Mentira Perfeita

Mentira Perfeita Carina Rissi




Resenhas - Mentira Perfeita


444 encontrados | exibindo 166 a 181
12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 |


Tamara 24/10/2019

Desde quando li Procura-se um marido, há quase um mês atrás, fiquei com aquela história e seus personagens na cabeça, e a vontade de ler mais algo de Carina Rissi estava forte. Por isso, decidi que Mentira perfeita, um livro que estava encalhado na minha lista de leituras há tempos, seria o escolhido, e assim que comecei pude comprovar que ele é tão bom ou melhor quanto procura-se um marido e sendo bem sincera não consigo estabelecer uma ordem de preferência, pois cada um foi uma leitura marcante de diferentes maneiras e posso dizer que mais uma vez tive uma experiência fantástica com uma obra de Carina.
O livro traz um ponto muito interessante que é a abordagem de uma deficiência relacionada a um determinado personagem, e esse ponto foi meu favorito, pois achei que Carina abordou essa questão de uma forma incrível e realista, não sendo nem condescendente e nem visualizando tal personagem como herói ou coitado, o que é sempre importante e passou para quem não conhece de perto uma pessoa com deficiência que este leva uma vida normal, se utiliza de adaptações para fazer o que é preciso, e possui dias bons e ruins como todas as pessoas. Além disso, adorei a protagonista, que foi bastante diferente de outras que já encontrei de Carina, pois aqui tínhamos uma mocinha até certo ponto ingênua, mas não de um jeito sem graça e sim de um jeito interessante, e é ótimo ver a evolução dela e suas tiradas totalmente originais que me fizeram rir em vários momentos. O mocinho também é bem bacana, e os personagens secundários ganharam um destaque todo especial no meu coração pois são muito marcantes e eu amei cada um deles, especialmente a tia de Julia, tia Berê, que foi uma senhorinha muito engraçada, forte, original e conquistou o meu coração.
Além disso, todos os pontos foram coerentes, a história teve uma boa evolução e não trouxe páginas de enrolação, algo que muitas vezes encontro em obras dessa autora. Em suma, Mentira perfeita é uma ótima história para ser lida pelos fãs de romance e de chiclit, porém, recomendo que seja lido Procura-se um marido antes, caso contrário muitas coisas desse livro poderão não ser tão bem compreendidas, e torço para que esse enredo agrade vários leitores, da mesma maneira como essa história doce, romântica, divertida e gostosa me agradou.
comentários(0)comente



Talita 23/10/2019

"Às vezes você se sente tão sozinho que parece estar à deriva no meio do oceano. Nada a frente, nada atrás, nada em lugar nenhum exceto as ondas que quebram sobre você, ameaçando engoli-lo. Mas algumas vezes - raras vezes - um ponto negro surge  no horizonte e vai crescendo até se tornar a silhueta de um barco, até uma mão se esticar em sua direção e você sair do inferno. Júlia era o meu barco, a mão estendida, o ponto negro no meu nada.”

Júlia é programadora na empresa L&L Cosméticos e mora com sua Tia Berenice que a criou desde pequena. O problema é que a vida de Julia anda uma bagunça, sua tia Berê está doente e precisa urgentemente de um transplante de coração. Porém, o sonho de tia Berê é ver Júlia se casar e seguir sua vida. Quando a tia passa mal e o médico informa que dessa vez Júlia pode perdê-la, ela inventa um namorado perfeito para acalmar o coração da tia. Milagrosamente a tia melhora e mal vê a hora de conhecer o futuro pretendente perfeito da sobrinha e colocar seus planos de montar um casamento em ação. Então a tia de Júlia rapidamente gasta todas as sua economias e fecha um contrato de casamento estrondoso com uma agência.

"Você me deu uma razão para lutar. E eu venci! Você é o motivo de eu ainda estar aqui, meu amor. Quando é que vou conhecer seu futuro noivo?”

Júlia entra em desespero, pois não sabe como contar à sua tia que inventou uma pequena mentira, sem que ela bata as botas de vez.

“Uma mentirinha de nada não podia ter consequências tão graves assim”.

Marcus Cassani é o irmão mais novo de Max Cassani (Procura-se Um Marido) e trabalha na Fundação Narciso. Ele é inteligente, engraçado, lindo e mulherengo. Alguns anos antes ele acabou sofrendo um acidente de moto e ficou paraplégico. Porém, isso não impede que ele dirija seu próprio carro, curse uma faculdade e pratique natação (seu esporte favorito). Ele divide o apartamento com o seu irmão e a cunhada Alícia que estão prestes a se casar. Portando, o maior desejo de Marcus é seguir em frente de vez e ter independência, pois sente que está atrapalhando a vida do seu irmão. No entanto, sua família superprotetora é contra, mas aceita que ele vá morar sozinho com a condição de contratar um cuidador, o que o deixa furioso, pois ele quer mostrar que consegue se virar sozinho, mesmo estando em uma cadeira de rodas.

“Eu estava farto. Estava cansado dos olhares preocupados de minha mãe, de meu pai se levantar cada vez que eu respirava para perguntar se eu precisava de alguma ajuda, de atrapalhar o relacionamento do meu irmão. Estava de saco cheio de tudo isso.”

Quando Júlia e Marcus se conhecem e ele fica sabendo do problema de Júlia, propõem um acordo. Ela Fingirá ser sua cuidadora para a sua família, para que ele possa morar sozinho e ele será seu noivo até que consigam simular o término para tia Berê e Júlia consiga cancelar o contrato com a agência de casamentos que sua tia fez. Júlia relutantemente aceita aquele plano maluco, pois não tem mais nenhuma opção.

Porém, como nada na vida é tão simples e fácil, aos poucos Júlia e Marcus vão se envolvendo e os sentimentos de mentirinha acabam se tornando reais. E como em todos os livros da Carina, é uma delícia acompanhar a paixão dos personagens crescendo, seus medos e inseguranças aparecendo. Júlia pra variar é muito teimosa, e vive relutando contra os seus sentimentos, ela tem dificuldades em confiar, pois acredita que assim se manterá segura, sem se magoar mais com as pessoas e acabar ficando sozinha. E Marcus apesar de estar completamente seduzido, acredita que nunca será o homem completo que Júlia merece.

“Não se sonha com aquilo que se tem, mas com o que se deseja. Talvez por isso eu tivesse sonhado com Júlia”.

A Carina traz uma sensibilidade muito linda nesse livro, tratando sobre diversos temas delicados, como a dolorosa espera de quem aguarda na fila para um transplante de órgãos. As dificuldades que um cadeirante sofre diariamente na sua vida, situações que para nós são tão simples, mas para os cadeirantes se tornam uma batalha. E é maravilhoso ver Marcus determinado em seguir em frente, em não desistir, saber conduzir de uma outra maneira as dificuldades que ele encontra. E ver Júlia despertando sensações e experiências novas nele, coisas que ele nunca mais se imaginaria fazendo de novo, é maravilhoso e lindo. Ver Júlia vencendo seus medos e inseguranças causados pelos traumas do passado, pelo abandono e perda. Diversas vezes me emocionei durante a leitura.

"A vida é uma grande merda ás vezes, Mas em outras é quente e vibrante e tão bonita que faz o peito doer. Não é o jeito como seu corpo se move, como você vê, ouve ou sente o mundo que importa, mas a maneira como você vive. E esta é a parte difícil: aprender a viver."

A escrita da Carina continua leve, fluida, divertida e emocionante, com uma carga dramática que faz você refletir, se colocar no lugar do outro. É um livro que se você ama o gênero vai devorar em poucos dias. A narrativa é intercalada entre Marcus e Júlia, o que nos garante ficar por dentro dos sentimentos dos dois. Os personagens secundários também são maravilhosos, garantindo momentos muito divertidos e hilários no decorrer da narrativa.

Só não dou 5 estrelas pois lá pro finalzinho do livro surgiram vários acontecimentos que acabaram deixando a história bem corrida. Senti que uma coisa acabou atropelando a outra, sendo que poderiam ter sido trabalhados de uma melhor forma no decorrer da narrativa.

"Eu me entreguei a Júlia e aquele beijo sem nenhum medo, sem nenhum mas, sem senão ou e se. Júlia havia sido minha tábua de salvação no meio do meu oceano de agonia. Ela era meu maior e melhor sonho. E a melhor parte? Ela também se entregava a mim sem nenhuma ressalva, medo ou insegurança."

Ademais, recomendo muito esse livro, a história é linda e vai fazer você terminar o dia com o coração quentinho.
comentários(0)comente



Gy de Paula 22/10/2019

Mais um romance muito envolvente de Carina Rissi
Esse spin off de Procura-se um Marido conta a história de Júlia e Marcus (irmão do mocinho do livro anterior).
Júlia é uma excelente profissional da área de TI de uma grande empresa, é vem tendo seu trabalhado colocado à prova por uma série de erros. Foi criada por sua tia, Berenice, que sofre de uma grave cardiopatia. O sonho de dona Berê é ver Júlia casada e pra dar uma forcinha ao destino, ela já contrata um super casamento para Júlia (que não tem sequer um namorado).
Marcus é um jovem estudante, ativo, trabalha e busca pela sua independência, especialmente a física, já que ele está paraplégico por via de um acidente de moto, e sua família é superprotetora.
Mais do mesmo do livro anterior, os protagonistas acabam vivendo um romance de aparência, até que as aparências caem por terra e os sentimentos reais tomam conta. Mas até se darem conta disso, esses dois passam poucas e boas.
Como sempre, Carina escreveu um livro cheio de romance, comédia e muitas sacadas inteligentes.
Pra mim, o diferencial desse livro foi a valorização de vários tipos de relacionamentos: amoroso, filial, paterno, materno, fraterno....
O livro poderia ter tido umas cem páginas a menos. Algumas coisas poderiam ter sido "economizadas", mas ainda assim, uma excelente leitura.
comentários(0)comente



Jessie 15/10/2019

QUE DELÍCIA DE LEITURA
Ai, eu amei esse livro.
Nossa, serio.
Muita gente fala sobre inclusão, mas poucas pessoas AGEM inclusivamente.
E isso é, escrever sobre, falar sobre, naturalizar sobre (pq é natural né, mores).
Cada personagem é tão real que eu tô maravilhada.
Para mim, conseguiu ser melhor que a outra história. Principalmente, no quesito personagem principal.
A Júlia é decidida, competitiva, amorosa e incrível. Uma pessoa normal, uma pessoa como a gente.
Gostei muito dela.
O Marcus então, super coerente em sua personalidade e o senso de humor, nossa, morri de rir. Ele é maravilhoso e um porto seguro cheio de humor e leveza.
Essas duas pessoas são ótimas juntas e super saudáveis uma pra outra. Adorei acompanhar essa história de amor e gosto de pensar que há uma tão boa quanto se desdobrando da realidade agora mesmo.
Adorei conhecer Marcus e Júlia, obrigada, Carina!
comentários(0)comente



Pedro.Morais 28/09/2019

Perfeito
Tudo pode ser conturbado ao ponto de questionar o real motivo de seguir em frente, porém é necessário segurar as oportunidades com a única esperança de viver algo surreal e um amor igual ao dos cinemas.
Júlia Muniz é uma jovem marcada por um passado infeliz, por sorte sua tia Berenice se tornou o anjo amparador dela desde a infância dela e agora precisa urgentemente de um transplante de coração e no meio do leito hospitalar Júlia acaba mentindo que está namorando um cara perfeito, igual ao dos livros de Jane Eyre que a tia tanto idólatra, porém agora a tia Berê acabou usando todo o dinheiro das economias em um casamento dos sonhos pra sobrinha que ela tanto estima.
Marcus quer se mudar em um apartamento longe dos olhos do irmão e da família, mesmo tendo suas limitações numa cadeira de rodas ele precisa convencer a família que terá uma cuidadora.
É neste cenário que um acordo será selado, Marcus será o namorado perfeito e Júlia será a cuidadora dedicada e perfeita aos olhos do Sr. Julius e Mirna, porém a mentira perfeita se tornará de um mar de sonhos encantadores a uma onda de adrenalina, recomeços e grandes surpresas com nossos protagonistas que vão te encantar do começo ao fim.
Carina Rissi mais uma vez concluí o que esperamos de uma excelente comédia romântica. Venha conhecer esse casal tão querido e rever Alícia e Max preparando o casamento da temporada.
comentários(0)comente



Luma.Lage 24/09/2019

Assim que terminei Procura-se um Marido, parti com tudo para a leitura de seu spin off Mentira Perfeita. Sou apaixonada pela capacidade da Carna Rissi de nos fazer experimentar tantas sensações boas enquanto lemos seu livro e por mais clichês que tenham, nós nos empolgamos com a leitura e somos cativados pelos personagens, graças a narrativa fluída e bem humorada da autora.




"Você me deu uma razão para lutar. E eu venci! Você é o motivo de eu ainda estar aqui, meu amor. Quando é que vou conhecer seu futuro noivo?"



Nessa história somos apresentados a Júlia e Marcos (SIM! O irmão mais novo do Max que aparece algumas no livro anterior). Desde criança a Júlia mora com a sua tia Berê – uma alegre senhora que sonha com o casamento da sobrinha – que tem uma doença no coração e está na lista de espera para um transplante. Quando Berê passa mal e é levada as pressas para o hospital, o médico informa que a saúde dela está muito fragilizada e esse pode ser o fim, Julia então inventa um noivo imaginário, descrevendo uma combinação de todos os personagens de livros e filmes favoritos de sua tia, apenas para que ela se sinta mais alegre. Eis que milagrosamente Berê melhora e não vê à hora de conhecer o noivo de sua sobrinha. E enquanto Júlia se desespera por não saber como contar a verdade, já que ela não pode se aborrecer, Berê gasta todas as suas economias em um casamento extremamente luxuoso. Como conhecemos no livro anterior, Marcus é o irmão mais novo de Max e depois de acidente de moto ficou paraplégico. Nesse livro vemos mais de perto sua batalha diária para se tornar mais dependente. Depois de morar alguns meses com seu irmão, conseguir comprar um carro adaptado e arrumar um emprego, seu próximo objetivo é morar sozinho, mas sua família não aprova sua decisão e impõe uma condição, ele precisa contratar um cuidador antes de sair de casa, o que o deixa completamente irritado.



É quando no meio de toda essa confusão que eles se conhecem, já que Marcus trabalha na fundação do Sr Narciso e Júlia trabalha na L&L cosméticos, e uma bela noite, quando se encontram em um bar, ele propõe um acordo: ele fingirá ser o noivo dela, até que aos poucos simulem um termino, enquanto ela aparecerá em alguns jantares com a família dele e fingirá ser sua cuidadora. Desesperada, Júlia aceita o trato mesmo achando-o insuportável. À medida que os dias vão se passando, os dois vão criar uma amizade até que o amor surja e é sensacional a maneira leve como isso vai acontecendo. A história deles é tão leve, que você não consegue parar de ler, principalmente pelas risadas que você vai dar durante a leitura.







"Ás vezes você se sente tão sozinho que parece estar á deriva no meio do oceano. Nada á frente, nada atrás, nada em lugar nenhum exceto as ondas que quebram sobre você, ameaçando engoli-lo. Mas algumas vezes - raras vezes - um ponto negro surge no horizonte e vai crescendo até se tornar a silhueta de um barco, até uma mão se esticar em sua direção e você sair do inferno. Júlia era o meu barco, a mão estendida, o ponto negro do meu nada."



Fora o romance e a diversão que o livro nos proporciona, ainda somos levados a perspectivas de um cadeirante, que embora faça tudo sozinho, enfrenta as dificuldades do dia a dia. Além disso, a Carina criou um personagem que expõe uma normalidade surpreendente, já que estamos acostumados a ler livros assim onde só expõe as dificuldades. Nesse livro o Marcus estuda, trabalha, dirigi, sai com os amigos, é um mulherengo fora de série, e que também tem os seus momentos de angustias por estar preso a cadeira de rodas, mas que na maior parte do tempo, vive em uma liberdade incrível.



E como se tudo que acabei de dizer não fosse o suficiente para fazer você ler essa história, o livro ainda conta com Alicia e Max, eles aparecem o TEMPO INTEIRO o que nos faz matar um pouco a saudade que os dois deixaram.

comentários(0)comente



Karol 21/09/2019

Clichê? Não! Vai muito além disso
Não tenho nem palavras para expressar o quanto eu amei Mentira Perfeita. Há alguns anos eu li Procura-se um Marido (um dos meus livros favoritos da vida), mas talvez por acreditar que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar eu demorei tanto para começar a ler esse spin-off. Estou muito feliz por le-lo agora hahahaha
Mentira Perfeita conta a história da Júlia, uma mocinha com QI de gênio, óculos de grau e funcionária da TI. A Júlia me conquistou desde o primeiro instante, honestamente é impossível não ama-la, ela é o tipo da pessoa que coloca as necessidades de todos acima das suas e está sempre disposta a ajudar, e foi assim que ela se viu numa grande confusão na forma de um noivado falso com o Marcus, o irmão do Max de Procura-se um Marido. O Marcus é lindo, carismático, fofo e extremamente mulherengo mas é divertidíssimo ver como se desenrola esse romance dos dois.
Parece que esse livro tem todos os ingredientes que fizeram Procura-se um Marido ser incrível e até alguns ingredientes adicionais. Eu amei muitas coisas nesse livro mas destaco três: 1) Júlia, a mocinha. É impossível não torcer por ela. Amei que assim como eu ela tem miopia hahah 2) o Marcus e o plot twist sobre ele e 3) A Alicia e o Max de Procura-se um Marido, eu amei reve-los! Eles são tão incríveis quanto eu lembrava.
Eu queria muito que essa série tivesse mais livros, é uma das minhas favoritas, que pena que só tem dois.
Recomendo muito, sem sombra de dúvidas Mentira Perfeita se tornou um dos meus livros favoritos da vida. ❤
comentários(0)comente



B. A Silva 29/08/2019

Um amor sublime!
Eu gostei muito da Júlia, muitas vezes me vi nela, nas inseguranças dela, no medo de se sentir abandonada. Ela é uma garota que faria tudo pelas pessoas que ela ama, e isso é o que eu mais admiro nela.
Aqui nos é apresentado a historia de Julia e Marcus, caminhos qie facilmente poderia ter sido entrelaçado. Ela trabalha como junior na parte de TI e tem uma tia que esta doente, e que por um acaso teve que contar uma mentira para salvar a vida dela. Para tornar essa verdade crível ela aceita a ajuda de Marcus.
Um garoto sorridente, sorridente demais para Júlia, e que estranhamente ela desenvolveu uma alergia toda vez que eles se tocam. Seu corpo fica todo dormente e ela sente como se estivesse com um mau estar no estomago. Dessa mentira inocente vai nascer um amor que fara de tudo para vencer todos os obstáculos possiveis.
Shippei tanto esse casal que eu so pensava quando eles iam finalmente se acertarem, demorou, como demorou, mas teve o seu final feliz.
?Uma paixão fervorosa e solene surgiu em meu coração. Ela se inclina para você, traz você para o centro e para a fonte da vida, envolve minha existência em torno de você e, através de uma chama pura e poderosa, nos funde, a você e a mim, num só ser.?
comentários(0)comente



Joana.Maris 26/07/2019

Amo demais!
Olá meus anores, tudo bem?
Esse livro traz a estória de Júlia, uma jovem responsável, doce e delicada que após a morte dos pais, vive com a querida tia Berenice. Tia Berê é uma senhora de bem com a vida e muito amorosa e seu maior desejo é fazer com que a sobrinha encontre seu príncipe encantado e realize o casamento dos sonhos.
Quando sua tia sofre um ataque do coração, Julia se vê em apuros e, na tentativa de fazer com que a tia se recupere o mais rápido possível, diz que está noiva. O problema é que agora, a garota terá que encontrar o noivo perfeito para ser seu “noivo”.
E é nesse momento que Marcus Cassini entra em cena: Marcus é um menino inteligente e adorável que após sofrer um acidente de moto precisa provar para sua família que consegue ser independente e capaz de viver sozinho em seu apartamento. Mas para que isso aconteça, ele precisa encontrar uma garota que aceite ser sua cuidadora e nossa querida Júlia será a candidata perfeita.
Enfim, é nesse enredo que essa estória apaixonante se se desenvolve e a autora mais uma vez ganhou meu coração. Além de nos mostrar que seus personagens são verdadeiros, pois assim como nós, enfrentam alguns problemas em seu cotidiano, a autora foi sensível ao mostrar as dificuldades e a superação de Marcus e, acima de tudo, percebemos que quando o amor é verdadeiro, é capaz de superar todas as diferenças e obstáculos por mais difíceis que pareçam ser.
Quotes: “Ás vezes você se sente tão sozinho que parece estar à deriva no meio do oceano. Nada à frente, nada atrás, nada em lugar nenhum exceto as ondas que quebram sobre você, ameaçando engoli-lo. Mas algumas vezes - raras vezes -um ponto negro surge no horizonte e vai crescendo até se tornar a silhueta de um barco, até uma mão se esticar em sua direção e você sair do inferno. Júlia era o meu barco, a mão estendida, o ponto negro no meu nada.”
“Uma mentirinha de nada não poderia ter consequências tão graves assim”
comentários(0)comente



Vaninha 26/06/2019

Dois dedos de prosa sobre Mentira Perfeita, de Carina Rissi.
"Às vezes você se sente tão sozinho que parece estar à deriva no meio do oceano. Nada à frente, nada atrás, nada em lugar nenhum exceto as ondas que quebram sobre você, ameaçando engoli-lo. Mas algumas vezes - raras vezes - um ponto negro surge no horizonte e vai crescendo até se tornar a silhueta de um barco, até uma mão se esticar em sua direção e você sair do inferno. Júlia era o meu barco, a mão estendida, o ponto negro no meu nada."

Júlia é uma mulher muito inteligente que trabalha como programadora na L&L Cosméticos. Ela foi criada por sua tia Berenice, a quem ama muito, e desde que descobriu que ela tem um problema no coração e precisa de um transplante, Júlia vive em função da tia e do trabalho, juntando dinheiro para quando o novo coração aparecer. A maior preocupação de tia Berê, no entanto, é o fato da sua jujuba ainda não ter se casado. Com a saúde da tia cada vez mais debilitada, Dênis - o melhor amigo de Júlia - inventa para ela um noivo de mentira e é aí que a confusão começa.

Marcus Cassani é alegre, bem-humorado e super charmoso. Ele ama a vida e a única coisa que nubla essa alegria é o fato de ser cadeirante. Mas ele tem esperanças de recuperar os movimentos das pernas, que ele perdeu em um acidente de moto três anos antes. Ele quer morar sozinho e se tornar mais independente mas sua família não aceita muito bem , então sua cunhada Alicia sugere que ele tenha uma cuidadora e, apesar de detestar a ideia, ele sabe que é a única maneira de seus pais concordarem.

Quando conhece Júlia e descobre a confusão em que ela está metida, ele sugere um acordo: ele vai fingir ser seu noivo de mentira se ela fingir ser sua cuidadora. Ainda que um pouco relutante Júlia aceita o trato. O problema é que a medida que o tempo passa eles começam a se envolver. A tímida Júlia não consegue resistir aos encantos de Marcus e ele está completamente seduzido pela inteligência e todo o resto dela. Mas quanto mais se conhecem mais as fragilidades e os medos de cada um se tornam aparentes. Ele acha que pode não ser o suficiente para ela pois não se sente inteiro e ela tem problemas para confiar. Eles precisarão enfrentar esses e outros problemas se quiserem ficar juntos.

Destaco aqui a tia Berenice. Ela é uma figura. Apesar do problema de saúde está sempre alegre. E pense em uma pessoa arteira! Ela apronta as maiores loucuras para inventar motivos para os dois passarem tempo juntos e não tem papas na língua e nem filtro. Ri demais com ela durante o livro todo.

Uma das coisas que eu gosto muito nos livros da Carina é que ela traz a discussão assuntos de impacto social. Nesse livro ela fala das dificuldades enfrentadas pelos cadeirantes e pelas pessoas que aguardam um órgão para transplante e sobre como algumas perdas na vida conseguem desequilibrar emocionalmente as pessoas, afetando suas relações.

E a Carina conseguiu de novo. Me fez rir e chorar e refletir e passar por um carrossel de emoções. Gosto de livros assim. A história tem que mexer comigo.

Venha você também conhecer Marcus e a sua Pin (o mais original apelido de namorado ever. Kkkkkkk)
comentários(0)comente



Raves 18/06/2019

Esse livro faz uma pessoa que não acredita na vida e nem no amor, acreditar novamente. Ele simplesmente te ajuda a ver a vida de outra maneira. Tudo que tenho a agradecer a Carina por me dá uma pontinha de esperança nessa coisa difícil chamada amor. O livro é simplesmente perfeito e ele te faz viajar pela vida de Júlia e ver as coisas no ponto de vista de uma pessoa que ? ?acabara? de perder os movimentos das pernas e a vida mudara completamente por essa nova fase. O livro é simplesmente perfeito. Você vai se apaixonar por cada personagem de uma maneira completamente diferente.
comentários(0)comente



Jaine 11/06/2019

Um pouco decepcionada.
Carina Rissi seguiu neste spin-off uma premissa muito semelhante ao último livro, e eu sendo uma grande fã de seu trabalho e precisando dar umas boas risadas, decidi lê-lo com altas expectativas, afinal sempre amei todos os livros que li da Carina.

O livro traz como protagonista a Júlia, que diferentemente da maioria das personagens femininas da Carina, é tímida, travada, muito séria e tem um amor imenso (uma coisa que amei no livro) pela sua tia Berê que está para morrer no hospital por insuficiência cardíaca. A mulher que a criou, também costureira de vestidos de noiva, não queria morrer sem ver a sobrinha casada e esta, para acalmar seu coração por motivos óbvios, resolveu mentir dizendo que estava namorado, suuuuper apaixonada e que provavelmente se casaria em breve. Só que a tia Berê melhorou e agora a Juju precisava tirar um noivo do seu bolso para apresentar a tia.

E é aí que entra o nosso protagonista, o Marcus. Já existente no volume anterior, o Marcus é irmão do Max e, devido a um acidente de carro, ficou preso em uma cadeira de rodas. Eu acho muito legal a forma como autora aborda os anseios e dificuldades do Marcus com sua nova condição, o que faz com que eu ame o livro nas primeiras páginas.

Os dois aceitam um acordo para que o Marcus finja ser noivo da Júlia, enquanto ela finge ser cuidadora dele para os seus pais, que não gostavam nada da ideia do filho cadeirante morar sozinho. Nesse meio tempo, a atração, a implicância e facilidade com que os dois conseguiam se divertir juntos fez com que 50% do livro fosse super fácil de se ler.

Mas acho que a Carina se empolgou.

O livro, em minha opinião, tem muito a cara de Maria do Bairro. Não estou reclamando do Clichê, até por que eu amo clichê, mas da quantidade de clichês em um livro só. Minha sensação é que o livro aborda de forma muito superficial uma dezena de temáticas que poderiam ser muito mais trabalhadas se não houvesse uma sequencia interminável de eventos acontecendo com a nossa protagonista. A separação do casal nas últimas cem páginas foi muito forçada pra mim e aquela última reviravolta foi uma das piores coisas que li na vida.

Apesar disso, eu consegui sorrir, chorar, gargalhar e me emocionar, o que não esperava menos da autora, razão pela qual não dei três estrelas. Embora se esse livro tivesse terminado com umas 250 páginas, poderia entrar em favorito.
Não recomendo como um primeiro livro da autora, foi o pior que li dela, mas se você tá com tempo, com vontade de rir e gostar muito da Carina (como eu), então dê uma chance. Mas não vá com muita sede ao ponte como eu fui.
Natália 11/06/2019minha estante
tive a mesma impressão que você lendo esse livro


Jaine 11/06/2019minha estante
Não estou sozinha, finalmente.




@jaliagoraesuavez 11/06/2019

ESPERAVA MAIS...
Julia é uma nerd que só pensa em trabalho e não tem tempo pra se divertir. Um belo dia ela é chamada com urgência ao hospital onde sua tia Berê é internada (ela tem a saúde frágil e precisa de um transplante de coração). Com medo de perder a tia que sonha em ver a sobrinha casada, Julia inventa um noivo pensando que, assim, deixará a tia feliz no pouco tempo que lhe resta.
Acontece que a tia se recupera e Julia precisa se virar e fazer esse noivo aparecer pra que a saúde de sua tia não volte a piorar e é ai que aparece Marcus.
Marcus, que também está precisando arrumar alguém que finja ser sua cuidadora para poder ir morar sozinho propõe a Julia essa troca: ele fica sendo seu noivo e Julia a sua cuidadora.
Só que as coisas não são tão simples assim e, claro, o que era pra ser um simples negócio vira algo muito maior...
Tá que o livro fofo. Sim, o livro é previsível. E também tem uns personagens que são forçados ao extremo.
A Tia Berê é puxada, minha gente! Quem é que gasta todas as economias da vida pagando a festa de casamento da sobrinha com um noivo que nunca viu na vida? Sem falar com ninguém? Isso porque precisa do dinheiro pra fazer um transplante de coração? Não... inverossímil demais mesmo pra um livro de romance.
A Julia achei chatinha, muito atrapalhada, muito no sense. Acho que precisamos mais de mulheres reais e menos de gatas borralheiras que viram Cinderela.
E aquele final? Meio série do Identidade Discovery? Não deu pra mim, desculpa!
Se você tem 15 anos, pode ser que ame o livro. Já eu, achei só bonitinho.


site: @jaliagoraesuavez no Instagram
Ane 18/07/2019minha estante
Tive a mesma opinião. Enredo pouco original e muito cópia de procura-se.




spoiler visualizar
comentários(0)comente



Faby 23/04/2019

Um dos melhores livros que já li
Mentira perfeita é um daqueles livros que muita gente passa o olho e passa pro próximo, mas ele é um livro maravilhoso e quando você menos espera ele te fisga e você não consegui mais larga.
Minha experiência foi a melhor possível, quando pendem pra indicar um livro de romance sempre indico " Mentira perfeita ", recomendo para todos que gostam de romance e se você não gosta ou não é acostumado com esse tipo de gênero super indico também . O romance é bem levinho, trata sobre assuntos importantes e nos mostra que o amor é construído e não é de uma hora pra outra. Pra quem quer um romance leve, engraçado e cheio de reviravoltas leia esse livro, vocês vão se imprecionar com a leitura.
comentários(0)comente



444 encontrados | exibindo 166 a 181
12 | 13 | 14 | 15 | 16 | 17 | 18 |