainda mais consumista do que já era, assim como egoísta, pensando em apenas si mesma e deixando qualquer sentimento que tinha por Edu de lado, se não fosse o bastante o próprio noivo deixou de existir para a garota. Diante disto sem que Mariana perceba aos poucos sua vida começa a tomar um novo rumo levando-a a ter de refazer todos os seus planos ao qual traçará enquanto estava preparando seu casamento.

Será que ela é capaz de aprender com seus erros?

- # -

Depois de ter lido “Pobre Não Tem Sorte” acabei repensando em algumas das minhas atitudes e vi que precisava mudar alguns pontos da minha vida, pois se continuassem daquela maneira eu acabaria não indo para lugar algum.

Assim como a Marina, sempre fui uma pessoa mimada, ao qual sempre gostei de tudo de mãos beijada e também nunca aceitei um “não” como resposta. Graças a Leila Rego e a sua obra incrível eu abri meus olhos a tempo, então só tenho a agradece... Obrigada Leila!

site: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/?p=6707
comentários(0)comente



Caroline Curi 18/01/2014

Por Caroline Curi.
Mariana é uma garota de classe média, que mora em Prudente/SP com os pais e a irmã mais nova. Ela namora Edu, um rapaz de família rica, e só tem amigas influentes. Mariana só pensa no status e está sempre preocupada em vestir as melhores roupas, comprar os sapatos mais caros e estar sempre “na moda”.

É quando ela e Edu decidem casar que tudo começa a acontecer na vida de Mariana. E ela vai precisar de uma grande reviravolta em sua vida para parar e refletir em suas atitudes e sua própria personalidade.

Mariana é daquelas garotas totalmente deslumbradas pelo mundo da moda e, consequentemente, pelo dinheiro. Quer sempre ter as melhores roupas, sapatos e quando alguma amiga, ou pior, inimiga, aparece com algum vestuário ou acessório que ela não possui, ela fica pra morrer! Como foi o caso de quando a mãe do Edu – a sogra jararaca – apareceu com um Prada Butterfly que, segundo Mariana, seriam os óculos do momento. Mariana só faltou desmaiar depois de ver sua inimiga com os óculos que ela tanto desejava, mas que não havia nem chegado à sua cidade ainda.

Esse jeito totalmente fútil da Mariana me irritou várias vezes. Ela tinha vergonha dos próprios pais e de onde morava e, por isso, não convidava ninguém, muito menos suas “amigas”, para irem à sua casa. Para ela, tudo girava ao redor de dinheiro, ela só falava disso, se preocupava com isso ou com o que as pessoas pensariam dela. E, apesar de saber que existe muita Mariana por aí, acho que nunca vi nenhuma tão fútil e infantil quanto a nossa protagonista.

Pobre não tem sorte é um chick-lit bem simples e mulherzinha mesmo. Para ser muito sincera, não é um livro que me agradou horrores. Eu gosto de histórias fortes com situações marcantes e que tenham um diferencial. PNTS, para mim, foi uma leitura leve, daquelas que você precisa depois de ler muitos livros tensos e intensos um atrás do outro. E estou bem curiosa para ler PNTS 2 e ver o que Mariana aprendeu depois de tantos tropeços!

A mensagem que absorvo deste livro é o que sempre levo comigo e que tenho plena consciência: a aparência é apenas um convite, porque a essência é o que seduz, encanta, apaixona e envolve verdadeiramente.

site: carolinecuri.blogspot.com.br
comentários(0)comente



Dayana 05/01/2014

Não tem como não se apaixonar!
Pobre não tem sorte é o primeiro livro da autora brasileira Leila Rego, um chick-lit muito divertido.
O livro narra a história de Mariana, uma garota de classe média muito fútil que conhece o cara dos seus sonhos rico e bonito, exatamente nessa ordem. Com o namorado dos sonhos ela vê a oportunidade de resolver o terrível engano que o destino cometeu, como ela diz, e enfim se tornar uma pessoa rica e conseguir realizar todos os seus sonhos fúteis e consumistas, mas no dia do casamento acontece algo errado e Mariana vê todos os sonhos desmoronarem. Com a ajuda de sua única e verdadeira amiga, Clara, Mari começa a enxergar as coisas de outro ponto de vista e é então que ela decide mudar suas atitudes. O final do livro é muito bom e te deixa morrendo de curiosidade pra saber se Mari vai conseguir reconquistar Edu, mas isso só descobriremos em Pobre não tem 2: alguma coisa acontece no meu coração.
Como já disse o livro e divertido, não como não rir das cenas impagáveis da empregada de Mariana, Cidinha. A Mariana personagem principal desperta no leito muito sentimentos. Inicialmente tive antipatia pela personagem, depois de "compreender" um pouco seu jeito passei a ter um pouco de simpática, depois compaixão e finalmente ela me conquistou. E o que dizer do Edu, namorado de Mari, o cara mais fofo e lindo que existe. Não tem como não se apaixonar por essa história, recomendo!
comentários(0)comente

LeilaRego 19/11/2011minha estante
Que bom que você gostou do PNTS, Dayana!
Obrigada por compartilhar sua resenha.
Beijos,
-Leila Rego




Gabi 02/01/2014

Pobre Não Tem Sorte mesmo!

Mariana é uma garota do interior de São Paulo que vive se ostentando. Na verdade, ela é mimada, uma pessoa fútil, e faz as coisas para agradar os outros, não quem a ama. Sempre está tentando ser igual a suas amigas e quem faz parte da alta sociedade. Ela namora há sete anos com Eduardo, quem conheceu quando estavam fazendo um cursinho, e agora eles irão se casar. Mas algo dá errado e faz com que Mariana volte a realidade.

Agora que Eduardo e Mariana irão se casar, eles terão que estar mais juntos ainda. Mas algumas coisas não saem como o planejado: ela
começa a ver o quão distante o seu noivo está, eles param de se falar por semanas, apenas ela é quem está preparando o casamento (decoração, convites...) e, para a tristeza da personagem principal, ela terá que parar de fazer tantos gastos. Mas o que mais importa é o amor entre os dois: será que ainda existe ou esse amor deu espaço para a futilidade da personagem?

Este é o primeiro livro que leio da autora nacional Leila Rego e tenho que admitir: um ótimo trabalho. O jeito que ela desenrola as conversas faz com que você dê muitas risadas durante a história. E adorei os personagens, principalmente o Eduardo. Mas não gostei de uma de suas atitudes neste livro.

Leia mais em

site: http://umaleitoranonima.blogspot.com.br/2014/01/pobre-nao-tem-sorte-por-leila-rego.html#comment-form
comentários(0)comente



142 encontrados | exibindo 1 a 15
1 | 2 | 3 | 4 | 5 | 6 | 7 |